Você está na página 1de 3

1.

Como o controle automático contribui para o aumento da segurança em


plantas industriais químicas?

2. Como o controle automático contribui com o retorno econômico em plantas


industriais químicas?

3. Como o controle automático contribui para a satisfação das exigências


ambientais?

4. Como o controle automático contribui para a extensão da vida útil das


unidades/equipamentos industriais?

5. Diferencie Controle Automático de Processos de Automação. Dê um


Exemplo em que fique clara a diferença.

6. Caracterize o controle por retroalimentação negativa.


Retroalimentação também denominada por feedback é o "retorno da
informação ou do processo". É o efeito retroativo ou informação que o
emissor obtém da reação do receptor à sua mensagem, e que serve para
avaliar os resultados da transmissão, ou até mesmo dar uma resposta. É o
efeito retroativo ou informação que o emissor obtém da reação do receptor à
sua mensagem, e que serve para avaliar os resultados da transmissão, ou até
mesmo dar uma resposta. Também o nome dado ao procedimento através
do qual parte do sinal de saída de um sistema (ou circuito) é transferida para
a entrada deste mesmo sistema. Quando a retroalimentação diminui o nível
da saída, fala-se de retroalimentação negativa, e quando a retroalimentação
amplifica o nível da saída fala-se de retroalimentação positiva.

7. Caracterize o controle antecipativo puro.


Controlador Feedfoward mede o disturbio e toma ação antecipadas na planta evitando a
propagação do erro. É uma forma de controle ABERTA! O controle antecipativo mede uma
ou mais variáveis de entrada, prediz seu efeito no processo a atua diretamente sobre a
variável manipulada. O controle antecipativo puro irá funcionar apenas se forem
consideradas características estáticas e dinâmicas do processo (temperatura do fluído,
vazão do fluído, atrasos, etc). Ou seja, na prática não irá funcionar.

8. Caraterize a associação do controle por retroalimentação


negativa/antecipativo.
Em aplicações de controle de processos industriais o que se faz é a utilização do controle
antecipativo com um controle com realimentação. Neste caso a temperatura do fluído
passa a ser medida entregue ao controle.

9. Por que não se usa controle por retroalimentação positiva? Qual a utilidade
prática da retroalimentação positiva?
O feedback positivo, diferentemente do negativo, aumenta o
estímulo que gera desequilíbrio,fazendo com que os valores
estejam cada vez mais diferentes do padrão.
10. Por que o controle antecipativo não deve ser usado isoladamente?

11. O que se entende por variável controlada?


12. O que se entende por variável manipulada?
13. O que se entende por variável perturbação?
14. O que é controle em malha fechada? Dê um exemplo.
15. O que é controle em malha aberta? Dê um exemplo.
16. No processo fermentativo aeróbio em batelada de cultivo de Saccharomyces
cerevisae para fins de produção de fermento de panificação, proponha pelo
menos três malhas individuais/independentes de controle automático
identificando a variável controlada e a variável manipulada para cada malha.
17. O controle de peso corporal, realizado sem fazer pesagens regulares e sem
acompanhamento algum, caracteriza qual tipo de controle “automático” ? E
se a pessoa dispõe de uma tabela de calorias e da quantidade ingerida de
alimentos, bem como do gasto calórico diário?
18. Por que, no contexto da questão 17, realizar pesagens regulares com controle
de ingesta e de gasto calórico, permite implementar um controle
“automático” feedback muito eficiente?
19. Qual a diferença entre um diagrama esquemático de uma unidade e de um
diagrama de blocos?
20. Quais as diferenças entre o diagrama BFD e o diagrama P&ID ?
21. A respeito das normas ISA S5.1 e NBR 8190, como é feita a identificação de
instrumentos em um diagrama P&ID ? Dê dois exemplos, para variáveis
diferentes.
22. Quanto à localização, como são classificados os instrumentos?
23. Quanto aos tipos, como são classificados os instrumentos?
24. Cite pelo menos 8 tipos diferentes de sinais que podem ser transmitidos em
plantas industriais.
25. Quais as informações que o diagrama P&ID NÃO contém?
26. Como o controle automático contribui para o aumento da segurança em
plantas industriais químicas?
27. Como o controle automático contribui com o retorno econômico em
plantas industriais químicas?
28. Como o controle automático contribui para a satisfação das exigências
ambientais?
29. Como o controle automático contribui para a extensão da vida útil das
unidades/equipamentos industriais?
30. Diferencie Controle Automático de Processos de Automação. Dê um
Exemplo em que fique clara a diferença.
31. Caracterize o controle por retroalimentação negativa.
32. Caracterize o controle antecipativo puro.
33. Caraterize a associação do controle por retroalimentação
negativa/antecipativo.
34. Por que não se usa controle por retroalimentação positiva? Qual a
utilidade prática da retroalimentação positiva?
35. Por que o controle antecipativo não deve ser usado isoladamente?
36. O que se entende por variável controlada?
37. O que se entende por variável manipulada?
38. O que se entende por variável perturbação?
39. O que é controle em malha fechada? Dê um exemplo.
40. O que é controle em malha aberta? Dê um exemplo.
41. No processo fermentativo aeróbio em batelada de cultivo
de Saccharomyces cerevisae para fins de produção de fermento de
panificação, proponha pelo menos três malhas
individuais/independentes de controle automático identificando a
variável controlada e a variável manipulada para cada malha.
42. O controle de peso corporal, realizado sem fazer pesagens regulares e
sem acompanhamento algum, caracteriza qual tipo de controle
“automático” ? E se a pessoa dispõe de uma tabela de calorias e da
quantidade ingerida de alimentos, bem como do gasto calórico diário?
43. Por que, no contexto da questão 17, realizar pesagens regulares com
controle de ingesta e de gasto calórico, permite implementar um
controle “automático” feedback muito eficiente?
44. Qual a diferença entre um diagrama esquemático de uma unidade e de
um diagrama de blocos?
45. Quais as diferenças entre o diagrama BFD e o diagrama P&ID ?
46. A respeito das normas ISA S5.1 e NBR 8190, como é feita a identificação
de instrumentos em um diagrama P&ID ? Dê dois exemplos, para
variáveis diferentes.
47. Quanto à localização, como são classificados os instrumentos?
48. Quanto aos tipos, como são classificados os instrumentos?
49. Cite pelo menos 8 tipos diferentes de sinais que podem ser transmitidos
em plantas industriais.
50. Quais as informações que o diagrama P&ID NÃO contém?

Interesses relacionados