Você está na página 1de 1

DISFUNÇÃO SEXUAL FEMININA:

Homem: Desejo → Excitação → Orgasmo → Resolução


Mulher: Estímulos → Interesse Sexual → Desejo → Excitação → Orgasmo → Resolução
DISFUNCÇÃO SEXUAL FEMININA:
Significa falta ou excesso, desconforto ou dor no ciclo de resposta sexual.

depressão pode contribuir para o agravamento dos quadros em questão ou, por vezes,
desencadeá-los. A perimenopausa causa uma redução dos androgênios e estrogênios, que
acabam por contribuir para a elevação das chances de desenvolver algum transtorno sexual
nessa fase da vida.
O período puerperal é outro período que pode afetar a sexualidade feminina.
DIAGNÓSTICO:
Anamnese: idade da 1 relação sexual, sensações relacionadas às primeiras relações, grau de
envolvimento com o parceiro, aspectos relacionados à época atual. História ou alusão ao
abuso sexual, estando intimamente relacionada à disfunção sexual.
Causas orgânicas: vaginites, infecções pélvicas, endometriose, adenomiose, miomas, doenças
que podem causar dispareunia e vaginismo.
-Idade biológica e aspectos relacionados;
-Situação conjugal e afetiva;
-Crenças sexuais;
-História de vida sexual;
-Iniciação sexual e evolução dos relacionamentos;
-Comorbidades (depressão, hipotireoidismo);
-Avaliação hormonal;
TRATAMENTO:
Pode ser psicoterápico (deve englobar o casal) ou medicamentoso (envolve hormônios:
reposição estrogênica na pós-menopausa, reposição androgênica em casos selecionados e
lubrificantes vaginais).