Você está na página 1de 4

BACHARELADO EM DIREITO

DIREITO CIVIL V
PROFESSOR: JOÃO PAULO LIMA CAVALCANTI

RELAÇÕES DE PARENTESCO

1. CONCEITO

Parentesco é o vínculo existente entre pessoas que pertencem à mesma


família. O parentesco será natural ou civil, conforme resulte de consaguinidade
ou outra origem.

Art. 1.593. O parentesco é natural ou civil, conforme resulte de consangüinidade


ou outra origem.

O parentesco será verificado tanto na linha reta como na linha colateral.

São parentes em linha reta as pessoas que estão, umas para as outras, na
relação de ascendentes e descendentes (pais e filhos, avós e netos, por
exemplo).

Art. 1.591. São parentes em linha reta as pessoas que estão umas para com as
outras na relação de ascendentes e descendentes.

São parentes em linha colateral (ou transversal) as pessoas que descendem de


um tronco em comum, sem descenderem uma da outra (por exemplo, o tio e o
sobrinho, os primos, o tio-avô e o sobrinho neto).

Art. 1.592. São parentes em linha colateral ou transversal, até o quarto grau, as
pessoas provenientes de um só tronco, sem descenderem uma da outra.

A afinidade é o vínculo que une o cônjuge ou companheiro aos parentes do


outro cônjuge ou do outro companheiro. Assim, há afinidade tanto no
casamento como na união estável.

Art. 1.595. Cada cônjuge ou companheiro é aliado aos parentes do outro pelo
vínculo da afinidade.

A afinidade limita-se aos ascendentes, aos descendentes e aos irmãos do


cônjuge ou do companheiro. É, portanto, o vínculo entre o genro, a nora e o
sogro, os cunhados.

Art. 1.595, § 1o O parentesco por afinidade limita-se aos ascendentes, aos


descendentes e aos irmãos do cônjuge ou companheiro.

Com a dissolução do casamento ou da união estável não se extingue a


afinidade na linha reta, mas somente na linha colateral. Por isso, cunhados

Faculdade Joaquim Nabuco. CIVIL V. Prof. João Paulo Cavalcanti Página 1


deixam de ser cunhados, mas o vínculo existente entre o genro, a nora e seus
sogros nunca se extingue.

Art. 1.595, § 2o Na linha reta, a afinidade não se extingue com a dissolução do


casamento ou da união estável.

O grau de parentesco é contado pelo número de gerações entre os parentes.


Assim, pais e filhos são parentes na linha reta em primeiro grau, pois somente
há uma geração entre eles. Avós e netos são parentes na linha reta em
segundo grau; bisavô e bisneto em terceiro grau, e assim por diante.

Na linha colateral conta-se o grau de parentesco também pelo número de


gerações, subindo de um dos parentes até o ascendente em comum, e
descendo até encontrar o outro parente. O parentesco na linha colateral se
estende somente até o quarto grau.

Art. 1.594. Contam-se, na linha reta, os graus de parentesco pelo número de


gerações, e, na colateral, também pelo número delas, subindo de um dos parentes
até ao ascendente comum, e descendo até encontrar o outro parente.

Faculdade Joaquim Nabuco. CIVIL V. Prof. João Paulo Cavalcanti Página 2


Pai Colateral de
2º grau

1º 2º

Eu Irmão

Avô
3º Colateral de
3º grau

Pai Tio

Colateral de
1º 4º 4º grau

Eu Primo

Infinito

Avô da sogra
Linha reta
ascendente
MARIDO OU Mãe da sogra
COMPANHEIRO
Sogra

Mulher

Enteada
Linha reta
Descendente
Filha da enteada

Neta da enteada

Infinito

Faculdade Joaquim Nabuco. CIVIL V. Prof. João Paulo Cavalcanti Página 3


(infinito)

Bisavô
Linha reta
3º grau ascendente

Avô

2º grau

Pai

1º grau

Eu

Eu
1º grau

Filho
Linha reta
2º grau Descendente

Neto
3º grau

Bisneto

Infinito

Faculdade Joaquim Nabuco. CIVIL V. Prof. João Paulo Cavalcanti Página 4

Você também pode gostar