Você está na página 1de 1

Ganda significa um nó, mas também é o nome de um período astronômico.

Anta significa
o fim. Gandanta significa "o fim do nó". Sempre que na água do Zodíaco se transforma em fogo,
como na fronteira entre Peixes e Áries, Câncer e Leão ou Escorpião e Sagitário, o último grau
daquele signo de água, o primeiro grau do signo de fogo logo após, e 0 grau entre eles, é chamado
gandanta - o fim de um ciclo.
Gandanta representa um nó dentro de nós que é muito difícil. Quanto mais você tenta
desatar o nó, mais apertado fica. Ela representa uma questão profunda dentro de nós mesmos,
que estamos tentando resolver, mas ainda assim tememos fazer isso - o fato de sermos irrequietos
significa mudar nossa natureza e passar para o próximo nível. Durante esse processo, muitas vezes
tememos perder algo do passado ou tememos o que o futuro pode nos trazer. Por isso nós
resistimos.
O ponto de Gandanda é um lugar especial no zodíaco, onde o signo de água se transforma
em fogo. Também em nosso corpo físico Svadhisthana chakra (elemento de água) está abaixo de
Manipura chakra (elemento de fogo). O fogo está, portanto, acima da água e representa um nível
mais alto de compreensão.
Quando a água encontra o fogo, o que acontece? Evapora sob calor intenso. Ele muda sua
forma de bruto para sutil e simbolicamente morre. Da mesma forma, sempre que um planeta passa
por qualquer ponto gandanta, passamos da perspectiva material para uma perspectiva mais
espiritual, e muitas vezes algo em nós morre e muda, à medida que nossa consciência pula para o
próximo nível.
O ponto de Gandanta entre Escorpião e Sagitário é o mais intenso, pois traz a mais
dramática, emocional e drástica transformação, muitas vezes relacionada ao nosso karma do
passado. A energia intensa de Escorpião, e os problemas ocultos que revela, é uma energia
complexa e não é fácil de manusear. Quando um planeta tão frio e rigoroso como Saturno transita
neste ponto, a transformação é inevitável, mas muitas vezes pode não ser nada agradável.