Você está na página 1de 4
Tabela da seguência dos estilos escolas e movimentos artísticos ocidentais. (Clássico, Moderno e Contemporâneo)  

Tabela da seguência dos estilos escolas e movimentos artísticos ocidentais. (Clássico, Moderno e Contemporâneo)

 

RENASCIMENTO (ESTILO)

1400-1495

PERÍODO DOS QUATROCENTOS, RENASCENÇA, CIDADE DE FLORENÇA:

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

- BELO FORMAL;

ARTISTAS:

 

- COMPOSIÇÃO HARMÔNICA.

 

MASACCIO (1401-1428);

BOTTICELLI (1445-1510);

FILIPPO BRUNELLESCHI (1377-1446).

1495-1520

ALTA RENASCENÇA NA ITÁLIA:

 

LEONARDO DA VINCI (1452-1519),

MICHELANGELO BUONARROTI (1475-1564),

RAFAEL SANZIO (1483-1520),

1400-1600

RENASCIMENTO DO NORTE:

PINTURA FLAMENGA (NORTE DA BÉLGICA E PAÍSES BAIXOS, HOLANDA, NORTE DA FRANÇA, ALEMANHA). ARTISTAS:

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

-

BELO FORMAL;

COMPOSIÇÃO INOVADORA E ASSIMÉTRICA;

-

 

JAN VAN EYCK (1390?-1441);

ALBRECHT DURER (1471-1528);

- ESTILO INTERNACIONAL,

HIERONYMUS BOSCH (14501516);

- DEFORMAÇÃO CRIATIVA E

PIETER BRUEGEL (1525/1530-1569).

PONTUAL; -DESNVOLVIMENTO DE CARACTERÍSTICAS NACIONAIS.

1520-1600

RENASCENÇA TARDIA EM VENEZA:

ARTÍSTAS:

 
 

TICIANO VECELLIO (1473?-1576).

 

GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA DO MANEIRISMO:

TINTORETTO (1518-1594), EL GRECO (1541-1614).

 

MANEIRISMO (ESTILO)

1520

INÍCIO: O CHAMADO QUINHENTOS, NA ITÁLIA. SURGEM OS ARTISTAS:

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

 

ROSSO FIORENTINO (1494-1540),

-

BELO FORMAL;

PARMIGIANINO (1503-1540);

JACOMO POTORMO (1494-1556).

COMPOSIÇÃO INOVADORA E ASSIMÉTRICA;

-

1530/40-1600

MANEIRISMO NA ITÁLIA:

-

ESTILO INTERNACIONAL,

 

TINTORETTO (15 18-1594);

GIUSEPPE ARCIMBOLDO (1527-1593).

DEFORMAÇÃO CRIATIVA E PONTUAL.

-

NO NORTE DA EUROPA:

 
 

FRANÇOIS CLOLET (15 10-1 572);

HANS VON AACHEN (1552-1615); BARTHOLOMEUS SPRANGER (1546-1611).

VENEZA E ESPANHA:

 

EL GRECO (1541-1614);

ALONSO BERRUGUETE (1488-1561).

 

BARROCO (ESTILO)

1600-1625

-

INÍCIO DO BARROCO NA ITÁLIA,

NATURALISMO

COM A FAMÍLIA CARRACCI E CARAVAGGIO NA PINTURA.

(CÓPIA DO REAL)

-

HOLANDA, BÉLGICA,

-

BELO COMPLEXO E

COM PETER PAUL RUBENS (1577-1640) E REMBRANDT VAN RIJN (1606-1669).

DRAMÁTICO;

COMPOSIÇÃO INOVADORA E ASSIMÉTRICA;

-

1625-1675.

ALTO BARROCO.

COM O ITALIANO GIANLORENZO BERNINI (1598-1680) - NA ESCULTURA;

- ESTILO INTERNACIONAL;

- DEFORMAÇÃO CRIATIVA E

-

FRANÇA E ESPANHA, COM DIEGO VELÁZQUEZ (1599-1660).

PONTUAL;

1675-1720

BARROCO TARDIO.

-

CRIAÇÃO DO PENSAMENTO

.

NOS ÚLTIMOS ANOS, É CONTEMPORÂNEO AO ROCOCÓ.

PROTESTANTE.

 

BARROCO BRASILEIRO – ARTISTAS VIAJANTES

1637-1644

SEISCENTOS:

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

BELO HARMÔNICO E LIGADO AO COTIDIANO; -CRIAÇÃO DE IMAGENS PITORESCAS;

-

PINTORES HOLANDESES

 

FRANS POST (1612-1680);

ALBERT ECKOUT (1610-1666)

(VISITAM A REGIÃO NORDESTE DURANTE A DOMINAÇÃO

HOLANDESA EM RECIFE E OLINDA, ESTADO DE PERNAMBUCO).

MATURIDADE DO MOVIMENTO PROTESTANTE.

-

1730

SETECENTOS: AUGE DO BARROCO LUSO-BRASILEIRO. DESENVOLVIMENTO DA PINTURA, ESCULTURA E

BELO COMPLEXO E DRAMÁTICO;

-

 

ARQUITETURA EM ESTILO BARROCO COM INFLUÊNCIA LUSITANA, ESPECIALMENTE EM VILA RICA E CIDADES CIRCUNVIZINHAS DAS ÁREAS DE MINERAÇÃO (MINAS GERAIS), MAS TAMBÉM NOS ESTADOS DA BAHIA, DO RIO DE JANEIRO E DE SÃO PAULO.

-

DEFORMAÇÃO CRIATIVA E

PONTUAL; -PENSAMENTO CATÓLICO.

 

RESUMO DO BARROCO BRASILEIRO – INFLUÊNCIA PORTUGUESA

INÍCIO

ESTILO MISSIONÁRIO, INFLUÊNCIA JESUÍTA, 1549-1640.

BARROCO MESTIÇO

METADE DO SÉCULO XVII: IGREJAS EM RECIFE, SALVADOR, SÃO PAULO E RIO DE JANEIRO.

 

FAIXA LITORÂNEA

- 1700-1730: ESTILO NACIONAL PORTUGUÊS.

- DECORADAS COM DOURADO;

- USO DA TALHA.

- 1730-1760: ESTILO PORTUGUÊS JOANINO.

- PLANTA POLIGONAL;

- USO DE PAINÉIS DE AZULEJOS.

PERÍODO

ESTILO MONUMENTAL BRASILEIRO A PARTIR DE 1760, EM MINAS GERAIS.

ABANDONO DA TAIPA DE PILÃO;

-

ÁUREO

 

- USO DA PEDRA SABÃO,

- PINTURA DOS TETOS.

BARROCO

RIO DE JANEIRO

ASSOCIADO À URBANIZAÇÃO.

TARDIO

 

ROCOCÓ (ESTILO)

1700-1720

DECORAÇÃO DE INTERIORES DE PALÁCIOS NA FRANÇA; NA PINTURA FRANCESA, O ESTILO SURGE COM JEAN-ANTOINE WATTEAU, EM 1717.

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

- BELO FORMAL E IDEALIZADO;

PERÍODO

-1789: PINTURA, GRAVURA E ESCULTURA: FRANÇA, ITÁLIA, ÁUSTRIA, ALEMANHA, RÚSSIA, INGLATERRA.

- OSTENTAÇÃO;

ÁUREO

- NO BRASIL - FUNÇÃO

ROCOCÓ

APÓS A REVOLUÇÃO FRANCESA, O ESTILO ENTROU EM DECADÊNCIA NA FRANÇA, VIGORANDO AINDA EM OUTROS PAÍSES (EM ESPECIAL NAS AMÉRICAS). COMEÇA A TRANSIÇÃO PARA O MOVIMENTO NEOCLÁSSICO.

DECORATIVA E CATEQUIZANTE.

TARDIO

 

NEOCLÁSSICO (ESTILO)

TRANSIÇÃO

EM 1750, ALGUNS PINTORES AINDA APRESENTAM CARACTERÍSTICAS DO ROCOCÓ, MAS JÁ COM TENDÊNCIAS NEOCLÁSSICAS. NA ARQUITETURA, O NOVO ESTILO SE TORNA CADA VEZ MAIS APRECIADO.

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

- BELO FORMAL E IDEALIZADO,

- COMPOSIÇÃO HARMÔNICA,

PERÍODO

EM 1784, NASCE A PINTURA NEOCLÁSSICA, COM A OBRA O JURAMENTO DOS HORÁCIOS, DE JACQUES-LOUIS DAVID

RESGATE DOS VALORES CLÁSSICOS,

-

ÁUREO

(1748-1825).

-

ACADEMIAS DE ARTE.

PERÍODO

ERA NAPOLEÔNICA E INÍCIO DO SÉCULO XIX. NA FRANÇA, DESTACAM-SE OS ALUNOS DE JACQUES-LOUIS DAVID, QUE CONVIVEM COM OUTRO MOVIMENTO ARTÍSTICO NA PINTURA E NA ARQUITETURA, O ROMANTISMO.

DITANDO AS NORMAS;

TARDIO

ESTILO QUE FOI ASSOCIADO À REVOLUÇÃO FRANCESA.

-

 

ROMANTISMO (ESTILO)

INÍCIO

1780-90, PINTORES EM DIFERENTES PAÍSES EUROPEUS REALIZAM OBRAS COM NOVOS TEMAS E ESTILOS. NA ARQUITETURA, O GÓTICO VOLTA A SER APRECIADO.

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

BELO COMPLEXO E DRAMÁTICO;

-

PERÍODO

DÉCADA DE 1820, A PINTURA ROMÂNTICA ATINGE O AUGE NA FRANÇA, COM THÉODORE GERICAULT (1791-1824) E EUGÉNE DELACROIX. NA INGLATERRA, DESTACAM-SE OS PAISAGISTAS JOSEPH MALLORD WILLIAM TURNER (17751851) E JOHN CONSTABLE (1776-1837).

ÁUREO

COMPOSIÇÃO INOVADORA E ASSIMÉTRICA;

-

RESGATE DE VALORES

-

ESTÉTICOS BARROCOS E MEDIEVAIS.

PERÍODO

ATÉ 1850, PRIMÓRDIOS DO REALISMO.

TARDIO

 
 

A ARTE ACADÊMICA NO BRASIL – NEOCLACICISMO, ROMANTISMO

1808

CHEGADA AO BRASIL DA CORTE DE DOM JOÃO VI.

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

1822-40

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL, PRIMEIRO REINADO E ABERTURA DA ACADEMIA IMPERIAL DE BELAS-ARTES COM A PRESENÇA DOS PINTORES VIAJANTES. DESTACAM-SE JEAN-BAPTISTE DEBRET E GRADJEAN DE MONTIGNY.

- BELO FORMAL E IDEALIZADO;

- COMPOSIÇÃO HARMÔNICA;

RESGATE DOS VALORES CLÁSSICOS,

-

ACADEMIAS DE ARTE - DITANDO AS NORMAS.

-

1840-89

SEGUNDO REINADO, PERÍODO DE GRANDE INCENTIVO À FORMAÇAO DOS ARTISTAS NACIONAIS. DESTACAM-SE VICTOR MEIRELLES (1832-1903), CONSIDERADO NEOCLÁSSICO, E PEDRO AMÉRICO (1843-1905), CONSIDERADO ROMÂNTICO.

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL)

-

BELO FORMAL E IDEALIZADO;

-ACADEMIA SOFRE INFLUÊNCIA DO ROMANTISMO.

 

REALISMO (MOVIMENTO)

1820

PRIMÓRDIOS COM OS PAISAGISTAS DA ESCOLA DE BARBIZON.

NATURALISMO (CÓPIA DO REAL),

1840-60

PERÍODO ÁUREO COM JEAN-FRANÇOIS MILLET E GUSTAVE

-

RESGATE DO BARROCO –

 

COURBET. O MOVIMENTO PASSA A EXISTIR NA ALEMANHA, NOS ESTADOS UNIDOS E NA INGLATERRA COM OS PINTORES PRÉ-RAFALISTAS.

PRINCIPALMENTE DO

HOLANDÊS;

-

SURGIMENTO DO PENSAMENTO

1860-71

EDOUARD MANET (1832-1883) E OS PRIMÔRDIOS DO MOVIMENTO IMPRESSIONISTA.

COMUNISTA;

-

REGIONALIZAÇÃO DO OBJETO

 

ARTÍSTICO.

 

IMPRESSIONISMO (MOVIMENTO)

1860

EDOUARD MANET, PRECURSOR DO IMPRESSIONISMO

-

BASE NATURALISTA;

1869-74

FORMAÇÃO DO GRUPO DE ARTISTAS INDEPENDENTES.

BELO FORMAL ASSOCOIADO AO ESTUDO DA LUZ E DO

-

1874

INÍCIO DO MOVIMENTO IMPRESSIONISTA COM A EXPOSIÇÃO DO SALÃO DOS RECUSADOS.

COTIDIANO;

-

COMPOSIÇÃO INOVADORA,

1874-86

IMPRESSIONISMO COMEÇA A SER ACEITO PELOS CRÍTICOS E SURGEM MAIS ARTISTAS IMPRESSIONISTAS.

COPIA O ESTILO JAPONES DAS GRAVURAS E UTILIZA OS

A PARTIR DE

IMPRESSIONISMO, NEOIMPRESSIONISMO, COM GEORGES

ENQUADRAMENTOS

1886

SEURAT, E PÓS-IMPRESSIONISMO, COM VINCENT VAN GOGH, PAUL CÉZANNE E PAUL GAUGUIN.

FOTOGRÁFICOS;

DEFORMAÇÃO FEITA A PARTIR DA INOVAÇÃO NO USO DA PINCELADA E DA COR;

-

 

- INICIA O MODERNISMO.

 

PRÉ-MODERNISMO NO BRASIL

1882-84

PRÉ-IMPRESSIONISMO: GEORG GRIMM, PROFESSOR NA ACADEMIA IMPERIAL DE BELAS-ARTES.

- BASE NATURALISTA;

BELO FORMAL ASSOCOIADO AO ESTUDO DA LUZ E DO

-

1884

GRIMM ROMPE COM A AIBA E FORMA O GRUPO GRIMM.

1886

ALMEIDA JÚNIOR RECUSA CONVITE PARA SER PROFESSOR NA AIBA.

COTIDIANO;

DEFORMAÇÃO FEITA A PARTIR DA INOVAÇÃO NO USO DA

-

1888

ELISEU VISCONTI ABANDONA A AIBA E INTEGRA O ATELIÊ LIVRE.

PINCELADA E DA COR.

1889

FIM DO SEGUNDO IMPÉRIO E PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA.

1890

IMPRESSIONISMO NACIONAL, COM A CRIAÇÃO DA ESCOLA NACIONAL DE BELAS-ARTES; ELISEU VISCONTI VOLTA A FREQUENTÁ-LA.

1893

REALISMO NACIONAL: ALMEIDA JÚNIOR E BELMIRO DE ALMEIDA.

 

VANGUARDAS MODERNISTAS

1905

- SURGE O FAUVISMO NO SALÃO DE OUTONO, EM PARIS.

- FORMAÇAO DO MOVIMENTO EXPRESSIONISTA COM O

FAUVISMO: USO INOVADOR DA COR E SIMPLIFICAÇÃO DAS FORMAS.

-

GRUPO DIE BRUCKE, NA ALEMANHA, ONDE SE DESTACAM

ERNST KIRCHNER E EMIL NOLDE.

-

EXPRESSIONISMO:

DEFORMAÇÃO PRONUNCIADA E

PONTO DE VISTA NEGATIVO.

1906

PABLO PICASSO PINTA O QUADRO LES DEMOISELLES D` AVIGNON, CONSIDERADA A PRIMEIRA OBRA CUBISTA.

-

CUBISMO – FRONTALIZAÇÃO

DAS FORMAS, GEOMETRIZAÇÃO

1910-2

• CUBISMO ANALÍTICO OU HERMÉTICO. • CUBISMO SINTÉTICO.

E

SOBREPOSIÇÃO DE PONTOS DE

1913-4

VISTA.

1909

FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DOS NOVOS ARTISTAS, NA RÚSSIA, COM WASSILY KANDINSKY; INÍCIO DO ABSTRACIONISMO. CRIAÇÃO DO FUTURISMO NA ITÁLIA.

-

ABSTRAÇÃO – ABANDONO DA

FIGURAÇÃO.

-

FUTURISMO – SOBREPOSIÇÃO

DE FORMAS PARA PASSAR A SENSAÇÃO DE MOVIMENTO E APOLOGIA À MODERNIDADE.

1916

SURGE O MOVIMENTO ARTÍSTICO DADAÍSTA NA ALEMANHA

-

CRIAÇÃO ARTISTICA INTUITIVA

E

NÃO-RACIONAL,

DESLOCAMENTO DE OBJETOS DO COTIDIANO PARA A ARTE.

1924

SURGE O SURREALISMO, CUJA PRIMEIRA FASE TEM MAX ERNST, MAN RAY, JOAN MIRO (1893-1983) E ANDRÉ MASSON

CRIAÇÃO FEITA A PARTIR DOS SONHOS E DA FANTASIA.

(1896-1987).

1927

SEGUNDA FASE, O SURREALISMO ILUSIONISTA, COM SALVADOR DALI (1904-1989)

1930-40

MOVIMENTO DE RENOVAÇÃO NOS ESTADOS UNIDOS, INFLUENCIANDO O EXPRESSIONISMO ABSTRATO.

-

ABSTRAÇÃO LÍRICA – USO

LIVRE DOS ELEMENTOS QUE GERAM IMAGEM.

 

ABSTRAÇÃO GEOMÉTRICA – USO DA GEOMETRIA NA CRIAÇÃO ARTÍSTICA.

-

 

MODERNISMO NO BRASIL

1913

EXPOSIÇÃO DE LASAR SEGALL EM SÃO PAULO E CAMPINAS

EXPRESSIONISMO

1917

SEGUNDA EXPOSIÇÃO DE ANITA MALFATTI EM SÃO PAULO, FORTEMENTE EXPRESSIONISTA, COM 53 OBRAS, INCLUSIVE

EXPRESSIONISMO

 

ALGUMAS DE SEUS COLEGAS AMERICANOS.

 

1922

SEMANA DE ARTE MODERNA, ENTRE 13 E 17 DE FEVEREIRO, NO TEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO.

FUTURISMO E EXPRESSIONISMO

1924

PRODUÇÃO DAS OBRAS DA SÉRIE "PAU-BRASIL, DE TARSILA DO AMARAL, INSPIRADA NO MANIFESTO DA POESIA PAU- BRASIL, DE OSWALD DE ANDRADE.

JUNÇÃO DE CORRENTES VANGUARDISTAS.

1928

SURGE O MOVIMENTO ANTROPOFÁGICO, ENVOLVENDO TARSILA DO AMARAL E OSWALD DE ANDRADE.

JUNÇÃO DE CORRENTES VANGUARDISTAS.

 

MODERNISMO NO BRASIL SEGUNDA GERAÇÃO

1931

TARSILA DO AMARAL PINTA A OBRA OPERÁRIOS, FUNDAÇÃO DO NÚCLEO BERNADELLI, NO RIO DE JANEIRO.

ESTUDO DAS ARTES PLÁSTICAS E APRIMORAMENTO TÉCNICO

1934

SURGE O GRUPO SANTA HELENA, EM SÃO PAULO.

 

1935

CÂNDIDO PORTINARI É PREMIADO PELA OBRA O CAFÉ, NO CARNEGIE INSTITUTE DE PITTSBURGH, NOS ESTADOS UNIDOS.

JUNÇÃO DE CORRENTES VANGUARDISTAS, CRIAÇÃO DE UM ESTILO PESSOAL.

 

ABSTRACIONISMO NO BRASIL E NO MUNDO

1931

GRUPO ABSTRAÇÃO-CRIAÇÃO, FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE ARTISTAS ABSTRATOS COM QUASE QUATROCENTOS MEMBROS EM PARIS.

ABANDONO DA FIGURAÇÃO.

1945

EXPRESSIONISMO ABSTRATO COM JACKSON POLLOCK (1912- 1956) E MARK ROTHKO (1903-1970), NOS ESTADOS UNIDOS. TACHISMO, ABSTRACIONISMO INFORMAL NA FRANÇA COM GEORGES MATHIEU (1921) E HANS HARTUNG (1904-1989), ENTRE OUTROS.

ABANDONO DA FIGURAÇÃO, CRIAÇÃO DE UMA ESTÉTICA PESSOAL E SUPERAÇÃO DE MODELOS ANTERIORES.

1947

ABSTRAÇÃO LÍRICA.

ABANDONO DA FIGURAÇÃO, CRIAÇÃO DE UMA ESTÉTICA PESSOAL.

DÉCADA DE

- SURGIMENTO DA POP ART (ARTE POPULAR) NA

ARTE QUE UTILIZA OS ELEMENTOS DA MIDIA E DA PUBLICIDADE.

1950

INGLATERRA, MIGRANDO NA DÉCADA SEGUINTE PARA OS ESTADOS UNIDOS, ONDE SE DESTACAM ANDY WARHOL (1928-1 987) E ROY LICHSTENTEIN (1923-1987), ENTRE OUTROS. FINAL DA DÉCADA DE 1950 - NEODADAÍSMO.

1952

SURGIMENTO DA OP ART (ARTE ÓPTICA) E DA ARTE CINÉTICA.

ABANDONO DA FIGURAÇÃO E CRIAÇÃO DE ILUSÕES OTICAS. USO DE MÁQUINAS PARA MOVIMENTAR AS FORMAS.

 

ARTE CONCRETA E ABSTRACIONISMO GEOMÉTRICO NO BRASIL, GRUPO RUPTURA COM WALDEMAR CORDEIRO (1925- 1973), ALFREDO VOLPI, SAMSON FLEXOR, EM SÃO PAULO.

ARTE COMO OBJETO E ABANDONO DO SUBJETIVO.

1953

GRUPO FRENTE, NO RIO DE JANEIRO, COM LYGIA CLARK (1920-1988), LYGIA PAPE (1927-2004), HÉLIO OITICICA (1937- 1980), FRANZ WEISSMANN (1911-2005)

 

1959

RUPTURA NEOCONCRETA COM AMILCAR DE CASTRO (1 920- 2002), HÉLIO OITICICA E LYGIA CLARK NO BRASIL.

RETORNO AO SUBJETIVO E CONFRONTO À RIGIDEZ CONCRETA.

DE 1960 E

ARTE CONCEITUAL NOS ESTADOS UNIDOS E ARTE

O CONCEITO CRIADO PELO ARTISTA VALE MAIS DO QUE O OBJETO ARTÍSTICO

1980

MINIMALISTA.

DÉCADA DE

ARTE PÓS-MODERNA NA ARQUITETURA E NA ARTE.

HORIZONTALIZAÇÃO DA HISTÓRIA DA ARTE COM A APROPRIAÇÃO DOS ESTILOS ARTÍSTICOS

1980