Você está na página 1de 1

26 106 Diário da República, 2.a série — N.

o 173 — 7 de Setembro de 2007

Conservador do Registo Predial e Comercial: Humberto Marcelino Nunes Bettencourt na categoria de assistente
a administrativo principal do quadro de pessoal do extinto Instituto
Palmela, interino — 1. classe. Geográfico e Cadastral.
Rui Paulo Candeias Rodrigues na categoria de assistente admi-
Conservador dos Registos Predial, Comercial e Automóveis: nistrativo principal do quadro de pessoal do extinto Instituto Geo-
Angra do Heroísmo — 2.a classe. gráfico e Cadastral.

Conservador dos Registos Civil e Predial: 21 de Agosto de 2007. — O Director-Geral, Arménio dos Santos
Castanheira.
Mértola, interino — 3.a classe;
Miranda do Douro, interino — 3.a classe;
Redondo, interino — 3.a classe.
MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DA INOVAÇÃO
Conservador dos Registos Civil e Predial e Notário:
Borba, interino — 3.a classe;
Nordeste, interino — 3.a classe. Secretaria-Geral
22 de Agosto de 2007. — A Vice-Presidente, Maria Celeste Ramos. Rectificação n.o 1474/2007
O anexo à Portaria n.o 573/2007 publicada no Diário da República,
Despacho (extracto) n.o 20 595/2007 2.a série, n.o 136, de 17 de Julho de 2007, que contém o modelo
de declaração de instalação, modificação e de encerramento dos esta-
Por despacho de 1 de Agosto de 2007 do presidente do Instituto belecimentos de restauração ou de bebidas abrangidos pelo regime
dos Registos e do Notariado, I. P., o licenciado Valdemar da Costa instituído pelo Decreto-Lei n.o 234/2007, de 19 de Junho, saiu com
Ferreira, especialista de informática, grau 3, nível 2, do quadro da as seguintes inexactidões que assim se rectificam:
Direcção-Geral de Política de Justiça, anteriormente em regime de 1 — No quadro n.o 1, onde se lê «1 — Declaração de instalação,
requisição, foi transferido na mesma categoria para o quadro de pes- modificação e de encerramento» deve ler-se «Declaração de insta-
soal do Instituto dos Registos e do Notariado, I. P., com efeitos a lação, modificação e de encerramento»;
contar de 17 de Julho de 2007, ficando exonerado do lugar de origem 2 — No quadro n.o 4, n.o 4.1., «O estabelecimento dispõe de:»,
naquela data. (Não carece de visto do Tribunal de Contas.) onde se lê «Potência contratada superior a 50 KW» deve ler-se «Potên-
cia contratada superior a 50 kVA»;
13 de Agosto de 2007. — A Vice-Presidente, Maria Celeste Ramos. 3 — No quadro n.o 4, n.o 4.2., «Classificação da actividade eco-
nómica exercida no estabelecimento — CAE, nos n.os 4.2.1 e 4.2.2.,
Despacho (extracto) n.o 20 596/2007 relativos a «Actividade principal» e «Actividades secundárias» res-
pectivamente, onde se lê «Classificação (CAERev2)» deve ler-se
Por despacho de 18 de Julho de 2007 do presidente do Instituto «Classificação CAE»;
dos Registos e do Notariado, I. P. foi convertida em definitiva a 4 — Nos «Documentos de junção obrigatória» que acompanham
nomeação provisória da assistente administrativa do quadro de pessoal a «Declaração», sob o item «Documentos comuns a qualquer decla-
deste Instituto Guida Maria Correia Miguel Abreu, com efeitos a ração», onde se lê « — Planta de implantação do estabelecimento
partir de 17 de Agosto de 2007. (Não carece de visto do Tribunal com indicação de áreas, localização, de equipamentos e das diferentes
de Contas.) secções que o compõem» deve ler-se « — Planta de implantação do
estabelecimento com indicação de áreas, localização, de equipamentos
17 de Agosto de 2007. — A Vice-Presidente, Maria Celeste Ramos. e das diferentes secções que o compõem, quando existente».
25 de Julho de 2007. — O Secretário-Geral, Mário Silva.

MINISTÉRIO DO AMBIENTE, DO ORDENAMENTO Direcção-Geral de Energia e Geologia


DO TERRITÓRIO E DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL
Anúncio (extracto) n.o 5958/2007

Instituto Geográfico Português Extracto de contrato de prospecção e pesquisa

Despacho n.o 20 597/2007 Nos termos do n.o 4 do artigo 8.o do Decreto-Lei n.o 88/90, de
16 de Março, publica-se o extracto do contrato para prospecção e
De acordo com o preceituado na alínea b) do n.o 3 do artigo 15.o pesquisa de depósitos minerais, com o número de cadastro
da Lei n.o 10/2004, de 22 de Março, a atribuição de Excelente na MNPP00607, nos concelhos de Grândola e Santiago do Cacém, cele-
avaliação do desempenho traduz-se no reconhecimento de mérito brado por delegação de assinatura pelo director-geral de Energia e
excepcional do trabalhador, sendo concedido o direito à promoção Geologia, Dr. Miguel Barreto Caldeira Antunes, em 25 de Maio de
na respectiva carreira independentemente de concurso. 2007.
Assim, ao abrigo das competências que me estão cometidas pela Titular dos direitos — Iberian Resources Portugal, Recursos Mine-
alínea d) do n.o 1 do artigo 7.o da Lei n.o 2/2004, de 15 de Janeiro, rais, Unipessoal, L.da
com a nova redacção que lhe foi conferida pela Lei n.o 51/2005, de Depósitos minerais — ouro, prata, cobre, chumbo, zinco, pirites e
30 de Agosto, e que constam do anexo I, nomeio: minerais acessórios.
Área concedida — 134,283 km2, delimitada pela poligonal cujos vér-
Teresa Isabel Pedro Jacinto na categoria de engenheiro geógrafo
tices, em coordenadas Hayford-Gauss, referidas ao ponto central, se
de 1.a classe do quadro de pessoal do extinto Instituto Geográfico
indicam:
e Cadastral.
Joaquim Américo Salgueira da Costa na categoria de engenheiro
geógrafo de 1.a classe do quadro de pessoal do extinto Instituto Geo- Vértice Meridiana (m) Perpendicular (m)
gráfico e Cadastral.
José João Gomes Cavaco na categoria de topógrafo especialista
principal do quadro de pessoal do extinto Instituto Geográfico e 1 .............. – 40 000 – 169 000
Cadastral. 2 .............. – 33 895 – 169 164
Sónia Cristina Fernandes Faustino na categoria de topógrafo de 3 .............. – 28 794 – 171 767
1.a classe do quadro de pessoal do extinto Instituto Geográfico e 4 .............. – 20 000 – 174 589
Cadastral. 5 .............. – 20 000 – 179 400
Lígia Maria Ponta Garça Simão na categoria de desenhador car- 6 .............. – 40 000 – 176 500
tógrafo de 1.a classe do quadro de pessoal do extinto Instituto Geo-
gráfico e Cadastral.
Maria Madalena de Paiva Botelho da Costa Velez na categoria Caução — E 20 000.
de operador de fotogrametria especialista do quadro de pessoal do Período de vigência — inicial de dois anos, prorrogável por um
extinto Instituto Geográfico e Cadastral. ano, no máximo de três vezes.
Maria de Fátima Ferreira de Almeida Braz na categoria de assis- Condições de abandono progressivo da área — abandonar 50 %,
tente administrativo especialista do quadro de pessoal do extinto Ins- em blocos compactos de área não inferior a 10 km2, à escolha do
tituto Geográfico e Cadastral. titular, nos termos do período inicial e da 1.a e 2.a prorrogações.

Interesses relacionados