Você está na página 1de 36

Tecnologia em Gestão de

Serviços de Saúde

Unidade Didática Gestão


Empresarial
Prof. M.Sc. Fernando Conter
Cardoso
fcardoso@interativa.uniderp.br
Gestão Empresarial

Aula 1
A Sociedade das
Organizações e as
Funções do Gestor
Roteiro

1. Caracterização das organizações.


2. Definição das funções do gestor:
1. Planejamento,
2. Organização,
3. Direção e
4. Controle.
3. A ciência e a arte de ser dirigente.
Caracterização das organizações
Recursos x Necessidades

Necessidades
Recursos ilimitadas:
limitados: moradia,
Terra, alimentação,
Trabalho e educação,
Capital. saúde, lazer,
[...]
Organizações

Unidades sociais intencionalmente


construídas e reconstruídas, a fim de atingir
objetivos específicos.

▪ Empresas ▪ Prisões
▪ Exércitos ▪ Hospitais
▪ Escolas ▪ Sindicatos
▪ Igrejas ▪ Partidos Políticos
▪ Clubes ▪ Governos [...]
Organizações
Racionalidade
Capacidade que tem o
homem de estabelecer
relações lógicas, de
conhecer, de
compreender, de
raciocinar, e que serve de
fundamento para a ação.
Organizações

Formalidade
Conjunto de normas
racionais, legais e
impessoais, que
definem o modo de
funcionamento da
organização.
Organizações
 Através dos critérios de racionalidade
e formalidade se estabelecem:
◼ O sistema de mando e subordinação –
hierarquia;
◼ A distribuição das atividades em
conformidade com os fins visados;
◼ A alocação de recursos materiais,
financeiros e humanos.
O mundo sem organizações
O mundo das organizações
O Homem e a Organização
 O homem moderno tem forte relação
de dependência das organizações:
◼ É nelas em que trabalha, para que
através da sua remuneração possa vir a
satisfazer suas necessidades.
◼ É através delas que obtém acesso aos
produtos e serviços necessários ao
atendimento de suas necessidades.
Organizações Modernas
“O problema das organizações modernas é
a maneira de reunir agrupamentos
humanos que sejam tão racionais quanto
possível e, ao mesmo tempo, produzir um
mínimo de conseqüências secundárias
indesejáveis e um máximo de satisfação”.

ETZIONI, Amitai. Organizações modernas. 8.ed., São


Paulo : Pioneira, 1989.
Para pensar um pouco...

Quais podem ser essas


conseqüências
secundárias
indesejáveis das
organizações?
Definição das funções do gestor
Henry Fayol
 Engenheiro francês.
 Acumulou trinta anos
de experiência como
diretor de indústria, no
ramo de mineração.
 Em 1916 publica
Administration
Industrielle et
Générale.
1841-1925
A administração como ciência
“A verdadeira razão da ausência de ensino
administrativo em nossas escolas profissionais é a
falta de doutrina. Sem doutrina não há ensino
possível”.

“Mudaria completamente a situação se existisse


uma doutrina consagrada, isto é, um conjunto de
princípios e regras, de métodos, de procedimentos
postos à prova e controlados pela experiência
geral”.
H. Fayol
Conceito de Administração
Previsão: perscrutar o futuro e traçar o programa
de ação.
Organização: constituir o duplo organismo,
material e social, da empresa.
Comando: dirigir o pessoal.
Coordenação: ligar, unir e harmonizar todos os
atos e todos os esforços.
Controle: velar para que tudo corra de acordo
com as regras estabelecidas e as ordens dadas.
H. Fayol
As funções do administrador

Planejamento
Organização
Direção
Controle
Planejamento

Estratégico

Tático

Operacional
Planejamento e os níveis
hierárquicos
Nível Administrativo Tipo de planejamento

Alta Direção Estratégico

Gerência
Intermediária Tático

Gerência
Operacional
Operacional
Planejamento Estratégico
 Realizado pela alta direção:
◼ Estabelece a missão da organização.
◼ Define seu público alvo.
◼ Define os produtos (ou serviços) que
serão oferecidos ao mercado.
◼ Estabelece as relações entre a
empresa e seu ambiente.
◼ É voltado para o longo prazo.
Planejamento Tático
 Elaborado pela gerência
intermediária:
◼ Estabelece o programa de atividades de
cada parte da organização.
◼ Define a melhor alternativa de obter e
alocar recursos para a operação da
organização.
◼ Voltado para o médio prazo.
◼ São planos de produção, de marketing,
de recursos humanos e financeiros.
Planejamento Operacional
 Elaborado pelo nível gerencial que
está mais próximo das operações:
◼ Define as ações rotineiras da
organização.
◼ Tem ênfase nos resultados de curto
prazo.
◼ São apresentados sob a forma de
procedimentos, orçamentos e
cronogramas.
Organização

 A estrutura formal é a
expressão racional da
lógica produtiva:
◼ Divisão do trabalho;
◼ Especialização;
◼ Unidade de comando;
◼ Amplitude de controle.
 É projetada visando
máxima eficiência.
Direção

 Coordenação das
atividades.
 Distribuição da
autoridade.
 Padrões de liderança.
 Motivação.
Controle

 Estabelecimento de padrões de
desempenho (critérios e unidades de
medida).
 Medição dos resultados alcançados.
 Avaliação do desempenho pela
comparação previsto x realizado.
 Correção dos desvios, caso seja
necessário.
O processo administrativo
Planejamento Organização

Controle Direção
A ciência e a arte de ser dirigente
A dimensão da ciência
 A capacidade analítica permite:
◼ O reconhecimento
do problema.
◼ A decomposição do
problema em
partes menores,
para facilitar a
análise.
◼ A determinação de
uma solução.
A dimensão da ciência
 É uma habilidade
fundamental para a
gestão das
organizações.
 É obtida através dos
conhecimentos
sistematizados pela
teoria.
A dimensão da arte
 É resultado de um processo
educacional amplo, em que
o indivíduo amplia seus
interesses e aumenta sua
compreensão sobre si
próprio e a realidade do
mundo em que vive.
 Abre caminho para novos
valores e alternativas.
Atuação gerencial fundamentada na
ciência
 Processo decisório ordenado, racional e
impessoal.
 Trabalho programado e sistematizado.
 Instrumentos de trabalho: objetivos,
planos, programas metas, resultados e
prazos.
 Informação obtida por relatórios,
memorandos e reuniões formais.
Atuação gerencial fundamentada na arte
 Ações desordenadas e intermitentes.
 Processo decisório desordenado,
intermitente, intuitivo e influenciado por
relações pessoais.
 Instrumentos de trabalho: surpresas,
sustos, contingências e problemas.
 Informação obtida por meio de contatos
pessoais informais (às vezes não
solicitada) e reuniões não programadas
O papel da administração
Racionalidade
Planejamento
Ciência Organização
Direção
Controle
Administração
Ambigüidade
Intuição
Arte Sentimentos
Vivência
Ambições
Gestão Empresarial

Atividade
Presencial