Você está na página 1de 3
Funcionamento 10 – Sistema code II Uno Uno Flex
Funcionamento
10 – Sistema code II Uno
Uno Flex

SISTEMA CODE II

Uno Fire Flex

A partir do chassi 1584882446 (22/08/2006), adotou-se no Uno Fire o sistema CODE

geração II. Para aumentar a proteção contra as tentativas de furto, foi adotado um sistema

eletrônico de bloqueio do motor denominado "FIAT CODE-2". As chaves estão equipadas com um dispositivo eletrônico (Transponder) que transmite um sinal codificado a uma central eletrônica "CODE". Se o código enviado for válido, a central de injeção autoriza a ligação do motor.

O código utilizado na comunicação, efetuada através da antena, varia a cada partida (rolling code).
O código utilizado na comunicação, efetuada através da antena, varia a cada partida
(rolling code). Por conseqüência,
mesmo com scanners eletrônicos, é impossível reproduzir o código.
A central CODE e a central de controle do motor trocam informações entre si referentes
ao código da chave inserida; se o
código da chave estiver correto, então a central de injeção permite a ligação do motor.
Descrição Funcional
Rodando o comutador para a posição MAR, através do transponder, a central CODE,
recebe o código da chave inserida e
verifica a sua validação correta, confrontando-o com os códigos memorizados no seu
interior.
Se o código for o correto, a central CODE autoriza a central de injeção a ligar o motor
quando solicitado, comandando ainda
o acendimento da respectiva luz situada no quadro de instrumentos.

PEDIDO DE PEÇAS E CODIFICAÇÃO DE CHAVES DO SISTEMA CODE GERAÇÃO

II.

Esclarecemos que as peças, CENTRAL CODE, CHAVES DE IGNIÇÃO e JOGOS DE CILINDROS que funcionam com a tecnologia do sistema CODE geração II, só funcionam se aplicados corretamente no chassi de origem, conforme programado no banco de dados na fábrica.

II, só funcionam se aplicados corretamente no chassi de origem, conforme programado no banco de dados
Funcionamento 10 – Sistema code II Uno Uno Flex
Funcionamento
10 – Sistema code II Uno
Uno Flex

Quando da solicitação de um pedido de peças em P&A, obrigatoriamente deverá ser informado o chassi do veículo na tela de pedidos de unidade parada. Caso o chassi informado não seja compatível com o registro destes componentes no banco de dados de reposição, as peças enviadas não funcionarão no veículo. Para evitar este inconveniente, será OBRIGATÓRIA a digitação do MECHANICAL CODE (segredo mecânico das chaves) na tela de pedidos, para a solicitação das seguintes peças de reposição:

• Central CODE

• Chaves de ignição do sistema CODE geração II • Jogos de cilindros do sistema
• Chaves de ignição do sistema CODE geração II
• Jogos de cilindros do sistema CODE geração II
O MECHANICAL CODE (composto de letras e números) pode ser encontrado no
cartão CODE ou então no cilindro da
ignição.
Para visualização do MECHANICAL CODE no cilindro do comutador de ignição, o
mesmo deverá ser removido.
Acrescente aos cinco números contidos no cartão CODE ou cilindro de ignição as
letras WO.

O MECHANICAL CODE DIGITADO NA TELA DE PEDIDOS DEVERÁ CONTER 7 DIGITOS, NÃO DEVERÁ EXISTIR ESPAÇOS EM BRANCO ENTRE AS LETRAS E OS NÚMEROS. No momento de efetuar o pedido, o sistema do P&A confrontara o MECHANICAL CODE digitado com o existente no banco de dados de reposição. Caso haja discrepância entre o número digitado e o armazenado no banco de dados, na tela de pedidos aparecerá a mensagem: “INCOMPATIVEL C. CODE” De modo a evitar este tipo de erro e também problemas relativos ao envio de peças não pertencentes ao chassi reclamado, sempre que for solicitado um dos componentes, CENTRAL CODE, CHAVES DE IGNIÇÃO ou JOGO DE CILINDROS, sugerimos que sejam conferidos o chassi e o MECHANICAL CODE, preferencialmente obtido através do cilindro da ignição.

sugerimos que sejam conferidos o chassi e o MECHANICAL CODE, preferencialmente obtido através do cilindro da
Funcionamento 10 – Sistema code II Uno Uno Flex
Funcionamento
10 – Sistema code II Uno
Uno Flex

Por exigências de segurança, assim como pela necessidade técnica de personalização, chaves e jogos de cilindros não

poderão ser fornecidos diretamente ao cliente, exigindo-se a presença do veículo na Concessionária. Ao término do atendimento do pedido (cartão, central CODE II, chaves e jogos de cilindros), deverá ser assinado pelo Cliente, o Relatório de Atendimento Sistema CODE II, devidamente preenchido pela Concessionária, anexando-se ao mesmo as cópias dos documentos do veículo e de identidade do solicitante.

O Relatório deverá ser mantido em arquivo na Concessionária por um período mínimo de 01
O Relatório deverá ser mantido em arquivo na Concessionária por um período mínimo
de 01 (um) ano.
O formulário "Relatório de Atendimento Sistema CODE II", encontra-se no anexo.
PROGRAMAÇÃO DE CHAVES
A programação das chaves deverá ser efetuada com a utilização do equipamento EDI,
utilizando o conector de diagnose
existente na caixa de fusíveis principal.
com a utilização do equipamento EDI, utilizando o conector de diagnose existente na caixa de fusíveis