Você está na página 1de 6

Lista 2 de Mecânica dos Fluidos

1. Considere o escoamento incompressível e permanente através do dispositivo mostrado.


Determine o módulo da vazão volumétrica através da abertura 3 e verifique se o fluxo é
para fora ou para dentro do dispositivo.

2. Encontre as forças de reação para manter o recipiente abaixo em repouso. Sabe-se que a
altura do recipiente é de 2m e a área da base é 1m². O recipiente é preenchido com óleo
(ρ=650kg/m³) e o fluido entra pelo orifício superior e sai pelos dois orifícios inferiores.

3. Um produtor de arroz necessita encher de água uma área de plantio de 5 acres (1 acre =
4046,86 m²), com uma profundidade de 8 cm, em 1 h. Quantos tubos de suprimento de
água com 15 cm de diâmetro são necessários se a velocidade média em cada um deve ser
menor do que 3 m/s?

4. Água liquida escoa no através do volume de controle abaixo. Sabe-se que as áreas dos
orifícios são circulares e tem diâmetros de d1=50cm, d2=0,2d1 e d3=6d2. A velocidade
média de entrada na área 1 é 3m/s, na área 2 é 8m/s. Encontre a velocidade da área 3 e
encontre as forças de reação necessárias para manter o volume de controle em equilíbrio.
O ângulo que a normal à área da saída faz com a parede é de 60º. Considere irrelevante o
peso do volume de controle.
5. No escoamento incompressível através do dispositivo mostrado, as velocidades podem
ser consideradas uniformes em todas as seções de entrada e de saída. As seguintes
condições são conhecidas: A1=0,1m², A2 = 0,2 m² A3=0,15 m², V1=10e-t/2m/s e V2 =
2cos(2t) m/s (t em segundos). Obtenha uma expressão para a velocidade na seção 3.
Qual a velocidade V3 no instante 2s?

6. Agua escoa a 15kg/s em um joelho com 30o de desvio. O joelho descarrega água na
atmosfera. A área da secção de entrada do joelho é 110 cm2 na entrada e 10 cm2 na saída.
A diferença de elevação entre as duas seções é de 30 cm. O peso do joelho e da água
dentro da tubulação podem ser desprezados. Determine a força de ancoragem necessária
para manter o joelho no lugar. A pressão manométrica na seção de entrada vale 202,2
kPa.

7. Uma curva redutora bidimensional tem um perfil de velocidade linear na seção 1. O


escoamento é uniforme nas seções 2 e 3. O fluido é incompressível e o escoamento é
permanente. Determine o módulo e o sentido da velocidade uniforme na seção 3.

60cm

=0,3m/s

60cm

0,5m/s
30cm

8. Um tanque com volume de 0,4 m³, contém ar comprimido. Uma válvula é aberta e o ar
escapa com velocidade de 250 m/s através de uma abertura de 100 mm2 de área. A
temperatura do ar passando pela abertura é igual a -20°C e a pressão absoluta é 300 kPa.
Determine a de variação da massa específica do ar no tanque nesse instante.

9. Uma placa plana com um orifício está instalada na extremidade de um tubo de 10 cm de


diâmetro interno, conforme mostrado. Água escoa através do tubo e do orifício a uma
taxa de 28,3 L/s. O diâmetro do jato a jusante do orifício é 3,75 cm. Calcule a força
externa necessária para manter a placa de orifício no lugar. Despreze o atrito na parede
do tubo e considere a pressão manométrica interna de 1,37 MPa.

/s

10. Calcule a força requerida para manter o tampão fixo na saída do tubo de água. A vazão
é 1,5 m³/s e a pressão a montante é 3,5 MPa.

11. A figura mostra um redutor em uma tubulação. O volume interno do redutor é 0,2 m³
sua massa é 25 kg. Avalie a força total de reação que deve ser feita pelos tubos
adjacentes para suportar o redutor. O fluido é a gasolina (gasolina = 720 kg/m³).

12. Um cotovelo redutor de 30° é mostrado na figura. O fluido é água. Avalie as componentes
da força que deve ser aplicada pelos tubos adjacentes para manter o cotovelo estático.
13. Um tanque de água está apoiado sobre um carrinho com rodas sem atrito, como mostrado.
O carro está ligado a uma massa de 9 kg por meio de um cabo, e o coeficiente de atrito
estático da massa com o solo é =0,5. No tempo 5 s, um segundo cabo é usado para
remover uma porta que fecha a saída do tanque. O escoamento de saída resultante será
suficiente para iniciar o movimento do tanque? Considere escoamento de água sem atrito
e F=m.g.

14. Um fluido escoa numa tubulação de raio R em regime laminar e permanente. A


velocidade V é dada pela equação abaixo, onde r é a distância radial a partir do eixo
central do tubo. Determine o fluxo de massa da tubulação.

  r 2 
V = U max 1 −   
  R  

15. Se o tubo 1 tem um diâmetro de 50mm e uma velocidade média de 2m/s. O tubo 2 tem um
diâmetro de 40mm e escoa 30% de total da vazão mássica. O tubo 3 tem um diâmetro de 60mm.
Determine a vazão total e a velocidade média em cada tubo.
16. Considere o escoamento de água através de um cotovelo de 900 em regime
permanente. Na seção (1) da entrada o diâmetro é 1 20 mm, a velocidade é igual a
4m/s e a pressão relativa igual a 120 kPa. Na seção (2) da saída ó diâmetro é igual 60
mm sendo o fluido descarregado a pressão atmosférica com velocidade igual a 16
m/s. Determinar: A força resultante Rx e Ry.

17. Uma fonte decorativa tem uma vazão igual a 0,05m 3/s e uma velocidade de 8m/s.
(a) Considere que o ângulo θ definido na figura é igual a 60 0. Determine as reações
nas direções x e y. (b) Determine a força resultante e o ângulo em que atua.

18. Tubo de Pitot é um instrumento de medição de velocidade muito utilizado para medir
a velocidade de fluidos segundo modelos físicos simulados em laboratórios de
hidráulica e aerodinâmica. Também usa-se em hidrologia, sendo capaz de medir
indiretamente vazões em rios, canais, redes de abastecimento de água, adutoras e
oleodutos. Abaixo ar (=1,23kg/m3) escoa num tubo que possui 2,5cm de diâmetro,
para mensurar a vazão do mesmo, um tubo de Pitot, que utiliza o mercúrio
(=13600kg/m3) como fluido manométrico apresenta um desnível médio (Z) de
25mm. Determine a vazão mássica de ar.
19. Um carrinho é propelido por um jato de água líquida que sai horizontalmente de um
tanque. A pista é horizontal e a resistência da mesma pode ser negligenciada. O
tanque é pressurizado de modo que a velocidade do jato pode ser considerada
constante. Obtenha uma expressão geral que dê a velocidade do carrinho no tempo.
Se a massa inicial é 100kg e a área da seção de passagem da água é 0,005m² determine
a velocidade do jato para que o atinja uma velocidade de 1,5m/s no instante de 30s.

20. Um tanque que cilíndrico, possui 1,5m de diâmetro e 1,8m de altura. O mesmo se
encontra inicialmente completamente cheio. Em um determinado instante um tampão
ao fundo do mesmo é aberto fazendo com que água escoe a 2m/s por um diâmetro de
3cm, ao passo que uma mangueira despeja água líquida a uma vazão de 2l/s. (a)
Determine uma equação que expresse o nível do tanque ao longo do tempo (b)
determine o tempo necessário para o nível do tanque caia pela metade.