Você está na página 1de 2

FÍSICO-QUÍMICA 7.

 ANO TESTE DE AVALIAÇÃO 6


Domínio: Energia
Subdomínio: Fontes de energia e transferências de energia
Proposta de soluções

1.1. C

1.2. Fonte: combustível; Recetor: carro/motor

1.3. B

1.4. A- F; B-V; C- F; D-V

2.1. Joule (J)

2.2. 510 kJ = 510 000 J

2.3.

125  510 000


E  E  637 500 J
100

Conversão para calorias:

637 500
E  E  152 293 cal
4,186

3.1. Energia hídrica e eólica.

3.2.

Vantagens: não se esgotam; têm menor impacto ambiental do que as fontes de


energia não renováveis.

Desvantagens: Dependem das condições atmosféricas; têm elevados custos


associados aos investimento e infra-estruturas.

3.3. O facto de o mês de março ter sido particulamente chuvoso, o que


aumentou em muito a produção de energia elétrica nas centrais hídricas.

4.1. Petróleo; carvão (por exemplo)

4.2. D

1
5. Quente; energia; frio; recebe; calor; equilíbrio

6.1. A temperatura da maçaneta é igual à temperatura da porta, pois deverão


estar em equilíbrio térmico.

6.2. Por exemplo: mau condutor: madeira; bom condutor térmico: metal

6.3. A mão está, normalmente, a uma temperatura mais elevada do que a


maçaneta ou a porta; assim, a cedência de energia faz-se da mão para a porta,
ou para a maçaneta. A maçaneta, por ser metálica, é melhor condutora do que
a porta, que é de madeira. Por este motivo, a cedência de energia faz-se mais
rapidamente da mão para a maçaneta do que da mão para a porta, provocando
uma sensação "fria" ao toque com a maçaneta e de sensação "quente" ao
toque com a a porta.

7.1. A) convecção; B) condução; C) radiação

7.2. As corrente de água quente são ascendentes, ou seja, movimentam-se de


baixo para cima.

8. Por exemplo: Vidros duplos ou janelas duplas; portas e janelas bem


calafetadas; isolamento térmico do telhado e das paredes; minimizar a área
das janelas viradas a norte e colocar janelas grandes viradas para sul.

Você também pode gostar