Você está na página 1de 8
Diário Oficial ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO - SP ANO 37 - Nº

Diário Oficial

ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO - SP

ANO 37 - Nº 8.233 - RIBEIRÃO PRETO - Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

PODERLEGISLATIVO

ATOS DA MESA

CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PRETO

RESUMO DE ATOS DA MESA 279/2009 - Declara a Vacância, do cargo de provimento efetivo (estatutá- rio) de “Assistente Técnico Legislati- vo”, Nível “115”, do Quadro de Pessoal do Legislativo, provido pela funcionária MARILDA DE ALMEIDA, em virtude de sua aposentadoria ocorrida no dia 01 de abril de 2009, conforme Ato nº 45/ 2009-IPM-RP, de 12/03/2009.

280/2009 - Exonera, a pedido, o fun- cionário MOACIR DE ANDRADE, do cargo de provimento em comissão de “Assessor Parlamentar VIII”, Símbolo C-11, a partir de 01 de abril de 2009.

281/2009 - Coloca à Disposição, da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, para prestar serviços inerentes ao seu cargo junto à Secretaria Municipal da Saúde, a funcionária do Legislativo MARITA IANNAZZO FERRETTI, pro- vida em comissão no cargo de “Asses- sor Parlamentar”, sem prejuízo de sua remuneração mensal e das demais van- tagens, pelo período de 1º de abril de 2009 a 31 de dezembro de 2009. Ribeirão Preto, 01 de abril de 2009

282/2009 - Nomeia, o senhor JOSÉ CARLOS BIGNARDI, para o cargo de provimento em comissão de “Assessor Parlamentar VIII”, Símbolo C-11, a par- tir de 02 de abril de 2009.

283/2009 - Nomeia, a senhora GA- BRIELA DE PAULA CANINDÉ, para o cargo de provimento em comissão de “Assessor Parlamentar VIII”, Símbolo C-11, a partir de 02 de abril de 2009. Ribeirão Preto, 02 de abril de 2009

285/2009 - Declara Ponto Facultati- vo, nas dependências da Câmara Mu- nicipal de Ribeirão Preto, no dia 09 de abril de 2009 (Endoenças), que antece- de à Sexta-feira da Paixão, excetuan- do-se do disposto, as dependências que, por sua natureza, não possam sofrer solução de continuidade.

Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009

ANTÔNIO CARLOS DE SOUZA RIZZI Diretor Administrativo

I.P.M.

Instituto de Previdência dos Municipiários de Ribeirão Preto

ERRATA No D.O.M. nº 8225 do dia 25 de março de 2009, - página 05, no Ato Nº 50 de 24.03.09, que concedeu aposen- tadoria por invalidez ao Senhor BENE-

DITO GLÉRIA, Onde se lê: Processo Administrativo Nº 1397/2007 - R; Leia- se: Processo Administrativo Nº 1387/

2007-R.

Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009

ARNALDO DE SOUZA BENEDETTI Diretor Superintendente - I.P.M.

EDITAIS

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

EXTRATO TERMO PARA CONCLUSÃO DE OBRA REFERENTE AO CONTRATO Nº 055/2.008 (CONTRATAÇÃO DE EMPRE- SA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA PARA EXECUÇÃO DE CRECHE NO JAR- DIM CÂNDIDO PORTINARI - RIBEIRÃO PRETO - SP) CGP - CONSTRUTORA GUI PEREIRA LTDA. Processo de Compras Nº:

2.108/07-1.

Do prazo: pelo presente termo con- cede-se 120 (cento e vinte) dias úteis e improrrogáveis contados a partir da data de 07/01/2.009. Cód. 02.06.20

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

EXTRATO TERMO PARA CONCLUSÃO DE OBRA REFERENTE AO CONTRATO Nº 056/2.008 (CONTRATAÇÃO DE EM- PRESA ESPECIALIZADA DE ENGE- NHARIA PARA EXECUÇÃO DE CONS- TRUÇÃO DE EMEI NO JARDIM HELE- NA - RIBEIRÃO PRETO - SP) CGP - CONSTRUTORA GUI PEREIRA LTDA. Processo de Compras Nº: 2.110/07-9. Do prazo: pelo presente termo con- cede-se 120 (cento e vinte) dias corri- dos e improrrogáveis contados a partir da data de 07/01/2.009. ÉVERTON PAULO J. SANTOS Diretor Depto. da Administração Geral Cód. 02.06.20

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Eletrônico nº 0061/2009-1 Objeto: Aquisição de máscaras, ber- mudas, roupas íntimas e produtos de higiene pessoal, para o CACAV. Valor Estimado: R$ 8.943,86 (oito mil, novecentos e quarenta e três reais, e oitenta e seis centavos). Encerramento do Credenciamento:

até às 23h59m do dia: 21/04/09. Recebimento das Propostas Comer- ciais: até 14:00h do dia 22/04/09. Recebimento dos Lances: das 14:30h até às 15:00h do dia 22/04/09. Retirada do Edital: Diretamente no si- te www.caixa.gov.br ou gratuitamente na íntegra somente para consulta atra- vés do site www.ribeiraopreto.sp.gov.br. Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009 MARCO ANTONIO DOS SANTOS Secretário Municipal da Administração Cód. 02.06.30

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO Tomada de Preços nº 090/2008 Processo de Compra nº 2190/2008 Objeto: Contratação de serviços de laboratório de prótese dentária ou pro- fissional autônomo com registro no con- selho Regional de Odontologia para confecção de 900 (novecentas) próte- ses removíveis maxilares e/ou mandibu- lares pelo período de 12 (meses) pror- rogáveis por até 60 (sessenta) meses, conforme Lei nº 8666/093, em Ribeirão Preto - Secretaria Municipal da Saúde. Marco Antonio dos Santos, Secretá- rio Municipal da Administração, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, HOMOLOGA todos os atos pra- ticados pela Comissão Municipal de Li- citações no bojo do certame licitatório. Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009 MARCO ANTONIO DOS SANTOS Secretário Municipal da Administração Cód. 02.06.30

2 - Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

Diário Oficial

EDITAIS

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

AVISO DE LICITAÇÃO Pregão Eletrônico nº 0064/2009-5 Objeto: Registro de Preço para aquisição de etiquetas adesivas SUS, conforme descrito em anexo. Recebimento das Propostas Lote Horário/Data

01 Do Dia 07/04/2009 ao Dia 21/04/2009

Abertura das Propostas Lote Horário/Data

01 Dia 22/04/2009 às 14:30h

Início da Disputa de Preços Lote Horário/Data

01 Dia 22/04/2009 a partir das 15:00h

Retirada do Edital: Diretamente no site www.licitacoes- e.com.br ou gratuitamente na íntegra somente para consulta através do site www.ribeiraopreto. sp.gov.br. Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009 MARCO ANTONIO DOS SANTOS Secretário Municipal da Administração Cód. 02.06.30

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Pregão Eletrônico nº 0355/2008-6 Processo de Compra nº 2248/2008-7 Objeto: Registro de Preço para Aquisição de Pastas para Prontuário e Etiquetas Adesivas, conforme descrito em Edi- tal, para a Secretaria Municipal da Saúde. Marco Antonio dos Santos, Secretário Municipal da Admi- nistração, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, RETIFICA o Edital de Adjudicação do item 02 da Licitação em epígrafe, publicada no D.O.M do dia 11 de março de 2009, assim informado:

Na Adjudicação do item 02:

Onde se lê:

ITEM

02 12.000.000

DAASTECH COMÉRCIO DE ETIQUETAS LTDA - ME

QTDE.

MARCA

COLACRIL

VALOR UNITÁRIO

0,003

TOTAL DO ITEM

36.000,00

Leia-se:

ITEM

02 12.000.000

INTERLABEL IND. DE ETIQUETAS E RÓTULOS LTDA EPP.

QTDE

MARCA

INTERLABEL

VALOR UNITÁRIO

0,004

TOTAL DO ITEM

48.000,00

Ribeirão Preto, 01 de abril de 2009 MARCO ANTONIO DOS SANTOS Secretário Municipal da Administração Cód. 02.06.30

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO Nº 003/2009 Considerando o convênio firmado entre a Prefeitura Muni- cipal de Ribeirão Preto e o Governo Federal, através da Se- cretaria Nacional da Juventude para a implantação do PROJOVEM URBANO, Considerando que o Processo Seletivo nº 009/08 não clas- sificou candidatos suficientes para a execução do Programa, Considerando que, mesmo candidatos habilitados na clas- sificação parcial desatenderam aos requisitos para o curso de formação, A Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto através da Secre- taria Municipal da Educação e a Secretaria Municipal da Administração, através do Departamento de Recursos Hu-

manos, à vista da Lei Complementar nº 1.340 de 07/06/2002,

Lei Complementar nº 1.371 de 11/09/2002, Lei Complemen- tar nº 1.845 de 05/05/2005, Lei Complementar nº 1.868 de 10/08/2005 e Resolução nº 22 de 26/05/08, deliberam pela abertura de novo processo seletivo para contratação de educadores em caráter temporário e emergencial. As inscri- ções dos candidatos deverão ser realizadas no período de 07 à 09/04/2009. O Processo Seletivo nº 003/2009, destina-se à seleção de candidatos para as funções abaixo especificadas. I. DAS FUNÇÕES E CONDIÇÕES GERAIS

1.1 - O processo seletivo destina-se à contratação por

tempo determinado das funções abaixo especificadas para atuarem no Programa Projovem Urbano, nas seguintes con- dições:

Modalidade Educador de Qualificação Profissional Arco: Requisito / Escolaridade Qtde. Vagas Remuneração
Modalidade
Educador de Qualificação Profissional Arco:
Requisito / Escolaridade
Qtde. Vagas
Remuneração
telemática. Ocupações: Operador de • Curso Superior ou Técnico de Ensino Médio na área relacionada ao arco
microcomputador, Helpdesk, Telemarketing
ocupacional de sua responsabilidade e experiência comprovada em cursos
2
(Vendas) e Assistente de Vendas de formação profissional, devidamente registrados pelo órgão competente.
(Informática e Celulares)
Educador de Qualificação Profissional Arco:
Serviços pessoais. • Curso Superior ou Técnico de Ensino Médio na área relacionada ao arco
Ocupações: Manicure e Pedicure, Depilador,
ocupacional de sua responsabilidade e experiência comprovada em cursos
1
R$ 1.200,00
Cabeleireiro e Maquiador de formação profissional, devidamente registrados pelo órgão competente. (Hum mil e
Educador de Qualificação Profissional Arco:
duzentos
Construção e Reparos II. Ocupações:
reais)
Eletricista de Instalações (Edifícios),
• Curso Superior ou Técnico de Ensino Médio na área relacionada ao arco
Trabalhador da Manutenção de ocupacional de sua responsabilidade e experiência comprovada em cursos
1
Edificações, Instalador-Reparador de Linhas
e Aparelhos de Telecomunicações,
Instalador de Sistemas Eletrônicos
de Segurança
de formação profissional, devidamente registrados pelo órgão competente.

II - DAS INSCRIÇÕES

2.1 - As inscrições estarão abertas no período de 07 a 09/

04/09, das 09h00 às 12h00 e das 14h00 às 16h00, na Secre-

taria de Educação, localizada na Praça Alto de São Bento nº 11, Jardim Mosteiro.

2.2 - As inscrições poderão ser realizadas pessoalmente

ou por procuração. 2.2.1 - No caso de inscrição por procuração pública ou par- ticular, será exigida a entrega do respectivo mandato, acom- panhado de cópia de documento de identidade do candidato.

2.3 - A inscrição do candidato implicará o completo conhe-

cimento e a tácita aceitação das normas legais pertinentes e

condições estabelecidas neste Edital, sobre as quais não poderá alegar desconhecimento.

2.4 - São condições para inscrição:

2.4.1 - ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou gozar das

prerrogativas previstas no art. 12 da Constituição Federal e demais disposições de lei;

2.5 - O candidato aprovado no Processo Seletivo de que

trata este Edital será contratado na função se atender às se- guintes exigências:

2.5.1 - estar quite com as obrigações eleitorais;

2.5.2 - estar quite com as obrigações militares (quando do

sexo masculino);

Diário Oficial

Segunda-feira, 06 de Abril de 2009 - 3

Continuação

EDITAIS

 

2.5.3 - estar com o CPF regularizado;

V

- DOS RECURSOS

2.5.4 - possuir os requisitos mínimos exigidos para o exer-

5.1

- O candidato terá 48 (quarenta e oito) horas, após o ato

cício da função;

 

que lhe der causa, para interposição de recurso.

 

2.5.5

- gozar de boa saúde física e mental para o exercício

5.2

- O recurso, Anexo I - Modelo de Recurso, deverá ser

das atribuições da função, comprovada por inspeção médica oficial realizada por profissionais designados pela Prefeitura;

dirigido ao Presidente da Comissão Organizadora em 02 (duas) vias de igual teor (original e cópia) e entregue pesso- almente na Secretaria Municipal da Administração, na Divi- são de Seleção, Recrutamento e Treinamento, sita na Via São Bento s/nº, no horário das 09h às 16h.

 

2.5.6

- não registrar antecedentes criminais, achando-se

no pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

 

2.5.7

- apresentar outros documentos a serem definidos

pela Prefeitura, nos termos legais.

5.3

- O recurso deverá estar digitado ou letra de forma

 

2.5.8

- Não possuir qualquer impedimento legal, para ini-

legível, não sendo aceito recurso interposto por fac-símile, telex, internet, telegrama ou outro meio que não o especifica- do neste Edital.

ciar suas funções imediatamente ao chamamento.

 

2.6

- A entrega das cópias dos documentos comprobatórios

a

serem avaliados e pontuados, acompanhados dos respec-

VI

- DA COMISSÃO

tivos originais, para conferência, que será feita no ato da ins-

7.1

- Ficam designados os seguintes membros, sob a

crição.

 

presidência da primeira, para comporem a comissão organi-

 

2.6.1

- Os documentos serão avaliados e seus respectivos

zadora do presente processo:

pontos serão anotados na ficha de inscrição do candidato que a conferirá e assinará atestando sua ciência, concordân-

- Profª Elizabeth Miranda da Silva

- Profª Wanda Maria Pierasso

cia e efetivação da inscrição.

- Profª Ana Paula Silveira de Carvalho Donaires

 

2.7

- Os dados declarados poderão ser novamente conferi-

- Profª Romeri de Godoy Pillegi

dos, na ocasião do chamamento dos candidatos classificados.

IX

- DISPOSIÇÕES GERAIS:

 

2.8

- Não serão recebidas inscrições por via postal, fac-

9.1

- O presente processo seletivo terá validade por 02

símile, Internet ou similares, bem como, fora do período es-

anos, podendo ser prorrogado por igual período, conforme interesse público e oportunidade da Administração.

tabelecido neste Edital.

 

III

- DA AVALIAÇÃO

9.2

- Os contratos serão por prazo determinado, conforme

3.1

- O Processo Seletivo consistirá na avaliação do tempo

estabelecido no inciso I, do artigo 3º da Lei Complementar nº

de serviço e dos títulos em conformidade com a área na

1340/02, Lei Complementar nº 1845, de 05/05/05 e vincula- dos ao Regime Geral da Previdência Social, nos termos do inciso I, do artigo 9º do Decreto Federal nº 3048/99.

qual o candidato se inscreveu.

 

3.2

- Tempo de serviço: serão analisados os seguintes itens:

3.2.1

- O tempo de serviço deverá ser específico para a

9.3

- Aplica-se ao pessoal contratado pelo Regime Admi-

área de inscrição. 3.2.1.1 - O tempo de serviço, não utilizado para aposenta- doria, conforme área de atuação descrita no item 2.1 do pre-

nistrativo o disposto nos artigos 113, incisos I, II e III, V, XI, XIV; 138 à 143, 187, 200, inciso V, 203 à 206, 217 à 221, 238 à 245, 251, 283, 287 e 289 da Lei Municipal 3.181/76. 9.3.1 - Os contratados estarão sujeitos à avaliação perió- dica de desempenho, com base na análise da execução das tarefas a serem executadas. Em caso de desatendimento aos padrões estabelecidos o profissional será desligado me- diante comunicação prévia de 30 (trinta) dias.

sente edital será considerado em dias, até 31/12/2008, a saber:

 

3.2.1.1.1

- 0,01 (um centésimo) por dia não utilizado para

aposentadoria, até no máximo 10 pontos.

- Para a comprovação do tempo de serviço discri-

minado no currículo, serão exigidas cópias, acompanhadas das originais, da carteira de trabalho ou declaração, registro

3.2.1.1.2

9.4

- Aos profissionais que faltarem ao trabalho para trata-

de autônomo (ISS ou INSS), registro de empresa (CNPJ), atestando o tempo de experiência no exercício das funções, exclusivamente, na área na qual o candidato se inscreveu.

mento de saúde é indispensável à inspeção médica, que será feita por médico da Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho, devendo comparecer munidos do último holerite, com ou sem atestado médico.

 

3.2.1.1.2.1

- Para a comprovação através de declaração,

esta deverá ser emitida em papel personalizado/timbrado, assinada pelo responsável legal, com menção e respectiva

X

- DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

10.1

- A inscrição do candidato implicará a completa ciên-

cópia da Lei que declarou a instituição de utilidade pública.

cia das normas e condições estabelecidas neste Edital e nas demais normas legais pertinentes, sobre as quais o candida- to não poderá alegar qualquer espécie de desconhecimento.

 

3.2.1.1.2.2

- Caso o período não atenda a este formato, os

prazos serão calculados com base na diferença entre a data

de saída e a data de início.

10.1.1 - A inexatidão e/ou irregularidades nos documen- tos, mesmo que verificadas a qualquer tempo, em especial por ocasião da contratação, acarretarão a nulidade da inscri- ção com todas as suas decorrências, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, cível ou criminal.

 

3.3

- Títulos: serão avaliados na seguinte conformidade:

3.3.1

- Cursos de no mínimo 30 horas na área para a qual

o

candidato se inscreveu: 0,5 (meio) ponto a cada 30 horas

3.3.2 - Formação superior na área de Educação: 02 pontos

3.3.3 - Pós graduação, devidamente reconhecido pelo

10.2

- O candidato será considerado desistente e excluído

MEC: 03 pontos

 

tacitamente do Processo Seletivo quando não comparecer às convocações que serão efetuadas por telegramas dos Correios, nas datas estabelecidas ou manifestar sua desis- tência por escrito.

 

3.3.4

- Mestrado, devidamente reconhecido pelo MEC: 05

pontos

 
 

3.3.5

- Doutorado, devidamente reconhecido pelo MEC: 07

pontos

 

10.3

- O candidato classificado obriga-se a manter atuali-

 

IV

- DA CLASSIFICAÇÃO

zado seu endereço, perante o Departamento de Recursos

4.1 - A classificação será publicada no Diário Oficial do Município e afixada na Secretaria Municipal da Educação.

Humanos, da Secretaria Municipal da Administração.

10.4

- As informações sobre o presente Processo Seletivo,

 

4.1.1

- Os candidatos serão relacionados em ordem de-

até a publicação da classificação final, serão prestadas pela

crescente do total de pontos obtidos no cômputo final, idade

internet, no site www.ribeiraopreto.sp.gov.br, no link “CON- CURSOS”, “CONCURSOS Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto”.

e

nº de filhos.

4.2

- Ficam estabelecidos os seguintes critérios de desem-

pate:

 

10.5

- Todas as convocações, avisos e resultados oficiais,

 

4.2.1 - maior idade;

referentes à realização deste Processo Seletivo, serão publi-

4.2.2 - maior número de filhos menores de 14 (quatorze)

cados no Diário Oficial do Município e divulgados no site www.ribeiraopreto.sp.gov.br, no link “CONCURSOS”,

anos, conforme documentação juntada no ato da inscrição

4 - Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

Diário Oficial

Continuação

EDITAIS

“CONCURSOS Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto”, “Edi- tais de Chamamento”, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento.

10.6 - Os questionamentos relativos a casos omissos ou

duvidosos serão julgados pela Comissão do Processo Sele- tivo, convalidados pelas Secretarias Municipais da Educa- ção e da Administração.

10.7 - Caberá à Prefeita Municipal a homologação do re-

sultado final deste Processo Seletivo. Comissão Organizadora:

- Profª Elizabeth Miranda da Silva

- Profª Wanda Maria Pierasso

- Profª Ana Paula Donaires

- Profª Romery de Godoy Pillegi

Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009 MARCO ANTONIO DOS SANTOS Secretário Municipal da Administração THOMAZ PERIANHES JÚNIOR Diretor do Departamento de Recursos Humanos DANIEL MORAES BRONDI Chefe da Divisão de Seleção, Recrutamento e Treinamento Cód. 02.07.10

ANEXO I - MODELO DE RECURSO

Ao Presidente da Comissão Organizadora

Nome:

Nº de Inscrição:

Nº do Documento de Identidade:

Processo Seletivo nº:

Função para o qual se inscreveu:

Endereço Completo:

Questionamento:

Embasamento:

Local e Data:

Assinatura:

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO

EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 029/09

A Secretaria Municipal da Administração, através do Depar- tamento de Recursos Humanos, da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto:

- Convoca, conforme autorização da Senhora Prefeita

Municipal, as candidatas habilitadas no Concurso Públi- co abaixo discriminado, para comparecerem na Divisão de Seleção, Recrutamento e Treinamento, da Secreta- ria Municipal da Administração, situada na Via São Bento s/nº, Jardim Mosteiro, impreterivelmente nos dias 06; 07 ou 08/04/09 das 09h00 às 16h00, munidos das cópias e originais do RG e da Certidão de Estado Civil (nascimento ou casamento), para manifestarem interesse nas suas admissões.

As convocações são em virtude de exonerações da Secre- taria Municipal da Administração.

Os candidatos poderão ser representados por procurador, devidamente autorizado para a prática do ato, sendo que a procuração deverá ser atual e a sua ausência consistirá em desistência tácita, sem direito à reclamação futura, ficando a Administração autorizada a convocar os próximos aprova- dos, conforme ordem de classificação.

Concurso Público nº 002/06, homologado em 14/12/06

Agente Administrativo

Cl.

Nome

RG

297

Ivete Napoleão

7884631

298

Elizabeth Gaspar Arias

7704007

Ribeirão Preto, 02 de abril de 2009

MARCO ANTONIO DOS SANTOS Secretário da Administração

THOMAZ PERIANHES JÚNIOR Diretor do Departamento de Recursos Humanos

DANIEL MORAES BRONDI Chefe da Divisão de Seleção, Recrutamento e Treinamento

Cód. 02.06.40

CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PRETO

EDITAL DE CHAMAMENTO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2005, PARA PROVIMEN- TO DE CARGOS DE “ASSISTENTE TÉCNICO LEGISLA- TIVO”, “AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO” E “AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO”, (Homologado em 28/10/2005).

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PRETO, no uso de suas atribuições legais, CONVOCA o abaixo relacionado, candidato aprovado e classificado no Concurso Público nº 001/2005, para provimento do Cargo de “Assistente Técnico Legislativo”, sendo 01 (uma) vaga, a comparecer, pessoalmente na Seção de Recursos Huma- nos da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, sito à Avenida Jerônimo Gonçalves, nº 1.200, Centro, no prazo de 05(cinco) dias úteis, contados a partir da publicação deste edital no Diário Oficial do Município, para manifestar interesse na nomeação para o referido cargo, no regime jurídico único (Estatutário), munido da respectiva documentação (RG e CPF) a saber:

ASSISTENTE TÉCNICO LEGISLATIVO:

CLASS.

NOME DO CANDIDATO SÉRGIO FRANCISCO MARTINS DE JESUS

PONTOS

75,00

INSC.

192

Segundo o que prescreve o item 08, do Edital do Concurso, para que seja empossado no cargo ao qual está acima descrito, o candidato deverá atender aos requisitos exigidos em todos os incisos do citado item, sendo ainda que o mesmo deverá atender também aos requisitos exigidos nos incisos I, II, IV, VI e XI, do artigo 28, do Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais de Ribeirão Preto (Lei nº

3.181/76).

O não cumprimento do candidato no prazo assinalado implicará em sua desistência à nomeação, bem como, o desatendimento a qualquer dos requisitos enumerados, in- clusive, sendo o laudo médico desfavorável ao seu ingresso no serviço público, ensejará a convocação do candidato seguinte da escala de classificação.

Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009

CÍCERO GOMES DA SILVA Presidente

Diário Oficial

Segunda-feira, 06 de Abril de 2009 - 5

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

QUARTO ADITIVO AO CONTRATO Nº 20/2005 Permissionário: ABEL DOMINGOS PEREIRA DOS SANTOS. Objeto: Prorrogação do prazo contra- tual até 31/03/2010. Assinatura: 01/04/2009. Cód. 1311

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

QUARTO ADITIVO AO CONTRATO Nº 21/2005 Permissionário: JANDIRA DIAS. Objeto: Prorrogação do prazo contra- tual até 31/03/2010. Assinatura: 01/04/2009. Cód. 1311

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

QUARTO ADITIVO AO CONTRATO Nº 22/2005 Permissionário: LAURA NEUZA DE OLIVEIRA. Objeto: Prorrogação do prazo contra- tual até 31/03/2010. Assinatura: 01/04/2009. Cód. 1311

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

QUARTO ADITIVO AO CONTRATO Nº 23/2005 Permissionário: RENAN DOS SAN- TOS BALIEIRO E THAINÁ DOS SAN- TOS BALIEIRO. Objeto: Prorrogação do prazo contra- tual até 31/03/2010. Assinatura: 01/04/2009. Cód. 1311

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

EXTRATO DO CONTRATO Nº 24/2009 Contratada: FONTANA ASSESSO- RIA E CONSULTORIA ADMINISTRA- TIVA S/S LTDA. Objeto: Contratação de empresa es- pecializada em serviços de consultoria em processos da área de Tecnologia da Informação. Vigência: 03 meses. Valor Global: R$ 75.000,00 Assinatura: 01/04/2009. Cód. 11

EDITAIS

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

PRIMEIRO ADITIVO AO CONTRATO Nº 20/2004 Permissionário: ROSELI DE FATIMA ROXA GALO - ME. Objeto: Prorrogação do prazo contra- tual até 31/05/2010. Assinatura: 12/03/2009. Cód. 136

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

EXTRATO DO CONTRATO Nº 22/2009 Contratada: LEO SERVICE LTDA. Objeto: Locação de 40 aparelhos “SmartPhone” com seus respectivos softwares. Vigência: 06 meses. Valor Global: R$ 53.400,00 Assinatura: 31/03/2009. Cód. 154

CODERP

Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto

QUARTO ADITIVO AO CONTRATO Nº 49/2003 Permissionário: FRANCISCO MAS- SARO NETO RIBEIRÃO PRETO - ME. Objeto: Prorrogação do prazo contra- tual até 31/05/2010. Assinatura: 12/03/2009. Cód. 136

DAERP Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto

EDITAL DE HOMOLOGAÇÃO Pregão Presencial nº 004/2009 Processo Licitatório nº:

04-2009/004749-7

Objeto: Aquisição de Bombas Dosa- doras. Tanielson Wagner Cristiano Campos, Diretor Superintendente do Departa- mento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto - DAERP, no uso das atribuições que lhes são conferidas por Lei, HOMO- LOGA o Procedimento Licitatório que adjudicou os objetos à empresa:

EMEC DO BRASIL COMÉRCIO DE BOMBAS E EQUIPAMENTOS DE CON- TROLE LTDA-EPP, com sede à Rua Rancágua nº 50, na cidade de São Ber- nardo do Campo - Estado de São Pau- lo, nos itens: 01, 02, 03, 04, 05 e 06, no valor total de R$ 45.110,00. Ribeirão Preto, 31 de março de 2009 TANIELSON WAGNER CRISTIANO CAMPOS Superintendente - DAERP DAERP/C.A

DAERP Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto

EDITAL DE JULGAMENTO REF. CONVITE 001/09

A Comissão de Licitação do Departa-

mento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto - DAERP, em cumprimento às disposições da Lei 8.666/93 com alte- rações introduzidas e consolidadas pela Lei 8.883/94, torna público o resultado do julgamento da documentação, refe- rente ao convite em epígrafe, realizado no dia 03 de abril de 2009, sendo que a partir desta data o processo encontra- se com vista aos interessados para apreciação. HABILITAÇÃO:

ATHENA ENGENHARIA E COMÉR- CIO LTDA.; MC BAUCHEMIE BRASIL INDÚS- TRIA E COMÉRCIO LTDA.; AMERICANA GERENCIAL CONS- TRUTORA LTDA.; PIRES & GIOVANETTI ENGENHA- RIA E ARQUITETURA LTDA. Comunica ainda, a Comissão de Lici- tação, que não havendo interposição de recurso e exaurida a fase habilitató- ria, fica eleito o dia 14 de abril de 2009, às 9:00 horas, para a abertura dos en- velopes contendo as propostas comer- ciais das empresas habilitadas no cer- tame, na sala de Licitações do Daerp, sito a Rua Amador Bueno nº 22. Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009 MARIA CRISTINA PIMENTA Pres. da Comissão de Licitação DAERP/C.A.

DAERP Departamento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto

EDITAL DE JULGAMENTO REF. CONVITE 002/09

A Comissão de Licitação do Departa-

mento de Água e Esgotos de Ribeirão Preto - DAERP, em cumprimento às disposições da Lei 8.666/93 com alte- rações introduzidas e consolidadas pela Lei 8.883/94, torna público o resultado do julgamento do convite em epígrafe, realizado no dia 4 de abril de 2009, sen- do que a partir desta data o processo encontra-se com vista aos interessa- dos para apreciação. CLASSIFICAÇÃO:

1º lugar: PORTO SEGURO COMPA- NHIA DE SEGUROS GERAIS, no valor total de R$ 26.926,15, para o período de 12 meses; 2º lugar: MAPFRE VERA CRUZ SE- GURADORA S/A, no valor total de R$ 27.189,82, para o período de 12 me- ses; 3º lugar: UNIVANCO AIG SEGUROS S/A, no valor total de R$ 34.878,39, para o período de 12 meses. Ribeirão Preto, 03 de abril de 2009 MARIA CRISTINA PIMENTA Pres. da Comissão de Licitação DAERP/C.A.

6 - Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

Diário Oficial

EDITAIS

SOC. BENEF. HOSP. SANTA CASA DE MISERIC. DE RIBEIRÃO PRETO - CNPJ Nº 55.989.785/0001-14 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2007

(Em Reais)

 

Balanço Patrimonial

 

Demonstração dos Resultados do Exercicio

 

A

T

I

V

O

2.007

2.006

 

2.007

2.006

CIRCULANTE

 

11.506.036

11.277.073

Contraprest. Efetivas de Oper.C/ Plano de Assist. à Saúde

17.746.172

15.627.781

 

DISPONIVEL

 

730.271

313.477

Contraprestações LíquIdas

17.870.790

15.845.410

 

Caixa e Bancos

730.271

313.477

Variações das Provisões Técnicas

(124.618)

(217.629)

REALIZAVEL A CURTO PRAZO

10.775.764

10.963.596

Eventos Indenizáveis Líquidos

(14.380.009)

(12.711.576)

 

Títulos Vinc.Mercado Aberto

120.326

41.093

Eventos Indenizáveis

(14.380.009)

(12.711.576)

 

Contraprestações Pecuniárias a Receber

1.047.512

2.063.460

Recuperação de Eventos Indenizáveis

-

 

Clientes a Receber

2.778.189

2.761.721

Recuperação de Despesas Com Eventos Indenizáveis

-

 

Convênios PCC-PCO

487.323

527.325

RESULTADO DAS OPER. C/ PLANOS DE ASSIST.À SAÚDE

3.366.164

2.916.204

 

Outros Convênios

859.194

992.761

Receita com o S.U.S.

10.602.345

12.799.046

 

Convênio S.U.S.

1.940.828

1.803.084

O.Receitas Oper. Assist.à Saúde Não Relac.c/Planos Saúde-OPS

21.163.631

20.012.001

 

Hospital de Ensino a Receber

1.274.363

1.529.236

O.Despesas Oper.Assist. à Saúde Não Relac.c/Planos Saúde-OP

(6.845.205)

(7.562.146)

 

Verbas a Receber

695.304

758.514

RESULTADO BRUTO

28.286.935

28.165.105

 

(-) Provisão P/ devedores Duvidosos

-306.891

-306.891

Despesas de Comercialização

(646.672)

(812.252)

 

Aluguéis a Receber

176.228

60.525

Despesas Administrativas

(19.651.768)

(18.653.650)

 

Adiantamentos de Férias

100.385

20.118

Outras Receitas Operacionais

5.622.791

2.543.713

 

Outros Adiantamentos a Funcionários

5.456

 

Outras Despesas Operacionais

(15.801.914)

(16.233.285)

 

Adiantamentos Diversos

4.331

1.092

RESULTADO OPERACIONAL

(2.190.628)

(4.990.369)

 

Adiantamentos para Fornecedores

6.350

25.317

Resultado Financeiro Líquido

(3.652.088)

(2.689.833)

 

Outros Créditos a Receber

892.164

 

- Receitas Financeiras

79.810

58.885

 

Outros Títulos a Receber

3.090

3.090

Despesas Financeiras

(3.731.898)

(2.748.718)

 

Estoques

 

665.777

648.051

Resultado Patrimonial

1.358.619

858.243,63

 

Cheques de Terceiros

13.167

35.102

Receitas Patrimoniais

1.358.619

858.243,63

 

Despesas Antecipadas

12.668

 

- Despesas Patrimoniais

-

-

REALIZAVEL A LONGO PRAZO

2.855.530

2.768.870

Resultado Não Operacional

42.424

12.579

 

Outros Depósitos

1.851.048

1.855.137

RESULTADO ANTES DOS IMPOSTOS E PARTICIPAÇÕES

(4.441.673)

(6.809.379)

 

Outros Valores e Bens

1.004.482

913.732

Imposto de Renda

PERMANENTE

 

28.127.264

27.619.906

Contribuição Social

 

INVESTIMENTO

 

7.092.198

7.018.918

RESULTADO LÍQUIDO

(4.441.673)

(6.809.379)

 

Imóveis Destinados a Renda

6.949.133

6.875.853

 
 

Outros Investimentos

143.065

143.065

 

IMOBILIZADO

 

21.035.066

20.600.988

 

Imóveis de Uso Próprio - Hospitalares

16.686.218

16.403.010

Demonstração das Origens e Aplicações dos Recursos

 
 

Imóveis de Uso Próprio - Não Hospitalares

3.055.342

3.024.890

do Exercicio findos em 31de Dezembro de 2007 e 2006.

 

Bens Moveis - Hospitalares

50.845

50.845

ORIGENS DOS RECURSOS

2007

2006

 

Bens Moveis - Não Hospitalares

856.082

735.664

     
 

Outras Imobilizações - Não Hospitalares

386.579

386.579

PASSIVO A DESCOBERTO

15.670.426

11.204.584

Aumento no Exigível a Longo Prazo

7.624.483

4.277.967

TOTAL DO ATIVO E PASSIVO A DESCOBERTO

58.159.256

52.870.433

Redução no Realizável a Longo Prazo

-

2.366.055

P

A

S

S

I

V

O

2.007

2.006

Total das Origens

7.624.483

6.644.022

CIRCULANTE

 

25.382.629

27.357.900

     
 

Provisões Técnicas de Operações de Assist. à Saúde

 

APLICAÇÕES DOS RECURSOS

 

Provisão de Risco

793.470

668.852

Déficit do Exercício Ajuste no Patrimônio Social

 

4.441.673

6.809.379

 

Eventos a Liquidar de Operações de Assistencia à Saúde

 

24.168

259.306

 

Eventos a Liquidar de Assistência Médico-Hos

1.344.053

2.025.971

Aquisições do Imobilizado

434.078

448.553

 

Comercialização sobre Operações

38.377

53.221

Aumento de Investimentos

73.280

-

 

Débitos a Prestadores de Serviços de Assistên

368.895

420.958

Aumento no Realiz. Longo Prazo

86.661

1.334.366

 

Outros Débitos Não Relacionados com Planos

8.018.918

5.881.922

Redução de Receita de Exercício Futuros

360.388

-

 

Obrigações com Pessoal

774.099

894.326

 

Tributos e Contribuições a Recolher

5.383.109

6.529.619

 

Fornecedores de Bens e Serviços

2.280.297

4.185.148

Total das Aplicações

5.420.249

8.851.604

 

Empréstimos Bancários

3.770.765

4.238.394

     
 

Provisão para Férias

1.581.596

1.571.664

AUMENTO/REDUÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

2.204.234

(2.207.582)

 

Provisão para Encargos Sociais

55.804

161.392

   
 

Outros Débitos a Pagar

973.245

726.433

 

2007

2.006

EXIGÍVEL A LONGO PRAZO

29.461.258

21.836.775

Ativo Circulante

11.506.036

11.277.073

Provisão para Contingência Trabalhista

23.098

514.934

Passivo Circulante

25.382.629

27.357.900

 

Tributos e Contribuições

13.969.819

10.243.383

VARIAÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

(13.876.593)

(16.080.827)

 

Parcelamento de Tributos e Contribuições

4.563.367

4.563.367

     
 

Empréstimos e Financiamentos a Pagar

851.358

500.000

2006

2005

Outras Exigibilidades de Longo Prazo

10.053.615

6.015.091

Ativo Circulante

11.277.073

7.688.026

RESULTADO DE EXERCÍCIOS FUTUROS

3.315.370

3.675.758

Passivo Circulante

27.357.900

21.561.271

     

VARIAÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

(16.080.827)

(13.873.245)

TOTAL DO PASSIVO

58.159.256

52.870.433

VARIAÇÃO DO CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO

2.204.234

2.207.582

 

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO

 
 

de 2007 e 2006.

 
 

Patrimônio

Reserva de

Déficit´s

 

Social

Reavaliação

Acumulados

Total

SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2005

2.766.038

-

 

(7.420.549)

-

Ajustes de Exercícios Anteriores Déficit do Exercício SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2006

     

259.306

259.306

(6.809.379)

(6.809.379)

2.766.038

-

(13.970.623)

(6.550.074)

Ajustes de Exercícios Anteriores Déficit do Exercício SALDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2007

     

(24.168)

(24.168)

(4.441.673)

(4.441.673)

2.766.038

-

(18.436.464)

(11.015.915)

Ribeirão Preto, 31 de Dezembro de 2007 DACIO EDUARDO LEANDRO CAMPOS - Provedor - CPF 744.728.448-34 OLIMPIO FILIPIN - Tesoureiro CPF 051.301.318-00 ROSELI CRISTINA T. C. SILVA - TC-CRC/SP 166.640-O - CPF 020.471.838-47

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS ENCERRA- DAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2007. I - CONTEXTO OPERACIONAL NOTA 01 - A Sociedade Beneficente Hospitalar Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto foi constituída sob a forma de Sociedade Civil sem Fins Lucra- tivos, como Instituição Filantrópica, tendo como objeto principal a prestação de Serviços médico hospitalares, assim como obter e manter meios e modos de assistência ou beneficência que, a seu juízo, enquadra-se nos fins da instituição. Fundada em 23 de setembro de 1896, e com reconhecimento de utilidade pública Federal pelo Decreto Nº 50.517/61 - Art. 5º, Estadual pelo Decreto Nº 34.891 de 28 de Abril de 1.959 e Municipal pela Lei Nº 947 de 5 de Outubro de 1.960. As atividades abrangem o atendimento pelo sistema único de saúde nas áreas hospitalar e ambulatorial. Em outubro de 1998 foi criado o “Plano de Saúde -

SANTA CASA SAÚDE” que para atendimento de seus usuários utiliza os serviços do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto e de uma rede credenciada de médicos e laboratórios. De acordo com a Lei nº 9.656/98 que regulamentou os planos de Assistência a Saúde esta Operadora encontra-se registrada junto a ANS - Agência Nacio- nal de Saúde suplementar sob nº 31.034. II - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES:

NOTA 02 - As Demonstrações Contábeis e Financeiras foram elaboradas em conformidade com os princípios e práticas contábeis emanadas da Lei nº 6.404/ 76, da Resolução do CFC nº 877/00, alterada pela Resolução 926/01 e 966/03 que aprovou a NBC T 10.19; e em conformidade com a Lei 9.249/95 de 26 de dezembro de 1995 e demais disposições complementares exigidas pelo Decreto Lei nº 2.536/98 do Conselho Nacional da Assistência Social. E Resoluções da

Diário Oficial

Segunda-feira, 06 de Abril de 2009 - 7

Continuação

EDITAIS

ANS/RDC nº 38 de 27/10/00, com revisão pela RN nº136, de 31/10/2006 e IN/ DIOPE nº 09, de 1402/2007 da Agência Nacional de Saúde Suplementar. III - RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS:

NOTA 03 - As Principais Práticas Contábeis adotadas são:

a) As informações contábeis referente ao exercício de 2006 foram adequa-

das ao novo modelo de publicação da ANS para atender aos procedimentos

contábeis da “Comparabilidade”, que apenas para fins demonstrativos tive- ram seus saldos adequados ao novo modelo, permanecendo escriturados na forma original os Livros Contábeis.

b) As receitas, custos e despesas foram contabilizados pelo regime de com-

petência;

c) Os ativos e passivos realizáveis ou exigíveis em prazo até 360 dias estão

apresentados no circulante e após 360 dias estão no realizável e exigível em longo prazo;

d) As aplicações financeiras estão demonstradas pelo valor de aplicação

acrescida dos rendimentos correspondentes, apropriados até a data do

balanço, com base no regime de competência;

e) Os estoques estão avaliados pelo custo médio de aquisição que não

supera o valor de mercado e está composto por:

Composição

31/12/07

31/12/06

Drogas e Medicamentos

296.940

289.927

Órteses e Próteses

18.411

260.112

Material Hospitalar

287.862

98.012

Material de Escritório e impressos

22.480

-0-

Material de Copa/Cozinha e Limpeza

11.887

-0-

Gêneros alimentícios/Dietas Enterais

20.786

-0-

Manutenção/Peças/Rouparia

7.411

-0-

Total

665.777

648.051

f) As contas a receber representam o faturamento da efetiva prestação de

serviços médico-hospitalares e plano de saúde;

g) O ativo permanente está demonstrado pelo custo de aquisição ou cons-

trução e corrigido monetariamente até 31 de dezembro de 1995, não sendo depreciado nos exercícios anteriores e no exercício em exame até que se efetua o levantamento físico dos bens, com previsão para implantação no decorrer do exercício de 2008. Segue Composição.

Composição

31/12/2007

31/12/2006

Imóveis de Renda

6.949.133

6.875.853

Outros Investimentos

143.065

143.065

Terrenos

2.991.564

2.991.564

Imóveis de Uso/edificações

17.841.937

17.528.277

Bens de Uso

1.074.915

954.497

Construção em Andamento

386.579

386.579

(-) Depreciação Acumulada

(1.259.929)

(1.259.929)

Total

28.127.264

27.619.906

h) Os empréstimos bancários constituem em valores tomados junto a Ins-

tituições Financeiras, acrescidas dos correspondentes encargos financeiros

e deduzidos das respectivas amortizações até a data do balanço, conforme demonstração abaixo:

- Cheques emitidos e ainda não apresentados aos bancos no valor de R$

331.039,54;

- Outros empréstimos de Funcionários Consignação e desconto em folha no valor de R$ 89.373,36;

- Bloqueio Judicial Bco Real ABN AMRO Agencia 0550 c/c 7712347-9 no

valor total de R$11.789,27

- Empréstimo Banco Real - 13º salário no valor original de R$ 1.000.000,00, com vencimento final em 27/11/2008, e taxa de juros de 19,987% A.A., com

saldo líquido apresentado no balanço de R$ 916.666,67;

- Empréstimo Rotativo junto ao Banco Real ABN AMRO, com taxa de juros

de 8,40% a.m. com saldo líquido de balanço de R$ 43.460,73;

- Empréstimo junto a Caixa Econômica Federal, conforme Contrato de Mútuo

de Dinheiro, Cessão de Direitos Creditórios e Outras Obrigações - Caixa Hospitais - 24 meses, com taxa de juros de 1,70% A.M. e vencimento final em

10/06/2009 com saldo de balanço, no Curto Prazo, no valor de R$ 1.350.000,00

e no Longo Prazo no valor de R$ 675.000,00;

- Empréstimo Rotativo junto ao Banco HSBC, taxa de juros de 1,5% a.m.,

com saldo de balanço de R$ 596.609,76;

- Empréstimo junto a Caixa Econômica Federal, conforme Contrato de Mútuo

de Dinheiro, Cessão de Direitos Creditórios e Outras Obrigações - Caixa

Hospitais - 36 meses, com taxa de juros de 1,70% A.M. e vencimento final em 10/09/2010 com saldo de balanço, no Curto Prazo, no valor de R$ 100.776,00

e no Longo Prazo no valor de R$ 176.348,00;

- Empréstimo Rotativo junto ao Banco Real ABN AMRO, com taxa de juros

de 100% CDI + 1,060% a.m. com saldo líquido de balanço de R$ 265.600,00; i) As provisões de férias foram calculadas com base nos direitos adquiridos

pelos empregados até a data do balanço, no valor total de R$ 1.581.575,63.

E encargos sociais do PIS sobre folha no valor de R$ 25.815,26 e FGTS no

valor de R$ 29.989,00;

j) O parcelamento do F.G.T.S pela Caixa Econômica Federal, apresentado

no Curto Prazo no valor de R$ 347.645,12 e no Exigível a Longo Prazo no valor de R$ 5.510.266,32 está atualizado até a renegociação em 04/06/2007, em 160 parcelas, cuja amortização final se dará em 09/09/2020. Também no longo prazo existe o FGTS anterior a 1989 no valor original de R$ 378.733,34;

k) O REFIS, apresentado no exigível a longo prazo no valor de R$ 4.563.366,94,

refere-se ao parcelamento especial dos tributos e contribuições ( PIS e INSS

s/folha e IRR fonte), administrados pela Secretaria da Receita Federal, acres- cidos dos juros com base na TJLP e deduzidos das respectivas amorti-zações, atualizados até a data do balanço de 2004, aguardando uma decisão final visto que foi excluído do sistema, conforme portaria 511 publicada em 08/06/2004.

l) No Resultado de Exercícios Futuros foram contabilizados os aluguéis

antecipados pelas instituições financeiras: Banco Real e HSBC com saldo de balanço de R$ 1.135.431,44; arrendamento no valor de R$ 82.834,82 e também verbas antecipadas do Hospital de Ensino Futuro/Incentivo Integrasus no total de R$ 2.097.103,80.

NOTA 4 - DAS RECEITAS As Receitas da Entidade são apuradas através dos comprovantes de recebi- mento, entre eles, avisos bancários, notas fiscais e outros. Nessa apuração estão excluídas as inadimplências e os valores considerados incobráveis, con- forme demonstrativo que segue:

Itens

2007

%

2006

%

Contraprestações Pecuniárias Líquidas

17.870.790

35%

15.845.410

32%

Convênio Com o SUS

10.602.345

21%

12.799.046

26%

Particulares

303.926

1%

230.429

0%

Outros Convênios

22.348.381

44%

20.361.025

41%

Total

51.125.442

100%

49.235.910

100%

Apesar do faturamento do SUS em moeda representar em 2007, um percen- tual de 21% do faturamento global da Santa Casa, os atendimentos e os procedimentos médicos prestados aos seus segurados, representam 67% de todos os atendimentos e procedimentos do ano, incluindo internados e exter-

nos. Isoladamente, os internados nos termos do item 5.4 da ordem de Serviço

nº 210/99, editada pelo INSS, representam 71%.

NOTA 05 - SUBVENÇÕES GOVERNAMENTAIS No exercício de 2007 a Entidade recebeu subvenção do Poder Público, as quais foram contabilizadas em receitas operacionais, assim demonstradas:

Estadual Secretaria do Estado Saúde, TA 01/07, conforme processo nº 213- 000.327/07 no valor de R$162.168,00, destinada a Custeio-Pagamento de Pessoal e Reflexos, Aquisição de Materiais e Medicamentos do Programa de Incentivo à Regulação Médica; TA 02/07, conforme processo nº 218-000.943/ 07 no valor de R$ 200.000,00, destinados a aquisição de equipamentos. Estadual - Subvenção da Secretaria do Estado, relativo a contribuição de Solidariedade, verbas cartorárias recebidas em 30/05/2007 no valor de R$ 63.858,17 e em 26/11/2007 no valor de R$ 73.973,64. Federal - Subvenção do Ministério da Saúde no valor de R$ 821.723,37,

relativo ao INTEGRASUS, conforme processo Adm. nº 02.2.006.034901.4, recebidas 13 (treze) parcelas de R$ 63.209,49, e Incentivo Contrato de Gestão

-

Hospital Ensino, recebidas 13 (treze) parcelas de R$ 127.436,31 totalizando

o

valor de R$ 1.656.672,03, com a finalidade de cobrir custo da entidade.

Municipal - Subvenção da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, conforme - Lei nº 11193/2007 no valor de R$ 1.400.000,00, destinada a Assistência Hospitalar e Ambulatorial. NOTA 06 - DOAÇÕES

No exercício de 2007 a Entidade recebeu Doações, as quais foram contabilizadas

em Receitas não Operacionais, assim demonstradas:

-

-

Donativos em espécie

R$ 46.685,60

R$ 10.488,64

R$ 57.184,24

Donativos de Materiais e Medicamentos TOTAL

NOTA 07 - ATENDIMENTO AO SUS

O percentual de atendimento decorrente de convênio firmado com o Sistema

Único - SUS está comprovado como segue:

7.1 - Leitos Existentes

Disponível ao SUS Disponível no Hospital 183 / 264 = 69 % Obs: incluso CTI, UTI Cárdio, UTI Neo, Recuperação e Emergência.

7.2 - Atendimento Ambulatorial/PS Total SUS Total Geral

7.3 - Internações Total SUS Total Geral

NOTA 08 - DESTINAÇÕES Os recursos da Entidade foram aplicados em suas finalidades institucionais, de conformidade com seus Estatutos Sociais, e demonstrados pelas suas Despesas e Investimentos Patrimoniais. NOTA 09 - DESPESAS

As despesas da Entidade são apuradas através de Notas Fiscais e Recibos em

conformidade com as exigências legais-fiscais. NOTA 10 - SEGUROS

A Entidade mantém seus ativos segurados no valor de R$16.000.000,00,

conforme apólice nº 18-18-0001437 com vigência de 08/11/2007 a 08/11/2008.

NOTA 11- ISENÇÃO PREVIDENCIÁRIAS E TRIBUTÁRIAS USUFRUÍDAS

A Isenção das contribuições previdenciárias usufruídas no ano de 2007 está

contabilizada em contas de compensações, supridas por esta nota explicativa para fins de apresentação do balanço, e representam o valor de R$ 3.774.957,41

NOTA 12 - GRATUIDADES

O Montante atribuído à gratuidade no ano 2006 foi de R$ 7.804.161,07 com-

preendendo o déficit nas contas do S.U.S., subtraído da soma de “DOAÇÕES

E SUBVENÇÕES

NOTA 13 - AJUSTE DE EXERCÍCIOS ANTERIORES

O saldo de Balanço no total de R$ 24.168,28 compõe-se pelos ajustes men-

cionados individualmente na conta contábil de ajuste de exercícios anteriores; que em resumo corresponde a ajustes no decorrer do ano calendário de 2007, como ajustes positivos no valor de R$ 4.915.662,57 e ajustes negativos de R$ 3.100.280,70, somado ao saldo negativo de R$ 1.839.550,15 em 31/12/2006.

Os ajustes de 2007 referem-se basicamente a adequação das contas: ação judicial sindicato, ações judiciais, empréstimos consignado, estoque físico, folha de funcionários, fornecedores, honorários médicos e ajuste mensalida- des do plano de saúde. NOTA 14 - REGULAMENTAÇÃO DOS PLANOS DE ASSISTÊNCIA A SAÚDE

A entidade está adaptada, a partir do exercício de 2007, a todas as regulamen-

tações da A.N.S. - Agência Nacional de Saúde Suplementar, entre as quais

a RN/ANS nº 136 de 31/10/2006 e IN/DIOPE nº 09, de 14/02/2007 (Revisão do

Plano de Contas Padrão). E RN/ANS nº 160 de 03/07/2007(Reservas Técni- cas), para tanto, neste exercício foram constituídas reservas no montante de

R$ 124.617,93, perfazendo o saldo em 31/12/2007 da mesma no valor de R$ 793.470,16. Quanto à necessidade da cobertura financeira com no mínimo

10% do total destas reservas, conforme determina a RN nº159, de 03/07/2007,

a entidade mantém aplicações financeiras com valores que garantem.

323.604 / 485.587 = 67%

8.913 / 12.617 = 71%

8 - Segunda-feira, 06 de Abril de 2009

Diário Oficial

Continuação

EDITAIS

NOTA 15 - PROVISÕES PARA CONTINGÊNCIA PASSIVAS

destacado na nota explicativa nº 03 - item G, não havendo estimativa de valo- res para as mesmas. 4) Em nossa opinião, exceto quanto ao mencionado no parágrafo 3, as demonstrações contábeis referidas no parágrafo primeiro representam, ade- quadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e finan- ceira da Sociedade Beneficente Hospitalar Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto, em 31 de dezembro de 2.007; o resultado de suas operações, as mutações do seu patrimônio líquido e as origens e aplicações de seus recursos, correspondentes ao exercício findo naquela data de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil. 5) A Entidade apresentou prejuízo líquido de R$ 4.441.673,47, (quatro milhões

A

Entidade possui processos judiciais de natureza Trabalhista, em andamento,

e

na opinião de seus consultores jurídicos existe probabilidade de êxito, possíveis

de ganho e também provável, mas não mensurado com suficiente segurança. Na área Cível a Entidade possui processos judiciais, em andamento, e na

opinião de seus consultores jurídicos existe probabilidade de êxito, provável de ganho e também possível de perdas. Assim sendo, a Administração da Irman- dade entende que são fortes os argumentos da defesa para os processos a seguir, portanto, não foi constituída a provisão para contingências:

Com possibilidade de êxito de provável ganho os seguintes Processos: 401/95

VC no valor de R$ 500.000,00; 1911/04 1ª VC no valor de R$ 415.000,00; 2689/

05

10ª VC no valor de R$ 150.000,00; 1835/05 9ª VC no valor de R$ 150.000,00;

quatrocentos e quarenta e um mil e seiscentos e setenta e três reais e quarenta

1452/06 6ª VC no valor de R$ 20.000,00; 342/06 4ª VC no valor de R$

e

sete centavos) durante o exercício findo em 31 de dezembro de 2007 e, na-

230.000,00; 2268/03 4ª VC no valor de R$ 60.000,00; 2014/07 7ª VC no valor de R$ 38.000,00; 256/04 1ª VC no valor de R$ 83.000,00; 1365/05 3ª VC no valor de R$ 415.000,00; 4837/05 2ª FP no valor de R$ 3.000.000,00; 2818/02 1ª VC no valor de R$ 100.000,00; 913/06 10ª VC no valor de R$ 83.000,00; 1544/06 1º FP no valor de R$ 124.500,00; 385/99 2ª VC no valor de R$ 500.000,00; 853/99 8ª VC no valor de R$ 400.000,00; 2371/02 6ª VC no valor de R$ 65.000,00; 1186/

quela data, o passivo circulante da Entidade excedia seu ativo circulante em R$ 13.876.593,37 (treze milhões oitocentos e setenta e seis mil e quinhentos

noventa e três reais e trinta e sete centavos); e seu passivo total excedia seu ativo total em R$ 15.670.426,37 (quinze milhões seiscentos e setenta mil e quatrocentos e vinte e seis reais e trinta e sete centavos), que corresponde ao Passivo a Descoberto ou Patrimônio Líquido Negativo. Esses fatores levan- tam dúvida substancial de que a Entidade tenha condições de manter a continuidade normal de suas atividades. As Demonstrações Contábeis não incluem quaisquer ajustes relativos à realização e à classificação dos valores de ativos ou quanto aos valores de liquidação e à classificação de passivos que seriam requeridos na impossibilidade de a Entidade continuar operando. AUDIOESP AUDITORIA E CONSULTORIA S/S . - CRC 2SP 013587/O-8 Ato Declaratório C.V.M. nº 8292/05 - IBRACON NACIONAL Nº 161 ANTONIO CARLOS MABÍLIA - Contador CRC 1SP044 192/O-4 Inscrito no CNAI Sob Nº 48 JAMIR TOMAZ OLIVEIRA - Contador CRC nº 1SP100506-O-8 Inscrito no CNAI Sob Nº 1300 PARECER DO CONSELHO FISCAL Como membros do Conselho Fiscal da Sociedade Beneficente e Hospitalar Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto e, como tal, investidos nos direi- tos e deveres declinados nos Estatutos Sociais da Instituição, vimos à presença de V.Sa. Para destacar que a aprovação dos balanços da instituição, reclama parecer do Conselho Fiscal e depende sempre de trabalho de auditoria técnica independente. No balanço em epigrafe, a auditoria consignou diversas recomen- dações de ordem técnica, em face de inobservância de procedimentos que poderiam comprometer os lançamentos.Ocorre que, mesmo diante destes fatos e das conseqüências recomendações da auditoria, a não aprovação do balanço pelo Conselho Fiscal poderia implicar na paralisação do andamento administrativo da Instituição junto aos órgãos competentes, com sérias conse- qüências nas atividades de atendimento daqueles que buscam os seus ser- viços. Assim sendo, apenas em razão do acima exposto, resolve este Con- selho Fiscal dar parecer favorável ao que consta do balanço, impondo-se a essa administração a premente necessidade de serem atendidas todas as recomendações declinadas no parecer da auditoria para sua regularização, consignando-se também a necessidade de uma reflexão mais detida sobre a vida contábil da Instituição, de modo a não comprometer ainda mais a regula- ridade formal da contabilidade. Por derradeiro, solicitamos que o teor desta seja transcrito na ata da próxima reunião da Mesa Administrativa. Ribeirão Preto, 01 de Abril de 2009. WALTER ALVES DE OLIVEIRA SEBASTIÃO ROBERTO COIMBRA FREDDY OKUBO Cód. 02.10.10

e

06

2ª VC no valor de R$ 83.000,00; 1782/06 7ª VC no valor de R$ 450.000,00;

2424/95 4ª VC no valor de R$ 100.000,00; 1129/06 2ªVC no valor de R$ 400.000,00; 1479/07 6ª VC no valor de R$ 44.000,00; 109/04 2ªVC no valor de R$23.000,00; 2199/07 5 ªVC no valor de R$ 75.000,00; 1369/07 7ª VC no valor de R$ 380.000,00; 582/07 2ª VC no valor de R$ 415.000,00; 2512/07 2ª VC/AB no valor de R$ 50.000,00; 1537/06 8ª VC no valor de R$ 45.000,00. Com possibilidade de possível perda os seguintes processos: 560/05 7ª VC no valor de R$105.000,00; 763/04 6ª VC no valor de R$150.000,00; 902/00 4ª VC no valor de R$ 225.000,00. Ribeirão Preto, 31 de Dezembro de 2007 Campinas, 25 de Março de 2008. PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Senhores Administradores SOCIEDADE BENEFICENTE E HOSPITALAR SANTA CASA DE MISERI- CORDIA DE RIBEIRÃO PRETO CNPJ Nº 55.989.784/0001-14 1) Examinamos o Balanço Patrimonial da Sociedade Beneficente Hospitalar Santa Casa de Misericórdia de Ribeirão Preto, levantado em 31 de dezem- bro de 2.007, e a respectiva demonstração de resultado, da mutação do patri- mônio líquido e das origens e aplicações de recursos, correspondentes ao exercício findo naquela data, elaboradas sob a responsabilidade de sua admi- nistração. Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis. 2) Nossos exames foram conduzidos de acordo com as normas de auditoria aplicadas no Brasil e compreenderam: a) o planejamento dos trabalhos, consi- derando a relevância dos saldos, o volume de transações e o sistema contábil e de controles internos da Empresa; b) a constatação, com base em testes, das evidências e dos registros que suportam os valores e as informações contábeis divulgadas; e c) a avaliação das práticas e das estimativas contábeis mais representativas adotadas pela administração da Empresa, bem como, da apre- sentação das demonstrações contábeis tomadas isoladamente. 3) a - Conforme destacado no item 15 das notas explicativas, consta que não houve constituição de provisão para contingências para ações judiciais em trâmite, em face da probabilidade de êxito, provável de ganho e também pos- sível de perdas, mas não mensurado com suficiente segurança; b - A Entidade também deixou de contabilizar as depreciações conforme

Faça silêncio ao passar em frente aos hospitais. Os do- entes merecem. Em toda parte

Faça silêncio ao passar em frente aos hospitais. Os do- entes merecem. Em toda parte procure fazer o míni- mo de barulho.

Em toda parte procure fazer o míni- mo de barulho. Diário Oficial IMPRENSA OFICIAL DO MUNICÍPIO

Diário Oficial

IMPRENSA OFICIAL DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO

Lei Munic. nº 2.591 de 10/janeiro/1972

Dárcy da Silva Vera Prefeita Municipal Pedro Augusto Barros Scomparin Diretor Superintendente Coderp Eliezer Guedes Furtado Jornalista Responsável - MTb 35.618 Carlos Cesar Pires de Sant'Anna Gerente Gráfico

Assinatura:

Semestral R$ 140,00 - Anual R$ 280,00

Administração/Redação/Gráfica Rua Guatapará, 515 - Vila Virgínia Fone: (16) 3977-8390 - Fax: (16) 3977-8393 Cep 14030-060 - Ribeirão Preto - SP E-mail: imprensaoficial@coderp.com.br Endereço Eletrônico: www.coderp.com.br

SASSOM

Serviço de Assistência à Saúde dos Municipiários de Ribeirão Preto

EXTRATO DE ADITAMENTO DE CONTRATO DE Nº 06/2009 Contratante: SASSOM - Serviço de Assistência à Saúde dos Municipiários de Ribeirão Preto. Contratada: ERIMAT TELEINFOR- MÁTICA LTDA com sede na cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, à Rua Henrique Dumont, nº 1395, sala 04, regularmente inscrita no CGC/MF sob o nº 59.434.449/0001-00.

Objeto: Contratação de empresa es- pecializada em prestação de serviços de telefonia e telecomunicações. Prazo: Início em 01/04/2009 e térmi- no em 31/03/2010. Valor Estimado: R$ 4.464,00 (quatro mil quatrocentos e sessenta e quatro reais). Dotação Orçamentária: Outros Ser- viços de Terceiros - Pessoa Jurídica. Código: 30/339039.00.1701.2.

Ribeirão Preto, 30 de março de 2009 LUIZ CARLOS DE SOUSA Superintendente

A cidade é sua. Cuide de sua cidade como se fosse sua casa.

A cidade é sua. Cuide de sua cidade como se fosse sua casa.