Você está na página 1de 3

ASSESSOTEC

ASSESSORIA TECNICA EM ACIONAMENTOS


https://sites.google.com/view/calcular-potencia-do-motor
José Luiz Fevereiro Fone (55-11) 2909.0753 Cel. 9.9606.7789
e-mail: fevereirojl@gmail.com

GUINCHO GIRATÓRIO
Cálculo da potência do motor e seleção do redutor para acionamento do giro do braço. Utilizando um exemplo real.
No cálculo da potência requerida de acionamento do giro do braço, mais de 90% do valor é devido à aceleração das
massas. O momento resistente devido aos rolamentos é pouco significativo.

Massa da carga (Pc): 500kg Velocidade circular máxima da carga: 17m/min


Massa da talha (inclui cabo e moitão)- (Pt): 60kg Tempo de aceleração do movimento de translação: 2 s
Raio de giro: 6m Rotação desejada no eixo da viga / eixo da coluna: 0,45rpm
Viga perfil W 360 x 64 x 6500mm Diâmetro do anel (pista de rolamento): 550mm
Massa da viga (Pv): 64𝑘𝑔 ∗ 6,50𝑚 = 416𝑘𝑔 Diâmetro do rolete: 150mm
Conjunto de redução de velocidade:
Motoredutor coaxial redução aproximada 1: 240 com o pinhão montado na sua ponta de eixo de saída
Jogo de pinhão/engrenagem redução 1:2,85. O rolete motorizado e a engrenagem são a mesma peça.

Os cálculos serão feitos no sistema internacional, mais adequado para este tipo de equipamento

Forças que atuam sobre os rolamentos e sobre os 2 roletes


Massa da carga (Pc) = 500kg
Massa da talha (Pt) = 60kg
Massa da viga (Pv) = 416kg

Força axial sobre o rolamento de suporte da viga


𝐹𝑎 = 𝑚 ∗ 𝑔 = (𝑃𝑐 + 𝑃𝑡 + 𝑃𝑣) ∗ 𝑔 = (500 + 60 + 416) ∗ 9,8 = 9574,5𝑁
g = aceleração da gravidade

Força radial sobre os roletes e seus rolamentos


560𝑘𝑔 ∗ 9,8 ∗ 5,810𝑚 + 416𝑘𝑔 ∗ 9,8 ∗ 3,020𝑚
𝐹𝑟 = = 30635𝑁
1,740𝑚

Força tangencial Ft necessária para vencer os atritos de rolamento.


2 ∗ 𝑓1 2 ∗ 0,5𝑚𝑚
𝐹𝑡 ≥ 𝐹𝑎𝑡 = 𝐹𝑟 = 30635𝑁 ∗ = 204𝑁
𝐷𝑟 150𝑚𝑚
𝐹𝑎𝑡 = Força de atrito
f1 = braço de alavanca da resistência ao rolamento dos roletes: 0,5mm
Dr = Diâmetro do rolete (mm)

Momento de torção necessário no eixo do rolete motorizado para vencer os atritos de rolamento
204𝑁 ∗ 85,5𝑚𝑚
𝑀𝑎𝑡 = = 17,4𝑁𝑚
1000
Potência requerida para vencer os atritos de rolamento
𝑀𝑎𝑡 ∗ 𝑟𝑝𝑚 17,4𝑁𝑚 ∗ 1,65𝑟𝑝𝑚
𝑃1 = = = 0,003𝑘𝑊
9550 9550

Conferindo a velocidade em m/s da carga em função da rotação no eixo da viga.


2 ∗ 𝜋 ∗ 𝑟 ∗ 𝑛 2 ∗ 3,14 ∗ 6𝑚 ∗ 0,45𝑟𝑝𝑚
𝑣= = = 0,28𝑚/𝑠
60 60

Cálculo da potência de aceleração da carga + talha


𝑚∗𝑣 560𝑘𝑔 ∗ 0,28𝑚/𝑠
𝑃2 = = = 0,08𝑘𝑊
1000 ∗ 𝑡𝑎 1000 ∗ 2𝑠
ta = tempo de aceleração

Calculando a velocidade média da viga


2 ∗ 𝜋 ∗ 𝑟 ∗ 𝑛 2 ∗ 3,14 ∗ 3𝑚 ∗ 0,45𝑟𝑝𝑚
𝑣= = = 0,14𝑚/𝑠
60 60
Cálculo da potência de aceleração da viga
𝑚∗𝑣 416𝑘𝑔 ∗ 0,14𝑚/𝑠
𝑃3 = = = 0,03𝑘𝑊
1000 ∗ 𝑡𝑎 1000 ∗ 2𝑠
ta = tempo de aceleração desejado

Potência mínima do motor incluindo rendimento do redutor (𝜂1 = 0,95) e jogo de engrenagens externas (𝜂2 = 0,95
lubrificado):
𝑃1 + 𝑃2 + 𝑃3 0,08𝑘𝑊 + 0,03𝑘𝑊 + 0,003𝑘𝑊
𝑃𝑚 = = = 0,124𝑘𝑊
𝜂1 ∗ 𝜂2 0,95 ∗ 0,95

Seleção do motoredutor: SITI MNHL 35 1:245,54 - 0,25kW – 1100rpm –


Torque no eixo de saída 500Nm – Carga radial admitida em L/2 = 7000N – rend. 0,95
Motor 0,16kW 6 polos – 1140rpm – Conjugado nominal 0,68Nm
FORNECEDOR
ZARA TRANSMISSÕES MECÂNICAS LTDA.
www.zararedutores.com.br
Verificação da carga radial sobre o eixo do redutor

Momento de torção requerido no eixo de saída do redutor na aceleração


0,124𝑘𝑊 ∗ 9550 ∗ 0,95
𝑀2 = = 242𝑁𝑚
4,64𝑟𝑝𝑚

Força radial gerada pelo engrenamento sobre o eixo do redutor


𝑀2 ∗ 2 ∗ 1000 242𝑁𝑚 ∗ 2 ∗ 1000
𝐹= ∗ (1 + 𝑡𝑎𝑛𝜃) = ∗ (1 + 𝑡𝑎𝑛20°) = 11072𝑁𝑚
𝐷𝑝 60𝑚𝑚
𝜃 = ângulo de pressão do dente das engrenagens
Observação: Carga excessiva sobre o eixo do redutor comprometendo sua resistência a fadiga sobre flexo torção e a
durabilidade dos seus rolamentos. Há necessidade de encompridar a ponta de eixo e apoiar em mancal auxiliar