Você está na página 1de 12

LISSON GALLERY PRODUÇÃO © Ai Weiwei, 2018

Greg Hilty, Rute Ventura, MarcTutt PRODUCED BY © Ubu Editora, 2018

Dados Internacionais de
NEUGERRIEMSCHNEIDER MagnetoscópiO
Tim Neuger, Burkhard Riemschneider, Catalogação na Publicação (CIP)
Felixvon Lüttichau Vagner Rodolfo da Silva - CRB-8/9410

GALLERIA CONTINUA COLABORAÇÃO Raiz Weiwei/org. Marcello Dantas


[San Gimignano/Beijing/Les Moulins/ IN COLLABORATION WITH São Paulo: Ubu Editora, 2018.
Habana] Maurizio Rigillo, Valentina Costa 192 p., 179 il.
Livro bilíngue: português e inglês.
Ai Weiwei Studio
ISBN 978 85 71260 09 2
AGRADECIMENTOS
ACKNOWLEDGEMENTS LISSON G A L L E R Y I. Artes 2. Ai Weiwei I. Dantas, Marcello
II. Título CD D 700
Adriana Rosenberg, Alessandra Souza, 2018-1484 CDU 7
Amanda Gonçalves, André Sturm, Andréa APOIO
Schultz Igreja, Beatriz Yunes, Benedito SUPPORTED BY índice para catálogo sistemático:
Gouveia de Almeida, Bob Wolfenson, 1. Artes 700 2. Artes 7
Carolina Filippini, Cintia Castellani Alves,
Claudia Marchetti, Daniela Braga, David Nesta edição, respeitou-se o
Berg, Dimclay, dph (Departamento novo Acordo Ortográfico da
de Patrimônio Histórico), Ellie Gatos Língua Portuguesa.
Kazakos, Felipe Proost, Fiavia Tarifa,
FMA | Fundação Marcos Amaro, Francês UBU EDITORA
Reynolds, Francisca Florenzano, Hotel Largo do Arouche 161 sobreloja 2
da Praça [Trancoso] - Gabriel Regis 01219 011 São Paulo SP
Bittencourt, ICMBIO - Porto Seguro, [ll] 33312275
Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e
GALLERIACONTINUA ubueditora.com.br
Artístico Nacional Superintendência São
Paulo), Isabel Bevilacqua, JohnTancock, Tipografia
Josó Tomás Palma Araya, Lara Pinheiro, PREFEITURA DE Typeface
Larry Warsh, Laura Parrilla, Ligia Lins SÃO PAULO Euclid Circular
CULTURA
Kaluf, Lili Nascimento, Lola Berg, Lorena
Vilela, Marcos Amaro, Maria Zelada, Max Papel
PREFEITURA DE
Perlingero, Naisângela Oliveira, Nelma Paper
SÃO PAULO
Alos, Paula Daniela, Paulo Petrarca, Rafael VERDE E Munken Lynxi20g/m2
MEIO AMBIENTE
Mlatisoma, Raquel Fayad, Secretaria
Municipal de Meio Ambiente de Porto Impressão
Seguro, Sérgio Coimbra, Sofia Gravina, Printing
Tais Ribeiro, Tatiane Monteiro, Tatiane Ipsis
Takahashi

PATROCÍNIO
AGRADECIMENTO ESPECIAL
SPONSORS
SPECIAL ACKNOWLEDGEMENTS

FUNDAÇÃO MARCOS AMARO


AD
Almeida e Dale

IGUATEMI

O unidas
CLEUSA GARFINKEL

FLORIAN BARTUNEK

VICTOR PARDINI

COPRODUÇÂO
CO-PRODUCTION
Fundación Proa, Buenos Aires [Argentina]
Fundación CorpArtes, Santiago [Chile]
COZINHANDO WEI
Marcello Dantas

Árvore
Uma árvore, outra árvore
Cada uma de pé e ereta.
COOKING WEI O vento e o ar
Dizem de sua distância.
Marcello Dantas
Mas abaixo da capa da terra
Suas raízes se estendem
Tree E em profundezas que não se veem
One tree, another tree As raízes das árvores se entrelaçam
Each standing alone and erect. Ai Qing, 1940
The wind and air
Tell their distance apart. A história deste projeto remonta a 2010. Meu
But beneath the cover ofearth interesse no trabalho de Weiwei começou
Their roots reach out quando entendi as conexões que ele havia feito
And at depths that cannot be seen ao atrelar a produção de arte à transformação
The roots ofth e trees intertwine social e coletiva. Quando vi as experiências que
Ai Qing, 1940 Ai Weiwei havia desenvolvido na China, senti que
elas poderíam funcionar na Am érica Latina se
The story of this project dates back aplicadas com ousadia, criatividade e iniciativa
to 2010. My interest in Ai Weiwei’s enérgica. A ideia de situar o mais vulnerável no
work began when I understood centro da ação e assim empoderá-lo de modo a
the connections he had made by causar uma mudança fundamental de percepção
binding art production and social me pareceu um divisor de águas. Contatei
and collectivetransformation. Ai Weiwei, mas apenas algumas semanas depois
When I gotto knowthe projects ele foi preso e o projeto foi deixado de lado.
Ai Weiwei had developed in Durante os últimos anos, mantive contato com ele,
China, I felt that they could work e as conversas que tivemos e o que li sobre ele me
in Latin America if applied with fizeram perceber que o homem demandava uma
boldness, creativity and energetic missão de outro tipo. Arte não era a coisa mais
initiative. The idea of placing the importante para ele, a vida era.
most vulnerable people in the A América Latina é um lugar com necessidade
center of an action, therefore histórica e ainda urgente de m udança social
Reto
2008-2012

Straight
2 0 0 8 -2 0 1 2

empowering them, in orderto


cause a fundamental change
of perception, seemed to me to
be a game changer. So with this
in mind, I contacted Ai Weiwei.
However, he was imprisoned just
a few weeks later and the project
was left on hold. During these
years, the conversations I had with
him, along with some reading I did,
made me realize that I was dealing
with a man with a different kind
of mission. Art was not the most
important thing for him, life was.
Latin America is a place in years of Ai Weiwei's life were Ai Weiwei. He had to burn his
urgent need of social change, spent living in an underground books-with the help of his son-
and although we have plenty hole. His father's influence in his to avoid being punished by the
of theories about it, veryfew life is immense. Up to this day Cultural Revolution Red Guards,
attempts have actually succeeded he is highly motivated by the should they inspect his house.
in bringing about any change at knowledge of what happened to Those were mainly art and poetry
all. The possibility of inoculating the man and the reasons behind books. Father and son made a
some kind of Creative virus in this his plight. Ai Qing travelled bonfire and started burning the
context felt very attractive. Both in to Chile in the early 1950S on a books page by page, as if saying
social and art history, many times cultural mission and became farewell to the images and words.
the agent of change is a remote friends with Chilean poet Pablo An act of deep violence for a
element that carne into contact Neruda. This trip and their poet and scholar but, I believe, a
with a newterritory. friendship became iconic in the formative act for his son as both
To understand Ai Weiwei we young Weiwei's imagination. His artist and activist.
must first understand his past father talked about Chilean This happening relates
and his origins. His father, the land, its people and poetry. Latin directly to Straight. The work
poet Ai Qing, at the same time America, in this sense, plays a very uses metal bars taken out of
a libertarian and a member of relevant role in Weiwei's imaginary. the debris of schools in Sichuan,
the Chinese Revolution, was During his years of punishment China, in which thousands of
disgraced and sentto labor by the Mao regime in China, children were killed during an
camps in rural China right after Ai Qing performed one of the earthquake in 2008. The schools
Ai Weiwei was bom. The first strongest acts narrated to me by collapsed not only because of
e, mesmo que tenhamos muitas teorias sobre no começo dos anos 1950 numa missão cultural
isso, muito poucas práticas têm de fato e ficou amigo do poeta chileno Pablo Neruda.
obtido sucesso em gerar qualquer m udança. Essa viagem e a am izade que desenvolveram
A possibilidade de inocular algum tipo de vírus tornaram -se icônicas na im aginação do jovem
criativo neste contexto pareceu bastante Weiwei. Seu pai falava sobre a terra, as pessoas
atraente. Tanto na história social como na da e os poemas. A Am érica Latina ocupou, nesse
arte, muitas vezes o agente de m udança vem sentido, um lugar importante em seu imaginário.
de um elemento remoto que entra em contato Uma das imagens mais fortes para Ai Weiwei é
com um território novo. a de quando seu pai, durante os anos de sua pena
Para entender A i Weiwei é preciso conhecer sob o regime de Mao na China, decidiu queimar
seu passado e suas origens. Seu pai, o poeta seus livros diante do filho, para evitar mais
Ai Qing, um libertário e membro da Revolução punições caso o Exército Vermelho da Revolução
Chinesa, caiu em desgraça na nova sociedade Cultural viesse a sua casa. Eram prmcipalmente
que se configurou e foi enviado, junto com livros de arte e poesia. Pai e filho fizeram uma
sua fam ília, para cam pos de trabalho na área fogueira e página por página, foram queimando o«
rural da C h in a logo depois do nascim ento de livros, como se despedindo-se daquelas imagens
Ai Weiwei. Ai Weiwei passou os primeiros anos e palavras. Um ato de profunda violência para um
de sua vida num buraco no chão. A influência do poeta e intelectual e, acredito, um ato fundaciona
pai em sua vida é imensa. Até hoje Ai Weiwei é para seu filho como artista e ativista.
profundamente influenciado pelo conhecimento Este evento relaciona-se diretamente com
do que aconteceu a ele e as m otivações por trás Straigh t [Reto]. A obra utiliza barras de metal
de suas punições. Ai Qing viajou para o Chile resgatadas de escolas em Sichuan, na China,
Sementes
de girassol
2010

Sunflower
Seeds
2010

the natural disaster, but mainly In Ai Weiwei's life, his childhood to the memories that haunt us.
due to the low quality materiais dreams, the dramas he has been This happens both on a personal
used by the government to build through and the traumas he has and on a collective levei. Drama,
them. Many other buildings faced emerge as powerful Art. Dream and Trauma share the
survived but the ones built bythe Such raw material is the source of same etymology.
government collapsed. Weiwei much of his work. In many ways, Another essential work of
started a recovery process to this resonates with the histories of Ai Weiwei's is Sunflower Seeds. For
straighten the bent bars back Argentina, Chile and Brazil, where it to be developed, 1 óoo artisans,
to their original form -a slow dictatorships are responsible mostly woman, of Jingdezhen-a
and difficult process, necessary for much of the trauma many small town in China-were
to restore memory and help artists are still digesting and using employed. 100 million small
understand loss. It was much as a source for their Creative ceramic replicas of sunflower
like "unburning" the books of his initiatives. Overcoming trauma is seeds were produced. These
childhood memory. a lifelong process of giving form seeds symbolize the silenced
women of the Chinese society and
are a metaphor for China creating
artificial replicas of its natural
elements. At the same time, the
project created the opportunity onde milhares de crianças foram mortas em
for a game-changing process to um terremoto em 2008. As escolas desabaram
happen in the social arena of the sobretudo por causa da baixa qualidade
town, giving women a leading role, da construção que o governo executara ali.
working as an income generator, A maioria dos outros prédios sobreviveu, mas
and changing the points of view aqueles construídos pelo governo desabaram .
of the townsfolk and the social Weiwei se engajou num projeto de recuperação
organization of the community. para voltar com as barras em penadas à sua
Weiwei developed a model of forma original - um longo e trabalhoso processo,
social activism in the making of art. necessário para restaurara memória e entender
Silently, the process of replicating a perda, como se "des-queimando” os livros de
each sunflower seed became a sua lem brança de infância.
transformative action related to Os sonhos de infância, os dram as que viveu,
self-esteem, income and power, and os traum as que enfrentou, a vida de A i Weiwei
brought the world's attention to a emerge com vigor como Arte. Essa é a m atéria-
disparity so frequent everywhere. -prim a de boa parte de seu trabalho. A história
At the same time, Weiwei made art de Ai Weiwei ressoa de muitas maneiras a
the main stage of this action. The história da Argentina, do Chile e do Brasil, onde
iquestion was: can the making of art ditaduras produziram muito do trauma que
bring about change? nossos artistas ainda estão digerindo como
Weiwei also produced a series fonte maior de suas criações. Superar traumas é
of iconic works inspired by his um processo vitalício de dar corpo às memórias
time under secret detention, from que nos assombram. Isto ocorre tanto no nível
the dioramas to the wooden pessoal como no coletivo. Em inglês, drama
handcuffs and marble cameras. {dram a), sonho (dream ) é traum a (traum a)
These works are a metaphor for com partilham a mesma etimologia.
the state's power over its citizens. Outra obra essencial é Sunflow er Seed s
They embody the faceless State [Sem entes d e girassol ]. Sua realização empregou
looking for an opportunity to 1600 artesãos, a maioria mulheres, de Jingdezhen,
cowardly exercise the power it uma pequena cidade na China, para produzir 100
developed. Weiwei denounced the milhões de réplicas em cerâm ica de sementes
Chinese regime's wrongdoings and de girassol. Essas sementes representam as
became a solitary, dissidentvoice. mulheres silenciosas na sociedade chinesa e
In a conversation I had with him são uma metáfora da China criando réplicas
in China, however, he agreed that artificiais de elementos naturais. Mas ao
the 5 years during which he was mesmo tempo representam a oportunidade de
held under house arrest had given inserir processos inovadores na arena social,
him an outstanding opportunity dando às mulheres da cidade um papel de
to concentrate on his art and liderança, na medida em que elas passam a
produce a large numberof works, gerar renda, e assim mudando as visões e a
Câmera de Surveillance
segurança Camera
2010 2010

as well as to gain international


exposure, even though he had
completely disappeared from
the Chinese media. Sometimes
one can tum something evil into
something good.
It was not until his passport
was returned to him, in 2015,
that Ai Weiwei was allowed
to travei again. On his first
trip to Europe, Weiwei turned
his attention to the current
migration and refugee crises.
The aggravated humanitarian
crisis brought about by a
numberof political disasters has organização da comunidade. Weiwei aplicou
produced the largest exodus um modelo de ativismo social na produção de
since World War II. A fierce arte. Silenciosamente, o processo de replicar
activist, Weiwei embraced this cad a semente de girassol se tornou uma ação
topic as a platform for his art. He transformadora em relação à autoestima, à
established a studio in Lesbos, renda e ao poder, e chamou a atenção mundial
Greece; he produced seminal para uma cena feminina tão frequente em toda
works with the life vests used by parte. Ao mesmo tempo, Weiwei pôs a arte no
refugees making the dangerous centro dessa ação. A questão era: a prática
sea journey to reach Europe; artística pode provocar m udança?
he made the now historie and O tempo em que esteve preso inspirou o
highly controversial photograph artista a produzir uma de suas séries mais
of himself lying down like the icônicas: dos dioram as até as algem as de
drowned boyAlan Kurdi. Besides madeira e as câm eras de mármore. O tempo
that, he made a film, Human passado preso ou sob vigilância dom iciliar
Flow, about the migration produziu alguns dos trabalhos que são
crisis-a visual poem and portrait metáfora do poder do Estado sobre os cidadãos.
of the most dramatic situation Trabalhosas obras incorporam o Estado sem
of ou r time. face procurando uma oportunidade de exercer
Essential to our covardemente o poder que desenvolveu.
understanding of Weiwei is Weiwei denunciou essas práticas e se tornou
considering his multiple points uma voz dissidente e solitária contra o regime
of view as an interpreter of both opressor chinês. Numa conversa que tivemos
Chinese and Western cultures at na China, ele concordou que os cinco anos em
the same time. The fact that he que permaneceu sob custódia lhe deram uma

10
experienced the impact of Mao oportunidade excepcional para se concentrar
Zedong’s Cultural Revolution em sua arte e realizar um grande número
íirst-hana, iivea in the United de trabalhos, assim como ganhar projeção
States as a young artist and internacional, ainda que tivesse desaparecido
was an active participant in por completo da mídia chinesa.
the development of modern Em 2015, Ai Weiwei obteve seu passaporte de
Chinese society, has given him volta e pode viajar novamente. Em sua primeira
a very unique understanding of viagem para a Europa, Weiwei voltou sua atenção
these cultures. He is not afraid para a atual crise migratória e a situação dos
of ambiguities, and is constantly refugiados. A crise humanitária agravada e
presenting ideas that can be causada por uma sequência de desastres políticos
fully understood by one culture, produziu o maior êxodo desde a Segunda Guerra
but not so much by a different Mundial. Weiwei abraçou esse tema como um
one. His position as a Chinese ativista feroz e o transformou numa plataforma
artist with deep cultural roots artística. Estabeleceu um estúdio em Lesbos, na
and a global audience allows Grécia. Fez a obra seminal com os coletes salva-
him to execute this to and fro
movement of ideas. For example,
Ai's iconic outstreched arm
and middle digit, as seen in
his Study of Perspective series

A bordo At Sea
Vídeo Video
4' 8” 4'8"
2016 2016

Quando estava While on the


na ilha grega Greekisle
de Lesbos, of Lesvos,
Ai Weiwei Ai Weiwei filmed
filmou barcos boats carrying
transportando refugees
refugiados attempting to
que buscavam cross the sea
chegar na to Europe. The
Europa. O vídeo video was filmed
foi gravado on different
em vários dias days using Ai’s
pelo iPhone do iPhone.
artista.
Posto da Qalandiya
fronteira Checkpoint,
em Kaiandia, West Bank
Cisjordânia 2016
2016

and wallpapers, have a very -vidas utilizados por refugiados ao cruzarem o


direct meaning in most Western mar revolto rumo à Europa. Fez ainda a fotografia
cultures but the same does not altamente controversa e agora histórica de si
happen in Chinese society, where mesmo deitado como o menino afogado Alan
the particular gesture of giving Kurdi. E fez o filme Human Flow [Fluxo humano]
the finger is less understood. sobre a crise migratória - poema visual e retrato
As a second example, his da situação mais dramática de nossos tempos.
deep knowledge of traditional Uma maneira de ler as obras de Ai Weiwei
Chinese wood carpentry é compreendê-lo em seus múltiplos pontos de
allows him to create visual vista como um intérprete das culturas chinesa
puzzles with materiais which, e ocidental ao mesmo tempo. O impacto
for most Western audiences da Revolução Cultural de Mao Tse-Tung
accustomed to the use of nails experienciado em primeira pessoa, e os anos
and glue in woodworking, do vividos nos Estados Unidos como um participante
not seem particularly complex, ativo na criação da sociedade chinesa moderna
but for the Chinese may be deram a ele um modo muito particular de
of striking complexity. The entender os códigos de am bas as culturas. Ele
images of Ai Weiwei dropping encontra maneiras de manter ambiguidades,
a Han Dynasty vase are for any se expressando de forma explícita para um
Westernerdisturbing images, dos lados (seja o Ocidente ou o Oriente) e ao
atrocious and disrespectful to mesmo tempo de forma velada para o outro lado.
memoryand history. But to the Seu estabelecimento como um artista chinês
Chinese who may be familiar with profundamente enraizado e com uma audiência
the absurdities of the Cultural global lhe permitiu praticar essa ida-e-vind a entre
Revolution, the pictures may idéias de um modo particular. Exemplo disso são
bring less of a shock.These as fotografias e papéis de parede super icônicos e
images work as an unexpected massivamente reproduzidos de Finger [Dedo], que
portrayal of ourown situation, têm um significado muito direto na maioria das
showing how we cannottruly culturais ocidentais, mas são vazios de sentido
understand each other. Our para os chineses, para quem gestos ofensivos não
codes, our symbols and our são normalmente utilizados e para quem esse
values are essentially different em particular tem menos significado. Em outra
and this is what a cultural modalidade, seu profundo conhecimento de
merchant of visual poems like carpintaria chinesa antiga permite-lhe criar
Ai Weiwei explores. verdadeiros quebra-cabeças visuais com
The invitation for Ai Weiwei materiais que não parecem particularmente
to come to Brazil was also an complexos para quem vive numa sociedade
invitation for him to develop an ocidental, acostumada ao uso de pregos e
interpretation of the country cola em madeira, mas que, para um chinês
and create new works. Weiwei instruído, têm complexidade impressionante.

I O
would be able to taste the culture As imagens inaugurais de Ai Weiwei soltando o
and digest it in his own way and vaso da Dinastia Han são para qualquer ocidental
Brazil would have the chance imagens perturbadoras de desrespeito e uma
to understand and experience atrocidade em relação à memória e à história.
Ai Weiwei's methods and Mas para um chinês acostumado aos absurdos da
Creative process. Many travelling Revolução Cultural o gesto não é tão chocante.
artists have already developed Essas imagens nos revelam um retrato inesperado
interpretations of Brazil that are de nossa situação, mostrando os mal-entendidos
now essential for us to understand que ocorrem entre nós. Nossos códigos, nossos
ou r own icons. From Eckhoutto símbolos e nossos valores são essencialmente
Debret and Verger, the image of diferentes e isso é o que um mercador cultural de
our expression has been framed poemas visuais como Ai Weiwei explora.
many times byforeign observers. O convite para Ai Weiwei vir ao Brasil era
On the other hand, we have também um convite para uma interpretação e
become masters in the art of para a realização de novos trabalhos a partir
absorbing and digesting outside de seu modelo criativo. Nesse modelo, Weiwei
influences. Ai Weiwei was not seria cap az de experimentar a cultura local e
invited for an ordinary meai, he digeri-la a seu modo; e o Brasil teria a chance
was asked to participate in a de entender e experimentar as modalidades
mutuophagic banquet, where one e o processo criativo de A i Weiwei. Artistas
eats and is eaten by the other. em viagem criaram ao longo da história

13
Each side devours the other, his
body, soul, and energy.
Weiwei boldly decided to
grasp Brazilian culture.To do
so, he casted in iron the largest
and oldesttree standing in
the south of Bahia, onethat's
now endangered. This bold interpretações do Brasil que se tornaram
move in the chess game of essenciais para o nosso entendimento sobre
mutuophagy was like starting a nossos próprios ícones. De Eckhout a Debret
chess match by attacking the e Verger, a imagem de nossa expressão foi
queen. Embracing the absurdity emoldurada muitas vezes por um observador
of this poetic action is the key estrangeiro. Por outro lado, nós nos tornamos
to understanding the process. mestres na arte de absorver e digerir à nossa
Appropriating the tree into his m aneira influências exteriores. O convite não
oeuvre was like capturing the foi para uma refeição cotidiana: foi para um
very roots of our civilization-a banquete m utuofágico, em que se com e e se é
tree that has been standing for comido pelo outro, em que cad a lado devora o
over 1 200 years has seen the very outro, seu corpo, sua alma e sua energia.
formation of our nation. Weiwei fez um firme gesto inicial ao tentar
When a lot of roots-ancient, fundir a cultura. Com a am bição que lhe é
dead roots of trees that no longer particular, decidiu fundir em ferro a maior, mais
exist-appeared in ourway, a antiga e am eaçad a árvore ainda em pé no sul
connection with Ai Qing's poem, da Bahia. Este movimento ousado no xadrez
“Tree”, became clear. Weiwei said da m utuofagia foi como com eçar uma partida
that from the roots of a tree we atacando a rainha. O absurdo que cerca a
can find out what it was like. The ação poética é chave para entender o processo.
search for the meaning of those Apropriar essa árvore dentro de sua oeu vre é
roots unearthed, invented- como capturar a espinha dorsal da consciência
indeed, inspired-the title of this de nossa civilização - uma árvore que tém
book: Raiz (Roots). Those trees estado de pé por mais de 1200 anos testemunhou
are evidence of a very ancient a própria form ação da nação.
connection to the source of Quando raízes - raízes antigas, mortas,
all culture, the soil. Weiwei, de árvores que não existem mais - surgiram
throughout his career, has em nosso cam inho, a conexão com o poema
been revealing lost roots and “Árvore”, do pai, tornou-se clara. Weiwei disse
evidences of endangered culture, que pelas raízes podemos descobrir como é
first in China then with the global uma árvore. A busca pelo significado dessas
refugees condition, and now raízes desenterrou e inventou - de fato,
in Brazil. Reconnecting to the inspirou - o título deste livro: Raiz. Essas árvores
Roots and finding the missing são a evidência de uma conexão muito antiga
link may allow us to rediscover com o solo, fonte de toda cultura. A prática
an ancestry that has been long de Weiwei ao longo de sua carreira tem sido
forgotten. Weiwei found the a de revelar raízes perdidas e evidências
object of his quest in the midst de culturas am eaçadas, primeiro na C hina,
of those roots and a common nos projetos sobre refugiados, e agora no
meaning was brought to light too. Brasil. Reconectar-se às raízes e encontrar
But as soon as Ai Weiwei
stepped in Brazil, the process
became muitidirectionai. And
issues related to the country
started occupying his mind; our
slave iconography, our social
injustices, our beliefs and our
codes. Ai Weiwei was permeated o elo perdido nos permite reencontrar uma
by the latency of Brazilian ancestralidade de que nos esquecemos, que
culture, he incorporated Ariano parece perdida. Weiwei encontrou o objeto
Suassuna's Armorial Alphabet de sua busca no meio dessas raízes e um
into his writings and found significado comum emergiu.
an irreverent way of dealing Mas logo que Weiwei pisou no Brasil o
with ex-votos to express his processo se tornou multidirecional. E as
angst about injustice. He was questões que nos são caras com eçaram a
consumed by the natural world o cu p ara mente do artista. Nossa iconografia
and its seeds; he began to escravocrata, nossas injustiças sociais, nossa
search for the Chinese-Brazilian fé e nossos códigos. Ai Weiwei foi tomado pela
connection; he was bewildered latência da cultura brasileira: ele incorporou o
by the conditions of slavery both A lfa b e to A rm orial de Ariano Suassuna em seus
in the past and in the present; escritos, encontrou um modo irreverente de lidar
he produced the Terezas in com ex-votos para expressar sua inquietação
cooperation with local prisoners. com a injustiça, foi levado pelo mundo natural
He had a lot on his hands. e suas sementes e começou a buscar conexões
The results of it all can be China-Brasil, ficou desconcertado com as
seen in 2018, in Ai Weiwei's condições de escravidão do passado e do
largest exhibition so far. It presente, produziu as Terezas em cooperação
goes beyond the 8000 square com presidiários locais. Ele muito se ocupou.
meters of the Oca, from inside O resultado de tudo isso culm ina em 2018,
of Parque Ibirapuera, into the na maior exposição de A i Weiwei já realizada,
city of São Paulo, with public expandida, além dos 8000 metros quadrados da
art works displayed all around O ca no Ibirapuera, para a cidade de São Paulo,
the town. This game is a great com obras de arte pública dispostas pela cidade.
way to promote contact and Este jogo é um grande modelo para promover
understanding and to challenge o contato, o entendimento e para desafiar as
préconceived notions. The noções pré-concebidas de ambos os lados.
project is about friction, noise, Com fricção, barulho, um território incerto a
an uncharted territory to be ser descoberto e uma com binação de temperos
discovered, a combination of nunca antes combinados, produzindo um novo
spices never mixed before that sabor para a arte de Ai Weiwei e nossa cultura.
~ add a new flavor to Ai Weiwei's E com a dor e o prazer de uma mordida dada e
art and our culture. It comes uma mordida recebida.
with the pain and the pleasure of Decifra-m e, ou te devoro.
taking a bite while being bitten.
Decipher me, or l'll devouryou.