Você está na página 1de 5

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS

CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO


FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO
Disciplina: Administração de Informações Gerenciais

RELATÓRIO FINAL

Problema/Caso II

Curso: COMEX Turma: 02 Data: 01/10/2010

Grupo No. _02A_: Funções


Caio Carlini Membro RA 10104651
Camila Sousa Membro RA 10138998
Gabriela Gallo Porta-voz RA 10165454
Gustavo Oliveira Redator RA 10151314
Renato Tomiello Membro RA 10102614
Sheyla Custódio Coordenadora RA 06268742

(1) Questões e Estratégias de Pesquisa


Como definição do problema, após análise do Caso II da empresa Orquídeas
Confecções Ltda., apresentamos como a Deficiência na Gestão das Informações.
Visualizamos como possíveis causas o aumento no volume e dificuldade na gestão dos
dados, causados pelo aumento da demanda, a diversificação dos produtos e a falta de
conhecimento para gerir tais dados; a utilização de um fluxo de informações inadequado,
ocasionado pela demora e falha no processo de circulação das informações e ainda a
utilização de métodos antigos de controle administrativo, determinados pelo descontrole das
contas financeiras.
Identificamos como conceitos para embasar nosso relatório Sistemas de Informação,
Processos de Negócios e Fluxo de Informações e dividimos entre os membros da seguinte
forma (integrantes – conceito – objetos de pesquisa):
Gabriela e Renato – Sistemas de Informação – conceito e modelos mais importantes;
Camila e Caio – Processos de Negócios – conceito e formas de utilização;
Sheyla e Gustavo – Fluxo de Informações – conceito e métodos utilizados.

(2) Conceitos Relevantes

Sistemas de Informação - “[...] sistemas de informação, ou seja, a gama de informações


produzidas pelos seus sistemas, de modo a possibilitar o planejamento, a coordenação e o
controle de suas operações. As informações compõem um dos maiores e mais valiosos ativos
da empresa.” (CASSARO, A. C., 2003, p.26)
“O que é um sistema de informação? Das várias definições, devemos adotar que um sistema
de informação é um conjunto organizado de procedimentos que quando executados,
produzem informações para apoio à tomada de decisões e ao controle das organizações.”
(LUCAS, H. C., 1987, p.15)
“Lesca (1994) o define como “o conjunto interdependente das pessoas, das estruturas da
organização, das tecnologias de informação (hardware e software), dos procedimentos e
métodos de deveriam permitir à empresa dispor, no tempo desejado, das informações de que
necessita para seu funcionamento atual e para sua evolução” (LESCA, 1994 apud
SIQUEIRA, M.C., 2005, p.05)

ADM – COMEX GRUPO 2A SALA 905


4
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS
CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO
Disciplina: Administração de Informações Gerenciais
Processos de Negócios - “Processos de negócio são as atividades previamente estabelecidas
que tenham como objetivo determinar a forma como o trabalho é realizado numa organização
dentro de cada departamento e/ou função. Constituem um conjunto de ações, relacionadas
entre si de forma lógica e coerente a fim de promover um output (produzir valor) favorável à
organização e clientes, tanto a nível interno como externo.” (LAUDON, K. 2007. p 39)
“A eficácia da operação se relaciona aos processos centrais de negócios que são necessários
para operar o negócio. Os processos de negócios compreendem todas as funções comerciais,
desde a tomada do pedido do cliente, o manuseio dos retornos, a manufatura, a administração
das atualizações na Internet, até o envio dos produtos. A eficácia operacional tais como as
iniciativas de qualidade, a reformulação dos processos e os investimentos em tecnologia,
podem mostrar resultados rápidos. (CHASE, R.B. 2006, p38)
Fluxo de Informação – “A informação apresenta-se como um produto do processamento de
dados, resultantes dos fatos do cotidiano da organização procurando viabilizar os sistemas
produtivos e gerenciais para os quais é insumo indispensável. Normalmente, esta informação
apresenta-se sob a forma de fluxos contínuos gerados do desenvolvimento das atividades das
organizações”. (BÄR, F. 1995, p 12)
“O fluxo da informação pode ser definido como um processo de transferência da informação
de um emissor para um receptor. Já na comunicação científica, engloba atividades ligadas à
produção, disseminação e uso da informação, desde a concepção de uma idéia até a sua
explicitação e aceitação como parte do conhecimento universal.” (FIGUEIREDO, 1994)

(3) Possíveis Soluções


A informação é tudo na administração de uma organização. Mas para uma boa
informação e necessário existir um conjunto de características para que esse fundamental
instrumento de trabalho realmente atenda as necessidades dos gestores, como agilidade e
confiabilidade. Entender como os Sistemas de Informação funcional são fundamentais para
uma empresa colocar em prática aquilo que realmente precisa de um sistema. Portanto a
aquisição de um software de SI/TI (Tecnologia da Informação) e sua implantação é de
extrema importância. (os modelos mais utilizados estão relacionados no anexo 1)
Outro ponto importante é o Gerenciamento de Processos de Negócio, este conceito une
gestão de negócios e tecnologia da informação com foco na otimização dos resultados das
organizações através da melhoria dos processos de negócio. São utilizados métodos, técnicas
e ferramentas para analisar, modelar, publicar, otimizar e controlar processos envolvendo
recursos humanos, aplicações, documentos e outras fontes de informação. Apresentamos
algumas práticas deste tipo de processo no Anexo 2.
Para tratar do problema de Fluxo de Informações apresentamos a Disseminação Seletiva
da Informação, que é uma das ferramentas eficazes para resolver o problema de excesso e
falta de informação no seio de uma organização através de um processo simples de
verificação das demandas, coletar, tratar e distribuir as informações num fluxo contínuo. A
ênfase deste processo é trabalhar o processo de recuperação de dados.

(4) Argumentação e Implicações Éticas


Segundo CASSARO (2003) uma organização é constituída por unidades que necessitam
de trocar informações e componentes para facilitar o estudo do fluxo de informações numa
organização. Para isso, é necessária uma perspectiva de componentes que integram numa
lógica de sistemas.

ADM – COMEX GRUPO 2A SALA 905


4
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS
CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO
Disciplina: Administração de Informações Gerenciais
Para LUCAS (1990), em uma organização existe um componente que suporta o fluxo
de informação entra o sistema tanto internamente como externamente. O sistema de
informação existe numa organização, não como subsistema isolado, mas como uma rede
dispersa pelos diversos componentes do sistema. Pela sua importância, os sistemas de
informação são tomados como um subsistema considerado estratégico.
A necessidade de racionalizar a informação advém de que as organizações têm de
confrontar a incerteza e os eventos desordenados provenientes tanto do interior como do
exterior e contudo providenciar um esquema claro, operacional e bem definido para os
participantes.(SIQUEIRA, 2005). As TI impulsionam o progresso, conduzem a inovações,
aumentam a riqueza e atraem novos investimentos. Em simultâneo, permitem um aumento da
eficiência e a redução dos preços bem como melhorar os serviços ao cliente, a qualidade e a
variedade dos produtos. A TI são ferramentas essenciais na criação de sistemas de informação
integrados e coordenados.
Como cita LAUDON (2007) o processo de negócio é um conjunto de atividades
desenvolvidas a partir de um objetivo. Estas informações são obtidas no desenvolvimento da
visão de um negócio pré-definido que irá concretizar-se num resultado específico, em termos
de produto ou serviço que se pretenda realizar. No entanto, para que o sucesso da organização
seja possível tem de haver uma boa gestão dos seus processos de negócio. Sendo necessário
identificar e planejar adequadamente essas tarefas, determinar a sua prioridade e descrever os
respectivos procedimentos a fim de evitar perdas de tempo, repetição de tarefas, desmotivação
e baixa de produtividade.
Portanto, processo de negócio trata-se de uma melhoria contínua, dinamização e
garantia de desenvolvimento,com perspectiva transversal em coordenação e integração das
restantes áreas organizacionais, proporcionando aumento de eficácia e de eficiência, através
de uma máxima e adequada otimização dos recursos disponíveis, que apoiados a um bom
sistema de informação constituem o segredo de sucesso de uma organização.

(5). Referências Bibliográficas (Seguir as normas da ABNT).


CASSARRO, A. C. Sistemas de Informações para Tomada de Decisões. São Paulo:
Thomsom, 2003, p.26
LUCAS, Henry C. Information Systems Concepts for Managment. Mitchell McGraw-Hill,
1990, 4.ed. p. 15
SIQUEIRA, Marcelo C. Gestão Estratégica da Informação. Rio de Janeiro: Brasport, 2005,
p. 05
LAUDON, Kenneth C; LAUDON, Jane P. Sistemas de informações gerenciais, Sistemas de
Informação na Empresa. 7. ed., São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007, p 39 a 42.
CHASE, Richard B. Administração da Produção para a vantagem competitiva. 10.ed. São
Paulo: Bookman, 2004, p 38
LESCA, H; ALMEIDA F. C., Administração estratégica da informação. Revista de
Administração. São Paulo, 1994, v.29, n.3, p.66-75.
BÄR, Fernando L., Informação e comunicação organizacional em uma empresa de energia
elétrica. Dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação, USP, São Paulo, 1995.
FIGUEIREDO, Nice Menezes de. Estudos de uso e usuários da informação. Brasília: IBICT,
1994.

ADM – COMEX GRUPO 2A SALA 905


4
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS
CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO
Disciplina: Administração de Informações Gerenciais

ANEXO I

Tipos de Sistemas de Informação (SI/TI)

Sistemas computadorizados que realizam e registram as


TPS (Transaction
operações diárias de rotina da organização.
processing systems)
Ex: Faturação; Orçamentos; Contabilidade; Contas
Correntes; etc.

KWS (knowledge work Sistemas de informação que auxiliam os especialistas e


systems) profissionais qualificados na criação e integração de novos
conhecimentos na organização.

Sistemas de computadores destinados ao aumento da


OAS (Office automation produtividade do trabalhador de dados – pessoal
systems) administrativo – que tende a processar informação ao invés
de criar (inclui uso, manipulação e disseminação de
informações)

Sistemas de informação ao nível da gestão na organização.


MIS (Management
Suporta funções de planejamento, controle e tomada de
information systems)
decisões, proporcionando informações de síntese da
atividade diária e relatórios de excepção.

DSS (Decision support Sistema de informação ao nível da gestão da organização


systems) que combinam dados e modelos analíticos sofisticados para o
suporte da tomada de decisão semi-estruturada ou não.

ESS (Executive support Sistema de informação ao nível estratégico concebidos para


systems) auxiliar na tomada de decisão não estruturada através do uso
avançado de gráficos e comunicaçõe

ADM – COMEX GRUPO 2A SALA 905


4
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS
CENTRO DE ECONOMIA E ADMINISTRAÇÃO
FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO
Disciplina: Administração de Informações Gerenciais

ANEXO II

Principais Características do BPM (Business Process Management) - Gestão de Processos de


Negócios

Com a automação dos processos obtêm-se um controle mais


Automação rígido e adaptado às necessidades da empresa,oferece serviço
melhor ao cliente, dada a rapidez e organização e reduz custos.

É nesta etapa que os processos são descobertos e desenhados


Modelagem sendo também onde se pode fazer alguma alteração no percurso do
processo visando a sua otimização.

É onde se pode testar as regras pré-estabelecidas,se estão de


acordo com o objetivo da empresa e se as tarefas estão sendo
Simulação
encaminhadas para as pessoas corretas.

Os sistemas de informações utilizado faz que as tarefas sejam


enviadas para os seus devidos responsáveis, controlando o seu
Execução
tempo de execução por pessoa e pelo processo em geral.

Controle ideal é aquele que está presente durante todas as etapas


do processo: antes, durante e depois. São exemplos de tipo de
controle relatórios de fluxos em andamento, onde é fornecido o
status do fluxo, com quem e há quanto tempo está parado, etc.
Controle
Importante para evitar que erros sejam encontrados somente no fim
processo. E há também relatórios de fluxos concluídos, onde se
pode ter uma noção geral de como se desenvolveu o processo.

Aqui são realizadas melhorias nos processos de modo a alcançar


resultados positivos rapidamente, melhorando o serviço aos clientes
Otimização
e com menores custos.Depende principalmente do controle, onde
deve haver uma busca pela perfeição.

ADM – COMEX GRUPO 2A SALA 905


4