Você está na página 1de 67

Ciências Biológicas Acertos:

Exercícios de Biologia Erros:


Professor: Luiz Philippe Sergio
Estudante: _________________________________

(FGV-SP - 2010) Questão 1


Em tempos modernos, doamos agasalhos, óculos, e até óvulos... – exclamou uma
personagem de novela diante da amiga que cogitava a doação de suas células não fertilizadas
que restaram de um procedimento de inseminação artificial.
Supondo-se que as células a serem doadas tenham sido coletadas da tuba uterina da
doadora e mantiveram-se exatamente na fase em que se encontravam quando da ovulação,
pode-se dizer que estavam em metáfase
(A) I e apresentavam n cromossomos, cada um deles com duas cromátides.
(B) I e apresentavam 2n cromossomos, cada um deles com uma única cromátide.
(C) II e apresentavam n cromossomos, cada um deles com uma única cromátide.
(D) II e apresentavam n cromossomos, cada um deles com duas cromátides.
(E) II e apresentavam 2n cromossomos, cada um deles com duas cromátides.

(FGV-SP - 2010) Questão 2


Ao analisar tumores de vários tipos de tecidos diferentes, Isaac S. Kohane, da Divisão de
Ciências da Saúde e Tecnologia de Harvard (MIT), catalogou padrões surpreendentes, embora
familiares, de atividade dos genes em células cancerosas – são as mesmas instruções
genéticas programadas que estão ativas durante vários estágios do desenvolvimento
embrionário e fetal.
(Scientific American Brasil, junho de 2009)
A partir da leitura do texto, podemos deduzir que alguns genes

(A) mutados presentes nas células embrionárias e fetais não deveriam expressar seus
efeitos deletérios em momentos posteriores da vida, mas os expressam nas células cancerosas.
(B) que estão presentes nas células embrionárias e fetais não deveriam ser encontrados
em outras fases do desenvolvimento do organismo, mas são encontrados nas células
cancerosas.

1
(C) que são replicados nas células embrionárias e fetais não deveriam sê-lo nas outras
fases do desenvolvimento do organismo, mas se replicam nas células cancerosas.
(D) mutados presentes nas células embrionárias e fetais deveriam ser transcritos em
diferentes tecidos em momentos posteriores da vida, mas só são transcritos nas células
cancerosas.
(E) normais que são transcritos nas células embrionárias e fetais não deveriam sê-lo em
outras fases do desenvolvimento do organismo, mas são transcritos nas células cancerosas.

(FGV-SP - 2011) Questão 3


Um cromossomo funcional eucariótico pode ser dividido em três regiões essenciais: a
região do centrômero, a região do telômero e as regiões que apresentam as origens da
replicação. Em relação ao centrômero, pode-se dizer que sua função principal é
(A) sintetizar códons de RNA a partir de códons de iniciação do DNA.
(B) ligar-se às fibras do fuso e movimentar de forma adequada os cromossomos.
(C) impedir a descondensação cromossômica durante o processo de divisão celular.
(D) estabilizar as histonas, permitindo a manutenção da condensação cromossômica.
(E) estabilizar as pontas dos cromossomos, impedindo seu encurtamento a cada divisão.

(Fuvest - 2008) Questão 4


Com relação à gametogênese humana, a quantidade de DNA
I. do óvulo é a metade da presente na ovogônia.
II. da ovogônia equivale à presente na espermatogônia.
III. da espermatogônia é a metade da presente no zigoto.
IV. do segundo corpúsculo polar é a mesma presente no zigoto.
V. da espermatogônia é o dobro da presente na espermátide.

São afirmativas corretas apenas:


a) I e II
b) IV e V
c) I, II e V
d) II, III e IV
e) III, IV e V

2
(Fuvest - 2008) Questão 5
Suponha três espécies de organismos, 1, 2 e 3, que têm exatamente o mesmo número
de cromossomos.
A espécie 1 tem reprodução sexuada e na meiose ocorre permutação entre os
cromossomos homólogos. A espécie 2 tem reprodução sexuada, porém, na meiose, não ocorre
permutação entre os cromossomos homólogos. A espécie 3 se reproduz assexuadamente por
meio de esporos.
Com base na constituição genética das células reprodutivas, explique se as afirmativas a
e b estão corretas ou não.
a) O n° de tipos de células reprodutivas, produzido pelos indivíduos das espécies 1 e 2,
deve ser igual.
b) O n° de tipos de células reprodutivas, produzido pelos indivíduos das espécies 2 e 3,
deve ser diferente.

(Fuvest - 2009) Questão 6


A planta do guaraná Paullinia cupana tem 210 cromossomos. Outras sete espécies do
gênero Paullinia têm 24 cromossomos.
Indique a afirmação correta:
a) As espécies do gênero Paullinia que têm 24 cromossomos produzem gametas com 24
cromossomos.
b) Na meiose das plantas do gênero Paullinia que têm 24 cromossomos ocorrem 24
bivalentes.
c) Paullinia cupana é diploide, enquanto as outras sete espécies são haploides.
d) Os gametas de Paullinia cupana têm 105 cromossomos.
e) O endosperma da semente de Paullinia cupana tem 210 cromossomos.

3
(Fuvest - 2009) Questão 7
Considere um indivíduo heterozigoto Aa.
a) O esquema abaixo representa o ciclo celular.

Numa célula desse indivíduo heterozigoto, indique quantas unidades de cada alelo
haverá ao final das fases
 (intervalo 1).
 S (Síntese).
 M (Mitose).
b) No esquema da folha de respostas, está representado o processo de divisão de um
espermatócito desse mesmo indivíduo. Preencha as células esquematizadas, nas fases I e II,
indicando o tipo e o número de alelos em cada uma delas. Considere que não tenha ocorrido
permutação.

(Fuvest - 2010) Questão 8


Nas células somáticas de um animal, um cromossomo tem os alelos M1, Q1, R1 e T1, e
seu homólogo possui os alelos M2, Q2, R2 e T2.
a) Veja o esquema de uma célula germinativa desse animal com
esses cromossomos duplicados. Ordene os alelos dos lócus M, Q, R e T
nesses cromossomos.

b) Admitindo a ocorrência de um único crossing-over (permutação)


entre os lócus Q e R na divisão dessa célula germinativa, esquematize as células resultantes
dessa divisão com os respectivos alelos dos lócus M, Q, R e T.

4
(Fuvest - 2011) Questão 9
A figura seguinte representa uma célula diploide e as células resultantes de sua divisão.

Nesse processo,
a) houve um único período de síntese de DNA, seguido de uma única divisão celular.
b) houve um único período de síntese de DNA, seguido de duas divisões celulares.
c) houve dois períodos de síntese de DNA, seguidos de duas divisões celulares.
d) não pode ter ocorrido permutação cromossômica.
e) a quantidade de DNA das células filhas permaneceu igual à da célula mãe.

(Fuvest - 2012) Questão 10


Considere os eventos a seguir, que podem ocorrer na mitose ou na meiose:
I. Emparelhamento dos cromossomos homólogos duplicados.
II. Alinhamento dos cromossomos no plano equatorial da célula.
III. Permutação de segmentos entre cromossomos homólogos.
IV. Divisão dos centrômeros resultando na separação das cromátides irmãs.

No processo de multiplicação celular para reparação de tecidos, os eventos relacionados


à distribuição equitativa do material genético entre as células resultantes estão indicados em:
a) I e III, apenas.
b) II e IV, apenas.
c) II e III, apenas.
d) I e IV, apenas.
e) I, II, III e IV.

5
(PUC-Camp - 2008) Questão 11
No início do processo, as duas fitas de DNA são separadas por aquecimento. Depois,
pequenos primers (segmentos de oligonucleotídeos) são acrescentadas e, por meio de
resfriamento, emparelham-se com as fitas de DNA. Esses primers são complementares às
extremidades do DNA selecionado para a amplificação.
Após o emparelhamento dos primers com o DNA, a Taq polimerase começa a sintetizar o
novo DNA. A quantidade de DNA continua a duplicar em ciclos subsequentes de amplificação,
obtendo-se milhões de cópias do segmento de DNA desejado, geralmente com comprimento de
umas poucas centenas de pares de base.
(Adaptado de M. K. Campbell; S. O. Farrel. Bioquímica, v. 2 - Biologia Molecular, São Paulo: Thomson
Learning, 2007. p. 416)

O processo de amplificação do DNA descrito no texto é semelhante ao que ocorre no


interior das células. No ciclo celular normal, o processo de formação de fitas complementares do
DNA ocorre
a) na fase S da interfase.
b) na prófase da meiose.
c) na metáfase da mitose.
d) na segunda divisão meiótica.
e) no paquíteno da prófase.

(PUC-Camp - 2009) Questão 12


Poluição
A poluição atmosférica tem se mostrado nociva para os seres humanos e animais. Por
um lado, pode reduzir o peso dos bebês quando as gestantes são expostas a níveis elevados
de monóxido de carbono e partículas inaláveis no primeiro trimestre de gestação. Por outro lado,
os anfíbios também têm sofrido os efeitos desses poluentes: a chuva ácida é uma ameaça para
embriões e larvas. Outra ameaça são os clorofluorcarbonos, que permitem o aumento das
radiações UV-B, retardando as taxas de crescimento e causando problemas em seu sistema
imunológico. Além disso, nas áreas agrícolas que usam extensivamente fertilizantes e
inseticidas, tem-se observado um aumento de deformidades em rãs, sapos e salamandras.
(Adaptado de Evangelina A. Vormittag. Diversidade de Impactos na Saúde Pública. Scientific American
Brasil, ano 6, n. 74, julho/2008. p. 78 e de Carlos Roberto Fonseca et alii. Metamorfose Ambulante. Scientific
American Brasil, ano 6, n. 72, maio/2008. p. 88)

6
A radiação UV-B causa mutações no DNA. Se uma célula sofrer uma mutação que
impede a organização das fibras do fuso mitótico, o processo de divisão celular será
interrompido na fase de
(A) intérfase, G1.
(B) intérfase, G2.
(C) citocinese.
(D) metáfase.
(E) anáfase.

(PUC-Camp - 2009) Questão 13


Trens: nostalgia e futuro

Padres jesuítas não cuidaram tão somente de ofícios


1 religiosos, sermões, catequese ou conversão de índios; alguns
ligaram-se ao desenvolvimento da ciência, como o belga
Ferdinand Verbiest, que foi um dos precursores da invenção
5 do trem, ao idealizar uma máquina autopropulsora a vapor. De
lá para cá, em passos sucessivos, locomotivas com vagões
passaram a transportar cargas e passageiros, interferindo
decisivamente no rumo da civilização moderna e sendo uma
das grandes inovações da Revolução Industrial. A princípio, a
10 malha ferroviária restringia-se às cidades envolvidas com
atividade industrial, transportando carvão e minérios, ligando-as
entre e si e aos portos; em seguida, as linhas passaram a
interligar países. Na Europa de hoje, o trem é o principal meio
de deslocamento de pessoas, matérias-primas e mercadorias.
15 A história das locomotivas vale por uma aula sobre
produção e rendimento de transformações de energia. A
locomotiva a vapor foi sem dúvida a mais popular, chamada de
maria-fumaça no Brasil, em virtude da densa nuvem de fuligem
expelida pela chaminé. Depois surgiram a locomotiva elétrica e
20 a movida por motor a diesel. E os metrôs vieram provar que
também se pode andar de trem debaixo da terra, quando não
debaixo da água.
O trem foi importantíssimo para a ligação entre populações,
regiões e países. Na agricultura, por exemplo,
25 produtos que corriam o risco de rápido perecimento começaram

7
a ser rapidamente despachados para longe, o que
encorajava o aumento da produção. Em redor das estações
ferroviárias, nasceram e cresceram vilas e cidades; a construção
e a manutenção das linhas empregou multidões de
30 trabalhadores. Quem já não viu num filme norte-americano do
gênero western cenas da grande marcha colonizadora,
quando o assentamento de cada dormente e de cada pedaço
de trilho já parecia projetar o avanço de uma potência do
futuro? Os caminhos de aço levavam à busca de terras a
35 cultivar, de pastagens e de ouro. Pior para os índios das
pradarias e das montanhas americanas: viram chegar, com o
“cavalo de ferro”, a gradativa ocupação de suas terras e a
extinção de suas bases culturais.
Houvesse trens desde há muitos e muitos séculos, quão
40 menos sofrida seria a construção de obras como as pirâmides
e os gigantescos monumentos da Antiguidade... No Brasil
Colonial, quanto carro de boi seria precocemente aposentado
de sua tarefa de transportar cana. Lamente-se, aliás, que a
opção quase exclusiva pelo transporte rodoviário, feita há
45 algumas décadas em nosso país, tenha relegado o transporte
ferroviário à posição de quase completa irrelevância. Sem falar
que uma viagem de trem tem uma aura diferente, oferece
maior mobilidade e conforto aos passageiros, além da visão
encantada de paisagens mais rústicas e das pequenas e
50 poéticas estações. Se, das canoas primitivas aos modernos
navios, não se perdeu de todo o prazer da navegação, dos
trens antigos aos ônibus de hoje, hermeticamente fechados,
com monitores de vídeo e ar condicionado, rodando em estradas
congestionadas, perdeu-se a sensação daquele deslocamento
55 exploratório, ritmado pela inconfundível cadência que
vem das rodas sobre os trilhos.
Pode-se, em alguma medida, comparar a importância do
trem para a intercomunicação de centros de produção, comércio,
indústria e cultura com a importância das antigas
60 explorações dos mares que, como já se disse, apresentaram
novos mundos para o mundo. No Brasil, mais precisamente ao
sul e sudeste e nos tempos áureos da produção cafeeira, as
linhas de trem determinavam novas fronteiras de desenvolvimento
econômico, e os nomes das companhias ferroviárias
8
65 também batizavam roteiros na geografia interiorana: falar em
Mogiana, Paulista, Santos-Jundiaí ou Noroeste era referir caminhos
e territórios bem demarcados. No interior do estado, a
cidade de Campinas deve muito de sua importância à posição
estratégica de entroncamento ferroviário. No Paraná, a
70 produção descia a serra do Mar e encontrava escoamento nos
portos de Antonina e de Paranaguá – aonde, evidentemente,
também aportava tudo o que nos interessasse da Europa.
Pena, pois, que em nosso país o trem não tenha a
importância que merece como meio moderno e sustentável de
75 transporte de cargas e de passageiros, seguindo o exemplo
dos centros desenvolvidos. Japoneses e franceses, entre
outros, não perderam tempo: mesmo sem ter de enfrentar o
desafio de uma dimensão continental como a do território
brasileiro, aplicam-se hoje no aprimoramento do trem de
80 levitação magnética (o TGV) – que, longe de apontar para uma
simples nostalgia, indica um promissor caminho para a
tecnologia e para o futuro.

(Pela pesquisa, Alfredo Martinez Correia)


O gênero Coffea possui mais de 90 espécies, das quais a mais utilizada na cultura
cafeeira é C. arabica, que possui 44 cromossomos enquanto todas as demais espécies
apresentam 22 cromossomos. Examine as afirmações a seguir, sobre C. arabica.
I. As células do endosperma das sementes possuem 22 cromossomos.
II. É uma espécie tetraploide, enquanto as demais espécies do gênero são diploides.
III. Cruzamentos interespecíficos resultam em híbridos com 66 cromossomos.
Está correto o que se afirma somente em
(A) I. (D) I e III.
(B) II. (E) II e III
(C) III.
.(PUC-Camp - 2010) Questão 14
Os sapos Pleurodema diplolistris passam 10 ou 11 meses anuais de seca enterrados na
areia, de onde os machos já emergem cantando em uníssono, como uma enorme sirene, e logo
saltam para a lagoa mais próxima. Atraídas pela cantoria, as fêmeas escolhem seus pares e
liberam dezenas de óvulos que, depois de fecundados, são envoltos num muco semelhante à
clara de ovo que o macho bate em neve. Em um ou no máximo dois meses, quando as chuvas

9
cessam e os rios desaparecem como por um passe de mágica, os sapinhos recém-nascidos
precisam estar completamente formados e prontos para enterrarem-se na areia. (...) Durante a
seca, o metabolismo de fato fica reduzido no fígado e nos músculos das patas de trás. Uma
baixa concentração de proteínas no coração, sugere que esse órgão fica menos ativo. As patas,
ao contrário, mantêm teores proteicos normais.
(Adaptado: Na enxurrada seca. Revista Pesquisa FAPESP, mar. 2010, p. 49.)
Nos sapos, a meiose é um tipo de divisão celular que ocorre durante a produção de
gametas. No período G1 da interfase pré-meiótica, foi fornecido um isótopo radioativo de uma
base nitrogenada do ONA às células que iriam entrar em divisão. Ao longo do processo da
meiose esperá-se encontrar isótopos radioativos incorporados nos cromossomos de
(A) todas as células após a duplicação no período S.
(B) 50% das células resultantes da meiose I.
(C) 50% das células resultantes da meiose II.
(D) 25% das células resultantes da meiose I.
(E) 25% das células resultantes da meiose II.

(PUC-Camp - 2010) Questão 15


Corais
Recifes de corais artificiais estão sendo usados para acelerar o processo de restauração
dos recifes naturais. Para isso, a Biorock Inc. utiliza armações de aço que são energizadas por
uma corrente elétrica de baixa voltagem. Isto faz com que os minerais da água do mar nelas se
prendam, formando uma fina camada de calcário. Desse modo, pode-se prender pequenos
pedaços de coral nas armações, que ficam seguras devido ao calcário acumulado.
Alguns tipos de corais podem se reproduzir assexuadamente por brotamento. Esse tipo
de reprodução requer o processo de
(A) meiose. (D) gametogênese.
(B) mitose. (E) formação de blástula.
(C) formação de células haploides.
(PUC-Camp - 2012) Questão 16
A fábrica de pele
As seguintes etapas são utilizadas pela "fábrica de pele" alemã para produzir 100 discos
de pele reconstituída a partir de uma amostra, num processo que dura 6 semanas.
1ª etapa: com uma biópsia, extrai-se um pequeno pedaço de pele do voluntário.
2ª etapa: um braço robótico corta a pele em pedacinhos.
10
3ª etapa: com a ajuda de enzimas, uma máquina separa dois tipos de células: os
queratinócitos, da superfície, e os fibroblastos, que compõem a parte interna da pele.
4ª etapa: os dois tipos são cultivados em biorreatores e se replicam. As células produzem
colágeno, proteína que ajuda a unir e fortelecer os tecidos.
5ª etapa: os fibroblastos são despejados em frascos onde formam a derme. Nutrientes
são adicionados para ajudar no processo.
6ª etapa: por cima da derme são acrescentados os queratinócitos, que ajudam a formar a
epiderme.
7ª etapa: fica tudo numa incubadora a 37° C até a pele adquirir a forma final. O resultado
tem as mesmas camadas que formam o tecido humano: derme, epiderme e subdivisões.
(Revista Galileu, p. 47, jul. 2011. Adaptado.)
Considere que a biópsia de pele foi feita em uma mulher normal e que as células em
cultivo mantêm todas as suas características. Na fase G2 do ciclo de divisão celular, cada célula
apresenta:
(A) 46 centrômeros, 92 cromossosmos e 46 cromátides.
(B) 92 centrômeros, 46 cromossosmos e 92 cromátides.
(C) 46 centrômeros, 46 cromossosmos e 92 cromátides.
(D) 46 centrômeros, 92 cromossosmos e 92 cromátides.
(E) 92 centrômeros, 46 cromossosmos e 46 cromátides.

(PUC-SP - 2008) Questão 17


Encontra-se a seguir esquematizado o cromossomo 21 humano. O desenho
foi feito com base na observação ao microscópio de um linfócito (glóbulo branco)
em divisão.
A partir da análise do desenho, assinale a alternativa INCORRETA.

11
a) O cromossomo encontra-se duplicado e bem condensado.
b) Ele pode ser observado durante a metáfase da divisão celular.
c) As cromátides, indicadas por A e A', são constituídas por moléculas de DNA diferentes.
d) O centrômero localiza-se próximo a uma das extremidades desse cromossomo e este
apresenta um de seus braços bem maior que o outro.
e) A trissomia desse cromossomo é responsável pela síndrome de Down.

(PUC-SP - 2010) Questão 18


Nos seres vivos ocorrem dois processos de divisão celular, mitose e meiose. Qual das
alternativas a seguir apresenta uma situação na qual ocorre meiose?
A) um fungo haploide produz esporos haploides e cada esporo, ao germinar, origina um
novo fungo.
B) o prótalo ou geração haploide de uma samambaia produz gametas e estes se unirão
originando o zigoto.
C) um zigoto de coelho origina blastômeros que constituem o embrião.
D) o esporo haploide de um pinheiro dá origem a uma das fases dessa planta.
E) um espermatócito primário humano dá origem a quatro células haploides.

(UCSal - 2009) Questão 19


A colchicina é uma substância química que, além dos efeitos tóxicos e anti-inflamatórios
conhecidos, é amplamente utilizada como substância experimental para estudar as funções
celulares, por interromper a divisão das células animais e vegetais in vitro e in vivo
impossibilitando a formação do fuso. Assinale a alternativa que contém a fase do ciclo celular
em que atua a colchicina.

12
(A) Metáfase. (D) Intérfase – período S.
(B) Telófase. (E) Intérfase – período G1.
(C) Anáfase.

(UCSal - 2010) Questão 20


Divisão celular é o mecanismo no qual as células se multiplicam dando origem a outras
células. A célula que está se dividindo é chamada célula original ou mãe e as novas células são
as filhas. Assinale a alternativa correta sobre as divisões celulares.
(A) Na mitose uma célula-mãe diploide origina quatro células-filhas haploides.
(B) A meiose é a divisão celular relacionada com a regeneração de tecidos.
(C) A mitose é a divisão celular relacionada à formação dos esporos nos vegetais.
(D) A meiose é a divisão celular relacionada à formação dos gametas nos animais.
(E) Na meiose uma célula-mãe diploide origina duas células-filhas haploides.

(Uece - 2011) Questão 21


Analise as proposições sobre os processos de divisão celular e assinale (V) para as
verdadeiras e (F) para as falsas.
( ) A primeira fase da mitose, também denominada prófase, inicia-se com a formação do
fuso acromático e se encerra com o emparelhamento dos cromossomos homólogos.
( ) Na mitose, a divisão de uma célula mãe origina quatro células filhas, geneticamente
idênticas.
( ) Em células animais, a citocinese é denominada centrífuga e em células vegetais,
recebe o nome de citocinese centrípeta.
( ) Na meiose, o número original de cromossomos é diminuído pela metade nas células
filhas produzidas.
( ) Na reprodução sexuada, a meiose é de fundamental importância para manter
constante o número de cromossomos de uma espécie.
Assinale a alternativa que contém a sequência correta de cima pra baixo.
A) V, F, F, V, F
B) V, V, F, F, V
C) F, F, V, F, V
D) F, F, F, V, V

13
(UEL - 2008) Questão 22
O desenvolvimento humano inicia-se na fertilização, quando um gameta masculino ou
espermatozoide se une ao gameta feminino ou ovócito para formar uma única célula – o zigoto.
Esta célula totipotente e altamente especializada marca o início de cada um de nós como
indivíduo único.
(MOORE, K.L.; PERSAUD, T.V.N. Embriologia clínica. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. p. 18.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir:

I. O sinciciotrofoblasto produz o hormônio gonadotrofina coriônica humana (HCG) que


entra no sangue materno.A HCG mantém a atividade hormonal do corpo lúteo no ovário,
durante o período de gestação, formando a base dos testes para gravidez.
II. Na primeira divisão meiótica, cada cromossomo se divide e cada metade, ou
cromátide, é direcionada para um polo diferente. Assim, o número diploide de cromossomos é
mantido em cada célula-filha formada por meiose.
III. Nutrientes e oxigênio passam do sangue materno, através do líquido amniótico, para o
sangue fetal, enquanto as excretas de dióxido de carbono passam do sangue fetal para o
sangue materno, também através do líquido amniótico.
IV. O líquido amniótico tem por função, por exemplo: agir como uma barreira contra
infecções; ajudar a controlar a temperatura corporal do embrião, mantendo uma temperatura
relativamente constante; participar da manutenção da homeostasia dos fluidos e eletrólitos.
Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.
a) I e III.
b) I e IV.
c) II e IV.
d) I, II e III.
e) II, III e IV.

(UEL - 2011) Questão 23


O processo de mitose é essencial para o desenvolvimento e o crescimento de todos os
organismos eucariotos.

14
Tempo despendido em cada intervalo de um ciclo celular completo de uma célula humana
em cultura. Esse tempo varia de acordo com os tipos e as condições das células.
(KLUG, Willian et al. Concentos de Genética. 9. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 24.

Com base na figura e nos conhecimentos sobre o ciclo celular, é correto afirmar:

a) O período durante o qual ocorre a síntese do DNA é maior que o período em que não
ocorre síntese alguma de DNA.
b) Ao final de um ciclo celular, a quantidade de material genético, nos núcleos de cada
célula-filha, equivale ao dobro da célula parental.
c) O tempo gasto para o pareamento cromossômico na placa equatorial equivale ao
tempo gasto para síntese de DNA.
d) Em mais da metade do tempo da mitose, as cromátides estão duplicadas, separadas
longitudinalmente, exceto no centrômero.
e) Durante a fase mais longa da mitose, as cromátides-irmãs se separam uma da outra e
migram para as extremidades opostas da célula.

15
(UEM - 2009) Questão 24
Identifique o que for correto sobre a meiose e a mitose.
01) O processo de mitose dos procariontes garante a reprodução sexuada.
02) Por mitose, uma célula divide-se em duas, cada uma com metade dos cromossomos da
célula inicial.
04) Na telófase, última fase da mitose, os cromossomos condensam-se e a carioteca
desorganiza-se.
08) Na metáfase I, os cromossomos deslocam-se para os polos das células.
16) No ciclo reprodutivo da espécie humana, a meiose origina gametas com a metade do
número de cromossomos da célula inicial.

(UEM - 2009) Questão 25


Identifique o que for correto sobre a interfase, a mitose e a meiose de células
eucarióticas.
01) A separação do centrômero acontece na anáfase da mitose e na anáfase da meiose I.
02) A prófase da mitose termina com o rompimento da carioteca.
04) Na interfase, a atividade metabólica das células cessa.
08) Na meiose, ocorrem duas divisões celulares sucessivas, mas apenas a meiose I é
reducional, decrescendo o número de cromossomos à metade.
16) A síntese de DNA nuclear ocorre durante a fase S da interfase.

(UEM - 2010) Questão 26


Uma única célula, por divisões sucessivas, pode originar todas as demais células de um
organismo, mesmo que o número delas atinja trilhões, como no organismo humano. A respeito
da divisão celular, assinale o que for correto.
01) A citocinese nas células animais é centrípeta e nas células das angiospermas é
centrífuga.
02) Quando uma célula diploide (2n) sofre mitose, formam-se duas células-filhas
haploides (n).
04) Nos animais, a meiose ocorre imediatamente após a formação do zigoto, sendo
denominada de meiose zigótica.
08) Nas células das bactérias, não ocorre o processo da mitose.
16) A permutação ou crossing over é um fenômeno que ocorre na prófase I da meiose.

16
(UEM - 2010) Questão 27
Acerca do significado da mitose para os seres vivos, assinale o que for correto.
01) Quando uma alga unicelular, uma ameba ou um paramécio se dividem por mitose,
estão originando dois novos indivíduos. Para esses organismos formados por uma única célula,
divisão celular significa reprodução.
02) Todos os organismos pluricelulares têm a mitose ocorrendo não apenas para o
desenvolvimento, crescimento, renovação e regeneração, mas também para a reprodução.
04) No fim da telófase, em células animais e de alguns protozoários, tem início um
processo de estrangulamento na região mediana que termina por dividir a célula. Por começar
na periferia e avançar para o centro da célula, esse tipo de divisão citoplasmática é chamado de
citocinese centrífuga.
08) Como a célula animal tem centríolo e forma áster, sua mitose é astral. A mitose da
célula vegetal é anastral.
16) A mitose pode ocorrer com células de qualquer ploidia, n, 2n, 3n, etc. Todas originam
células-filhas com o mesmo número de cromossomos da célula-mãe.

(UEM - 2011) Questão 28


Identifique o que for correto sobre as características gerais dos cromossomos.
01) Durante a interfase, ocorre a duplicação dos cromossomos, e essas cópias unidas de
um cromossomo duplicado são denominadas cromátides-irmãs.
02) A posição do centrômero serve de critério para classificar os cromossomos em três
tipos: metacêntrico, acrocêntrico e telocêntrico.
04) Os genes da espécie humana distribuem-se em cromossomos autossomos e
sexuais. Cada pessoa herda dois conjuntos de 23 desses cromossomos, um proveniente da
mãe e outro do pai.
08) Nos eucariontes, o material genético chamado de cromatina é separado do
citoplasma pela membrana nuclear.
16) As alterações cromossômicas estruturais correspondem a modificações na
sequência dos genes ao longo do filamento, podendo ser provocadas por vírus, radiação ou
substâncias químicas.

17
(UEM - 2011) Questão 29
Nos organismos sexuados, ocorrem dois tipos de divisão celular: a mitose, que é uma
divisão equacional, ou seja, as células-filhas têm número de cromossomos igual ao da célula-
mãe; e a meiose, uma divisão reducional, ou seja, o número de cromossomos das células-filhas
é reduzido à metade em relação ao da célula-mãe. Com relação a essas divisões, assinale o
que for correto.
01) A intérfase é um período em que a célula está em repouso.
02) As células cancerosas não respondem aos mecanismos de controle que fazem uma
célula iniciar e parar o ciclo celular de acordo com as necessidades do organismo.
04) Um recém-nascido tem cerca de um bilhão de células. Quando adulto apresentará o
mesmo número de células, porém elas serão maiores em decorrência de especialização,
nutrientes e organelas.
08) Enquanto a mitose produz dois núcleos idênticos entre si e idênticos ao núcleo inicial,
a meiose produz quatro não idênticos entre si.
16) A anáfase I da meiose e a anáfase da mitose são idênticas, os centrômeros dos
cromossomos são duplicados e as cromátides se separam.

(Uerj - 2009) Questão 30


Apesar da distância evolutiva, animais como a água-viva e a samambaia apresentam
ciclo de vida semelhante.
Nomeie o ciclo de vida compartilhado por águas-vivas e samambaias, indicando sua
principal característica. Em seguida, cite os tipos de divisão celular que dão origem aos gametas
em cada um desses dois seres vivos.

(Uerj - 2009) Questão 31


O daltonismo é uma anomalia hereditária ligada ao cromossomo sexual X, caracterizada
pela incapacidade de distinção de algumas cores primárias. Considere um indivíduo com
cariótipo 47, XXY, daltônico, cujos pais têm visão normal.
Identifique qual dos genitores doou o gameta com 24 cromossomos, justificando sua
resposta. Em seguida, cite a etapa da meiose na qual ocorreu a trissomia XXY nesse indivíduo.

18
(Uerj - 2011) Questão 32
Normalmente não se encontram neurônios no cérebro em plena divisão celular.
Entretanto, no Mal de Alzheimer, grandes quantidades dessas células iniciam anormalmente o
ciclo de divisão. Estudos mostram que até 10% dos neurônios nas regiões atingidas por tal
degeneração tentaram iniciar a divisão celular. Contudo, nenhum deles conseguiu terminá-la,
pois não foi observado o sinal mais característico da consumação da divisão de uma célula:
cromossomos alinhados no meio dos neurônios.
S. Herculano-Houzel. Adaptado de O cérebro nosso de cada dia. Rio de Janeiro: Vieira e Lent, 2002.

Nomeie o tipo de divisão celular ao qual o texto faz referência e a fase dessa divisão
correspondente ao alinhamento dos cromossomos.

(Uerj - 2012) Questão 33


Observe, na ilustração, os tipos celulares da linhagem germinativa presentes nos túbulos
seminíferos.

Adaptado de GARTNER, Leslie P.; HIATT, James L. Atlas colorido de histologia. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2010.
Cite o tipo de divisão celular que ocorre na transformação de espermatócito primário
para espermatócito secundário e nomeie a célula resultante da espermiogênese.
(Ufal - 2008) Questão 34
19
Na figura a seguir, estão ilustradas células de um organismo em diferentes fases da
divisão celular. As células 1, 2 e 3 estão, respectivamente, em:

a) anáfase meiótica I, anáfase meiótica II e metáfase meiótica II.


b) anáfase mitótica, anáfase meiótica e metáfase meiótica.
c) metáfase I meiótica, anáfase I meiótica e metáfase meiótica.
d) anáfase mitótica, anáfase meiótica e metáfase mitótica.
e) metáfase meiótica II, metáfase meiótica I e anáfase mitótica.

(Ufal - 2009) Questão 35


A fase do ciclo celular ilustrada na figura a seguir é:

A) anáfase.
B) metáfase.
C) telófase.
D) prófase.
E) citocinese.

(Ufal - 2011) Questão 36


20
Seres unicelulares e multicelulares multiplicam-se na natureza por mecanismos
característicos. As fotos a seguir, por exemplo, mostram diferentes momentos do processo de
divisão celular de um organismo. Ao observá-las atentamente, pode-se concluir que:

A) as fases 1 e 2 se sucedem durante a divisão celular de procariontes.


B) as fases 1, 2 e 3 ocorrem após a fase S do ciclo celular.
21
C) na prófase (1), os cromossomos condensam-se e ocorre formação do fuso acromático.
D) na metáfase (2), os cromossomos saem da região mediana da célula em direção aos
polos.
E) a telófase (3) marca o início da fase M da divisão celular.

(UFBA - 2009) Questão 37


Uma equipe de cientistas alemães e americanos desenvolveu uma nova tecnologia para
aplicação em microscópios, que permite duplicar a resolução de imagens de estruturas
extremamente pequenas, como o núcleo das células. Esses cientistas puderam registrar
recentemente o processo pelo qual o núcleo de uma célula se prepara para a divisão — algo
que a ciência moderna não tinha visto antes de forma tão clara. (NOVA tecnologia..., 2008).
Com base nessas informações e em conhecimentos sobre o microscópio e sua aplicação,
pode-se afirmar:
(01) As novas tecnologias utilizadas em microscópios possibilitaram a visão do núcleo
atômico, confirmando as previsões de Dalton feitas no século XIX.
(02) Os feixes de elétrons utilizados em microscópios eletrônicos, para iluminar as amostras
em análise, têm a mesma natureza dos raios catódicos.
(04) A imagem final de um objeto conjugada pela ocular de um microscópio composto é
real, direta e ampliada.
(08) A imagem de uma bactéria de diâmetro igual 3,0 μm — obtida por um microscópio
composto, com poder de ampliação da objetiva 100 vezes e o da ocular 10 vezes — tem área

igual a .
(16) A compreensão da estrutura básica da célula eucariótica, consagrada na Teoria
Celular, está associada ao desenvolvimento da microscopia.
(32) As alterações observadas nas células somáticas em reprodução incluem a montagem
de estruturas microtubulares, condição essencial para a separação das cromátides irmãs.
(64) Fenômenos nucleares que iniciam a divisão de uma célula incluem a compactação
máxima da cromatina.

(UFBA - 2012) Questão 38


22
Considerado por muitos como o primeiro cientista profissional, pois era remunerado para
se dedicar integralmente à ciência, Robert Hooke foi o inventor do microscópio composto,
participou da descoberta da lei de Boyle sobre o comportamento de gases, e teve seu nome
vinculado à lei que descreve o comportamento das molas, a lei de Hooke.
A invenção do microscópio permitiu que os biólogos do Renascimento descobrissem novos
mundos. Eles não só puderam estudar a anatomia com detalhe, como também encontrar novas
formas de vida em uma única gota de água.
(HART-DAVIS, 2010. p. 100-103).
Em relação ao funcionamento e à utilização do microscópio óptico, pode-se afirmar:
(01) O fenômeno ondulatório da difração possibilita que o contorno de uma imagem de
um microrganismo, com dimensões da ordem de grandeza do comprimento de onda da luz, seja
observado.
(02) O módulo do aumento linear transversal produzido pela lente objetiva de um
microscópio composto, de um objeto colocado a 5,1 mm da objetiva com distância focal de 5,0
mm, é igual a 50.
(04) A imagem de um inseto que se encontra situado entre o foco principal objeto e o
centro óptico de uma lupa é virtual, direita e ampliada.
(08) O microscópio permite a visualização de fases distintas na superfície de uma peça
de bronze – liga de cobre-estanho – uma solução sólida.
(16) O transporte de íons, através da membrana dos neurônios, que ocorre durante a
transmissão do impulso nervoso, pode ser observado por meio de um microscópio óptico.
(32) A separação de cromátides irmãs durante a meiose – evento que caracteriza a
anáfase I – pode ser observada usando-se um microscópio óptico.
(64) O movimento realizado por organismos unicelulares envolve a utilização de cílios,
flagelos ou pseudópodos, e pode ser visualizado através de microscópio óptico.

(UFES - 2009) Questão 39


Considere o gráfico abaixo, que representa o ciclo de uma célula de mamífero.

23
A) Indique o processo de divisão celular que está representado pelo gráfico. Justifique .
B) Identifique a fase do ciclo que está ocorrendo aos 5, 13, 22 e 35 minutos. Justifique a sua
resposta.
C) Caracterize os eventos que ocorrem aos 27 minutos e identifique a fase do processo à
qual os eventos se referem.
(UFES - 2011) Questão 40
Células de um órgão humano são especializadas na produção de uma determinada
proteína necessária para a diminuição da concentração de glicose no sangue. Durante uma fase
do ciclo celular dessas células, foram tomadas medidas das concentrações intracelulares de
DNA, de RNA mensageiro, da referida proteína e de vesículas do Complexo Golgiense, que
variaram segundo o gráfico a seguir.

Nesse contexto, identifique


A) a proteína e o órgão humano mencionados;
B) a fase do ciclo celular e as moléculas representadas pelas curvas 1 e 3. Justifique.

(UFF - 2009) Questão 41

24
Em meados do século XIX, Gregor Mendel realizou cruzamentos entre pés de ervilha que
apresentavam diferentes características morfológicas. Mendel avaliou a herança de fenótipos
relacionados com a altura, tipos de flores, morfologia das vagens e sementes. A partir da análise
dos resultados destes experimentos ele postulou o que ficou conhecido como as leis de Mendel.
Na primeira lei de Mendel ou a lei da Segregação dos Fatores, cada característica morfológica,
observada nas plantas é determinada por fatores que se encontram em dose dupla nesses
organismos. Entretanto, no processo de reprodução ocorre a segregação desses fatores, que
são transmitidos de forma simples para uma nova geração.
Com base nas descobertas realizadas pela biologia celular e molecular, responda às
questões a, b e c:
a) atualmente, como são denominados os fatores citados por Mendel e por que eles
se encontravam anteriormente em dose dupla nas plantas?
b) qual a macromolécula que compõe esses fatores? Como é denominada e
constituída a unidade básica deste polímero?
c) explique por que durante o ciclo celular a segregação dos fatores está relacionada
com o aumento da variabilidade genética;
d) Em uma planta de ervilha, os alelos V (dominante) e v (recessivo) determinam a cor
amarela ou verde das sementes e os alelos R (dominante) e r (recessivo) determinam a forma
lisa ou rugosa das mesmas, respectivamente.
A partir da autofecundação de um indivíduo heterozigoto para ambos os alelos, indique os
prováveis fenótipos e suas respectivas proporções de acordo com a segunda lei de Mendel.

(UFG - 2008) Questão 42


O ciclo celular pode ser interrompido em determinadas fases para evitar a produção de
células com erro no DNA. A ausência de controle da divisão celular relaciona-se diretamente
com o desenvolvimento de neoplasia (câncer). Um exemplo de controle do ciclo celular é a
interrupção em G1 pela proteína p53, quando uma lesão no DNA é detectada. O que ocorre com
uma célula quando essa proteína é ativada?
a) Permanece em G0.
b) Interrompe a síntese de DNA.
c) Duplica os cromossomos.
d) Torna-se poliploide.
e) Passa para a fase S.

25
(UFG - 2009) Questão 43
A meiose é um processo reducional no qual uma célula origina quatro gametas.
Considerando um par de cromossomos homólogos dessa célula, descreva o que ocorre com os
gametas gerados a partir:
a) da não disjunção nesse par de cromossomo somente na meiose I;
b) de uma não disjunção nesse par de cromossomo somente na meiose II.

(UFJF - 2010) Questão 44


Sequências de DNA, codificantes ou não, têm sido muito utilizadas no melhoramento
genético vegetal e animal para marcar um gene de interesse. Uma das vantagens desses
marcadores moleculares é que eles acompanham o gene de interesse ao longo de várias
gerações. Essa vantagem baseia-se em uma das leis de Mendel. Qual é essa lei e qual sua
relação com a meiose?
a) Segunda lei de Mendel, que afirma que os pares de alelos localizados em
cromossomos não homólogos se distribuem independentemente na formação de gametas na
Metáfase I.
b) Primeira lei de Mendel, que afirma que cada caractere é determinado por um par de
alelos que se separam independentemente na formação de gametas na Metáfase I.
c) Segunda lei de Mendel, que afirma que os pares de alelos localizados em
cromossomos não homólogos se distribuem independentemente na formação de gametas na
Anáfase II.
d) Primeira lei de Mendel, que afirma que cada caractere é determinado por um par de
alelos que se separam independentemente na formação de gametas na Anáfase I.
e) Segunda lei de Mendel, que afirma que os pares de alelos localizados em
cromossomos não homólogos se distribuem independentemente na formação de gametas na
Metáfase II.

(UFJF - 2011) Questão 45


Alterações cromossômicas numéricas ou estruturais podem resultar em síndromes
humanas. Um exemplo é a síndrome de Edwards (trissomia do cromossomo 18), cujos
portadores apresentam várias más formações congênitas e morrem antes de quatro meses de
vida. A morte, frequentemente, é causada por pneumonia ou problemas cardíacos. Outro

26
exemplo é um dos tipos de síndrome de Down; nesse caso, os portadores apresentam uma
parte do cromossomo 21 fundido a uma parte do cromossomo 14 (cromossomo 14/21).
a) Considere um indivíduo com a síndrome de Edwards com pais normais. Qual evento
anômalo, ocorrido na meiose, resultaria um indivíduo com essa síndrome?
b) Qual seria a alteração cromossômica apresentada por portadores do cromossomo
14/21, e qual o seu número cromossômico?
c) Se um homem portador do cromossomo 14/21 se casar com uma mulher normal, qual
seria a probabilidade de o casal ter um filho (homem ou mulher) com essa alteração? Justifique.

(UFMS - 2008) Questão 46


Na meiose, acontecem duas divisões celulares sucessivas denominadas meiose I e
meiose II. Observe o esquema a seguir e considere que a célula-mãe (célula 1) apresente o
número de dezesseis cromossomos (2n = 16).

Em relação à meiose, é correto afirmar:


(001) As células 4, 5, 6 e 7 apresentam 8 cromossomos.
(002) As células 1, 2 e 3 apresentam 16 cromossomos.
(004) A célula 1 passa por divisão reducional e equacional para formar as células 2 e 3.
(008) As células 2 e 3 sofrem divisão reducional para formar as células 4, 5, 6 e 7.
(016) As células 2, 3, 4, 5, 6 e 7 apresentam a 1/2 do número de cromossomos da célula 1.
(032) As células 2 e 3 são originadas da célula 1 por divisão reducional.

(UFMT - 2008) Questão 47


Os efeitos da medicação sobre células cancerosas podem ser monitorados por um
biochip. Este microlaboratório permite ver claramente a diferença entre células sadias e células
cancerosas. O processo de divisão celular na formação de células cancerosas é a

27
A) meiose. D) adsorção.
B) divisão reducional. E) mutação.
C) mitose.

(UFPA - 2008) Questão 48


O período que precede a mitose é denominado de intérfase. Nessa fase ocorre a
duplicação do DNA, evento que garante a transmissão das informações existentes na célula
original para cada uma das células-filhas. A duplicação do DNA origina a formação de pares de
(A) cromátides-irmãs presas uma à outra pelo centrômero.
(B) cromossomos homólogos ligados pelos quiasmas.
(C) nucléolos portadores de genes alelos.
(D) cromossomos duplos, cada um com uma cromátide.
(E) cromatinas diploides dispersas no nucléolo.
(UFPA - 2008) Questão 49
De um casal normal nasceu o primeiro filho com cariótipo 2n = 47, XYY (Síndrome do
duplo Y). Podemos inferir que o cromossomo Y extra foi decorrente de erro na
(A) meiose I da mãe.
(B) meiose II da mãe.
(C) meiose II do pai.
(D) meiose I do pai.
(E) não dá para inferir onde o erro ocorreu.

(UFPA - 2009) Questão 50


Células somáticas adultas, embrionárias e gaméticas apresentam ciclo celular dividido
em duas fases: na primeira, as células realizam diversas atividades que podem levá-las a um
nível de especialização fisiológico ou simplesmente prepará-las para a fase seguinte; na
segunda fase, as células realizam atividades específicas que culminam em sua divisão em duas
outras células. Em relação a essas duas fases, é correto afirmar que
(A) a 1a interfase, subdivide-se didaticamente nos estágios G0, S, G2 e cariocinese.
(B) a 2 a citocinese, apresenta etapas sucessivas: prófase, metáfase, anáfase e telófase.
(C) a 1 a fase é mais longa em células embrionárias e mais curta em células somáticas.
(D) células gaméticas se encontram em telófase até o momento da fecundação.

28
(E) microtúbulos e centríolos são componentes do citoesqueleto, importantes para os eventos
que ocorrem na 2 a fase.

(UFPA - 2010) Questão 51


A fase da divisão mitótica em que os cromossomos ficam totalmente espiralados e se
organizam no plano equatorial da célula, e em cujo final as cromátides se separam, é a
(A) anáfase.
(B) prófase.
(C) interfase.
(D) metáfase.
(E) telófase.

(UFPA - 2012) Questão 52


Os processos celulares estão interligados de tal forma que cada organela, cada
componente do citoesqueleto e o citosol encontram-se direta ou indiretamente vinculados a
eventos fisiológicos celulares. Uma forma de correlação fisiológica direta, entre membrana,
citoplasma e núcleo, está indicada na alternativa:
(A) A duplicação dos centríolos direciona a mobilização dos microtúbulos e consequente
redistribuição de organelas para futuras células filhas.
(B) Fagocitose de bactérias resulta na formação de um fagolisossomo, o qual transporta,
durante a digestão, moléculas básicas ao citosol que podem ser direcionadas às atividades das
demais organelas, como lipídios, aminoácidos, monossacarídeos e nucleotídeos.
(C) A exocitose pode ser observada tanto na liberação de enzimas de digestão
extracelular, como na liberação de neurotransmissores dentro de uma fenda sináptica. Ambos
os processos necessitam de sinais extracelulares para ocorrer.
(D) O bloqueio da difusão de O2 para dentro da célula afeta a respiração celular, o que
leva ao declínio comprometedor das atividades mitocondriais e induz morte celular programada.
(E) Receptores de superfície induzem reações enzimáticas em cascata que resultam na
fosforilação de proteínas de membrana nuclear e desintegração desta, o que marca o início do
processo de divisão celular.

29
(UFPB - 2008) Questão 53
Um estudante observou uma lâmina contendo células de moscas de fruta (drosófilas),
cujo número diploide de cromossomos é 2n = 8. Sobre quatro dessas células, A, B, C e D, em
processo de divisão celular, esse estudante fez as seguintes observações:
· A célula A apresenta quiasmas ao longo dos cromossomos pareados.
· A célula B apresenta quatro bivalentes (tétrades).
· A célula C apresenta quatro cromossomos dispostos individualmente na placa equatorial
(metafásica).
· A célula D apresenta quatro pares de cromossomos unidos entre si, dispostos na placa
equatorial (metafásica).

De acordo com as observações feitas pelo estudante, é correto afirmar que a(s) clula(s)

a) D é diploide e está na metáfase da segunda divisão meiótica.


b) C é haploide e está na metáfase mitótica.
c) A e B são diploides e estão na prófase da primeira divisão meiótica.
d) A e B são haploides e estão na prófase da primeira divisão meiótica.
e) A e B são diploides e estão na prófase mitótica.

(UFPB - 2009) Questão 54


ATENÇÃO: A questão apresenta mais de uma afirmativa correta.

A figura representa uma célula, durante o período G1 do ciclo celular, com número diploide de
cromossomos igual a quatro (2n = 4).

30
A seguir estão esquematizadas três anáfases possíveis, em A, B e C, caso essa célula se
divida por meiose ou mitose.

De acordo com os esquemas, identifique as afirmativas corretas:

I. As três anáfases esquematizadas ocorrem durante a meiose.


II. A anáfase esquematizada em A representa a anáfase I da meiose.
III. A anáfase esquematizada em B representa a anáfase II da meiose.
IV. A anáfase esquematizada em A apresenta oito moléculas de DNA.
V. A anáfase esquematizada em C corresponde à anáfase da mitose.
(UFPB - 2010) Questão 55
Nos organismos eucariontes, cada cromossomo contém uma molécula de DNA. Nas
células somáticas diploides (2n) desses organismos, os cromossomos ocorrem aos pares e os
que formam cada par são denominados cromossomos homólogos.
Na tabela e no gráfico a seguir, constam informações sobre o número diploide de
cromossomos em diferentes organismos e sobre a variação na quantidade de DNA, ao longo do
ciclo celular.
Organismo Homem Cão Drosófila Cebola Gato
Número diploide de
46 78 08 16 38
cromossomos

31
Considerando as informações dadas, os fenômenos característicos da mitose e a
análise da tabela e do gráfico, identifique as afirmativas corretas:
I. Nos núcleos das células somáticas do gato, no final do período S, existirão 76 moléculas de
DNA distribuídas nos 19 pares de cromossomos homólogos.
II. Nas células somáticas do cão, na metáfase mitótica, os 39 pares de cromossomos
homólogos estarão alinhados na região equatorial.
III. Nos núcleos das células da drosófila, no final do período G2, existirão 8 moléculas de
DNA.
IV. Nos núcleos das células do homem, no início da prófase, existirão 46 pares de
cromossomos homólogos iniciando o processo de espiralização.
V. Nos núcleos das células de cebola, no final da telófase, as células recém-formadas estarão
com 8 moléculas de DNA.

(UFPB - 2010) Questão 56


O esquema a seguir ilustra o processo de formação dos gametas a partir de células
germinativas, o que ocorre em indivíduos humanos do sexo masculino (espermatogênese).

32
Adaptado de: AMABIS e MARTHO, Fundamentos da Biologia Moderna, São Paulo: Editora Moderna, 2002. p. 154.
De acordo com o processo esquematizado, é correto afirmar:
a) As espermatogônias formam-se por divisão meiótica de células da linhagem germinativa.
b) O espermatócito I forma-se por fusão das espermatogônias.
c) Os espermatócitos II formam-se ao final do processo de divisão meiótica.
d) As espermátides formam-se pelo crescimento e diferenciação dos espermatócitos II.
e) Os espermatozoides formam-se pela diferenciação das espermátides, sem que ocorram
novas divisões celulares.

(UFPE - 2009) Questão 57

33
Um estudante analisou uma preparação citológica ao microscópio e desenhou as
figuras observadas, como ilustrado a seguir. Considerando que as células analisadas eram 2n =
4, o estudante concluiu que:

1. as figuras 1, 2 e 3 podem corresponder a células em mitose ou em meiose II.


2. o material citológico deve ter sido obtido de tecido animal.
3. a célula 2 está na fase de anáfase.

Está(ão) correta(s) apenas:


A) 3
B) 1 e 2
C) 2 e 3
D) 1
E) 2

(UFPR - 2011) Questão 58


Observe a figura que mostra os passos da divisão celular:

Fonte: Imagem obtida e alterada de <http://en.wikipedia.org/wiki/Cell_cycle>. Acesso em: 23 abr. 2011.

Sobre esse tipo de divisão celular, é correto afirmar

34
a) Nessa meiose, o conteúdo genético das células-filha é idêntico ao da célula-mãe.
b) Durante a divisão celular ocorre o processo denominado crossing-over, que modifica o
código genético.
c) A replicação do DNA refere-se ao momento em que o DNA é alterado para a formação
dos cromossomos.
d) É durante a anáfase da divisão celular que os fusos se retraem, separando as
cromátides.
e) As pequenas fibras presentes na divisão celular provêm de prolongamentos dos
cromossomos, formando o fuso.

(UFRGS - 2008) Questão 59


Observe as figuras, que representam diferentes anáfases.

Assinale a alternativa que identifica os processos representados nas figuras A, B e C,


respectivamente.
(A) meiose II – meiose I – mitose
(B) mitose – meiose II – meiose I
(C) meiose II – mitose – meiose I
(D) mitose – meiose I – meiose II
(E) meiose I – meiose II – mitose

35
(UFRGS - 2010) Questão 60
Observe o quadro abaixo, referente a diferentes fases do ciclo celular de uma célula
meiótica de uma determinada espécie.
A B C D E F
Número de cromátides por célula 20 40 40 20 20 10
Número de cromossomos por
20 20 20 10 10 10
célula

Com base nos dados apresentados no quadro, assinale a afirmação correta.


a) A separação das cromátides-irmãs é responsável pela redução do número de
cromossomos entre as fases C e D.
b) O aumento do número de cromátides em relação ao número de cromossomos na fase B é
consequência da separação dos cromossomos homólogos.
c) O valor n mantém-se constante em todas as fases do ciclo celular.
d) O número de cromossomos de células haploides desta espécie é 20.
e) A redução do número de cromátides entre as fases E e F deve-se à separação das
cromátides-irmãs.

(UFRGS - 2011) Questão 61


A coluna da esquerda, a seguir, apresenta diferentes fases da meiose; a da direita, as
fontes de variabilidade genética de duas dessas fases.
Associe adequadamente a coluna da direita à da esquerda.
1 - prófase I
2 - anáfase I ( ) permutação
3 - prófase II
4 - metáfase II ( ) segregação independente de homólogos
5 - anáfase II

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é

(A) 1 e 2.
(B) 2 e 3.
(C) 3 e 4.
(D) 4 e 5.
(E) 5 e 1.

36
(UFRJ - 2009) Questão 62
Indique quantas moléculas de DNA existem no núcleo de uma célula somática humana
que se encontra no estágio G1 da intérfase. Justifique sua resposta.

(UFRJ - 2011) Questão 63


As espécies que apresentam reprodução sexuada podem ser divididas em dois grupos: o
grupo das espécies com fecundação interna, em que os zigotos recebem proteção dos pais,
como no caso dos mamíferos; e o grupo formado por espécies de fecundação externa, em que
os zigotos são abandonados pelos pais (zigotos órfãos), como ocorre em um grande número de
espécies de vertebrados e invertebrados.
Após a fecundação, formados os zigotos, tem início o processo de divisão celular com a
duplicação do DNA (fase S) e divisão celular por mitose, até a formação da gástrula.
Em um dos dois grupos, a divisão celular é muito rápida, pois são suprimidas a fase G2, na qual
são reparados eventuais erros de duplicação, e a fase G1, de preparação da fase S.
No outro grupo a divisão celular é mais longa, pois inclui as fases G1 e G2, que são
demoradas. As duas estratégias são adaptações que se originam na ação da seleção natural.
Agora observe os gráficos A e B a seguir.

37
Identifique o gráfico que representa o grupo de espécies com cuidado parental e o que
corresponde ao grupo sem cuidado parental (órfãos). Justifique sua resposta.

(UFRN - 2011) Questão 64


O esquema a seguir representa duas possibilidades de não disjunção dos cromossomos
durante a formação de espermatozoides.

38
Ao término da meiose, na espermatogênese A foram gerados os espermatozoides 1, 2, 3
e 4 e, na B, os espermatozoides 5, 6, 7 e 8. Considerando as não disjunções de cromossomos
ocorridas nas meioses que estão representadas nas figuras A e B, a fecundação de um óvulo
normal pelo espermatozoide
A) 7 pode provocar um crossing over, gerando um indivíduo normal.
B) 5 pode formar um indivíduo com número de cromossomos inalterado.
C) 4 pode dar origem a um indivíduo apresentando trissomia.
D) 2 pode gerar um indivíduo portador de monossomia.

39
(UFSC - 2011) Questão 65
Assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).
O ciclo celular é dividido em duas etapas: Divisão Celular e Interfase. Nesta última etapa
(Interfase), subdividida em G1 – S – G2, a célula realiza seu metabolismo e se prepara, quando
necessário, para a etapa da divisão celular.
01. O tempo que as células permanecem na etapa chamada de Interfase é o mesmo
entre os diferentes tipos celulares.
02. Durante a Interfase o DNA está em plena atividade, formando o RNA com as
informações para a síntese proteica.
04. Na fase S da Interfase ocorre o processo de duplicação do DNA.
08. No período do desenvolvimento embrionário, o ciclo celular compreende etapas de
Interfases longas e etapas de divisões celulares rápidas.
16. Em G2 a quantidade de DNA é a mesma que em G1.
32. A frequência com que as células entram em divisão celular varia com o tipo e o estado
fisiológico de cada uma delas.
64. Na etapa chamada de divisão celular, pode ocorrer tanto a mitose como a meiose, em
qualquer célula do corpo humano.

(Ufscar - 2008) Questão 66


A relação dos cães com a humanidade teve início há milhares de anos. Considera-se que
os cães são possivelmente versões modificadas do lobo cinzento. Há cerca de 12.000 anos, os
lobos passaram a utilizar os restos da alimentação humana, ao invés de caçar seu próprio
alimento. Gradualmente, passaram a viver junto com os humanos. Ao longo do tempo,
mudanças genéticas acompanharam a domesticação do lobo. Hoje, existem diversas raças de
cães que podem, potencialmente, intercruzar e produzir descendentes férteis. São, então,
pertencentes à mesma espécie biológica, Canis familiaris.
a) Com base no texto, caracterize o conceito biológico de espécie.
b) O lobo cinzento é um organismo com reprodução sexuada. De que modo esse tipo de
reprodução contribuiu para as mudanças genéticas que acompanharam a sua domesticação?

40
(Ufscar - 2009) Questão 67
Assinale a alternativa correta.
(A) Vírus são organismos unicelulares que dependem da célula do hospedeiro para se
reproduzir.
(B) Os quatro tipos básicos de substâncias orgânicas que compõem a matéria viva são
proteínas, lipídios, glicídios e sais minerais.
(C) Reserva de glicogênio e ausência de parede celular são características das células
vegetais que compõem o parênquima caulinar.
(D) Os óvulos nos mamíferos apresentam ausência de membrana nuclear e material
genético disperso no protoplasma.
(E) A mitose é um processo equacional de divisão: o número de cromossomos é
conservado nas células filhas.

(Ufscar - 2009) Questão 68


Considere que as abelhas da espécie Partamona helleri possuem 34 cromossomos,
sendo que as fêmeas originam-se por reprodução sexuada e os machos, por partenogênese. É
esperado que fêmeas e machos tenham nos núcleos de suas células somáticas,
respectivamente,
(A) 34 e 17 cromossomos. (D) 34 e 68 cromossomos.
(B) 68 e 34 cromossomos. (E) 51 e 17 cromossomos.
(C) 17 e 34 cromossomos.

(Ufscar - 2009) Questão 69


Em recente artigo publicado online na revista científica Evolution, pesquisadores
identificaram um processo de diversificação gênica nos ecossistemas tropicais de Madagascar,
numa população de sapos (Anura: microhylidae) de habitat montanhoso, em que foram
identificadas 22 novas espécies.

a) O que é seleção natural e qual o seu papel na evolução das espécies?

41
b) Segundo o neodarwinismo, além da seleção natural, quais fatores explicam a
diversidade entre as espécies de sapos encontradas?

(UFU - 2008) Questão 70


Do casamento entre um homem normal (cariótipo 46, XY) e uma mulher normal (cariótipo
46, XX) nasceu uma criança com uma aneuploidia – Síndrome de Down (cariótipo 47, XX, +21).
Com relação aos processos normais de gametogênese e ao fato descrito acima, pode-se
afirmar que:
I – essa aneuploidia pode ter sido originada da não disjunção dos cromossomos
homólogos (par 21), na meiose I da gametogênese paterna ou materna.
II – na meiose I da gametogênese materna, normalmente ocorre a disjunção das
cromátides-irmãs de um cromossomo 21.
III – essa aneuploidia pode ter sido originada da não disjunção das cromátides-irmãs de
um cromossomo 21, na meiose II da gametogênese materna.

Com relação às afirmativas acima, marque a alternativa correta.


A) Somente III é correta. C) Somente II é correta.
B) Somente I é correta. D) Somente I e III são corretas.

(UFU - 2010) Questão 71


O ciclo celular é um processo fisiológico que acontece todos os dias na dinâmica de
funcionamento do corpo humano. Seja na reparação, formação ou renovação de tecidos, ou
ainda na formação de gametas, a atividade celular é intensa.
Neste processo, são eventos do ciclo celular:
I – Condensação máxima dos cromossomos.
II – Reorganização do nucléolo.
III – Duplicação dos cromossomos.
IV – Separação das cromátides-irmãs.

Os eventos citados correspondem, respectivamente, a:


A) Prófase, fase S da intérfase, telófase, anáfase.
B) Fase S da intérfase, prófase, metáfase, telófase.

42
C) Metáfase, telófase, fase S da intérfase, anáfase.
D) Metáfase, anáfase, prófase, telófase.

(UFU - 2011) Questão 72


Na espécie humana, o número de cromossomos presentes em um neurônio, no
espermatozoide, no óvulo e na célula adiposa é, respectivamente:
A) 23, 23, 23, 23 C) 46, 23, 23, 46
B) 46, 46, 46, 46 D) 23, 46, 26, 23

(UFU - 2011) Questão 73


Observe o esquema a seguir.

A proposição de modelos explicativos tem sido um dos avanços observados na ciência.


Como exemplo desses modelos, podemos citar o sistema XY de determinação do sexo na
espécie humana. Observando-se o esquema anterior de uma célula diploide humana, formada
por 44 autossomos (A) e os cromossomos sexuais X e Y em processo de divisão celular, é
correto afirmar que esse esquema refere-se a uma célula
A) feminina em processo de mitose. C) masculina em processo de mitose.
B) feminina em processo de meiose. D) masculina em processo de meiose.

(UFV - 2008) Questão 74


Analise o esquema do ciclo celular, representado a seguir:

43
Sobre esse ciclo, é CORRETO afirmar que:
a) I, II, III, IV e V fazem parte do processo mitótico.
b) ele ocorre nas células precursoras da linhagem germinativa.
c) nas etapas de IV para II as células se tornam diploides, e de I para III, haploides.
d) nas etapas II, III e IV, da maioria das células, os cromossomos são visíveis.

(UFV - 2008) Questão 75


Observe a representação a seguir, na qual um par de cromossomos homólogos, com dois
locos indicados, participa de um evento de permutação (crossing-over).

Utilizando esses dados, cite:

a) os genótipos, com os respectivos percentuais, dos gametas recombinantes desta


meiose.
44
b) o nome específico da subfase meiótica na qual ocorre o evento de permutação e o
nome correspondente da célula em um exemplo de espermatogênese.
c) a distância em centimorgans entre esses dois locos, considerando que, entre os
gametas produzidos, 87,5% eram parentais e que os dados foram estimados a partir de 400
análises meióticas.

(UFV - 2010) Questão 76


O estudo das fases de um ciclo celular completo de 17 h e 30 min, em amostras de tecido
cancerígeno, determinou os seguintes períodos para as subfases S = 10 h e 30 min; G2 = 3 h e
30 min; G2 + 1⁄2 Mitose = 4 h e 45 min. Com base nesses dados, assinale a alternativa que
apresenta CORRETAMENTE o período em horas para a subfase G1:
a) 2h e 30min
b) 2h
c) 1h e 30min
d) 1h

(UFV - 2011) Questão 77


Na divisão celular mitótica, a anáfase é caracterizada pela:
a) ligação do fuso mitótico aos cromossomos e seu posicionamento no equador da célula.
b) desorganização do envoltório nuclear e formação do fuso mitótico.
c) separação e migração das cromátides-irmãs para os polos opostos da célula.
d) descondensação dos cromossomos e reorganização do envoltório nuclear.

(Unama - 2009) Questão 78


As células epiteliais como as da epiderme humana, por exemplo, têm vida relativamente
curta e por isso estão em constante renovação. A esse respeito pode-se dizer que:

45
I. a divisão celular que promove a renovação é a mitose.
II. a divisão celular que promove a renovação é a meiose.
III. essas células pertencem ao tecido epitelial glandular.
IV. essas células pertencem ao tecido epitelial de revestimento.

Aponte a alternativa correta:


a) I.
b) II.
c) I e IV.
d) II e III.

(Unama - 2010) Questão 79


O processo de formação de gametas ocorre por gametogênese. O esquema a seguir
simboliza fases de um dos tipos desse processo. Analise-o e assinale a alternativa correta:

I. Ocorre mitose nas células das fases A e B.


II. Ocorre meiose ns células das fases C e D.
III. As células I e II são diploides e III e IV são haploides.
IV. O processo representado é a espermatogênese.

46
V. O período de diferenciação está representado por D.

O correto está em:


a) I, III e V, apenas.
b) II, III e IV, apenas.
c) II, IV e V, apenas.
d) I, II, III, IV e V.

(UnB - 2010) Questão 80

Em outubro de 2009, três pesquisadores ganharam o Prêmio Nobel de Medicina por


terem começado a decifrar o segredo do envelhecimento de nossas células.
Esses estudiosos, utilizando um nematoide, Caenorhabditis elegans, identificaram os
genes que regulam o desenvolvimento dos órgãos e a morte das células, reconhecendo o
processo de morte celular programada, mecanismo necessário para as espécies serem aquilo
que são.

47
O corpo humano, por exemplo, é constituído por vários tipos de células que se formam a
partir do ovo fecundado. Durante o período embrionário e fetal, o número de células aumenta
exponencialmente e, a certa altura, elas se diferenciam, gerando os vários tecidos e órgãos do
corpo. Em alguns casos, no entanto, como, por exemplo, no caso das mãos, que são
constituídas sem interrupção entre os dedos, o excesso tem de ser corrigido. Ocorre, então, a
chamada morte celular, ou suicídio das células, para que os dedos sejam moldados.
SuperInteressante, fev. 2010 (com adaptações)

Considerando o texto, julgue os itens subsequentes (certo ou errado).


• Denomina-se apoptose o processo de morte celular programada, a que o texto se refere
também como "suicídio das células".
• As células cancerosas, por apresentarem capacidade proliferativa reduzida, são
incapazes de invadir novos tecidos.
• Em um indivíduo adulto, o processo referido no texto ocorre sem que células do sistema
imunológico sejam ativadas.
• A diferenciação celular, a que o texto se refere, está relacionada à expressão diferencial
dos genes nos diversos tipos celulares que formam um organismo.
• Pelas observações apresentadas, conclui-se que o organismo utilizado como modelo no
estudo descrito foi um invertebrado acelomado.

(Uneb - 2008) Questão 81


A escala nanométrica se aproxima das dimensões atômicas, desse modo a pequena
célula é algo bastante grande, formada por "tijolos" em nanoescala, a exemplo de proteínas,
lipídios, ácidos nucleicos e outras moléculas biológicas complexas.
É possível argumentar que toda a biologia é uma forma de nanotecnologia. Afinal, até mesmo a
criatura mais complicada é feita de pequenas células. [ ... ]
Mas a nanotecnologia também seria útil para tratamentos? Não há dúvida. Já existem
métodos para a fabricação de moléculas com uma organização muito especial e projetada para
abrigar medicamentos em seu interior. O exemplo clássico desse tipo de organização é
representado pelas chamadas "buckyballs".
Conhecidas oficialmente como "fullerenos", elas são compostas por 60 átomos de
carbono, organizadas de maneira a produzirem um formato de bola de futebol – uma geometria
muito semelhante à das cúpulas geodésicas criadas pelo arquiteto Buckminster Füller, o que
explica os dois nomes dados à molécula. [ ... ]
48
Agora, o mais interessante sobre as "buckyballs" é que elas podem abrigar substâncias
em seu interior – drogas contra o câncer, por exemplo. Uma vez lá, faltaria apenas o mais difícil:
dar um jeito de fazer com que as moléculas deixassem o remédio aprisionado até atingirem as
células cancerosas, quando então liberariam a substância, matando somente o tecido doente e
preservando o tecido sadio.
Uma característica das células cancerosas que dificulta a terapia do câncer, mesmo
utilizando a nanotecnologia, é
01) a permanência do ciclo celular na interfase.
02) a capacidade de reprodução ilimitada e a colonização de outros tecidos.
03) o bloqueio da replicação do DNA, em um ciclo normal de divisão celular.
04) a ocorrência generalizada de alterações na constituição genética do indivíduo.
05) a eficiência aumentada dos sistemas de reparo do DNA, impedindo a ocorrência de
mutações.

(Uneb - 2010) Questão 82


Quando assistimos à TV, lemos revistas ou navegamos na internet, costumamos
encontrar anúncios que encorajam o exercício mental.
Diversos programas de exercício cerebral estimulam a agilidade mental das pessoas
dando-lhes treinamento diário como executar tarefas que vão desde memorizar listas e
solucionar quebra-cabeças até calcular o número de árvores de um parque. [...]
Diariamente nascem novos neurônios em cérebros adultos. Eles auxiliam no aprendizado
de tarefas complexas e quanto mais solicitados mais se desenvolvem. Na década de 90, os
cientistas revolucionaram a neurobiologia com a surpreendente notícia de que o cérebro adulto
dos mamíferos seria capaz de desenvolver novos neurônios. Na primeira metade da década,
uma pesquisadora, à época na Rockefeller University, mostrou que novas células nascem no
cérebro adulto, especificamente em uma região chamada hipocampo, envolvida com
aprendizado e memória.
(SHORS, 2009, p. 43).
A geração de novos neurônios no cérebro adulto ocorre por meio de um processo que se
caracteriza por
01) redução do número de cromossomos celular à metade, à medida que novas células
vão sendo geradas.
02) divisão celular em que há manutenção, nas células-filhas, do número de
cromossomos originalmente presentes na célula-mãe.
49
03) ocorrência de um mecanismo denominado crossing over, necessário para geração de
variabilidade celular, o que capacita as células nervosas a responder a variados estímulos.
04) divisão do núcleo celular em dois núcleos distintos entre si e distintos em relação à
célula que lhes deu origem.
05) duas duplicações cromossômicas consecutivas seguidas de um processo de divisão
nuclear, que originará duas células-filhas idênticas entre si.

(Unemat - 2008) Questão 83


Com relação à gametogênese é correto afirmar.
I. A gametogênese masculina (espermatogênese) e a gametogênese feminina
(ovogênese) são processos muito semelhantes, diferindo basicamente em relação ao tamanho
das células e ao número de gametas férteis resultantes das meioses, ao final do processo.
II. No momento da ovulação, o que é expelido não é o óvulo, mas um ovócito II, pois a
meiose ainda não está terminada.
III. As espermátides são células imóveis que se transformarão em espermatozoides
flagelados, capazes de fecundar.
IV. No acrossomo acumulam-se as secreções indispensáveis à fecundação.

Assinale a alternativa CORRETA.


a. Apenas I, II e III.
b. Apenas I, II e IV.
c. Apenas II, III e IV.
d. Apenas II, IV.
e. Todas estão corretas.

(Unemat - 2008) Questão 84


Algumas doenças são causadas por alterações no número de cromossomos. Na espécie
humana, as alterações numéricas – aneuploidias – envolvem acréscimo ou diminuição de um ou
alguns cromossomos. As aneuploidias surgem da seguinte forma:
a. Durante a meiose I, formadora de óvulos ou espermatozoides, um determinado par de
cromossomos homólogos pode não se separar, fenômeno denominado de não disjunção.

50
b. Durante a meiose I ou a meiose II, formadora de óvulos ou espermatozoides, um
determinado par de cromossomos homólogos pode não se separar, fenômeno denominado de
não disjunção.
c. Durante a mitose, formadora de óvulos ou espermatozoides, um determinado par de
cromossomos homólogos pode não se separar, fenômeno denominado de não disjunção.
d. Durante a prófase I, formadora de óvulos ou espermatozoide, um determinado par de
cromossomos homólogos pode não se separar, fenômeno denominado de não disjunção.
e. Causadas por mitoses anômalas durante o desenvolvimento embrionário.

(Unemat - 2009) Questão 85


Analise o gráfico a seguir, que representa a variação da quantidade de DNA no ciclo de
vida de uma célula.

51
Assinale a alternativa correta.
a. As fases 1, 2 e 3 representam o período em que a célula encontra-se em interfase, e
as fases 4, 5, 6 e 7 são características da célula em divisão mitótica.
b. A célula representada no gráfico é uma célula diploide que teve a quantidade de seu
DNA duplicada na fase 2, chamada de período de interfase e, posteriormente, passou pela
divisão celular, originando células-filhas idênticas a ela.
c. As fases 2, 4 e 6 representam, respectivamente, os períodos S da interfase, metáfase I
e metáfase II da meiose, pois todas têm como característica a intensa síntese de DNA.
d. A fase 3 é caracterizada por um período em que não há variação na quantidade de
DNA na célula, portanto, essa fase representa uma célula durante os períodos de G2 da
interfase, prófase I, metáfase I e anáfase I da meiose.
e. A fase 2 é caracterizada pela duplicação do material genético da célula, conhecida
como período S da interfase, e as fases 4 e 6 mostram a posterior redução da quantidade de
DNA, através da separação dos cromossomos homólogos na anáfase I e das cromátides irmãs
na anáfase II da meiose, originando na fase 7 células-filhas haploides.

(Unemat - 2010) Questão 86


Uma célula animal, diploide, com 20 pares de cromossomos, vai passar pelo processo de
divisão celular chamado meiose.
Assinale a alternativa que corresponde corretamente à fase da meiose com os números
de cromossomos desta célula.
a. Na fase Paquíteno, a célula terá 80 cromossomos.
b. Na fase Metáfase I, a célula terá 20 cromossomos.
c. Na fase Anáfase I, a célula terá 20 cromossomos.
d. Na fase Anáfase II, a célula terá 40 cromossomos.
e. Na fase Telófase II, após a citocinese, a célula terá 20 cromossomos.

(Unesp - 2008) Questão 87

52
A figura representa uma anáfase de uma célula diploide animal.

Essa célula está em mitose ou em meiose?


Justifique, informando o número diploide de cromossomos em uma célula somática desse
animal.

(Unesp - 2009) Questão 88


Um pesquisador analisou células em divisão das gônadas e do trato digestório de um
macho de uma nova espécie de mosca. A partir de suas observações, fez as seguintes
anotações:
Nas células do tecido I, em uma das fases da divisão celular, veem-se 8 cromossomos,
cada um deles com uma única cromátide, 4 deles migrando para um dos polos da célula e os
outros 4 migrando para o polo oposto.
Nas células do tecido II, em uma das fases da divisão celular, veem-se 4 cromossomos,
cada um deles com duas cromátides, 2 deles migrando para um dos polos da célula e os outros
2 migrando para o polo oposto.

Pode-se afirmar que as células do tecido I e as células do tecido II são, respectivamente,


(A) da gônada e do trato digestório. Essa nova espécie de mosca tem 2n = 2.
(B) da gônada e do trato digestório. Essa nova espécie de mosca tem 2n = 4.
(C) do trato digestório e da gônada. Essa nova espécie de mosca tem 2n = 8.
(D) do trato digestório e da gônada. Essa nova espécie de mosca tem 2n = 2.
(E) do trato digestório e da gônada. Essa nova espécie de mosca tem 2n = 4.

(Unesp - 2009) Questão 89

53
A figura representa a gametogênese na espécie humana. Nomeie os processos de
divisão celular pelos quais passam as células germinativas primordiais, correspondentes às
letras A, B e C. Considerando o que ocorre na fase C, no que difere a espermatogênese da
ovulogênese?

(Unesp - 2010) Questão 90


No homem, a cada ejaculação são liberados milhões de espermatozoides, cada um deles
carregando um lote haploide de 23 cromossomos.

54
Considerando-se apenas a segregação independente dos cromossomos na prófase I da
meiose, podemos afirmar corretamente que, em termos estatísticos, no volume de um ejaculado
estarão presentes até:
(A) 223 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um
conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide, uma
vez que cada um deles carrega cromossomos de diferentes pares.
(B) 223 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um
conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua
composição de alelos.
(C) 232 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um
conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide, uma
vez que cada um deles carrega cromossomos de diferentes pares.
(D) 232 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles com apenas um dos
homólogos de cada par.
(E) 23 × 23 espermatozoides geneticamente diferentes, cada um deles carregando um
conjunto cromossômico que difere do conjunto cromossômico de outro espermatozoide na sua
composição de alelos.

(Unesp - 2010) Questão 91


Atualmente, os pacientes suspeitos de serem portadores de câncer contam com
aparelhos precisos para o diagnóstico da doença. Um deles é o PET-CT, uma fusão da medicina
nuclear com a radiologia. “Esse equipamento é capaz de rastrear o metabolismo da glicose e,
consequentemente, as células tumorais”, afirma um dos médicos especialistas.
O exame consiste na injeção de um radiofármaco (glicose marcada pelo material radioativo
Flúor 18) que se distribui pelo organismo, gerando imagens precisas que, registradas pelo
equipamento, permitem associar anatomia interna e funcionamento.
Dentre as características das células tumorais que favorecem o emprego do PET-CT,
pode-se dizer que apresentam

(A) alto metabolismo e, consequentemente, consumo excessivo de glicose. Além disso,


apresentam alto índice mitótico, falta de inibição por contato e capacidade para se instalarem
em diferentes tecidos.

55
(B) alto metabolismo e, consequentemente, consumo excessivo de glicose. Além disso,
apresentam inibição por contato, o que favorece o desenvolvimento de tumores localizados.
(C) alto metabolismo, o que favorece o acúmulo de glicose no hialoplasma. Além disso,
apresentam alto índice mitótico, o que favorece a distribuição da glicose marcada por todo o
tecido.
(D) baixo metabolismo e, consequentemente, consumo excessivo de glicose. Além disso,
apresentam baixo índice mitótico e inibição por contato, o que leva à instalação das células
cancerosas em diferentes tecidos.
(E) baixo metabolismo, o que favorece o acúmulo de glicose na área vascularizada ao
redor do tecido tumoral. Além disso, apresentam intensa morte celular, o que provoca a
migração de macrófagos marcados para a área do tecido doente.

(Unesp - 2010) Questão 92


Apelo assexual – Caso único na natureza, espécie de formiga dispensou seus machos e
descobriu que, ao menos para ela, sexo não vale a pena.
Trata-se da Mycocepurus smithii, uma espécie de formiga que não tem machos: a rainha
bota ovos que crescem sem precisar de fertilização, originando operárias estéreis ou futuras
rainhas. Aparentemente, este mecanismo de reprodução traz uma desvantagem, que é a falta
de diversidade genética que pode garantir a sobrevivência da espécie em desafios ambientais
futuros. Duas hipóteses foram levantadas para explicar a origem destes ovos diploides: a
primeira delas diz que os ovos são produzidos por mitoses e permanecem diploides sem passar
por uma fase haploide; a segunda sugere que se formam dois ovos haploides que fertilizam um
ao outro. Unesp Ciência, nov. 2009. (Adaptado.)
Considere as duas hipóteses apresentadas pelo texto. Cada uma dessas hipóteses,
isoladamente, reforça ou fragiliza a suposição de que essa espécie teria desvantagem por perda
de variabilidade genética? Justifique suas respostas.

(Unicamp - 2008) Questão 93


A síndrome de Down, também chamada trissomia do cromossomo 21, afeta cerca de 0,2
% dos recém-nascidos. A síndrome é causada pela presença de um cromossomo 21 a mais nas

56
células dos afetados, isto é, em vez de dois cromossomos 21, a pessoa tem três. A trissomia do
cromossomo 21 é originada durante as anáfases I ou II da meiose.
a) Quando ocorre a meiose? Cite um evento que só ocorre na meiose.
b) Explique os processos que ocorrem na anáfase I e na anáfase II que levam à formação
de células com três cromossomos 21.

(Unicamp - 2009) Questão 94


A figura abaixo mostra um corte histológico de um tecido vegetal em que estão
assinaladas células em diferentes momentos do ciclo celular.

57
a) Em algumas das células mostradas na figura é esperado encontrar atividades de
síntese de RNA mensageiro. Em qual das células, numeradas de 1 a 3, deve ocorrer maior
atividade de síntese desse ácido nucleico? Justifique indicando a característica da célula que
permitiu a identificação.

58
b) O que faz com que, em mitose, ocorra a separação das cromátides-irmãs de forma
equitativa para os polos das células? Indique em qual das células numeradas na figura está
ocorrendo essa separação.

(Unicamp - 2010) Questão 95


O esquema a seguir representa três fases do ciclo celular de uma célula somática de um
organismo diploide.

(Adaptado de CARVALHO, Hernandes Faustino de; RECCO-PIMENTEL, Shirlei Maria. A Célula. Manole, Ed., 2007,
p. 380)
a) Qual é o número de cromossomos em uma célula haploide do organismo em questão?
Justifique sua resposta.
b) Identifique se a célula representada é de um animal ou de uma planta. Aponte duas
características que permitam fazer sua identificação. Justifique.

(Unicamp - 2011) Questão 96


Em relação a um organismo diploide, que apresenta 24 cromossomos em cada célula
somática, pode-se afirmar que
a) seu código genético é composto de 24 moléculas de DNA de fita simples.
b) o gameta originado desse organismo apresenta 12 moléculas de DNA de fita simples
em seu genoma haploide.
c) uma célula desse organismo na fase G2 da interfase apresenta 48 moléculas de DNA
de fita dupla.
d) seu cariótipo é composto de 24 pares de cromossomos.

(Unicamp - 2011) Questão 97


Considere um indivíduo heterozigoto para três genes. Os alelos dominantes A e B estão
no mesmo cromossomo. O gene C tem segregação independente dos outros dois genes. Se

59
não houver crossing-over durante a meiose, a frequência esperada de gametas com genótipo
abc produzidos por esse indivíduo é de

a)

b)

c)

d) .

(Unifesp - 2008) Questão 98


Analise a figura.

A figura representa um cromossomo em metáfase mitótica. Portanto, os números I e II


correspondem a:
(A) cromossomos emparelhados na meiose, cada um com uma molécula diferente de DNA.
(B) cromátides não irmãs, cada uma com uma molécula idêntica de DNA.
(C) cromátides-irmãs, cada uma com duas moléculas diferentes de DNA.
(D) cromátides-irmãs, com duas moléculas idênticas de DNA.
(E) cromossomos duplicados, com duas moléculas diferentes de DNA.

(Unifesp - 2009) Questão 99


Considere as três afirmações:

60
I. Somos constituídos por células mais semelhantes às amebas do que às algas
unicelulares.
II. Meiose é um processo de divisão celular que só ocorre em células diploides.
III. Procariontes possuem todas as organelas citoplasmáticas de um eucarionte, porém
não apresentam núcleo.

Está correto o que se afirma em


(A) I, apenas.
(B) II, apenas.
(C) III, apenas.
(D) I e II, apenas.
(E) I, II e III.

(Unifesp - 2009) Questão 100


A laranja-baía surgiu de uma mutação cromossômica e é uma espécie triploide. Em
consequência da triploidia, apresenta algumas características próprias. Sobre elas, foram feitas
as seguintes afirmações:
I. A laranja-baía tem meiose anormal.
II. Plantas de laranja-baía possuem pouca variabilidade genética.
III. Todas as plantas de laranja-baía são clones.

Está correto o que se afirma em


(A) I, apenas.
(B) II, apenas.
(C) III, apenas.
(D) I e II, apenas.
(E) I, II e III.

(Unifesp - 2009) Questão 101


Os gráficos I e II representam o conteúdo de DNA durante divisões celulares.

61
Considerando-se um cromossomo:
a) quantas cromátides estão presentes no início da fase M do gráfico I? E ao final da fase
M2 do gráfico II?
b) quantas moléculas de DNA estão presentes no início da fase M do gráfico I? E ao final
da fase M2 do gráfico II?

(Unifesp - 2012) Questão 102


Durante a prófase I da meiose, pode ocorrer o crossing over ou permuta gênica entre os
cromossomos das células reprodutivas.
a) Explique o que é crossing over e sua importância para as espécies.
b) Considerando que a maioria das células de um organismo realiza divisão celular
mitótica para se multiplicar, justifique o fato de as células reprodutivas realizarem a
meiose.

(UPE - 2008) Questão 103


Assinale, na coluna I, as afirmativas verdadeiras e, na coluna II, as falsas.
Sobre a mitose e meiose, suas fases e peculiaridades, analise as descrições a seguir e
conclua.

I II
0 0 As fases da mitose obedecem à sequência: prófase, anáfase, metáfase e telófase. Na

62
prófase, cada cromossomo é formado por duas cromátides-irmãs. Durante a metáfase, há
separação das cromátides-irmãs que passam a ser denominadas cromossomos-irmãos.
A meiose ocorre em duas etapas: meiose I (reducional) e meiose II (equacional). A meiose
1 1 I assemelha-se à mitose, enquanto a meiose II tem particularidades próprias, como o
crossing-over, ausentes na mitose.
A mitose pode ser realizada por células haploides ou diploides, que produzem cópias
2 2
idênticas de si mesmas. As bactérias não se dividem por mitose nem meiose.
Os cromossomos que sofrem descondensação no início da prófase, ao se espiralizarem no
3 3 final da telófase, tornam a se condensar, mantendo sua individualidade nas células que
não se encontram em divisão. Essa condensação é indispensável para a síntese proteica.
O câncer é uma doença em que falham os mecanismos biológicos de regulação do
4 4 processo da divisão celular. Uma série de divisões celulares desordenadas origina
inúmeras células-filhas que invadem outros órgãos.

(UPE - 2010) Questão 104

63
Assinale, na coluna I, as afirmativas verdadeiras e, na coluna II, as falsas. A formação de
espermatozoides pode ser explicada através do seguinte esquema da espermatogênese:

Da análise deste esquema, pode-se concluir que


I II
no período germinativo, algumas espermatogônias passam por modificações,
0 0
aumentando de tamanho e se diferenciando, formando os espermatócitos primários.

64
os espermatócitos primários (2n) entram em mitose e, ao final, formam-se os
1 1
espermatócitos secundários (n), o que ocorre no período de diferenciação.
no período de maturação, observam-se espermatócitos secundários, células haploides
2 2
com n cromossomos, cada um contendo 2 cromátides.
as espermátides são células diploides que irão se transformar em espermatozoides no
3 3
período de crescimento.
ao final do período de diferenciação de cada espermatozoide, formam-se quatro novas
4 4
espermatogônias.

(UPE - 2011) Questão 105


A figura a seguir representa um corte histológico de raiz de cebola, na qual estão
enumeradas diferentes fases do ciclo celular.

Assinale a frase que identifica CORRETAMENTE a fase 5 (cinco) e a estrutura apontada


com uma seta.
A) A intérfase está subdividida nas fases S, G 1 e G2. A estrutura apontada é o cloroplasto.
B) Na metáfase, os cromossomos estão alinhados na placa equatorial. A estrutura
apontada é o cloroplasto.

65
C) Na metáfase, os cromossomos estão alinhados na placa equatorial. A estrutura
apontada é a parede celular.
D) Na telófase, ocorre a descondensação dos cromossomos e a citocinese centrípeta. A
estrutura apontada é o fragmoplasto.
E) Na telófase, ocorre a descondensação dos cromossomos e a citocinese centrífuga. A
estrutura apontada é o fragmoplasto.

(UPE - 2012) Questão 106


Observe a fotomicrografia da célula meiótica de um gafanhoto macho, com 11 pares de
autossomos (bivalentes) e sistema de determinação sexual XO (o X é univalente).

Foto cedida por Santos, MP (UPE).

Marque a alternativa que descreve a análise CORRETA da fase apresentada no círculo.


A) No leptóteno, os cromossomos estão se condensando e são visíveis como fios longos
e finos, pontilhados por cromômeros.
B) Na metáfase I, os cromossomos emparelhados e unidos pelos quiasmas estão em sua
máxima condensação e alinhados na placa equatorial.
C) Na anáfase I, cada bivalente é desfeito, e cada homólogo, constituído de duas
cromátides unidas pelo centrômero, é puxado para um dos polos da célula.
66
D) Na prófase II, a cromatina volta a se condensar para formar cromossomos que são
mais curtos, grossos e ainda dispersos.
E) Na telófase II, os cromossomos descondensados estão concentrados em dois lotes,
um em cada polo da célula.

67