Você está na página 1de 4
DIREITO PENAL (PARTE GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V Produção: Equipe Pedagógica

DIREITO PENAL (PARTE GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

APLICAÇÃO DA PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE V

1. APLICAÇÃO DA PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE

3ª Fase de Aplicação da Pena:

Ponto de Partida: Pena Intermediária (que vem da análise que o juiz faz da pena-base dentro da 2ª fase da aplicação da pena. Se é analisada a pena-base levando em consideração os agravantes e atenuantes e essa pena intermediária respeita o limite mínimo e o máximo estabelecidos pela norma). Causas de Aumento e de Diminuição (Majorantes e Minorantes):

Estão situadas na parte geral ou especial do CP (podem ser previstas também na legislação extravagante) e possuem o quantum de aumento/diminuição esta- belecido pela lei. Exemplo: Art. 14, parágrafo único (tentativa – diminuição de 1/3 a 2/3); art. 70 (concurso formal – aumento de 1/6 até metade). Ponto de Chegada: Pena Definitiva (que surge após o juiz analisar as majo- rantes e minorantes).

Causas de Aumento e de Diminuição

Agravantes e Atenuantes

Qualificadoras e Privilegiadoras

São consideradas na 3ª fase da aplicação da pena.

São consideradas na 2ª fase da aplicação da pena.

 

Há previsão legal para o quantum de aumento.

Não há previsão legal para o quantum de aumento.

O juiz não está adstrito aos limites legais da pena cominada em abstrato (preceito secundário).

O juiz está adstrito aos limites legais da pena cominada em abstrato (preceito secundário).

Qualificam ou privilegiam o delito dando-lhe novo preceito secundário.

São previstas tanto na parte geral quanto na parte especial (podem ser pre- vistas na legislação extra- vagante).

São previstas somente na parte geral do CP (podem ser previstas na legislação extravagante).

ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES

ANOTAÇÕES

1
1

www.grancursosonline.com.br

DIREITO PENAL (PARTE GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V

GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online 2.

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

– V Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online 2. CONCURSO DE CAUSAS DE AUMENTO (CONCURSO HOMOGÊNEO)

2. CONCURSO DE CAUSAS DE AUMENTO (CONCURSO HOMOGÊNEO)

Três situações distintas podem ocorrer:

a)

Causas de aumento previstas na parte geral:

O

juiz deve (sem escolha) aplicar as duas causas, observando o princípio da

incidência isolada, isto é, o segundo aumento recai sobre a pena precedente e não sobre a pena já aumentada:

Exemplo: Um agente foi condenado a uma pena de 6 anos. Ele recebeu duas causas de aumento. A primeira causa era de 1/2 e a segunda de 1/3. Com base no princípio da incidência isolada, tanto a primeira quanto a segunda causa serão incididas na mesma pena de 6 anos. Logo, o agente receberá, na primeira causa, 3 anos; e, na segunda, 2 anos a mais.

na primeira causa, 3 anos; e, na segunda, 2 anos a mais. b) Causas de aumento

b)

Causas de aumento previstas na parte especial:

O

juiz poderá aplicar as duas (observando o princípio da incidência isolada)

ou apenas aquela que mais aumente a pena dentre as duas, conforme preceitua o art. 68, parágrafo único do CP:

Art. 68. (

Parágrafo Único. No concurso de causas de aumento (

pecial, pode o juiz limitar-se a um só aumento (

que mais aumente (

)

previstas na parte es-

prevalecendo, todavia, a causa

)

),

).

c)

Causas de aumento previstas uma na parte geral e uma na parte especial:

O

juiz deve (sem escolha) aplicar as duas causas, observando o princípio da

incidência isolada.

duas causas, observando o princípio da incidência isolada. Atenção! • Não incide a regra do art.

Atenção!

• Não incide a regra do art. 68, parágrafo único.

ANOTAÇÕES

ANOTAÇÕES
2
2

www.grancursosonline.com.br

DIREITO PENAL (PARTE GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V Produção: Equipe Pedagógica

DIREITO PENAL (PARTE GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

3. CONCURSO DE CAUSAS DE DIMINUIÇÃO (CONCURSO HOMOGÊNEO)

Três situações distintas podem ocorrer:

a) Causas de diminuição previstas na parte geral:

O juiz deve (sem escolha) aplicar as duas causas, observando o princípio da

incidência cumulativa, isto é, a segunda diminuição recai sobe a pena já diminuída:

Exemplo: Um agente foi condenado a uma pena de 6 anos. Ele recebeu

duas causas de diminuição. A primeira causa era de 1/3 e a segunda de 1/2. Com base no princípio da incidência cumulativa, a primeira causa será aplicada na pena de 6 anos, reduzindo em 2 anos. A segunda causa será aplicada no resultado da pena com a aplicação da primeira causa, que será de 4 anos. Logo, serão reduzidos 2 anos desses 4 anos, resultando em 2 anos de pena.

2 anos desses 4 anos, resultando em 2 anos de pena. Atenção! • Não se utiliza

Atenção!

• Não se utiliza o princípio da incidência isolada, pois poderia resultar em pena igual a zero! Exemplo: Um agente foi condenado a uma pena de 6 anos. Ele recebeu duas causas de diminuição. A primeira causa era de 1/2 e a segunda também de 1/2. Com base no princípio da incidência isolada, tanto a primeira quanto a segunda causa serão incididas na mesma pena de 6 anos. Logo, o agente terá, na primeira causa, 3 anos reduzidos; e, na segunda também, haverá uma redução de 3 anos, resultando em uma pena igual a zero.

b) Causas de diminuição previstas na parte especial:

O juiz poderá aplicar as duas (observando o princípio da incidência cumula-

tiva) ou apenas aquela que mais diminua a pena dentre as duas, conforme pre- ceitua o art. 68, parágrafo único do CP:

Art. 68. ( )

Parágrafo Único. No concurso de causas (

especial, pode o juiz limitar-se ( causa que mais diminua.

de diminuição previstas na parte

a uma só diminuição, prevalecendo, todavia, a

)

)

ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES
ANOTAÇÕES

ANOTAÇÕES

3
3

www.grancursosonline.com.br

DIREITO PENAL (PARTE GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V

GERAL) Aplicação da Pena Privativa de Liberdade – V Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online c)

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online

– V Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online c) Causas de diminuição previstas uma na parte

c) Causas de diminuição previstas uma na parte geral e outra na parte especial:

O juiz deve (sem escolha) aplicar as duas causas, observando o princípio da

incidência cumulativa.

causas, observando o princípio da incidência cumulativa. Atenção! • Não incide a regra do art. 68,

Atenção!

• Não incide a regra do art. 68, parágrafo único.

4. CONCURSO DE CAUSAS DE AUMENTO E DIMINUIÇÃO (CONCURSO HETERO- GÊNEO)

Nessa hipóteses, o Juiz estará obrigado a aplicar as duas causas utilizando o princípio da incidência cumulativa. Exemplo: Um agente foi condenado a uma pena de 6 anos. Ele recebeu uma causa de aumento e uma causa de diminuição. A primeira causa era de 1/2, e a segunda, 1/3. Com base no princípio da incidência cumulativa, a primeira causa será aplicada na pena de 6 anos, aumentando a pena em 3 anos. A segunda causa será aplicada no resultado da pena com a aplicação da primeira causa, que será de 9 anos. Logo, serão reduzidos 3 anos desses 6 anos, resultando em 6 anos de pena.

�������������Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a aula preparada e ministrada pelo professor Paulo Igor.

ANOTAÇÕES

ANOTAÇÕES
4
4

www.grancursosonline.com.br