Você está na página 1de 26

A escolha de repertórios no

percurso acadêmico dos


cursos de Bacharelado e
Licenciatura em Violino
PROFª BRUNA CAROLINE DE SOUZA BERBERT
INFLUÊNCIA DA ESCOLHA DO REPERTÓRIO;
NOS RESULTADOS EDUCACIONAIS;
OBJETIVO O PAPEL DO PROFESSOR;
DA AULA PERSONALIZAÇÃO DO CONTEÚDO;
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE REPERTÓRIO;
PROGRAMA BÁSICO DE REPERTÓRIO.
"Selecionar repertório não se trata somente de
escolher peças para serem tocadas; selecionar
repertório significa definir um currículo e nossos
valores sobre o que deveria ser educação musical
para nossos estudantes. [...] A qualidade da
educação musical de nossos alunos está
diretamente relacionada à qualidade do currículo
que eles estudam e tocam."

Professor Craig Kirchhoff


College of Liberal Arts
University of Minnesota
A Grande Responsabilidade do Professor

SELEÇÃO DE RESULTADOS
CONTEÚDOS EDUCACIONAIS
Personalização do
Currículo e Repertório
INGRESSANTES
DIFERENTES NÍVEIS TÉCNICO-MUSICAIS
AUTODIDATAS
AULAS PARTICULARES
CONSERVATÓRIOS DE MÚSICA
ESCOLAS ESPECIALIZADAS
PROJETOS SOCIAIS

ADEQUAÇÃO DO REPERTÓRIO E DOS


MATERIAIS DIDÁTICOS AO ESTÁGIO ATUAL
DE DESENVOLVIMENTO DO ESTUDANTE
Personalização do
Currículo e Repertório
EGRESSOS
OBJETIVO: SÓLIDA BASE TÉCNICO-MUSICAL

TÉCNICA INSTRUMENTAL

INTERPRETAÇÃO

PERFORMANCE
Técnica de
Mão Esquerda
Postura
Articulação
Afinação
Mudanças de posição
Posições fixas
Vibrato
Cordas duplas e acordes
Ornamentos
Pizzicato de mão esquerda
Harmônicos
Glissando cromático
Escolha de dedilhados
Técnica de
Mão Direita
Postura
Produção sonora (ponto de
contato, pressão e velocidade de
arco)
Cor sonora (timbre e estilos)
Controle e articulação do arco
Golpes de arco ( legato , detaché ,
martelé , collé , spiccato , sautillé ,
staccato preso, ricochet , além de
combinações e derivados)
Interpretação
Estilos musicais Gêneros
Barroco Concertos
Clássico Diferentes
Romântico tipos de
Moderno sonatas
Contemporâneo Peças
Brasileiro Caprichos
Dentre outros
Formações
instrumentais

Solo
Câmara
Orquestral
Performance

Obras de diferentes

Durações (curta, média e


longa)
Dificuldades técnicas
(fácil, regular e difícil)
Tipos (estilos, gêneros e
formações instrumentais)
"No que se refere ao repertório, o professor
deve ter como objetivo passar a maior
variedade e versatilidade [de composições]
possível, fazendo com que o aluno estude
obras de todos os estilos, tipos e períodos
musicais. Professores não deveriam tomar a
linha de menor resistência designando ao
estudante apenas peças para as quais ele
está mais adaptado. O repertório deve ser
completo para todos os estudantes, de forma
que qualquer desenvolvimento unilateral seja
evitado. Para propósito de estudos, deve-se
dar atenção especial aos pontos mais fracos
[do estudante]. Para performances públicas,
no entanto, é mais sábio escolher um
programa que está mais adequado à
personalidade do aluno e que revelará seus
talentos da melhor maneira possível.”

GALAMIAN, Ivan. Principles of Violin Playing and Teaching.


New York: Dover Publications, 2013. 1. ed. 1962. p. 107,
tradução nossa.
Objetivos do
Estudante
Músico de orquestra
Professor de instrumento
(conservatórios e escolas
especializadas)
Carreira acadêmica
Escola básica

FORMAÇÃO

PROFISSÃO
Critérios de seleção

Repertórios de tipos e estilos


diferentes;
Repertórios progressivamente
mais difíceis (técnica, estilística
e/ou interpretativamente);
Repertórios representativos da
tradição do violino, requisitados
em concursos e seleções.
Programa Básico
BARROCO

A. VIVALDI
(REQUISITO DE INGRESSO - LICENCIATURA)
UM DOS CONCERTOS PARA
VIOLINO E ORQUESTRA

J. S. BACH
UM DOS CONCERTOS PARA
VIOLINO E ORQUESTRA
UMA SONATA E UMA PARTITA
PARA VIOLINO SOLO
Programa Básico
BARROCO

A. CORELLI
LA FOLLIA

G. TARTINI
DEVIL'S TRILL (SONATA)
Programa Básico
CLÁSSICO

J. HAYDN
UM DOS CONCERTOS PARA
VIOLINO E ORQUESTRA

W. A. MOZART
(REQUISITO DE INGRESSO - BACHARELADO)
CONCERTO Nº 3, 4 OU 5 PARA
VIOLINO E ORQUESTRA

L. v. BEETHOVEN
UMA DAS SONATAS PARA
VIOLINO E PIANO
Programa Básico
PRÉ-ROMÂNTICO

ESCOLA FRANCESA | FRANCO-BELGA

G. B. VIOTTI (Nº 22 OU 23)


C.-A. DE BÉRIOT
(CONCERTO Nº 9, OP. 104,
OU SCÈNE DE BALLET)
Programa Básico
ROMÂNTICO
CONCERTOS PARA VIOLINO E ORQUESTRA

F. MENDELSSOHN (OP. 64)


M. BRUCH (Nº 1, OP. 26)
SAINT-SAËNS (Nº 3, OP. 61)
H. WIENIAWSKI (Nº 2, OP.22)
A. DVORÁK (OP. 53)
L. V. BEETHOVEN (OP. 61)
N. PAGANINI (Nº 1 OU Nº 2)
P. TCHAIKOVSKY (OP. 35)
J. SIBELIUS (OP. 47)
J. BRAHMS (OP. 77)
Programa Básico
ROMÂNTICO
PEÇAS DE VIRTUOSISMO OU CAPRICHOS

H. WIENIAWSKI (POLONESES,
CAPRICHOS, SCHERZO TARANTELLA)
N. PAGANINI (CAPRICHOS)
P. SARASATE (ZIGEUNERWEISEN,
ZAPATEADO, ROMANZA ANDALUZA,
INTRODUÇÃO E TARANTELLA)
KREISLER (CAPRICHO VIENENSE,
RECITATIVO E SCHERZO)
SAINT-SAËNS (INTRODUÇÃO E
RONDÓ CAPRICHOSO)
P. TCHAIKOVSKY (VALSA-SCHERZO)
Programa Básico
ROMÂNTICO

SONATAS PARA VIOLINO E PIANO

J. BRAHMS (Nº 1, 2 OU 3)
R. SCHUMANN (Nº 1 OU 2)
E. GRIEG (Nº 3)

MODERNO

SONATAS PARA VIOLINO E PIANO

CÉSAR FRANCK (EM LÁ MAIOR)


C. DEBUSSY (EM SOL MENOR)
S. PROKOFIEV (Nº 1 OU 2)
D. SHOSTAKOVICH (OP. 134)
Programa Básico
MODERNO

CONCERTOS PARA VIOLINO E ORQUESTRA

B. BARTÓK (Nº 1 OU 2)
A. KHACHATURIAN (EM RÉ MENOR)
S. PROKOFIEV (Nº 1 OU 2)
D. SHOSTAKOVICH (Nº 1 OU 2)
S. BARBER (OP. 14)

PEÇAS PARA VIOLINO SOLO OU COM PIANO

E. BLOCH (SUÍTE BAAL SHEM)


M. RAVEL (TZIGANE)
E. YSAŸE (OP. 27)
Programa Básico
BRASILEIRO
VILLA-LOBOS (SONATA FANTASIA)
FLAUSINO VALE (26 PRELÚDIOS)
GUERRA-PEIXE (CONCERTINO, SONATA
Nº 2)
LEOPOLDO MIGUEZ (SONATA PARA
VIOLINO E PIANO)
MARLOS NOBRE (DESAFIO Nº 3)
CAMARGO GUANIERI (SONATAS PARA
VIOLINO E PIANO)
CLÁUDIO SANTORO (SONATAS PARA
VIOLINO E PIANO)
PAULO BOSÍSIO (ABOIO E DANÇA NEGRA)
Programa Básico
PROPOSTAS E INCENTIVOS

LAPHI - Música Antiga;

COMUS - Música Contemporânea.

REPERTÓRIO COMPLEMENTAR

MÚSICA DE CÂMARA (TRIOS,

QUARTETOS, QUINTETOS);

MÚSICA ORQUESTRAL

(EXCERTOS, SINFONIAS, ETC).


TÉCNICA
REPERTÓRIO
FINALIZANDO...
Atividade de revisão e
compartilhamento de
experiências
(para próxima aula)
Muito obrigada!