Você está na página 1de 1
: Soe — 16° flan 201G fq 20. sServirs6 porsiéndoservirparanada. “més de Dezembro de 1996 6uin : Vekaire para este setor social ¢ soli esde o século XIN, data da eriacao para a solidariedade socfal. 5 associagées mutialistas, ques /portugueses se organizam para as- sumnire praticar a cultura da olidarieda- de'e da dofesa dos mais desprotegios, dos ais fravos’, dos quendo tém voz.em lado ‘nenhum, daqueles que em todo o territé- ‘ro portugués sofrem e tem necessidades ‘para no s6 a criar mas também a a Oseu trabalho eos seus resultatosséo plas as mais-Valias decorrentes da sua, atualmente em institniodes associativas.tido no nosso: ‘muito positives. Cidadaos portadores de ° existéncia e da sua atividade. Uma das_ | fortes,commuitarepresentatividadeele- eficiéncia, idosos,criangaseoutroscida- quaiséserem instruments nZo s6 de base dans vulneraveis tém merecido todo 0 apoio por parte destas instituigées, = 2 0 8 z m rozes’ Frerscezeinstre do sao matte e -vivas local CB east ranteeceoioes >» quando pi 1 as ccaparam (ona) o: epapos va i min, etc). Se i 7 politicae Zins deixados pelos poderes piblicos. ‘tude human . ‘lids ndosersporacasoque, nas timas | proximidade estasTPSSndo vaclammes. | sentatividade social mo nosso pais. edaraconhecer a ‘décadas, suoessivos Governos tém solidi- | moem tempo decrise.Estimam-seem 161 | Em cada concelho de Portugal existem sa importance a varias parcerias comestas institui- | cooperativas, 252 fundaodes, 85 mutuali- | instituicdes destettipo quetodososdiasfa- vos dé que Portugal e os portuguese’, ‘ses, denorteasuledointeriordolitoral. | dades,quase 3.700 associapées, 174 casas } zem um trabalhoregular emeritorio.La- {gm beneficiado. Por reconhecimento do interesse pblico | do povo, 117 centros sociais e paroquiais, \ resde terceira idade,cantinas sociais,cre- fF Detudo isto, temos de concluir queo} dotrabatho quedesenvolvemeporquees- | quase 220 institutos de organizagdo reli~ | ches, jardins-deinfincia, casas. centros _/ tado tem nas IPSS um parceiro insubsti ‘tio onde o Estado nao esti~ou, estando, giosa, 374misericérdias, mum conjuntode | de acolhimento e de abrigo para érffios, { imivelna area do setor social e solidério. | estt com deticiente trabalho. 10. So millti- -_quase6.700 instituigdes. Que se organizam { criangas, mulheres, etc. obharaocentro@sol