Você está na página 1de 11

ATIVIDADE INDIVIDUAL

Matriz de análise

Disciplina: Gestão da Qualidade e Processos Módulo: Online

Aluno: Turma:

Tarefa: Gestão da Qualidade e Processos na Super Insumos

Introdução

Diante da realidade ressalta-se que não importa o tamanho da empresa, para


sobreviver no mercado cada vez mais competitivo e instável se adaptar e melhorar deve
fazer parte da gestão das empresas. No contexto de mudança no qual se encontram as
organizações e a economia mundial, ferramentas que podem auxiliar à rápida adaptação à
realidade, demandas dos clientes e novos negócios são usadas com frequencia dentro das
empresas.

Na Super Insumos o cliente Mega Aço Empreendimentos apresentou uma nova


demanda que consiste na inclusão em seu Programa de Desenvolvimento de
Fornecedores no ano de 2016. Para a Super Insumos é extremamente importante manter
bom relacionamento com esse cliente e ao mesmo tempo um desafio, por isso a diretoria
se reuniu para identificar oportunidades no atual modelo de gestão. As oportunidades são:

 insumos fora da especificação;

 falta de conformidade na coleta de lixo industrial;

 necessidade de implementação de um plano de auditoria interna;

 metas estabelecidas apenas de forma corporativa, mas não individualizada;

 devoluções de lotes por falta de conformidade na fabricação de chapas metálicas;

 funcionários desmotivados, em função da ausência de um programa efetivo de


valorização dos colaboradores e

 problemas com o processo de extravio de mercadorias, pois muitas peças são perdidas
em função do não rastreamento dessas mercadorias.

Diante das oportunidades levantadas pela diretoria esse relatório tem por objetivo
apresentar o plano de ação com foco na Gestão da Qualidade e Processos para que a
Super Insumos tenha sucesso no Programa de Desenvolvimento de Fornecedores da Mega
Aço e alavancar o desempenho na execução dos processos minimizando o uso dos

1
recursos.

Desenvolvimento – identificação das ações necessárias para superação das questões apresentadas
pela Super Insumos.
De acordo com Bonato (2007) a gestão da qualidade está diretamente ligada à
satisfação do consumidor devendo concentrar-se na qualidade com um sentido amplo, no
custo e no atendimento. No método de implementação do programa de gestão cita alguns
itens a serem observados: eliminar o medo por meio da comunicação, remover barreiras
que impeçam o trabalhador de ter orgulho de realizar o seu trabalho bem feito e acabar com
a decisão sobre compras apenas no critério preço. Para o autor, os fundamentos da gestão
da qualidade devem relacionar-se à busca do controle total, ao planejamento estratégico e
a uma radical redução de desperdícios.
Para Campos (2004) pode-se enumerar seis principais elementos que as empresas devem
considerar, prioritariamente, para que tenha sucesso a implementação de seus programas de
qualidade total:
 Envolvimento do alto escalão;
 Não buscar grandes resultados no curto prazo;
 Planejamento adequado;
 Treinamento consistente;
 Sistemas de recompensas;
 Escolha adequada de multiplicadores.
Uma ferramenta para obtenção de qualidade total estruturada em melhoria continua é o
método PDCA. O PDCA é conhecido como Ciclo de Shewhart em homenagem ao físico
norte-americano, Walter A. Shewhart que o criou em 1930. O ciclo PDCA foi popularizado
no mundo a partir da década de 50, pelo professor americano William Edwards Deming,
reconhecido por sua importância para a melhoria dos processos produtivos dos Estados
Unidos durante a segunda Guerra Mundial. O PDCA é uma sigla em inglês para PLAN-DO-
CHECK-ACT, que tem como significado PLANEJAR-FAZER-VERIFICAR-AGIR. Isto é, trata-se
de uma metodologia, uma ferramenta de gestão que segue as quatro etapas com o intuito de
melhorar os processos e os produtos, sempre de forma contínua, sem intervalos ou
interrupções.
Na etapa PLANEJAR deve-se estabelecer um plano com base nos objetivos e diretrizes da

2
empresa, estabelecer as metas e as ações. Para a Super Insumos:
Objetivo: atender com excelência o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores da
Mega Aço
Metas: superar questões apontadas pela diretoria. São elas:
 insumos fora da especificação;
 falta de conformidade na coleta de lixo industrial;
 necessidade de implementação de um plano de auditoria interna;
 metas estabelecidas apenas de forma corporativa, mas não individualizada;
 devoluções de lotes por falta de conformidade na fabricação de chapas metálicas;
 funcionários desmotivados, em função da ausência de um programa efetivo de
valorização dos colaboradores e
 problemas com o processo de extravio de mercadorias, pois muitas peças são perdidas
em função do não rastreamento dessas mercadorias.
Ações: serão apresentadas neste relatório.
Na etapa FAZER as ações são executadas, ou seja as pessoas são responsáveis e
envolvidas nos processos, novos processos são estabelecidos e as pessoas são treinadas. Na
etapa de VERIFICAR os resultados são acompanhados e analisados com base no que foi
planejado. Na etapa AGIR as correções e ajustes necessários são feito para que atinja os
resultados esperados. Nesta etapa também são padronizados os resultados positivos a fim de
estabelecer um padrão de trabalho e processos.
A gestão da qualidade reduz desperdícios, elimina retrabalho e padroniza o trabalho para
tanto como citado pelos autores Campos (2004) e Bonato (2007) o envolvimento e satisfação
das pessoas são fundamentais, inciando pela alta diretoria da Super Insumos que
prontidamente convocou uma reunião.
No contexto que se encontra a Super Insumos propõe-se a utilização da ferramenta de
benchmarking que se trata de um ponto de referência para melhores práticas do mercado e
consequentemente maior poder competitivo.
Segundo a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) o benchmarking pode ser definido
como:
“Método para comparar o desempenho de um processo ou produto com o seu similar, que
esteja sendo executado de maneira mais eficaz e eficiente, dentro ou fora da organização,
visando entender as razões do desempenho superior, adaptar à realidade da empresa e
implementar melhorias significativas. “
Dentre os tipos de benchmarking segundo a FNQ (benchmaking de: processos; produtos;
resultados; colaborativo; corporativo), para a Super Insumos nesse momento o mais indicado
é o benchmarking de processos que compara os resultados e práticas para melhorar ou
implantar novos processos, considerando as melhores práticas.
O comitê técnico sobre benchmarking da FNQ desenvolveu uma metologia em 5 passos:
Planejar, Coletar, Analisar, Adaptar e Melhorar.

Figura 1 - Proposta de metodologia de benchmarking de processos e de produtos (FNQ, 2017)

O processo de benchmarking é contínuo e repetitivo que requer planejamento e execução


estruturada, nesse caso pode-se aplicar a ferramenta de PDCA também para planejar o
processo de benchmarking considerando a metodologia proposta pela FNQ (2017),
executar, verificar os resultados e agir.
Escolheu-se a empresa Brasilata eleita a melhor empresa para trabalhar na categoria
fabricantes de embalagens em 2018 (GRANATO, 2018). A BRASILATA possui o Projeto
Simplificação que incentive os colaboradores noemados de inventores a propor idéias e
melhorias nos sistemas administrativos e nas condições de trabalho em geral. As melhores
idéias são premiadas semestralmente e anualmente na chamada Super Copa. Com mais de
1 milhão de idéias desde a empresa já foi 5 vezes eleita entre as empresas mais inovadoras
pela Época Negócios. Além disso, os colaboradores se sentem motivados a continuar na
empresa que apresenta baixa rotatividade de funcionários e relacionamento de longo prazo
com a empresa. Nas suas atividades direcionadas a pessoas, os treinamentos são
constantes e a procupação com a saúde e bem-estar do seu pessoal. Por exemplo, em
2009 com a crise foi adotado o “banco de férias” , sistema que possibilita que o empregado
saia em férias por 30 dias ou mais, mesmo quando ainda não tiver o direito adquirido. Essa
medida foi aprovada pelos funcionários e sindicato, assim o qudro de funcionários foi
mantido, equip treinada e motivada para retomar os negócios.
A Super Insumos deverá adotar um programa de idéias semelhante ao existente na
BRASILATA com reconhecimento das melhores idéias por setor e premiação anual dentre as
melhores idéias premiadas mensalmente. Além disso, a Super Insumos observará o clima
organizacional por meio de pesquisa para checar se as ações foram satisfatórias ou se

4
necessita de ajustes. Dessa forma, os funcionários se sentirão valorizados e parte integrate
dos resultados e melhorias da Super Insumos.
Para os problemas operacionais da Super Insumos é necessário identificar as causas
desses problemas, pois eliminando as causas se eliminam os problemas. A ferramenta de
qualidade mais adequada é o Diagrama de Ishkawa. Essa ferramenta da qualidade ajuda a
levanter as causas-raízes de um problema, analisando seis categorias que são: Método,
Máquina, Mão-de-obra, Meio-ambiente, Matéria-prima e Medição. Os diagramas para os
problemas operacionais da Super Insumos são:

Figura 2 - Diagrama de Ishkawa para insumos fora de especificação.

Figura 3 - Diagrama de Ishkawa para falta de conformidade na coleta de lixo industrial.


Figura 4 - Diagrama de Ishkawa para necessidade de implementação de um plano de auditoria interno.

Figura 5 - Diagrama de Ishkawa para metas estabelecidas apenas de forma corporativa.

6
Figura 6 - Diagrama de Ishkawa para devoluções de lotes por falta de conformidade na fabricação de
chapas metálicas.

Figura 7 - Diagrama de Ishkawa para funcionários desmotivados.


Figura 8 - Diagrama Ishkawa para problemas com processo de extravio de mercadorias.

Os diagramas apresentados tiveram como objetivo identificar as causa-raizes dos


problemas operacionais da Super Insumos para assim definir as soluções em um plano de
ação considerando os recursos disponíveis.
Considerando o Diagrama da Figura 8 é apresentado um plano de ação para a equipe de
logística considerando a eliminação das causas raízes a fim de eliminar o problema de extravio
de mercadorias. Consequentemente a satisfação do cliente em receber o produto correto na
data acordada. Na Tabela 1 é apresentado o plano de ação usando a ferramenta de qualidade
5W2H com definição de responsáveis, prazo, objetivo e recursos necessários.

8
Tabela 1 - Plano de ação para a equipe de logística.
Segundo Cleto e Quinteiro (2011), Seis Sigma é um programa de melhoria de produtos
e processos que surgiu na Motorola no final da década de 1980, esse modelo proporcionou
ganhos elevados e prêmios de qualidade à empresa que, por consequência, desses feitos
acabou estimulando várias outras a adotarem o referido programa. Dos métodos que
compõem o Seis Sigma, o mais utilizado atualmente é o DMAIC, uma vez que é composto
de cinco etapas:
D - Definir: definição de oportunidades;
M - Medir: medição dos processos;
A - Analisar: análise de dados e conversão em informações que indiquem soluções
(determinação das causas);
I - Melhorar: aperfeiçoamento dos processos e obtenção de resultados;
C - Controlar: manutenção dos ganhos obtidos.
Na Super Insumos pode-se aplicar a metodologia do DMAIC nos problemas de insumos
fora da especificação, falta de conformidade na coleta de lixo industrial e devoluções de
lotes por falta de conformidade na fabricação de chapas metálicas. São problemas que não
possuem uma solução trivial, de alto impacto no desempenho da empresa e que pdoem
envolver um time multidisciplinar para a execução das soluções. Com a implementação de
uma estratégia baseada em medições focadas na melhoria de processos e redução de
variação essa ferramenta da qualidade terá sucesso na Super Insumos.

Considerações finais

A Super Insumos tem grande potencial de mercado e diante de um desafio está buscando
se manter competitiva e demosntrou interesse genuíno em se transformar. Após análises das
oportunidades na empresa, essa consultoria baseou-se nas ferramentas de qualidade para
propor um planod e ação robusto e consistente com a realidade da empresa. Ferramentas de
benchmarking, diagrama de Ishkawa, 5W2H e Seis Sigma foram apresentadas neste relatório.
É necessário o acompanhamento da execução das ações, dos resultados, ações de ajuste
e padronização, para que a Super Insumos atinja seu objetivo junto a Mega Aço. Novas
demandas de clientes e do mercado podem surgir a qualquer momento na Super Insumos,
sendo assim ferramentas de qualidade contribuem para se antecipar às tendências e no
momento da adapatação ser flexível. A qualidade total é um processo contínuo e repetitivo que
mantém as pessoas envolvidas e focadas nos resultados.

Referências bibliográficas

10
BRASILATA. Gestão de Pessoas. 2018. Disponível em: <http://www.brasilata.com.br/nosso-
pessoal/gestao-de-pessoas>, acessado em 16/01/2019.

BONATO, Vera Lúcia. Gestão em saúde: programas de qualidade em hospitais. São Paulo:
Ícone, 2007.

CAMPOS, V.F. TQC: Controle da Qualidade Total. 8.ed.,Minas Gerais: INDG Tecnologia e
Serviços Ltda, 2004.

CLETO, M. G.; QUINTEIRO, L. Gestão de projetos através do DMAIC: um estudo de caso


na indústria automotiva. Produção Online, Universidade Federal do Paraná. V. 11. Nº 01:
março de 2011.

Fundação Nacional de Qualidade, e-book Excelência em Gestão, #14 Benchmarking, 2017.


<http://www.fnq.org.br/informe-se/publicacoes/e-books>, acessado em 16/01/2019.

GRANATO, Luísa. Conheça as 150 Melhores Empresas para Trabalhar de 2018. VocêS/A,
2018. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/carreira/conheca-as-150-melhores-
empresas-para-trabalhar-de-2018/>, acessado em 16/01/2019.