Você está na página 1de 11

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

VOLTAR Procurar Geral
VOLTAR
Procurar
Geral
Artigos Geral As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas Há 2 dias às
Artigos
Geral
As 3 falhas mais comuns no
recolhimento de custas
Há 2 dias às 00:36
Por Modelo Inicial
O Código de Processo Civil, previu
expressamente o dever de antecipar o pagamento de
custas pelos atos processuais:
Art. 82. Salvo as disposições
concernentes à gratuidade da justiça,
incumbe às partes prover as despesas dos
atos que realizarem ou requererem no
processo, antecipando-lhes o pagamento,
desde o início até a sentença final ou, na
execução, até a plena satisfação do direito
reconhecido no título.
§ 1º Incumbe ao autor adiantar as
despesas relativas a ato cuja realização o
juiz determinar de ofício ou a
requerimento do Ministério Público,
quando sua intervenção ocorrer como
fiscal da ordem jurídica.

Modelo Inicial

As melhores petições começam aqui.

Planos e Preços

Suporte

Jurídicos Sobre nós Planos e Preços Suporte

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

Procurar § 2º A sentença condenará o vencido a pagar ao vencedor as despesas que
Procurar
§ 2º A sentença condenará o vencido a
pagar ao vencedor as despesas que
Trabalhe conosco
Facebook
Geral
antecipou.
Twitter
Nos casos recursais, o CPC reitera esta
obrigação ao exigir expressamente a apresentação do
comprovante de pagamento, gerando em alguns
casos mais graves, o não recebimento do recurso.
Termos de uso e
privacidade
Áreas
Administrativo
Por tais razões que se exige especial
atenção no recolhimento das custas e, especialmente
na sua apresentação. Vejamos as principais falhas
nesta etapa.
Agrário
Ambiental
Cível
Concursos Públicos
1.
JUNTAR
AGENDAMENTO
DE
Consumidor
PAGAMENTO
Eleitoral
O simples agendamento do pagamento da
guia de custa não comprova o seu pagamento, razão
pela qual não será aceita.
Empresarial
Família e Sucessões
Geral
Não são raros os casos em que o leitor de
pagamento coloca como data do pagamento aquela
prevista para vencimento gerando um comprovante
de mero agendamento. Casos em que não geram
documentos hábeis a demonstrar que as custas
foram efetivamente pagas, conforme posicionamento
já adotado pelo STJ:
Imobiliário
Licitações
Penal
Previdenciário
Propriedade Intelectual
Trabalhista
Trânsito
"(
)
A jurisprudência pacífica do Superior
Tributário
Tribunal de Justiça - firmada à luz do
CPC/73 - orienta-se no sentido de que, no
ato de interposição do Recurso Especial,
Outros

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

deve o recorrente comprovar o prévio recolhimento das custas judiciais, do porte Todas Procurar Modelos
deve o recorrente comprovar o prévio
recolhimento das custas judiciais, do porte
Todas
Procurar
Modelos
Geral
de
remessa
e
retorno,
bem
como
dos
valores locais, estipulados pela legislação
estadual, sob pena de deserção (art. 511 do
CPC/73 e Súmula 187/STJ). IX. Em
consequência,"a juntada de
comprovante de agendamento não
constitui meio apto à comprovação
de que o preparo foi efetivamente
Página inicial
Procurar modelos
Visitante
Criar conta
Entrar
recolhido, levando, portanto, à
deserção do recurso"(STJ, AgRg no
AREsp 743.163/DF, Rel. Ministro
MOURA RIBEIRO, TERCEIRA TURMA,
DJe de 17/11/2015). No mesmo sentido:
AVISO LEGAL: Esta página pode
conter conteúdos escritos e
publicadas por usuários terceiros não
ligados a este site, cuja
responsabilidade pelas informações é
exclusiva do autor - entre em contato
conosco em caso de dúvidas. Ao
prosseguir nesta página você declara
que leu e aceita nossos Termos de
uso e privacidade, e assume
responsabilidade pelos conteúdos
STJ, AgRg no AREsp 744.643/SC, Rel.
Ministro RAUL ARAÚJO, QUARTA
TURMA, DJe de 18/12/2015; AgRg no
REsp 1.491.294/RS, Rel. Ministro
HUMBERTO MARTINS, SEGUNDA
TURMA, DJe de 20/04/2015; AgRg no
publicados por você, assim como
isenta este site da responsabilidade
pelos conteúdos publicados por
terceiros.
Copyright © Modelo Inicial - CNPJ:
31.102.084/0001-06 - Fone: (11)
4130.3734 - midia
modeloinicial.com.br - Simple Labs
Tecnologia da Informação Ltda. -
Endereço: Av. Bagé, 1199 / 502 -
Porto Alegre - RS - Brasil.
Todos os direitos reservados. É
proibida a reprodução do
conteúdo desta página em
qualquer meio de comunicação,
eletrônico ou impresso, sem
autorização escrita do autor.
AREsp 619.761/RN, Rel. Ministro
MAURO CAMPBELL MARQUES,
SEGUNDA TURMA, DJe de
12/02/2015.X. Agravo interno improvido.
(STJ, AgInt no AREsp 1077458/RJ, Rel.
Ministra ASSUSETE MAGALHÃES,
SEGUNDA TURMA, julgado em
12/12/2017, DJe 18/12/2017)
Portanto, não efetivamente comprovado
o devido pagamento das custas recursais, o recurso

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

inevitavelmente corre sério risco de sequer ser Procurar recebido. Geral 2. NÃO JUNTAR A GUIA
inevitavelmente
corre
sério
risco
de
sequer
ser
Procurar
recebido.
Geral
2.
NÃO
JUNTAR
A
GUIA
OU
COMPROVANTE
ORIGINAL DE PAGAMENTO
Outra formalidade usualmente exigida
pelos tribunais é que seja apresentado o
comprovante de pagamento juntamente com a sua
guia, de forma a demonstrar que aquele pagamento
se refere exatamente à guia vinculada ao processo.
Situações como estas já geraram o não
recebimento de Recurso junto ao STJ:
"(
)
A juntada apenas do comprovante
de pagamento das custas
processuais, desacompanhado da
respectiva guia de recolhimento, é
insuficiente à comprovação do
preparo" (STJ, AgInt no REsp
1.622.574/RS, Rel.Ministro FRANCISCO
FALCÃO, SEGUNDA TURMA, DJe de
27/04/2017).
Mais
uma
situação
que
exige
especial
cuidado na hora da instrução do recurso.
3. PREENCHIMENTO EQUIVOCADO DA GUIA
Outra falha comumente encontrada nas
decisões de não recebimento de recurso se trata do

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

preenchimento equivocado da guia, seja em relação Procurar ao valor ou em relação ao número
preenchimento equivocado da guia, seja em relação
Procurar
ao valor ou em relação ao número do processo.
Geral
Da mesma forma que nos casos
anteriores, esta situação não supre a previsão legal
de comprovar de forma inequívoca o pagamento das
custas devidas, gerando, em alguns casos, o não
recebimento da ação ou do recurso:
"(
)
é dever da recorrente apontar o
correto preenchimento das guias de
recolhimento que compõem as
custas do preparo, sob pena de
deserção do recurso. A exigência do
correto preenchimento da guia, longe de
ser mero formalismo, presta-se a evitar
fraudes contra o Judiciário, impedindo
que se use a mesma guia para interposição
de diversos recursos. (
)"
(AgRg no
AREsp 736.400/SP, Rel. Ministro RAUL
ARAÚJO, Quarta Turma, julgado em
15/3/2016, DJe 6/4/2016)
DESERÇÃO. É certo que, em homenagem
aos princípios da boa-fé e do máximo
aproveitamento dos atos processuais, o
TST tem se orientado no sentido de que o
preenchimento incorreto do número do
processo e da Vara de origem na guia de
recolhimento do depósito recursal não
impede o processamento do apelo, desde
que a respectiva guia contenha elementos

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

Procurar que possibilitem identificar a satisfação do preparo. Ocorre, contudo, que no ato da Geral
Procurar
que possibilitem identificar a satisfação do
preparo. Ocorre, contudo, que no ato da
Geral
interposição
do
recurso
ordinário,
a
Reclamada juntou guia de depósito
judicial referente a outro processo, com
partes diversas, sendo que as custas
referem-se à mesma demanda. Em que
pese a jurisprudência do TST ter adotado
entendimento flexível quanto aos critérios
referentes às irregularidades sanáveis no
preenchimento da guia de recolhimento
do depósito recursal, verifica-se que, no
caso dos autos, a guia juntada, bem como
as custas, não se referem aos presentes
autos, o que não configura apenas
irregularidade passível de ser sanada nos
termos da legislação processual vigente
aplicável na hipótese. Desse modo,
considerando que não se discute a
insuficiência de depósito recursal,
mas sim a própria inexistência,
porque as irregularidades contidas
na guia de depósito recursal não são
passíveis de serem sanadas, afigura-
se inaplicável o entendimento
contido na OJ 140 da SDI-I do TST.
A hipótese é de não comprovação do
depósito recursal no prazo alusivo
ao recurso, o que atrai a aplicação
da Súmula 245 do TST. (TRT-2,
1000346-46.2017.5.02.0069, Rel.

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

Procurar FRANCISCO FERREIRA JORGE NETO - 14ª Turma - DOE 18/07/2018) Geral NO CASO DE
Procurar
FRANCISCO FERREIRA JORGE NETO -
14ª Turma - DOE 18/07/2018)
Geral
NO
CASO
DE
INSUFICIÊNCIA
OU
EQUÍVOCO,
É
POSSÍVEL
COMPLEMENTAÇÃO?
O Novo Código de Processo Civil trouxe
regramento expresso para a concessão de prazo ao
saneamento de
falhas diante
da insuficiência, ausência ou equívoco no preparo:
Art. 1.007. No ato de interposição do
recurso, o recorrente comprovará, quando
exigido pela legislação pertinente, o
respectivo preparo, inclusive porte de
remessa e de retorno, sob pena de
deserção.
[
]
§ 2o A insuficiência no valor do preparo,
inclusive porte de remessa e de
retorno, implicará deserção se o
recorrente, intimado na pessoa de
seu advogado, não vier a supri-lo no
prazo de 5 (cinco) dias.
[
]
§ 4o O recorrente que não comprovar, no
ato de interposição do recurso, o
recolhimento do preparo, inclusive porte
de remessa e de retorno,será intimado,
na pessoa de seu advogado, para

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

Procurar realizar o recolhimento em dobro, sob pena de deserção. Geral [ ] § 7o
Procurar
realizar o recolhimento em dobro,
sob pena de deserção.
Geral
[
]
§ 7o O equívoco no preenchimento
da guia de custas não implicará a
aplicação da pena de
deserção,cabendo ao relator, na hipótese
de dúvida quanto ao recolhimento,
intimar o recorrente para sanar o vício no
prazo de 5 (cinco) dias.
Ou seja, em clara redação, o Novo CPC
estabelece que um recurso será declarado
deserto SE, E SOMENTE SE não for suprida a
complementação necessária, após intimação
do Advogado,in verbis:
Art. 932. Incumbe ao relator:
)
Parágrafo único. Antes de considerar
inadmissível o recurso, o relator
concederá o prazo de 5 (cinco) dias
ao recorrente para que seja sanado
vício ou complementada a
documentação exigível.
(
Essa inovação processual fundamenta o
princípio da EFETIVIDADE DO PROCESSO, que
além de se fundar nos princípios da FINALIDADE e
daECONOMIA PROCESSUAL, busca
efetivar o PRINCÍPIO
DA
COOPERAÇÃO, previsto no Art. 6º do CPC, em

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

detrimento ao excesso de formalismo repugnado pela Procurar doutrina e entendimento dos Tribunais Superiores: Geral
detrimento ao excesso de formalismo repugnado pela
Procurar
doutrina e entendimento dos Tribunais Superiores:
Geral
"Além do compromisso com a Lei, o juiz
tem um compromisso com a Justiça
e com o alcance da função social do
processo para que este não se torne
um instrumento de restrita
observância da forma se
distanciando da necessária busca
pela verdade real, coibindo-se o
excessivo formalismo. Conquanto
mereça relevo o atendimento às regras
relativas à técnica processual, reputa-se
consentâneo com os dias atuais erigir a
instrumentalidade do processo em
detrimento ao apego exagerado ao
formalismo, para melhor atender aos
comandos da lei e permitir o equilíbrio na
análise do direito material em litígio.
Recurso especial provido."(STJ - REsp:
1109357 RJ 2008/0283266-8, Relator:
Ministra Nancy Andrighi)
Com base nesta argumentação, nos casos
em que a deserção for declarada previamente ao
prazo para complementação, cabe ao
Advogado mover Agravo de Instrumento nas ações
trabalhistas (ver modelo), Agravo Interno (ver
modelo) ou mesmo o Recurso Especial (ver modelo),
dependendo de cada caso.
18/01/2019 As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas Temas como estes merecem sempre
18/01/2019
As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas
Temas como estes merecem sempre uma
Procurar
especial atenção, para que rigorismos exacerbados
Geral
não retirem do cliente o tão almejado pleito por
meras formalidades.
Dúvidas? Contribuições? Compartilhe
suas ideias. Nossa principal missão é fomentar um
ambiente de crescimento colaborativo e constante!
Fonte: Modelo Inicial

ARTIGO REFERENTE AO MODELO

Publicado por Modelo Inicial em 16/08/2018.

CADASTRE-SE GRÁTIS
CADASTRE-SE GRÁTIS

Cadastre-se para receber conteúdos da área Geral e poder comentar esse artigo.

Comentários

V
V
área Geral e poder comentar esse artigo. Comentários V MODELOS RELACIONADOS

MODELOS RELACIONADOS

comentar esse artigo. Comentários V MODELOS RELACIONADOS

18/01/2019

As 3 falhas mais comuns no recolhimento de custas

Procurar Geral
Procurar
Geral