Você está na página 1de 282

580N

Retroescavadeira

Manual do Operador

84530628
5ª Edição
Português 05/13
A CNH Latin America LTDA. reserva o direito de efetuar melhorias a qualquer momento no projeto, ou mudanças
em especificações sem incorrer qualquer obrigação para os instalar em unidades previamente vendidas.
Todo o conteúdo desta publicação está sujeito a variações de produção.
Dimensões e pesos são só aproximados.
Ilustrações não mostram necessariamente produtos em condição “standard”.
Para informações exatas sobre qualquer produto em particular, consulte seu revendedor.

Retroescavadeira
580N
84530628
5ª Edição
Português 05/13

LEIA, ENTENDA E OBEDEÇA TODAS AS PRECAUÇÕES


E INTRUÇÕES DE SEGURANÇA CONTIDAS NESSE MANUAL
ANTES DE OPERAR A MÁQUINA.

É estritamente proibido qualquer uso do conteúdo editorial ou ilustrações sem permissão por escrito da CNH Latin America LTDA.

II
ATENÇÃO: Este Símbolo de Alerta de Segurança Indica Importantes Mensagens
de Segurança contidos neste Manual. Sempre que encontrar este símbolo, leia
com ATENÇÃO A MENSAGEM QUE SE SEGUE E ESTEJA ATENTO QUANTO À POSSIBILIDADE DE
ACIDENTES FATAIS OU COM FERIMENTOS GRAVES.

Os adesivos de segurança nesta máquina usam as palavras Perigo, Advertência ou Cuidado, definidas
da seguinte forma:
•• PERIGO: indica uma situação de perigo imediato que, se não evitada, resultará em morte ou em
lesões graves. A cor associada a Perigo é VERMELHO.
•• ADVERTÊNCIA: indica uma situação de perigo potencial que, se não evitada, poderá resultar em
morte ou em graves ferimentos. A cor associada a Advertência é LARANJA.
•• CUIDADO: Indica uma situação de perigo potencial que, se não evitada, poderá resultar em fe-
rimentos leves ou moderados. Também pode ser usado para alertar contra práticas inseguras. A
cor associada a Cuidado é AMARELO.
Se os Decalques de Segurança desta máquina forem do tipo de dois painés gráficos ISO, os decalques são
assim definidos:
•• A primeira placa indica a natureza do perigo.
•• A segunda placa indica a anulação adequada do perigo.
•• A cor de fundo é AMARELO.
•• Símbolos de proibição como e PARE se usados, estão em VERMELHO.

! AdvertÊncia
A OPERAÇÃO INADEQUADA DESTA MÁQUINA PODE CAUSAR LESÕES GRAVES OU MORTE.
ANTES DE USAR ESTA MÁQUINA, CERTIFICAR-SE DE QUE CADA OPERADOR:
•• Seja orientado sobre o uso seguro e adequado da máquina.
•• Leu e entendeu o manual ou os manuais da máquina.
•• Leu e entendeu TODOS os decalques de segurança da máquina.
•• Afastou outras pessoas da área.
•• Aprendeu e praticou o uso seguro dos controles da máquina em uma área segura e vazia
antes de operar esta máquina em um local de trabalho.
É responsabilidade do operador observar as leis e os regulamentos pertinentes e seguir as instruções
da CASE sobre a operação e manutenção da máquina.

III
IV
CONTEÚDO
1. INFORMAÇÕES GERAIS
INFORMAÇÕES GERAIS......................................................................................................................................................1 – 1
Utilização prevista....................................................................................................................................................................1 – 1
Manuais técnicos da CNH Latin America Ltda.........................................................................................................................1 – 1
Compatibilidade Eletromagnética............................................................................................................................................1 – 2
Nota ao proprietário.................................................................................................................................................................1 – 2
Leia o Manual de Operador.....................................................................................................................................................1 – 3
Armazenamento do Manual.....................................................................................................................................................1 – 3
Números de Identificação........................................................................................................................................................1 – 4
Identificação de Componentes................................................................................................................................................1 – 7
Lado direito, lado esquerdo, dianteira e traseira da máquina..................................................................................................1 – 8
Descarte das Baterias..............................................................................................................................................................1 – 9

2. INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA
Regras de segurança e definições de sinais......................................................................................................2 – 1
Segurança Pessoal..................................................................................................................................................................2 – 1
Segurança da Máquina............................................................................................................................................................2 – 1
Regras de Segurança – Geral.................................................................................................................................................2 – 2
Regras de Segurança – Sistema de Ar Condicionado.............................................................................................................2 – 2
Regras de Segurança – Funcionamento Básico.....................................................................................................................2 – 3
Regras de Segurança – Bateria...............................................................................................................................................2 – 5
Regras de Segurança – Segurança Durante uma Trovoada...................................................................................................2 – 5
Regras de Segurança – Prevenção de Incêndios ou Explosões.............................................................................................2 – 6
Regras de Segurança – Precauções com o Manuseio de Combustível..................................................................................2 – 7
Regras de Segurança – Produtos Químicos Perigosos..........................................................................................................2 – 7
Regras de Segurança – Levantamento de Cargas e Cargas Suspensas...............................................................................2 – 8
Regras de Segurança – Precauções de Manutenção.............................................................................................................2 – 9
Regras de Segurança – Subida e Descida da Máquina........................................................................................................2 – 10
Regras de Segurança – Precauções do Operador................................................................................................................2 – 10
Regras de Segurança – Precauções Específicas para esta Máquina...................................................................................2 – 11
Regras de Segurança – Precauções de Transporte..............................................................................................................2 – 11
Regras de Segurança – Precauções com Redes de Serviços..............................................................................................2 – 12
Regras de Segurança – Rodas e Pneus...............................................................................................................................2 – 13
Ferro Fundido........................................................................................................................................................................2 – 14
Estrutura de Proteção do Operador.......................................................................................................................................2 – 14
Cinto de Segurança...............................................................................................................................................................2 – 15
Decalques de segurança..........................................................................................................................................2 – 16
Sinais de mão...................................................................................................................................................................2 – 32

V
ÍNDICE GERAL

3. INSTRUMENTOS E CONTROLES
ACESSO AO POSTO DO OPERADOR.................................................................................................................................3 – 1
Acesso à máquina...................................................................................................................................................................3 – 1
ASSENTO do OPERADOR...................................................................................................................................................3 – 2
Assento com Suspensão Mecânica.........................................................................................................................................3 – 2
CONTROLES DIANTEIROS..................................................................................................................................................3 – 4
Console Dianteiro – Painel de Interruptores Esquerdo............................................................................................................3 – 4
Console Dianteiro – Painel de Interruptores Direito.................................................................................................................3 – 5
Coluna de Direção...................................................................................................................................................................3 – 6
Seletor de Mudança de Marchas.............................................................................................................................................3 – 8
Controles do Pedal..................................................................................................................................................................3 – 9
CONTROLES DO LADO DIREITO.......................................................................................................................................3 – 10
Funções da Carregadeira......................................................................................................................................................3 – 10
Controles do Console............................................................................................................................................................3 – 14
Controle de Aquecimento, Ventilação ou de Ar Condicionado...............................................................................................3 – 15
Painel de Instrumentos..........................................................................................................................................................3 – 20
CONTROLES TRASEIROS..................................................................................................................................................3 – 25
Controles do Console............................................................................................................................................................3 – 25
Controles da Retroescavadeira – Mecânicos........................................................................................................................3 – 28
Controles da Retroescavadeira – Piloto................................................................................................................................3 – 35
CONTROLES DO TETO......................................................................................................................................................3 – 41
Luz de Teto.............................................................................................................................................................................3 – 41

4. INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO
PREPARAÇÃO DA UNIDADE................................................................................................................................................4 – 1
Período de Amaciamento de uma nova Máquina....................................................................................................................4 – 1
Rotação do Motor....................................................................................................................................................................4 – 1
PARTIDA DA MÁQUINA.........................................................................................................................................................4 – 2
Antes de Ligar o Motor.............................................................................................................................................................4 – 2
Partida Normal do Motor..........................................................................................................................................................4 – 3
Operação a Baixas Temperaturas............................................................................................................................................4 – 4
Operação em Clima Quente....................................................................................................................................................4 – 6
Procedimentos para a Bateria Auxiliar.....................................................................................................................................4 – 7
PARADA DA MÁQUINA..........................................................................................................................................................4 – 8
Desligar o Motor.......................................................................................................................................................................4 – 8
MOVIMENTAÇÃO DA UNIDADE...........................................................................................................................................4 – 9
Antes de colocar a máquina em funcionamento......................................................................................................................4 – 9
Frenagem Uniforme...............................................................................................................................................................4 – 10
Mudanças de Marchas...........................................................................................................................................................4 – 11
Direção de Condução............................................................................................................................................................4 – 12
Deslocamento em Encosta....................................................................................................................................................4 – 12
Sistema de Bloqueio do Diferencial.......................................................................................................................................4 – 12

VI
ÍNDICE GERAL

5. OPERAÇÕES DE TRANSPORTE
TRANSPORTE DE EMERGÊNCIA........................................................................................................................................5 – 1
Rebocar a Máquina..................................................................................................................................................................5 – 1
Transporte num Reboque........................................................................................................................................................5 – 3

6. FUNCIONAMENTO
INFORMAÇÃO GERAL..........................................................................................................................................................6 – 1
Sensibilidade de Mudança FNR..............................................................................................................................................6 – 1
Iluminação do Visor..................................................................................................................................................................6 – 2
OPERAÇÕES COM A CARREGADEIRA...............................................................................................................................6 – 3
Segurança Pessoal..................................................................................................................................................................6 – 3
Plano de Trabalho....................................................................................................................................................................6 – 3
Posição de Retenção para o Interruptor de Controle da Caçamba 4 em 1.............................................................................6 – 4
Força de Escavação da Carregadeira.....................................................................................................................................6 – 7
Indicadores de Nível, Posição e Profundidade da Caçamba...................................................................................................6 – 9
Regressar à Escavação.........................................................................................................................................................6 – 11
Içamento com a Carregadeira...............................................................................................................................................6 – 13
Alteração de Implementos da Carregadeira..........................................................................................................................6 – 14
OPERAÇÕES COM A RETROESCAVADEIRA....................................................................................................................6 – 16
Segurança Pessoal................................................................................................................................................................6 – 16
Instruções Básicas.................................................................................................................................................................6 – 16
Área de Perigo da Retroescavadeira.....................................................................................................................................6 – 17
Bloqueio do Giro....................................................................................................................................................................6 – 18
Bloqueio do braço extensível.................................................................................................................................................6 – 18
Sapatas Estabilizadoras........................................................................................................................................................6 – 19
Posição de Transporte da Retroescavadeira.........................................................................................................................6 – 22
Antes de Operar a Retroescavadeira....................................................................................................................................6 – 24
Enchendo a Caçamba da Retroescavadeira.........................................................................................................................6 – 26
Movendo a Máquina Durante a Escavação...........................................................................................................................6 – 27
Içamento com a Retroescavadeira........................................................................................................................................6 – 28
Troca de Implementos da Retroescavadeira.........................................................................................................................6 – 30

VII
ÍNDICE GERAL

7. MANUTENÇÃO
INFORMAÇÃO GERAL..........................................................................................................................................................7 – 1
Regras de Segurança..............................................................................................................................................................7 – 1
Segurança Geral Antes da Manutenção..................................................................................................................................7 – 2
Horímetro.................................................................................................................................................................................7 – 2
Escora de Apoio para o Braço de Elevação da Carregadeira.................................................................................................7 – 3
Trinco do Capuz do Motor........................................................................................................................................................7 – 5
Extintor de Incêndio.................................................................................................................................................................7 – 6
Solda na Máquina....................................................................................................................................................................7 – 7
Acesso e Manutenção da Bateria............................................................................................................................................7 – 7
Capacidades............................................................................................................................................................................7 – 9
Consumíveis..........................................................................................................................................................................7 – 11
Fusíveis e Relés....................................................................................................................................................................7 – 13
Válvula de Fechamento do Líquido de Arrefecimento para o Aquecedor..............................................................................7 – 15
TABELA DA MANUTENÇÃO................................................................................................................................................7 – 16
Quando for mostrada a mensagem de aviso......................................................................................................7 – 18
Filtros de Ar do Motor.............................................................................................................................................................7 – 18
Filtros Hidráulicos..................................................................................................................................................................7 – 20
Primeiras 10 horas.......................................................................................................................................................7 – 21
Correia do Ar Condicionado...................................................................................................................................................7 – 21
Drenagem da água do filtro separador..................................................................................................................................7 – 21
Torque dos Parafusos e Porcas das Rodas...........................................................................................................................7 – 22
A cada 10 horas ou diariamente..............................................................................................................................7 – 23
Nível do Óleo do Motor..........................................................................................................................................................7 – 23
Drenagem da Água do Filtro Separador................................................................................................................................7 – 24
Pontos de Lubrificação da Carregadeira, Retroescavadeira, Braço Extensível e Rolamento do Eixo do Cubo da Roda.....7 – 25
Primeiras 20 horas.......................................................................................................................................................7 – 35
Nível de Fluido da Transmissão.............................................................................................................................................7 – 35
Nível de Óleo do Eixo Dianteiro – Tração nas Quatro Rodas................................................................................................7 – 36
Nível de Óleo do Eixo Traseiro..............................................................................................................................................7 – 37
A cada 50 horas..............................................................................................................................................................7 – 38
Filtro de Combustível.............................................................................................................................................................7 – 38
Nível de Líquido de Arrefecimento do Reservatório de Expansão........................................................................................7 – 39
Nível de Fluido do Reservatório Hidráulico............................................................................................................................7 – 40
Pontos de Lubrificação do Eixo Dianteiro..............................................................................................................................7 – 41
Pinos de Bloqueio do Acoplador Hidráulico da Carregadeira (se equipado).........................................................................7 – 42
Pontos de Lubrificação da Articulação da Caçamba 4 em 1.................................................................................................7 – 43
Primeiras 100 horas.....................................................................................................................................................7 – 44
Freios de Serviço...................................................................................................................................................................7 – 44
Freio de Estacionamento.......................................................................................................................................................7 – 44
A cada 100 horas............................................................................................................................................................7 – 45
Controle de Giro da Retroescavadeira..................................................................................................................................7 – 45
Controle do Braço Extensível................................................................................................................................................7 – 45
Silencioso para Remoção de Partículas................................................................................................................................7 – 46

VIII
ÍNDICE GERAL

A cada 250 horas............................................................................................................................................................7 – 47


Bateria....................................................................................................................................................................................7 – 47
Correia do Ar Condicionado...................................................................................................................................................7 – 47
Nível de Óleo do Eixo Dianteiro – Tração nas Quatro Rodas................................................................................................7 – 48
Respiro do Eixo Dianteiro......................................................................................................................................................7 – 49
Eixo Cardan do Eixo Dianteiro...............................................................................................................................................7 – 49
Nível de Óleo do Eixo Traseiro..............................................................................................................................................7 – 49
Respiro do Eixo Traseiro........................................................................................................................................................7 – 50
Eixo de Cardan do Eixo Traseiro...........................................................................................................................................7 – 50
Reservatório de Combustível.................................................................................................................................................7 – 50
Nível de Fluido da Transmissão.............................................................................................................................................7 – 51
Vedações do Compressor do Ar Condicionado.....................................................................................................................7 – 52
Assento do Operador.............................................................................................................................................................7 – 52
A cada 500 horas............................................................................................................................................................7 – 53
Cabine ROPS e Suporte do Banco........................................................................................................................................7 – 53
Filtro de Combustível Separador de Água.............................................................................................................................7 – 54
Filtro de Combustível.............................................................................................................................................................7 – 54
Óleo e Filtro do Motor............................................................................................................................................................7 – 55
Nível de Eletrólito da Bateria.................................................................................................................................................7 – 56
A cada 1000 horas..........................................................................................................................................................7 – 57
Fluido Hidráulico e Fitros.......................................................................................................................................................7 – 57
Respiro do Reservatório Hidráulico.......................................................................................................................................7 – 59
Filtro de Entrada de Ar na Cabine..........................................................................................................................................7 – 60
Válvula do Motor....................................................................................................................................................................7 – 60
Filtro de Ventilação do Cárter................................................................................................................................................7 – 60
Óleo do Eixo Dianteiro...........................................................................................................................................................7 – 61
Óleo do Eixo Traseiro............................................................................................................................................................7 – 62
Fluido e Filtro da Transmissão...............................................................................................................................................7 – 63
Filtros de Ar do Motor.............................................................................................................................................................7 – 65
Freio de Estacionamento.......................................................................................................................................................7 – 67
A cada 2000 horas..........................................................................................................................................................7 – 68
Sistema de Arrefecimento......................................................................................................................................................7 – 68
Manutenção conforme necessário......................................................................................................................7 – 70
Purga do Ar do Sistema de Combustível...............................................................................................................................7 – 70
Escorva das Linhas do Turbocompressor..............................................................................................................................7 – 71
Bomba Hidráulica...................................................................................................................................................................7 – 71
Pressão dos Pneus................................................................................................................................................................7 – 72
Assento do Operador.............................................................................................................................................................7 – 73
Grade Dianteira e Alojamento do Radiador...........................................................................................................................7 – 74
Correia do Ventilador.............................................................................................................................................................7 – 75
Desabilitar o Freio de Estacionamento..................................................................................................................................7 – 76
Pressão e Vazão do Sistema Hidráulico Auxiliar...................................................................................................................7 – 78
Sistema elétrico...........................................................................................................................................................7 – 80
Máquinas Equipadas com Cabine.........................................................................................................................................7 – 80
Máquinas Equipadas com Capota ROPS..............................................................................................................................7 – 83
Faróis e luzes de trabalho......................................................................................................................................................7 – 85
Luz do Teto.............................................................................................................................................................................7 – 89
Luzes do Painel de Instrumentos Padrão..............................................................................................................................7 – 90

IX
ÍNDICE GERAL

8. ESPECIFICAÇÕES
Motor..................................................................................................................................................................................8 – 1
Aspiração Natural....................................................................................................................................................................8 – 1
Turboalimentado......................................................................................................................................................................8 – 2
Turboalimentado Tier 3............................................................................................................................................................8 – 3
Transmissão.....................................................................................................................................................................8 – 4
Manual.....................................................................................................................................................................................8 – 4
Powershift do tipo S.................................................................................................................................................................8 – 4
Bloqueio do Diferencial............................................................................................................................................................8 – 4
Eixo, Diferencial e Planetários.................................................................................................................................................8 – 5
Freios.......................................................................................................................................................................................8 – 5
Sistema hidráulico.........................................................................................................................................................8 – 6
Componentes...........................................................................................................................................................................8 – 6
Vazão.......................................................................................................................................................................................8 – 6
Velocidades de deslocamento.................................................................................................................................8 – 7
Transmissão manual (powershuttle)........................................................................................................................................8 – 7
Transmissão Powershift tipo S – opcional...............................................................................................................................8 – 7
Dimensões gerais da máquina....................................................................................................................................8 – 8
Tração em Duas Rodas – Pneus Traseiros 19.5L x 24...........................................................................................................8 – 8
Tração nas Quatro Rodas – Pneus Traseiros 19.5L x 24........................................................................................................8 – 9
Capacidades de elevação da carregadeira.......................................................................................................8 – 10
Capacidades de elevação da retroescavadeira / braço extensível....................................................... 8 – 11
Distância ao pivô de giro........................................................................................................................................................8 – 11
Capacidade de elevação.......................................................................................................................................................8 – 12
Níveis de ruído...............................................................................................................................................................8 – 14
Torque de aperto.........................................................................................................................................................8 – 15
Roscas em polegadas...........................................................................................................................................................8 – 15
Roscas métricas....................................................................................................................................................................8 – 16

9. ACESSÓRIOS
Acessórios gerais.........................................................................................................................................................9 – 1
Ligações de Alimentação da Cabine........................................................................................................................................9 – 1
Cabide......................................................................................................................................................................................9 – 1
Cinta.........................................................................................................................................................................................9 – 1
Espelho Retrovisor Interno......................................................................................................................................................9 – 2
Pacote de Preparação para Rádio...........................................................................................................................................9 – 2
Kit de Proteção contra Vandalismo..........................................................................................................................................9 – 2

10. ÍNDICE ALFABÉTICO


ÍNDICE ALFABÉTICO..........................................................................................................................................................10 – 1

11. GARANTIA
TERMO DE GARANTIA....................................................................................................................................................... 11 – 1
Inspeção PRÉ-Entrega................................................................................................................................................ 11 – 3
Registro de Manutenção Periódica...................................................................................................................... 11 – 7
Registro de Garantia do Proprietário............................................................................................................. 11 – 15
Rede de Distribuidores CASE Brasil.................................................................................................................... 11 – 21

X
1. INFORMAÇÕES GERAIS
INFORMAÇÕES GERAIS
Utilização prevista
Esta retroescavadeira com equipamento standard e implementos, destina-se a utilização geral de movimentação de terra,
carregamento, escavação de valas, etc. Utilize apenas implementos aprovados que tenham sido concebidos para a sua
máquina. Este Manual do Operador não inclui instruções para implementos. Leia os manuais fornecidos com o implemento
de sua máquina, de modo a saber como utilizar e efetuar a manutenção da máquina com segurança. Certifique-se de que
a máquina esteja devidamente equipada para o tipo de trabalho a ser realizado. Contate o seu revendedor, se tiver alguma
dúvida relativa à utilização de implementos nestas máquinas.
Todas as pessoas que operarem esta máquina devem dispor de uma autorização válida para operação no local e / ou outras
autorizações adicionais em vigor no país.
Não utilize esta máquina para quaisquer finalidades ou de qualquer outra forma que não corresponda ao que está descrito
neste manual, nas etiquetas de advertência ou em outras informações de segurança relativas ao produto que tenham sido
fornecidos com a máquina. Estes materiais definem a utilização prevista para esta máquina.
Consulte um revendedor autorizado ou a CNH Latin America Ltda. sobre alterações, adições ou modificações que poderão
ser necessárias para que esta máquina esteja em conformidade com as várias regulamentações e requisitos de segurança.
As modificações não autorizadas poderão provocar ferimentos graves ou morte. Qualquer pessoa que efetue tais modifica-
ções não autorizadas é responsável pelas consequências.
AVISO: O sistema de combustível e o motor da sua máquina foram projetados e fabricados de acordo com as normas re-
lativas a emissões estabelecidas pelo governo. Alteração por parte de revendedores, clientes, operadores e utilizadores é
estritamente proibida por lei. O não cumprimento pode dar origem à aplicação de multas por parte do governo, a custos adi-
cionais de alteração, à anulação da garantia, a ações legais e possível confisco da máquina até que esta seja alterada para
as condições originais. A manutenção e / ou as reparações no motor só devem ser efetuadas por um técnico qualificado!

Manuais técnicos da CNH Latin America Ltda


Os manuais de operação, manutenção e reparação da sua máquina encontram-se disponíveis no seu revendedor. Para um
atendimento imediato, entre em contato com seu revendedor para obter os manuais para a sua máquina.
O seu revendedor pode expedir o seu pedido de manuais de operação, catálogos de peças, manuais de serviço e registros
de manutenção. Indique sempre o nome da máquina, o modelo e o número de identificação do produto (PIN) da sua má-
quina para que o seu revendedor lhe possa fornecer os manuais corretos.
A empresa procura continuamente melhorar os seus produtos e, como tal, reserva-se o direito de efetuar melhorias e alte-
rações quando for possível, sem incorrer em qualquer obrigação de efetuar alterações ou adições ao equipamento vendido
anteriormente.
Todos os dados neste manual estão sujeitos a variações de produto.
AVISO: As mensagens de operação e manutenção apresentadas no painel eletrônico podem diferir das apresentadas no
Manual do Operador. Caso tal se verifique, siga a última instrução no painel eletrônico.
As dimensões e os pesos são aproximados e as ilustrações não mostram necessariamente a máquina de série. Contate o
seu revendedor para obter informação relativa a uma máquina em particular.

1 – 1
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Compatibilidade Eletromagnética
Podem surgir interferências como resultado da adição de equipamento que não esteja em conformidade com os padrões
requeridos. Como tais interferências podem resultar em sérios problemas na unidade e / ou originar situações pouco segu-
ras, deve ter em conta o seguinte:
•• A potência máxima de equipamentos emissores (rádio, telefones, etc.) não deve exceder os limites impostos pelas au-
toridades nacionais do país em que se utiliza a máquina.
•• Na proximidade de componentes eletrônicos, o campo eletromagnético gerado pelo sistema adicionado não pode exce-
der os 24 V/m em nenhum momento ou local.
•• O equipamento adicionado não deve interferir com o funcionamento dos sistemas eletrônicos de bordo. O não cumpri-
mento destas regras invalidará a garantia.

Nota ao proprietário
Este manual contém informações importantes sobre a operação segura, o ajuste e a manutenção da sua retroescavadeira.
Este manual está dividido em capítulos, conforme indicado no índice. Consulte o índice alfabético, no final do manual, para
localizar itens específicos sobre a sua máquina. A retroescavadeira está em conformidade com as regulamentações de
segurança atualmente em vigor.
Utilize este manual como um guia. A sua máquina manter-se-á uma ferramenta de trabalho confiável desde que seja man-
tida em boas condições de operação e a sua manutenção seja efetuada de forma correta.
NÃO utilize nem permita que ninguém utilize ou realize trabalhos de manutenção nesta máquina até que você ou outras
pessoas tenham lido e compreendido as instruções de segurança, funcionamento e manutenção constantes deste manual.
Utilize apenas operadores com formação adequada que tenham demonstrado capacidade para operar e reparar esta má-
quina de forma correta e segura.
A informação constante deste manual é fornecida tendo como base a informação que estava disponível no momento em
que o manual foi escrito. As definições, os procedimentos, os números de peça, o software e outros itens podem ser mo-
dificados. Estas alterações podem afetar a manutenção realizada na máquina. Certifique-se de que o seu revendedor lhe
forneça as informações mais completas e atuais antes de iniciar qualquer operação com a máquina.
Este Manual do Operador deve ser guardado no compartimento do manual existente nesta máquina. Verifique se este
manual está completo e em bom estado. Contate o seu revendedor para obter manuais adicionais ou manuais em outros
idiomas.
Contate o seu revendedor para obter mais informações ou assistência relativamente à sua máquina. No seu revendedor
você poderá encontrar peças de serviço aprovadas pela empresa. O seu revendedor dispõe de técnicos com formação
especial que conhecem os melhores métodos de reparação e manutenção para a sua máquina.

CASE Customer Assistance também está disponível.


Ligue para 0800 727 2273 ou envie um e-mail para casecustomerassistance.brasil@casece.com

1 – 2
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Leia o Manual de Operador


A operação inadequada desta máquina pode causar ferimentos graves ou morte. Antes de utilizar a máquina, certifique-se
de que todos os operadores:
•• obtiveram instruções relativamente a uma utilização segura e adequada da máquina.
•• leram e compreenderam o(s) manual(ais) relativos à máquina.
•• leram e compreenderam todos os decalques de segurança na máquina.
•• afastem as outras pessoas e animais da área.
•• aprenderam e praticam a utilização dos comandos da máquina em segurança, numa área segura e desobstruída, antes
de operarem a máquina no local de trabalho.
É da sua responsabilidade respeitar as leis e regulações pertinentes e seguir as instruções da CNH Latin America Ltda.
relativas ao funcionamento e manutenção da máquina.

Armazenamento do Manual
Mantenha o Manual do Operador no compartimento de arma-
zenamento fornecido na retroescavadeira. O Manual do Opera-
dor tem de estar disponível para utilização por todos os opera-
dores.

1 RCPH09TLB001AAF

1 – 3
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Números de Identificação
Registe os números de identificação da máquina e das peças. Se necessário, forneça estes números ao seu revendedor
quando necessitar de peças ou informação para a sua máquina. Mantenha um registo destes números e guarde a sua
Declaração de Origem do Fabricante num lugar seguro. Se a máquina for roubada, comunique os respectivos números às
autoridades locais.

Identificação da Máquina
Modelo

PIN

Ano 2 RCPH09TLB007AAF-A

Placa do PIN
A placa do PIN está situada no lado esquerdo, abaixo do pivô
do cilindro de elevação da caçamba. O PIN é composto por 17
caracteres.
NOTA: As mangueiras foram retiradas para facilitar a compre-
ensão da ilustração.
NOTA: O PIN também está impresso no chassis.

3 RCPH10TDSC02561

Estrutura de Proteção contra Capotamento


(ROPS)

4 RCPH09TLB002AAF

1 – 4
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Motor – Mecánico

A placa do PIN encontra-se na carcaça de engrenagens do mo-


tor, ao lado da bomba injetora.

5 RCPH10TDSC02561

Transmissão

6 RCPH09TLB004AAF

Eixo da transmissão dianteira (Modelos 4WD)

7 RCPH10TLB394AAF

1 – 5
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Eixo traseiro

8 RCPH09TLB006AAF

Bomba hidráulica
Não apresentado

Válvula de controle
Não apresentado

Caçamba da carregadeira
Não apresentado

Tipo de caçamba

PIN

Caçamba da retroescavadeira
Não apresentado

Tipo de caçamba

PIN

1 – 6
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Identificação de Componentes

9 RCPH10TLB008FAF

1. Caçamba da carregadeira
2. Cilindros da caçamba
3. Cabine
4. Lança
5. Braço (apresentado um braço extensível)
6. Caçamba da retroescavadeira
7. Estabilizador (apresentado na posição de transporte)
8. Reservatório de combustível e degrau do operador
9. Cilindro de elevação da carregadeira
10. Escora de apoio do braço de elevação

1 – 7
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Lado direito, lado esquerdo, dianteira e traseira da máquina


Os termos “lado direito” e “lado esquerdo”, tal como referidos neste manual, referem-se aos lados direito e esquerdo da
máquina tal como são vistos a partir do banco do operador.

10 RCPH09TLB002FAF

1. Esquerda
2. Direita
3. Dianteira
4. Traseira

A. Máquina Base e Carregadeira


B. Retroescavadeira

1 – 8
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

Descarte das Baterias

RECICLAGEM OBRIGATÓRIA
Devolva a bateria usada ao revendedor no ato da troca.
Conforme resolução Conama 257/99 de 30/06/99.
TODO CONSUMIDOR/USUÁRIO FINAL É OBRIGADO A DEVOLVER
SUA BATERIA USADA A UM PONTO DE VENDA. NÃO DESCARTE NO
LIXO.
OS PONTOS DE VENDA SÃO OBRIGADOS A ACEITAR A DEVOLUÇÃO
DE SUA BATERIA USADA, BEM COMO ARMAzENÁ-LA EM LOCAL
ADEQUADO E DEVOLVÊ-LA AO FABRICANTE PARA RECICLAGEM.
Riscos de contato com a solução ácida e com
o chumbo:

A solução ácida e o chumbo contidos na


bateria se descartados na natureza de forma
incorreta poderão contaminar o solo, o sub-
solo e as águas. O consumo de águas
contaminadas pode causar hipertensão
arterial, anemia, desânimo, fraqueza, dores
nas pernas e sonolência.

O contato da solução ácida com os olhos


causa conjuntivite química e com a pele
dermatite de contato.

No caso de contato acidental com os olhos


Composição Básica: chumbo, ou com a pele, lavar imediatamente com água
ácido sulfúrico diluído e plástico corrente e procurar orientação médica.

11 RCCLGMBRGTR9AAA

1 – 9
1 – INFORMAÇÕES GERAIS

NOTAS

1 – 10
2. INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA
Regras de segurança e definições de sinais
Segurança Pessoal
Este é o símbolo de alerta de segurança. É utilizado para o
alertar para o potencial perigo de ocorrência de ferimentos pes-
soais. Respeite todas as mensagens de segurança que acom-
panham este símbolo, de forma a evitar possíveis ferimentos
ou morte.
Ao longo deste manual e nos decalques de segurança da má-
quina, encontrará sinais como “PERIGO”, “ADVERTÊNCIA e
“ATENÇÃO”, seguidos de instruções especiais. Estas precau-
ções visam a sua segurança pessoal bem como a das pessoas
que trabalham consigo.
Leia e certifique-se de que compreende todas as mensagens
de segurança contidas neste manual antes de utilizar ou reali-
zar a manutenção da máquina.

PERIGO
Indica uma situação de perigo iminente que, caso não seja evitada, resultará em morte ou ferimentos graves.
A cor associada a PERIGO é a VERMELHA.

ADVERTÊNCIA
Indica uma potencial situação de perigo que, caso não seja evitada, pode resultar em morte ou ferimentos
graves.
A cor associada a ADVERTÊNCIA é a LARANJA.

CUIDADO
Em conjunto com o símbolo de alerta de segurança, indica uma situação perigosa que, se não for evitada, po-
derá resultar em ferimentos ligeiros ou de menor gravidade.
A cor associada a CUIDADO é a AMARELA.

O NÃO CUMPRIMENTO DAS INSTRUÇÕES DE PERIGO, AVISO E ATENÇÃO PODE RESULTAR EM FERIMENTOS
GRAVES OU MORTE.

Segurança da Máquina
AVISO: Os avisos indicam situações que, se não forem evitadas, podem resultar em danos na máquina ou em danos ma-
teriais. A cor associada à palavra “AVISO” é a AZUL.
Ao longo deste manual você irá encontrar a palavra “AVISO” seguido de instruções especiais para evitar danos na máquina
ou danos materiais. A palavra “AVISO” é utilizada para referência a práticas não relacionadas com a segurança pessoal.

Informações
NOTA: “Nota” indica a existência de informações adicionais que esclarecem etapas, procedimentos ou outras informações
contidas neste manual.
Ao longo deste manual irá encontrar a palavra “Nota” seguida de informações adicionais sobre uma etapa, procedimento ou
outras informações contidas neste manual. A utilização da palavra “Nota” não se destina a situações de segurança pessoal
ou de danos materiais.

2 – 1
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Geral

Compreenda que a sua segurança e a segurança dos outros trabalhadores ou de outras pessoas é proporcional à forma
como presta assistência e opera esta máquina. Familiarize-se com a disposição e o funcionamento de todos os controles
antes de tentar operá-la. ANTES DE COMEÇAR A TRABALHAR, VERIFIQUE TODOS OS CONTROLES NUM LOCAL
SEGURO.
LEIA O MANUAL COMPLETAMENTE e certifique-se de que compreende o funcionamento de cada um dos controles. Todo
o equipamento tem as suas limitações. Certifique-se de que compreende as características de velocidade, frenagem, dire-
ção, estabilidade e carga desta máquina antes de começar a trabalhar.
A maioria dos acidentes que envolvem operação e manutenção de máquinas podem ser evitados respeitando regras e
precauções de segurança básicas. Leia e certifique-se de que compreende todas as mensagens de segurança contidas
neste manual, no manual de segurança e nos decalques de segurança existentes na máquina antes de operar ou realizar
a manutenção da máquina. Em caso de dúvidas, contate o seu revendedor.
A informação de segurança fornecida neste manual não substitui códigos de segurança, necessidades de seguro e leis
nacionais, regionais e locais. Assegure-se de que a sua máquina possui o equipamento adequado em conformidade com
estas normas e regulamentações locais.
A CNH Latin America Ltda. continua a trabalhar para a sua segurança criando retroescavadeiras com uma melhor proteção
e fornecendo regras para um funcionamento seguro.

•• Não se apresse. Caminhe, não corra. •• Use o cinto de segurança, para maximizar a capacidade
•• Os degraus, escadas, passadiços e plataformas sujos de proteção da cabine ou da ROPS. Inspecione diaria-
ou escorregadios podem provocar quedas. Certifique- mente os parafusos de montagem do cinto de seguran-
se de que estas superfícies estejam limpas e sem de- ça e da ROPS, se equipada, de forma a assegurar a sua
tritos. integridade.

•• Use equipamento de proteção, quando apropriado. Ca- •• Não permita a presença de passageiros na máquina ou
pacetes, óculos de proteção, calçado de proteção, luvas, nos implementos.
coletes refletores, respiradores e proteção auditiva são •• Retire todos os objetos soltos guardados na máquina.
exemplos de equipamento que pode ser necessário. •• Retire todos os objetos soltos que não pertençam à má-
•• Certos equipamentos de proteção devem ser substituí- quina e respectivo equipamento.
dos e renovados após determinado tempo de utilização •• Não opere nem efetue a manutenção desta máquina
e devido ao desgaste. Capacetes antigos podem não caso não tenha recebido a formação adequada para o
responder às necessidades originais do utilizador. Ves- efeito. Certifique-se igualmente de que lê e compreende
tuários de proteção desvanecidos e sujos já não ofe- as instruções e os avisos de segurança contidos neste
recerão a visibilidade original pretendida. Consulte as manual.
recomendações do fabricante.

Regras de Segurança – Sistema de Ar Condicionado

•• O sistema de ar condicionado está sob alta pressão. •• Utilize sempre proteção quando trabalhar perto de refri-
Não desligue as linhas. A liberação de alta pressão gerante líquido. O refrigerante pode provocar ferimen-
pode causar ferimentos graves. tos graves na pele e olhos.
•• A manutenção, reparação ou recarga do sistema de ar
condicionado apenas deve ser efetuada por um técnico
de manutenção qualificado.

2 – 2
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Funcionamento Básico

•• Antes de iniciar, verifique sempre a segurança de funcio- •• Certifique-se de que todos os componentes estão em
namento da máquina e da sua utilização em estrada. bom estado e aperte todas as ligações antes de ligar o
•• Certifique-se sempre de que, na área de trabalho, não motor ou de pressurizar o sistema.
há outras pessoas, animais, ferramentas, etc. antes de •• Certifique-se de que todas as coberturas e proteções
começar a utilizar a máquina. estão em bom estado e corretamente instaladas antes
•• Qualquer trabalhador ou outra pessoa que se encontre de operar a máquina. Nunca utilize a máquina sem pro-
dentro da área de trabalho da máquina pode ficar pre- teções. Feche sempre as portas ou os painéis de aces-
so ou ser esmagado por ela ou pelo seu equipamento. so antes de utilizar a máquina.
NÃO permita que ninguém entre na área de trabalho. •• Antes de ligar o motor, certifique-se de que todos os
•• Toque sempre a buzina antes de ligar a máquina. controles de funcionamento estão na posição neutra ou
de bloqueio de estacionamento.
•• Nunca coloque o motor em funcionamento em espaços
fechados, uma vez que poderão acumular-se gases de •• Ligue o motor apenas a partir do banco do operador.
escape perigosos. •• Opere os controles apenas quando estiver sentado no
•• Antes de iniciar a operação, verifique os freios, a direção banco do operador, com exceção dos controles expres-
e outros dispositivo de controle da máquina de acordo samente concebidos para a utilização a partir de outros
com as instruções de manutenção. Verifique todos os pontos.
indicadores ou instrumentos de aviso para se certificar •• Não permita a presença de outros ocupantes na máqui-
de que está tudo funcionando corretamente. Opere to- na ou num implemento.
dos os controles para verificar se estão funcionando •• Opere e conduza a máquina com cuidado e à veloci-
corretamente. Caso seja identifiicado algum problema, dade compatível com as condições locais. Tenha muito
retire a chave e coloque na máquina um aviso para “Não cuidado quando operar em terrenos irregulares, encos-
Utilizar”, até que o problema seja corrigido. tas ou em mudanças de direção.
•• Se ocorrer alguma falha que provoque a perda de con- •• Se a sua máquina tiver uma cabine, certifique-se de que
trole da máquina, tal como na direção, nos freios de ser- todas as janelas se encontram limpas e de que os lim-
viço ou no motor, pare a máquina o mais rapidamente padores de pára-brisas funcionam corretamente.
possível. Certifique-se de que a máquina esteja estacio-
nada em segurança. Retire a chave e coloque na má- •• A existência de pó, nevoeiro, fumaça, etc. poderá dimi-
quina um aviso para “Não Utilizar”, até que o problema nuir a visibilidade e provocar um acidente. Pare a má-
tenha sido corrigido ou que a máquina possa ser rebo- quina ou reduza a velocidade até que possa ter uma
cada de forma segura. boa visibilidade.
•• Compreenda as limitações da máquina e mantenha-a
sob controle.
ADVERTÊNCIA
•• Antes de trabalhar com a máquina à noite, verifique se
Vazamento de fluido! todas as luzes funcionam.
O vazamento de fluido hidráulico ou de diesel sob •• Escolha uma marcha que evite uma velocidade excessi-
pressão pode penetrar na pele e provocar infec- va quando estiver em descidas. Não conduza na trans-
ções ou outros ferimentos. Para evitar ferimentos versal de uma descida.
pessoais: alivie toda a pressão antes de desligar as
linhas de fluidos ou executar trabalhos no sistema •• NÃO tente retirar material de nenhuma parte da máqui-
hidráulico. Antes de aplicar pressão, certifique-se na enquanto esta estiver sendo utilizada ou tiver com-
de que todas as ligações estão apertadas e que to- ponentes em movimento.
dos os componentes estão em bom estado. Nunca
verifique manualmente a existência de vazamentos
sob pressão. Utilize um pedaço de papelão ou ma-
deira para tal. Se sofrer ferimentos causados por
vazamento de fluido, consulte imediatamente o seu
médico.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0178A

2 – 3
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

•• Ao utilizar a retroescavadeira: •• Antes de sair da máquina:


•• Coloque as sapatas estabilizadoras para obter a má- •• Estacione a máquina numa superfície firme e plana.
xima estabilidade. •• Coloque todos os controles na posição neutra ou de
•• Se estiver trabalhando numa área com visibilidade bloqueio de estacionamento.
reduzida, como um prédio, instale uma grade de pro- •• Acione o freio de estacionamento; utilize calços para
teção e sinais de aviso, de forma a manter as outras as rodas, se necessário.
pessoas afastadas da máquina.
•• Baixe para o solo todo o equipamento hidráulico, im-
•• Coloque a alavanca de controle da direção e a trans- plementos ou ferramentas.
missão na posição neutra e acione o freio de esta-
cionamento antes de colocar o banco do operador •• Desligue o motor e retire a chave.
na posição de utilização da retroescavadeira. •• Na improvável eventualidade de o motor ter de perma-
•• Certifique-se de que o banco esteja travado na de- necer em funcionamento sem um operador na cabine,
vida posição. Saiba qual o padrão de controle acio- adote as seguintes precauções:
nado antes de ativar o sistema hidráulico (apenas •• Coloque o motor em marcha lenta.
máquinas com controle piloto).
•• Tenha cuidado ao mover a retroescavadeira comple- ADVERTÊNCIA
tamente para o lado, de forma a evitar o contato com
os estabilizadores. Alguns dos componentes podem continuar a
mover-se depois de desengatar os sistemas de
transmissão.
Certifique-se de que todos os sistemas de trans-
missão estejam totalmente desengatados.
Se estas instruções não forem cumpridas, po-
derão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0113A

Desengate todos os sistemas de transmissão.


•• Coloque a transmissão na posição neutra.
•• Acione o freio de estacionamento.

2 – 4
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Bateria

•• Siga as instruções do fabricante quando armazenar e •• O eletrólito congelado pode provocar a explosão da ba-
manusear baterias. teria. Não carregue uma bateria congelada,.nem utilize
•• Utilize sempre proteção para os olhos quando trabalhar uma bateria congelada como bateria auxiliar para dar a
com uma bateria. partida na máquina. Mantenha sempre a bateria total-
mente carregada para evitar que o eletrólito congele.
•• Não faça faíscas nem tenha uma chama próximo da
bateria.
ADVERTÊNCIA
•• Não solde, esmerile nem fume perto de uma bateria.
Ventile ao carregar ou ao utilizar uma bateria numa área O ácido presente na bateria provoca queimadu-
fechada. ras. As baterias contêm ácido sulfúrico.
•• Ao desligar os terminais da bateria, retire primeiro o Evite o contato com a pele, os olhos ou roupas.
cabo negativo (-), seguido do cabo positivo (+). Ao ligar Antídoto (externo): lave com água em abundân-
os terminais da bateria, ligue primeiro o cabo positivo cia. Antídoto (olhos): lave com água em abun-
(+), seguido do negativo (-). dância durante 15 minutos e procure cuidados
•• Desligue a bateria (ambos os terminais) antes de soldar médicos imediatamente. Antídoto (interno):
em qualquer parte da máquina. Se não o fizer, pode- beba grandes quantidades de água ou leite. Não
rá causar danos em componentes elétricos sensíveis. provoque o vômito. Consulte imediatamente um
Para obter informação sobre mais precauções de solda, médico.
consulte a página 7-7. Se estas instruções não forem cumpridas, po-
•• Ao utilizar baterias auxiliares ou ao ligar cabos de arran- derão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0111A
que para ligar o motor, siga o procedimento apresen-
tado neste manual. NÃO coloque em curto-circuito os
terminais das baterias. •• Mantenha as baterias fora do alcance de crianças e de
•• Quando trabalhar com baterias, lembre-se que todas as outras pessoas não autorizadas.
peças de metal expostas têm corrente. Nunca coloque •• Os terminais da bateria, terminais e acessórios relacio-
objetos de metal entre os terminais, pois podem ocorrer nados contêm chumbo e compostos de chumbo. Lave
faíscas, curto-circuitos, explosões ou ferimentos. as mãos quando terminar o trabalho.

Regras de Segurança – Segurança Durante uma Trovoada

•• Não utilize a máquina se estiver trovejando. •• Se começar a trovejar durante a operação, permane-
•• Se estiver no solo quando começar a trovejar, mante- ça na cabine. Não saia da cabine ou da plataforma do
nha-se afastado da máquina e do equipamento. Procu- operador. Não toque no solo ou em objetos fora da má-
re um abrigo numa estrutura permanente e protegida. quina.

2 – 5
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Prevenção de Incêndios ou Explosões

•• Vazamentos de combustível ou de óleo sobre superfí- •• Se a máquina tiver um vazamento de fluido hidráulico,
cies quentes ou sobre componentes elétricos, podem de óleo ou de combustível, repare sempre o vazamento
provocar um incêndio. e limpe a área antes de utilizar a máquina.
•• As faíscas do sistema elétrico ou do sistema de esca- •• Mantenha o sistema de arrefecimento limpo e mante-
pe podem provocar uma explosão e incêndio. Antes de nha o nível correto do líquido de arrefecimento.
operar a máquina numa área com pó ou vapores infla- •• Não guarde panos com óleo ou outros materiais infla-
máveis, faça uso de ventilação para eliminar o pó ou os máveis na máquina.
vapores inflamáveis.
•• Inspecione o sistema elétrico em busca de ligações sol-
•• O combustível do motor pode causar uma explosão ou tas ou de isolamentos desgastados. Repare ou substi-
incêndio. Não abasteça o reservatório de combustível tua as peças soltas ou danificadas.
com o motor em funcionamento, se estiver próximo de
uma chama, se estiver soldando ou fumando, etc. •• Investigue imediatamente quaisquer cheiros ou odores
estranhos que possam ser emitidos durante o funciona-
•• Não solde ou corte a quente quaisquer itens que con- mento da máquina.
tenham materiais inflamáveis. Limpe cuidadosamente
os itens com um solvente não inflamável antes de os •• Caso solde, esmerile ou utilize um maçarico de corte
soldar ou cortar a quente. na máquina:

•• Tenha sempre um extintor na máquina ou próximo dela. •• Limpe a área a ser reparada.
Certifique-se de que a manutenção do(s) extintor(es) •• Desligue ou isole o controlador do sistema de trans-
seja feita de acordo com as instruções do fabricante. missão.
•• Se um extintor tiver sido utilizado, recarregue-o ou •• Mantenha o cabo de ligação à terra do soldador o
substitua-o sempre antes de operar a máquina. mais próximo possível da área de trabalho.
•• Não exponha a máquina a chamas, materiais inflamá- •• Faíscas ou chamas podem provocar a explosão do hi-
veis ou explosivos. drogénio da bateria. Para prevenir uma explosão:
•• Pelo menos uma vez por dia e ao fim do dia, remova todo •• Ligue o cabo negativo da bateria (-) em último lugar.
o lixo e resíduos da máquina, especialmente ao redor dos •• Ao ligar cabos auxiliares de partida para ligar o mo-
componentes quentes, como o motor, a transmissão, o tor, siga o procedimento apresentado neste manual.
escape, a bateria, etc. Poderá ser necessário fazer uma
limpeza mais frequente da máquina, dependendo do am- •• Não provoque curto-circuito dos terminais da bateria
biente e condições de trabalho. com itens metálicos.

•• Pelo menos uma vez por dia, remova os detritos acu- •• Não solde, esmerile nem fume perto da bateria.
mulados ao redor dos componentes móveis, como ro-
lamentos, polias, correias, engrenagens, etc. Poderá
ser necessário fazer uma limpeza mais frequente da
máquina, dependendo do ambiente e das condições de
trabalho.

2 – 6
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Precauções com o Manuseio de Combustível

•• Não fume nem permita a presença de chamas expostas •• Aperte bem a tampa do bocal do reservatório de com-
enquanto estiver enchendo o reservatório de combustí- bustível. Se a tampa do reservatório de combustível for
vel ou durante operações de enchimento. perdido, substitua-o apenas por um novo que seja uma
•• Não encha o reservatório de combustível até à sua ca- peça original aprovada pelo fabricante. A utilização de
pacidade máxima. Conte sempre com um espaço para uma tampa não aprovada sem a ventilação adequada
a expansão. pode causar a pressurização do reservatório.

•• Limpe combustível derramado imediatamente e des- •• Nunca use o combustível como agente de limpeza.
carte o material contaminado, respeitando as regras de •• Use o combustível de classificação correta para a esta-
proteção do meio ambiente. ção do ano em que estiver trabalhando.

Regras de Segurança – Produtos Químicos Perigosos

•• Se ficar exposto ou entrar em contato com produtos quí- •• Elimine todos os líquidos, filtros e recipientes respeitan-
micos perigosos, pode ficar gravemente ferido. Os flui- do as regras de proteção do meio ambiente, de acordo
dos, os lubrificantes, as tintas, as colas, os líquidos de com as leis e regulamentações locais. Informe-se junto
arrefecimento, etc., necessários para o funcionamento de uma organização ambiental e centros de reciclagem
da máquina podem ser perigosos. Podem ser atrativos locais ou do seu revendedor sobre o método correto de
e nocivos para animais domésticos, bem como para hu- eliminação.
manos. •• Armazene os líquidos e o filtro de acordo com as regula-
•• As folhas com dados sobre a segurança dos materiais mentações e leis locais. Utilize apenas recipientes apro-
(MSDS) fornecem informações sobre as substâncias priados para o armazenamento de produtos químicos
químicas contidas num produto, procedimentos de se- ou de substâncias petroquímicas.
gurança, medidas de primeiros socorros e procedimen- •• Mantenha-os fora do alcance de crianças e de outras
tos a adotar em caso de acontecer um vazamento ou pessoas não autorizadas.
liberação acidental. As MSDS estão disponíveis no seu
revendedor.
•• Antes de proceder à manutenção da máquina, verifique
as folhas MSDS relativas a cada lubrificante, líquido, etc.,
utilizado na máquina. Esta informação indica os riscos
associados e ajudam-no a realizar operações de manu-
tenção na máquina de forma segura. Ao realizar traba-
lhos de manutenção na máquina, siga as informações
nas folhas MSDS e nas embalagens do fabricante, assim
como a informação constante neste manual.

2 – 7
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Levantamento de Cargas e Cargas Suspensas

•• Nunca levante cargas que superem a capacidade da •• As caçambas, forquilhas, etc. ou outro equipamento de
máquina. elevação, de manuseamento ou de escavação e a res-
•• Transporte as cargas nas posições recomendadas para pectiva carga irão modificar o centro de gravidade da
obter a estabilidade máxima. máquina. Isto pode fazer com que a máquina se incline
em encostas ou pisos desnivelados.
•• Nunca utilize caçambas, forquilhas, etc. ou outros im-
plementos de elevação, de manuseio ou de escavação •• Os equipamentos carregados podem cair da caçamba
para elevar pessoas. ou do equipamento de elevação e esmagar o operador.
Deve-se ter cuidado ao levantar cargas. Utilize equipa-
•• Não utilize o implemento levantado como plataforma de mento de elevação adequado.
trabalho.
•• Use os lastros e contrapesos recomendados para a má-
•• Conheça toda a área de movimentação da máquina e quina.
do implemento e não entre nem permita que ninguém
entre na área de movimentação enquanto a máquina •• Não eleve a carga mais do que o necessário. Desça
estiver em funcionamento. as cargas quando estiver transportando. Lembre-se de
deixar a folga adequada para o solo ou outros obstá-
•• Nunca entre nem permita que ninguém entre na área culos.
sob implemento levantado. O implemento e/ou as car-
gas podem cair inesperadamente e esmagar as pesso- •• O implemento e as respectivas cargas podem bloquear
as que estejam por baixo. a visibilidade e provocar um acidente. Não opere a má-
quina com visibilidade insuficiente.
•• Não deixe o implemento numa posição elevada enquan-
to estiver estacionado ou durante a manutenção, a não
ser que este esteja apoiado com segurança. Os cilin-
dros hidráulicos devem ser bloqueados ou suportados
mecanicamente, caso sejam deixados numa posição
elevada para manutenção ou acesso.

2 – 8
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Precauções de Manutenção

•• Mantenha a área utilizada para reparar a máquina limpa •• A remoção incorreta das tampas do líquido de arrefe-
e seca. Limpeza de líquidos derramados. cimento poderá provocar queimaduras. O sistema de
•• Realize os trabalhos de manutenção da máquina numa arrefecimento funciona sob pressão. Poderá espirrar
superfície firme e nivelada. líquido de arrefecimento quente caso seja removida
uma tampa enquanto o sistema estiver quente. Deixe
•• Não tente efetuar trabalhos de manutenção a menos o sistema arrefecer antes de remover a tampa. Ao re-
que tenha recebido a devida formação. tirar uma tampa, gire-a lentamente de forma a permitir
•• Consulte os manuais e procure o auxílio de técnicos de que a pressão escape antes de retirar completamente
manutenção devidamente qualificados. a tampa.
•• Use óculos de proteção e outros equipamentos de se- •• O motor, a transmissão, os componentes do escape e
gurança necessários quando efetuar trabalhos de ma- as tubulações hidráulicas podem aquecer durante o fun-
nutenção na máquina. cionamento. Tenha cuidado quando efetuar manutenção
•• Use luvas para proteger as suas mãos quando manu- nesses componentes. Deixe as superfícies esfriarem
sear cabos. antes de manusear ou desligar componentes quentes.
Use equipamento de proteção quando apropriado.
•• Desligue as baterias antes de efetuar qualquer opera-
ção no sistema elétrico. Conheça as consequências de •• O contato prolongado com fluido hidráulico pode pro-
desligar qualquer dispositivo eletrônico ou qualquer dis- vocar ferimentos na pele. Evite o contato prolongado e
positivo de informática. lave imediatamente a pele com sabão e água no ponto
de contato com o fluido.
•• Não tente limpar, lubrificar, desbloquear obstruções ou
fazer ajustes à máquina enquanto esta estiver em movi- •• Ao efetuar a substituição de pinos endurecidos, use um
mento ou enquanto o motor estiver funcionando. mandril de latão ou um outro material adequado entre o
martelo e o pino.
•• Caso seja necessário que o motor esteja ligado para
que determinados ajustes possam ser feitos, coloque a •• Quando soldar, siga as instruções deste manual. Desli-
transmissão na posição neutra, acione o freio de esta- gue sempre a bateria antes de efetuar uma operação de
cionamento, coloque o implemento numa posição segu- solda na máquina. Lave sempre as mãos após manuse-
ra, bloqueie as rodas de forma segura e proceda com ar componentes da bateria.
muito cuidado. •• Mantenha os freios e sistemas de direção em boas con-
•• Os cilindros hidráulicos não suportados podem perder dições de funcionamento.
pressão e deixar cair o implemento, provocando perigo •• Substitua todos os decalques de segurança danifica-
de esmagamento. Não deixe o implemento numa posi- dos, perdidos ou ilegíveis. Mantenha todos os sinais de
ção elevada enquanto estiver estacionado ou durante segurança limpos.
a manutenção, a não ser que este esteja apoiado com •• Volte a instalar as coberturas e proteções depois de re-
segurança. alizar trabalhos de manutenção na máquina.
•• Desligue o motor, retire a chave e alivie a pressão antes •• Feche todas as portas de acesso e instale todos os
de ligar ou desligar linhas de fluido. painéis depois de realizar trabalhos de manutenção na
•• Desligue o motor e retire a chave antes de ligar ou des- máquina.
ligar componentes elétricos. •• Certifique-se sempre de que, na área de trabalho, não
•• Substitua os tubos, mangueiras, cabeamento elétrico, se encontram ferramentas, peças, outras pessoas e
etc. que estejam danificados ou gastos. animais domésticos, antes de começar a utilizar a má-
quina.

2 – 9
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Subida e Descida da Máquina

•• Coloque-se de frente para a máquina durante a opera- •• Não utilize o volante ou outros controles ou acessórios
ção de subida e descida. como suporte para entrar ou sair da cabine ou da plata-
•• Suba ou desça da máquina apenas em locais que te- forma do operador.
nham corrimão, degraus ou escadas. •• Certifique-se de que as escadas e plataformas são man-
•• Mantenha três pontos de contato com os degraus, es- tidas limpas, sem detritos ou substâncias estranhas. As
cadas e corrimãos. superfícies escorregadias podem provocar ferimentos.

•• Nunca salte para fora da máquina.


•• Nunca suba ou desça da máquina com a máquina em
movimento.

Regras de Segurança – Precauções do Operador

•• O contato prolongado com fluido hidráulico pode pro- •• Use equipamento de proteção, quando apropriado. Ca-
vocar ferimentos da pele. Evite o contato prolongado e pacetes, óculos de proteção, calçado de proteção, luvas,
lave imediatamente a pele com sabão e água no ponto coletes reflectores, respiradores e proteção auditiva são
de contato com o líquido. exemplos de equipamento que pode ser necessário.
•• Conheça e compreenda os padrões de fluxo de tráfego •• Percorra a área de trabalho antes de começar e pro-
do local de trabalho e obedeça à pessoa responsável cure perigos. Assinale e evite quaisquer perigos e obs-
pela sinalização, aos sinais da estrada e à pessoa com truções, tais como valas, linhas subterrâneas, árvores,
sinalizadores. penhascos, linhas elétricas suspensas ou áreas onde
•• Conheça e use os sinais de mão necessários para traba- haja risco de deslizamento.
lhos específicos que irá realizar e saiba quem será o res- •• Não opere a máquina se não se sentir bem. Isto pode
ponsável por fazer os sinais. Consulte a página 2-32. ser perigoso para si e para as pessoas à sua volta.
•• Conheça e compreenda que as condições do local de •• Não opere a máquina sob o efeito de álcool, drogas ou
trabalho podem mudar no intervalo de horas ou de mi- se estiver debilitado.
nutos. Montes de terra, resíduos ou obstruções podem •• É da responsabilidade do empregador informar o ope-
mudar desde o momento em que iniciou os trabalhos. rador sobre a operação segura e correta de todo o equi-
É de sua responsabilidade monitorizar as mudanças e pamento operacional. Tanto o empregador como o em-
manter a máquina, as ferramentas e os implementos, pregado deverão estar familiarizados com o presente
etc., a uma distância segura. manual.
•• Mantenha-se afastado de peças móveis. Roupas lar-
gas, jóias, relógios, cabelos longos e outros itens soltos
ou pendentes podem ficar presos nas peças móveis.

2 – 10
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Precauções Específicas para esta Máquina

•• Mantenha a carga ou o implemento tão baixas quanto •• Libere toda a pressão hidráulica antes de efetuar opera-
possível enquanto estiver movendo a máquina no local ções de manutenção na máquina.
de trabalho. •• Deve saber quais os circuitos que têm acumuladores e
•• Ajuste a janela traseira antes de ativar o sistema hidráu- como liberar devidamente a pressão.
lico da retroescavadeira. A janela traseira pode entrar •• Ao efetuar operações de manutenção na máquina com
em contato com a alavanca de controle. os braços elevados, utilize sempre a escora de apoio do
•• As máquinas com controle piloto estão equipadas com braço de elevação.
dois padrões de controle da retroescavadeira. Deve sa-
ber qual o padrão em que se encontra a máquina antes
de a utilizar (ativar o sistema hidráulico).

Regras de Segurança – Precauções de Transporte

•• Cumpra com as leis e regulamentos locais. •• Bloquear os pedais de freios em conjunto antes de con-
•• Utilize iluminação adequada, conforme definido por re- duzir em estrada para permitir a aplicação equilibrada
gulamentos locais. Recomenda-se a utilização de um dos freios.
sinal luminoso rotativo. •• Levante os implementos a uma altura suficiente do solo
•• Certifique-se de que o símbolo de veículo em baixa ve- para evitar contatos acidentais com a estrada.
locidade (SMV) e/ou o símbolo de indicador de veloci- •• Tenha cuidado com estruturas ou cabos elétricos sus-
dade (SIS) se encontram visíveis. pensos, e certifique-se de que a máquina e/ou os im-
•• Nunca transporte a máquina sem antes colocar a retro- plementos podem passar por debaixo deles de forma
escavadeira na posição de transporte e instalar o pino segura.
de bloqueio de giro. •• A velocidade de deslocamento deve permitir que seja
•• Os procedimentos de reboque incorretos podem provo- mantido o controle e a estabilidade totais da máquina.
car acidentes. Quando rebocar uma máquina avariada, •• Reduza a velocidade e sinalize antes de mudar de di-
siga o procedimento descrito neste manual. Utilize ape- reção.
nas barras de reboque rígidas. •• Encoste próximo à guia, para deixar passar o trânsito
•• Quando for absolutamente necessário rebocar a máqui- mais rápido.
na, não exceda a velocidade de reboque recomenda- •• Use uma barra de tração e/ou um ponto de engate apro-
da. vado (se equipado), caso utilize a sua máquina para re-
•• Certifique-se de que a máquina de reboque tem capaci- bocar outra máquina. Se usar um cabo ou uma corrente,
dade de frenagem suficiente para parar a carga reboca- mantenha as pessoas afastadas da linha de reboque.
da. Se não for possível frear a máquina rebocada, de- •• Siga o procedimento de reboque correto para equipa-
verá ser utilizada uma barra de reboque ou dois carros mento com ou sem freios.
de reboque – um à frente para puxar e outro atrás para
funcionar como freio. Evite rebocar longas distâncias.

2 – 11
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Precauções com Redes de Serviços

•• Durante a operação, é provável que tenha de trabalhar •• Certifique-se de que a máquina tem espaço suficiente
perto de redes subterrâneas de serviços que poderão para passar em todas as direções. Tenha especial cui-
incluir, mas não se limitar a: dado com linhas de eletricidade e obstáculos suspen-
•• Rede de eletricidade sos. As linhas de alta tensão podem requerer um espa-
ço significativo por motivos de segurança. Contate as
•• Rede de gás autoridades ou serviços locais para obter as distâncias
•• Rede de água de segurança em relação às linhas de eletricidade de
•• Rede de comunicações – telefone ou televisão por alta tensão.
cabo •• Recolha componentes elevados ou estendidos, se ne-
•• Rede de esgotos cessário. Remova ou baixe antenas de rádio ou outros
acessórios. Caso ocorra contato entre a máquina e uma
•• Ao escavar ou utilizar equipamento que atua sobre o fonte de energia elétrica:
solo, tenha cuidado com cabos enterrados e outros ser-
viços. Contate as autoridades ou os responsáveis pelas •• Pare imediatamente o movimento da máquina.
redes de serviços locais, conforme adequado, para de- •• Acione o freio de estacionamento, desligue o motor
terminar a localização dos serviços. e retire a chave.
•• Depois de localizar as redes subterrâneas de serviços, •• Verifique se pode sair com segurança da cabine ou
escave cuidadosamente um buraco com a mão e/ou da sua atual posição sem que exista contato com os
com equipamento de sucção automático junto às redes cabos elétricos. Se tal não for possível, permaneça
de serviços para verificar as respectivas localizações e na posição atual e peça ajuda. Se conseguir sair da
profundidades. sua posição sem tocar nas linhas, salte da máquina
•• Quando aplicável, conheça o código de cores dos ser- para garantir não fazer contato com o solo e a má-
viços. quina ao mesmo tempo.
•• Não permita que ninguém toque na máquina até que
Eletricidade Vermelho seja cortada a alimentação das linhas de eletricidade.
Gás, óleo ou petróleo Amarelo
Comunicações, telefone, televisão Cor-de-laranja
Água Azul
Esgotos Verde / Castanho
Escavação proposta Branco
Levantamento topográfico Cor-de-rosa
Recuperação de águas e lamas Roxo

2 – 12
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Regras de Segurança – Rodas e Pneus

•• Os pneus são pesados. O manuseamento de pneus


PERIGO sem o equipamento adequado poderá causar ferimen-
tos graves ou morte.
Perigo de explosão!
•• Certifique-se de que os pneus estão devidamente
Efetuar uma operação de solda na roda pode criar cheios. Não exceda a carga ou pressão recomendada.
uma mistura explosiva de ar e gás. A remoção do ar Siga as instruções neste manual relativas à insuflação
do pneu ou o desaperto do pneu da roda (quebrando correta dos pneus.
o talão) NÃO eliminará o perigo. Remova SEMPRE
o pneu completamente da roda antes de qualquer •• Recorra a um técnico especializado para efetuar a ma-
operação de solda. nutenção dos pneus e rodas. Se um pneu perdeu toda
a pressão, leve o pneu e a roda a uma oficina de pneus
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ou ao seu revendedor para reparação. A separação ex-
ocorrer ferimentos graves ou morte. plosiva do pneu pode causar ferimentos graves.
D0033A

2 – 13
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Ferro Fundido
Antes de soldar, cortar ou perfurar qualquer peça desta máquina, certifique-se de que essa peça não é fundida em ferro
fundido. Contate o seu revendedor se não souber se uma peça é fundida em ferro fundido. As seguintes peças são fundidas
em ferro fundido:
•• barra da direção para tração em duas rodas
•• tirantes de descarga
•• eixo dianteiro
•• estabilizadores
•• braço extensível
•• torre oscilante
•• ligação da caçamba
A modificação não autorizada de peças fundidas em ferro fundido pode causar ferimentos ou morte. A solda, o corte e a
perfuração podem fazer com que a fundição em ferro fundido quebre. Não solde, corte nem perfure peças fundidas em ferro
fundido desta máquina para reparar ou prender outros itens.

Estrutura de Proteção do Operador

PERIGO
Perigo de esmagamento!
NÃO opere a máquina com a estrutura de proteção contra capotamento (ROPS – Roll-Over Protective Structure)
removida. Retire a ROPS unicamente para efeitos de manutenção ou substituição de peças.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
D0032A

A sua máquina está equipada com uma cabine ou capota com estrutura de proteção contra capotamento (ROPS).
Existe uma etiqueta ROPS afixada na estrutura de proteção que apresenta o PIN da ROPS, peso bruto, aprovação, regu-
lamento e números de modelo da máquina.
A estrutura de proteção é um componente especial de segurança da sua máquina.
NÃO ligue qualquer dispositivo à estrutura de proteção para fins de reboque. NÃO faça orifícios na estrutura de proteção.
Depois de um acidente, incêndio, tombamento ou capotamento, o procedimento seguinte TEM de se efetuado por um téc-
nico qualificado, antes de colocar a máquina no campo ou local de trabalho:
•• A estrutura de proteção TEM de ser substituída.
•• A montagem ou suspensão da estrutura de proteção, do assento do operador e respectiva suspensão, do cinto de
segurança e componentes de montagem e dos cabos dentro da estrutura de proteção TÊM de ser cuidadosamente
inspecionados quanto à existência de danos.
•• Todas as peças danificadas TÊM de ser substituídas.
NÃO SOLDE, PERFURE NEM TENTE RETIFICAR OU CONSERTAR A ESTRUTURA DE PROTEÇÃO. QUALQUER MO-
DIFICAÇÃO PODE REDUZIR A INTEGRIDADE ESTRUTURAL, O QUE PODE CAUSAR MORTE OU LESÕES GRAVES
NO CASO DE INCÊNDIO, TOMBAMENTO, CAPOTAMENTO, COLISÃO OU ACIDENTE.
Os cintos de segurança fazem parte do sistema de proteção e devem ser sempre utilizados. Para o sistema de proteção
funcionar, o operador tem de se encontrar seguro no banco no interior da estrutura.

2 – 14
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Cinto de Segurança

ADVERTÊNCIA
Perigo de capotamento!
Aperte bem o cinto de segurança. A sua máquina está equipada com uma cabine ROPS, uma capota ROPS ou
uma estrutura ROPS para sua proteção. O cinto de segurança pode ajudar a garantir a sua segurança, se a res-
pectiva utilização e manutenção forem corretas. Nunca utilize um cinto de segurança solto ou com folga.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0143A

Os cintos de segurança devem ser sempre utilizados.


•• Mantenha os cintos de segurança em boas condições.
•• Mantenha bordas cortantes e outros objetos que possam causar danos afastados dos cintos de segurança.
•• Verifique periodicamente se os cintos de segurança, as fivelas, os retratores, as travas, o sistema tensor e os parafusos
de montagem apresentam danos.
•• Substitua todas as peças que apresentem danos ou desgaste.
•• Substitua todos os cintos que apresentem cortes que diminuam a eficácia do cinto.
•• Certifique-se de que os parafusos estão bem apertados no suporte do banco ou na estrutura de montagem.
•• Se o cinto estiver preso ao banco, certifique-se de que os suportes do banco estejam bem montados.
•• Mantenha os cintos de segurança limpos e secos.
•• Limpe os cintos apenas com uma solução de água morna e sabão.
•• Não utilize alvejante nem tinta nos cintos, uma vez que isso poderá enfraquecê-los.

Apertar / afrouxar:
1. Puxe a tira direita do cinto do retrator.
2. Insira a extremidade de metal no mecanismo de bloqueio
no lado esquerdo do banco.

1 RCPH10TLB155AAF

3. Para afrouxar, pressione o botão vermelho no mecanismo


de bloqueio. O cinto de segurança retrair-se-á automatica-
mente.

2 RCPH10TLB156AAF

2 – 15
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Decalques de segurança
Certifique-se de ter lido todos os decalques de segurança e informativos. Os decalques destinam-se à sua segurança pes-
soal, bem como à de quem trabalha consigo. Acompanhado deste manual, dê uma volta ao redor da máquina e anote o
conteúdo e a localização dos decalques. Reveja os decalques com todos os operadores de máquina.
NOTA: Algumas localizações de decalques poderão variar ligeiramente, de acordo com os diferentes modelos e configurações.
É da responsabilidade do proprietário / operador manter os decalques legíveis. Quando limpar os decalques, utilize apenas
um pano, água e sabão. Não utilize solventes, gasolina, etc.
Deve substituir um decalque se este estiver danificado, em falta ou ilegível. Se um decalque estiver numa peça a ser subs-
tituída, certifique-se de que o decalque seja colocado na nova peça. O números de peça estão no decalque. Contate o seu
revendedor para obter decalques novos.

Instruções para o operador


Console dianteiro

1 RCPH10TLB190AAF

Máquinas sem controle de condução

2 87595724

Máquinas com controle de condução

3 87595725

2 – 16
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Leia o manual de operador


Console do lado direito

4 RCPH10TLB151AAF2 5 148554A1

2 – 17
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Perigo de explosão e atropelamento, partida auxiliar


Compartimento da bateria / degrau do operador, lado direito

6 RCPH10TLB426AAF

7 87413688

Chassis, interior, lado direito

8 RCPH10TLB094AAF

9 87413688

2 – 18
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Não dar a partida com marchas engrenadas / dar a partida apenas sentado no banco do
operador
Chassis, interior, lado direito

10 RCPH10TLB094AAF 11 147114A1

Perigo de emaranhamento
Estrutura do chassis, lado esquerdo

12 RCPH10TLB327AAF 13 87413685

Estrutura do chassis, lado direito

14 RCPH10TLB129AAF 15 87413685

2 – 19
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Perigo de líquido quente sob pressão


Estrutura do chassis, lado esquerdo

16 RCPH10TLB327AAF

17 87413683

2 – 20
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Não saltar / utilizar o cinto de segurança


Pilar C, também no pilar A (não apresentado)

18 RCPH10TLB335AAF

19 124273A1

Não lavar / localização do duto de admissão de ar e filtro do ar condicionado


Cobertura ROPS / estrutura da cabine, exterior, sobre o operador

20 RCPH10TLB323AAF_B 21 CNH_84580949_BRA

2 – 21
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Não modifique o ROPS ou o FOPS


Cobertura ROPS / estrutura da cabine, exterior, sobre o operador

22 RCPH10TLB323AAF 23 84600740

Perigo de esmagamento, braço da carregadeira


Escora de apoio para o braço de elevação da carregadeira

24 RCPH10TLB114AAF 25 87413674

Estrutura, lado direito, sob o braço de elevação da carregadeira

26 RCPH10TLB095AAF 27 87413676

2 – 22
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Perigo de esmagamento, capotamento


Coluna de controle da retroescavadeira, controle mecânico

28 RCPH10TLB128AAF 29 87413692

Torre de controle da retroescavadeira do lado esquerdo, controle piloto

30 RCPH10TLB135AAF

31 84149131

2 – 23
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Perigo de esmagamento, retroescavadeira


Estrutura traseira, exterior da cabine, lado esquerdo

32 RCPH10TLB170AAF

33 87592654

2 – 24
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Perigo de esmagamento, controle de giro por pedais


Suporte de fixação dos pedais de giro da lança.

34 RCPH10TLB999AAA

35 84149987

2 – 25
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Perigo de esmagamento, nivelador da caçamba


Na alavanca de controle da carregadeira.

36 8426105806E330

37 84149986

2 – 26
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Não pisar / não é uma saída


NOTA: Apenas máquinas com cobertura ROPS.
Estrutura traseira, um de cada lado

38 RCPH10TLB127AAF

39 87595723

2 – 27
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Opere a retroescavadeira apenas sentado no banco do operador


Torre de controle da retroescavadeira, controle mecânico, com braço standard

40 RCPH10TLB128AAF 41 147675A1

Torre de controle da retroescavadeira, controle mecânico, com braço extensível

42 RCPH10TLB175AAF 43 147679A1

2 – 28
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Freio de estacionamento
Console do lado direito

44 RCPH10TLB151AAF2

45 84139361

Dois padrões de controle de retroescavadeira


NOTA: Apenas máquinas com controle piloto.
Torre de controle da retroescavadeira, lado direito

46 RCPH10TLB137AAF 47 84149988

2 – 29
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Antes de ajustar as janelas traseiras


NOTA: Apenas máquinas com controle piloto.
Estrutura traseira, lado esquerdo

48 RCPH10TLB121AAF

49 87595756

Estrutura traseira, lado direito

50 RCPH10TLB122AAF

51 87595756

2 – 30
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Aviso “Não operar”


Antes de começar a realizar a manutenção da máquina, coloque um aviso “Não Utilizar” na máquina. Coloque o aviso numa
área em que fique facilmente visível.

NÃO REMOVA NÃO


ESTA ETIQUETA OPERAR

VER O
Razão:

OUTRO LADO

CASE BRASIL & CIA

Código CASE:
147783A1 Assinatura:

52 147783A1

Aviso “Não operar”


Antes de começar a realizar a manutenção da máquina, coloque um aviso “Não Utilizar” na máquina. Coloque o aviso
numa

2 – 31
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Sinais de mão
Quando trabalhar com a máquina, não tente realizar tarefas que exijam um controle apertado nem trabalhar em áreas onde
a visibilidade é limitada, sem pedir a assistência de uma pessoa para efeitos de sinalização. Certifique-se de que tanto você
como a pessoa responsável pela sinalização compreendem os sinais que vão ser utilizados.

Ligue o motor Desligue o motor

53 RCIL09TLB011BAF 56 RCIL09TLB023BAF

Afaste-se de mim Aproxime-se em minha direção


Acenar com as mãos para a frente e para trás com as pal- Acenar com as mãos para a frente e para trás com as pal-
mas das mãos voltadas para fora. mas das mãos voltadas para dentro.

54 RCIL09TLB006BAF 57 RCIL09TLB005BAF

Movimente-se esta distância Parar tudo

55 RCIL09TLB009BAF 58 RCIL09TLB007BAF

2 – 32
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Parar Parada de emergência


Acenar com uma mão para trás e para a frente. Acenar com ambas as mãos para trás e para a frente.

59 RCIL09TLB019BAF 62 RCIL09TLB024BAF

Baixar a carga ou a caçamba Subir a carga ou a caçamba

60 RCIL09TLB021BAF 63 RCIL09TLB020BAF

Baixar lentamente a carga ou a caçamba Subir lentamente a carga ou a caçamba

61 RCIL09TLB022BAF 64 RCIL09TLB008BAF

2 – 33
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Virar a máquina para a esquerda Virar a máquina para a direita


Para parar o movimento da máquina, parar de mover a mão Para parar o movimento da máquina, parar de mover a mão
e colocá-la em forma de punho. e colocá-la em forma de punho.

65 RCIL09TLB015BAF 68 RCIL09TLB016BAF

Esvaziar a caçamba da carregadeira Fechar a caçamba da carregadeira

66 RCIL09TLB003BAF 69 RCIL09TLB004BAF

Descer a lança da retroescavadeira Subir a lança da retroescavadeira

67 RCIL09TLB012BAF 70 RCIL09TLB010BAF

2 – 34
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

Entrada do braço da retroescavadeira Saída do braço da retroescavadeira

71 RCIL09TLB014BAF 74 RCIL09TLB017BAF

Esvaziar a caçamba da Escavar com a caçamba da


retroescavadeira retroescavadeira

72 RCIL09TLB018BAF 75 RCIL09TLB013BAF

Retrair o braço telescópico (HED), Estender o braço telescópico


se instalado (HED), se instalado

73 RCIL09TLB002BAF 76 RCIL09TLB001BAF

2 – 35
2 – INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

NOTAS

2 – 36
3. INSTRUMENTOS E CONTROLES
ACESSO AO POSTO DO OPERADOR
Acesso à máquina
Coloque-se de frente para a máquina durante a operação de
entrada e saída ao posto do operador.
Não utilize o volante ou outros controles ou implementos como
suporte para entrar ou sair da cabine ou da plataforma do ope-
rador. Empurre a alavanca do trinco da porta para baixo para
abrir a porta.

1 RCPH10TLB333AAF

3 – 1
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

ASSENTO do OPERADOR
Assento com Suspensão Mecânica
ADVERTÊNCIA
Um movimento súbito da máquina ou um acidente com a mesma podem causar lesões ou morte.
Afivele sempre o cinto de segurança e ajuste o assento antes de dar partida ao motor.
SB053

6
5
5

1
4 1 4

2
3

2 RCPH10TDSC09316 / RCPH10TDSC09318

5. CONTROLE DA ALTURA 8. CONTROLE DA PRESSÃO DA MOLA


6. CONTROLE PARA FRENTE / PARA TRÁS 9. CONTROLE DE INCLINAÇÃO DO ENCOSTO
7. CONTROLE DE GIRO 10. CINTO DE SEGURANÇA

Controle da Altura:
A altura do assento pode ser ajustada em duas posições atra-
vés das alavancas de ajuste de altura situadas na lateral es-
querda do conjunto. Puxe para cima a alavanca traseira, para
elevar a parte traseira do assento; puxe para cima a alavanca
dianteira para elevar a parte dianteira do assento. As alavan-
cas retornam a posição original quando liberadas. Para retor- 1
nar à posição inferior, force o assento com seu peso e puxe
1
novamente as alavancas para cima. O mecanismo retornará a
posição inferior.

3 RCPH10TDSC09318

3 – 2
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controle para Frente / para Trás:


A posição longitudinal do assento pode ser ajustada continua-
mente através da alavanca de ajuste frente / trás. Puxe a ala-
vanca para cima e deslize o assento até a posição desejada.
Ao liberar a alavanca ela retornará à posição de travamento.
Certifique-se de que o assento ficou firmemente travado na po-
sição ajustada antes de trabalhar com máquina.

4 RCPH10TDSC09318

Controle de Giro:
O assento pode ser girado 360° para passar da posição de
condução ou operação da carregadeira para a posição de ope-
ração da retroescavadeira. Puxe a alavanca de giro na direção
da parte dianteira do assento para girá-lo. Solte a alavanca
para travar o assento na posição desejada. Certifique-se de
que o assento esteja firmemente travado antes de trabalhar
com a máquina.

5 RCPH10TDSC09316

Controle da Pressão da Mola:


Gire o seletor no sentido horário para aumentar a rigidez da
mola do assento. Gire o seletor no sentido anti-horário para di-
minuir a rigidez da mola do assento. Ajuste a pressão da mola
de forma a trabalhar confortavelmente com a máquina.

6 RCPH10TDSC09322

Controle de Inclinação do Encosto:


Gire o seletor no sentido horário para inclinar o encosto para 5
trás. Gire o seletor no sentido anti-horário para inclinar o en-
costo para frente. Ajuste a inclinação do encosto de forma a
trabalhar confortavelmente com a máquina.

7 RCPH10TDSC09322

3 – 3
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

CONTROLES DIANTEIROS
Console Dianteiro – Painel de Interruptores Esquerdo
Limpador de pára-brisas dianteiro:
Interruptor basculante de três posições. Pressione
uma vez o símbolo (centro) para colocar o limpador de
pára-brisas dianteiro na velocidade baixa. Pressione
novamente o símbolo para colocar o limpador de pára-brisas
dianteiro na velocidade alta. Pressione totalmente a extremida-
de oposta para desligar o limpador de párabrisas dianteiro.

8 RCPH10TLB340AAF

Lavador de pára-brisas dianteiro:


Pressione e mantenha pressionada a extremidade do
símbolo do interruptor basculante para acionar o lava-
dor de párabrisas dianteiro. Libere para parar o lavador
de pára-brisas dianteiro.

9 RCPH10TLB340AAF

Acoplamento rápido da carregadeira (se equipado):


Pressione o símbolo do lado esquerdo do interruptor
basculante para desligar o acoplamento.

Pressione o símbolo do lado direito para ligar (aco-


plar) o implemento.

10 RCPH10TLB340AAF

3 – 4
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Console Dianteiro – Painel de Interruptores Direito


Luzes de trabalho dianteiras:
Pressione a extremidade do símbolo do interruptor
basculante para ligar as luzes de trabalho dianteiras.
Pressione a extremidade oposta para desligar as lu-
zes de trabalho dianteiras.

11 RCPH10TLB338AAF

Luzes de advertência:
Pressione a extremidade do símbolo do interruptor
basculante para ligar as luzes (intermitentes) de ad-
vertência. Pressione a extremidade oposta para desli-
gar as luzes de advertência.

12 RCPH10TLB338AAF

Luz rotativa (se equipado):


Pressione a extremidade do símbolo do interruptor
basculante para ligar a luz rotativa. Pressione a extre-
midade oposta para desligar a luz rotativa.
NOTA: Os outros dois espaços reservados para interruptores
não são utilizados.

13 RCPH10TLB338AAF

3 – 5
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Coluna de Direção
Alavanca de controle de direção
A alavanca de controle de direção encontra-se do lado esquer-
do da coluna de direção e controla a direção de deslocamento
da máquina.
•• A posição central (N) é a posição neutra. Certifique-se de
que a alavanca de controle da direção está na posição neu-
tra antes de ligar o motor ou antes de utilizar a retroesca-
vadeira.
•• A posição superior (F) é a de marcha à frente. Para o des-
locamento à frente, levante a alavanca e empurre comple-
tamente para a frente.
•• A posição inferior (R) é a de marcha a ré. Para a desloca-
mento em marcha a ré, levante a alavanca e puxe comple- 14 RCPH10TLB112AAF
tamente para trás.

Alavanca de controle da buzina, luzes e indicadores de direção


A alavanca de controle encontra-se do lado direito da coluna de
direção e aciona a buzina, o interruptor das luzes de condução
e os indicadores de direção.
Buzina:
Pressione a alavanca de controle para a frente para
acionar a buzina. Libere para desativar a buzina.

Luzes de condução:
Puxe a alavanca de controle para trás para ligar as
luzes de condução. Empurre a alavanca de controle
para frente, voltando à posição anterior, para desligar
as luzes de condução. 15 RCPH10TLB163AAF

Indicadores de direção:
Empurre a alavanca de controle para cima para indi-
car uma mudança de direção para a esquerda. A luz
indicadora de direção do lado esquerdo acende. Em-
purre a alavanca de controle para baixo para indicar uma mu-
dança de direção para a direita. A luz indicadora de direção do
lado direito acende. Coloque a alavanca de controle na posição
central para desligar (cancelar) o indicador de direção.
NOTA: O indicador de direção não se desliga automaticamente
depois da mudança de direção ter sido concluída. Para desligar
o indicador de direção, deve-se colocar a alavanca de controle
na posição central.

3 – 6
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Visor dos indicadores de direção


Quando se aciona os indicadores de direção, a luz verde cor-
respondente acende no painel.
1. Conversão a esquerda.
2. Conversão a direita.

16 RCPH10TLB141AAF

3 – 7
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Seletor de Mudança de Marchas


AVISO: A transmissão é desativada automaticamente quando o freio de estacionamento for acionado.

Transmissão manual
A alavanca de mudança de transmissão (1) está situada à direi-
ta da coluna de direção. Pressione o botão de corte da embre-
agem (2) antes de selecionar outra marcha. Libere o botão de
corte da embreagem para acoplar a embreagem depois de mu-
dar de marcha.

17 RCPH10TLB111AAF

Transmissão Powershift do tipo S


Em máquinas com transmissão Powershift do tipo S, o controle
de seleção de marchas está situado na alavanca de controle
da direção, no lado esquerdo. Para selecionar uma marcha,
gire o manípulo para alinhar a marca indicadora do número na
alavanca de controle. A máquina permanece na marcha sele-
cionada até que o operador altere a seleção. O operador pode
selecionar as marchas sem precisar parar a máquina.

18 RCPH10TLB352AAF

Controle de redução de marcha


NOTA: Apenas transmissões Powershift do tipo S
A redução de marchas é utilizada para aumentar a força de
escavação. O controle da mudança de marcha permite que o
operador passe temporariamente da 2ª para a 1ª marcha, sem
mudar a definição de controle de seleção de marcha. Pressione
o botão na extremidade da alavanca de controle para passar da
2ª para a 1ª marcha. Pressione novamente o botão para voltar
à 2ª marcha.

19 RCPH10TLB353AAF

3 – 8
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles do Pedal
Pedal do freio de serviço do lado esquerdo:
Quando os pedais dos freios de serviço estiverem desbloque-
ados, conforme ilustrado, pressione o pedal do lado esquerdo
para ajudar a virar a máquina para a esquerda.

20 RCPH10TDSC02585

Pedal do freio de serviço do lado direito:


Quando os pedais dos freios de serviço estiverem desbloquea-
dos, conforme ilustrado, pressione o pedal do lado direito para
ajudar a virar a máquina para a direita.
NOTA: Bloqueie os pedais dos freios de serviço para obter uma
frenagem uniforme e a máxima capacidade de frenagem.

21 RCPH10TDSC02585

Pedal do acelerador:
Pressione o pedal do acelerador para aumentar a rotação do
motor. Libere o pedal do acelerador para diminuir a rotação do
motor.

22 RCPH10TDSC02585

3 – 9
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

CONTROLES DO LADO DIREITO


Funções da Carregadeira
Controle da caçamba, apenas caçamba 4 em 1:
O interruptor de controle da caçamba abre e fecha a caçamba.
As diferentes funções estão ilustradas no decalque e explica-
das abaixo.
O interruptor de controle da caçamba pode ser ajustado para
ativar uma posição de retenção em implementos ou condições
de trabalho específicas.

23 RCPH10TLB337AAF

Mova o interruptor para cima para abrir a caçamba (1).


Libere o interruptor para parar.

Mova o interruptor para baixo para fechar a caçamba (2).


Libere o interruptor para parar.

24 RCIL10TLB031AAF-2

Corte da embreagem:
O botão de corte da embreagem permite que o motor
aumente sua rotação e forneça à carregadeira mais
fluido hidráulico, para maior potência da carregadeira
e uma função de controle mais rápida. Ao pressionar o botão
de corte da embreagem, a transmissão é desengrenada das
rodas de tração. Libere o botão de corte da embreagem para
acionar novamente a transmissão. A máquina pode mover-se
livremente quando o botão de corte da embreagem estiver
acionado. Se necessário, utilize o freio de serviço para parar a
máquina.

25 RCPH10TLB337AAF

3 – 10
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Redução de marcha:
NOTA: Apenas transmissões Powershift do tipo S.
A redução de marcha é utilizada para aumentar a força de es-
cavação. O controle da mudança de marchas permite que o
operador passe temporariamente da 2ª marcha para a 1ª mar-
cha, sem mudar a definição de controle de seleção de mar-
chas. Pressione o botão de redução de marcha para passar da
2ª para a 1ª marcha. Pressione novamente o botão para voltar
para a 2ª marcha.

26 RCPH10TLB337AAF

Bloqueio do diferencial:
O botão de bloqueio do diferencial engata e desenga-
ta o bloqueio do diferencial. Para engatar o bloqueio
do diferencial, certifique-se de que nenhuma roda tra-
seira esteja rodando livremente. Pressione e mantenha pres-
sionado o botão. Libere o botão para desengatar o bloqueio do
diferencial.

27 RCPH10TLB337AAF

3 – 11
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles do joystick
A alavanca de controle da carregadeira funciona como um joystick para realizar as funções do braço de elevação e da ca-
çamba. As diferentes funções estão ilustradas no decalque e explicadas abaixo.
Neutro:
O joystick fica na posição central (sem estar coloca-
do para a frente ou para trás numa direção de contro-
le). Os braços de levantamento da carregadeira e a
caçamba param de se mover quando a alavanca de controle
é colocada na posição neutra (retenção). O joystick regressa
automaticamente à posição neutra quando se pára de empur-
rar a alavanca de controle na direção de outra posição (por
exemplo, de elevação). A posição de flutuação é o único con-
trole que não regressa automaticamente à posição neutra.
Desloque manualmente a alavanca de controle da posição de
flutuação para a posição neutra, de forma a parar o controle
de flutuação. 28 RCIL10TLB031AAF-2

Flutuação:
A partir da posição neutra, empurre a alavanca de
controle da carregadeira o máximo possível para a
frente, da posição de descida para a posição de flu-
tuação. Na posição de flutuação, a caçamba pode acompa-
nhar o nível do solo sem ser necessário mover a alavanca de
controle. Para parar o controle de flutuação, coloque nova-
mente a alavanca na posição neutra.

29 RCIL10TLB031AAF-2

Descida:
A partir da posição neutra, empurre a alavanca de
controle da carregadeira para a frente, para colocar os
braços de elevação para baixo.

30 RCIL10TLB031AAF-2

Subida:
A partir da posição neutra, empurre a alavanca de
controle da carregadeira para trás, para colocar os
braços de elevação para cima.

31 RCIL10TLB031AAF-2

3 – 12
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Fechamento:
A partir da posição neutra, empurre a alavanca de con-
trole para a esquerda, para fechamento da caçamba.

32 RCIL10TLB031AAF-2

Descarga:
A partir da posição neutra, empurre a alavanca de
controle para a direita, para descarregar a caçamba.

33 RCIL10TLB031AAF-2

Regressar à escavação:
Depois da caçamba ser descarregada, utilize a função
“Regressar à escavação” para colocar a caçamba em
posição para outro ciclo de escavação.
Mova a alavanca de controle para a posição de fechamento e
para a posição de flutuação.
A caçamba fechará até que a sua parte inferior esteja nivelada e
pára nesta posição.
Os braços da carregadeira descem até que a caçamba atinja o
solo, ou até que coloque manualmente a alavanca de controle
na posição neutra.
NOTA: Para utilizar a função “Regressar à escavação”, o ban- 34 RCIL10TLB031AAF-2

co deve estar bloqueado na posição de operação da carrega-


deira.

3 – 13
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles do Console
4WD, eixo dianteiro:
Pressione a extremidade do símbolo do interruptor
basculante para ativar o eixo da transmissão diantei-
ra. O símbolo iluminase. Pressione a extremidade
oposta para o desativar. A luz do símbolo apagará. Quando o
eixo da transmissão dianteira estiver ativado, utilize a máquina
apenas na 1ª ou 2ª marchas. Desative o eixo da transmissão
dianteira antes de trabalhar em superfícies duras ou na 3ª ou 4ª
marchas.

35 RCPH10TLB078AAF

Freio de estacionamento:
O freio de estacionamento é um freio acionado por mola e li-
berado hidraulicamente (SAHR). O freio de estacionamento é
acionado toda vez que motor da máquina for desligado. Du-
rante a partida, o freio de estacionamento estará sempre acio-
nado.
Após a partida, mude a posição do interruptor do freio de es-
tacionamento para o símbolo O. Acione o interruptor, indepen-
dentemente de sua posição no momento da partida.
Pressione o símbolo na parte superior do interruptor
para acionar o freio de estacionamento.
36 RCPH10TLB078AAF

Pressione o símbolo “O” na parte inferior do interrup-


tor para liberar o freio de estacionamento.

AVISO: A transmissão fica desativada quando o freio de esta-


cionamento estiver acionado.

Chave de ignição:
A chave de ignição tem quatro posições.
•• ACC – Gire a chave no sentido anti-horário, da posição
DESLIGADA para ACC, para fornecer energia aos acessó-
rios.
•• DESLIGADA – Para desligar o motor, gire a chave para a
posição DESLIGADA. Depois do motor ter parado, retire a
chave.
•• LIGADA – Gire a chave no sentido horário para a posição
LIGADA. Haverá um atraso momentâneo enquanto o sis-
tema se liga. Por exemplo, aguarde dois ou três segundos
com a chave de ignição na posição LIGADA antes de pro- 37 RCPH10TLB078AAF
ceder a partida do motor em máquinas com o painel de ins-
trumentos avançado.
•• PARTIDA – Gire completamente a chave no sentido horá-
rio para a posição de PARTIDA, para acionar o motor de
arranque. Quando o motor entrar em funcionamento, solte
a chave. A chave regressará automaticamente à posição
LIGADA.

3 – 14
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controle de Aquecimento, Ventilação ou de Ar Condicionado


Controle da temperatura interior
Ar condicionado (se equipado):
Gire o comando no sentido horário para aumentar a
vazão de ar do ar condicionado de modo a baixar a
temperatura na cabine. Gire completamente no senti-
do horário para selecionaro resfriamento máximo. Gire comple-
tamente no sentido anti-horário para desligar.
NOTA: Em algumas condições, é possível que exista gelo no
evaporador do ar condicionado. O gelo pode ser provocado
pelo funcionamento na posição de resfriamento máximo do
ar condicionado com uma velocidade reduzida do ventilador.
Nestas condições deve-se utilizar o ar condicionado na região
central do controle de temperatura com uma velocidade média
ou alta do ventilador. Se o gelo bloquear o evaporador, uma 38 RCPH10TLB078AAF

redução da vazão de ar na cabine será provocada. Feche o


difusor de recirculação, desligue o controle da temperatura e
ligue o ventilador na velocidade máxima. A obstrução do filtro
de ar da cabine pode também provocar a formação de gelo.
Ventilador:
Gire o comando no sentido horário para aumentar a
vazão de ar na cabine. Gire completamente no senti-
do anti-horário para desligar.

39 RCPH10TLB078AAF

Aquecedor:
Gire o comando no sentido horário para aumentar a
temperatura na cabine. Gire no sentido anti-horário
para diminuir a temperatura.

40 RCPH10TLB078AAF

3 – 15
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controle da circulação de ar
Os difusores de ventilação da cabine são ajustáveis e podem ser totalmente fechados. Desloque as duas barras de cada
difusor de ventilação para o centro para interromper a passagem do ar. Desloque cada barra para fora, de modo a permitir
a passagem de ar.

Difusores de desembaçamento:
Existem dois difusores na parte dianteira e dois na parte trasei-
ra da cabine. Para obter a vazão de ar máxima, feche o difusor
de recirculação no centro da cabine e os dois difusores princi-
pais junto dos pilares centrais.

41 RCPH10TLB349AAF

Difusores principais:
Os dois difusores junto do pilar B são utilizados para direcionar
a vazão de ar para aquecimento e refrigeração.

42 RCPH10TLB349AAF

Difusores de recirculação:
O difusor entre os difusores principais é utilizado para recir-
culação do ar da cabine. Para obter pressão máxima na cabi-
ne, feche o difusor de recirculação. Para obter o aquecimento
máximo no inverno e a resfriamento máximo no verão, abra o
difusor de recirculação.

43 RCPH10TLB349AAF

3 – 16
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Difusores inferiores:
Estes difusores são utilizados para direcionar a vazão de ar em aquecimento e refrigeração. Para obter a vazão máxima de
ar dos difusores inferiores, feche os difusores superiores e o difusor de recirculação.

•• Parte dianteira da cabine, centro.

44 RCPH10TLB088AAF

•• Parte traseira da cabine, console lateral.

45 RCPH10TLB089AAF

3 – 17
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Janelas laterais
As janelas dianteiras e traseiras podem ser abertas, para maior conforto do operador.

Trinco de liberação:
Empurre a lingueta para liberar a janela (apresentação fecha-
da).

46 RCPH10TLB086AAF

Haste de retenção de abertura:


Fixa a janela na posição parcialmente aberta, conforme ilus-
trado. Coloque a haste de retenção de abertura na posição de
armazenamento quando esta não estiver sendo utilizada.

47 RCPH10TLB085AAF

Trincos de retenção em conjunto:


Fixam a janela na posição completamente aberta. Libere a ja-
nela (1) e, depois, pressione o trinco de retenção em conjunto
(2) para abrir a janela totalmente.

48 RCPH10TLB331AAF

3 – 18
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

A extremidade oposta (1) do trinco de retenção em conjunto li-


ga-se à extremidade receptora (2) do trinco de retenção em
conjunto da outra janela.

49 RCPH10TLB330AAF

Certifique-se de que as janelas estejam fixadas em conjunto de


forma segura.

50 RCPH10TLB332AAF

Janelas traseiras

ADVERTÊNCIA
Movimento inesperado da máquina!
Antes de ajustar as janelas, desligue o motor e o sistema de controle da retroescavadeira (comandos pilotados
e mecânicos), certificando-se de que a lança esteja com a trava mecânica na posição de transporte. Se estas
instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0181AB

As janelas traseiras da cabine têm quatro posições:


•• Totalmente fechadas – janela superior totalmente para cima
e janela inferior na posição intermediária.
•• Janela superior totalmente para cima e janela inferior com-
pletamente para baixo.
•• Janela superior na posição intermediária e janela inferior
completamente para baixo.
•• Ambas as janelas completamente para baixo.
Utilize as manoplas da janela para subir ou descer as janelas
traseiras. Existe uma manopla em cada lado da janela. Pres-
sione ambas as manoplas e suba ou desça a janela, conforme
necessário. Certifique-se de que a janela fique bloqueada na 51 RCPH10TLB335AAF

posição desejada.

3 – 19
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Painel de Instrumentos
NOTA: Apenas máquinas 580N com transmissão manual (Powershuttle).

Luzes indicadoras e de aviso


Luzes de condução:
Luz indicadora. Acende quando o interruptor da luz de
condução estiver na posição LIGADO.

52 RCPH10TLB278AAF

Pressão do sistema de ar condicionado:


Luz indicadora. Acende quando o ar condicionado é
desligado automaticamente devido a pressões muito
baixas ou muito elevadas do refrigerante.

53 RCPH10TLB278AAF

Freio de estacionamento:
Luz indicadora. Acende quando o freio de estaciona-
mento estiver acionado.

54 RCPH10TLB278AAF

3 – 20
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Pressão baixa do óleo do motor:


Luz de aviso. Acende-se quando, com o motor em fun-
cionamento, a pressão do óleo for baixa ou inexistente
no motor. Não coloque o motor em funcionamento
quando esta luz estiver acesa. Quando esta condição se verifi-
car, soará um alarme contínuo.

55 RCPH10TLB278AAF

Alternador:
Luz de aviso. Acende quando, com o motor em funcio-
namento, o alternador não estiver carregando a bate-
ria.

56 RCPH10TLB278AAF

Filtro hidráulico:
Luz indicadora. Acende quando, com o motor em fun-
cionamento, o filtro hidráulico estiver obstruído e ne-
cessitar de manutenção.

57 RCPH10TLB278AAF

Restrição do filtro de ar:


Luz de aviso. Acende quando, com o motor em funcio-
namento, o elemento do filtro de ar estiver obstruído e
necessitar de manutenção. Quando esta luz acender,
substitua os filtros primário e secundário.

58 RCPH10TLB278AAF

3 – 21
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Preaquecimento do motor:
Luz indicadora. Acende quando, com a chave da igni-
ção na posição LIGADA, o ar de admissão do motor
tiver de ser preaquecido devido a baixas temperaturas
ambientes. Aguarde até que a luz se apague antes de colocar
a chave de ignição na posição de PARTIDA.

59 RCPH10TLB278AAF

Nível de combustível baixo:


Luz de aviso. Acende quando o nível de combustível
no reservatório estiver baixo.

60 RCPH10TLB278AAF

3 – 22
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Indicadores e medidores
Temperatura do líquido de arrefecimento do motor:
Indica a temperatura do líquido de arrefecimento do
motor. A temperatura do líquido de arrefecimento está
normal quando o ponteiro respectivo estiver na área
verde do indicador. Quando o ponteiro passar para a área ver-
melha, soará um alarme contínuo. Desligue o motor e verifique
o nível do líquido de arrefecimento no reservatório de expan-
são, verifique se existem resíduos no arrefecedor de óleo / ra-
diador e/ou verifique se o termostato funciona corretamente.

61 RCPH10TLB278AAF

Temperatura do óleo, conversor de torque:


Indica a temperatura do óleo do conversor de torque.
A temperatura do óleo está normal quando o ponteiro
respectivo estiver na área verde do indicador. Quando
o ponteiro passar para a área vermelha, desloque a alavanca
de controle da direção para a posição neutra e coloque o motor
em funcionamento na aceleração máxima. Se este procedi-
mento não baixar a temperatura do óleo, verifique o nível de
óleo e certifique-se de que não existam obstruções no radiador
e no trocador de calor do óleo.

62 RCPH10TLB278AAF

Tacômetro:
Indica a rotação do motor em rotações por minuto
(rpm). Cada marca no indicador corresponde a 1000
rpm. Recomenda-se que o funcionamento do motor
seja sempre na área verde do indicador.

63 RCPH10TLB278AAF

Horímetro do motor:
Mostra as horas de funcionamento do motor. O algarismo mais
à direita representa décimos de hora.

64 RCPH10TLB278AAF

3 – 23
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Voltímetro:
Indica a tensão do sistema elétrico. A tensão do siste-
ma elétrico está normal quando o ponteiro respectivo
estiver na área verde do indicador (11.0 V – 15.3 V) e
a chave da ignição estiver na posição LIGADA. O ponteiro pas-
sa para a área vermelha quando a carga da bateria estiver bai-
xa ou se o alternador não estiver carregando o suficiente. Se
esta situação se prolongar, podem ocorrer danos na bateria.

65 RCPH10TLB278AAF

Nível de combustível:
Indica o nível de combustível no reservatório da má-
quina. Quando o nível de combustível estiver baixo, a
luz de aviso de nível de combustível baixo também
acenderá.

66 RCPH10TLB278AAF

3 – 24
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

CONTROLES TRASEIROS
Controles do Console
O console traseiro está situado junto do painel de instrumentos no lado direito da máquina.
NOTA: Para utilizar o console traseiro, o banco do operador deve ser girado para trás de modo que o operador fique de
frente para a retroescavadeira, e os controles fiquem do seu lado esquerdo.

Acelerador manual
AVISO: Utilize apenas o acelerador manual para controlar a rotação do motor durante a operação da retroescavadeira.

Controle mecânico do acelerador:


Empurre o manípulo para fora para aumentar a rotação do mo-
tor. Mova o manípulo para trás, em direção ao interior da má-
quina, para reduzir a rotação do motor.

67 RCPH10TLB364AAF

3 – 25
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Operação dos interruptores


Luzes de trabalho traseiras e laterais:
Interruptor basculante de três posições. Pressione
uma vez a extremidade do símbolo (posição central)
para ativar apenas as luzes de trabalho traseiras.
Pressione novamente a extremidade do símbolo para ativar as
luzes de trabalho laterais (as luzes de trabalhos traseiras per-
manecem acesas). Pressione totalmente a extremidade oposta
para desligar as luzes de trabalho traseiras e laterais.

68 RCPH10TLB364AAF

Limpador de pára-brisas traseiro:


Interruptor basculante de três posições. Pressione
uma vez a extremidade do símbolo (posição central)
para colocar o limpador de pára-brisas traseiro em
funcionamento na velocidade baixa. Pressione uma segunda
vez a extremidade do símbolo para colocar o limpador de pára-
brisas traseiro na velocidade alta. Pressione totalmente a ex-
tremidade oposta para desligar o limpador de pára-brisas tra-
seiro.

69 RCPH10TLB364AAF

Lavador de pára-brisas traseiro:


Pressione e mantenha pressionada a extremidade do
símbolo do interruptor basculante para ativar o lava-
dor de párabrisas traseiro. Libere para desligar o lava-
dor de pára-brisas traseiro.

70 RCPH10TLB364AAF

Buzina:
Pressione e mantenha pressionada a extremidade do
símbolo do interruptor basculante para ativar a buzina.
Libere para desativar a buzina. O interruptor volta para
a posição desligada.

71 RCPH10TLB364AAF

3 – 26
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controle do sistema hidráulico auxiliar (se equipado):


Máquinas com sistema hidráulico auxiliar duplo. O interruptor
do sistema hidráulico auxiliar apenas ativa a alimentação para
a vazão hidráulica selecionado. Por exemplo, se o interruptor
estiver ativado para controle bidirecional, os controles unidire-
cionais (como o pedal) são desativados.
Quando o interruptor estiver ativado, utilize o controle do siste-
ma hidráulico auxiliar para o implemento da forma normal.
Pressione o símbolo superior para ativar o sistema hi-
dráulico auxiliar bidirecional. Utilize o controle do sis-
tema hidráulico auxiliar (alavanca ou botões) para o
implemento da forma normal. 72 RCPH10TLB364AAF
Pressione o símbolo inferior do interruptor basculante
para ativar o sistema hidráulico auxiliar unidirecional.
Utilize o controle do sistema hidráulico auxiliar (pedal
ou botão) para o implemento da forma normal.

3 – 27
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da Retroescavadeira – Mecânicos


Controles da retroescavadeira com pedais de giro

73 RCPH10TLB128AAF
1. Alavancas de controle, estabilizador do lado esquerdo ou direito
2. Alavancas de controle, caçamba, lança ou braço
3. Alavanca de liberação, engate da lança da retroescavadeira
4. Pedais de controle, giro

3 – 28
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da retroescavadeira com pedais de giro

74 RCPH10TLB006GAF

1. Pedal de GIRO para a Esquerda A. Estabilizador


2. Estabilizadores, lado esquerdo e direito B. Estabilizador
3. Caçamba C. Caçamba
4. Braço de Profundidade D. braço
5. Lança E. lança
7. Pedal de GIRO para a DIreita G. pedal de giro esquerdo
H. pedal de giro direito

3 – 29
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da retroescavadeira com pedais de giro e braço extensível

75 RCPH10TLB005CAF

1. Pedal de GIro para a Esquerda A. Estabilizador


2. Estabilizadores, lado esquerdo e direito B. Estabilizador
3. Caçamba C. Caçamba
4. Braço de Profundidade D. braço
5. Lança E. lança
6. Braço extensível F. Braço extensível
7. Pedal de GIro para a DIreita G. pedal de giro esquerdo
H. pedal de giro direito

3 – 30
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da retroescavadeira com comando manual de giro

76 RCPH10TLB175AAF
1. Alavancas de controle, lança e giro ou caçamba e braço
2. Alavancas de controle, estabilizador do lado esquerdo ou direito
3. Pedal de controle, braço extensível (se equipado)

3 – 31
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da retroescavadeira com comando manual de giro

77 RCPH10TLB001GAF
1. Lança e giro
2. Estabilizador do lado esquerdo
3. Estabilizador do lado direito
4. Caçamba e braço, lado direito

3 – 32
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da retroescavadeira com comando manual de giro e braço extensível

78 RCPH10TLB002GAF
1. Lança e giro
2. Estabilizador do lado esquerdo
3. Estabilizador do lado direito
4. Caçamba e braço
5. Braço extensível

3 – 33
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles do sistema hidráulico auxiliar


Pedal de controle, controle unidirecional

79 RCPH10TLB115AAF

Alavanca de controle, controle bidirecional

80 RCPH10TLB177AAF

3 – 34
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Controles da Retroescavadeira – Piloto

ADVERTÊNCIA
Movimento inesperado da máquina!
Os controles piloto têm dois padrões de controle diferentes para a retroescavadeira; antes de operar a máqui-
na, verifique qual dos padrões de controle se encontra ativo.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0185A

Torre de controle do lado esquerdo


Alavanca de controle da retroescavadeira:
•• Padrão de controle 1 –
Controla as funções da lança e de giro.
•• Padrão de controle 2 –
Controla as funções do braço e de giro.
NOTA: O interruptor do padrão de controle acende-se quando
o padrão 2 está ativado. O interruptor do padrão de controle
está situado na torre de controle do lado direito.

81 RCPH10TLB135AAF

Sistema hidráulico auxiliar unidirecional:


Botão LIGAR / DESLIGAR.

82 RCPH10TLB179AAF

Sistema hidráulico auxiliar bidirecional:


Botões de controle proporcional.

83 RCPH10TLB179AAF

3 – 35
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Buzina:
Pressione e mantenha pressionado o botão para ativar a buzi-
na. Libere para desativar a buzina.

84 RCPH10TLB179AAF

Descanso para o pulso:


Gire o comando no sentido anti-horário e reposicione o des-
canso para o pulso do lado esquerdo. Gire no sentido horário
para fixar na devida posição.

85 RCPH10TLB135AAF

Inclinação da torre:
Encontra-se na parte lateral da torre da retroescavadeira. Gire
o comando no sentido anti-horário e incline a parte superior da
torre do lado esquerdo. Gire no sentido horário para bloquear
na devida posição.

86 RCPH10TLB176AAF

Estabilizadores:
Empurre o interruptor para a frente para abaixar o estabiliza-
dor. Puxe para trás para levantar o estabilizador.
Função de elevação automática do estabilizador: coloque mo-
mentaneamente o interruptor completamente para trás, para
além da posição de retenção. Libere o interruptor e o estabiliza-
dor sobe automaticamente até à posição mais elevada (trans-
porte) máxima. Para cancelar a elevação automática, empurre
o interruptor para cima ou para baixo.
AVISO: Desça os estabilizadores do lado direito e do lado es-
querdo ao mesmo tempo.
87 RCPH10TLB135AAF
1. Controle do estabilizador esquerdo
2. Controle do estabilizador direito

3 – 36
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Torre de controle do lado direito


Alavanca de controle da retroescavadeira:
•• Padrão de controle 1 –
Controla as funções do braço e da caçamba.
•• Padrão de controle 2 –
Controla as funções da lança e da caçamba.
NOTA: O interruptor do padrão de controle acendese quando o
padrão 2 está ativado. O interruptor do padrão de controle está
situado na torre de controle do lado direito.

88 RCPH10TLB136AAF

Controles do braço extensível (se equipado):


•• Estender – pressione e mantenha pressionado o botão para
estender o braço. Libere-o para parar.

89 RCPH10TLB076AAF

•• Retrair – pressione e mantenha pressionado o botão para


retrair o braço. Libere-o para parar.

90 RCPH10TLB076AAF

NOTA: Os botões de controle do braço extensível são propor-


cionais. Pressione o botão com mais força para aumentar a
velocidade de extensão ou retração.

3 – 37
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Manoplas de ajuste da torre:


As torres do lado esquerdo e direito podem ser movidas para a
frente ou para trás, para um maior conforto do operador. Aperte
as manoplas em conjunto e ajuste conforme necessário. Libere
as manoplas para fixar as torres na posição desejada.

91 RCPH10TLB137AAF

Descanso para o pulso:


Gire o comando no sentido anti-horário e reposicione o des-
canso para o pulso do lado direito. Gire no sentido horário para
fixar na posição desejada.

92 RCPH10TLB137AAF

Inclinação da torre (não ilustrado):


Encontra-se na parte lateral da torre da retroescavadeira. Gire
o comando no sentido anti-horário e incline a parte superior da
torre do lado direito. Gire no sentido horário para fixar a inclina-
ção da torre na posição desejada.

3 – 38
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Interruptor de controle do estabilizador e da retroescava-


deira:
•• Pressione a extremidade do símbolo do interruptor bascu-
lante para ativar todos os controles da retroescavadeira.
•• Pressione a extremidade oposta para desativar apenas os
controles hidráulicos da retroescavadeira.
•• Coloque o interruptor na posição central (neutra) para ativar
apenas os controles do estabilizador.
NOTA: Quando colocar o interruptor do controle piloto na posi-
ção LIGADA, aguarde aproximadamente meio segundo antes
de ativar os estabilizadores, o braço extensível (se equipado)
ou os sistemas hidráulicos auxiliares bidirecionais (se equipa- 93 RCPH10TLB077AAF
dos). Se um operador tentar utilizar as funções antes de aguar-
dar este tempo, as funções não funcionarão. Utilize o interrup-
tor de alimentação e aguarde este tempo.

Interruptor do padrão de controle da retroescavadeira:


Permite que o operador selecione o padrão de controle da
retroescavadeira. Para mudar a posição do interruptor, empur-
re para cima a trava de bloqueio cor-de-laranja na direção do
centro do interruptor, de forma a liberar o bloqueio.
NOTA: Para evitar a mudança acidental dos padrões, utilize as
duas mãos para mudar a posição.
Para obter informações a respeito das funções controladas pe-
los dois padrões, consulte o decalque na torre e/ou os exem-
plos que se seguem.

94 RCPH10TLB077AAF

3 – 39
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Padrão de controle 1 da retroescavadeira

95 RCPH10TLB125AAF 96 RCPH10TLB006BAF
1. Lança e giro
2. Braço e caçamba

Padrão de controle 2 da retroescavadeira

97 RCPH10TLB125AAF 98 RCPH10TLB157AAF
1. Braço e giro
2. Lança e caçamba

3 – 40
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

CONTROLES DO TETO
Luz de Teto
O interruptor da luz do teto tem três posições:
•• Acendimento automático – A luz do teto acendese apenas
quando a porta for aberta. A luz apagase quando a porta
estiver fechada.
•• Desligada – A luz do teto mantém-se apagada.
•• Ligada – A luz do teto fica acesa continuamente.

99 RCPH10TLB350AAF

3 – 41
3 – INSTRUMENTOS E CONTROLES

Notas

3 – 42
4. INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO
PREPARAÇÃO DA UNIDADE
Período de Amaciamento de uma nova Máquina
Durante as primeiras 20 horas de funcionamento (em máquinas novas ou após uma reforma completa do motor), certifique-
se de:
•• Operar a máquina com cargas normais durante as primeiras 8 horas.
•• Não deixa que o motor trabalhe em “stall” (rodas em rotação lenta ou paradas e motor em aceleração máxima).
•• Manténha o motor na temperatura normal de funcionamento.
•• Não deixe o motor funcionando em marcha lente durante longos períodos de tempo.

Rotação do Motor
Recomenda-se que o operador mantenha o motor em funcionamento em aceleração máxima, se as condições de funcio-
namento o permitirem e se for seguro.
O motor não deve funcionar em marcha lenta durante longos períodos. Isto poderá provocar uma baixa temperatura de
funcionamento. Uma temperatura de funcionamento baixa pode provocar acúmulo de ácidos e detritos no óleo do motor.

4 – 1
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

PARTIDA DA MÁQUINA
Antes de Ligar o Motor

ADVERTÊNCIA
Perigo de inalação / asfixia!
Certifique-se de que existe ventilação adequada antes de ligar o motor.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0091A

ADVERTÊNCIA
Perigo para terceiros!
Antes de ligar o motor, certifique-se de que não se encontram pessoas na área em torno da máquina.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0090A

ADVERTÊNCIA
Movimento inesperado da máquina!
Antes de ligar o motor, certifique-se de que todos os controles estão na posição neutra ou desacionados. Isto
evita a partida acidental de equipamento acionado pelos mesmos.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0169A

AVISO: Se a máquina não tiver sido utilizada durante várias semanas, faça circular óleo na tubulação do turbocompressor.
Para obter instruções detalhadas, consulte a página 7-70.

Primeira partida
Antes de ligar o motor pela primeira vez:
•• Certifique-se de que a máquina esteja devidamente lubrificada. Consulte a seção de manutenção deste manual.
•• Verifique o nível de óleo do motor, o nível do líquido de arrefecimento do motor e o óleo da transmissão. Consulte a
seção de manutenção deste manual.
•• Verifique se o reservatório de combustível da máquina está cheio com combustível limpo, que esteja em conformidade
com as especificações indicadas neste manual.
•• Remova qualquer água ou sedimentos do separador de água do reservatório de combustível.
•• Verifique a pressão de ar dos pneus e o torque de aperto dos parafusos das rodas.

No início de cada dia


•• Ajuste a posição do banco, de forma a que todos os controles possam ser deslocados ao longo de todo o seu curso.
•• Afivele o cinto de segurança.
•• Na posição de operação da carregadeira, confirme se, quando estiver sentado e com o cinto de segurança afivelado,
consegue pressionar os pedais dos freios até o final de curso.
•• Na posição de operação da retroescavadeira, confirme se é capaz de alcançar todos os interruptores e alavancas de
controle da retroescavadeira e o controle do acelerador. Confirme se é possível mover todos os controles necessários
ao longo de todo o seu curso.

4 – 2
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Partida Normal do Motor


1. Certifique-se de que o banco do operador esteja voltado para a frente (na posição de operação da carregadeira).
2. Ajuste o banco e afivele o cinto de segurança com firmeza.
3. Certifique-se de que o freio de estacionamento esteja acionado, a alavanca de controle da direção esteja na posição
neutra e o acelerador manual do motor esteja puxado para trás, na a posição de marcha lenta.
4. Coloque a chave de ignição na posição LIGADA e aguarde dois a três segundos para que o painel de instrumentos
(padrão ou avançado) realize a auto-verificação e se ligue.
5. Se a máquina estiver equipada com um sistema de preaquecimento do motor, aguarde que a luz de preaquecimento do
motor se desligue.
6. Pressione o pedal do acelerador em 1/4 e coloque a chave de ignição na posição de PARTIDA para acionar o motor de
arranque.
7. Se o motor der a partida e parar, não volte a acionar o motor de arranque até que este tenha parado de girar.
NOTA: Não deixe o motor de arranque funcionando por mais de 30 segundos de cada vez. Deixe o motor de arranque
arrefecer durante dois minutos antes de ligar novamente. Verifique a existência de fumaça branca ou preta no tubo de es-
cape enquanto o motor de arranque estiver acionado. Se não se verificar a existência de fumaça, verifique a alimentação
de combustível.
8. Depois do motor entrar em funcionamento:
a. Verifique o painel de instrumentos de forma a garantir que as indicações dos medidores estejam corretas.
b. Mantenha o motor a 1000 rpm até aquecer o líquido de arrefecimento.

4 – 3
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Operação a Baixas Temperaturas


As condições de clima frio provocam problemas especiais. Nestas condições, a sua máquina exigirá uma atenção especial
para evitar a ocorrência de danos graves. Uma manutenção adequada durante o tempo frio aumentará a vida útil de sua
máquina.
Para ligar e utilizar a sua máquina em baixas temperaturas ambiente, respeite as seguintes recomendações e instruções.

Bateria e componentes elétricos:


•• Certifique-se de que as baterias estejam completamente carregadas.
•• Se adicionar água às baterias em temperaturas inferiores a 0°C (32°F), carregue as baterias ou deixe o motor em fun-
cionamento durante aproximadamente duas horas, para evitar que a bateria congele.
•• Inspecione os cabos e terminais da bateria. Limpe e revista cada terminal com um produto de prevenção contra corrosão.

Motor:
•• Utilize óleo do motor com a viscosidade correta para a temperatura ambiente.
•• Proporcione períodos de aquecimento mais prolongados, de forma a que a máquina e os componentes atinjam a tem-
peratura de funcionamento.

ADVERTÊNCIA
Perigo de explosão!
NÃO UTILIZE éter como fluido para partida. Podem ocorrer explosões, morte, ferimentos graves ou danos
graves no motor.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0148B

•• Proceda ao prequecimento do sistema (se equipado). Gire a chave de ignição para a posição LIGADA; a luz de prea-
quecimento do motor acende-se à medida que o aquecedor processa o ar aspirado. Antes de ligar o motor, aguarde que
a luz se apague. Se o motor não pegar após duas tentativas, deixe que a bateria se recuperar por 4 ou 5 minutos antes
de repetir o procedimento.

Sistema de combustível:
•• Consulte o seu revendedor para obter mais informações sobre o tipo de combustível adequado a utilizar em tempo frio.
•• Verifique se existe água no sistema de combustível. Verifique o filtro separador de água a cada 50 horas de funciona-
mento. Se for encontrada água, verifique o reservatório de combustível.
•• Encha o reservatório de combustível após cada dia de trabalho para evitar a condensação e a entrada de água no sis-
tema de combustível.

Sistema de arrefecimento:
•• Utilize uma mistura de 40% AKCELA Premium Anti-freeze + 60% agua. Esta mistura protege o sistema de arrefecimento
do motor até -34°C (-29°F).

4 – 4
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Partida da máquina com clima frio


Máquinas em temperaturas inferiores a -2°C (29°F):
1. Pressione completamente o pedal do acelerador.
2. Gire a chave de ignição para a posição LIGADA e verifique o painel de instrumentos.
3. Se a máquina estiver equipada com um sistema de preaquecimento, aguarde que a luz de preaquecimento do motor
se desligue.
4. Gire a chave de ignição para a posição de PARTIDA até o motor começar a funcionar e, em seguida, libere a chave.
NOTA: Se o motor não pegar após 30 segundos, repita o procedimento de partida. Não utilize o motor de arranque durante
mais de 60 segundos.

Aqueça o sistema hidráulico


Quando a temperatura ambiente for inferior a 4°C (40°F) e o motor estiver quente:
1. Deixe a lança na posição de transporte com o pino de bloqueio de giro instalado.
2. Se a máquina estiver equipada com controles piloto, certifique-se de que o interruptor do controle de estabilização e da
retroescavadeira esteja ativado para todos os controles da retroescavadeira.
3. Coloque a rotação do motor entre 1600 – 1800 rpm.
4. Pressione e mantenha pressionado o controle da lança na posição para baixo.
5. Enquanto mantém o controle da lança até à extremidade das alavancas, mova a caçamba da retroescavadeira para
dentro e para fora..
NOTA: Verifique a luz indicadora de obstrução do filtro. Se o fluido hidráulico estiver muito frio, a luz acenderá quando o
operador utilizar as funções.
6. Utilize as funções durante aproximadamente 30 segundos.
7. Libere os controles e deixe o conjunto do acelerador da máquina funcionar durante aproximadamente 15 segundos.
8. Repita os passos 5 e 6 até que a luz indicadora de obstrução do filtro permaneça desligada durante a utilização das
funções.
NOTA: Logo após o procedimento de aquecimento, a máquina pode funcionar de forma ligeiramente mais lenta do que é
normal, mas rapidamente passará para a rotação normal de funcionamento.

4 – 5
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Operação em Clima Quente


As condições de clima quente provocam problemas especiais. Nestas condições, a sua máquina exigirá uma atenção es-
pecial para evitar a ocorrência de danos graves. Uma manutenção adequada durante o clima quente aumentará a vida útil
da sua máquina.
Utilize a solução correta de etileno glicol e água no sistema de arrefecimento.
Para evitar danos na máquina:
1. Mantenha o líquido de arrefecimento dentro dos níveis corretos no respectivo reservatório e no radiador.
2. Contate o seu revendedor e teste a tampa de extração de ar antes de começar a época de clima quente. Substitua a
tampa conforme necessário.
3. Limpe toda a sujeira e os detritos na área do radiador, dos radiadores e do motor.
4. Verifique o estado da correia de transmissão do ventilador.
5. Utilize lubrificantes com a viscosidade correta..

4 – 6
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Procedimentos para a Bateria Auxiliar

ADVERTÊNCIA
Perigo de explosão!
Se o eletrólito da bateria estiver congelado, tentar carregar a bateria ou dar a partida no motor com uma bateria
auxiliar pode provocar a explosão da bateria. Mantenha sempre as baterias totalmente carregadas para evitar
que o eletrólito da bateria congele. Nunca tente carregar uma bateria congelada.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0203A

ADVERTÊNCIA
Gás explosivo!
As baterias produzem gás hidrogénio explosivo e outros vapores ao receber carga. Ventile a área de carga da
bateria. Mantenha a bateria afastada de faíscas, chamas e outras fontes de ignição. Nunca tente carregar uma
bateria congelada.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0005A

ADVERTÊNCIA
O ácido presente na bateria provoca queimaduras. As baterias contêm ácido sulfúrico.
Evite o contato com a pele, os olhos ou roupas. Antídoto (externo): lave com água em abundância. Antídoto
(olhos): lave com água em abundância durante 15 minutos e procure cuidados médicos imediatamente. Antí-
doto (interno): beba grandes quantidades de água ou leite. Não provoque o vômito. Consulte imediatamente
um médico.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0111A

Para este procedimento são necessárias duas pessoas. Certifique-se de que a pessoa que efetua as ligações usa uma
máscara e luvas de proteção.
1. Sente-se no banco do operador e peça à outra pessoa que
efetue as ligações. Certifique-se de que as baterias auxilia-
res são de 12 volts.
2. Se for usada outra máquina para alimentação, certifique-se
de que as duas máquinas não se tocam.
3. Ligue o cabo auxiliar positivo (+) ao terminal positivo (+),
conforme ilustrado.
4. Ligue o cabo auxiliar negativo (–) à estrutura, o mais afasta-
do possível do cabo positivo (+).
5. Ligue o motor e peça à outra pessoa que desligue em pri-
meiro lugar o cabo auxiliar negativo (–) e, depois, o cabo
auxiliar positivo (+). 1 RCPH10TLB053AAF

4 – 7
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

PARADA DA MÁQUINA
Desligar o Motor
1. Antes de sair da máquina, certifique-se de ter estacionado numa superfície nivelada. Antes de efetuar qualquer manu-
tenção programada, a máquina deve estar numa superfície nivelada.
2. Baixe a caçamba da carregadeira até ao solo.
3. Acione o freio de estacionamento e coloque a alavanca de controle da direção na posição neutra.
4. Ligue o motor e deixe-o trabalhar à rotação de marcha lenta durante dois minutos (ou mais, se o motor trabalhou em
carga máxima), de forma a permitir que todas as partes do motor arrefeçam uniformemente.
AVISO: Desligar o motor quando este estiver em rotação superior à de marcha lenta danificará o turbocompressor.
5. Coloque a retroescavadeira na posição de transporte ou desça a caçamba da retroescavadeira até o solo. Coloque o
acelerador manual na posição de marcha lenta e desligue o motor.
6. Gire a chave de ignição para a posição DESLIGADA para desligar o motor. Retire a chave.

Estacionar em encostas

ADVERTÊNCIA
Movimento inesperado da máquina!
O freio de estacionamento não impede o movimento desta máquina caso uma das rodas não esteja em contato
com o solo. Antes de elevar uma das rodas acima do solo, bloqueie sempre a parte dianteira e traseira das
outras três rodas.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0193A

NOTA: Se necessitar estacionar temporariamente a máquina numa encosta, coloque a frente da máquina virada para a
parte de baixo da encosta. Certifique-se de que a máquina fique atrás de um objeto imóvel.

4 – 8
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

MOVIMENTAÇÃO DA UNIDADE
Antes de colocar a máquina em funcionamento
ADVERTÊNCIA
A falha do equipamento poderá provocar acidentes ou ferimentos!
Antes de operar a máquina, verifique se a direção, os freios, os controles hidráulicos, os instrumentos e o
equipamento de segurança estejam funcionando corretamente. Certifique-se de que a alavanca de controle da
transmissão esteja na posição neutra. Faça todos os ajustes antes de operar a máquina.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0204A

Verifique o painel de instrumentos


Gire a chave de ignição para a posição LIGADA e verifique se as luzes de aviso e indicadoras acendem e apagam conforme
previsto.

Teste os freios de estacionamento e serviço


NOTA: Reveja a totalidade dos procedimentos antes de continuar. Certifique-se de que concede espaço adicional suficiente
para o deslocamento da máquina.

1. Para testar o freio de estacionamento: 2. Para testar os freios de serviço:


a. Certifique-se de que o banco do operador esteja na a. Desloque o bloqueio dos pedais de freio para a direi-
posição de operação da carregadeira e afivele o cin- ta para bloquear os pedais em conjunto.
to de segurança. b. Certifique-se de que o banco do operador esteja
b. Acione o freio de estacionamento. na posição de operação da carregadeira e aperte
c. Desengate a tração nas quatro rodas, se instalada. o cinto de segurança.
d. Coloque a alavanca de controle da direção na posi- c. Acione o freio de estacionamento.
ção neutra e a transmissão na 2ª velocidade. d. Desengate a tração nas quatro rodas, se insta-
e. Ligue o motor. lada.
f. Certifique-se de que a caçamba da carregadeira, a e. Coloque a alavanca de controle da direção na po-
caçamba da retroescavadeira e os estabilizadores sição neutra e a transmissão na 2ª velocidade.
estejam levantados na preparação para o desloca- f. Ligue o motor.
mento para a frente. g. Certifique-se de que a caçamba da carregadeira,
g. Pressione e mantenha pressionados os freios de a caçamba da retroescavadeira e os estabiliza-
serviço e libere o freio de estacionamento. dores estejam levantados na preparação para o
h. Coloque a alavanca de controle da direção em mar- deslocamento para a frente.
cha para a frente. h. Pressione e mantenha pressionado o freio de ser-
i. Libere os freios de serviço. viço e libere o freio de estacionamento.
j. Aumente a rotação do motor até a rotação máxima. i. Coloque a alavanca de controle da direção em
k. Avance a aproximadamente 8 m (26 ft). marcha para a frente.
l. Acione o freio de estacionamento. A máquina deve j. Libere o freio de serviço.
parar dentro de 2 m (6.5 ft) após o acionamento do k. Aumente a rotação do motor até a rotação má-
freio de estacionamento, e a transmissão deve em- xima.
brear. Contate o seu revendedor para realizar manu- l. Quando a máquina estiver deslocando-se à ve-
tenção, conforme necessário. locidade máxima na 2ª marcha, pressione os pe-
dais de freio e pare a máquina. A máquina deve
parar suavemente e o esforço necessário para o
pedal do freio deve ser constante. Contate o seu
revendedor para realizar manutenção, conforme
necessário.

4 – 9
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Frenagem Uniforme
ADVERTÊNCIA
Perda de perigo de controle!
Existe uma força de frenagem irregular nos freios do lado esquerdo e do lado direito. Para assegurar a aplica-
ção uniforme dos freios e a capacidade de frenagem máxima, bloqueie sempre os pedais do freio de serviço em
conjunto ao operar a máquina na 3ª ou 4ª marchas ou antes de deslocamento em estrada.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0146A

A alavanca de bloqueio permite bloquear os dois pedais do


freio de serviço de modo a obter uma frenagem uniforme.
•• Para ativar, desloque a alavanca de bloqueio para cima e
faça o pino de bloqueio deslizar o máximo possível para a
direita, para a posição de bloqueio, conforme ilustrado.
•• Para desativar, desloque a alavanca de bloqueio para cima
e faça o pino de bloqueio deslizar o máximo possível para
a esquerda.

1 RCPH10TLB148AAF

4 – 10
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Mudanças de Marchas
AVISO: A transmissão é desativada quando o freio de estacionamento estiver acionado.
A transmissão é sincronizada em todas as marchas. Pode-se mudar de marcha sem parar a máquina.
Ao mudar de marcha, certifique-se sempre de que a rotação do motor se mantém na região normal (verde) do tacômetro.

Transmissão manual
Antes de mudar de marcha, pressione o botão de corte da em-
breagem na alavanca de mudança de marchas que se encon-
tra à sua frente.

1 RCPH10TLB111AAF

Transmissão Powershift do tipo S


Para selecionar uma marcha, gire o manípulo para alinhar a
marca indicadora de número na alavanca de controle.

Número no controle de Marcha selecionada


seleção de marcha da transmissão
1 1ª marcha, a frente ou a ré
2 2ª marcha, a frente ou a ré
3 3ª marcha, a frente ou a ré
4 4ª marcha a frente

1 RCPH10TLB352AAF

4 – 11
4 – INSTRUÇÕES DE FUNCIONAMENTO

Direção de Condução
A alavanca de controle da direção da transmissão deve estar na posição neutra (centro) antes de poder ligar o motor.
•• Para deslocar a máquina para a frente, levante a alavanca de controle de direção e empurre-a completamente para a
frente.
•• Para deslocar a máquina em marcha a ré, levante a alavanca de controle de direção e puxe-a completamente para
trás.
NOTA: Para um funcionamento mais suave, reduza a rotação do motor antes de mudar de direção.

Deslocamento em Encosta
ADVERTÊNCIA
Perigo de condução!
As operações em encostas podem ser perigosas. A chuva, neve, gelo, pedras soltas ou solo macio, etc. alteram
as condições do solo. Em qualquer encosta ou rampa, é necessário verificar se é seguro operar a máquina.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0144A

Antes de utilizar a máquina numa encosta:


•• Coloque sempre a transmissão numa marcha inferior e teste os freios de serviço.
•• NÃO permita que a máquina desça a encosta com a transmissão em neutro.
•• NÃO permita que a rotação do motor exceda 2500 rpm.
•• Tenha cuidado se tiver de utilizar o corte da embreagem quando utilizar a carregadeira para escavar numa encosta.

Sistema de Bloqueio do Diferencial


O bloqueio do diferencial proporciona uma potência igual em ambas as rodas traseiras, sendo utilizado em condições em
que a tração no solo é reduzida.
NOTA: O bloqueio do diferencial será automaticamente liberado quando for retirada a carga do eixo.
AVISO: Podem ocorrer danos ao eixo traseiro se tentar engatar o bloqueio do diferencial quando a máquina estiver fazendo
uma curva, ou se uma roda traseira estiver rodando mais rapidamente do que a outra roda traseira.
Ao trabalhar em áreas com lama ou em terreno mole:
1. Certifique-se de que a máquina se desloca em linha reta e
que uma das rodas traseiras não roda mais rapidamente do
que a outra roda traseira.
2. Pressione e mantenha pressionado o botão de bloqueio do
diferencial.
3. Depois de se ter deslocado pela área, libere o botão.
Se a máquina estiver atolada:
1. Certifique-se de que as rodas traseiras não estejam em mo-
vimento.
2. Pressione e mantenha pressionado o botão de bloqueio do 1 RCPH10TLB337AAF
diferencial.
3. Libere o botão assim que recuperar a tração.

4 – 12
5. OPERAÇÕES DE TRANSPORTE
TRANSPORTE DE EMERGÊNCIA
Rebocar a Máquina

ADVERTÊNCIA
Perda de controle!
Reboque apenas a velocidades seguras. Tenha cuidado ao fazer curvas ou ao conduzir por trânsito.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0126A

AVISO: Não se recomenda que a retroescavadeira seja rebocada.


AVISO: O motor da retroescavadeira não deve ser ligado durante o rebocamento da máquina. Os componentes do sistema
de transmissão serão danificados!
Se a máquina estiver avariada, será da responsabilidade do operador decidir se esta poderá ou não ser movida sem que
sofra danos. Se possível, repare a máquina no local onde se encontra.
A máquina rebocadora deverá ter uma capacidade de tração, direção e frenagem adequada para parar ambas as máquinas.
A velocidade à qual a máquina avariada se move não deve exceder os 2.4 km/h (1.5 mph).
As máquinas devem ser ligadas o mais próximo possível.
A máquina avariada apenas deve ser movida o suficiente para chegar a um local de reparação seguro ou a um reboque.
Antes de movimentar uma máquina avariada, o operador deverá ser capaz de responder a estas perguntas:
•• A máquina rebocadora tem capacidade de frenagem e direção para ambas as máquinas?
•• O equipamento de reboque, as correntes e os cabos têm a capacidade necessária para movimentar a máquina de forma
segura?
•• A máquina avariada terá capacidade de direção e frenagem?
•• O movimento da máquina poderá provocar danos no sistema de transmissão ou em peças móveis pouco lubrificadas?
Considerações adicionais:
•• Certifique-se de que todo o pessoal envolvido esteja protegido para o caso de o material de reboque se partir.
•• Apenas será permitida a permanência de um operador na máquina rebocada se a máquina tiver capacidade de direção
e frenagem.
•• Bloqueie sempre as rodas das máquinas avariadas antes de liberar os freios ou o componente do sistema de transmissão.

5 – 1
5 – OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

Procedimento de reboque – quando o motor funciona


1. Acione o freio de estacionamento.
2. Bloqueie as rodas utilizando calços.
3. Coloque a transmissão na posição neutra.
4. Coloque a alavanca de controle da direção na posição neutra.
5. Coloque o interruptor 4WD na posição neutra (se equipado).
6. Retire todas as ferramentas e implementos do chão.
7. Ligue uma barra de tração rígida à retroescavadeira avariada.
8. Ligue a barra de tração rígida à máquina rebocadora. Certifique-se de que a máquina rebocadora tem capacidade de
tração e de frenagem suficiente para movimentar e parar ambas as máquinas.
9. Retire os calços das rodas.
10. Libere o freio de estacionamento. Se o freio de estacionamento não for liberado (por qualquer motivo), desative o freio
de estacionamento. Consulte a página 7-75.
11. Não transporte passageiros! Certifique-se de que todos os outros trabalhadores e pessoas estejam longe da área.
12. Reboque a retroescavadeira avariada a uma velocidade máxima de 2.4 km/h (1.5 mph).

Procedimento de reboque – quando o motor não funciona


1. Bloqueie as rodas utilizando calços.
2. Coloque a transmissão na posição neutra.
3. Coloque a alavanca de controle da direção na posição neutra.
4. Coloque o interruptor 4WD na posição neutra (se equipado).
5. Ligue uma barra de tração rígida à retroescavadeira avariada.
6. Ligue a barra de tração rígida à máquina rebocadora. Certifique-se de que a máquina rebocadora tem capacidade de
tração e de frenagem suficiente para movimentar e parar ambas as máquinas.
7. Desligue o cardã da transmissão traseira (máquinas de tração em duas rodas) ou os cardãs da transmissão dianteira e
traseira (máquinas de tração nas quatro rodas).
NOTA: A retroescavadeira está equipada com um freio de estacionamento SAHR integrado na transmissão. O freio de es-
tacionamento permanece acionado se o motor for desativado.
8. Retire os calços das rodas.
9. Não transporte passageiros! Certifique-se de que todos os outros trabalhadores e pessoas estejam longe da área.
10. Reboque a retroescavadeira avariada a uma velocidade máxima de 2.4 km/h (1.5 mph).

5 – 2
5 – OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

Transporte num Reboque

ADVERTÊNCIA
Perigo no transporte!
A máquina pode escorregar ou cair de uma rampa ou reboque. Certifique-se de que a rampa e o reboque não
estejam escorregadios. Retire todo o óleo, graxa lubrificante, gelo, etc. Para colocar a máquina no reboque ou
retirá-la do mesmo, mantenha-a centrada sobre o reboque e a rampa.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0152A

NOTA: A máquina apresentada poderá ser diferente da sua. O procedimento é o mesmo.


É necessário conhecer as regras e a legislação de segurança aplicáveis ao local onde trabalha. Certifique-se de que o
caminhão e o reboque estão equipados com o equipamento de segurança adequado.
Carregar a retroescavadeira em uma plataforma de reboque:
1. Estacione numa superfície nivelada.
2. Coloque um calço à frente e atrás das rodas do reboque.

1 RCPH10TLB056AAF

3. Coloque a retroescavadeira na posição de transporte.


4. Aperte o cinto de segurança, coloque a transmissão na 1ª
marcha e conduza lentamente a máquina em direção ao
reboque.
5. Desça a caçamba da carregadeira para o reboque, coloque
a alavanca de controle da direção na posição neutra e acio-
ne o freio de estacionamento.
6. Libere a retroescavadeira da posição de transporte.
7. Desça a caçamba da retroescavadeira ou implemento até
ao chão do reboque.
8. Coloque a transmissão na posição neutra.
9. Desligue o motor e retire a chave.
10. Coloque um calço à frente e atrás de cada pneu da retro-
escavadeira.
11. Certifique-se de que todas as janelas se encontram total-
mente fechadas e travadas, se equipadas.
AVISO: A pressão vento pode quebrar os trincos ou os vidros
das janelas.

5 – 3
5 – OPERAÇÕES DE TRANSPORTE

12. Utilize correntes e cintas de amarração para amarrar a má-


quina ao reboque. Utilize os pontos de amarração da má-
quina.
•• Chassis lateral (ambos os lados):

2 RCPH10TLB071AAF

•• Retroescavadeira (ambos os lados):

3 RCPH10TLB062AAF

13. Meça a distância do solo ao ponto mais alto da máquina. É


necessário conhecer a altura total da máquina.
14. Depois de ter conduzido durante alguns quilômetros, pare o
caminhão e o reboque e verifique a sua carga. Certifique-se
de que as correntes se mantêm tensionadas e que a retro-
escavadeira não tenha se deslocado no reboque.

Descarregar a retroescavadeira de um reboque:


1. Retire as correntes e os blocos da retroescavadeira.
2. Afivele o cinto de segurança.
3. Ligue o motor.
4. Coloque a retroescavadeira na posição de transporte ou le-
vante a caçamba da retroescavadeira, ou o implemento, do
piso do reboque.
5. Levante ligeiramente a caçamba da carregadeira do piso
do reboque.
6. Coloque a transmissão na 1ª marcha, solte o freio de esta-
cionamento e conduza lentamente para fora do reboque.

5 – 4
6. FUNCIONAMENTO
INFORMAÇÃO GERAL
Sensibilidade de Mudança FNR
NOTA: Apenas máquinas com transmissões Powershift do tipo S.
Mudar a sensibilidade de mudança FNR:
1. Pressione “Enter” (2) para ter acesso às telas de menu.
2. Pressione a seta para cima (3) ou a seta para baixo (4) para
navegar nas telas de menu.

1 RCPH10TLB140AAF

3. Pressione “Enter” quando a tela “FNR Shift Sensitivity”


(Sensibilidade de Mudança FNR) for apresentada. A barra
de definições fica intermitente.
4. Pressione a seta para cima ou a seta para baixo para ajus-
tar a definição, em que a posição 1 é a menos agressiva e
a posição 3 a mais agressiva.
5. Pressione “Enter” para salvar a seleção.

2 RCIL10TLB035AAF

6. Utilize as setas para navegar para uma tela de menu dife-


rente ou pressione “Escape” (1) até voltar à tela principal
(horímetro do motor.

3 RCPH10TLB140AAF

6 – 1
6 – FUNCIONAMENTO

Iluminação do Visor
NOTA: Apenas máquinas equipadas com painel eletrônico da transmissão Powershift tipo S.
Ajuste a luminosidade do painel eletrônico:
1. Pressione “Enter” (2) para ter acesso às telas de menu.
2. Pressione a seta para cima (3) ou a seta para baixo (4) para
navegar nas telas de menu.

4 RCPH10TLB140AAF

3. Pressione “Enter” quando a tela de luminosidade do painel


de instrumentos for apresentada.

5 RCPH10TLB196AAF

4. Pressione “Enter” para ter acesso às tela de definição.


5. Pressione “Enter” novamente. A barra de definições fica in-
termitente.
6. Pressione a seta para cima ou a seta para baixo para ajustar
a luminosidade da tela.
7. Pressione “Enter” para salvar a seleção.

6 RCPH10TLB197AAF

8. Pressione “Escape” (1) para voltar para a tela de luminosi-


dade do painel de instrumentos.
9. Utilize as setas para navegar para uma tela de menu dife-
rente ou pressione “Escape” até regressar à tela principal
(horímetro do motor).

7 RCPH10TLB140AAF

6 – 2
6 – FUNCIONAMENTO

OPERAÇÕES COM A CARREGADEIRA


Segurança Pessoal
Este manual contém apenas informações básicas necessárias para utilizar a máquina; não inclui todas as condições possí-
veis para utilização da carregadeira. Se for um operador inexperiente, trabalhe sempre numa área aberta e a uma rotação
do motor reduzida. Seja um operador cuidadoso. Evite acidentes. Não se deixe tornar negligente. Afivele o cinto de segu-
rança antes de ligar o motor. Confirme se é possível alcançar todos os controles e deslocá-los ao longo de todo o seu curso,
com o cinto de segurança afivelado e apertado.

Plano de Trabalho
ADVERTÊNCIA
Perigo para terceiros!
Saiba sempre a localização de todos os trabalhadores na sua área. Avise-os antes de colocar a máquina em
funcionamento. Mantenha todas as pessoas não autorizadas afastadas da área de trabalho.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0206A

ADVERTÊNCIA
Perigo para terceiros!
Pode ser que caia material de uma caçamba carregada. Retraia manualmente uma caçamba carregada antes de
abaixar a carregadeira. A função auto-niveladora não retrai a caçamba automaticamente.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0197A

8 RCPH10TLB005GAF

O posicionamento da máquina é muito importante para a obtenção de ciclos eficazes.


•• Defina ciclos de trabalho o mais curtos possível.
•• Se necessário, passe alguns minutos nivelando a área de trabalho. A existência de caminhos suaves para a máquina e
de uma área de estacionamento nivelada para os camiões tornará a realização do trabalho mais rápida.

6 – 3
6 – FUNCIONAMENTO

Posição de Retenção para o Interruptor de Controle da Caçamba 4 em 1


NOTA: Caçamba 4 em 1 (se equipado).
O operador ou técnico de manutenção pode ativar uma posição de retenção no ciclo 4 em 1 ajustando o interruptor. O inter-
ruptor é recebido do fabricante com a forma em “U” voltada para cima. Nesta configuração, o interruptor tem um efeito de
mola, regressando à posição central quando é liberado a partir de qualquer posição.
A posição de retenção modificará o ciclo de forma a permitir que o operador toque no interruptor para manter o circuito
aberto até que ele acione o interruptor novamente para desativá-lo.
Ativar a posição de retenção do interruptor:
1. Retire a tampa que protege o parafuso do interruptor.

9 RCPH10TLB260AAF

2. Utilizando uma chave de parafusos Phillips, retire o parafu-


so que fixa o interruptor.

10 RCPH10TLB261AAF

3. Retire a parte superior do interruptor.


4. Gire a parte superior do interruptor 180° e volte a parafusá-
la na parte superior do interruptor.
NOTA: A forma em “U” deve estar voltada para baixo.

11 RCPH10TLB262AAF

6 – 4
6 – FUNCIONAMENTO

5. Volte a colocar cuidadosamente a parte superior do inter-


ruptor e parafuse-a no devido lugar. Não aperte em dema-
sia.

12 RCPH10TLB264AAF

6. Teste o funcionamento de retenção:


a. Empurre o interruptor para cima. O interruptor deve fi-
xar-se na devida posição (não voltando para o centro),
conforme ilustrado.
b. Puxe o interruptor da posição de retenção.

13 RCPH10TLB264AAF

7. Volte a colocar a tampa que protege o parafuso.

14 RCPH10TLB264AAF

6 – 5
6 – FUNCIONAMENTO

8. Leve a máquina para uma área ampla e segura e teste o


interruptor, movimentando-o ao longo de toda a gama de
movimento em ambas as direções.

15 RCPH10TLB006CAF

6 – 6
6 – FUNCIONAMENTO

Força de Escavação da Carregadeira


Botão de corte da embreagem
Pressione o botão de corte da embreagem para aumentar a rotação do motor e fornecer mais óleo hidráulico à carregadeira,
para maior potência da carregadeira e uma função de controle mais rápida.
Pressionando o botão de corte da embreagem, a transmissão é desengrenada das rodas de tração. Libere o botão de corte
da embreagem para acionar novamente transmissão. Quando o botão de corte da embreagem for pressionado, a máquina
poderá mover-se livremente. Se necessário, utilize o freio de serviço para parar a máquina.
•• Alavanca de mudanças (apenas com transmissão manual):

16 RCPH10TLB111AAF

•• Alavanca da carregadeira:

17 RCPH10TLB337AAF

6 – 7
6 – FUNCIONAMENTO

Redução de marcha da transmissão pelo botão “Kickdown”


NOTA: Transmissões Powershift do tipo S.
A redução de marcha no botão “kickdown” é utilizada para aumentar a força de escavação. O controle da mudança de mar-
chas permite que o operador passe temporariamente da 2ª marcha para a 1ª marcha, sem mudar a posição de controle de
seleção de marchas. Pressione o botão para passar da 2ª para a 1ª marcha.
Pressione novamente o botão para voltar para a 2ª marcha. O botão encontra-se na alavanca seletora de marchas e na
alavanca de controle da carregadeira.
•• Alavanca seletora de marchas:

18 RCPH10TLB191AAF

•• Alavanca de controle da carregadeira:

19 RCPH10TLB337AAF

6 – 8
6 – FUNCIONAMENTO

Indicadores de Nível, Posição e Profundidade da Caçamba


Indicador de nível – Caçamba padrão
Este indicador de nível tem dois ponteiros na articulação da
caçamba. A caçamba fica nivelada com o solo quando os dois
ponteiros estiverem frente a frente.

20 RCPH10TLB285AAF

Indicador de posição – Caçamba 4 em 1


O indicador de posição da caçamba (1) encontra-se na articu-
lação da caçamba e indica o ângulo correto da caçamba quan-
do a utiliza como mandíbula, carregadeira, raspador ou nivela-
dora. Coloque a caçamba da carregadeira 304 mm (12 in)
acima do solo e incline-a para a posição desejada, conforme
indicado no decalque (2).

21 RCPH10TLB286AAF

Niveladora:
Incline a caçamba para a posição de niveladora e abra
a caçamba articulada completamente.

22 RCPH10TLB235AAF

6 – 9
6 – FUNCIONAMENTO

Raspador:
Incline a caçamba para a posição de raspador. Abra a
caçamba articulada com a profundidade de corte de-
sejada. Consulte o indicador de profundidade, confor-
me apresentado mais à frente neste capítulo.

23 RCPH10TLB234AAF

Carregadeira:
Incline a caçamba para a posição de carregadeira. Fe-
che a caçamba articulada completamente. A caçamba
funciona agora como uma caçamba padrão.

24 RCPH10TLB233AAF

Mandíbula:
Incline a caçamba para a posição de mandíbula. Colo-
que a caçamba aberta sobre o material a movimentar.
Feche a mandíbula para recolher o material. Coloque
a caçamba sobre a nova localização do material e abra a man-
díbula para descarregar.

25 RCPH10TLB236AAF

Indicador de profundidade – Caçamba 4 em 1


Apenas posição de raspador. O indicador de profundidade en-
contra-se no lado direito da caçamba. Neste indicador é apre-
sentada a abertura da caçamba, ou profundidade de corte. A
caçamba 4 em 1 pode fazer um corte de até 102 mm (4 in) de
profundidade.

26 RCPH10TLB287AAF

6 – 10
6 – FUNCIONAMENTO

Regressar à Escavação
Depois de a caçamba ser descarregada, utilize a função “Regressar à escavação” para colocar a caçamba em posição para
outro ciclo de escavação. Mova a alavanca de controle da carregadeira para a posição de fechamento e para a posição de
flutuação. A caçamba fechará até que a sua parte inferior fique nivelada e, depois, pára. Os braços da carregadeira descem
até que a caçamba atinja o solo, ou até que coloque manualmente a alavanca de controle na posição neutra.

27 RCPH10TLB006FAF

1. Caçamba na posição de flutuação


2. Caçamba na posição de Fechamento

6 – 11
6 – FUNCIONAMENTO

Ajustar a posição “Regressar à escavação” da caçamba:


1. Estacione a máquina numa superfície nivelada.
2. Acione o freio de estacionamento.
3. Desça a caçamba da carregadeira até ao solo, certificando-
se de que a parte inferior da caçamba fique no ângulo de
escavação desejado.
4. Desligue o motor.
5. Solte os parafusos de regulagem do interruptor para “Re-
gressar à escavação” e coloque o interruptor na ranhura, de
modo a que o rolamento do interruptor fique colocado na
extremidade do excêntrico do braço da carregadeira.
NOTA: Ao deslocar o suporte do interruptor para a frente ou
para trás para ajusta-lo, certifique-se de que, à medida que os
parafusos são apertados, o suporte é empurrado na direção da
máquina. Isto garantirá um contato total entre o interruptor e o
excêntrico de acionamento.
6. Aperte os parafusos de regulagem.
7. Ligue o motor.
8. Levante a caçamba da carregadeira até à altura máxima e 28 RCPH10TLB257AAF
descarregue a caçamba.
9. Coloque a alavanca de controle da carregadeira na posição
para “regressar à escavação”. A caçamba da carregadeira
irá descer até ao solo.
10. Desligue o motor.
11. Verifique a posição da caçamba da carregadeira. Se a ca-
çamba não estiver na posição correta:
•• Desloque o interruptor de “regressar à escavação” para
trás se a caçamba não tiver fechado o suficiente.
•• Desloque o interruptor de “regressar à escavação” para
a frente se a caçamba tiver fechado em demasia.
12. Repita o procedimento até que a caçamba regresse à po-
sição correta.

6 – 12
6 – FUNCIONAMENTO

Içamento com a Carregadeira


ADVERTÊNCIA
A falha do equipamento poderá provocar acidentes ou ferimentos!
Utilize apenas equipamento de içamento com capacidade para elevar as cargas a serem movidas. Verifique
sempre, todos os dias, o equipamento de içamento com relação a peças danificadas ou faltantes. Verifique se
outros trabalhadores ou outras pessoas não se encontram sob a carga quando esta estiver em movimento.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0205A

AVISO: Esta máquina não é um guindaste. Tenha muito cuidado ao levantar cargas.
Quando utilizar a carregadeira para levantar uma carga, utilize
os pontos de elevação.

29 RCPH10TLB275AAF

6 – 13
6 – FUNCIONAMENTO

Alteração de Implementos da Carregadeira


O acoplamento hidráulico da carregadeira (se equipado), per-
mite que o operador instale e retire os implementos dianteiros
sem ter de utilizar ferramentas especiais nem ajuda de outras
pessoas.

30 RCPH10TLB268AAF

Instalando um implemento:
1. Incline o acoplamento hidráulico da carregadeira para a
frente e engate os pinos de acoplamento superiores (1) nos
ganchos de montagem superior do implemento (2).

31 RCPH10TLB270AAF

2. Pressione e mantenha pressionado o símbolo do


lado esquerdo do interruptor basculante para re-
trair os pinos de bloqueio do acoplamento.

32 RCPH10TLB340AAF

3. Levante os braços da carregadeira e gire o acoplamento


para trás até que os pinos de bloqueio do acoplamento fi-
quem alinhados com os orifícios de montagem inferior do
implemento.
4. Libere o interruptor basculante.

33 RCPH10TLB267AAF

6 – 14
6 – FUNCIONAMENTO

5. Pressione o símbolo do lado direito do interruptor


basculante para engatar os pinos de acoplamento
da carregadeira nos orifícios de montagem do im-
plemento.

34 RCPH10TLB340AAF

6. Verifique visualmente se os pinos de bloqueio fixaram o im-


plemento.

35 RCPH10TLB266AAF

Remoção de um implemento:
1. Com o implemento sobre o solo, pressione e man-
tenha pressionado o símbolo do lado esquerdo do
interruptor basculante para retrair os pinos de blo-
queio do acoplamento.
2. Levante o implemento até no máximo de 25 a 50 mm (1 – 2
in) acima do solo e gire lentamente a parte superior do im-
plemento para fora, até que os pinos de bloqueio estejam
afastados dos orifícios de montagem de implementos.
3. Libere o interruptor basculante.
4. Desça cuidadosamente o implemento até ao solo girando a
parte superior do acoplamento para fora.
5. Quando os pinos de montagem do acoplamento superior 36 RCPH10TLB340AAF
estiverem livres, afaste-se do implemento.

6 – 15
6 – FUNCIONAMENTO

OPERAÇÕES COM A RETROESCAVADEIRA


Segurança Pessoal
Este manual contém apenas informações básicas necessárias para utilizar a máquina; não inclui todas as condições pos-
síveis para utilização da retroescavadeira.
Seja um operador cuidadoso. Evite acidentes. Não se deixe tornar negligente.

Instruções Básicas
ADVERTÊNCIA
Movimento inesperado da máquina!
Antes de girar o banco do operador para a posição de operação da retroescavadeira, mova a alavanca de con-
trole da direção e a transmissão para a posição neutra e acione o freio de estacionamento.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0194A

AVISO: Tenha cuidado ao mover a retroescavadeira completamente para o lado. Em algumas posições, a retroescavadeira
poderá entrar em contato com os estabilizadores e provocar danos.

Ciclo de escavação
A retroescavadeira irá escavar mais material em menos tempo se o ciclo de escavação for curto e suave. Mantenha todos
os ciclos de escavação suaves.

Operando em encostas

ADVERTÊNCIA
Perigo de capotamento!
Tenha cuidado quando operar a máquina numa encosta. Esteja sentado no banco do operador (posição de
operação da carregadeira) quando for mover a máquina para a frente. Acione sempre o freio de estacionamento
e mova a alavanca de controle da direção e a transmissão para a posição neutra antes de operar a retroesca-
vadeira.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0220A

ADVERTÊNCIA
Perigo de queda!
Quando operar a máquina numa encosta, nivele a máquina com os estabilizadores e coloque a terra ou outro
material da vala no lado mais alto da mesma.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0199A

Carga muito alta


Forçar a caçamba a escavar uma carga muito alta, provoca um “stall” hidráulico (alavanca de controle do braço puxada
para trás e a caçamba não se movimenta). Quando acontecer um “stall” hidráulico, a válvula de alívio principal do sistema
hidráulico emite um ruído.
Um “stall” hidráulico provoca
•• ciclos mais longos.
•• temperatura do óleo mais alta.
•• maior consumo de combustível.

6 – 16
6 – FUNCIONAMENTO

Área de Perigo da Retroescavadeira


ADVERTÊNCIA
Perigo para terceiros!
Saiba sempre a localização de todos os trabalhadores na sua área. Avise-os antes de colocar a máquina em
funcionamento. Mantenha todas as pessoas não autorizadas afastadas da área de trabalho.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0206A

ADVERTÊNCIA
Perigo para terceiros!
Ao trabalhar numa área com visibilidade reduzida, tal como junto a um edifício, instale sempre uma grade de
proteção e coloque sinais de aviso para manter outras pessoas afastadas da máquina.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0200A

ADVERTÊNCIA
Perigo de queda!
Não escave o solo sob os estabilizadores da retroescavadeira. A máquina pode cair para o interior do local de
escavação se o talude ceder.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0198A

37 RCPH10TLB010FAF

A. ÁREA DE PERIGO

6 – 17
6 – FUNCIONAMENTO

Bloqueio do Giro
Antes de utilizar a lança, retire o pino de bloqueio do giro do
local de bloqueio e coloque-o no local de armazenamento.
Retire o pino de bloqueio do giro da posição de armazenamen-
to e coloque-o na posição de bloqueio de cada vez que a retro-
escavadeira for colocada na posição de transporte.
Pino na posição de bloqueio.

38 RCPH10TLB279AAF

Pino na posição de armazenamento.


NOTA: O pino de bloqueio do giro é armazenado dentro da
cabine, no lado direito (posição de utilização da retroescava-
deira).

39 RCPH10TLB342AAF

Bloqueio do braço extensível


Antes de utilizar o braço extensível, retire o pino de bloqueio do
local de bloqueio (2) e coloque-o no local de armazenamento
(1). Antes de colocar a retroescavadeira na posição de trans-
porte, retraia o braço e coloque o pino de bloqueio do braço
extensível na posição de bloqueio.

40 RCPH10TLB363AAF

6 – 18
6 – FUNCIONAMENTO

Sapatas Estabilizadoras
ADVERTÊNCIA
Perigo de queda!
Coloque os estabilizadores na posição de funcionamento antes de descer a lança e estender o braço. A parte
dianteira da máquina pode elevar-se e ficar instável se os estabilizadores não se encontrarem para baixo na
posição de funcionamento.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0196A

ADVERTÊNCIA
Perigo de queda!
Antes de elevar os estabilizadores a partir da posição de funcionamento, coloque a retroescavadeira na posi-
ção de transporte ou recolha completamente o braço e eleve a lança. Certifique-se de que os pneus da máquina
estejam em contato com o solo. A máquina pode ficar instável quando os pneus não se encontram em contato
com o solo.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0195A

Coloque sempre as sapatas estabilizadoras para obter a máxima estabilidade. Se escavar perto de edifícios, paredes, etc.
Alterar a posição das sapatas estabilizadoras:
1. Retire o anel de fixação do pino em cada calço estabilizador.
2. Utilize um martelo e um pino extrator e retire cada um dos pinos.
3. Coloque as sapatas estabilizadoras na devida posição. Para obter uma posição correta das sapatas estabilizadoras,
consulte as posições para as sapatas estabilizadoras, apresentadas mais à frente neste capítulo.
4. Instale os pinos e os anéis de fixação.

6 – 19
6 – FUNCIONAMENTO

Posição para as sapatas estabilizadoras


NOTA: Os exemplos apresentados referem-se aos estabilizadores do lado direito (posição de operação da retroescavadeira).
Sapatas estabilizadoras standard de duas posições:
•• Escavar para o lado (trabalhar junto de edifícios, paredes,
etc.)

41 RCPH10TLB419AAF

•• Estabilidade máxima para escavação atrás e largura míni-


ma de deslocamento.

42 RCPH10TLB418AAF

Sapatas estabilizadoras para cemitérios com coberturas de


borracha:
•• Escavar para o lado (trabalhar junto de edifícios, paredes,
etc.)

43 RCPH10TLB414AAF

•• Estabilidade máxima para escavação atrás e largura míni-


ma de deslocamento.

44 RCPH10TLB415AAF

6 – 20
6 – FUNCIONAMENTO

Sapatas estabilizadoras com combinação de capotagem:


•• Funcionamento em superfícies pavimentadas (cobertura de
borracha para baixo).

45 RCPH10TLB417AAF

•• Funcionamento em superfícies não pavimentadas (cobertu-


ra de borracha para cima).

46 RCPH10TLB416AAF

6 – 21
6 – FUNCIONAMENTO

Posição de Transporte da Retroescavadeira


Retire a retroescavadeira da posição de transporte antes de utiliza-la. A retroescavadeira deve ser colocada na posição de
transporte antes de utilizar a carregadeira ou antes da máquina ser conduzida numa estrada ou auto-estrada.
Retire a retroescavadeira da posição de transporte:
1. Certifique-se de que a alavanca de controle da direção e a
transmissão estejam na posição neutra.
2. Certifique-se de que o freio de estacionamento esteja acio-
nado.
3. Coloque o banco do operador na posição de operação da
retroescavadeira.
4. Certifique-se de que os estabilizadores estejam para bai-
xo e de que as rodas traseiras estejam acima do nível do
solo.
5. Retire o pino de bloqueio do giro da posição de transporte
e coloque-o na posição de armazenamento. A posição de
armazenamento está do lado direito do operador, quando
este está sentado na posição de operação da retroesca-
vadeira.
6. Libere o bloqueio da lança:
a. Empurre a alavanca de controle da lança para a frente
e, ao mesmo tempo, pressione a alavanca de liberação
(1) do engate da lança.
b. Puxe a alavanca de controle da lança para trás, para
mover a lança em frente (sobre o centro).
7. Se a sua máquina estiver equipada com um braço exten-
sível, coloque o pino de bloqueio do braço extensível no
orifício de armazenamento.

47 RCPH10TLB362AAF

6 – 22
6 – FUNCIONAMENTO

Colocando a retroescavadeira na posição de transporte:


1. Certifique-se de que a alavanca de controle da direção e a
transmissão estejam na posição neutra.
2. Certifique-se de que o freio de estacionamento esteja acio-
nado.
3. Coloque o banco do operador na posição de operação da
retroescavadeira.
4. Utilize os controles de giro e coloque a caçamba da retroes-
cavadeira diretamente atrás da máquina.
5. Se a sua máquina estiver equipada com um braço exten-
sível, retraia o braço e instale o pino de bloqueio do braço
extensível para bloquear o braço.
6. Certifique-se de que os estabilizadores estejam para bai-
xo e de que as rodas traseiras estejam acima do nível do
solo.
7. Utilize o acelerador manual e mantenha o motor a aproxi-
madamente 1200 rpm.
8. Recolha o braço e enrole a caçamba.
9. Engate o bloqueio da lança:
a. Puxe a alavanca de controle da lança para trás. A lança
da retroescavadeira mover-se-á na sua direção, pas-
sando a posição vertical.
b. Quando a lança atingir a posição vertical, empurre
rapidamente a alavanca de controle da lança para a
frente. A lança continuará a deslocar-se na sua di-
reção até chegar ao batente.
c. Assim que for atingido o batente da lança, o bloqueio
da lança engata-se automaticamente. A lança, o
braço e a caçamba ficam desta forma na posição de
transporte.
48 RCPH10TLB246AAF
10. Levante completamente os estabilizadores.
11. Reduza a rotação do motor para a marcha lenta.
12. Vire o banco do operador para a posição de operação da
carregadeira.
13. Desligue o motor.
14. Instale o pino de bloqueio de giro na posição de transporte.

6 – 23
6 – FUNCIONAMENTO

Antes de Operar a Retroescavadeira


Antes de operar a retroescavadeira:
1. Certifique-se de que a alavanca de controle da direção e a
transmissão estejam na posição neutra.
2. Acione o freio de estacionamento.

ADVERTÊNCIA
Movimento inesperado da máquina!
Antes de ajustar as janelas, desligue o motor e o
sistema de controle da retroescavadeira (coman-
dos pilotados e mecânicos), certificando-se de que
a lança esteja com a trava mecânica na posição de
transporte.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0181AB

3. Coloque as janelas na posição desejada e trave-as.


AVISO: As janelas traseiras podem interferir com as alavancas
de controle da retroescavadeira. Antes de utilizar o sistema hi-
dráulico, certifique-se de que o ajuste da janela está bloqueado
da devida posição.
4. Em máquinas com controle piloto, ajuste as torres de con-
trole, conforme necessário:
•• Ajuste as torres de controle para a frente ou para trás.

49 RCPH10TLB126AAF

•• Ajuste as torres de controle para a esquerda ou para a


direita.

50 RCPH10TLB299AAF

6 – 24
6 – FUNCIONAMENTO

5. Retire o pino de bloqueio de giro da posição de transporte e


coloque-o na posição de armazenamento. A posição de ar-
mazenamento é do lado direito do operador, quando estiver
sentado na posição de operação da retroescavadeira.

6. Certifique-se de que todos os controles estejam ao seu al-


cance, que o banco esteja bloqueado na devida posição e
de que o cinto de segurança está apertado.
7. Ligue o motor.
8. Se a máquina estiver equipada com controle de condução,
certifique-se de que o interruptor de controle de condução
esteja na posição DESLIGADO.
9. Descarregue a carregadeira e desça a caçamba até ao
solo. Levante as rodas dianteiras acima do nível do solo.
NOTA: Se necessário, a parte inferior da caçamba da carrega-
deira pode ficar sobre o solo.

51 RCPH10TLB241AAF

10. Utilize o acelerador manual e aumente a rotação do motor.


11. Desça os estabilizadores. Utilize os estabilizadores para
subir o nível da máquina até que os pneus traseiros fiquem
acima do nível do solo.
12. Retire a máquina da posição de transporte.
13. Se a sua máquina estiver equipada com o braço extensível,
retire o pino de bloqueio do braço extensível da posição de
bloqueio e, durante o funcionamento, coloque-o no orifício
de armazenamento.

6 – 25
6 – FUNCIONAMENTO

Enchendo a Caçamba da Retroescavadeira


Encha a caçamba utilizando o movimento de recolha do braço. Mantenha a parte inferior da caçamba paralela em relação à
incisão. Deixe que os dentes da caçamba e a extremidade cortante cortem solo como uma lâmina. A profundidade de corte
é determinada pelo tipo de material a escavar.
AVISO: Não proceda à terraplenagem de uma vala com a retroescavadeira movendo a caçamba contra o solo.

52 RCPH10TLB004GAF

1. Posição correta da caçamba


2. Posição incorreta da caçamba
3. Método de escavação correto

6 – 26
6 – FUNCIONAMENTO

Movendo a Máquina Durante a Escavação


Pode-se fazer a retroescavadeira avançar ao mesmo tempo em que realiza uma escavação.
1. Certifique-se de que as rodas dianteiras da máquina este-
jam dirigidas para a frente.
2. Reduza a rotação do motor para 1200 rpm. Certifique- se
de que o freio de estacionamento não esteja acionado e de
que a transmissão esteja na posição neutra.
3. Levante a lança e retraia o braço. Movimente a lança con-
forme necessário para colocar os dentes da caçamba da
retroescavadeira em solo firme. Desça a caçamba da retro-
escavadeira até o solo.
4. Levante os estabilizadores e a caçamba da carregadeira
cerca de 300 mm (12 in) acima do nível do solo.
5. Utilize a lança e o braço para movimentar a máquina. Esten- 53 RCPH10TLB277AAF
da lentamente o braço. Ao mesmo tempo, baixe a lança.
6. Na nova posição:
a. Desça os estabilizadores e a caçamba da carregadeira
até ao solo e nivele a máquina.
b. Acione o freio de estacionamento.

6 – 27
6 – FUNCIONAMENTO

Içamento com a Retroescavadeira


ADVERTÊNCIA
A falha do equipamento poderá provocar acidentes ou ferimentos!
Utilize apenas equipamento de içamento com capacidade para elevar as cargas a serem içadas. Verifique sem-
pre, todos os dias, o equipamento de içamento com relação a peças danificadas ou faltantes. Verifique se ou-
tros trabalhadores ou outras pessoas não se encontram sob a carga quando esta se encontra em movimento.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0205A

Esta retroescavadeira NÃO é um guindaste. Tenha sempre cuidado quando utilizar a retroescavadeira para levantar uma
carga. Consulte as capacidades de elevação da retroescavadeira neste manual.

ADVERTÊNCIA
A falha do equipamento poderá provocar acidentes ou ferimentos!
Não utilize a extremidade do gancho do acoplador ao içar cargas. O cabo ou correia pode sair do acoplador e
a carga pode cair.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0221A

1. Coloque um gancho no olhal de elevação. Certifique-se de


que o gancho dispõe de certificação para elevar o peso da
carga.
AVISO: Certifique-se de que o gancho não fique preso na
ligação.
2. Prenda ao gancho um cabo ou uma correia de segurança
devidamente aprovados.
3. Conheça e compreenda todos os sinais da pessoa respon-
sável pela sinalização antes de começar.
4. Saiba sempre a localização de todos os trabalhadores e/ou
outras pessoas na sua área de trabalho.
5. Baixe ambos os estabilizadores e levante a máquina, de 54 RCPH10TDSC02569

forma a que ambos os pneus traseiros fiquem a cerca de


25 – 50 mm (1 – 2 in) acima do solo. Certifique- se de que a
máquina esteja nivelada.
NOTA: Se o solo for macio, coloque um calço de madeira
(tábua de madeira) sob cada sapata do estabilizador.
6. Descarregue e baixe a caçamba da carregadeira até ao
solo.
7. Antes de começar, ligue um cabo manual à carga. Certi-
fique-se de que o trabalhador que segura o cabo manual
esteja afastado da carga.

6 – 28
6 – FUNCIONAMENTO

8. Antes de iniciar o seu trabalho, teste a capacidade de ele-


vação:
a. Coloque a máquina junto da carga.
b. Utilize um cabo ou uma eslinga para fixar a carga à
extremidade do braço no olhal de elevação.
c. Levante a carga com a retroescavadeira de forma a
que a carga fique de 25 a 50 mm (1 a 2 in) acima do
solo.
d. Desloque totalmente a carga para um lado.
e. Afaste a carga da máquina. Certifique-se de que man-
tém a carga de 25 a 50 mm (1 a 2 in) acima do solo.
f. Baixe a carga até o solo se um dos estabilizadores for
levantado acima do solo ou se houver alguma indi-
cação de que a estabilidade da máquina é reduzida.
9. Desloque a carga sempre lentamente. Não desloque a car-
ga sobre os trabalhadores ou de outras pessoas.
10. Quando a carga for levantada, mantenha todos os traba-
lhadores e outras pessoas afastadas, até que a carga seja
colocada em blocos ou no solo.
AVISO: Quando o içamento estiver concluído, retire o gancho.
Poderão ocorrer danos ao gancho ou nas articulações se o
gancho não tiver for removido durante a escavação.

6 – 29
6 – FUNCIONAMENTO

Troca de Implementos da Retroescavadeira


ADVERTÊNCIA
A falha do equipamento poderá provocar acidentes ou ferimentos!
Utilize apenas implementos hidráulicos auxiliares autorizados. Leia e compreenda sempre o manual ou instru-
ções fornecidos pelo fabricante para evitar ferimentos ou danos. Compreenda o funcionamento e as instruções
de segurança antes de ligar, remover ou operar o implemento.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0231A

AVISO: Nem todos os implementos das séries anteriores à série “N” (caçambas ou outros equipamentos montados) serão
compatíveis com as máquinas da série “N”. É necessário um kit de adaptação dos pinos e buchas (acoplamento hidráulico
ou mecânico) para os implementos compatíveis. Leve em conta que o implemento compatível adaptado pode ter desem-
penho ou deslocamento reduzidos. Contate o seu revendedor CASE local para conhecer os implementos compatíveis e os
respetivos kits de adaptação necessários.
Antes de trocar um caçamba da retroescavadeira ou outro implemento:
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada.
2. Baixe os estabilizadores até ao solo.
3. Mantenha a máquina nivelada.
4. Certifique-se de que todos os trabalhadores não autorizados ou outras pessoas estejam afastados da máquina.

Acoplamento CASE (padrão)


1. Certifique-se de que a caçamba esteja equipada com um
pino de acoplamento CASE.
2. Gire a caçamba para fora, deixando-a acima do nível do
solo.

55 RCPH10TLB399AAF

3. Retire o anel de retenção, a anilha de aço e o pino da ca-


çamba.

56 RCPH10TLB399AAF

6 – 30
6 – FUNCIONAMENTO

4. Gire a caçamba para fora e desça-a até ao solo..


5. Gire o acoplamento para fora da caçamba.
6. Pegue na outra caçamba e levante a lança.

57 RCPH10TLB397AAF

7. Com a caçamba suspensa acima do nível do solo, retraia o


cilindro da caçamba até que a caçamba comece a girar
para fora.
8. Instale o pino da caçamba, a anilha de aço e o anel de
retenção.

58 RCPH10TLB398AAF

Acoplamento rápido CASE


NOTA: É necessário pressionar ao mesmo tempo ambos os interruptores basculantes do acoplamento rápido para retirar
ou acoplar uma caçamba ou outro implemento.
Remoção da caçamba:
1. Certifique-se de que a caçamba esteja equipada com um
pino de acoplamento CASE.
2. Gire a caçamba para fora e desça-a até ao solo.

59 RCPH10TLB402AAF

3. Pressione a parte superior dos interruptores de


acoplamento rápido para desengatar / retrair os pi-
nos de acoplamento rápido.
Pino de acoplamento retraído.

60 RCPH10TLB403AAF

6 – 31
6 – FUNCIONAMENTO

4. Continue pressionando a parte superior dos inter-


ruptores de acoplamento rápido e estenda o cilin-
dro da caçamba para que o acoplamento rápido se
desloque para fora da caçamba.
5. Afaste o acoplamento da caçamba.

61 RCPH10TLB404AAF

Instalação da caçamba:
1. Coloque a retroescavadeira na posição correta para aco-
plar a caçamba.
2. Retraia o cilindro da caçamba para engatar a caçamba no
acoplamento rápido.

62 RCPH10TLB405AAF

3. Pressione a parte superior dos interruptores do


acoplamento rápido para desengatar / retrair os pi-
nos de acoplamento rápido.
4. Continue pressionando a parte superior dos interruptores
de acoplamento rápido e levante a caçamba para permitir
que a caçamba gire para a posição de bloqueio.

63 RCPH10TLB403AAF

5. Pressione a parte inferior dos interruptores de aco-


plamento rápido para engatar / estender os pinos
de acoplamento rápido.
6. Antes de utilizar a retroescavadeira, verifique visualmente
a caçamba e certifique-se de que os pinos de acoplamen-
to rápido estejam completamente estendidos, no nível das
bordas da caçamba.

64 RCPH10TLB402AAF

6 – 32
6 – FUNCIONAMENTO

Tubulações do sistema hidráulico


AVISO: Antes de utilizar qualquer implemento hidráulico unidirecional, certifique-se de que a válvula auxiliar (martelo)
esteja configurada para funcionar dentro dos parâmetros do implemento. Para obter instruções detalhadas, consulte a
página 7-77.
Ligue as tubulações hidráulicas do implemento aos conectores
situados no braço.
AVISO: A inversão da ligação pode provocar danos no imple-
mento, ou tornar o seu funcionamento indesejável ou perigoso.

65 RCPH10TLB413AAF
1. Conector de pressão
2. Conector de retorno

6 – 33
6 – FUNCIONAMENTO

NOTAS

6 – 34
7. MANUTENÇÃO
INFORMAÇÃO GERAL
Regras de Segurança
PERIGO
A operação ou manutenção inadequadas desta máquina podem resultar num acidente.
Não opere esta máquina nem realize qualquer trabalho de lubrificação, manutenção ou reparação na mesma
sem ter lido e compreendido as informações de operação, lubrificação, manutenção e reparação.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
D0010A

ADVERTÊNCIA
Execute sempre todos os procedimentos de manutenção nos momentos certos, respeitando os intervalos in-
dicados neste manual. Isto assegura níveis de desempenho ideais e a máxima segurança durante a operação
da máquina.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0132A

CUIDADO
Sistema pressurizado!
Antes de tentar efetuar qualquer procedimento de manutenção, é da sua responsabilidade conhecer o número
de acumuladores na máquina e o procedimento correto para liberar a pressão de cada acumulador.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0136A

AVISO: Condições de trabalho e ambientais extremas requerem intervalos de manutenção mais curtos.
Utilize fluidos, lubrificantes e filtros da CASE para desfrutar da melhor proteção e desempenho que a sua máquina pode
oferecer. Todos os fluidos, lubrificantes e filtros devem ser eliminados de acordo com as normas e regulamentações am-
bientais. Contate o seu revendedor se tiver alguma questão a respeito da assistência e manutenção desta máquina.
Leia os decalques de segurança e informativos existentes na máquina. Leia o Manual de Operador. Antes de iniciar qual-
quer trabalho de manutenção, certifique-se de que compreende o funcionamento da máquina.
Antes de proceder à manutenção da máquina, coloque um aviso “Não Utilizar” no volante ou na chave da ignição. Certi-
fique-se de que existe um aviso num local claramente visível para todos os que possam utilizar ou realizar trabalhos de
manutenção na máquina. A sua máquina é entregue com uma etiqueta de aviso. Estão disponíveis etiquetas adicionais no
seu revendedor.

Peças de plástico e resina


•• Evite usar gasolina, diluente para tintas, etc. quando limpar peças de plástico, o console, o painel de instrumentos, etc.
•• Utilize apenas água, um sabão neutro e um pano macio quando limpar estas peças.
•• A utilização de gasolina, diluentes, etc., poderá causar descoloração, rachaduras, ou deformações na peça a ser limpa.

7 – 1
7 – MANUTENÇÃO

Segurança Geral Antes da Manutenção


Salvo indicação em contrário, execute sempre os seguintes passos antes de efetuar manutenção na máquina::
1. Estacione a máquina numa superfície nivelada.
2. Coloque a retroescavadeira na posição de transporte com o pino de bloqueio de giro colocado na posição de transporte.
3. Coloque a caçamba da carregadeira no solo, com a parte inferior da caçamba paralela à superfície.
4. Coloque a alavanca de controle da direção e a transmissão em posição neutra.
5. Se precisar de abrir o capuz do motor para realizar trabalhos de manutenção, eleve os braços da carregadeira e instale
a escora de apoio.
6. Desligue o motor.
7. Coloque uma etiqueta “Não Utilizar” na chave de ignição, de forma a que fique visível para os outros trabalhadores, ou
retire a chave.

Horímetro
O horímetro do motor apresenta o total de horas de funcionamento do motor. Use o horímetro do motor juntamente com a
Tabela de Manutenção deste manual para efetuar a manutenção da máquina nos períodos corretos. Quando efetuar manu-
tenção na máquina, use apenas lubrificantes CASE AKCELA de alta qualidade.
•• Painel de instrumentos padrão:

1 RCPH10TLB278AAF

7 – 2
7 – MANUTENÇÃO

Escora de Apoio para o Braço de Elevação da Carregadeira


ADVERTÊNCIA
Se for necessário efetuar a manutenção da máquina com os braços de levantamento da carregadeira levanta-
dos, utilize sempre a escora de apoio. Remova o pino de retenção e coloque a escora de apoio no tirante do ci-
lindro. Instale o pino de retenção na escora de apoio. Baixe os braços de levantamento até à escora de apoio.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0230A

Levante e apoie os braços de levantamento da carregadeira:


1. Esvazie a caçamba da carregadeira.
2. Eleve os braços de levantamento da carregadeira até à al-
tura máxima.
3. Desligue o motor.

2 RCPH10TLB230AAF

4. Retire o pino de retenção.


5. Desça a escora de apoio até à haste do cilindro.
6. Instale o pino de retenção.

3 RCPH10TLB221AAF

7. Ligue o motor.
8. Baixe lentamente os braços de levantamento, de modo a
que a extremidade da escora de apoio fique apoiada sobre
o cilindro.

4 RCPH10TLB227AAF

7 – 3
7 – MANUTENÇÃO

Desça os braços de levantamento da carregadeira apoiados:


1. Levante os braços de levantamento, de modo que a extre-
midade da escora de apoio deixe de estar apoiada sobre o
cilindro.
2. Desligue o motor.

5 RCPH10TLB227AAF

3. Retire o pino de retenção da escora de apoio.


4. Levante a escora de apoio até à posição de armazenamen-
to e fixe-a com o pino de retenção, conforme ilustrado.

6 RCPH10TLB231AAF

5. Ligue o motor.
6. Baixe a carregadeira até ao solo.

7 – 4
7 – MANUTENÇÃO

Trinco do Capuz do Motor


Abrindo o capuz:
1. Desligue o motor.
2. Gire o manípulo no sentido anti-horário para soltar o trinco
do capuz.

7 RCPH10TLB166AAF

3. Abra o capuz e gire para a frente.

8 RCPH10TLB356AAF

AVISO: Para evitar danos nas peças do capuz, feche sempre o


capuz antes de mover a carregadeira.
Feche o capuz:
1. Baixe o capuz.
2. Gire o manípulo no sentido horário para bloquear o engate
do capuz.

9 RCPH10TLB167AAF

7 – 5
7 – MANUTENÇÃO

Extintor de Incêndio
Recomendamos que deixe sempre um extintor de incêndio na
sua máquina. O extintor de incêndio apresentado está disponí-
vel no seu revendedor e pode ser instalado na máquina.
Este extintor de incêndio de pó químico seco tem uma Capaci-
dade de 2 kg (5 lb) e está aprovado para os tipos de incêndio
A, B e C.
A temperatura de operação é de -54°C – 49°C (-65°F – 120°F).

10 RCPH10TLB341AAF

Manutenção do extintor de incêndio


•• Todos os meses – Inspecione o extintor de incêndio para se
certificar de que não esteja danificado e de que o manôme-
tro esteja funcionando corretamente.
•• Uma vez por ano – Solicite ao representante de equipa-
mento de combate a incêndios que inspecione o extintor
de incêndio.
•• De 6 em 6 anos – Solicite ao representante de equipamen-
to de combate a incêndios que retire e substitua o produto
químico seco.
•• De 12 em 12 anos – Solicite ao representante de equipa-
mento de combate a incêndios que faça um teste hidrostá-
tico do extintor de incêndio.

7 – 6
7 – MANUTENÇÃO

Solda na Máquina
Antes de efetuar operações de solda nesta máquina, certifique-se de fazer o seguinte. Se tiver dúvidas sobre operações de
solda na máquina, contate o seu revendedor.
•• Desligue as baterias.
•• Desligue os fios do terminal do alternador.
•• Desligue o painel de instrumentos. O painel apresenta um conector para motores de injeção mecânica de combustível.
•• Desligue o controlador do controle piloto da retroescavadeira (se equipado) (um conector).
•• Desligue o controlador da transmissão (se equipado) (um conector, localizado sob a cobertura dianteira da direção).
•• Desligue o controlador da caçamba da carregadeira 4 em 1 ou do sistema hidráulico auxiliar (se equipado) (um conector,
localizado sob a válvula da carregadeira na parte inferior traseira do lado esquerdo da máquina).

Acesso e Manutenção da Bateria


ADVERTÊNCIA
O gás da bateria pode explodir!
Para evitar uma explosão:
1. Desligue sempre o cabo negativo (-) da bateria em primeiro lugar.
2. Ligue sempre o cabo negativo (-) da bateria em último lugar
3. Não provoque curto-circuito dos terminais da bateria com objetos metálicos.
4. Não solde, esmerile nem fume perto de uma bateria.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0011A

ADVERTÊNCIA
Produtos químicos perigosos!
O eletrólito da bateria contém ácido sulfúrico. O contato com a pele e olhos pode resultar em irritação e queima-
duras graves. Use sempre óculos à prova de salpicos e vestimenta protetora (luvas e aventais). Lave as mãos
quando terminar o trabalho.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0006A

•• Não ligue o motor com os cabos da bateria ou os fios do alternador desligados.


•• Antes de utilizar um aparelho de soldar elétrico, desligue os fios do alternador, o painel de instrumentos e as baterias.
•• Não utilize equipamento de limpeza a vapor nem solventes de limpeza para limpar o alternador.
•• Mantenha os respiros da bateria limpos. Certifique-se de que os respiros da bateria não estejam obstruídos.

7 – 7
7 – MANUTENÇÃO

Acesso à bateria
1. Se a sua máquina estiver equipada com uma caixa de fer-
ramentas, utilize uma ferramenta de 16 mm para liberar o
pivô da caixa de ferramentas antes de remover a porta de
acesso à bateria.
2. Utilize uma ferramenta de 13 mm para retirar os quatro
parafusos que fixam o compartimento da bateria e retire a
porta de acesso.

11 RCPH10TLB426AAF

3. Para máquinas equipadas com uma bateria, desligue pri-


meiro o terminal negativo (-) (1).

12 RCPH10TLB888AAA

4. Para máquinas equipadas com duas baterias, desligue pri-


meiro os terminais negativos (-) (1), desligando em seguida
os terminais positivos (+) (2).

13 RCPH10TLB429AAF

7 – 8
7 – MANUTENÇÃO

Capacidades
Cárter do Motor
Especificação ......................................................................................................... CASE Akcela nº 1 15W-40, API CI-4/SL
Capacidade com troca do filtro . ........................................................................................................... 13.6 litros (14.4 US qt)

Reservatório de Combustível
Especificação ......................................................................................................................................................... Diesel nº 2
Capacidade ............................................................................................................................................ 159 litros (42 US gal)

Sistema de Arrefecimento
Especificação ............................................................................................... 40% AKCELA Premium Anti-freeze + 60% agua
Capacidade
Sem aquecedor . ............................................................................................................................. 16.1 litros (17.0 US qt)
Com aquecedor .............................................................................................................................. 16.8 litros (17.8 US qt)

Sistema Hidráulico
Especificação .............................................................................................................. CASE Akcela AW Hydraulic Fluid 68
Capacidade
Total do sistema .......................................................................................................................... 106.0 litros (112.0 US qt)
Total do sistema com braço extensível ....................................................................................... 111.7 litros (118.0 US qt)
Reservatório com troca do filtro .................................................................................................. 47.1 litros (12.45 US gal)
Reservatório sem troca do filtro .................................................................................................. 45.2 litros (11.95 US gal)

Transmissão
Especificação ................................................................................................................................... CASE Akcela Nexplore
Capacidade – Manual (Powershuttle)
Total do sistema – Tração em duas rodas ......................................................................................... 17.0 litros (18 US qt)
Total do sistema – Tração nas quatro rodas ...................................................................................... 19.4 litros (21 US qt)
Reabastecimento (com ou sem troca do filtro) – Tração em duas rodas .......................................... 10.5 litros (11 US qt)
Reabastecimento (com ou sem troca do filtro) – Tração nas quatro rodas ....................................... 13.0 litros (14 US qt)
Capacidade – Powershift do tipo S
Total do sistema – Tração em duas rodas ......................................................................................... 21.7 litros (23 US qt)
Total do sistema – Tração nas quatro rodas ...................................................................................... 20.7 litros (22 US qt)
Reabastecimento (com ou sem troca do filtro) – Tração em duas rodas .......................................... 15.3 litros (16 US qt)
Reabastecimento (com ou sem troca do filtro) – Tração nas quatro rodas ....................................... 14.3 litros (15 US qt)

7 – 9
7 – MANUTENÇÃO

Eixo Dianteiro – Tração em Duas Rodas


Especificação .............................................................................................................................. CASE Akcela Molygrease
Capacidade
Cada cubo . ....................................................................................................................................... Conforme necessário

Eixo Dianteiro – Tração nas Quatro Rodas


Especificação ................................................................................................................................... CASE Akcela Nexplore
Capacidade
Diferencial ........................................................................................................................................... 7.7 litros (8.1 US qt)
Cada cubo planetário .......................................................................................................................... 0.5 litros (0.5 US qt)

Eixo Traseiro (Diferencial)


Especificação ......................................................................................................... CASE Akcela Transaxle Fluid 80W-140
Capacidade .......................................................................................................................................... 13.6 litros (14.4 US qt)

Cilindro Mestre do Freio de Serviço


Fluido dos freios fornecido pela transmissão.

Graxeiras
Especificação .............................................................................................................................. CASE Akcela Molygrease
Articulações...........................................................................................................................................Conforme necessidade
Mancais.................................................................................................................................................Conforme necessidade
Junta Universal......................................................................................................................................Conforme necessidade
Trilhos do Braço Extensível...................................................................................................................Conforme necessidade

7 – 10
7 – MANUTENÇÃO

Consumíveis
Para obter a melhor proteção do seu investimento, utilize a família de produtos de lubrificação e manutenção da CASE.
Contate o seu revendedor para obter estes produtos e para esclarecer dúvidas que possa ter a respeito dos requisitos de
manutenção e lubrificação da máquina.
Tenha sempre cuidado com o meio ambiente antes de realizar trabalhos de manutenção na máquina e antes de eliminar os
fluidos e lubrificantes antigos.
Siga todos as regulamentações locais respeitantes à eliminação de fluidos, filtros, combustíveis e lubrificantes.
•• Não jogue óleo ou outros fluidos no solo ou em contentores que possam vazar.
•• Para obter mais informações a respeito do método correto de eliminação, contate o seu centro de reciclagem ou o seu
revendedor.

Análise de Lubrificantes Systemgard


Peça ao seu revendedor informações sobre o programa de
análise de lubrificantes Systemgard. Através deste serviço, os
seus lubrificantes são testados num laboratório independente.
Você deverá apenas retirar uma amostra de lubrificante da sua
máquina e enviá-la para o laboratório Systemgard. Depois da
amostra ser processada, o laboratório comunicará os resulta-
dos e irá ajudá-lo com os requisitos de manutenção. O System-
gard pode ajudá-lo a melhorar o tempo de funcionamento do
seu equipamento e fornecer-lhe um serviço que compensará
quando trocar a máquina por outro equipamento da CASE.

14 Systemgard Kit

7 – 11
7 – MANUTENÇÃO

Seleção do Óleo do Motor


AVISO: Não coloque aditivos para aumento do desempenho ou outros aditivos no óleo no cárter do motor. Os intervalos de
troca do óleo indicados neste manual estão de acordo com os testes realizados com lubrificantes CASE Akcela.
CASE Akcela Nº 1 é o óleo de motor recomendado para utilização no seu motor. O óleo de motor CASE Akcela lubrifica
corretamente o seu motor em todas as condições de funcionamento.

TEMPERATURA FAHRENHEIT
-40 -22º -4º 14º 32º 50º 68º 86º 104º 122º

SAE 20W-50 TROPICAL


0ºC – 50ºC (32ºF – 122ºF)

SAE 15W-40 TODAS ESTAÇÕES


-20ºC – 40ºC (-4ºF – 104ºF)

SAE 10W-30 TODAS ESTAÇÕES


-25ºC – 10ºC (-13ºF – 50ºF)

SAE 30
10ºC – 40ºC (50ºF – 104ºF)

SAE 10 INVERNO
-30ºC – 0ºC (-22ºF – 32ºF)

SAE 0W-40 SINTÉTICO


-40ºC – 40ºC (-40ºF – 104ºF)

-40 -30º -20º -10º 0º 10º 20º 30º 40º 50º


TEMPERATURA CELSIUS

15 RCPH10TLB002FAF

Recomendação de viscosidade e temperatura para o óleo do motor

7 – 12
7 – MANUTENÇÃO

Fusíveis e Relés
A máquina está equipada com duas caixas de fusíveis. Uma caixa de fusíveis no console dianteiro e outra no console lateral.
Caixa de Fusíveis do Console Dianteiro
1. Gire o parafuso de orelhas (1) para remover a tampa do pai-
nel (2) da caixa de fusíveis. Retire a tampa do painel.

16 RCPH10TLB320AAF

2. Retire a tampa da caixa de fusíveis.

17 RCPH10TLB307AAF

18 RCPH10TLB303AAF

3. Consulte o decalque no lado interno da tampa do painel de


fusíveis quanto às funções dos fusíveis, relés e diodos.

19 RCPH10TLB310AAF

7 – 13
7 – MANUTENÇÃO

Caixa de Fusíveis do Console Lateral


1. Gire os parafusos de orelhas (1) para remover a tampa do
painel (2) da caixa de fusíveis. Retire a tampa do painel.

20 RCPH10TLB437AAF

21 RCPH10TLB301AAF

2. Retire as tampas das caixas de fusíveis conforme necessá-


rio.

22 RCPH10TLB302AAF

3. Consulte o decalque no lado interno da tampa do painel de


fusíveis quanto às funções dos fusíveis, relés e diodos.

23 RCPH10TLB319AAF

7 – 14
7 – MANUTENÇÃO

Válvula de Fechamento do Líquido de Arrefecimento para o Aquecedor


A válvula de fechamento do líquido de arrefecimento para o
aquecedor controla a vazão de líquido de arrefecimento quente
para o aquecedor.
•• Se a temperatura ambiente estiver alta, gire a válvula de
fechamento no sentido horário para interromper a vazão do
líquido de arrefecimento quente para o aquecedor.
•• Se a temperatura ambiente estiver baixa, gire a válvula de
corte no sentido anti-horário para permitir a vazão do líqui-
do de arrefecimento quente para o aquecedor.

24 RCPH10TLB159AAF

7 – 15
7 – MANUTENÇÃO

TABELA DA MANUTENÇÃO

Intervalo Pág. Ação de manutenção

Substituir

Lubrificar
Engraxar

Carregar
Verificar
Apertar

Ajustar
Limpar

Purgar
Quando aparecer a 7-18 Filtros de ar do motor X
mensagem de aviso 7-20 Filtros hidráulicos X
7-21 Correia do ar condicionado X
Primeiras 10 horas 7-21 Drenagem da água do filtro separador X
7-22 Torque dos parafusos e porcas das rodas X
7-23 Nível do óleo do motor X
A cada 10 horas
7-24 Drenagem da água do filtro separador X
ou diariamente
7-25 Pontos de lubrificação X
7-35 Nível de fluido da transmissão X
Primeiras 20 horas 7-36 Nível de óleo do eixo dianteiro X
7-37 Nível de óleo do eixo traseiro X
7-38 Filtro de Combustível X
7-39 Nível de líquido de arrefecimento do reservatório de expansão X
7-40 Nível de fluido do reservatório hidráulico X
A cada 50 horas
7-41 Pontos de lubrificação do eixo dianteiro X
7-42 Pinos de bloqueio do acoplador hidráulico da carregadeira X
7-43 Pontos de lubrificação da articulação da caçamba 4 em 1 X
7-44 Freios de serviço X
Primeiras 100 horas
7-44 Freio de estacionamento X
7-45 Controle de giro da retroescavadeira X
A cada 100 horas 7-45 Controle do braço extensível X
7-46 Silencioso para remoção de partículas X
7-47 Bateria X
7-47 Correia do ar condicionado X
7-48 Nível de óleo do eixo dianteiro X
7-49 Respiro do eixo dianteiro X
7-49 Eixo cardan do eixo dianteiro X
7-49 Nível de óleo do eixo traseiro X
A cada 250 horas
7-50 Respiro do eixo traseiro X
7-50 Eixo cardan do eixo traseiro X
7-50 Reservatório de combustível X
7-51 Nível de fluido da transmissão X
7-52 Vedantes do compressor do ar condicionado X
7-52 Banco do operador X
7-53 Cabine ROPS e montagem do banco X
7-54 Filtro de combustível separador de água X
A cada 500 horas 7-54 Filtro de combustível (substituir) X
7-55 Óleo e filtro do motor X
7-56 Nível de eletrólito da bateria X

7 – 16
7 – MANUTENÇÃO

Intervalo Pág. Ação de manutenção

Substituir

Lubrificar
Engraxar

Carregar
Verificar
Apertar

Ajustar
Limpar

Purgar
7-57 Fluido hidráulico e filtros X
7-59 Respiro do reservatório hidráulico X
7-60 Filtro de entrada de ar na cabine X
7-60 Válvulas do motor X
7-60 Filtro de ventilação do cárter X
A cada 1000 horas
7-61 Óleo do eixo dianteiro X
7-62 Óleo do eixo traseiro X
7-63 Fluido e filtro da transmissão X
7-65 Filtros de ar do motor (Nota) X
7-67 Freio de estacionamento X
A cada 2000 horas 7-68 Líquido do sistema de arrefecimento X
7-70 Purga do ar do sistema de combustível X
7-71 Escorva das linhas do turbocompressor X
7-71 Bomba hidráulica X
7-72 Pressão dos pneus X
Conforme
7-73 Banco do operador X
necessário
7-74 Grade dianteira e alojamento do radiador X
7-75 Correia do ventilador X
7-76 Desabilitar o freio de estacionamento X
7-78 Pressão e vazão do sistema hidráulico auxiliar X

Nota: Substitua os filtros de ar primário e secundário se a luz indicadora de restrição do filtro de ar acender, ou a cada 1000
horas de operação ou anualmente, o que ocorrer primeiro.

7 – 17
7 – MANUTENÇÃO

Quando for mostrada a mensagem de aviso


Filtros de Ar do Motor
Substitua o filtro de ar do motor sempre que a luz de
aviso se mantiver acesa durante o funcionamento do
motor.
1. Limpe a área ao redor da tampa dianteira do alojamento do
filtro de ar.
2. Verifique as braçadeiras das mangueiras e as mangueiras
que se conectam ao filtro de ar.
3. Libere os dois grampos que fixam a tampa da carcaça do
filtro de ar no lugar.

25 RCPH10TLB036AAF

4. Retire o filtro primário.

26 RCPH10TLB037AAF

5. Retire o filtro secundário.


6. Elimine os filtros de acordo com as regulamentações locais,
regionais e nacionais.

27 RCPH10TLB038AAF

7 – 18
7 – MANUTENÇÃO

7. Limpe a sujeira e os resíduos existentes na tampa e no alo-


jamento do filtro.
8. Instale o filtro de ar secundário.
9. Instale o filtro de ar primário.
10. Aperte os dois grampos que fixam a carcaça do filtro de ar
no lugar.
11. Ligue o motor.
12. Certifique-se de que a luz de aviso não se acende.
Nota: Substitua os elementos primários e secundários, se a
luz indicadora de restrição do filtro de ar acender, a cada 1000
horas de operação ou anualmente, o que ocorrer primeiro. 28 RCPH10TLB039AAF

7 – 19
7 – MANUTENÇÃO

Filtros Hidráulicos
Substitua o filtro de óleo hidráulico sempre que a luz de
aviso se mantiver acesa durante o funcionamento do
motor à temperatura de funcionamento normal.
O filtro hidráulico está situado debaixo da parte esquerda tra-
seira da máquina, na frente do eixo traseiro.

29 RCPH10TLB042AAF

1. Abra lentamente a tampa do reservatório hidráulico para


ajudar a aliviar a pressão.

30 RCPH10TLB428AAF

2. Limpe a área ao redor do cabeçote do filtro antes de remo-


ver o filtro antigo. Utilize proteção para os olhos, para evitar
o contato da sujeira e detritos com os olhos.
3. Utilize uma chave de filtros e retire o filtro antigo. Tenha
um recipiente adequado e pronto para recolher o fluido que
possa escapar ou ser derramado.
4. Elimine o filtro de acordo com as regulamentações locais.
5. Lubrifique a junta do novo filtro com óleo limpo.
6. Instale o filtro novo e gire-o no sentido horário até que a jun-
ta entre em contato com o cabeçote do conjunto do filtro.
7. Continue a apertar o filtro em mais 1/3 de volta.
31 RCPH10TLB045AAF
8. Aperte a tampa do reservatório hidráulico.
9. Ligue o motor.
10. Certifique-se de que a luz de aviso não se acende.
11. Depois de funcionar durante três ou quatro minutos, desli-
gue o motor.
12. Verifique se existem vazamentos.

7 – 20
7 – MANUTENÇÃO

Primeiras 10 horas
Correia do Ar Condicionado
Verifique a tensão de uma correia nova de ar condicionado após as primeiras 10 horas de funcionamento e, em seguida, a
cada 250 horas de funcionamento.
1. Verifique a correia no local mostrado utilizando um medidor
de tensão de correias.
A especificação é 20 – 25 N·m (45 – 55 lb ft).

32 RCPH10TLB024AAF

2. Se a tensão da correia não estiver de acordo com as espe-


cificações:
a. Desaperte o parafuso pivô do suporte (1).
b. Desaperte os dois parafusos pivô do suporte do com-
pressor (2).
c. Puxe o suporte do compressor para fora para tensionar
a correia. Permita que ele se desloque para dentro para
afrouxar a correia.
d. Quando o ajuste estiver completo, aperte os dois parafu-
sos pivô do suporte do compressor e os parafusos pivô
do suporte.

33 RCPH10TLB024AAF

Drenagem da água do filtro separador


1. Coloque um recipiente adequado sob o dispositivo de dre-
nagem do filtro separador de água.
2. Abra o dispositivo de drenagem (na parte inferior do filtro)
até que toda água seja escoada e comece a sair diesel
puro.
3. Feche o dispositivo de drenagem e certifique-se de não ha-
ver vazamento.
ATENÇÃO: Não descarte o diesel com água no meio ambiente.

34 RCPH10TDSC02577

7 – 21
7 – MANUTENÇÃO

Torque dos Parafusos e Porcas das Rodas


Verifique o torque dos parafusos e das porcas das rodas durante as primeiras 10 horas de funcionamento numa máquina
nova ou sempre que uma roda for removida. Se as porcas e os parafusos estiverem soltos, aperte-os e verifique após 10
horas de funcionamento. Repita o procedimento até que as porcas e os parafusos se mantenham apertados no torque
especificado.

Rodas Dianteiras
Especificação:
•• Tração em duas rodas:
156 – 203 N·m (115 – 150 lb ft)
•• Tração nas quatro rodas:
251 N·m (185 lb ft)
AVISO: As porcas devem ser apertadas utilizando uma sequ-
ência em cruz, conforme ilustrado.
Ao instalar uma roda dianteira:
1. Aperte sequencialmente as oito porcas de montagem até
que a roda esteja fixada ao cubo do eixo.
2. Aperte sequencialmente as porcas com um torque de: 35 RCPH10TLB074AAF
122 N·m (90 lb ft).
3. Aperte sequencialmente as porcas em mais 90° para definir
a pré-tensão.
4. Certifique-se de que as porcas estejam apertadas de acor-
do com as especificações.

Roda Traseira
Especificação
•• 305 N·m (225 lb ft)
AVISO: As porcas devem ser apertadas utilizando uma sequ-
ência em cruz, conforme ilustrado.
Ao instalar uma roda traseira:
1. Aperte sequencialmente as dez porcas de montagem até
que a roda esteja fixada ao cubo do eixo.
2. Aperte sequencialmente as porcas com um torque de:
136 N·m (100 lb ft).
3. Aperte novamente e em sequência as porcas com um tor-
que de: 36 RCPH10TLB075AAF
271 N·m (200 lb ft).
4. Aperte sequencialmente as porcas em mais 30° para definir
a pré-tensão.
5. Certifique-se de que as porcas estejam apertadas de acor-
do com as especificações.

7 – 22
7 – MANUTENÇÃO

A cada 10 horas ou diariamente


Nível do Óleo do Motor
Verifique o nível de óleo no motor todos os dias, antes de co-
locar o motor em funcionamento ou antes de iniciar cada turno
de 10 horas.
1. Para garantir uma leitura de nível precisa:
a. Estacione a máquina numa superfície plana.
b. Desligue o motor.
c. Dê tempo para que o óleo seja drenado para o cárter.
2. Empurre completamente a vareta (1) para dentro e, depois,
puxe-a para fora para medir o nível.

37 RCPH10TDSC02561

3. Inspecione a vareta. O nível de óleo deve estar na marca de


capacidade máxima.

38 RCPH10TLB029AAF

4. Adicione óleo conforme necessário através do bocal de en-


chimento (2) na máquina.

39 RCPH10TDSC02561

7 – 23
7 – MANUTENÇÃO

Drenagem da Água do Filtro Separador


1. Coloque um recipiente adequado sob o dispositivo de dre-
nagem do filtro separador de água.
2. Abra o dispositivo de drenagem (na parte inferior do filtro)
até que toda água seja escoada e comece a sair diesel
puro.
3. Feche o dispositivo de drenagem e certifique-se de não ha-
ver vazamento.
ATENÇÃO: Não descarte o diesel com água no meio ambiente.

40 RCPH10TDSC02577

7 – 24
7 – MANUTENÇÃO

Pontos de Lubrificação da Carregadeira, Retroescavadeira, Braço Extensível


e Rolamento do Eixo do Cubo da Roda
Lubrifique os pontos de pivô, os pinos e os conectores a cada 10 horas de funcionamento, ou todos os dias. Utilize Akcela
Molygrease. Se utilizar a máquina em condições severas, proceda a uma lubrificação mais frequente. Limpe sempre as
graxeiras antes de proceder à lubrificação.

Carregadeira

41 RCPH10TLB007FAF

1. Pivô do braço de elevação 4. Pivô do cilindro da caçamba


2. Cilindro de elevação 5. Cilindro da caçamba, extremidade da haste
3. Articulação da caçamba 6. Pivôs da caçamba

7 – 25
7 – MANUTENÇÃO

1. Pivô do braço de elevação – total de quatro unidades, duas


de cada lado.

42 RCPH10TLB381AAF

2. Cilindro de elevação, extremidade fechada e extremidade


da haste – total de quatro unidades, duas de cada lado.

43 RCPH10TLB438AAF

3. Articulação da caçamba – total de duas unidades, uma de


cada lado.

44 RCPH10TLB379AAF

4. Pivô do cilindro da caçamba – total de duas unidades, uma


de cada lado.

45 RCPH10TLB380AAF

7 – 26
7 – MANUTENÇÃO

5. Cilindro da caçamba, extremidade da haste – total de duas


unidades, uma de cada lado.

46 RCPH10TLB388AAF

6. Pivôs da caçamba – total de quatro unidades, duas de cada


lado.

47 RCPH10TLB389AAF

7 – 27
7 – MANUTENÇÃO

Retroescavadeira e Braço Extensível

48 RCPH10TLB012FAF

1. Cilindro do estabilizador, extremidade fechada 11. Cilindro do braço, extremidade da haste


2. Pivô da lança 12. Pivô do braço
3. Articulação do cilindro de giro 13. Cilindro da caçamba, extremidade fechada
4. Cilindro de giro, extremidade da haste 14. Cilindro da caçamba, extremidade da haste
5. Pivô de giro superior 15. Barra de articulação da caçamba
6. Pivô de giro inferior 16. Pivô da caçamba, com acoplamento hidráulico
7. Liberação da lança 17. Articulação da caçamba
8. Cilindro da lança, extremidade da haste 18. Pivô da caçamba, sem acoplamento
9. Cilindro do braço, extremidade fechada 19. Braço extensível
10. Cilindro da lança, extremidade fechada

7 – 28
7 – MANUTENÇÃO

1. Cilindro do estabilizador, extremidade fechada – total de


duas unidades, uma de cada lado.

49 RCPH10TLB378AAF

2. Pivô da lança – total de duas unidades, uma de cada lado.

50 RCPH10TLB390AAF

3. Articulação do cilindro de giro – total de quatro unidades,


duas de cada lado.

51 RCPH10TLB377AAF

4. Cilindro de giro, extremidade da haste – duas unidades.

52 RCPH10TLB367AAF

7 – 29
7 – MANUTENÇÃO

5. Pivô de giro superior – uma unidade.

53 RCPH10TLB382AAF

6. Pivô de giro inferior – uma unidade.

54 RCPH10TLB383AAF

7. Liberação da lança – uma unidade.

55 RCPH10TLB371AAF

8. Cilindro da lança, extremidade da haste – uma unidade.

56 RCPH10TLB371AAF

7 – 30
7 – MANUTENÇÃO

9. Cilindro do braço, extremidade fechada – uma unidade.

57 RCPH10TLB376AAF

10. Cilindro da lança, extremidade fechada – uma unidade.

58 RCPH10TLB372AAF

11. Cilindro do braço, extremidade da haste – uma unidade.

59 RCPH10TLB372AAF

12. Pivô do braço – total de duas unidades, uma de cada lado.

60 RCPH10TLB373AAF

7 – 31
7 – MANUTENÇÃO

13. Cilindro da caçamba, extremidade fechada – uma unidade.

61 RCPH10TLB374AAF

14. Cilindro da caçamba, extremidade da haste – uma unidade.

62 RCPH10TLB375AAF

15. Barra de articulação da caçamba – uma unidade.

63 RCPH10TLB384AAF

16. Pivô da caçamba, com acoplamento hidráulico – duas uni-


dades.

64 RCPH10TLB366AAF

7 – 32
7 – MANUTENÇÃO

17. Barra de articulação da caçamba – total de seis unidades,


três de cada lado.

65 RCPH10TLB366AAF

18. Pivô da caçamba, sem acoplamento – uma unidade.

66 RCPH10TLB385AAF

19. Braço extensível (se equipado) – total de duas unidades:


•• Superior

67 RCPH10TLB386AAF

•• Inferior

68 RCPH10TLB387AAF

7 – 33
7 – MANUTENÇÃO

Rolamento do Eixo do Cubo da Roda (Eixo 4x2)


Limpar os cubos das rodas e lubrificar os rolamentos com gra-
xa Akcela Molygrease a cada 500 horas de funcionamento da
máquina.
A lubrificacão dos rolamentos das rodas dianteiras é feita en-
chendo a calota (1) de graxa e instalando-a no cubo.
A vedacão do lado externo do cubo impede a penetração de
sujeira e de água.
A existência de sinais de graxa na parte externa da vedação
não indica necessariamente que a vedacão esteja danificada.
Se a quantidade de graxa for muito grande, deve-se substituir
a vedação.
Quando trabalhar com a máquina em condições adversas, lu- 69 RCPH10TDSC01024
brifique-a mais freqüentemente.
NOTA: O ajuste da pré-carga dos rolamentos está descrito no
manual de serviço de sua 580N.

7 – 34
7 – MANUTENÇÃO

Primeiras 20 horas
Nível de Fluido da Transmissão
Verifique o nível de fluido da transmissão após as primeiras 20 horas de funcionamento numa máquina nova ou após a
revisão geral da transmissão. Verifique o nível do fluido a cada 250 horas de funcionamento.
1. Ligue o motor. O motor deve estar trabalhando para se veri-
ficar corretamente o nível do fluido da transmissão.

ADVERTÊNCIA
Peças em rotação!
Com o motor em funcionamento, mantenha-se afas-
tado do ventilador, das correias e polias.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0275A

2. Gire a pega da vareta no sentido anti-horário e retire a va-


reta.

70 RCPH10TDSC02561

3. Verifique o nível de fluido na vareta. O nível deve estar entre


as marcas superior (H) e inferior (L).

71 RCPH10TLB054AAF

4. Adicione fluido conforme necessário. Não encha acima da


marca superior.

7 – 35
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Óleo do Eixo Dianteiro – Tração nas Quatro Rodas


NOTA: As ilustrações podem não corresponder à sua máquina. Os bujões de drenagem, a posição de drenagem e a posi-
ção de verificação / enchimento são iguais.
Verifique o nível de óleo do eixo de transmissão das rodas dianteiras após as primeiras 20 horas de funcionamento em uma
máquina nova ou após a revisão completa do eixo. Verifique o nível do óleo a cada 250 horas de funcionamento.
NOTA: Verifique o nível na parte central e nos redutores planetários das extremidades.
1. Utilizando a carregadeira, levante as rodas dianteiras cerca
de 25 mm (1 in) acima do solo.
2. Gire cada uma das rodas de forma a que o bujão do nível
do óleo fique na posição ilustrada.
3. Desça a carregadeira para colocar as rodas na superfície.
4. Retire lentamente o bujão. O óleo deve estar nivelado com
o orifício do bujão.
5. Adicione óleo conforme necessário.
6. Coloque o bujão.
7. Repita o procedimento para a outra roda.

72 RCPH10TLB393AAF

8. Retire lentamente o bujão da parte central do eixo. O óleo


deve estar nivelado com o orifício.
9. Adicione óleo conforme necessário.
10. Coloque o bujão.

73 RCPH10TLB059AAF

7 – 36
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Óleo do Eixo Traseiro


Verifique o nível de óleo do eixo traseiro após as primeiras 20 horas de funcionamento em uma máquina nova ou após a
revisão completa do eixo. Verifique o nível do óleo a cada 250 horas de funcionamento.
1. Estacione a máquina numa superfície firme e nivelada.
2. Retire lentamente o bujão de verificação / enchimento de
óleo. O óleo deve estar nivelado com o orifício do bujão.
3. Adicione óleo conforme necessário.
4. Coloque o bujão.

74 RCPH09TLB006AAF

7 – 37
7 – MANUTENÇÃO

A cada 50 horas
Filtro de Combustível
Verifique se existe água ou sedimentos no filtro de combustível a cada 50 horas de funcionamento.
1. Coloque um recipiente adequado sob o dispositivo de dre-
nagem do filtro de combustível.
2. Abra o dispositivo de drenagem e recolha uma pequena
quantidade de combustível para verificar se existe água ou
sedimentos.

75 RCPH10TDSC02561

3. Drene até que a água ou os sedimentos deixem de estar


presentes.
4. Feche o dispositivo de drenagem.
5. Se for encontrada água ou sedimentos no separador de
água, drene o reservatório de combustível.
a. Coloque um recipiente sob o bujão de drenagem do re-
servatório de combustível.
b. Retire lentamente o bujão e verifique uma pequena
quantidade de combustível.
c. Coloque o bujão.
d. Se for encontrada água ou sedimentos, drene e limpe o
reservatório de combustível, conforme necessário. 76 RCPH10TLB358AAF

NOTA: O bujão de drenagem do reservatório de combustível


encontra-se debaixo da máquina. A ilustração representa a
perspectiva de quem olha para cima para o bujão de drena-
gem.

7 – 38
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Líquido de Arrefecimento do Reservatório de Expansão


Verifique o nível de líquido no reservatório de expansão a cada 50 horas de funcionamento.
1. Para garantir uma leitura de nível precisa:
a. Estacione a máquina numa superfície nivelada.
b. Desligue o motor.
c. Espera que o líquido de arrefecimento esfrie completa-
mente. O líquido de arrefecimento deve estar frio antes
de continuar.
2. Verifique o nível de líquido de arrefecimento no reservató-
rio. O nível do líquido de arrefecimento deve estar entre a
marca “HOT MAX” (1) e a marca de “COLD MIN” (2) .

77 RCPH10TLB032AAF

3. Adicione líquido de arrefecimento conforme necessário.


Abra a tampa do bocal de enchimento girando-a lentamente
no sentido anti-horário, até retirá-la. Não é necessário re-
mover as mangueiras para remover a tampa.

CUIDADO
Perigo de queimadura!
O líquido de arrefecimento quente poderá espirrar
ao se remover a tampa do bocal de enchimento, en-
quanto o sistema estiver quente. Depois do sistema
arrefecer, gire a tampa do bocal de enchimento até
ao primeiro entalhe e, depois, aguarde que toda a 78 RCPH10TLB032AAF
pressão saia antes de continuar.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos.
C0043A

7 – 39
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Fluido do Reservatório Hidráulico


Verifique o nível de fluido do sistema hidráulico a cada 50 horas de funcionamento ou uma vez por semana, o que ocorrer
primeiro.
1. Para garantir uma leitura precisa, certifique-se de que o flui-
do esteja frio ou à temperatura ambiente.
2. 2. Verifique o indicador (1) do reservatório hidráulico.
3. O reservatório hidráulico está cheio quando o fluido hidráu-
lico atinge a marca de “FULL COLD” no indicador.
4. Adicione fluido hidráulico conforme necessário. Gire lenta-
mente a tampa do reservatório (2) para aliviar a pressão e
retire a tampa.

79 RCPH10TLB428AAF

7 – 40
7 – MANUTENÇÃO

Pontos de Lubrificação do Eixo Dianteiro


Lubrifique os pinos-mestre e o pivô de articulação do eixo dianteiro a cada 50 horas de funcionamento, ou mais frequente-
mente, se a máquina trabalhar em água ou em terrenos com muita lama.
•• Pinos-mestre, tração em duas rodas – total de quatro,
dois de cada lado.

80 RCPH10TLB063AAF

•• Pinos-mestre, tração nas quatro rodas – total de quatro,


dois de cada lado.

81 RCPH10TLB369AAF

•• Pivô de articulação do eixo dianteiro, conector remoto –


um.

82 RCPH10TLB370AAF

7 – 41
7 – MANUTENÇÃO

Pinos de Bloqueio do Acoplador Hidráulico da Carregadeira (se equipado)


Lubrifique os pinos de bloqueio do acoplamento hidráulico a
cada 50 horas de funcionamento.
Utilize graxa Akcela Molygrease.
NOTA: Existem no total dois pontos de lubrificação, um de
cada lado.

83 RCPH10TLB269AAF

7 – 42
7 – MANUTENÇÃO

Pontos de Lubrificação da Articulação da Caçamba 4 em 1


Lubrifique as articulações e os conectores da caçamba 4 em 1 (se equipado), a cada 50 horas de funcionamento. Utilize
graxa Akcela Molygrease.
•• Articulações da caçamba – Total de duas unidades, uma
de cada lado

84 RCPH10TLB258AAF

•• Cilindro, extremidade da haste – total de duas unidades,


uma de cada lado

85 RCPH10TLB258AAF

•• Cilindro, extremidade fechada – total de duas unidades,


uma de cada lado

86 RCPH10TLB258AAF

7 – 43
7 – MANUTENÇÃO

Primeiras 100 horas


Freios de Serviço
Verifique o funcionamento dos freios de serviço (pedais) numa superfície firme e plana após as primeiras 100 horas de
funcionamento.
1. Certifique-se de que não se encontram outros trabalhadores ou pessoas na área de trabalho.
2. Bloqueie ambos os pedais em conjunto com o bloqueio dos pedais dos freios.
3. Mude a transmissão para a 2ª marcha.
4. Conduza a máquina para frente à velocidade máxima.
5. Quando a máquina estiver na velocidade máxima, retire o pé do acelerador e pare a máquina.
6. A máquina deve parar suavemente em linha reta e o esforço necessário para o pedal do freio deve ser constante.
AVISO: Se a máquina não parar em linha reta ou se o esforço necessário para o pedal do freio não for constante, contate
o seu revendedor para inspeção e manutenção.

Freio de Estacionamento
Verifique o funcionamento do freio de estacionamento após as primeiras 100 horas de funcionamento. Verifique depois o
freio de estacionamento a cada 1000 horas de funcionamento.
1. Certifique-se de que não se encontram outros trabalhadores ou pessoas na área de trabalho.
2. Retire o conector do solenóide do freio SAHR na transmissão. Para obter instruções detalhadas, consulte a página
7-75.
3. Certifique-se de que o banco do operador está na posição de operação da carregadeira e aperte o cinto de segurança.
4. Desengate a tração nas quatro rodas, se instalada.
5. Acione o freio de estacionamento.
6. Coloque a alavanca de controle da direção na posição neutra e a transmissão na 3ª marcha.
7. Ligue o motor.
8. Certifique-se de que a caçamba da carregadeira, a caçamba da retroescavadeira e os estabilizadores estejam levanta-
dos na preparação para o deslocamento para a frente.
9. Desacione o freio de estacionamento.
10. Coloque a alavanca de controle da direção em marcha para a frente e aumente a rotação do motor para 1500 rpm. A
máquina não deverá mover-se. Contate o seu revendedor para efetuar manutenção, conforme necessário.
11. Ligue o conector do solenóide do freio SAHR à transmissão. O conector deve ser ligado antes de voltar a colocar a
máquina em funcionamento. Para obter instruções detalhadas, consulte a página 7-75.
12. Teste o freio de estacionamento para garantir o seu acionamento e liberação corretos. Por exemplo, a transmissão deve
ser desativada quando for acionado o freio de estacionamento.

7 – 44
7 – MANUTENÇÃO

A cada 100 horas


Controle de Giro da Retroescavadeira
Lubrifique os pedais de giro (se equipado), a cada 100 horas de funcionamento.
1. Retire os dois tampões de plástico da parte posterior da
torre de controle da retroescavadeira para ter acesso às
graxeiras.
2. Limpe a sujeira e os resíduos das graxeiras e da área ad-
jacente.
3. Lubrifique as graxeiras com graxa Akcela Molygrease e vol-
te a colocar os tampões.

87 RCPH10TLB128AAF

Controle do Braço Extensível


Lubrifique o pedal de controle do braço extensível (se equipado), a cada 100 horas de funcionamento.
1. Retire a tampa de plástico da parte posterior da torre de
controle da retroescavadeira para ter acesso à graxeira.
2. Limpe a sujeira e os resíduos da graxeira e da área adja-
cente.
3. Lubrifique a graxeira com graxa Akcela Molygrease e volte
a colocar a tampa.

88 RCPH10TLB175AAF

7 – 45
7 – MANUTENÇÃO

Silencioso para Remoção de Partículas


Verifique e limpe o silencioso para remoção de partículas a cada 100 horas de funcionamento.

ADVERTÊNCIA
Perigo de queimadura!
As superfícies do tubo de escape podem estar quentes! Use sempre luvas de proteção quando limpar ou traba-
lhar no silenciador, no conversor catalítico ou nos tubos de escape.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0329A

Certifique-se de que os componentes do motor e do escape


esfriaram completamente.
1. Verifique se o silenciador tem fendas no metal ou nas sol-
das. Se forem detectados danos, substitua o silenciador.
Se não forem detectados danos, siga com os passos para
limpar o silenciador.
2. Coloque um recipiente adequado sob os bujões de limpeza
do silenciador (tampões para tubo).
3. Retire os bujões de limpeza. Podem ser drenadas do silen-
ciador partículas ou fuligem misturadas com condensados
ou outros fluidos oleosos.
4. Quando a drenagem inicial tiver sido concluída, bata su-
avemente no silenciador, junto da localização dos bujões
de limpeza, para remover partículas ou fuligem adicionais.
Tenha cuidado para não danificar o silenciador.
5. Utilize um aspirador industrial aprovado, se disponível, para
concluir a limpeza do silenciador.
6. Se não houver disponível um aspirador industrial aprovado: 89 RCPH10TLB434AAF
a. Ligue o motor.
b. Coloque a alavanca de controle da direção da transmis-
são na posição neutra.
c. Varie a rotação do motor, alternando entre marcha lenta
e rotação máxima sem carga, durante dois a três minu-
tos.
d. Desligue o motor.
e. Deixe os componentes do motor e do escape esfriarem
completamente.
7. Instale os bujões de limpeza.
8. Elimine as partículas ou fuligem recolhidas em conformida-
de com as regulamentações locais.

7 – 46
7 – MANUTENÇÃO

A cada 250 horas


Bateria
ADVERTÊNCIA
Produtos químicos perigosos!
O eletrólito da bateria contém ácido sulfúrico. O contato com a pele e olhos pode resultar em irritação e quei-
maduras graves. Use sempre óculos à prova de salpicos e vestuário protetor (luvas e aventais). Lave as mãos
quando terminar o trabalho.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0006A

Verifique se as baterias apresentam sujeira, corrosão e danos a cada 250 horas de funcionamento.
A sujeira misturada com eletrólito ou umidade na parte superior da bateria pode causar uma descarga da mesmas.
1. Se a sua máquina estiver equipada com uma caixa de ferramentas, utilize uma ferramenta de 16 mm para liberar o pivô
da caixa de ferramentas.
2. Utilize uma ferramenta de 13 mm para retirar a porta de acesso à bateria.
3. Utilize bicarbonato de sódio ou amoníaco e lave a parte externa da bateria com água.
4. Utilize o produto para proteção de baterias da CASE para evitar a corrosão nos terminais da bateria. Siga as instruções
apresentadas na embalagem do produto. O produto para proteção de baterias não necessita de água. Se não estiver
disponível um produto para proteção de baterias, utilize um produto de limpeza especial e adequado, concebido para
evitar a corrosão.
5. Mantenha os respiros da bateria limpos. Certifique- se de que os respiros não estão obstruídos.

Correia do Ar Condicionado
Verifique a tensão da correia do ar condicionado a cada 250 horas de funcionamento.
1. Verifique a correia no local apresentado utilizando um medi-
dor de tensão de correias.
A especificação é de 20 – 25 N (45 – 55 lbf).

90 RCPH10TLB024AAF

2. Se a tensão da correia não estiver de acordo com as espe-


cificações:
a. Desaperte o parafuso de articulação do suporte (1).
b. Desaperte os dois parafusos de articulação do suporte
do compressor (2).
c. Afaste o suporte do compressor da máquina para ten-
sionar a correia. Permita que se desloque na barra para
afrouxar a correia.
d. Quando o ajuste estiver completo, aperte os dois pa-
rafusos de articulação do suporte do compressor e os
parafusos de articulação do suporte.

91 RCPH10TLB024AAF

7 – 47
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Óleo do Eixo Dianteiro – Tração nas Quatro Rodas


NOTA: As ilustrações podem não corresponder à sua máquina. Os bujões de drenagem, a posição de drenagem e a posi-
ção de verificação / enchimento são iguais.
Verifique o nível de óleo do eixo de transmissão das rodas dianteiras a cada 250 horas de funcionamento.
NOTA: Deve-se verificar o reservatório central e os planetários nas extremidades.
1. Utilizando a carregadeira, levante as rodas dianteiras cerca
de 25 mm (1 in) acima do solo.
2. Gire cada uma das rodas de forma a que o bujão do nível
do óleo fique na posição ilustrada.
3. Desça a carregadeira para colocar as rodas na superfície.
4. Retire lentamente o bujão. O óleo deve estar nivelado com
o orifício do bujão.
5. Adicione óleo conforme necessário.
6. Coloque o bujão.
7. Repita o procedimento para a outra roda.

92 RCPH10TLB393AAF

8. Retire lentamente o bujão do reservatório central. O óleo


deve estar nivelado com o orifício.
9. Adicione óleo conforme necessário.
10. Coloque o bujão.

93 RCPH10TLB059AAF

7 – 48
7 – MANUTENÇÃO

Respiro do Eixo Dianteiro


Limpe o respiro do eixo dianteiro a cada 250 horas de funcio-
namento. Se utilizar a máquina em condições severas, proce-
da a uma limpeza mais frequente.
O respiro do eixo dianteiro encontra-se no lado esquerdo do
eixo dianteiro.
1. Remova a sujeira e os resíduos da área ao redor do respiro
e limpe com solvente.
2. Seque a área com ar comprimido.

CUIDADO
Perigo de lesões oculares! 94 RCPH10TLB058AAF
Use sempre óculos de proteção durante a utilização
de ar comprimido.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos leves ou moderados.
C0035A

3. Gire a tampa superior para garantir que esta tenha a folga


necessária para rodar.

Eixo Cardan do Eixo Dianteiro


Lubrifique o estriado de deslizamento dianteiro a cada 250 ho-
ras de funcionamento. Utilize graxa Akcela Molygrease.

95 RCPH10TLB430AAF

Nível de Óleo do Eixo Traseiro


Verifique o nível de óleo do eixo traseiro a cada 250 horas.
1. Estacione a máquina numa superfície firme e nivelada.
2. Retire lentamente o bujão de verificação / enchimento de
óleo. O óleo deve estar nivelado com o orifício do bujão.
3. Adicione óleo conforme necessário.
4. Coloque o bujão.

96 RCPH09TLB006AAF

7 – 49
7 – MANUTENÇÃO

Respiro do Eixo Traseiro


Limpe o respiro do eixo traseiro a cada 250 horas de funciona-
mento. Se utilizar a máquina em condições severas, proceda a
uma limpeza mais frequente.
1. Remova a sujeira e os resíduos da área ao redor do respiro
e limpe com solvente.
2. Seque a área com ar comprimido.

CUIDADO
Perigo de lesões oculares!
Use sempre óculos de proteção durante a utilização
de ar comprimido. 97 RCPH10TLB295AAF
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos leves ou moderados.
C0035A

3. Gire a tampa superior para garantir que esta tenha a folga


necessária para rodar.

Eixo de Cardan do Eixo Traseiro


Lubrifique o eixo Cardan do eixo traseiro a cada 250 horas de
funcionamento. Utilize graxa Akcela Molygrease.

98 RCPH10TLB061AAF

Reservatório de Combustível
Verifique se existe água ou sedimentos no reservatório de
combustível a cada 250 horas de funcionamento.
1. Estacione a máquina numa superfície firme e nivelada.
2. Coloque um recipiente sob o bujão de drenagem do reser-
vatório de combustível e retire lentamente o bujão de dre-
nagem.
NOTA: O bujão de drenagem do reservatório de combustível
encontra-se debaixo da máquina. A ilustração representa a pers-
pectiva de quem olha para cima para o bujão de drenagem.
3. Recolha uma pequena quantidade de combustível com o
recipiente, instale e aperte o bujão de drenagem.
4. Se for encontrada água ou sedimentos, drene e limpe o re- 99 RCPH10TLB358AAF

servatório de combustível, conforme necessário.

7 – 50
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Fluido da Transmissão


Verifique o nível do fluido da transmissão a cada 250 horas de
funcionamento.
1. Ligue o motor. O motor deve estar funcionando para verifi-
car corretamente o nível do fluido da transmissão.

ADVERTÊNCIA
Peças em rotação!
O motor está em funcionamento. Mantenha-se afas-
tado do ventilador e correias rotativas.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0275A

2. Gire o manípulo da vareta no sentido anti-horário e retire a


vareta.

100 RCPH10TDSC02561

3. Verifique o nível de fluido na vareta. O nível deve estar entre


as marcas superior (H) e inferior (L).

101 RCPH10TLB054AAF

4. Adicione fluido conforme necessário. Não encha acima da


marca superior.

7 – 51
7 – MANUTENÇÃO

Vedações do Compressor do Ar Condicionado


Ligue o ar condicionado para lubrificar as vedações do compressor a cada 250 horas de funcionamento.
1. Ligue o motor. Para este procedimento, o motor deve estar em funcionamento.

ADVERTÊNCIA
Peças em rotação!
O motor está em funcionamento. Mantenha-se afastado do ventilador e correias rotativas.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0275A

2. Com temperaturas inferiores a 0°C (32°F), coloque uma cobertura por cima do condensador do ar condicionado. Isto
garante que o refrigerante e os lubrificantes no sistema estejam à temperatura de funcionamento.
3. Coloque o controle do ar condicionado na posição máxima e deixe-o funcionar durante, pelo menos, 15 minutos.

Assento do Operador
Verifique, limpe e lubrifique o assento do operador a cada 250
horas de funcionamento.
1. Limpe os trilhos do banco.
2. Coloque uma pequena quantidade de graxa nos finais de
trilho e em cada lado.
3. Mova o assento para a frente e para trás conforme neces-
sário, para lubrificar os trilhos.
NOTA: NÃO lubrifique os trilhos de deslizamento no assento
de suspensão de ar. Utilize apenas graxa Akcela Molygrease
(1070173) de Lítio com Bissulfeto de Molibdênio nos trilhos do
banco.

102 RCPH10TDSC09322

7 – 52
7 – MANUTENÇÃO

A cada 500 horas


Cabine ROPS e Suporte do Banco

103 RCPH10TLB007GAF

A cada 500 horas de funcionamento, verifique se existem danos ou desgaste na cabine ou no teto da ROPS, na estrutura
inferior e no suporte do banco, verificando também se o torque do material de fixação é o correto.
1. Verifique o torque dos parafusos de montagem da ROPS. A especificação é 298 – 358 N·m (220 – 264 lb ft).
2. Aperte os parafusos conforme necessário.
3. Verifique se os parafusos de fixação apresentam danos, desgaste ou folgas.
4. Aperte ou substitua os parafusos de fixação conforme necessário.
5. Verifique se o cinto de segurança, as fivelas, os retractores, as trancas e o sistema tensor apresentam danos ou sinais
de desgaste. Mantenha todas as extremidades afiadas e outros objetos que possam causar danos afastados dos cintos
de segurança.
6. Substitua conforme necessário. Substitua todos os cintos que apresentem cortes que diminuam a eficácia do cinto.
7. Verifique se existem fendas, ferrugem ou furos na ROPS e nas respectivas peças. O tempo, o clima e os acidentes po-
dem danificar a ROPS e as respectivas peças. Se tiver dúvidas quanto à integridade do sistema ROPS, contate o seu
revendedor CASE.

7 – 53
7 – MANUTENÇÃO

Filtro de Combustível Separador de Água


Substitua o filtro de combustível separador de água a cada 500 horas de funcionamento ou se for notada perda de potência
do motor.
NOTA: O reservatório de combustível deve estar cheio antes de continuar.
1. Limpe os residuos existentes na área ao redor do cabeçote
e do filtro de combustível separador de agua e o cabeçote.
2. Retire o elemento do filtro de combustível separador de
água utilizando uma ferramenta para remoção de filtros.
3. Aplique óleo de motor limpo no vedador do novo filtro de
combustível separador de água.
4. Gire o novo filtro de combustível separador de água no sen-
tido horário, na direção do cabeçote do filtro, até que ajunta
de vedação entre em contato com o corpo do filtro.
5. Continue a apertar o filtro de combustível separador de
água em mais 1/2 a 3/4 de volta.
6. Elimine o filtro e o combustível recolhido de acordo com as 104 RCPH10TDSC02577

regulamentações locais.
AVISO: Não coloque combustível no filtro novo antes da ins-
talação.

Filtro de Combustível
1. Limpe a sujeira e os resíduos existentes na área ao redor
do filtro de combustível e do cabeçote do filtro.
2. Retire o filtro de combustível. Se necessário, utilize uma
ferramenta de remoção de filtros.
3. Aplique óleo de motor limpo na vedação do novo filtro de
combustível.
4. Gire o novo filtro de combustível no sentido horário, na di-
reção do cabeçote do filtro, até que a junta de vedação do
filtro entre em contato com o corpo do filtro.
5. Continue a apertar o filtro de combustível em mais 1/2 a 3/4
de volta.
6. Aperte a tampa do reservatório de combustível. 105 RCPH10TLB048AAF

7. Elimine os filtros e o fluido recolhido de acordo com as re-


gulamentações locais.
AVISO: A existência de ar no sistema de combustível provoca
trabalho excessivo do motor de partida. É essencial que todo o
ar seja retirado do sistema, antes de dar a paratida no motor.
8. Purgue o ar do sistema. Para obter instruções detalhadas,
consulte a página 7-69.

ADVERTÊNCIA
Sistema pressurizado!
Utilize o parafuso de purga apenas para purgar o
ar do sistema de combustível. NÃO desaperte os
tubos de combustível ou dos injetores para purgar
ar. Poderão ocorrer ferimentos ou danos. Os tubos
de combustível ou dos injetores encontram-se sob
pressão muito alta.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0285A

7 – 54
7 – MANUTENÇÃO

Óleo e Filtro do Motor


Substitua o óleo do motor e o filtro de óleo a cada 500 horas de funcionamento ou uma vez por ano, o que ocorrer pri-
meiro.
1. Ligue o motor e deixe-o funcionando até que o motor fique
quente. Um motor quente permite uma extração mais com-
pleta de material estranho.
2. Limpe ao redor da vareta do óleo do motor, do bujão de dre-
nagem do cárter do óleo, do bocal de enchimento do motor,
do filtro e do cabeçote do filtro de óleo do motor.
3. Abra lentamente o bujão de drenagem do cárter do óleo do
motor e drene o óleo em um recipiente adequado. O bujão
de drenagem encontra-se do lado esquerdo do cárter do
óleo.

106 RCPH10TLB430AAF

4. Gire o filtro do óleo no sentido anti-horário para o retirar. Se


necessário, utilize uma ferramenta de remoção de filtros.
5. Elimine o filtro e o óleo recolhido de acordo com as regula-
mentações locais.
6. Limpe a superfície de vedação da base do filtro de óleo com
um pano limpo para remover toda a sujeira.
7. Aplique uma camada fina de lubrificante limpo ou óleo na
junta de vedação do novo filtro de óleo.

107 RCPH10TLB034AAF

AVISO: Não utilize uma chave de filtros para instalar o filtro de


óleo. A chave pode danificar o filtro e provocar um vazamento.
8. Gire o novo filtro de óleo em direção à base, até que a junta
de vedação entre em contato com a base.
9. Continue a apertar o filtro em mais 3/4 de volta.
10. Coloque o bujão de drenagem no carter de óleo do motor.
11. Coloque óleo novo no motor..

7 – 55
7 – MANUTENÇÃO

Nível de Eletrólito da Bateria


ADVERTÊNCIA
Produtos químicos perigosos!
O eletrólito da bateria contém ácido sulfúrico. O contato com a pele e olhos pode resultar em irritação e quei-
maduras graves. Use sempre óculos à prova de salpicos e vestuário protetor (luvas e aventais). Lave as mãos
quando terminar o trabalho.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0006A

Verifique o nível de eletrólito da bateria a cada 500 horas de funcionamento ou a cada 120 dias, o que ocorrer primeiro.
Deve também verificar o nível de eletrólito da bateria se a máquina não for utilizada durante um longo período de tempo.
NOTA: Em climas muito quentes, recomenda-se verificar o eletrólito mensalmente.
1. Desligue o motor.
2. Limpe a área em torno da bateria para evitar a entrada de
materiais externos e de contaminantes nos orifícios dos
respiros da bateria.
AVISO: Tenha cuidado ao trabalhar com ferramentas metáli-
cas ou condutores. O contato pode provocar faíscas e curto-
circuitos.
3. Use uma chave de parafusos Phillips e retire a tampa (2) do
orifício do respiro (2).

108 RCPH10TLB291AAF

4. Verifique o nível de eletrólito em cada célula do respiro. A


especificação (2) é de 3 – 10 mm (0.12 – 0.39 in) a partir da
base do orifício do respiro (1) até o nível de eletrólito.
5. Adiciona água destilada a cada célula conforme necessá-
rio.
6. Volte a instalar a tampa do respiro e aperte o parafuso. Não
aperte em demasia! O torque de aperto do parafuso não
deve exceder 1 N·m (12 lb in).
7. Com temperaturas de 0°C (32°F) ou inferiores, ligue um
carregador de baterias às baterias (ou ligue o motor) duran-
te aproximadamente duas horas, de forma a garantir que o
eletrólito se misture com a água adicionada. 109 RCPH10TLB396AAF

7 – 56
7 – MANUTENÇÃO

A cada 1000 horas


Fluido Hidráulico e Fitros
Substitua o fluido hidráulico e o filtro após 1000 horas de funcionamento. Se tiver sido substituído ou feita manutenção em
um componente importante do sistema, substitua o filtro após as primeiras 10 horas de funcionamento.
AVISO: Substitua sempre o filtro hidráulico quando a
luz de aviso se mantiver acesa durante o funcionamen-
to do motor à temperatura de funcionamento normal.
1. Ligue o motor e deixe-o trabalhar até que o fluido hidráulico
esteja próximo da temperatura de funcionamento.
2. Limpe as áreas ao redor da tampa do reservatório hidráu-
lico, do bujão de drenagem do reservatório hidráulico e do
filtro hidráulico.
3. Retire lentamente a tampa do bocal de enchimento (1) do
reservatório hidráulico.
4. Coloque um recipiente adequado sob o bujão de drenagem
(2) do reservatório hidráulico e retire lentamente o bujão de
drenagem.
5. Permita que o fluido seja completamente drenado.

110 RCPH10TLB428AAF

6. Gire o filtro hidráulico no sentido anti-horário para o retirar.


Se necessário, utilize uma ferramenta de remoção de fil-
tros.
7. Lubrifique a junta no novo filtro com óleo limpo.
8. Instale o filtro novo e gire-o no sentido horário até que a jun-
ta entre em contato com o conjunto do cabeçote do filtro.

111 RCPH10TLB045AAF

9. Continue a apertar o filtro em mais 1/3 de volta.


10. Elimine o filtro e o fluido recolhido de acordo com as regu-
lamentações locais.
11. Instale o bujão do reservatório hidráulico.
12. Encha o reservatório hidráulico de acordo com as especi-
ficações.
13. Volte a colocar a tampa do bocal de enchimento do reser-
vatório.
AVISO: A falha ao carregar a bomba hidráulica pode provocar
danos graves na bomba hidráulica e na máquina.

7 – 57
7 – MANUTENÇÃO

14. Carregue a bomba hidráulica. Consulte o Manual de Serviço


ou contate o seu revendedor para conhecer o procedimento
de partida adequado.
15. Antes de ligar o motor, certifique-se de que:
•• o novo filtro hidráulico está devidamente instalado e
apertado.
•• o bujão de drenagem do reservatório hidráulico está de-
vidamente instalado e apertado.
•• a bomba hidráulica está carregada.
16. Ligue o motor.
17. Utilize os controles da carregadeira e da retroescavadeira
durante três a quatro minutos.
NOTA: Certifique-se de que a luz de aviso não se acende.
18. Desligue o motor e verifique se existem vazamentos.
19. Verifique o nível de fluido e adicione conforme necessário.
NOTA: Quando o nível do fluido hidráulico estiver baixo, ainda
será visível uma pequena quantidade de fluido hidráulico na
parte inferior do visor de nível. Esta condição não indica um
nível de fluido correto.

7 – 58
7 – MANUTENÇÃO

Respiro do Reservatório Hidráulico


Substitua o respiro do reservatório hidráulico após 1000 horas de funcionamento.
1. Limpe as áreas ao redor do reservatório hidráulico, incluin-
do o respiro e a tubulação hidráulica sobre o respiro.

112 RCPH10TLB427AAF

2. Retire lentamente a tampa do bocal de enchimento do re-


servatório hidráulico.
3. Depois da pressão ser liberada, volte a colocar a tampa do
reservatório.

113 RCPH10TLB428AAF

4. Retire e descarte o respiro do reservatório hidráulico. Gire-o


sentido anti-horário para desapertar.
5. Certifique-se de que o O-ring esteja devidamente encaixa-
do no novo respiro e instale o novo respiro no reservatório
hidráulico. Gire no sentido horário para apertar. Aperte com
a mão, ou aperte até aproximadamente 10 N·m (7.4 lb ft).

114 RCPH10TLB427AAF

7 – 59
7 – MANUTENÇÃO

Filtro de Entrada de Ar na Cabine


Limpe e inspecione o filtro de entrada de ar na cabine a cada 1000 horas de funcionamento.
1. Retire os dois parafusos manuais que fixam o filtro de entra-
da de ar na cabine no devido lugar.
2. Retire o filtro e verifique se existe sujeira e resíduos. Limpe
ou substitua, conforme necessário.

115 RCPH10TLB345AAF

Válvula do Motor
Ajuste a folga das válvulas do motor a cada 1000 horas de
funcionamento.
Contate o seu revendedor para a manutenção. São necessá-
rias ferramentas especiais.

Filtro de Ventilação do Cárter


Substitua o filtro de ventilação do cárter (CCV) a cada 1000
horas de funcionamento.
Consulte o Manual de Serviço ou contate o seu revendedor
para a manutenção.

7 – 60
7 – MANUTENÇÃO

Óleo do Eixo Dianteiro


NOTA: Apenas modelos com tração nas quatro rodas.
Troque o óleo do eixo dianteiro a cada 1000 horas de funcionamento.
1. Ligue o motor e desloque com a máquina até que o óleo do
eixo dianteiro esteja à temperatura de funcionamento.
2. Utilize a carregadeira e levante as rodas dianteiras cerca de
25 mm (1 in) acima do nível do solo.
3. Gire ambas as rodas dianteiras de forma a que o bujão do
nível do óleo fique na posição de drenagem, conforme ilus-
trado.
4. Desça a carregadeira para colocar as rodas na superfície.
5. Limpe as áreas ao redor dos bujões dos cubos planetários.
6. Coloque um recipiente adequado sob os bujões de drena-
gem dos planetários e retire lentamente os bujões.

116 RCPH10TLB069AAF

7. Limpe as áreas ao redor do bujão de verificação / enchimen-


to (1) e do bujão de drenagem (2) do reservatório central.
8. Retire lentamente o bujão de verificação / enchimento.
9. Coloque um recipiente adequado sob o bujão de drenagem
e retire lentamente o bujão.
10. Depois de o óleo ter sido drenado do eixo, instale o bujão
de drenagem.
11. Utilize a carregadeira e levante as rodas dianteiras cerca de
25 mm (1 in) acima do nível do solo.

117 RCPH10TLB059AAF

12. Gire ambas as rodas dianteiras para a posição de verifica-


ção / enchimento, conforme apresentado.
13. 13. Desça a carregadeira para colocar as rodas na
14. superfície.
15. Abasteça o eixo pelo bujão de verificação / enchimento do
reservatório central e pelos bujões de verificação / enchi-
mento dos planetários, de acordo com as especificações.
Quando atingir o nível correto, o óleo deve começar a sair
pela abertura.
16. Instale o bujão do reservatório central e os bujões de verifi-
cação / enchimento dos planetários.
118 RCPH10TLB067AAF

7 – 61
7 – MANUTENÇÃO

Óleo do Eixo Traseiro


Substitua o óleo do eixo traseiro a cada 1000 horas de funcionamento.
1. Ligue o motor e desloque com a máquina até que o óleo do
eixo traseiro esteja à temperatura de funcionamento.
2. Limpe as áreas ao redor do bujão de drenagem do eixo (2)
e do bujão de verificação / enchimento (1).
3. Coloque um recipiente adequado sob o bujão de drenagem
do eixo e retire lentamente o bujão.

119 RCPH09TLB006AAF

4. Limpe a área ao redor do bujão de drenagem do planetário


traseiro do lado esquerdo (1) e do lado direito.
5. Coloque recipientes sob os bujões de drenagem dos plane-
tários e drene.
6. Instale o bujão de drenagem do eixo e ambos os bujões de
drenagem dos planetários.
7. Retire o bujão de verificação / enchimento e abasteça de
acordo com as especificações.

120 RCPH10TLB068AAF

7 – 62
7 – MANUTENÇÃO

Fluido e Filtro da Transmissão


Substitua o fluido da transmissão, substitua o filtro da transmissão e limpe o respiro da transmissão a cada 1000 horas de
funcionamento.
1. Limpe a área ao redor da vareta da transmissão e retire a
vareta.

121 RCPH10TDSC02561

2. Limpe a área ao redor do filtro da transmissão.


•• Transmissão Powershift do tipo S – o filtro está locali-
zado no lado esquerdo, junto do reservatório de com-
bustível.

122 RCPH10TLB395AAF

•• Transmissão manual (Powershuttle) ou Powershift do


tipo H – o filtro está no lado direito, entre o chassis e a
transmissão.

123 RCPH10TLB023AAF

3. Tenha um recipiente adequado e pronto para retirar o filtro


da transmissão. Se necessário, utilize uma ferramenta de
remoção de filtros.

7 – 63
7 – MANUTENÇÃO

4. Limpe a área ao redor do bujão de drenagem da transmis-


são.
5. Coloque um recipiente adequado sob o bujão de drenagem
da transmissão e retire lentamente o bujão de drenagem.

124 RCPH09TLB004AAF

6. Depois de todo o fluido ter sido drenado do sistema, lubrifi-


que a junta do novo filtro da transmissão com óleo limpo.
AVISO: Nunca utilize uma ferramenta de remoção de filtros
para instalar o filtro.
7. Instale o filtro novo e gire-o no sentido horário até que a jun-
ta entre em contato com o cabeçote do conjunto do filtro.
8. Continue a apertar o filtro em mais 1/3 de volta.
9. Instale o bujão de drenagem da transmissão.
10. Abasteça o sistema de acordo com as especificações.
11. Instale a vareta da transmissão.
12. Ligue o motor.
13. Verifique se existem vazamentos junto do filtro.
14. Utilize a máquina na 1ª e 2ª marchas durante vários minu-
tos.
15. Estacione a máquina numa superfície nivelada e, com o
motor em funcionamento, verifique o nível do fluido.
16. Adicione fluido conforme necessário..

7 – 64
7 – MANUTENÇÃO

Filtros de Ar do Motor
Substitua os elementos do filtro de ar do motor e limpe o alojamento do filtro de ar a cada 1000 horas de funcionamento.
AVISO: Proceda à manutenção dos elementos do fil-
tro de ar sempre que a luz de aviso se mantiver acesa
durante o funcionamento do motor.
1. Limpe a área ao redor da tampa dianteira exterior do aloja-
mento do filtro de ar.
2. Verifique as braçadeiras de mangueira e o componente de
mangueira que se ligam ao alojamento do filtro de a.
3. Libere os dois grampos que fixam a tampa do alojamento
do filtro de ar no devido lugar.

125 RCPH10TLB036AAF

4. Retire o filtro primário.

126 RCPH10TLB037AAF

5. Retire o filtro secundário.

127 RCPH10TLB038AAF

6. Elimine os filtros de acordo com as regulamentações lo-


cais.

7 – 65
7 – MANUTENÇÃO

7. Limpe a sujeira e os resíduos existentes na tampa e no alo-


jamento do filtro.

128 RCPH10TLB039AAF

8. Instale o filtro de ar secundário.


9. Instale o filtro de ar primário.
10. Aperte os dois grampos que fixam o alojamento do filtro de
ar no devido lugar.
11. Ligue o motor.
12. Certifique-se de que a luz de aviso não se acende.

7 – 66
7 – MANUTENÇÃO

Freio de Estacionamento
Verifique se o freio de estacionamento funciona corretamente a cada 1000 horas de funcionamento.
1. Certifique-se de que não se encontram outros trabalhadores ou pessoas na área de trabalho.
2. Retire o conector do solenóide do freio SAHR na transmissão. Para obter instruções detalhadas, consulte a página
7-75.
3. Certifique-se de que o banco do operador esteja na posição de operação da carregadeira e aperte o cinto de seguran-
ça.
4. Desengate a tração nas quatro rodas, se instalada.
5. Acione o freio de estacionamento.
6. Coloque a alavanca de controle da direção na posição neutra e a transmissão na 3ª marcha.
7. Ligue o motor.
8. Certifique-se de que a caçamba da carregadeira, a caçamba da retroescavadeira e os estabilizadores estejam levanta-
dos na preparação para o deslocamento a frente.
9. Desacione o freio de estacionamento.
10. Coloque a alavanca de controle da direção em marcha para a frente e aumente a rotação do motor para 1500 rpm. A
máquina não deverá mover-se. Contate o seu revendedor para manutenção, conforme necessário.
11. Ligue o conector do solenóide do freio SAHR à transmissão. O conector deve ser ligado antes de voltar a colocar a
máquina em funcionamento. Para obter instruções detalhadas , consulte a página 7-75.
12. Teste o freio de estacionamento para garantir que este se engata e desengata corretamente. Por exemplo, a transmis-
são é desativada quando é acionado o freio de estacionamento.

7 – 67
7 – MANUTENÇÃO

A cada 2000 horas


Sistema de Arrefecimento
CUIDADO
Perigo de queimadura!
O líquido de arrefecimento quente poderá espirrar se a tampa do bocal de enchimento for removida enquanto
o sistema estiver quente. Depois do sistema arrefecer, gire a tampa do bocal de enchimento até ao primeiro
entalhe e, depois, aguarde que toda a pressão seja liberada antes de continuar.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos ligeiros ou moderados.
C0043A

Drene, lave e substitua o líquido de arrefecimento do motor a cada 2000 horas de funcionamento ou uma vez por ano, o
que ocorrer primeiro.
1. Desligue o motor.
2. Dê tempo para que o motor e o líquido de arrefecimento
esfriem.
3. Utilize uma ferramenta de 16 mm para retirar os seis para-
fusos (1) que fixam os pára-choques do radiador (2) e retire
os pára-choques.

129 RCPH10TLB193AAF

4. Incline a grade para cima a partir da parte inferior e levante-


a, afastando-a da máquina.

130 RCPH10TLB150AAF

5. Coloque um pedaço de mangueira na válvula de drenagem


do radiador e drene para um recipiente adequado.

131 RCPH10TLB040AAF

7 – 68
7 – MANUTENÇÃO

6. Abra a tampa do bocal de enchimento no reservatório de


expansão. Abra a tampa do bocal de enchimento girando-a
lentamente no sentido anti-horário, até retirá-la. Não é ne-
cessário remover as mangueiras para remover a tampa.

CUIDADO
Perigo de queimadura!
O líquido de arrefecimento quente poderá espirrar
se a tampa do bocal de enchimento for removida
enquanto o sistema estiver quente. Depois de o sis-
tema esfriar, gire a tampa do bocal de enchimento
até ao primeiro entalhe e, depois, aguarde que toda 132 RCPH10TLB032AAF
a pressão seja liberada antes de continuar.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão
ocorrer ferimentos leves ou moderados.
C0043A

7. Utilize uma ferramenta de 13 mm para retirar os dois para-


fusos que fixam os trocadores de calor.
8. Retire os trocadores de calor e limpe a sujeira e os resíduos
existentes.
9. Verifique se há desgaste ou danos nas mangueiras, nos
cotovelos e nos componentes do sistema.
10. Depois de limpar, volte a colocar os trocadores de calor e
reponha os dois parafusos.
11. Depois de drenar o líquido de arrefecimento, feche a válvu-
la de drenagem. Não desligue a mangueira de drenagem.
12. Adicione um produto para lavagem de radiadores CASE e
siga as instruções na embalagem. 133 RCPH10TLB041AAF

13. Depois de utilizar o produto para lavagem de radiadores


CASE, feche a válvula de drenagem do radiador e desligue
a mangueira de drenagem.

14. Adicione uma mistura de 40% de Akcela Premium Anti-free-


ze e 60% de água ao reservatório de expansão até que o
nível fique entre as marcas “COLD MIN” (2) e “HOT MAX”
(1) no reservatório.
15. Instale a tampa do bocal de enchimento.
16. Ligue o motor.
17. Deixe o motor funcionar durante alguns minutos e desligue-
o antes de atingir a temperatura de funcionamento.
18. Verifique se existem vazamentos no sistema.
19. Ligue novamente o motor e deixe-o atingir a temperatura de
funcionamento.
134 RCPH10TLB032AAF
20. Desligue o motor.
21. Verifique o nível do líquido no reservatório de expansão.
22. Se necessário, deixe que os componentes esfriem e adicio-
ne líquido de arrefecimento ao reservatório.

7 – 69
7 – MANUTENÇÃO

Manutenção conforme necessário


Purga do Ar do Sistema de Combustível
AVISO: A existência de ar no sistema de combustível provoca trabalho excessivo do motor de partida. É essencial que todo
o ar seja retirado do sistema, antes de dar a paratida no motor.

ADVERTÊNCIA
Sistema pressurizado!
Utilize o parafuso de purga apenas para purgar o ar do sistema de combustível. NÃO desaperte os tubos de
combustível ou dos injetores para purgar ar. Poderão ocorrer ferimentos ou danos. Os tubos de combustível
ou dos injetores encontram- se sob pressão muito alta.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0285A

Retire o ar do sistema de combustível caso se verifique uma ou mais das seguintes condições:
•• Os filtros de combustível foram substituídos.
•• Os componentes do sistema de combustível foram substituídos ou submetidos a manutenção.
•• A máquina esteve armazenada durante três meses ou mais.
•• O motor parou porque o reservatório de combustível ficou vazio.

1. Coloque um recipiente embaixo do filtro separador de água


para coletar o combustível.
2. Solte a conexão de purga no cabeçote do filtro separador 1
de água (1) e acione a bomba manual (2) até que saia com-
bustível sem ar pela conexão de purga.
3. Aperte a conexão de purga.
2
4. Coloque um recipiente embaixo do filtro de combustível para
coletar o combustível.
5. Solte o parafuso de purga (3) no cabeçote do filtro de com-
bustível em duas ou três voltas, com uma chave de 13mm.

135 RCPH10TDSC02561

6. Acione a bomba manual de combustível (2) no filtro separa-


dor até saia combustível limpo e sem ar pelo parafuso de
purga do filtro.
7. Aperte o parafuso de purga do filtro de combustível. 2
AVISO: Dê partida no motor e certifique-se de que não haja
vazamentos.

136 RCPH10TDSC02580

7 – 70
7 – MANUTENÇÃO

Escorva das Linhas do Turbocompressor


Escorve as linhas do turbocompressor com óleo sempre que a máquina não for utilizada durante várias semanas.
1. Para evitar a partida do motor, desligue o conector elétrico
do solenóide da bomba de injeção.
2. Certifique-se de que todos os trabalhadores e outras pes-
soas não permanecem junto da máquina e toque a buzina
para avisar que vai ligar o motor.
3. Gire a chave de ignição até à posição “START” (partida) e
acione o motor de partida durante 10 a 15 segundos.
4. Volte a ligar os conectores elétricos removidos no passo 1.
5. Certifique-se de que todos os trabalhadores e outras pes-
soas não permanecem junto da máquina e toque a buzina
para avisar que vai ligar o motor.
6. Ligue o motor e deixe-o funcionar na rotação de marcha 137 RCPH10TLB284AAF

lenta durante dois minutos.


7. Desligue o motor e verifique se existem vazamentos.
8. Dê tempo para o óleo do motor escoar para a parte inferior
do cárter, verificando então o nível de óleo.
9. Adicione óleo conforme necessário.

Bomba Hidráulica
AVISO: A falha no carregamento da bomba hidráulica pode provocar danos graves na bomba hidráulica e na máquina.
Carregue a bomba hidráulica sempre que a alimentação de fluido hidráulico para a bomba tenha sido interrompida devido
à substituição do fluido hidráulico, à substituição da bomba ou a um tubo partido. Consulte o Manual de Serviço ou contate
o seu revendedor para conhecer o procedimento de partida adequado.

7 – 71
7 – MANUTENÇÃO

Pressão dos Pneus


PERIGO
Perigo de explosão!
Efetuar uma operação de solda na roda pode criar uma mistura explosiva de ar e gás. A remoção do ar do pneu
ou o descolamento do pneu da roda (quebrando o talão) NÃO eliminará o perigo. Remova SEMPRE o pneu
completamente da roda antes de qualquer operação de solda.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
D0033A

ADVERTÊNCIA
Perigo de explosão!
Quando inflar os pneus, utilize uma braçadeira de fixação no bico de enchimento, um medidor, válvula remota
e mangueira suficientemente comprida para lhe permitir colocar-se ao lado e NÃO à frente ou sobre o conjun-
to das rodas. Mantenha as outras pessoas afastadas da ÁREA DE PERIGO. Nunca exceda a pressão máxima
permitida indicada no pneu.
Se estas instruções não forem cumpridas, poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
W0059A

Verifique o estado e a pressão dos pneus, conforme necessá-


rio. Os pneus perderão ar regularmente. Verifique a pressão e
o estado dos pneus com maior regularidade quando trabalhar
em condições ou estados meteorológicos severos.
NOTA: A pressão de enchimento dos pneus afeta o peso que
um pneu pode suportar.
Recomenda-se que recorra a um mecânico especializado
quando necessitar efetuar a manutenção de pneus e aros nes-
tas máquinas. Recomendamos que o enchimento dos pneus
seja efetuado por um mecânico especializado.
•• Verifique se o pneu apresenta danos na banda de roda-
gem ou nas bandas laterais. 138 RCPH10TLB072AAF
•• Inspecione o aro para verificar se existem danos.
•• Confirme se roda está devidamente instalada na máqui-
na.
•• Utilize uma mangueira de ar com uma válvula regulado-
ra remota e coloque-se atrás da banda de rodagem do
pneu.

7 – 72
7 – MANUTENÇÃO

Assento do Operador
Verifique o estado da cobertura do assento do operador e as peças móveis. Limpe ou lubrifique, conforme necessário.
Substitua as proteções dos apoios de braço.

Cobertura do Assento
Tente sempre limpar as manchas ou sujeira solta logo que possível.
1. Varra e aspire a sujeira solta.
2. Lave com água fria se as coberturas forem de pano, ou com água morna com sabão se as coberturas forem de vinil.
Se for necessário tratamento adicional, utilize um produto de limpeza para automóveis ou doméstico adequado para o
mesmo tipo de cobertura.
NOTA: Se utilizar produtos de limpeza à base de álcool, tanto em pano como em vinil, recomenda-se primeiro testar numa
área pequena.

Trilhos do Assento
1. Limpe os trilhos do assento.
2. Coloque uma pequena quantidade de graxa nos finais do
trilho e em cada lado.
3. Mova o assento para a frente e para trás conforme neces-
sário, para lubrificar os trilhos.
NOTA: NÃO lubrifique os trilhos de deslizamento no assento
de suspensão de ar. Utilize apenas graxa Akcela Molygrease
(1070173) de Lítio com Bissulfeto de Molibdênio nos trilhos do
banco.

139 RCPH10TDSC09322

7 – 73
7 – MANUTENÇÃO

Grade Dianteira e Alojamento do Radiador


Verifique se o radiador, os trocadores de calor e o compartimento do motor apresentam acúmulo de resíduos, sujeira e
outros materiais que possam impedir o funcionamento dos componentes do sistema de arrefecimento.
1. Desligue o motor e coloque um aviso para “Não Utilizar” na
chave da ignição.
2. Dê tempo para que o motor arrefeça.
3. Utilize uma ferramenta de 16 mm para retirar os seis para-
fusos (1) que fixam os pára-choques do radiador (2).
4. Retire os pára-choques do radiador.

140 RCPH10TLB193AAF

5. Incline a grade para cima, a partir da parte inferior e levan-


te-a, afastando-a da máquina.

141 RCPH10TLB150AAF

6. Utilize uma ferramenta de 13 mm para retirar os dois para-


fusos que fixam os trocadores de calor.
7. Retire os trocadores de calor para limpa-los.

142 RCPH10TLB041AAF

7 – 74
7 – MANUTENÇÃO

Correia do Ventilador
Substitua a correia de acionamento do ventilador conforme necessário.
1. Retire a correia de acionamento do ar condicionado, se
equipada.
2. Instale uma barra separadora de 1/2 polegada no suporte
da polia tensora.

143 RCPH10TLB052AAF

3. Empurre a barra separadora para cima o suficiente para


conseguir aliviar a tensão na correia de acionamento do
ventilador.
4. Retire primeiro a correia de acionamento do ventilador da
polia da bomba de água e, depois, das outras polias.
5. Remova a correia de acionamento do ventilador antiga.
6. Instale a nova correia de acionamento do ventilador na po-
lia da bomba de água e na polia do virabrequim.
7. Utilize a barra separadora para deslocar o suporte da polia
tensora apenas o suficiente para instalar a correia de acio-
namento do ventilador na polia do alternador.
8. Retire a barra separadora.
9. Volte a instalar a correia de acionamento do ar condiciona-
do, se equipada.

7 – 75
7 – MANUTENÇÃO

Desabilitar o Freio de Estacionamento


Em retroescavadeiras avariadas, desabilite o freio de estacionamento sempre que este não puder ser liberado.
1. Coloque calços nas rodas para evitar movimentos.
2. Retire o tapete e a placa do piso da máquina.
3. Localize o bloco de solenóides do freio de estacionamento
na transmissão.
4. Limpe a sujeira e os resíduos existentes na área.

144 RCPH10TLB064AAF

5. Retire os dois parafusos que fixam o bloco de solenóides.

145 RCPH10TLB065AAF

6. Com cuidado, levante e gire o bloco de solenóides 90° (1).


7. Volte a colocar os parafusos e aperte-os com um torque de
20 N·m (15 lb ft).
8. Ligue a alimentação de lubrificante ao conector (2) e bom-
beie aproximadamente 65 vezes.
AVISO: NÃO é necessária muita pressão para liberar o freio
de estacionamento. O excesso de pressão pode danificar os
retentores. A bomba de lubrificação necessita de um esforço
moderado.

146 RCPH10TLB070AAF

7 – 76
7 – MANUTENÇÃO

9. Retire cuidadosamente os calços das rodas, uma vez que a


máquina já pode ser movida.
AVISO: A máquina deve se mover livremente. Se a máquina
não se mover, poderá haver um problema no freio de estacio-
namento ou no sistema de transmissão. Contate o seu reven-
dedor.
AVISO: Depois de ter sido utilizado lubrificante para liberar o
freio de estacionamento, será necessário limpar e lavar todo o
sistema, antes de voltar a colocar a máquina em funcionamen-
to. Contate o seu revendedor para obter informações sobre
este procedimento.
10. Para ativar o freio de estacionamento:
a. Desaperte lentamente e retire os dois parafusos que
fixam o bloco de solenóides no devido lugar. O acúmulo
de lubrificante no freio de estacionamento sairá debaixo
do bloco.
b. Confirme se os três anéis-O estão na posição correta e
se todas as superfícies estão livres de contaminações.
c. Volte a colocar o bloco de solenóides na sua posição
original.
d. Volte a colocar os parafusos e aperte-os com um torque
de 20 N·m (15 lb ft).
e. Teste o freio de estacionamento para garantir que este
funciona corretamente. Por exemplo, a transmissão é
desativada quando é acionado o freio de estaciona-
mento.

7 – 77
7 – MANUTENÇÃO

Pressão e Vazão do Sistema Hidráulico Auxiliar


NOTA: Apenas implementos unidirecionais.
Ajuste a pressão e a vazão da válvula hidráulica auxiliar unidirecional (válvula de martelo) conforme necessário para traba-
lhar dentro dos parâmetros do implemento.
AVISO: Consulte a informação fornecida pelo fabricante do implemento de modo a obter os valores recomendados de fluxo
e pressão de funcionamento.

Ajuste da Pressão
NOTA: A válvula hidráulica auxiliar unidirecional está ajustada de fábrica para aproximadamente 103 bar (1500 psi).
1. Em máquinas equipadas com sistemas hidráulicos auxiliares
duplos, certifique-se de que o interruptor de controle hidráuli-
co auxiliar está ativado para controle unidirecional.
2. Instale o pino de bloqueio de giro para evitar movimentos
de giro acidentais.
3. Retire a tampa da porta de pressão hidráulica auxiliar.
4. Instale um manômetro de pressão com capacidade para
207 bar (3000 psi) na porta de pressão. Se necessário,
converta a porta ORFS macho numa ligação de encaixe.
Contate o seu revendedor para obter o redutor, a porca do
tubo e a porta de teste CNH corretos, necessários para con-
verter o conector numa ligação de encaixe.
5. Ligue o motor.
6. Aqueça o sistema hidráulico auxiliar até 50°C (120°F). Man-
tenha uma função durante 30 segundos e, depois, libere-a.
Repita o procedimento até atingir a temperatura.
7. Durante a utilização do sistema hidráulico unidirecional, 147 RCPH10TLB425AAF
peça a outro trabalhador que proceda à leitura da pressão
no indicador.

8. Se a pressão não estiver em conformidade com as reco-


mendações para o implemento, ajuste a válvula de alívio
instalada na linha auxiliar unidirecional:
a. Desligue o motor.
b. Desaperte a contraporca na válvula de alívio.
c. Gire o parafuso de ajuste em pequenos incrementos de
cerca de 1/8 a 1/4 de volta, para ajustar a pressão. Gire
no sentido horário para aumentar pressão ou no sentido
contrário para a diminuir.
d. Aperte a contraporca.
e. Repita o procedimento para testar a pressão e ajuste
conforme necessário até obter a pressão correta.
148 RCPH10TLB410AAF
9. Retire o manómetro de pressão e o adaptador, se instalado,
da porta de pressão hidráulica auxiliar.
10. Volte a colocar a tampa na porta de pressão.

7 – 78
7 – MANUTENÇÃO

Ajuste de Vazão
As máquinas da série N estão equipadas com um cabo e um comando que permitem ajustar remotamente a vazão do
hidráulico auxiliar.
AVISO: Não ajuste a vazão enquanto o implemento estiver ativo. Para ajustar a vazão, gire o comando para a posição de
retenção que corresponda à vazão desejada. Consulte a tabela que se segue.
NOTA: As posições de retenção mais altas são limitadas pela vazão de bomba disponível.

Posição do comando
1 60.6 l/min (16 US gpm)
2 75.7 l/min (20 US gpm)
3 94.6 l/min (25 US gpm)
4 109.8 l/min (29 US gpm)
5 109.8 l/min (29 US gpm)
6 109.8 l/min (29 US gpm)

NOTA: Os implementos com baixas pressões de funcionamento poderão continuar funcionando depois do controle do
circuito auxiliar unidirecional ser liberado. Para resolver esta situação, podese instalar uma válvula de retenção CNH (com
adaptadores) na linha de pressão. Contate o seu revendedor para obter assistência.

7 – 79
7 – MANUTENÇÃO

Sistema elétrico
Máquinas Equipadas com Cabine
Luzes Indicadoras de Direção / Advertência
As luzes indicadoras de direção / advertência situam-se na par-
te dianteira da cabine, dos lados esquerdo e direito.

149 RCPH10TLB317AAF

Também existem luzes indicadoras de direção / advertência na


parte traseira da cabine, dos lados esquerdo e direito.

150 RCPH10TLB316AAF

Substituir a lâmpada de um indicador de direção / advertência:


1. Retire os dois parafusos que fixam o conjunto das luzes à
cabine.

151 RCPH10TLB304AAF

7 – 80
7 – MANUTENÇÃO

2. Solte cuidadosamente o conjunto das luzes da cabine. Se


desejar, desligue o conector elétrico para o soquete da lâm-
pada.

152 RCPH10TLB308AAF

3. Retire o soquete da lente.

153 RCPH10TLB305AAF

4. Substitua a lâmpada no soquete.

154 RCPH10TLB306AAF

5. Volte a instalar o soquete da lâmpada na lente e volte a ligar


o conector elétrico, se o tiver desligado previamente.
6. Volte a instalar o conjunto da lâmpada e fixe-o na cabine.

7 – 81
7 – MANUTENÇÃO

Luzes de Freio e Lanternas Traseiras


As lanternas traseiras e luzes de freio situam-se na parte tra-
seira da cabine, dos lados esquerdo e direito.

155 RCPH10TLB316AAF

Substituição da lâmpada de uma lanterna traseira ou luz de


freio:
1. Retire os dois parafusos que fixam a lente à cabine e retire
a lente.

156 RCPH10TLB321AAF

2. Substitua a lâmpada no soquete.

157 RCPH10TLB300AAF

3. Volte a instalar a lente e fixe-a na cabine.

7 – 82
7 – MANUTENÇÃO

Máquinas Equipadas com Capota ROPS


NOTA: O procedimento de substituição da lâmpada é o mesmo para um indicador de direção, luz de advertência ou para
uma lanterna traseira e luz de freio.
As luzes indicadoras de direção e luzes de advertência situam-
se na parte dianteira da capota ROPS, dos lados esquerdo e
direito.

158 RCPH10TLB361AAF

Também existem luzes indicadoras de direção e de advertência


na parte traseira da capota ROPS, dos lados esquerdo e direi-
to.

159 RCPH10TLB360AAF

As lanternas traseiras e luzes de freio situam-se na parte tra-


seira da capota ROPS, dos lados esquerdo e direito.

160 RCPH10TLB360AAF

7 – 83
7 – MANUTENÇÃO

Substituição da lâmpada de um indicador de direção, luz de


advertência, de uma lanterna traseira ou luz de freio:
1. Retire os dois parafusos que fixam a lente (1) à capota
ROPS e retire a lente.
2. Substitua a lâmpada (2) no soquete.
3. Volte a instalar a lente e fixe-a à capota ROPS.

161 RCPH10TLB001BAF

7 – 84
7 – MANUTENÇÃO

Faróis e luzes de trabalho


AVISO: Os faróis e as luzes de trabalho utilizam lâmpadas halógenas. Tocar no bulbo das lâmpadas com a mão pode en-
curtar a vida útil da lâmpada. Utilize um pano limpo para manusear uma lâmpada nova.
NOTA: O procedimento de substituição da lâmpada é o mesmo para o farol ou a luz de trabalho numa cabine ou capota
ROPS.

Cabine
Na parte dianteira da cabine encontram-se dois faróis (1) e
duas luzes de trabalho (2).

162 RCPH10TLB317AAF

Na parte traseira da cabine encontram-se um faról (3) em cada


lado da cabine (virado para a traseira) e quatro luzes de traba-
lho (4).

163 RCPH10TLB316AAF

7 – 85
7 – MANUTENÇÃO

Capota ROPS
Na parte dianteira da capota ROPS encontram-se dois faróis /
luzes de trabalho.

164 RCPH10TLB361AAF

Na parte traseira da capota ROPS encontram-se um faról em


cada lado da capota ROPS (virado para a traseira) e duas lu-
zes de trabalho.

165 RCPH10TLB360AAF

7 – 86
7 – MANUTENÇÃO

Substituição de Lâmpadas
Substituir a lâmpada de um faról / luz de trabalho:
1. Retire os dois parafusos que fixam a lente ao conjunto da luz.

166 RCPH10TLB312AAF

2. Desligue o conector elétrico e retire a lente.

167 RCPH10TLB313AAF

3. Aperte o suporte tipo arame mola da lâmpada.

168 RCPH10TLB314AAF

4. Mova o suporte tipo arame mola, retire e descarte a lâmpada.


5. Instale a lâmpada nova e certifique-se de que esta encaixa
devidamente no suporte de arame mola.

169 RCPH10TLB315AAF

7 – 87
7 – MANUTENÇÃO

6. Volte a ligar o conector elétrico e volte a instalar a lente.


7. Fixe a lente no conjunto da luz.
AVISO: Mover a lâmpada sem desapertar o parafuso trans-
versal pode provocar danos no alojamento, permitindo que a
lâmpada saia da posição correta.
8. Ajuste a posição dos faróis / luzes de trabalho conforme
necessário.
a. Desaperte o parafuso transversal no suporte de monta-
gem da luz.
b. Coloque a luz na devida posição.
c. Aperte o parafuso transversal.

170 RCPH10TLB312AAF

7 – 88
7 – MANUTENÇÃO

Luz do Teto
Remova a lente e substitua a lâmpada.

171 RCPH10TLB350AAF

7 – 89
7 – MANUTENÇÃO

Luzes do Painel de Instrumentos Padrão


AVISO: Utilize apenas a peça CASE indicada para a substituição do conjunto das lâmpadas; qualquer outra lâmpada pode-
rá danificar o painel de instrumentos.
1. Desligue o(s) cabo(s) de bateria negativo(s) (-).
2. Retire os dois parafusos que fixam o painel de instrumentos
no console do lado direito.
3. Desligue o conector elétrico da parte traseira do painel de
instrumentos.
4. Retire o painel de instrumentos.

172 RCPH10TLB278AAF

5. Retire os dois parafusos que fixam a cobertura traseira à


estrutura.
6. Remova a cobertura traseira da estrutura.

173 RCPH10TLB007AAF

7. Gire o suporte da lâmpada no sentido anti-horário para o


retirar.
NOTA: A reparação da lâmpada e do respectivo suporte é efe-
tuada em conjunto.
8. Instale a lâmpada nova.

174 RCPH10TLB005AAF

9. Instale a cobertura traseira. Certifique-se de que o anel-O


esteja na devida posição.
10. Instale o painel de instrumentos no console do lado direito.
11. Volte a ligar o(s) cabo(s) de bateria negativo(s) (-).

175 RCPH10TLB006AAF

7 – 90
8. ESPECIFICAÇÕES
Motor
Aspiração Natural
Modelo . ............................................................................................................................ Diesel, 445T/M3, aspiração natural
Tipo . ............................................................................................................................................................... Quatro cilindros
Ordem de ignição ......................................................................................................................................................... 1-3-4-2
Diâmetro e curso dos cilindros ...................................................................................... 104 mm x 132 mm (4.09 in x 5.19 in)
Cilindrada ........................................................................................................................................................... 4.5 l (274 in³)
Taxa de compressão ................................................................................................................................................... 17,5 a 1
Bomba injetora DELPHI ................................................................................................................................. Mecânica direta
Potência – nominal a 2200 rpm
Bruta ........................................................................................................................................................... 56 kW (75 Hp)
Líquida – com ventilador de 27° ................................................................................................................. 54 kW (72 Hp)
Torque máximo a 1400 rpm
Bruto ..................................................................................................................................................... 293 N·m (216 lb ft)
Líquida – com ventilador de 27° ........................................................................................................... 288 N·m (212 lb ft)
Aumento de torque (máximo) ....................................................................................................................... 28 % ± 5 rpm
Rotações do motor
Nominal, carga máxima ...................................................................................................................................... 2200 rpm
Marcha lenta ............................................................................................................................................. 875 – 1025 rpm
Máxima, sem carga . ............................................................................................................................... 2350 – 2450 rpm
“Stall” do conversor ................................................................................................................................. 2000 – 2250 rpm
“Stall” da retroescavadeira ...................................................................................................................... 2000 – 2300 rpm
“Stall” da carregadeira ............................................................................................................................ 2000 – 2300 rpm
“Stall” combinado .................................................................................................................................... 1050 – 1400 rpm

8 – 1
8 – ESPECIFICAÇÕES

Turboalimentado
Modelo . .............................................................................................................................. Diesel, 445T/E3, turboalimentado
Tipo . ........................................................................................................................... Quatro cilindros, com turbocompressor
Ordem de ignição ......................................................................................................................................................... 1-3-4-2
Diâmetro e curso dos cilindros ...................................................................................... 104 mm x 132 mm (4.09 in x 5.19 in)
Cilindrada ........................................................................................................................................................... 4.5 l (274 in³)
Taxa de compressão ................................................................................................................................................... 17,5 a 1
Bomba Injetora DELPHI ................................................................................................................................. Mecânica direta
Potência – nominal a 2200 rpm
Bruta ........................................................................................................................................................... 63 kW (85 Hp)
Líquida – com ventilador de 33° ................................................................................................................. 59 kW (79 Hp)
Torque máximo a 1400 rpm
Bruto ..................................................................................................................................................... 343 N·m (253 lb ft)
Líquida – com ventilador de 33° ........................................................................................................... 336 N·m (248 lb ft)
Aumento de torque (máximo) ....................................................................................................................... 28 % ± 5 rpm
Rotações do motor
Nominal, carga máxima ...................................................................................................................................... 2200 rpm
Marcha lenta ............................................................................................................................................. 875 – 1025 rpm
Máxima, sem carga . ............................................................................................................................... 2350 – 2450 rpm
“Stall” do conversor ................................................................................................................................. 2150 – 2310 rpm
“Stall” da retroescavadeira ...................................................................................................................... 2200 – 2350 rpm
“Stall” da carregadeira ............................................................................................................................ 2200 – 2350 rpm
“Stall” combinado .................................................................................................................................... 1450 – 1800 rpm

8 – 2
8 – ESPECIFICAÇÕES

Turboalimentado Tier 3
Modelo . .............................................................................................................................. Diesel, 445T/M3, turboalimentado
Tipo . ........................................................................................................................... Quatro cilindros, com turbocompressor
Ordem de ignição ......................................................................................................................................................... 1-3-4-2
Diâmetro e curso dos cilindros ...................................................................................... 104 mm x 132 mm (4.09 in x 5.19 in)
Cilindrada ........................................................................................................................................................... 4.5 l (274 in³)
Taxa de compressão ................................................................................................................................................... 17,5 a 1
Bomba Injetora BOSCH ................................................................................................................................. Mecânica direta
Potência – nominal a 2200 rpm
Bruta ........................................................................................................................................................... 63 kW (85 Hp)
Líquida – com ventilador de 39° ................................................................................................................. 58 kW (78 Hp)
Líquida – com ventilador de 33° ................................................................................................................. 59 kW (79 Hp)
Torque máximo a 1400 rpm
Bruto ..................................................................................................................................................... 374 N·m (276 lb ft)
Líquida – com ventilador de 39° ........................................................................................................... 364 N·m (268 lb ft)
Líquida – com ventilador de 33° ........................................................................................................... 366 N·m (270 lb ft)
Aumento de torque (máximo) ....................................................................................................................... 36 % ± 5 rpm
Rotações do motor
Nominal, carga máxima ...................................................................................................................................... 2200 rpm
Marcha lenta ............................................................................................................................................. 875 – 1025 rpm
Máxima, sem carga . ............................................................................................................................... 2300 – 2450 rpm
“Stall” do conversor ................................................................................................................................. 2180 – 2310 rpm
“Stall” da retroescavadeira ...................................................................................................................... 2230 – 2330 rpm
“Stall” da carregadeira ............................................................................................................................ 2230 – 2330 rpm
“Stall” combinado .................................................................................................................................... 1610 – 1890 rpm

8 – 3
8 – ESPECIFICAÇÕES

Transmissão
•• Seletor eletrônico de sentido marcha a frente ou a ré.
•• Controle elétrico da tração nas quatro rodas (em movimento).
•• Interruptores de desativação da embreagem no comutador da transmissão (manual) e a alavanca de controle da carre-
gadeira (powershift tipo S).

Manual
Tipo . ......................................................................................... Quatro marchas, mudança manual, totalmente sincronizada
Relação de “stall” do conversor de torque .......................................................................................................................... 3.2
Seleção de marchas . ....................................................................................................... 4 marchas a frente, 4 marchas a ré
Relações de transmissão
1ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 5.603
2ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 3.481
3ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 1.584
4ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 0.793
1ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 4.643
2ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 2.884
3ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 1.313
4ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 0.657
Relação de transmissão para o eixo dianteiro (tração nas quatro rodas) . ............................................................... 1.222 a 1

Powershift do tipo S
Tipo . ................................................................ Quatro marchas, mudança hidráulica, embreagem, totalmente sincronizada
Relação de “stall” do conversor de torque .......................................................................................................................... 2.6
Seleção de marchas . ....................................................................................................... 4 marchas a frente, 3 marchas a ré
Relações de transmissão
1ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 5.603
2ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 3.481
3ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 1.584
4ª Marcha a frente ..................................................................................................................................................... 0.793
1ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 4.643
2ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 2.884
3ª Marcha a ré ........................................................................................................................................................... 1.313
Relação de transmissão para o eixo dianteiro (tração nas quatro rodas) . ............................................................... 1.222 a 1

Bloqueio do Diferencial
Em movimento, ativação por interruptor na alavanca de controle da carregadeira.

8 – 4
8 – ESPECIFICAÇÕES

Eixo, Diferencial e Planetários


Máquinas com tração nas quatro rodas
Eixo dianteiro
Relação do diferencial ................................................................................................................................................... 2.0
Relação do redutor planetário final ................................................................................................................................ 6.0
Relação de redução total ............................................................................................................................................. 12.0
Eixo traseiro
Relação do diferencial ................................................................................................................................................... 2.5
Relação do redutor planetário final ................................................................................................................................ 6.4
Relação de redução total ............................................................................................................................................. 16.0

Freios
Serviço
•• Operados por pedal.
•• Hidráulicos, com amplificador de força.
•• Auto-ajustáveis, sem manutenção.
•• Montados externamente.
•• Disco em banho de óleo, dois discos por lado.

Estacionamento
•• Interruptor no console eletrônico.
AVISO: A transmissão é desativada quando o freio de estacionamento for acionado.
•• Montado na transmissão.
•• SAHR – Acionado por mola e liberado hidraulicamente.
•• Bloqueio eletrônico marcha a frente / marcha a ré, ponto-morto.

8 – 5
8 – ESPECIFICAÇÕES

Sistema hidráulico
Componentes
Bomba Seção única, bomba de engrenagens.
Filtragem Filtro rosqueável, filtragem para partículas de até sete mícron; cartucho substituível,
fluxo completo na linha de retorno.
Trocador de calor do óleo Serviço pesado.
Válvula da carregadeira •• Alavanca única, controle manual para as funções de elevação e inclinação; posições
de “retorno à escavação” e “flutuação de retenção positiva”; controle eletro-hidráuli-
co para sistemas hidráulicos auxiliares.
•• Máquinas com retroescavadeira de controle mecânico – válvula da carregadeira,
monobloco de centro aberto.
Funcionamento Joystick da carregadeira; também aloja o sistema hidráulico auxiliar com controle de
interruptor proporcional com posição de retenção LIGADA disponível.
Válvula da retroescavadeira Controle mecânico: Válvula de controle monobloco de centro aberto; circuito paralelo
de centro aberto para todas as funções; válvulas de retenção operadas por piloto para
circuitos do estabilizador.
Controle piloto: Válvula de controle de centro fechado com entrada de centro aberto.
Funcionamento Controle mecânico: Alavancas e pedais.
Controle piloto: Joysticks.
Funcionamento auxiliar Controle mecânico: Pedal.
Controle piloto: Botões do joystick do lado esquerdo.

Vazão
2200 rpm
Sem carga 115 l/min (30.5 US gpm)
220 bar (3190 psi) 108 l/min (28.5 US gpm) – Motor aspirado
231 bar (3350 psi) 108 l/min (28.5 US gpm) – Motor turbo

8 – 6
8 – ESPECIFICAÇÕES

Velocidades de deslocamento
Transmissão manual (powershuttle)
2293 RPM Pneu traseiro 19,5L x 24 Pneu traseiro 16.9L x 24
1ª Marcha a frente 6,0 km/h (3.7 mph) 5,9 km/h (3.7 mph)
2ª Marcha a frente 9,7 km/h (6.0 mph) 9,5 km/h (5.9 mph)
3ª Marcha a frente 21,4 km/h (13.3 mph) 20,9 km/h (13.0 mph)
4ª Marcha a frente 42,7 km/h (26.5 mph) 41,9 km/h (26.0 mph)
1ª Marcha a ré 7,3 km/h (4.5 mph) 7,2 km/h (4.5 mph)
2ª Marcha a ré 11,7 km/h (7.3 mph) 11,5 km/h (7.1 mph)
3ª Marcha a ré 25,8 km/h (16.0 mph) 25,3 km/h (15.7 mph)
4ª Marcha a ré 51,5 km/h (32.0 mph) 50,5 km/h (31.4 mph)

Transmissão Powershift tipo S – opcional


2293 RPM Pneu traseiro 19,5L x 24 Pneu traseiro 16.9L x 24
1ª Marcha a frente 6,1 km/h (3.8 mph) 5,9 km/h (3.5 mph)
2ª Marcha a frente 9,8 km/h (6.0 mph) 9,6 km/h (6.0 mph)
3ª Marcha a frente 21,4 km/h (13.3 mph) 21,0 km/h (13.0 mph)
4ª Marcha a frente 42,8 km/h (26.5 mph) 41,9 km/h (26.0 mph)
1ª Marcha a ré 7,3 km/h (4.5 mph) 7,2 km/h (4.5 mph)
2ª Marcha a ré 11,8 km/h (7.3 mph) 11,5 km/h (7.1 mph)
3ª Marcha a ré 25,8 km/h (16.0mph) 25,3 km/h (15.7 mph)

8 – 7
8 – ESPECIFICAÇÕES

Dimensões gerais da máquina


Tração em Duas Rodas – Pneus Traseiros 19.5L x 24
Caçamba para
Caçamba 4 em 1
utilização geral
A. Altura total de operação, totalmente levantado 4208 mm (165.7 in) 4179 mm (164.5 in)
B. Altura até o pino de articulação da caçamba, totalmente levantada 3441 mm (135.5 in) 3441 mm (135.5 in)
C. Altura total, posição de deslocamento
Braço standard 3299,7 mm (129.9 in)
Braço extensível estendido 3460,8 mm (136.3 in)
D. Comprimento total com a caçamba no solo (ligações diretas) 7154,3 mm (281.7 in) 7089,3 mm (279.1 in)
E. Ângulo de descarga à altura máxima 46° 45°
F. Altura de descarga, descarga a 45° 2712 mm (106.8 in) 2742 mm (108.0 in)
2978 mm (117.2 in)
com mandíbula aberta
G. Alcance de descarga, descarga a 45° 777 mm (30.6 in) 712 mm (28.0 in)
377 mm (14.8 in)
com mandíbula aberta
H. Altura de descarga O mesmo que em F
I. Altura de descarga O mesmo que em G
J. Fechamento máximo da caçamba no solo 42°
K. Altura até ao pino da articulação da caçamba em carregamento SAE 342 mm (13.5 in) 342 mm (13.5 in)
L. Fechamento da caçamba em carregamento SAE 49° 49°
M. Fechamento da caçamba à altura máxima Ajustável
N. Profundidade de escavação abaixo da superfície, com a caçamba nivelada 172 mm (6.8 in) 147 mm (5.8 in)
73 mm (2.9 in)
O.
com mandíbula aberta
P. Distância entre eixos 2134 mm (84.0 in)
Largura total (pneus traseiros) 2077 mm (81.8 in)
Largura da extremidade de corte da caçamba 2095 mm (82.5 in) 2083 mm (82.0 in)

1 RCIL10TLB004FAF

8 – 8
8 – ESPECIFICAÇÕES

Tração nas Quatro Rodas – Pneus Traseiros 19.5L x 24


Caçamba para
Caçamba 4 em 1
utilização geral
A. Altura total de operação, totalmente levantado 4183 mm (164.7 in) 4160 mm (163.8 in)
B. Altura até o pino de articulação da caçamba, totalmente levantada 3417 mm (134.5 in) 3417 mm (134.5 in)
C. Altura total, posição de deslocamento
Braço standard 3366.7 mm (132.5 in)
Braço extensível estendido 3536.5 mm (139.2 in)
D. Comprimento total com a caçamba no solo (ligações diretas) 7118.7 mm (280.3 in) 7059.7 mm (277.9 in)
E. Ângulo de descarga à altura máxima 47° 47°
F. Altura de descarga, descarga a 45° 2690 mm (105.9 in) 2714 mm (106.9 in)
2955 mm (116.3 in)
com mandíbula aberta
G. Alcance de descarga, descarga a 45° 801 mm (31.5 in) 738 mm (29.1 in)
388 mm (15.3 in)
com mandíbula aberta
H. Altura de descarga O mesmo que em F
I. Altura de descarga O mesmo que em G
J. Fechamento máximo da caçamba no solo 42°
K. Altura até ao pino da articulação da caçamba em carregamento SAE 345 mm (13.6 in) 345 mm (13.6 in)
L. Fechamento da caçamba em carregamento SAE 42° 42°
M. Fechamento da caçamba à altura máxima Ajustável
N. Profundidade de escavação abaixo da superfície, com a caçamba nivelada 155 mm (6.1 in) 122 mm (4.8 in)
103 mm (4.1 in)
O.
com mandíbula aberta
P. Distância entre eixos 2146 mm (84.5 in)
Largura total (pneus traseiros) 2077 mm (81.8 in)
Largura da extremidade de corte da caçamba 2095 mm (82.5 in) 2083 mm (82.0 in)

2 RCIL10TLB004FAF

8 – 9
8 – ESPECIFICAÇÕES

Capacidades de elevação da carregadeira


Capacidade de elevação para a altura máxima
Caçamba para utilização geral Caçamba 4 em 1
580N Aspirada 2911 kg (6418 lb)
580N Turbo 3086 kg (6803 lb) 2930 kg (6459 lb)

8 – 10
8 – ESPECIFICAÇÕES

Capacidades de elevação da retroescavadeira /


braço extensível
NOTA: Os valores aplicam-se diretamente à traseira da máquina motriz. Máquinas equipadas com uma caçamba para
valas de 610 mm (24 in) e ligações standard.

Distância ao pivô de giro


Braço standard / Braço extensível retraído
Elevação da lança Capacidade Elevação do braço Capacidade
+ 4.9 m (16 ft) + 4.3 m (14 ft)
+ 4.3 m (14 ft) 2.74 m (9.0 ft) + 3.7 m (12 ft) 3.28 m (10.8 ft)
+ 3.7 m (12 ft) 3.47 m (11.4 ft) + 3.0 m (10 ft) 3.42 m (11.2 ft)
+ 3.0 m (10 ft) 3.95 m (13.0 ft) + 2.4 m (8 ft) 3.36 m (11.0 ft)
+ 2.4 m (8 ft) 4.29 m (14.1 ft) + 1.8 m (6 ft) 3.08 m (10.1 ft)
+ 1.8 m (6 ft) 4.50 m (14.8 ft) + 1.2 m (4 ft) 2.43 m (8.0 ft)
+ 1.2 m (4 ft) 4.62 m (15.2 ft)
+ 0.6 m (2 ft) 4.65 m (15.3 ft)
0 m (0 ft) 4.59 m (15.1 ft)
- 0.6 m (2 ft) 4.43 m (14.5 ft)
- 1.2 m (4 ft) 4.18 m (13.7 ft)
- 1.8 m (6 ft) 3.79 m (12.4 ft)
- 2.4 m (8 ft) 3.23 m (10.6 ft)
- 3.0 m (10 ft) 2.35 m (7.7 ft)
- 3.7 m (12 ft)

Braço standard / Braço extensível estendido


Elevação da lança Capacidade Elevação do braço Capacidade
+ 5.5 m (18 ft) + 4.9 m (16 ft)
+ 4.9 m (16 ft) 3.64 m (11.9 ft) + 4.3 m (14 ft) 4.18 m (13.7 ft)
+ 4.3 m (14 ft) 4.30 m (14.1 ft) + 3.7 m (12 ft) 4.40 m (14.4 ft)
+ 3.7 m (12 ft) 4.78 m (15.7 ft) + 3.0 m (10 ft) 4.48 m (14.7 ft)
+ 3.0 m (10 ft) 5.13 m (16.8 ft) + 2.4 m (8 ft) 4.45 m (14.6 ft)
+ 2.4 m (8 ft) 5.38 m (17.7 ft) + 1.8 m (6 ft) 4.28 m (14.0 ft)
+ 1.8 m (6 ft) 5.55 m (18.2 ft) + 1.2 m (4 ft) 3.96 m (13.0 ft)
+ 1.2 m (4 ft) 5.65 m (18.5 ft)
+ 0.6 m (2 ft) 5.67 m (18.6 ft)
0 m (0 ft) 5.62 m (18.4 ft)
- 0.6 m (2 ft) 5.50 m (18.0 ft)
- 1.2 m (4 ft) 5.30 m (17.4 ft)
- 1.8 m (6 ft) 5.01 m (16.4 ft)
- 2.4 m (8 ft) 4.62 m (15.2 ft)
- 3.0 m (10 ft) 4.08 m (13.4 ft)
- 3.7 m (12 ft) 3.33 m (10.9 ft)
- 4.3 m (14 ft) 2.08 m (6.8 ft)

8 – 11
8 – ESPECIFICAÇÕES

Capacidade de elevação
Braço standard / Caçamba de 610 mm (24 in), pressão nominal do sistema 231 bar (3350 psi)
Máquinas com motor turbo
Elevação do braço
Elevação da lança Capacidade Capacidade
(Lança a 65°)
4,3 m (-14 ft) 1121 kg (-2472 lb) 3,7 kg (-12 lb) 1877 kg (-4139 lb)
3,7 m (-12 ft) 1296 kg (-2857 lb) 3 kg (-10 lb) 1735 kg (-3826 lb)
3 m (-10 ft) 1345 kg (-2966 lb) 2,4 kg (-8 lb) 1774 kg (-3910 lb)
2,4 m (-8 ft) 1353 kg (-2983 lb) 1,8 kg (-6 lb) 1976 kg (-4357 lb)
1,8 m (-6 ft) 1344 kg (-2963 lb) 1,2 kg (-4 lb) 2348 kg (-5177 lb)
1,2 m (-4 ft) 1329 kg (-2929 lb)
0,6 m (-2 ft) 1312 kg (-2892 lb)
0 m (0 ft) 1297 kg (-2858 lb)
-0,6 m (-2 ft) 1285 kg (-2834 lb)
-1,2 m (-4 ft) 1282 kg (-2827 lb)
-1,8 m (-6 ft) 1294 kg (-2853 lb)
-2,4 m (-8 ft) 1338 kg (-2949 lb)
-3 m (-10 ft) 1506 kg (-3319 lb)

Braço standard / Caçamba de 610 mm (24 in), pressão nominal do sistema 220 bar (3190 psi)
Máquinas com motor aspirado
Elevação do braço
Elevação da lança Capacidade Capacidade
(Lança a 65°)
4,3 m (-14 ft) 1026 kg (-2263 lb) 3,7 m (-12 ft) 1877 kg (-4139 lb)
3,7 m (-12 ft) 1196 kg (-2638 lb) 3 m (-10 ft) 1735 kg (-3826 lb)
3 m (-10 ft) 1241 kg (-2737 lb) 2,4 m (-8 ft) 1774 kg (-3910 lb)
2,4 m (-8 ft) 1244 kg (-2744 lb) 1,8 m (-6 ft) 1976 kg (-4357 lb)
1,8 m (-6 ft) 1231 kg (-2714 lb) 1,2 m (-4 ft) 2348 kg (-5177 lb)
1,2 m (-4 ft) 1210 kg (-2669 lb)
0,6 m (-2 ft) 1189 kg (-2622 lb)
0 m (0 ft) 1169 kg (-2578 lb)
-0,6 m (-2 ft) 1163 kg (-2564 lb)
-1,2 m (-4 ft) 1164 kg (-2567 lb)
-1,8 m (-6 ft) 1181 kg (-2604 lb)
-2,4 m (-8 ft) 1229 kg (-2710 lb)
-3 m (-10 ft) 1401 kg (-3090 lb)

8 – 12
8 – ESPECIFICAÇÕES

Braço estensível retraído / Caçamba de 610 mm (24 in), pressão nominal do sistema 231 bar (3350 psi).
Máquinas com motor turbo
Elevação do braço
Elevação da lança Capacidade Capacidade
(Lança a 65°)
4,3 m (-14 ft) 1030 kg (-2271 lb) 3,7 m (-12 ft) 1877 kg (-4139 lb)
3,7 m (-12 ft) 1199 kg (-2644 lb) 3 m (-10 ft) 1735 kg (-3826 lb)
3 m (-10 ft) 1246 kg (-2748 lb) 2,4 m (-8 ft) 1774 kg (-3910 lb)
2,4 m (-8 ft) 1252 kg (-2761 lb) 1,8 m (-6 ft) 1976 kg (-4357 lb)
1,8 m (-6 ft) 1242 kg (-2739 lb) 1,2 m (-4 ft) 2348 kg (-5177 lb)
1,2 m (-4 ft) 1225 kg (-2701 lb)
0,6 m (-2 ft) 1207 kg (-2662 lb)
0 m (0 ft) 1191 kg (-2625 lb)
-0,6 m (-2 ft) 1178 kg (-2598 lb)
-1,2 m (-4 ft) 1174 kg (-2588 lb)
-1,8 m (-6 ft) 1183 kg (-2609 lb)
-2,4 m (-8 ft) 1224 kg (-2698 lb)
-3 m (-10 ft) 1385 kg (-3053 lb)

Braço estensível retraído / Caçamba de 610 mm (24 in), pressão nominal do sistema 220 bar (3190 psi)
Máquinas com motor aspirado
Elevação do braço
Elevação da lança Capacidade Capacidade
(Lança a 65°)
4,9 m (-16 ft) 768 kg (-1693 lb) 4,3 m (-14 ft) 1431 kg (-3154 lb)
4,3 m (-14 ft) 897 kg (-1979 lb) 3,7 m (-12 ft) 1352 kg (-2981 lb)
3,7 m (-12 ft) 964 kg (-2124 lb) 3 m (-10 ft) 1281 kg (-2823 lb)
3 m (-10 ft) 985 kg (-2172 lb) 2,4 m (-8 ft) 1295 kg (-2855 lb)
2,4 m (-8 ft) 984 kg (-2169 lb) 1,8 m (-6 ft) 1365 kg (-3010 lb)
1,8 m (-6 ft) 985 kg (-2173 lb) 1,2 m (-4 ft) 1337 kg (-2948 lb)
1,2 m (-4 ft) 982 kg (-2165 lb) 0,6 m (-2 ft) 1581 kg (-3486 lb)
0,6 m (-2 ft) 977 kg (-2153 lb)
0 m (0 ft) 977 kg (-2153 lb)
-0,6 m (-2 ft) 973 kg (-2145 lb)
-1,2 m (-4 ft) 972 kg (-2143 lb)
-1,8 m (-6 ft) 977 kg (-2154 lb)
-2,4 m (-8 ft) 993 kg (-2189 lb)
-3 m (-10 ft) 1030 kg (-2270 lb)
-3,7 m (-12 ft) 1102 kg (-2429 lb)
-4,3 m (-14 ft) 1413 kg (-3115 lb)

8 – 13
8 – ESPECIFICAÇÕES

Níveis de ruído
Níveis de ruído com o motor a 2200 rpm.
Exterior </= 78 dB(A)
Interior </= 77 dB(A) com capota ROPS
</= 72 dB(A) com cabine

Motor Aspirado Motor Turbo


Exterior 106 dB(A) 108 dB(A)
Interior 81 dB(A) 82 dB(A)

8 – 14
8 – ESPECIFICAÇÕES

Torque de aperto
Utilize os torques desta tabela quando não forem fornecidos torques especiais. Estes torques aplicam-se aos elementos
de fixação com roscas UNC e UNF conforme são recebidos dos fornecedores, secos, ou quando lubrificados com óleo de
motor. Não se aplica a lubrificantes especiais à base de grafite, lubrificantes com dissulfeto de molibdénio ou outros lubrifi-
cantes para pressão extrema.

Roscas em polegadas
Parafusos, porcas e prisioneiros de classe 5
Tamanho Nm lb.in / lb.ft
1/4 in 12 – 15 Nm 108 – 132 lb in
5/16 in 23 – 28 Nm 204 – 252 lb in
3/8 in 48 – 57 Nm 420 – 504 lb in
7/16 in 73 – 87 Nm 54 – 64 lb ft
1/2 in 109 – 130 Nm 80 – 96 lb ft
9/16 in 149 – 179 Nm 110 – 132 lb ft
5/8 in 203 – 244 Nm 150 – 180 lb ft
3/4 in 366 – 439 Nm 270 – 324 lb ft
7/8 in 542 – 651 Nm 400 – 480 lb ft
1 in 787 – 944 Nm 580 – 696 lb ft
1-1/8 in 1085 – 1193 Nm 800 – 880 lb ft
1-1/4 in 1519 – 1681 Nm 1120 – 1240 lb ft
1-3/8 in 1980 – 2278 Nm 1460 – 1680 lb ft
1-1/2 in 2631 – 2983 Nm 1940 – 2200 lb ft
Marcações para elementos de fixação classe 5

Parafusos, porcas e prisioneiros de classe 8


Tamanho Nm lb.in / lb.ft
1/4 in 16 – 20 Nm 144 – 180 lb in
5/16 in 33 – 39 Nm 288 – 348 lb in
3/8 in 61 – 73 Nm 540 – 648 lb in
7/16 in 95 – 114 Nm 70 – 84 lb ft
1/2 in 149 – 179 Nm 110 – 132 lb ft
9/16 in 217 – 260 Nm 160 – 192 lb ft
5/8 in 298 – 358 Nm 220 – 264 lb ft
3/4 in 515 – 618 Nm 380 – 456 lb ft
7/8 in 814 – 976 Nm 600 – 720 lb ft
1 in 1220 – 1465 Nm 900 – 1080 lb ft
1-1/8 in 1736 – 1953 Nm 1280 – 1440 lb ft
1-1/4 in 2468 – 2712 Nm 1820 – 2000 lb ft
1-3/8 in 3227 – 3688 Nm 2380 – 2720 lb ft
1-1/2 in 4285 – 4827 Nm 3160 – 3560 lb ft
Marcações para elementos de fixação classe 8

NOTA: Utilize porcas grossas com parafusos de classe 8.

8 – 15
8 – ESPECIFICAÇÕES

Roscas métricas
Parafusos, porcas e prisioneiros de classe 8.8
Tamanho Nm lb.in / lb.ft
4 mm 3 – 4 Nm 24 – 36 lb in
5 mm 7 – 8 Nm 60 – 72 lb in
6 mm 11 – 12 Nm 96 – 108 lb in
8 mm 26 – 31 Nm 228 – 276 lb in
10 mm 52 – 61 Nm 456 – 540 lb in
12 mm 90 – 107 Nm 66 – 79 lb ft
14 mm 144 – 172 Nm 106 – 127 lb ft
16 mm 217 – 271 Nm 160 – 200 lb ft
20 mm 434 – 515 Nm 320 – 380 lb ft
24 mm 675 – 815 Nm 500 – 600 lb ft
30 mm 1250 – 1500 Nm 920 – 1100 lb ft
36 mm 2175 – 2600 Nm 1600 – 1950 lb ft
Marcações para elementos de fixação classe 8.8

Parafusos, porcas e prisioneiros de classe 10.9


Tamanho Nm lb.in / lb.ft
4 mm 4 – 5 Nm 36 – 48 lb in
5 mm 9 – 11 Nm 84 – 96 lb in
6 mm 15 – 18 Nm 132 – 156 lb in
8 mm 37 – 43 Nm 324 – 384 lb in
10 mm 73 – 87 Nm 54 – 64 lb ft
12 mm 125 – 150 Nm 93 – 112 lb ft
14 mm 200 – 245 Nm 149 – 179 lb ft
16 mm 310 – 380 Nm 230 – 280 lb ft
20 mm 610 – 730 Nm 450 – 540 lb ft
24 mm 1050 – 1275 Nm 780 – 940 lb ft
30 mm 2000 – 2400 Nm 1470 – 1770 lb ft
36 mm 3500 – 4200 Nm 2580 – 3090 lb ft
Marcações para elementos de fixação classe 10.9

Parafusos, porcas e prisioneiros de classe 12.9


Tamanho Nm lb.in / lb.ft
Normalmente, os valores de torque para os elementos de fixação de classe 10.9 podem ser utilizados satisfatoriamente com
elementos de classe 12.9.
Marcas para tornillería del grado 12,9

8 – 16
9. ACESSÓRIOS
Acessórios gerais
Ligações de Alimentação da Cabine
São fornecidas duas ligações de alimentação auxiliares no
console do lado direito para equipamento de 12 volts.

1 RCPH10TLB322AAF

Cabide
Pilar B do lado esquerdo.

2 RCPH10TLB347AAF

Cinta
Pilar B do lado esquerdo.

3 RCPH10TLB348AAF

9 – 1
9 – ACESSÓRIOS

Espelho Retrovisor Interno

4 RCPH10TLB349AAF

Pacote de Preparação para Rádio


Pilar B do lado direito. O pacote de preparação para rádio inclui
a caixa de instalação do rádio (1), a cablagem, os altofalantes
(2) e a antena. O rádio não está incluído.
NOTA: Existe outro altofalantes no pilar B do lado esquerdo.

5 RCPH10TLB346AAF

Kit de Proteção contra Vandalismo


NOTA: Apenas máquinas com capota ROPS.
O kit de proteção contra vandalismo protege o console do lado
direito.
Posição de armazenamento

6 RCPH10TLB109AAF

Posição bloqueada

7 RCPH10TLB110AAF

9 – 2
10. ÍNDICE ALFABÉTICO
A C

Acessórios Gerais ................................................................. 9 – 1 Cabide ................................................................................... 9 – 1


Acoplador Hidráulico da Carregadeira Cabine ROPS . .................................................................... 7 – 53
Pinos de Bloqueio ......................................................... 7 – 42 Caçamba
Alojamento do Radiador . .................................................... 7 – 74 Indicadores de Nível, Posição e Profundidade ............... 6 – 9
Altas Temperaturas de Operação . ........................................ 4 – 6 Interruptor de Controle da 4 em 1 ................................... 6 – 4
Análise de Lubrificantes Systemgard .................................. 7 – 11 Pontos de Lubrificação da 4 em 1 ................................. 7 – 43
Aquecedor Regressar à Escavação ................................................ 6 – 11
Válvula de Fechamento Líquido de Arrefecimento . ...... 7 – 15 Caixa de Fusíveis
Aquecimento Console Dianteiro .......................................................... 7 – 13
Controles ....................................................................... 3 – 15 Console Lateral ............................................................. 7 – 14
Ar Condicionado Capuz do Motor
Controles ....................................................................... 3 – 15 Trinco . ............................................................................. 7 – 5
Correia . ............................................................. 7 – 21, 7 – 47 Carregadeira
Regras de Segurança ..................................................... 2 – 2 Alteração de Implementos . ........................................... 6 – 14
Vedações do Compressor ............................................. 7 – 52 Capacidades de Elevação . ........................................... 8 – 10
Arrefecimento ...................................................................... 7 – 68 Escora de Apoio para o Braço de Elevação .................... 7 – 3
Assento do Operador ............................................................ 3 – 2 Força de Escavação . ...................................................... 6 – 7
Funções . ....................................................................... 3 – 10
Içamento . ...................................................................... 6 – 13
B
Operação . ....................................................................... 6 – 3
Pinos de Bloqueio do Acoplador Hidráulico .................. 7 – 42
Baixas Temperaturas de Operação ....................................... 4 – 4
Pontos de Lubrificação .................................................. 7 – 25
Banco do Operador ................................................. 7 – 52, 7 – 73
Cilindro Mestre do Freio de Serviço
Baterias ............................................................................... 7 – 47
Capacidades ................................................................. 7 – 10
Acesso e Manutenção ..................................................... 7 – 7
Cinta ...................................................................................... 9 – 1
Auxiliar . ........................................................................... 4 – 7
Nível de Eletrólito .......................................................... 7 – 56 Cinto de Segurança . ........................................................... 2 – 15
Regras de Segurança ..................................................... 2 – 5 Coluna de Direção . ............................................................... 3 – 6
Bomba Hidráulica ................................................................ 7 – 71 Combustível
Braço Extensível Precauções com o Manuseio .......................................... 2 – 7
Controle ......................................................................... 7 – 45 Purga do Ar do Sistema ................................................ 7 – 70
Pontos de Lubrificação .................................................. 7 – 28 Reservatório .................................................................. 7 – 50
Componentes da Máquina .................................................... 1 – 7
Console Dianteiro
Caixa de Fusíveis .......................................................... 7 – 13
Painel de Interruptores Direito . ....................................... 3 – 5
Painel de Interruptores Esquerdo . .................................. 3 – 4
Console Lateral
Caixa de Fusíveis .......................................................... 7 – 14
Controles ....................................................................... 3 – 14
Console Traseiro
Controles ....................................................................... 3 – 25
Consumíveis . ...................................................................... 7 – 11
Controles
Braço Extensível ........................................................... 7 – 45
Dianteiros ........................................................................ 3 – 4
Giro da Retroescavadeira ............................................. 7 – 45
Lado Direito ................................................................... 3 – 10
Teto . .............................................................................. 3 – 41
Traseiros . ...................................................................... 3 – 25
Correias
Ar Condicionado ................................................ 7 – 21, 7 – 47
Ventilador ...................................................................... 7 – 75

10 – 1
10 – ÍNDICE ALFABÉTICO

D F

Decalques de Segurança .................................................... 2 – 16 Faróis .................................................................................. 7 – 85


Desabilitar o Freio de Estacionamento ............................... 7 – 76 Filtros
Diferencial Ar do Motor . ...................................................... 7 – 18, 7 – 65
Bloqueio .......................................................................... 8 – 4 Combustível ...................................................... 7 – 38, 7 – 54
Sistema de Bloqueio ..................................................... 4 – 12 Drenagem da Água no Combustível ................. 7 – 24, 7 – 54
Dimensões Gerais da Máquina ............................................. 8 – 8 Entrada de Ar na Cabine ............................................... 7 – 60
Drenagem da Água do Filtro Separador ............................. 7 – 24 Hidráulicos . ....................................................... 7 – 20, 7 – 57
Óleo do Motor . .............................................................. 7 – 55
E Transmissão .................................................................. 7 – 63
Ventilação do Cárter ...................................................... 7 – 60
Eixo Cardã do Eixo Dianteiro .............................................. 7 – 49 Fluidos
Eixo Cardã do Eixo Traseiro . .............................................. 7 – 50 Hidráulicos . ................................................................... 7 – 57
Transmissão .................................................................. 7 – 63
Eixo de Transmissão Dianteira
Capacidades (Tração em Duas Rodas) ........................ 7 – 10 Freios .................................................................................... 8 – 5
Capacidades (Tração nas Quatro Rodas) . ................... 7 – 10 Estacionamento . ............................................... 7 – 44, 7 – 67
Estacionamento (desabilitar) ......................................... 7 – 76
Eixo Dianteiro
Frenagem Uniforme ...................................................... 4 – 10
Eixo Cardã . ................................................................... 7 – 49
Serviço .......................................................................... 7 – 44
Nível de Óleo . ................................................... 7 – 36, 7 – 48
Óleo ............................................................................... 7 – 61 Funcionamento da Máquina
Pontos de Lubrificação .................................................. 7 – 41 Operações ....................................................................... 6 – 1
Respiro .......................................................................... 7 – 49 Fusíveis e Relés . ................................................................ 7 – 13
Eixo, Diferencial e Planetários .............................................. 8 – 5
Eixo Traseiro G
Capacidades do Diferencial .......................................... 7 – 10
Eixo de Transmissão ..................................................... 7 – 50 Grade Dianteira do Radiador .............................................. 7 – 74
Nível de Óleo . ................................................... 7 – 37, 7 – 49
Óleo ............................................................................... 7 – 62 H
Respiro .......................................................................... 7 – 50
Elétrico (sistema) . ............................................................... 7 – 80 Hidráulico (sistema) . ............................................................. 8 – 6
Capacidades ................................................................... 7 – 9
Escavação
Filtros . ........................................................................... 7 – 20
Movendo a Máquina ...................................................... 6 – 27
Filtros e Fluidos ............................................................. 7 – 57
Escorva das Linhas do Turbocompressor ........................... 7 – 71
Nível de Fluido do Reservatório .................................... 7 – 40
Especificações ...................................................................... 8 – 1
Respiro do Reservatório . .............................................. 7 – 59
Espelho Retrovisor Interno . .................................................. 9 – 2
Hidráulico (sistema auxiliar)
Estrutura de Proteção do Operador .................................... 2 – 14 Pressão ......................................................................... 7 – 78
Extintor de Incêndio . ............................................................. 7 – 6 Vazão ............................................................................ 7 – 79
Horímetro .............................................................................. 7 – 2

Informações de Segurança ................................................... 2 – 1


Informações Gerais ..................................................... 1 – 1, 7 – 1
Instruções de Funcionamento ............................................... 4 – 1
Instrumentos e Controles ...................................................... 3 – 1

Kit de Proteção contra Vandalismo ....................................... 9 – 2

10 – 2
10 – ÍNDICE ALFABÉTICO

L O

Levantamento de Cargas e Cargas Suspensas Óleo do Eixo Dianteiro ........................................................ 7 – 61


Regras de Segurança ..................................................... 2 – 8 Óleo do Eixo Traseiro . ........................................................ 7 – 62
Ligações de Alimentação da Cabine ..................................... 9 – 1 Óleo do Motor . .................................................................... 7 – 55
Líquido de Arrefecimento Seleção ......................................................................... 7 – 12
Nível no Reservatório de Expansão .............................. 7 – 39 Operação da Máquina
Líquido de Arrefecimento para o Aquecedor Altas Temperaturas ......................................................... 4 – 6
Válvula de Fechamento . ............................................... 7 – 15 Baixas Temperaturas . ..................................................... 4 – 4
Luzes Operador
de Trabalho ................................................................... 7 – 85 Acesso ao Posto ............................................................. 3 – 1
Freio e Lanternas Traseiras .......................................... 7 – 82 Assento ................................................... 3 – 2, 7 – 52, 7 – 73
Indicadoras de Direção / Advertência . .......................... 7 – 80 Regras de Segurança ................................................... 2 – 10
Painel de Instrumentos Padrão ..................................... 7 – 90
Teto . .................................................................. 3 – 41, 7 – 89 P

M Painel de Instrumentos . ...................................................... 3 – 20


Parada da Máquina ............................................................... 4 – 8
Manual de Operador ............................................................. 1 – 3 Partida da Máquina ............................................................... 4 – 2
Manutenção . ......................................................................... 7 – 1 Pedais ................................................................................... 3 – 9
Regras de Segurança ..................................................... 2 – 9 Período de Amaciamento ...................................................... 4 – 1
Marchas Pinos de Bloqueio
Mudanças ...................................................................... 4 – 11 Acoplador Hidráulico da Carregadeira .......................... 7 – 42
Seletor de Mudança ........................................................ 3 – 8 Pneus e Rodas
Motor Pressão dos Pneus ....................................................... 7 – 72
Antes de Ligar ................................................................. 4 – 2 Regras de Segurança ................................................... 2 – 13
Capacidades ................................................................... 7 – 9 Pontos de Lubrificação
Desligar ........................................................................... 4 – 8 Articulação da Caçamba 4 em 1 ................................... 7 – 43
Especificações (Aspiração Natural) ................................ 8 – 1 Braço Extensível ........................................................... 7 – 28
Especificações (Turboalimentado) .................................. 8 – 2 Carregadeira ................................................................. 7 – 25
Especificações (Turboalimentado Tier 3) ........................ 8 – 3 Eixo Dianteiro ................................................................ 7 – 41
Filtros de Ar ....................................................... 7 – 18, 7 – 65 Retroescavadeira .......................................................... 7 – 28
Nível do Óleo . ............................................................... 7 – 23 Rolamento do Eixo do Cubo da Roda ........................... 7 – 34
Óleo e Filtro ................................................................... 7 – 55
Precauções Específicas para esta Máquina
Partida Normal ................................................................ 4 – 3
Regras de Segurança ................................................... 2 – 11
Rotação ........................................................................... 4 – 1
Preparação para Rádio ......................................................... 9 – 2
Trinco do Capuz .............................................................. 7 – 5
Pressão e Vazão do Sistema Hidráulico Auxiliar . ............... 7 – 78
Válvula . ......................................................................... 7 – 60
Produtos Químicos Perigosos
Movimentação da Máquina ................................................... 4 – 9
Regras de Segurança ..................................................... 2 – 7
Purga do Ar do Sistema de Combustível ............................ 7 – 70
N

Níveis de Fluidos, Líquidos e Óleos


Fluido da Transmissão ...................................... 7 – 35, 7 – 51
Fluido do Reservatório Hidráulico ................................. 7 – 40
Líquido de Arrefecim. do Reservatório de Expansão .... 7 – 39
Óleo do Eixo Dianteiro ...................................... 7 – 36, 7 – 48
Óleo do Eixo Traseiro .................................................... 7 – 49
Óleo do Motor . .............................................................. 7 – 23
Níveis de Ruído . ................................................................. 8 – 14
Números de Identificação . .................................................... 1 – 4

10 – 3
10 – ÍNDICE ALFABÉTICO

R T

Radiador Tabela de Manutenção ........................................................ 7 – 16


Grade Dianteira e Alojamento ....................................... 7 – 74 Torque de Aperto
Rebocar a Máquina ............................................................... 5 – 1 Especificações .............................................................. 8 – 15
Redes de Serviços Parafusos e Porcas das Rodas ..................................... 7 – 22
Regras de Segurança ................................................... 2 – 12 Transmissão
Regras Gerais de Segurança . .............................................. 7 – 1 Capacidades ................................................................... 7 – 9
Reservatório de Combustível .............................................. 7 – 50 Filtros e Fluidos ............................................................. 7 – 63
Capacidades ................................................................... 7 – 9 Manual . ........................................................................... 8 – 4
Respiros Nível de Fluido .................................................. 7 – 35, 7 – 51
Eixo Dianteiro ................................................................ 7 – 49 Powershift do tipo S ........................................................ 8 – 4
Eixo Traseiro ................................................................. 7 – 50 Transporte ............................................................................. 5 – 1
Reservatório Hidráulico ................................................. 7 – 59 Emergência ..................................................................... 5 – 1
Retroescavadeira Reboque .......................................................................... 5 – 3
Antes de Operar ............................................................ 6 – 24 Regras de Segurança ................................................... 2 – 11
Área de Perigo .............................................................. 6 – 17 Trinco do Capuz do Motor ..................................................... 7 – 5
Bloqueio do Giro . .......................................................... 6 – 18 Turbocompressor
Capacidades de Elevação . ........................................... 8 – 11 Escorva das Linhas ....................................................... 7 – 71
Controle de Giro ............................................................ 7 – 45
Controles Mecânicos ..................................................... 3 – 28 V
Controles Piloto ............................................................. 3 – 35
Enchendo a Caçamba ................................................... 6 – 26 Válvula de Fechamento
Içamento . ...................................................................... 6 – 28 Líquido de Arrefecimento para o Aquecedor ................. 7 – 15
Operações ..................................................................... 6 – 16 Válvula do Motor ................................................................. 7 – 60
Pontos de Lubrificação .................................................. 7 – 28 Vedações do Compressor de Ar Condicionado . ................. 7 – 52
Posição de Transporte .................................................. 6 – 22 Velocidades de Deslocamento .............................................. 8 – 7
Sapatas Estabilizadoras ................................................ 6 – 19 Ventilação
Troca de Implementos . ................................................. 6 – 30 Controles ....................................................................... 3 – 15
Rodas e Pneus Correia do Ventilador . ................................................... 7 – 75
Pressão dos Pneus ....................................................... 7 – 72 Filtro de Ventilação do Cárter ........................................ 7 – 60
Regras de Segurança ................................................... 2 – 13
Rolamento do Eixo do Cubo da Roda
Pontos de Lubrificação .................................................. 7 – 34

Segurança
da Máquina . .................................................................... 2 – 1
Geral Antes da Manutenção ............................................ 7 – 2
Informações . ................................................................... 2 – 1
Pessoal . .......................................................................... 2 – 1
Prevenção de Incêndios ou Explosões ........................... 2 – 6
Regras ............................................................................. 2 – 1
Seletor de Mudança de Marchas .......................................... 3 – 8
Silencioso para Remoção de Partículas ............................. 7 – 46
Sinais de Mão . .................................................................... 2 – 32
Sistema de Arrefecimento ................................................... 7 – 68
Sistema Elétrico .................................................................. 7 – 80
Solda na Máquina ................................................................. 7 – 7
Suporte do Banco . .............................................................. 7 – 53

10 – 4
11. GARANTIA

TERMO DE GARANTIA
Produtos CASE – Linha Construção

A CNH – LATIN AMERICA LTDA., fabricante dos equipamentos marca CASE, garante os produtos­novos de sua fabri-
cação contra defeitos de mão-de-obra e materiais através do seu Serviço Técnico Autorizado.
O SERVIÇO TÉCNICO AUTORIZADO consertará ou reparará em seu próprio estabelecimento cada peça do produto, a
qual de acordo com a análise técnica, apresente falha e/ou defeito de material ou fabricação, provendo ainda, a mão de
obra para a instalação da peça em questão, sem qualquer ônus para o usuário, por um período de 12 (doze) meses a
contar da data de entrega do produto novo ao usuário final.
Não se inclui entretanto na Garantia as despesas relativas ao transporte do equipamento ou de seus componentes ao
estabelecimento dos distribuidores, bem como despesas de estadia e viagem caso o usuário opte pela intervenção fora
de tais estabelecimentos. Nesta hipótese o SERVIÇO TÉCNICO AUTORIZADO­ deverá apresentar ao consumidor o
ORÇAMENTO por escrito para ser PREVIAMENTE APROVADO PELO CONSUMIDOR.
A Garantia contratual do equipamento está condicionada à execução de todas as revisões programadas, definidas no
manual de operação e manutenção e realizadas pelo serviço técnico autorizado da CASE, incluindo a entrega técnica.
As peças aplicadas em substituição estarão cobertas pelo restante do período de garantia do produto.
As peças genuínas também estão cobertas por Garantia de 90 (noventa) dias, a partir da emissão da Nota Fiscal,
desde que sejam aplicadas de acordo com as normas técnicas da CASE. Caso as peças genuínas sejam aplicadas por
representante do SERVIÇO TÉCNICO AUTORIZADO, a cobertura de Garantia das mesmas passa a ser de 180 (cento
e oitenta) dias.
ESTA É A ÚNICA GARANTIA OFERECIDA E SUBSTITUI QUAISQUER OUTRAS EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS. NÃO
EXISTEM OUTRAS GARANTIAS DA CNH QUE ULTRAPASSEM ESTAS AQUI EXPRESSAS­.

CLÁUSULAS EXCLUDENTES – Esta GARANTIA não se aplica nos casos em que:


•• Constate-se, pelas análises técnicas, O USO OU MANUTENÇÃO INADEQUADO, NEGLIGÊNCIA, IMPERÍCIA OU
ACIDENTE, ALÉM DE IMPLEMENTOS E/OU PEÇAS NÃO HOMOLOGADAS PELA CNH, E/OU USO DE LUBRIFI-
CANTES E ÓLEOS NÃO INDICADOS;
•• Os produtos novos forem submetidos a utilização acima da capacidade recomendada, usados para fins não reco-
mendados;
•• Os produtos forem alterados ou reparados de maneira não autorizada pela CNH, fabricante dos produtos­CASE;
•• Os produtos cuja manutenção preventiva e inspeções não forem executadas de acordo com as especificações dos
produtos marca CASE;
•• Componentes que possuem coberturas de seus respectivos fabricantes, como pneus e componentes do sistema de
injeção de combustível;
•• Defeitos devido à modificação de produto ou ao uso de peças e componentes instalados que não sejam autorizados
pela CNH, fabricante dos produtos CASE;
•• Haja perdas econômicas incluindo despesas com equipamentos alugados;
•• Sejam itens de desgaste normal como discos de freio, embreagem, barras de corte, facas, pinos, junções lubrificadas
(pinos e buchas), e qualquer peça que se desgaste devido ao contato com o solo, óleos, lubrificantes, filtros, escapa-
mentos e peças associadas, bicos injetores, ajustadores, correias, lentes, lâmpadas, bulbos e fusíveis;
•• A RESPONSABILIDADE DA CNH OU DO SERVIÇO TÉCNICO AUTORIZADO, quer por contrato civil ou resultante
de garantias, declarações, instruções ou efeitos de qualquer natureza, será limitada ao conserto ou entrega de peças,
novas ou recondicionadas, sob as condições anteriormente mencionadas­.

CNH – LATIN AMERICA LTDA.

A CNH reserva-se no direito de, a qualquer momento, revisar, modificar ou descontinuar qualquer de seus produtos sem
que isso implique em efetuar o mesmo em modelos já comercializados.

11 – 1
11 – GARANTIA

Inspeção PRÉ-Entrega
Cópia do Concessionário
PRIMEIRA FOLHA MANUTENÇÃO – VERIFICAR E AJUSTAR, CONFORME NECESSÁRIO
Nº da O.S. Nº de horas Data

Nome do Proprietário

Endereço

Nome do Concessionário

Endereço

Nº do Modelo da Máquina Indicação do Horímetro Nº de Identificação do Produto (PIN)

Itens a inspecionar

SISTEMA DE ARREFECIMENTO SISTEMA HIDRÁULICO


Verifique o nível de líquido de arrefecimento. Verificar o nível de óleo.
Verifique se há vazamentos. Verifique a existência de vazamentos.
Verifique a pressão da válvula de alívio principal.
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL Substitua o filtro do óleo hidráulico.
Verifique se há vazamentos.
Drene a água e o sedimento do reservatório de combustível. INFORMAÇÕES GERAIS
Procure por vazamentos de óleo e peças soltas.
SISTEMA ELÉTRICO Verifique a pressão dos pneus.
Verifique o nível do eletrólito da bateria e a densidade. Aperte todas as braçadeiras das mangueiras.
Verifique o funcionamento do alternador, motor de partida, Verifique o torque de aperto das porcas de roda.
instrumentos e luzes de advertência. Verifique a operação da carregadeira e da retroescavadeira.
Verifique a operação de todas as lâmpadas. Verifique o funcionamento dos freios de serviço e de estacionamento.
Verifique se as alavancas de controle estão funcionando
LUBRIFICAÇÃO corretamente.
Lubrifique todos os pontos de articulação. Verifique o funcionamento do assento do operador.
Verifique o nível de óleo do eixo dianteiro (4x4).
Verifique o nível de óleo do eixo traseiro. SEGURANÇA
Verifique o nível de óleo da transmissão. Verifique o torque de aperto dos parafusos de fixação do cinto de
segurança e da ROPS.
MOTOR Verifique os adesivos de segurança e substitua-os, se necessário.
Verifique as condições da correia de acionamento. Certifique-se de que a máquina tenha o manual do operador no
compartimento de armazenamento do manual.
Verifique o nível de óleo do motor.
Verifique o pino de travamento da oscilação do braço da
Verifique a rotação do motor em marcha lenta e em aceleração
retroescavadeira.
máxima.
Faça a manutenção do filtro de ar.

CONCESSIONÁRIO: certifique-se de que o proprietário e/ou operador entenda todos os adesivos de segurança e de informações, as informações
de serviço e os procedimentos de serviço deste manual.
Assinatura do Técnico

Assinatura do Concessionário

Assinatura do Proprietário
#

Cópia do Concessionário

11 – 3
11 – GARANTIA

Inspeção PRÉ-Entrega
Cópia do Proprietário
PRIMEIRA FOLHA MANUTENÇÃO – VERIFICAR E AJUSTAR, CONFORME NECESSÁRIO
Nº da O.S. Nº de horas Data

Nome do Proprietário

Endereço

Nome do Concessionário

Endereço

Nº do Modelo da Máquina Indicação do Horímetro Nº de Identificação do Produto (PIN)

Itens a inspecionar

SISTEMA DE ARREFECIMENTO SISTEMA HIDRÁULICO


Verifique o nível de líquido de arrefecimento. Verificar o nível de óleo.
Verifique se há vazamentos. Verifique a existência de vazamentos.
Verifique a pressão da válvula de alívio principal.
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL Substitua o filtro do óleo hidráulico.
Verifique se há vazamentos.
Drene a água e o sedimento do reservatório de combustível. INFORMAÇÕES GERAIS
Procure por vazamentos de óleo e peças soltas.
SISTEMA ELÉTRICO Verifique a pressão dos pneus.
Verifique o nível do eletrólito da bateria e a densidade. Aperte todas as braçadeiras das mangueiras.
Verifique o funcionamento do alternador, motor de partida, Verifique o torque de aperto das porcas de roda.
instrumentos e luzes de advertência. Verifique a operação da carregadeira e da retroescavadeira.
Verifique a operação de todas as lâmpadas. Verifique o funcionamento dos freios de serviço e de estacionamento.
Verifique se as alavancas de controle estão funcionando
LUBRIFICAÇÃO corretamente.
Lubrifique todos os pontos de articulação. Verifique o funcionamento do assento do operador.
Verifique o nível de óleo do eixo dianteiro (4x4).
Verifique o nível de óleo do eixo traseiro. SEGURANÇA
Verifique o nível de óleo da transmissão. Verifique o torque de aperto dos parafusos de fixação do cinto de
segurança e da ROPS.
MOTOR Verifique os adesivos de segurança e substitua-os, se necessário.
Verifique as condições da correia de acionamento. Certifique-se de que a máquina tenha o manual do operador no
compartimento de armazenamento do manual.
Verifique o nível de óleo do motor.
Verifique o pino de travamento da oscilação do braço da
Verifique a rotação do motor em marcha lenta e em aceleração
retroescavadeira.
máxima.
Faça a manutenção do filtro de ar.

CONCESSIONÁRIO: certifique-se de que o proprietário e/ou operador entenda todos os adesivos de segurança e de informações, as informações
de serviço e os procedimentos de serviço deste manual.
Assinatura do Técnico

Assinatura do Concessionário

Assinatura do Proprietário
#

Cópia do Proprietário

11 – 5
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

1ª Revisão 4ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

2ª Revisão 5ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

3ª Revisão 6ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

11 – 7
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

7ª Revisão 10ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

8ª Revisão 11ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

9ª Revisão 12ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

11 – 8
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

13ª Revisão 16ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

14ª Revisão 17ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

15ª Revisão 18ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

11 – 9
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

19ª Revisão 22ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

20ª Revisão 23ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

21ª Revisão 24ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

11 – 10
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

25ª Revisão 28ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

26ª Revisão 29ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

27ª Revisão 30ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

11 – 11
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

31ª Revisão 34ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

32ª Revisão 35ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

33ª Revisão 36ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

11 – 12
11 – GARANTIA

Registro de Manutenção Periódica

37ª Revisão 40ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

38ª Revisão 41ª Revisão

Distribuidor: Distribuidor:

Horímetro: Data: Horímetro: Data:

Ordem de Serviço: Ordem de Serviço:

Observação: Observação:

Carimbo e Assinatura Carimbo e Assinatura

39ª Revisão

Distribuidor:

Horímetro: Data:

Ordem de Serviço:

Observação:

Carimbo e Assinatura

11 – 13
#

Registro de Garantia do Proprietário

Série da Máquina Distribuidor


Início da Fim da
Garantia Garantia

D M A D M A
Nº de Horas Marca / Modelo do Motor Endereço

Série do Motor Série da Transmissão

Modelo Cidade Estado País

IMPLEMENTOS Código do Distribuidor

Modelo Série Uso da Fábrica

INFORMAÇÕES DO PROPRIETÁRIO
Razão Social

11 – 15
CGC – MF CPF
11 – GARANTIA

Endereço

Cidade Estado CEP País

Contato DDD Telefone

PROPRIETÁRIO RESPONSÁVEL DE ENTREGA

Assinatura Assinatura

Nome Nome

Carteira de Identidade Carteira de Identidade

Via – PROPRIETÁRIO

“ESTE FORMULÁRIO REGISTRA O PROPRIETÁRIO E O INÍCIO DE COBERTURA DA GARANTIA”


Esta máquina foi devidamente regulada e Recebi e revi o Manual do Operador da máquina e
inspecionada antes de ser entregue, conforme Folha entendo a operação adequada e segura, assim como
de Revisão de Pré-Entrega. as exigências de manutenção desta máquina.
Os itens abaixo foram explicados ao comprador: A máquina foi-me entregue em condições satisfatórias
e entendo que a política de garantia está descrita na
a. Procedimentos adequados de operação e página “TERMO DE GARANTIA – Produtos CASE –
instruções do Manual do Operador. Linha Construção”, integrante deste manual.
b. A importância das medidas de segurança, Recebi:
equipamentos de segurança e manutenção
preventiva.
c. Condições e tipo de cobertura de Garantia. Manual do Operador
Catálogo de Peças
Ferramentas
Kit Systemgard
/ / / /
ASSINATURA E CARIMBO DO DISTRIBUIDOR DATA ASSINATURA DO COMPRADOR DATA
#

Registro de Garantia do Proprietário

Série da Máquina Distribuidor


Início da Fim da
Garantia Garantia

D M A D M A
Nº de Horas Marca / Modelo do Motor Endereço

Série do Motor Série da Transmissão

Modelo Cidade Estado País

IMPLEMENTOS Código do Distribuidor

Modelo Série Uso da Fábrica

INFORMAÇÕES DO PROPRIETÁRIO
Razão Social

11 – 17
CGC – MF CPF
11 – GARANTIA

Endereço

Cidade Estado CEP País

Contato DDD Telefone

PROPRIETÁRIO RESPONSÁVEL DE ENTREGA

Assinatura Assinatura

Nome Nome

Carteira de Identidade Carteira de Identidade

Via – CONCESSIONÁRIA

“ESTE FORMULÁRIO REGISTRA O PROPRIETÁRIO E O INÍCIO DE COBERTURA DA GARANTIA”


Esta máquina foi devidamente regulada e Recebi e revi o Manual do Operador da máquina e
inspecionada antes de ser entregue, conforme Folha entendo a operação adequada e segura, assim como
de Revisão de Pré-Entrega. as exigências de manutenção desta máquina.
Os itens abaixo foram explicados ao comprador: A máquina foi-me entregue em condições satisfatórias
e entendo que a política de garantia está descrita na
a. Procedimentos adequados de operação e página “TERMO DE GARANTIA – Produtos CASE –
instruções do Manual do Operador. Linha Construção”, integrante deste manual.
b. A importância das medidas de segurança, Recebi:
equipamentos de segurança e manutenção
preventiva.
c. Condições e tipo de cobertura de Garantia. Manual do Operador
Catálogo de Peças
Ferramentas
Kit Systemgard
/ / / /
ASSINATURA E CARIMBO DO DISTRIBUIDOR DATA ASSINATURA DO COMPRADOR DATA
#

Registro de Garantia do Proprietário

Série da Máquina Distribuidor


Início da Fim da
Garantia Garantia

D M A D M A
Nº de Horas Marca / Modelo do Motor Endereço

Série do Motor Série da Transmissão

Modelo Cidade Estado País

IMPLEMENTOS Código do Distribuidor

Modelo Série Uso da Fábrica

INFORMAÇÕES DO PROPRIETÁRIO
Razão Social

11 – 19
CGC – MF CPF
11 – GARANTIA

Endereço

Cidade Estado CEP País

Contato DDD Telefone

PROPRIETÁRIO RESPONSÁVEL DE ENTREGA

Assinatura Assinatura

Nome Nome

Carteira de Identidade Carteira de Identidade

Via – CASE

“ESTE FORMULÁRIO REGISTRA O PROPRIETÁRIO E O INÍCIO DE COBERTURA DA GARANTIA”


Esta máquina foi devidamente regulada e Recebi e revi o Manual do Operador da máquina e
inspecionada antes de ser entregue, conforme Folha entendo a operação adequada e segura, assim como
de Revisão de Pré-Entrega. as exigências de manutenção desta máquina.
Os itens abaixo foram explicados ao comprador: A máquina foi-me entregue em condições satisfatórias
e entendo que a política de garantia está descrita na
a. Procedimentos adequados de operação e página “TERMO DE GARANTIA – Produtos CASE –
instruções do Manual do Operador. Linha Construção”, integrante deste manual.
b. A importância das medidas de segurança, Recebi:
equipamentos de segurança e manutenção
preventiva.
c. Condições e tipo de cobertura de Garantia. Manual do Operador
Catálogo de Peças
Ferramentas
Kit Systemgard
/ / / /
ASSINATURA E CARIMBO DO DISTRIBUIDOR DATA ASSINATURA DO COMPRADOR DATA
11 – GARANTIA

Rede de Distribuidores CASE Brasil


ESTADO / CIDADE ENDEREÇO TELEFONE FAX

BRASIF S/A EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO


MG Belo Horizonte R. Margarida Assis Fonseca, 171 – Bairro Califórnia (31) 2129-3800 (31) 2129-3883
GO Goiania Av. Comercio, 455 - Quadra 51 - Lote 18 (62) 4005-5858 (62) 4005-5800
RJ Rio de Janeiro R. da Regeneração, 853 – Bairro Bonsucesso (21) 2123-3000 (21) 2123-3028
RJ Macaé Av. Prefeito Aristel ferreira da Silva, 330 – Bairro Novo Cavaleiro (22) 2105-4208 (22) 2105-4201
ES Serra Av João Palácio, 280 – Bairro Carapina (27) 2121-3311 (27) 2121-3354
SP Jundiaí Av. Dr. Adilson Rodrigues, 77 – Bairro Jardim das Samambaias (11) 2136-8300 (11) 2136-8300
SP Ribeirão Preto Rodovia Anhanguera, Km 305 - Sentido Interior - Recreio Anhanguera (16) 2102-2300 (16) 2102-2300
DF Brasília Bairro SAAN Quadra 02, Lote 1200 (61) 2102-3400 (61) 2102-3420
TO Palmas Quadra ASR SE 15 - Rua SR 01 - Conj. 01 - Lote 25 - Plano Diretor Sul (63) 2111-5300 (63) 2111-5300

FORNECEDORA MAQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA


CE Fortaleza Av. Frei Cirilo, 2524 (BR 116 KM 6) – Bairro Cajazeiras (85) 3366-1222 (85) 3229-3708
(85) 3366-1223
PI Teresina Av. Barão de Gurgueia, 2715 – Bairro Vermelha (86) 3229-2255 (86) 3229-2255
PB Bayuex Rua Francisco Marques da Fonseca, 484 - Rio do Meio (83) 3232-3280 (83) 3232-0602
RN Parnamirim R. Jose Raimundo Monteiro, 500 – Emaús (84) 3643-3361
(84) 3643-3294

J.MALUCELLI EQUIPAMENTOS LTDA


PR Curitiba Rodovia do Café, Km 0,5, Nº 423 – Bairro Mosunguie (41) 3351-5522 (41) 3351-5605
RS Carazinho Av. Flores da Cunha, 4527 – Bairro Borghetti (54) 3330-3000 (54) 3330-3000
RS Porto Alegre R. Voluntários da Pátria, 4455 – Bairro Navegantes (51) 3375-4488 (51) 3021-4472

MOTORMAC DISTRIBUIDORA DE MÁQUINAS E MOTORES S/A


SC São José Rod. BR 101 KM 212 – Bairro Area Industrial (48) 3271-0100 (48) 3271-0100
ES Vitória R. Misael Pedreira da Silva, 98 – Edif Empire Center – Sl 508 – Santa Lucia

PROTEC – PRODUTOS E SERV. TÉCNICOS LTDA


PA Ananindeua Rod. BR 316 KM 3 – Bairro Atalaia (91) 4008-9700 (91) 4008-9740
MA São Luiz Rod. BR 135 KM 4, S/N – Av. Eng Emiliano Macieira,150 – V. Tibiri (98) 3258-2007 (98) 3258-2007

TECHNICO COMERCIAL DE EQUIPAMENTOS S/A


BA Salvador R. Antonio de Andrade, 489 – Porto Seco Pirajá (71) 3246-2400 (71) 3246-8542
(71) 3391-0600 (71) 3246-2454
SE Aracaju BR 101, Km 90 – Nossa Senhora do Socorro (79) 4009-0284
AL Maceió Rua Durval de Góes Monteiro, 6531 – Petrópolis (82) 3338-5858 (82) 3358-5428

TECHNICO NORTE LTDA


PE Jaboatão Guararapes Rod. BR 101 Sul, 1770, KM 17, S/N – Bairro Prazeres (81) 3378-1500 (81) 3378-0805

TORK SUL COMÉRCIO DE PEÇAS E MÁQUINAS LTDA


MS Campo Grande Rua Carlos Henrique Spengler, 928 – Polo Empresarial Norte (67) 3341-4300 (67) 3341-4300
MT Varzea Grande Av. Gov. Julio Campos, 3981 – Jd.Paula I (65) 3688-2121 (65) 3688-2108
ES Vila Velha Rua Cesar Alcure, 890 – Bairro Alvorada (27) 3369-4138 (27) 3369-4138
RO Ariquemes Av. Capitão Sílvio, 1413 – Bairro Apoio Rodoviário (69) 3535-2022 (69) 3536-6378
AC Rio Branco Estrada do Amapá, sala A, 2297 – Bairro Amapá (68) 3221-0527 (68) 3221-1355
(68) 3221-1356
AM Manaus Av. Max Teixeira, 3631 – Cidade Nova (92) 3581-3668 (92) 3581-3680

11 – 21
Impresso no Brasil
Copyright © 2013 – CNH Latin America LTDA. – Todos os Direitos Reservados.