Você está na página 1de 3

Direitos e Deveres do Professor/Formador:

A Escola Profissional CISAVE, no âmbito do seu Regulamento Interno (RI),


define os seguintes direitos e deveres do professor/formador de acordo com os
normativos em vigor.

Deveres do professor/formador

Constituem deveres dos professores/formadores todos os que a Lei


expressamente consagra, nomeadamente no Estatuto da Carreira Docente e ainda:

1- Conhecer o Projeto Educativo (PE) e o Regulamento Interno (RI) da Escola, bem


como todos os demais documentos estruturantes da Escola Profissional CISAVE;
2- Colaborar no bom funcionamento/ambiente da Escola, sensibilizando formandos para
um espaço de convivência saudável, disciplina, rigor e respeito;
3- Contribuir para uma formação integral dos alunos/formandos, incutindo-lhes os
valores de cidadania e de participação numa sociedade democrática;
4- Assumir uma atitude de ativa participação e compromisso nos projetos pedagógicos
assumidos pela escola;
5- Cumprir o horário que lhe foi atribuído no início do ano letivo;
6- Respeitar a natureza confidencial de informações relativas a alunos/formandos e
respetivo agregado familiar;
7- Reconhecer e respeitar as diferenças culturais e pessoais dos alunos/formandos, bem
como de todos os outros elementos da comunidade escolar;
8- Cumprir e fazer cumprir as normas constantes do RI da Escola;
9- Planificar os módulos a lecionar, de acordo com o número de horas distribuídas
anualmente, definindo critérios de avaliação e atividades a implementar;
10- Preencher e entregar toda a documentação exigida pela Escola que deverá ser
entregue na secretaria nos prazos estabelecidos para o efeito;
11- Identificar e sinalizar as carências formativas dos alunos/formandos definindo
estratégias de aprendizagem adequadas, especialmente no caso de alunos/formandos que
revelem maiores dificuldades ou que estejam referenciados com NEE;
12- Definir atividades de caráter diversificado e que estimulem nos alunos/formandos a
autonomia, a criatividade e o sentido de responsabilidade;
13- Ser assíduo e pontual, avisando com a antecedência sempre que tenha de faltar de
forma a que não haja grande prejuízo nas atividades letivas e se possa proceder à
substituição de aulas;
14- Respeitar o intervalo dos alunos;
15- Escrever os sumários de forma discriminada, identificando o módulo em lecionação;
16- Numerar as lições e marcar as faltas aos alunos/formandos, hora a hora, no registo
de sumários;
17- Ser o primeiro a entrar na sala de aula e o último a sair, garantindo que a mesma fica
devidamente fechada;
18- Providenciar para que a sala fique asseada, o quadro limpo e o material em boas
condições; caso contrário, reportar em formulário próprio;
19- Solicitar autorização, sempre que julgue necessário, para a ocorrência de aulas fora
da Escola assim como aulas extra à planificação;
20- Transportar e colocar o registo de sumários no local indicado após a conclusão da
aula;
21- Garantir disciplina, comunicando ao Diretor de Turma, dentro dos prazos legais, os
casos mais graves de indisciplina;
22- Sensibilizar os alunos para a necessidade de utilização de linguagem adequada ao
recinto escolar e ao relacionamento saudável entre a comunidade, intervindo sempre que
constate que tal não se verifica;
23- Lançar as classificações individuais dos alunos/formandos com a maior brevidade
possível após a conclusão de cada módulo nas folhas de registo de classificações e
cumprir o calendário/datas definidos para os diferentes momentos de avaliação;
24- Arquivar todos os materiais entregues aos alunos, nomeadamente os testes
sumativos, fichas de trabalho e outros instrumentos de avaliação, realizados pelos
alunos, nos respetivos dossiês;
25- Assegurar os direitos de autor de todos os materiais entregues/apresentados aos
alunos/formandos;
26- Solicitar autorização prévia à Direção da Escola para afixar qualquer tipo de
informação nos expositores da Escola;
27- Comunicar, em formulário próprio, quaisquer irregularidades verificadas nas
instalações e/ou equipamentos à Direção da Escola;
28- Colaborar com o Diretor de Curso na concretização do seu plano de ação;
d) Colaborar com o Diretor de Turma pelos meios considerados mais oportunos e
eficazes de modo a diagnosticar e resolver problemas e a desenvolver nos
alunos/formandos o sentido da responsabilidade.
8- Os professores/formadores têm ainda o direito e o dever de participar, quando
convocados, em todas as reuniões de Conselho de Turma ou dos órgãos a que
pertencem.

Direitos do professor/formador

Constituem direitos dos docentes todos os que a Lei expressamente consagra,


nomeadamente no Estatuto da Carreira Docente e ainda:

1- Gozar de um bom ambiente de trabalho em que sejam respeitados o seu estatuto e a


sua dignidade pessoal;
2- Participar em experiências pedagógicas e respetivos processos de avaliação;
3- Ter apoio pedagógico e acesso a toda a informação necessária de modo a
desempenhar eficazmente as suas funções;
4- Ser informado ou ter acesso à informação sobre legislação, que diga respeito à sua
área ou atividade profissional;
5- Ter conhecimento de informações ou registos referentes à sua pessoa,
designadamente os constantes no seu registo biográfico, bem como pedir a retificação
de quaisquer incorreções ou anomalias;
6- Não ser interrompido durante o desempenho das suas atividades letivas, salvo em
casos de força maior;
7- Os professores/formadores têm direito a participar na vida da escola:
a) Apresentando propostas ou meras sugestões sobre todos os aspetos da vida escolar,
através do Diretor de Curso, Diretor de Turma ou diretamente à Direção;
b) Colaborando na vida da escola quer nas atividades letivas, quer noutras atividades de
concretização do seu plano de ação.