Você está na página 1de 6

Pull-off testes de aderência da tinta, verniz e outros revestimentos e filmes

com o testador PAT adesão e o método DFD®


O método de teste.

ASTM D4541 e ISO 4624 (EN 24624) "ISO 4624 tintas e vernizes retirar teste
para a adesão", tanto definir o método e os procedimentos para a realização de
testes de aderência pull-off de tintas, vernizes e outros revestimentos.

O objectivo do presente ensaio é medir a resistência à tracção mecânica de um


revestimento. A amostra será submetida a tensões de tracção cada vez maior até
que o caminho mais fraco através das fracturas materiais. O caminho mais fraco
pode ser ao longo de uma interface entre dois revestimentos, um fractura
coesiva dentro de um revestimento, uma fractura coesiva do substrato (por
exemplo, betão) ou uma combinação destes.

testes de pull-off de adesão é simplesmente como qualquer outro ensaio de


tração, mas onde a amostra é muito curto, muitas vezes apenas alguns mícrons,
até mesmo nanômetros (veja ilustração abaixo).

testes de aderência a D4541 ASTM é muito parecido com testes de tração


convencional, a única diferença é que a amostra de ensaio para D4541 ASTM é
muito curto.

Carregando luminárias (ou elementos de teste ou zorras)

Os carrinhos deve ser limpa suficientemente para evitar "falha cola" durante o
teste.

Taxa de Pull Força Aumento

aumento do estresse deve ser constantemente incrementais dentro dos intervalos


de taxa especificada na norma ASTM D4541 / ISO 4624.
direção de extração Perpendicular "

A palavra "perpendicular" não tem um significado próprio ao testar a aderência


de revestimentos em superfícies curvas. O ASTM D4541 e ISO 4624 estão
realmente tentando dizer é que o stress tração deve ser sempre uniformemente
distribuída no revestimento testado.

Auto-nivelamento dispositivos de teste tração, etc .: Cuidado!

A única coisa que importa para os resultados do teste de adesão precisos é que o
stress tração é 100% distribuídos uniformemente por todo o revestimento
puxado. Se não, a área onde a tensão é concentrada fraturará muito antes de o
stress máximo foi atingido em outro lugar. Resultado: Os resultados dos testes
será demasiado baixa.

a precisão de calibre

O indicador ou exibição do resultado do equipamento de teste deve ser


calibrado com as normas aceitáveis.

Adesão

Use um adesivo de "não-agressivo" que não altera o revestimento quimicamente


enfraquecendo assim ele.

Se você quiser ter certeza absoluta de que você:

Nunca rejeitar ou questionar perfeitamente bons revestimentos

pode ganhar contrato, demonstrando que você tem total controle sobre a
qualidade do revestimento

pode objectivamente documentar a qualidade de seus revestimentos

Nunca perder tempo discutindo sobre a qualidade de seus revestimentos


não apenas cumprir uma exigência do contrato; você está no comando
Prefácio

ISO (Organização Internacional de Normalização) é uma federação mundial de


organismos nacionais de normalização (organismos membros da ISO). O
trabalho de preparação de Normas Internacionais é normalmente realizado
através de comitês técnicos da ISO. Cada organismo membro interessado em
um assunto para o qual foi estabelecido um comitê técnico tem o direito de ser
representado nesse comitê. As organizações internacionais, governamentais e
não-governamentais, em ligação com a ISO, também tomam parte no trabalho.
A ISO colabora estreitamente com a Comissão Eletrotécnica Internacional
(IEC) em todos os assuntos de normalização eletrotécnica.

Normas Internacionais são elaborados de acordo com as regras estabelecidas


nas Directivas ISO / IEC, Parte 3.

Os projetos de Normas Internacionais adotados pelos comitês técnicos são


distribuídos aos organismos membros para votação. A publicação como Norma
Internacional requer a aprovação de pelo menos 75% dos organismos membros
votantes.

Se a atenção para a possibilidade de que alguns dos elementos desta Norma


podem ser objecto de direitos de patente. ISO não deve ser considerada
responsável pela identificação de qualquer ou de todos os direitos de patentes.

Norma Internacional ISO 4624 foi preparada pelo Comitê Técnico ISO / TC 35,
Tintas e vernizes, Subcomitê SC 9, métodos de ensaio geral para tintas e
vernizes.

Esta segunda edição cancela e substitui a primeira edição (ISO 4624: 1978),
cláusula 6 e subseções 5.1, 5.2, 5.4 e 8.2 dos quais foram tecnicamente revisada.

Anexo A forma uma parte normativa desta Norma.

Introdução

Esta Norma é uma das duas normas que descrevem métodos para avaliar a
adesão de um único revestimento ou um sistema multi-camada de tinta, verniz
ou produto relacionado através da medição da tensão de ruptura mínima
necessária para separar ou para romper o revestimento em uma direção
perpendicular para o substrato.

O resultado do teste é influenciada não apenas pelas propriedades mecânicas do


sistema em teste, mas também pela natureza e preparação do substrato, o
método de aplicação de tinta, as condições de secagem do revestimento, a
temperatura, a humidade e outros factores como a o tipo de instrumento de teste
que tem sido utilizado.

A outra Norma é ISO 2409: 1992, Tintas e vernizes - teste de Cross-cut.

Escopo

Esta Norma Internacional descreve métodos para determinar a adesão através da


realização de um teste de pull-off em um único revestimento ou um sistema
multi-camada de tinta, verniz ou produto relacionado.

Estes métodos de ensaio foram encontrados úteis na comparação do


comportamento de adesão de diferentes revestimentos. É mais útil no
fornecimento classificações relativas para uma série de painéis revestidos e que
apresentam diferenças significativas na aderência.

O ensaio pode ser aplicado utilizando uma ampla gama de substratos.


procedimentos diferentes são dadas de acordo com se o substrato é deformável,
por exemplo de metal fina, de plástico e de madeira, ou, por exemplo, placas de
betão e metal espessas rígidas. Para fins especiais, o revestimento pode ser
aplicada directamente na face de uma zorra teste.

referências normativas

Os seguintes documentos normativos contêm disposições que, ao serem citadas


neste texto, constituem disposições da presente Norma. Para referências
datadas, as emendas subsequentes, ou revisões de qualquer uma destas
publicações não se aplicam. No entanto, as partes em acordos baseados nesta
Norma são encorajadas a investigar a possibilidade de aplicar as edições mais
recentes dos documentos normativos indicados abaixo. Para referências não
datadas, a última edição do documento normativo referido se aplica. Os
membros da ISO e IEC mantém registros de Normas Internacionais válidas
atualmente.

ISO 1513: 1992, Tintas e vernizes - Exame e preparação de amostras para testes

ISO 1514: -1), Tintas e Vernizes - painéis padrão para testar

ISO 2808: 1997 Tintas e vernizes - Determinação da espessura do filme

ISO 3270: 1984, tintas e vernizes e suas matérias-primas - As temperaturas e


umidades de condicionamento e ensaio

ISO 15528: 2000, Tintas, vernizes e matérias-primas para tintas e vernizes –


Amostragem