Você está na página 1de 14

LEVANTAMENTO E CATALOGAÇÃO TEMÁTICA DE PEÇAS COMPOSTAS

PARA FLAUTA TRANSVERSA SOLO NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XX

autora: Ana Paula Teixeira da Cruz


e-mail: paulacruz2004@yahoo.com.br
orientadora: Profª. Drª. Laura Rónai

De 1993 a 2000, tive o privilégio de participar do grupo Flautistas da Pró-Arte,


que tem como base a musicalização infantil através de compositores brasileiros, com o uso
da flauta doce e da flauta transversa. No grupo, consegui perceber e desenvolver o gosto
pela música popular brasileira. Na mesma época, tive aulas particulares de flauta transversa
com Carlos Alberto Rodrigues, nos Seminários de Música Pró-Arte, e com Eduardo
Monteiro, no Curso Técnico da UFRJ, e aulas de percussão com o professor Celso Alvim,
nos Seminários de Música Pró-Arte.
O fato de ter estudado simultaneamente música popular brasileira e música erudita
me fez ver o universo musical com outros olhos, pois queria identificar e tocar os vários
gêneros musicais brasileiros nas minhas aulas de flauta. Este desejo me impulsionou a
pesquisar e estudar o repertório brasileiro escrito para o meu instrumento, formado por
obras como Meloritmias, de Ernani Aguiar, Improviso, de Osvaldo Lacerda, Flauta Solo, de
José Baptista Siqueira, Melopéias, de Guerra-Peixe, dentre outras.
Em 1999, ingressei no curso de Licenciatura em Música da Universidade do
Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Durante o meu curso fui monitora das cadeiras de
flauta transversa e flauta doce e tive acesso à ementa dessas disciplinas. Nestas pude
comprovar a inexistência de um estudo do repertório contemporâneo brasileiro.
O repertório para flauta transversa no meio acadêmico é extenso e compreende
desde o período barroco, com as sonatas de J. S. Bach, até o período moderno, com o
Concerto para flauta e orquestra, de Jacques Ibert, por exemplo, além de exercícios de
técnica, de agilidade, de sonoridade e de articulação. A escolha deste repertório é
considerada, no meio acadêmico, a base para a formação de um instrumentista pleno, com
domínio da técnica e dos principais estilos representativos para o meio musical.
A idealização deste trabalho surgiu em uma conversa com minha professora de
flauta, Laura Rónai, sobre os catálogos de obras para flauta transversa existentes no
mercado. Procuramos nos catálogos mais conhecidos peças de compositores brasileiros.
Foram consultados os catálogos internacionais: Flute Music by Women
Composers: An Annotated Catalog, de Heidi Boenke, publicado em 1988; Flute Repertoire
Catalogue: 10,000 Titles, de Frans Vester, publicado em 1967; General Catalogue of Flute
Music, publicado em 1972; My Complete Story of the Flute: The Instrument, the
Performers, the Music, de Leonardo Lorenzo, publicado numa edição revisada em 1992;
The Flute Book, de Nancy Toff, publicado em 1996; e The Complete Guide of the Flute and
Piccolo, de James Phelan & Mitchell Brody, publicado em 1980. Nestes encontrei 397
obras brasileiras para flauta transversa, dentre as quais 20 obras eram destinadas para flauta
transversa solo.
Deparei-me com alguns catálogos musicais sobre música brasileira, mas nenhum
que fosse dirigido à flauta transversa. Dentre esses trabalhos temos: Catálogo Temático de
Obras do Padre José Maurício Nunes Garcia, de Cleofe Person de Mattos, 1970; 36
compositores brasileiros: obras para piano (1950/1988), de Saloméa Gandelman, 1997;
Catálogo de Obras Brasileiras para Contrabaixo, de Sônia Ray, 1996; Música para fagote
e piano no Brasil: Histórico, análise de Obras selecionadas e catálogo, de Mauro
Mascarenhas, 1999; Obras de Compositores Brasileiros para Fagote Solo, de Ariane Petri,
1999; O catálogo temático de Neukomm e as obras compostas no Brasil, de Adriano de
Castro Meyer, 2000; Música Brasileira para Viola Solo, de André Cavazotti, 2002;
Catalogação bibliográfica das obras para violão, viola caipira, cavaquinho, e guitarra
elétrica, de compositores brasileiros de música erudita do século XX, de Giordano Godoy
Pagotti, 2002; Catálogo Temático de Manuscritos Musicais para Semana Santa em
Arquivos de Viçosa (MG), de Modesto Flávio Chagas Fonseca, 2004.
Ao me debruçar sobre essas obras, comecei a formular algumas perguntas:
a) Por que existem poucas bibliografias referentes às obras brasileiras
compostas para flauta?
b) Existe uma população que consume este tipo de pesquisa? Se existir, quem
seria este público alvo?
c) As obras compostas para flauta solo são compostas para algum intérprete
específico? Essas peças são feitas por encomenda? Existem intérpretes interessados neste
tipo de composição?
d) Quem são estes intérpretes?
e) Qual é o grau de dificuldades dessas peças?
f) Essas peças se encontram disponíveis para todos os intérpretes? Onde se
encontram? São de fácil acesso?

Com esta pesquisa inovadora, pretendo fornecer material bibliográfico para a


literatura de flauta transversa, resgatando o pensamento musical do nosso país neste
período, com o objetivo de levantar, catalogar tematicamente e documentar todas as peças
brasileiras escritas para flauta transversa solo na segunda metade século XX. A escolha de
um catálogo temático tem por objetivo oferecer informações suficientes ao público alvo
para uma identificação composicional eficaz.
Deste modo, esta dissertação justifica-se por ser um trabalho inédito para a
literatura instrumental, além de ser um material rico e de bastante aplicabilidade para
pesquisadores, professores, alunos, compositores e principalmente intérpretes brasileiros.
Mostra-se útil também pelo desconhecimento da produção contemporânea para flauta solo,
pela dificuldade de acesso à mesma, uma vez que a grande parte da produção não foi
editada e encontra-se em arquivos particulares.
A restrição à flauta transversa solo deve-se por ser um excelente material de para
o ensino musical, e também de grande interesse profissional. No primeiro caso, o estudante
estudará uma obra na íntegra, ao invés de inicialmente aprender a linha musical do solista
para depois juntá-la com o acompanhamento, como acontece no repertório camerístico.
Para o profissional, as peças solo personificam o instrumento, mostrando a sua essência e a
técnica do instrumentista.
A escolha de um catálogo temático possibilitará aos músicos, pesquisadores,
alunos e professores uma identificação composicional mais eficaz, pois neste
apresentaremos informações importantes como: o nome do compositor, o nome da obra, a
data da composição, o andamento, a expressão, o incipt, a primeira estréia, uma pequena
biografia do compositor e o nome do intérprete da première.
Inicialmente pesquisei os 43 volumes da Coleção de Catálogos de Compositores
Brasileiros, editados pelo Ministério das Relações Exteriores e Departamento de
Cooperação Científica e Tecnológica entre os anos de 1975 a 1980. Os catálogos trazem
uma relação das obras compostas por um determinado compositor, informando dados
relevantes como o nome da composição, a data e o grupo instrumental para o qual foi
composta, duração, edição, intérprete e local da estréia.
Posteriormente, no período de março a outubro de 2006, visitei os acervos das
bibliotecas e dos arquivos públicos que se encontram na cidade do Rio de Janeiro, tais
como: a Biblioteca Setorial do Centro de Letras e Artes do Sistema de Bibliotecas da
UNIRIO, a Biblioteca da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro
(UFRJ), a Biblioteca do Conservatório Brasileiro de Música, o Centro de Pesquisa e
Documentação da EMVL/FUNARJ e a Divisão de Música e Arquivo Sonoro da Biblioteca
Nacional.
O terceiro passo foi à visita a arquivos particulares de intérpretes que residem no
Rio de Janeiro, como: Laura Rónai, Maria Carolina Cavalcanti, Rudi Garrido, Claudio
Frydman, Andreia Lopes, Pauxy Gentil-Nunes, Andrea Ernest Dias, Odette Ernest Dias,
Tina Pereira, Carlos Alberto Rodrigues, entre outros.
Para arquivos, bibliotecas, compositores e intérpretes que se encontram distantes
do Rio de Janeiro, enviei e-mails e/ou cartas apresentando o projeto de pesquisa e pedindo
o devido auxílio quanto ao envio de partituras, CDs, e outras informações pertinentes à
pesquisa. A maior parte dos endereços eletrônicos foi obtida no banco de dados do Centro
de Documentação de Música Contemporânea – CDMC – da Universidade de Campinas.
Eis um dos modelos de carta utilizados:
Caro compositor,

Chamo-me Ana Paula Cruz, sou formada pela UNIRIO e atualmente faço mestrado
em Práticas Interpretativas – flauta transversa. O tema de minha pesquisa é: “LEVANTAMENTO E
CATALOGAÇÃO DE PEÇAS BRASILEIRAS COMPOSTAS PARA FLAUTA TRANSVERSA
SOLO NO SÉCULO XX”. Neste intuito, venho por meio desta solicitar a ajuda de todos aqueles
que possam contribuir com a minha pesquisa quanto às informações especificadas abaixo:

1. Nome do Compositor
2. Data de nascimento e morte
3. Nome da obra
4. Data da composição
5. Fonte: (se houver várias fontes, enumerarem, por favor)
b) Copista: nome e data
c) Manuscrito autógrafo
d) Edição: (nome, ano, local)
6. Duração aproximada
7. Andamento: (quando houver movimentos, explicitem os andamentos de cada um)
8. Nome da editora, data e local.
9. Estréia – nome do intérprete, local e data.
10. Dedicatória
11. Epígrafe (se houver)
12. Discografia
13. Informações gerais sobre a peça
14. Reportagens e entrevistas sobre o compositor e/ou a estréia da peça
15. ENVIO DAS PARTITURAS

Certa da importância musicológica desta pesquisa, conto com a colaboração de todos.

Desde já sou muita grata

Rio de Janeiro, 02 de junho de 2005.

Ana Paula Cruz

Ana Paula Cruz


Rua das Laranjeiras 343/103
Bairro: Laranjeiras
Rio de Janeiro/ RJ
CEP: 22240-005
Tel: 55. (21) 25589291
Cel: (21) 9999-2118
e-mail: paulacruz2004@yahoo.com.br

Quadro I – Modelo de Carta enviado aos compositores por e-mail e carta.

Ao todo, enviei 367 e-mails aos compositores brasileiros registrados no arquivo


de dados do Centro de Documentação de Música Contemporânea da Universidade de
Campinas (CDMC). Obtive respostas de 144 compositores. O resultado deste levantamento
abrange um acervo com 99 peças de compositores brasileiros, que relaciono na tabela
abaixo:

A
COMPOSITOR OBRA NO
1
AGUIAR, Ernani. Meloritmias nº 1 972
1
ALIMONDA, Heitor. Flauta solo 1.2.3 974
AMARAL, Marco 1
Aurélio. Choro para flauta 997
FLAUTATUALF, per um 1
ANTUNES, Jorge. flautista 972
1
AURELIO, Marco. Metamorfosis, opus 8 979
1
AURELIO, Marco. Image nº 2, opus 3 978
1
BARBOSA, Lourenço. Duas peças para flauta 951
1
BAUER, Guilherme. Só para flauta 979
1
BÉRTOLA, E. Traslaciones 976
1
BIDART, Lycia de Biase. Estudo 976
1
BIDART, Lycia de Biase. Evocação Solo de Flauta 976
1
BIDART, Lycia de Biase. O mosquito 976
1
CAMPOS, Lina Pires. Improviso nº 1 978
1
CAMPOS, Lina Pires. Improviso nº 2 978
1
CAMPOS, Lina Pires. Improviso nº 3 980
CARDOSO, Estudo, para flautim, flauta e 1
Lindenbergue. flauta em sol (um instrumentista) 977
CASTELÕES, Luis 1
Eduardo. Flauta Solo nº 1 999
1
CAVALCANTI, Nestor. 3 estudos para flauta solo 976 -1978
1
COSTA, Maria Helena. Um Certo Modo... 976
1
COUTINHO, Marco. Image nº 2, opus 3 978
1
COUTINHO, Marco. Metamorfosis, opus 8 979
Três fotos musicais do Castelo 1
COUTINHO, Marco. de Neuschwanstein, opus 2 990
1
CROWL, Harry. Aria (versão para flauta solo) 981
Variações para flauta 1
ESCALANTE, Eduardo. dasacompanhada 974
1
ESCOBAR, Aylton. Sete palavras e um punhal 983
Les silences d'un étrange 1
FERRAZ, Silvio. jardin 994
1
FICARELLI, Mário. Trítonos, para flauta solo 979
1
GARCIA, Denise. Solo Rio 986
1
GONÇALVES, M. H. C. Losango 974
1
GUERRA-PEIXE, César Melopéia nº 3 950
HOLLANDA, Cirlei 1
Moreira. Peça para flauta solo 980
1
JARDIM, Antonio. Cantilena 977
1
JARDIM, Antonio. Desenvolvimento e Síntese 977
1
KAPLAN, José Alberto. Improvisações 983
1
KIEFER, Bruno. Notas Soltas 978
1
KRIEGER, Edino. Improviso para flauta só 944
1
KRIEGER, Edino. Toccata Breve 997
1
LACERDA, Osvaldo. Improviso 974
1
LIBÂNIO, Paulo. Cinco Brincadeiras 980
1
LIMA, Paulo. Tece 977
1
MAHLE, Ernest. SUITE para flauta solo 954
1
MECHETTI, Fábio. Reflexão 974
1
MENDES, Gilberto. Sinuosamente: Veredas 995
1
MESQUITA, Marcos. Leituras I 993
1
MIRANDA, Ronaldo. Seresta, para flauta solo 983
1
MIRANDA, Ronaldo. Simple Song 995
1
MOREIRA, Marcelo. Primeira peça para flauta solo 980
2
NASSIF, Rafael. Solo 000
1
NOBRE, Marlos. Solo I, opus 60 984
NOGUEIRA, A. 1
Theodoro. Recitativo, para flauta só 954
1
NORONHA, Rosilda. Canto ao Bem-te-vi 980
OLIVEIRA, Sérgio 1
Roberto de. Fantasia para flauta solo 998
OLIVEIRA, Willy Corrêa 1
de. Gesang des Abends 973
1
RESENDE, Mariza. Variações 995
RIBEIRO, Antonio 1
Celso. Descanso de Vênus 984
RIBEIRO, Antonio Pequeno Prelúdio Monótono 1
Celso. para o Apático 984
1
RICHTER, Frederico. Canto do Sabiá 968
1
RICHTER, Frederico. Primavera 968
1
ROCHA, Mauro. Debussy 973
1
SANTORO, Claudio. Fantasia Sul América 983
1
SANTORO, Claudio. Para flauta solo 986
Na gruta do castelo, para 1
SANTORO, Claudio. flauta solo 986
1
SANTOS, Murilo. Canticum Brasiliensis 973
1
SANTOS, Murilo. Miniatura 973
1
SENNA, Caio. Igcoara 999
1
SILVESTRE, Lourival. Nostalgie Tropicale 982
1
SILVESTRE, Lourival. Pedaços para flauta solo 974
1
SILVESTRE, Lourival. Illustrations Vulgaires 986
MORCEAUX, pour flute 1
SILVESTRE, Lourival. seulle (sic) 974
1
SIQUEIRA, Baptista. Flauta Solo 970
Estudo de Virtuosidade para 1
SIQUEIRA, José. flauta solo 978
Divagação (Pequeno Concerto 1
SIQUEIRA, Lenir. para flauta solo) 959
SIQUEIRA, Marcus 1
Barroso. A Tocadora de Flauta 997
1
SOARES, Calimério. Improviso 986
Instantâneos (B), para flauta 1
SOUZA, Samuel José de. solo 976
1
TACUCHIAN, Ricardo. Alcaparras 995
1
TACUCHIAN, Ricardo. Ária para flauta solo 962
1
TACUCHIAN, Ricardo. Mitos para flauta solo 971
1
VALLE, Raul do. Contrastes p/ flauta (s) 991
1
VIANA, Andersen. Estudo nº 3 980
"Solo per uma Amica", flauto 1
VIANA, Andersen. in sol 992
IMPROVISO para flauta, oboé 1
VICENTE, José Guerra. ou clarineta (sib) solo 973
1
VICTORIO, Roberto. Chronos II 998
1
VIEGAS, Alberto. Flauta Solo 976
VINHOLES, Luiz 1
Carlos. Existencialismo 958
VINHOLES, Luiz 1
Carlos. Tempo - Espaço XIII 978
1
WIDMER, Ernest. Trégua, para flauta: opus 93 b 999
Variações sobre "La Belle se 1
WIDMER, Ernest. sied" 979
1
XAVIER, Luiz Henrique. Soniar, para flauta solo 985
1
YUDO, Luiz Henrique. Desenho 984
1
ZAMPRONHA, Edson. Composição para flauta solo 984
1
ZAMPRONHA, Edson. Modelagem I 993
1
ZAMPRONHA, Edson. Modelagem III 995

Tabela I – Obras de compositores brasileiros para flauta transversa solo


escritas entre 1950 a 2000.
As peças recolhidas foram organizadas alfabeticamente e estruturadas de modo a
atender um público especializado, da seguinte forma:

Dados sobre o compositor:

a) Nome do Compositor: Indicação do nome completo do compositor,


sendo em caixa alta o seu sobrenome, e separado por vírgula o prenome; ambos em
negrito. O nome em destaque será o nome artístico e/ou o pseudônimo e abaixo entre
parênteses será dado o nome de batismo.

Exemplo:
CROWL, Harry.
(Harry Lamott Crowl Jr.)

b) Nascimento e Morte: Indicando o ano de nascimento e morte do


compositor, sempre entre parênteses, começando pelo dia, depois o mês e por último o
ano. Esta informação aparece sempre ao lado do pseudônimo e/ou nome artístico do
compositor em negrito.

Exemplo:
CAMPOS, Lina Pires de. (18/06/1918 – 14/04/2003)
c) Biografia resumida do compositor: Dando informações sobre sua
formação musical, sua trajetória profissional e campo de atuação musical.

Dados sobre a composição:

d) Nome da Obra: Apresenta o nome da peça, sempre em caixa alta,


em negrito e centralizado.

Exemplo:

TECE
(para flauta solo)

e) Incipt musical: Trata-se de um pequeno excerto musical, onde


constam os primeiros compassos da obra.

Exemplo:

Exemplo Musical 1: Trecho Musical referente à obra Improviso no. 3, de


Lina Pires de Campos

f) Data e cidade da composição: Indica o período em que a peça foi


composta ou o ano no qual a composição foi concluída, e o local onde foi composta.

g) Movimentos: expõe o número de movimentos da obra catalogada.


h) Descrição Física: Informa se a partitura é um manuscrito ou se foi
editada, assim como o número de páginas e o número de compassos.

Exemplo:
Descrição Física: partitura manuscrita, com 2 páginas e sem barras de
compasso.

i) Andamento: Indica o andamento inicial da peça. Caso a obra possua


mais do que um movimento, deverá ser indicado o andamento inicial de cada um dos
movimentos.

Exemplo:
Andamento: Tema: Calmo e Deciso.

Variação I: = 132

Variação II: = 80

Variação III: = 86

j) Duração: expõe a duração aproximada da composição, em minutos


representados por (‘) e segundos representados por (“).

Exemplo:

Duração: 2’30”
k) Compasso inicial: Apresenta a indicação de compasso incial da
obra.

Exemplo:
Compasso inicial: 3/4.
l) Dedicatória: Indica a quem foi dedicada a obra, sempre
transcrevendo fidedignamente as palavras do compositor.

Exemplo:
A peça “Tece” do compositor Paulo Lima tem a dedicatória: “dedicada a
Elena Rodrigues”.

m) Estréia: informa a data, o local e o intérprete responsável pela


première, além de expor o ambiente onde se deu o evento, quando disponíveis.

Exemplo:
Estréia: em Julho de 1981, Diamantina, Minas Gerais, no 14º Festival de
Inverno, UFMG. Intérprete: Odette Ernest Dias.

n) Fontes: Indica se a peça apresenta-se editada, em manuscrito


autógrafo, ou na caligrafia de copista. Informando o ano da editoração e/ou da cópia, o
nome da editora ou do copista, o local e o número de registro, quando disponíveis.

Exemplo:
Fontes: copyright 1981 pela RICORDI BRASILEIRA S.A.E.C. – São Paulo
(Brasil) / RB 0446.

o) Gravações: Expõe o registro fonográfico da peça, iniciando pelo


nome oficial do registro, o nome do selo da gravadora, o local, o número de registro
oficial e o nome do intérprete que gravou a obra, quando disponíveis.

Exemplo:
Gravação: CD Universo Sonoro, pela Régia Música, São Paulo, Brasil, 1998.
Compacto Disc CD2175. Intérprete: Antonio Carlos Carrasqueira, flauta transversa.
p) Localização: Indica onde a peça em questão se encontra, seja em
arquivos públicos, bibliotecas, arquivos pessoais e/ou sob a posse do compositor.

q) Observações: trata-se de oferecer informações adicionais sobre a


obra, como encomendas, entrevistas, premiações, entre outras.

Exemplo:
Observações: Ao final da partitura está escrito “AKKO 06/05”, e não se tem
referência se é a assinatura do compositor ou do copista, ou mesmo alguma outra
indicação.

Espero que meu trabalho de pesquisa possa ser útil para a maior divulgação das
belas obras para flauta solo que foram escritas em nosso país, permitindo a peças de grande
valor que se encontram distantes de seus intérpretes encontrarem um novo sopro de vida.