Você está na página 1de 16

Análise

Mensal
Dezembro de 2018

www.rico.com.vc
02
Sobre este relatório

Entenda o que é a nossa Análise Mensal,


que tipo de conteúdo ela apresenta e
para quem é indicada.

03
Nossa análise

Confira a nossa avaliação sobre a


economia brasileira e as principais
oportunidades de investimento para o
momento.

11
Glossário

Entenda os principais jargões do mundo


dos investimentos de forma rápida,
prática e sem complicações.

14
Informações importantes

Saiba quais são as regulamentações que


regem a criação e a distribuição deste
relatório.
Dezembro 2018

Sobre
este relatório

Para reforçar o nosso compromisso em ajudá-lo a


alcançar a sua independência financeira, criamos o
relatório de Análise Mensal para que você esteja
sempre bem informado sobre as melhores
oportunidades de investimento do momento.

Publicada no início de cada mês, esta análise traz


um panorama sobre os acontecimentos
econômicos mais recentes no Brasil e no mundo, e
destaca o seu impacto em diferentes produtos de
renda fixa e variável. Além disso, também
indicamos quais são as opções de investimentos
disponíveis que mais se destacam no cenário
econômico e político descrito, e que melhor
podem se adequar à sua estratégia.

Desenvolvido pela equipe de análises da Rico


Investimentos, este relatório é voltado para
investidores de todos os tipos de perfis, do
conservador ao agressivo.

www.rico.com.vc 02
Dezembro 2018

Panorama macro
Os principais eventos recentes da economia brasileira
e do mercado global
O mês de novembro deu continuidade ao otimismo observado no cenário local desde a
vitória de Bolsonaro para o próximo mandato presidencial. O futuro governo continua
com um discurso reformista, atraindo nomes que agradam tanto o mercado financeiro
como também a população para a sua equipe econômica e ministerial. O benefício da
dúvida dado pelo mercado ao próximo governo refletiu em uma alta mensal de 2,38%
do Ibovespa, o principal índice da Bolsa local, somando 17,15% no ano. Importante
ressaltar a aversão ao risco nas principais praças globais, em um movimento que pode
ser explicado por preocupações sobre o nível de crescimento econômico mundial e
tensões geopolíticas, como o impasse na saída do Reino Unido da União Europeia e
acirramento das tensões comerciais entre EUA e China.

Para dezembro, os desdobramentos da reunião do G-20, somado a uma possível


paralisação no ritmo de elevação nos juros nos EUA são positivos para o ambiente
financeiro global. O presidente do Fed, o Banco Central dos EUA, e a Ata da última
reunião de política monetária da Instituição indicaram que a elevação dos juros
poderia estar próxima do fim, deixando em aberto uma possível flexibilização na
política monetária do país. Além disso, embora o conflito comercial com a China tenha
potencial para continuar ao longo dos próximos meses, a trégua acordada no encontro
do G-20 ameniza as preocupações mundiais quanto a uma possível escalada nas
desavenças e consequente desaceleração econômica. Pelo lado europeu, as tensões
frente à saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit) e as discussões sobre o
déficit no orçamento italiano para 2019, podem continuar trazendo volatilidade.

Com todos os desafios citados, o ânimo de investidores locais fez o Ibovespa bater 90
mil pontos. Após a confirmação de Jair Bolsonaro para a presidência da República, o
foco esteve na transição para o novo governo. A continuidade do discurso reformista e
escolha de nomes liberais para cargos políticos importantes sustentam o humor do
mercado financeiro, que continua a dar o benefício da dúvida ao próximo mandatário .
Observamos que o próximo ministro da Fazenda, Paulo Guedes, sabe quais são as
prioridades para o Brasil crescer. Contudo, somente boas intenções não garantem o
apoio do Congresso, condição necessária para a aprovação das reformas tão
necessárias ao controle de gastos públicos, elevação do ritmo de investimentos e
geração de empregos do país.

Iniciamos dezembro com uma perspectiva positiva para os ativos locais, mas
cautelosos com a elevação da volatilidade no ambiente global, influenciada pelo
acirramento das tensões comerciais e temores quanto a uma possível desaceleração
econômica no mundo. O discurso é muito parecido com aquele que adotamos em
novembro, e por isso, não alteramos nossas preferências de alocação.

www.rico.com.vc 03
Dezembro 2018

Produtos de Renda Fixa


Os impactos econômicos nos ativos pós-fixados,
prefixados e atrelados à inflação
Com a expectativa de melhora na situação fiscal brasileira, impulsionada
principalmente pelo comprometimento do novo governo em promover a Reforma da
Previdência, a taxa de juros básica do mercado (Selic) deve continuar em patamares
baixos por um período mais prolongado. Importante ressaltar o controle no nível de
preços, benigno para o desenvolvimento do país e que também contribui para
menores taxas de juros ao longo dos próximos meses.

Perspectiva

Com uma inflação controlada, esperamos que o Banco Central mantenha a Taxa Selic
em 6,50% a.a. para os próximos meses. Dessa maneira, vemos oportunidade nos ativos
indexados a inflação com ganho real (descontando o IR). Frente as atuais expectativas,
continuamos gostando de investimentos com prazo de 4 a 5 anos e taxas iguais ou
maiores a IPCA + 4% líquido de IR. A sugestão se dá olhando no médio/longo prazo
para clientes que buscam em um investimento conservador, retornos acima do CDI.

Multimercados
Os impactos econômicos em fundos de investimento,
renda fixa global e COE
Novembro foi um mês negativo para uma parcela dos fundos multimercados, pois uma
parcela dos gestores ainda tinha posições mais voltadas para o cenário internacional.
Apesar dos ativos brasileiros terem apresentado ganhos, o aumento do risco no
mundo faz com que os países emergentes sofram mais com a desaceleração global.
Com isso o índice IFHA, que representa a desempenho dos fundos multimercados, teve
um fraco desempenho, subindo apenas 0,10% no mês, acumulando 7,05% no ano
ainda superior ao CDI.

Perspectiva

Continuamos otimistas com a classe de multimercados, uma vez que os desafios do


novo governo em articular com o congresso uma agenda de reformas são grandes. Os
fundos multimercados fazem uma gestão ativa, alterando assim as posições em sua
carteira de acordo com as mudanças de cenário. Isso é importante já que permite que
os fundos consigam proteger o portfólio em períodos mais voláteis de mercado, nos
quais o cenário pode não se apresentar tão claro.
¹O IHFA (Índice de Hedge Funds ANBIMA) reflete a evolução de uma aplicação hipotética em uma cesta de fundos.

www.rico.com.vc 04
Dezembro 2018

Produtos de Renda Variável


Os impactos econômicos no mercado brasileiro de ações

O ânimo de investidores locais fez o Ibovespa bater 90 mil pontos. Com o desfecho das
eleições, o quarto trimestre de 2018 tem sido muito positivo para a classe de ativos de
renda variável, uma vez que o discurso do próximo mandatário se volta para um
governo menos intervencionista. A valorização do índice Bovespa nos últimos meses
fez com que a bolsa brasileira fosse aquela com maior valorização entre todas as
bolsas do mundo. Mesmo com uma deterioração do cenário internacional, o Brasil se
beneficiou muito das melhores expectativas dos investidores locais.

Perspectiva

Continuamos gostando dos ativos atrelados em Renda Variável. Ao compararmos com


os principais investimentos do mercado, a Bolsa é o que obtém o melhor desempenho,
acumulando 17,15% no ano. Contudo, importante ressaltar que a volatilidade também
foi altíssima. Ao olharmos para frente, vemos inúmeros desafios, mas estamos
otimistas com a possibilidade do Brasil finalmente controlar o excesso de gastos
públicos através de uma Reforma da Previdência que tem condições de ser aprovada
(com inúmeros discussões) em 2019. Acreditamos que esse é o principal gatilho para a
atração de investimentos estrangeiros, recuperação econômica e elevação do nível de
preços das empresas listadas em Bolsa.

www.rico.com.vc 05
Dezembro 2018

Eventos Internacionais
Os impactos econômicos no mercado internacional

Os desdobramentos da reunião do G-20, somado a uma possível paralisação no ritmo


de elevação nos juros nos EUA são positivos para o ambiente financeiro global. O
presidente do Banco Central dos EUA e a Ata da última reunião de política monetária
da Instituição indicaram que a elevação dos juros poderia estar próxima do fim,
deixando em aberto uma possível flexibilização na política monetária do país. Além
disso, embora o conflito comercial com a China tenha potencial para continuar ao
longo dos próximos meses, a trégua acordada no encontro do G-20 ameniza as
preocupações mundiais quanto a uma possível escalada nas desavenças e consequente
desaceleração econômica. Pelo lado europeu, as tensões frente à saída do Reino Unido
da União Europeia (Brexit) e as discussões sobre o déficit no orçamento italiano para
2019, podem continuar trazendo volatilidade.

Perspectiva

O mercado internacional deve continuar acompanhando as perspectivas de


crescimento econômico global e a continuidade ou não de uma elevação gradual dos
juros dos EUA. O encontro de líderes dos EUA e China no G20 foi positivo, mas ainda
vemos um longo caminho para que essa batalha comercial chegue ao fim. Além disso,
continua sendo importante analisar os dados de atividade dos EUA e também da China,
já que o governo fez uma série de sinalizações positivas e reverteu o ciclo de
contração para estímulo monetário, que poderia trazer reflexos positivos para a
economia chinesa ao longo dos próximos meses.

www.rico.com.vc 06
Dezembro 2018

Evolução do
Índice Bovespa

Confira no gráfico abaixo a evolução do desempenho do Índice Bovespa (Ibovespa), o


mais importante indicador do desempenho médio das cotações das ações negociadas
na Bolsa de Valores de São Paulo, do ano passado até o mês atual.

Ibovespa
95000

90000

85000

80000

75000

70000

65000

60000

55000

www.rico.com.vc 07
Dezembro 2018

Evolução das
aplicações financeiras

2018 Percentual

Renda fixa Outubro Novembro Ano

Selic 0,54 0,49 5,91

CDI 0,54 0,49 5,90

Poupança 0,37 0,37 4,24

Renda variável

Ibovespa 10,19 2,38 17,15

IFIX 5,04 2,59 3,32

Dólar comercial -7,15 3,92 16,79

Inflação

IGP-M 0,89 -0,49 8,71

IPCA 0,45 -0,21 3,59

Fonte: Economática *Expectativa Rico e XP

www.rico.com.vc 08
Dezembro 2018

Produtos em destaque
As melhores oportunidades de investimento do
momento na Rico

Renda Fixa

Crédito Privado Indexado a Inflação (CRI, CRA e Debentures)

Fundo de Renda Variável

Dahlia Total Return FIC FIM

Multimercado

Bahia AM Maraú Advisory FIC de FIM

www.rico.com.vc 09
Dezembro 2018

Perfis de alocação
Nossa análise sobre como cada perfil de investidor
deve distribuir a sua carteira no momento

Perfil
Conservador

82.50% RF Pós-Fixado

0.00% RF Pré-Fixado

17.50% RF Inflação

0.00% Multimercados

0.00% Renda Variável

Perfil
Moderado

37.50% RF Pós-Fixado

0.00% RF Pré-Fixado

15.00% RF Inflação

42.50% Multimercados

5.00% Renda Variável

Perfil
Agressivo

2.50% RF Pós-Fixado

0.00% RF Pré-Fixado

17.50% RF Inflação

60.00% Multimercados

20.00% Renda Variável

www.rico.com.vc 10
Dezembro 2018

Glossário
da Rico

Ação

Título de renda variável que representa a menor fração do capital de uma empresa. É
como se fosse um “pedacinho” dela.

B3

Local onde se negociam ações. É o único centro de negociação de ações do Brasil e se


destaca como a Maior Bolsa de Valores da América Latina, concentrando cerca de 70%
do volume de negócios da região. Além disso, atua também em renda fixa e é possui
uma base tecnológica comparável à dos mercados mais desenvolvidos do mundo.

Carteira administrada

Termo utilizado para determinar um serviço mais personalizado oferecido para clientes
de Maior porte. Em geral, incluem investimentos em ações e renda fixa e também em
mercados futuros. A composição dos investimentos é revista diariamente com o
cliente, que deve estabelecer seus objetivos em termos de segurança, liquidez e
rentabilidade.

CDI

É uma modalidade de investimento pelo prazo de um dia útil, que os bancos usam para
aplicar os seus recursos excedentes ou para captar dinheiro de outros bancos com o
intuito de melhorar sua posição de liquidez. A taxa média diária do CDI é utilizada
como um referencial para o custo do dinheiro (ou seja, os juros) e serve para avaliar o
retorno das aplicações em fundos.

www.rico.com.vc 11
Dezembro 2018

Glossário
da Rico

Fundo de investimentos (FI)

Uma das formas mais conhecidas de aplicação financeira, que funciona como uma
espécie de condomínio, sem limite máximo de participantes, administrado com o
intuito de aplicar os recursos no mercado e maximizar o retorno para o investidor. O
fundo de investimento é um patrimônio constituído por recursos financeiros aplicados
pelos seus membros ou participantes. A gestão do seu patrimônio é sempre feita por
outra entidade (banco, sociedade gestora de fundos de investimento), já que os fundos
de investimento não possuem personalidade jurídica. Cada fundo possui uma política
de investimento e composição de carteira que variam das mais conservadoras às mais
arrojadas.

Fundo de renda variável

Fundo de investimento que deve possuir, no mínimo, 67% da carteira em ações à vista.
Também é conhecido por fundo de ações.

Indicadores de rentabilidade

Indicadores que permitem avaliar os lucros da empresa em relação a um dado nível de


vendas, de ativos e de capital investido. Dentre os indicadores mais usados estão:
retorno sobre patrimônio líquido, retorno sobre ativos e retorno sobre vendas (ou
margem líquida).

www.rico.com.vc 12
Dezembro 2018

Glossário
da Rico

Índice Bovespa (Ibovespa)

O Ibovespa é o resultado de uma carteira teórica de ativos, elaborada de acordo com


os critérios estabelecidos em sua metodologia. O objetivo do Ibovespa é ser o
indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de Maior negociabilidade e
representatividade do mercado de ações brasileiro.

Perfil de risco

Termo utilizado para determinar qual a disposição que um investidor tem em correr
riscos na hora de investir seu dinheiro. Em geral são usados três perfis de risco para
determinar um investidor: conservador, moderado e agressivo.

Título de renda fixa

Termo utilizado de forma genérica para designar todos os títulos de renda fixa, que,
como o nome sugere, são títulos que pagam, em períodos definidos, uma certa
remuneração, que pode ser determinada no momento da aplicação ou no momento do
resgate (no final da aplicação). Exemplos de títulos de renda fixa: a caderneta de
poupança, os CDBs (Certificados de Depósito Bancário), títulos do tesouro, letras do
tesouro, e títulos de crédito.

Volatilidade

Sensibilidade evidenciada pela cotação de uma ação ou de uma carteira às variações


globais dos mercados financeiros nacionais e internacionais. Indica o grau médio de
variação das cotações de um título em certo período. A volatilidade é uma das
possíveis medidas de risco de um ativo.

www.rico.com.vc 13
Dezembro 2018

Informações
importantes

DISCLAIMER
INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Este relatório de análise foi elaborado pela Rico CTVM S.A. (“Rico”) de acordo com todas as exigências previstas na Instrução CVM nº
598, de 3 de Maio de 2018, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisã o de
investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informaçõe s
contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A Rico não se
responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório.
Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para c ada
perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises
e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à Rico e que estão sujeitas a modificaç ões
sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente
influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela Rico. O analista responsável pelo
conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicaç ão
de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analis tas da
Rico estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores
Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários do Grupo XP. O atendimento de nossos clientes é re alizado
por empregados da Rico. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Ante s de
qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o
seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adeq uados
a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor po de
aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados
futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulaç ões e
os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de
relacionamento da Rico, podendo também ser divulgado no site da Rico. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para
qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Rico.
A Ouvidoria da Rico tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as
soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 771 5454. SAC. 0800 7 74
0402. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no sit e da
Rico: https://www.rico.com.vc/custos
A Rico se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilizaç ão
deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A
Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros.
Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. De sta
forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário
macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam
identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “ stops” para limitar as possíveis perdas. O
investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada
pela Rico. Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um
investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um
investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma
declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de merc ado, o
cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo
resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio -longo prazo. Não
há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto O investimento em opções é preferencialmente indic ado
para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela Rico. No mercado de opções, são
negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado
pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito al to
por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao ca pital
investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de
produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada
pela Rico. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em
prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dia s e
máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados
livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias
são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais
significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela Rico.
Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar
um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilid ade de
oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o
patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário
macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento. Analista: Roberto Indech – CNPI: EM1426. Responsável pela Análise
da Rico CTVM S.A (Instrução CVM n°483): Roberto Indech / analises@rico.com.vc / 11-2505-1900

www.rico.com.vc 14
Fale
conosco

Capitais e regiões metropolitanas


3003-5465 ou 4007-2465

Demais localidades
0800-771-5465

SAC
0800-774-0402

Ouvidoria
0800-771-5454

Deficientes auditivos / fala


0800-771-0101

Acesse
www.rico.com.vc
facebook.com/ricocomvc
twitter.com/ricocomvc
http://youtube.com/ricocomvc

Leia
blog.rico.com.vc

Onde estamos
Av. Chedid Jafet, 75 - Torre Sul - Vila Olímpia, São
Paulo - SP, 04551-060

Copyright © 2018 Rico.com.vc Todos os direitos


reservados. Toda comunicação através da rede mundial
de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos,
podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a
recepção de informações atualizadas. A Rico exime-se de
responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por
força de falha de serviços disponibilizados por terceiros.