Você está na página 1de 6

Universidade Federal do Oeste do Pará

Instituto de Engenharia e Geociências – IEG


Programa de Ciência e Tecnologia

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

ANÁLISE DE PLACA SOLAR

Relatório realizado pelos


acadêmicos Gilberson Lander
da Silva Vieira e João Pedro
Magalhães Chaves.
Apresentado ao curso de
Engenharia Física UFOPA, da
disciplina Energia Solar
Fotovoltaica orientada pelo
professor Gilson Fernandes
Realizado no Laboratório de
Inteligência Computacional
Universidade Federal do Oeste
do Pará, Campus Tapajós.

.
Santarém – PA
2018
1 - Objetivo:

O Objetivo deste experimento é efetuar uma análise e gerar o Gráfico da curva Tensão x
Corrente, dos dados coletados de valores de tensão e corrente de um circuito que contém uma
placa solar fotovoltaica de 10 W, um potenciômetro com resistência, com a incidência de uma luz
artificial de um projetor com lâmpada.

2 – Lista de materiais utilizados:

 Dois multímetros, sendo um conectado para coletar os valores de tensão e outro para
coletar os valores de corrente;
 Um módulo solar de 10W com lâmpada (placa fotovoltaica);
 Um sensor de radiação solar;
 Um sensor de temperatura para uso geral;
 Um potenciômetro;
 Um protoboard;
 Papel e caneta;
 Fios e conectores.

3 - Procedimentos experimentais:

A configuração do circuito é ilustrada na figura abaixo. Após as análises no circuito


apresentado iniciou-se a montagem dos componentes necessários no protoboard, como:
potenciômetro para o ajuste da resistência, os cabos tipo banana que conectam o protoboard a
placa solar. Em seguida foram efetuadas as conexões dos multímetros aos terminais dos
componentes para obter os valores de tensões e correntes fornecidos pela placa solar fotovoltaica,
após este procedimento de ligações e conexões ligou-se o projetor com uma lâmpada, em tomada
127 v, para obter radiação artificial sobre a placa solar.

Figura 1: Esquema de ligação do circuito para obtenção dos valores de


tensão e corrente.
Com o potenciômetro em valor máximo de resistência, efetuando rotações em sentido
anti-horário, para 10 valores de verificações de corrente e tensão, fornecidos pela placa
fotovoltaica, sendo encontrados esses valores conforme o potenciômetro está sendo girado no
sentido anti-horário. Os valores de tensão e corrente seguem mostrados em tabela anexa abaixo.
Com a utilização de um piroeliômetro digital foi verificado a irradiação sobre a placa solar, com
valor de 565 W/m².

4 - Resultados e discussões:

A tabela 1 apresenta os valores de corrente e tensão, pela produção de energia na placa


solar. Os dados coletados encontram-se em tabela anexa, verifica-se que a corrente está
aumentando porque está indo em direção a corrente de curto-circuito, com isso os valores de
tensão diminui.

Tabela 1: dados coletados de tensão e corrente.

Tensão(V) Corrente(mA)
17,461 0,8
17,190 2,8
16,991 4,6
16,835 5,9
16,788 6,1
16,547 8,1
12,651 12
9,840 13,4
6,341 15,7
0,015 17,2

Com as informações de tensão e corrente efetuou-se a plotagem do gráfico, e a


visualização do comportamento da tensão em função da corrente, que pela lei de Ohm: V=R.I,
sabe-se que a diminuição da resistência irá proporcionar uma maior passagem de corrente, como
verificado no gráfico abaixo.
Gráfico 1: plotagem dos valores obtidos de corrente e tensão.

Tensão x Corrente
25

20

0,8; 17,461
2,8; 17,19
4,6; 16,991
5,9;
6,1;16,835
16,788
8,1; 16,547
15

12; 12,651

10 13,4; 9,84
y = -0,9604x + 21,383
15,7; 6,341
5

0 17,2; 0,0155
0 5 10 15 20

Figura 2: montagem dos componentes.


Figura 3: Montagem de ligações dos componentes do circuito, e da placa solar.

A Figura 3 demonstra a incidência de luz no módulo, convertendo radiação luminosa da


lâmpada, em eletricidade.

5 - Conclusão:

Portanto o experimento demonstrado afirma a Lei de Ohm e verifica-se que a curva tensão
x corrente através do gráfico mostra perfeitamente que, quando o potenciômetro está em máxima
potência, apresenta valores máximos de tensão e mínimos de corrente, e quando ele está em
mínima potência apresenta valores mínimos de tensão e máximos de correntes, conforme a curva.
6 - Referências:

1. PHOTOVOLTAICS FUNDAMENTALS, TECHNOLOGY AND PRACTICE – Mertens,


Konrad, Wiley 1ª ed.