Você está na página 1de 3

Identidade de gênero

Existe diferença entre transexual e travesti? O que é identidade de gênero? Uma pessoa que nasceu homem
pode ser mulher? Essas e outras dúvidas vêm à tona quando falamos sobre diversidade sexual. Por isso,
a SUPER conversou com Edith Modesto, que é terapeuta, escritora e especialista em diversidade sexual e
questões de gênero. Em 1999 ela fundou o Grupo de Pais Homossexuais (GPH) que atualmente é formado
por mais de 200 brasileiros. Veja as respostas:

1. O que define exatamente a transexualidade?

O “ser mulher”, com um corpo de homem; um “ser homem” com um corpo de mulher. Nesses casos, há um
processo de mudança física possível que dependerá da vontade de cada transexual.

2. Dentro da diversidade sexual, são muitos os termos que encontramos? Quais são eles e o que
significam?

Heterossexuais: se sentem atraídos sexual e/ou afetivamente por pessoas do gênero contrário ao seu.
Homossexuais: se sentem atraídos sexual e/ou afetivamente por pessoas do gênero idêntico ao seu.
Bissexuais: podem se sentirem atraídos por pessoas do gênero masculino, ou do gênero feminino.
Assexuais: não se sentem atraídos sexualmente por ninguém.

Em relação aos gradientes de gênero, temos muitos termos: cross-dresser, drag queen, drag king;
andróginos, trans não binários etc.

3. Qual a diferença entre uma travesti e uma transexual?

Antigamente, a travesti era conhecida como uma pessoa que se sentia homem e mulher ao mesmo tempo.
Por isso, não queria fazer a operação. Hoje, a diferença é social e política. Sabemos que há gradientes
(graus) de masculinidade e feminilidade (gêneros) não atrelados completamente ao biológico. Quando a
pessoa se sente uma mulher em um corpo de homem e é de classe econômica e social mais simples, ela é
denominada travesti. Geralmente, essas pessoas não têm nenhuma oportunidade na vida e se tornam
profissionais do sexo para sobreviverem. Quando a pessoa com essa questão de gênero pertence a uma
classe social e econômica mais alta, ela é denominada transexual. Quem não tem essa questão é denominada
cissexual.

4. As pessoas confundem, às vezes, identidade de gênero com orientação sexual. Você pode explicar
qual é a diferença?

Na “orientação” ou “condição” sexual, a pessoa é hétero, bi, homossexual ou assexual. Identidade de gênero
refere-se ao gênero com o qual a pessoa se identifica: saber-se masculino(a) ou feminina (o) e em que graus.
Essa condição pode mudar no decorrer da vida.
agênero: Agênero, sem-gênero, não-gênero, ou gênero nulo é uma identidade não-binária de pessoas trans
caracterizada pela ausência total de gênero ou pela não conformidade com o conceito de gênero.

aliagênero: Alguém que define o seu gênero como “outro” ou diferente dos gêneros existentes.

bigênero: Uma pessoa que tem dois gêneros, tipicamente homem e mulher (mas não necessariamente). Eles ou se
identificam com os dois, ou se movem entre os dois.

Demigirl / demimenina / demigarota: pessoa trans não-binária que se identifica parcialmente com o gênero
feminino e parcialmente com gênero neutro ou com agênero.

Demiboy / demimenino / demigaroto: pessoa trans não-binária que se identifica parcialmente com o gênero
masculino e parcialmente com gênero neutro ou com agênero.

neutrois: Identifica-se como sendo gênero neutro. É diferente de não ter gênero.

terceiro-gênero: Os termos terceiro gênero e terceiro sexo descrevem indivíduos que não são considerados nem
homens nem mulheres, em uma categoria social presente naquelas sociedades que reconhecem três ou mais
gêneros.

pangênero/poligênero: Pangênero (e/ou Onigênero) é uma identidade de gênero não-binária de pessoas trans. É
uma experiência de gênero que se refere a uma enorme multiplicidade de gêneros que pode (ou não) tender ao
infinito (ou seja, pode ir além do conhecimento atual sobre gêneros). Essa vivência de gênero pode ser simultânea
ou ao longo do tempo.