Você está na página 1de 4

-INFORMAÇÕES ADCIONAIS DE COMPONENTES DA COLHEDORA:

- COLHEDORAS A 8000 E A 8800.

-BOMBAS DA TRANSMISSÃO:

- Bomba Dianteira: Aciona o motor da transmissão do lado direito.


- Bomba Traseira: Aciona o motor da transmissão do lado esquerdo.
Obs1: O pórtico que está na fixado na bomba dianteira serve para aferir a pressão
de carga (330psi), se for necessário aferir a pressão da bomba traseira, é preciso
retirar o pórtico da bomba dianteira e instalar na bomba traseira. O óleo
hidráulico deve estar a uma temperatura de no mínimo a 50 graus. Na saída da
bomba traseira onde será aferida a pressão, está à saída de alimentação que vai
para o bloco do freio de estacionamento.
-Obs2: Para aferir a pressão das linhas (A) e (B), proceder desta forma:
- Retirar os tampões existentes no corpo do motor, da transmissão e instalar um
manômetro de 10.000 psi. Travar a esteira do material rodante e acionar o manche
da transmissão no sentido frente e levar o motor a 1.500 rpm, o valor a ser
encontrado é de: 5.500 a 5.800 psi. Proceder da mesma forma para aferir a pressão
no sentido ré.
-Tampão “A”está na parte dianteira do motor e serva para aferir a pressão no
sentido frente.
-Tampão “B”está na parte traseira do motor e serva para aferir a pressão no
sentido da ré.

-SISTEMA DO FREIO DE ESTACIONAMENTO:

- O bloco do sistema do freio de estacionamento, é alimentado pela bomba de carga


traseira da transmissão.
- A pressão desse sistema é de 2.220 psi.
-Obs: Acoplado ao bloco do sistema do freio de estacionamento, está à válvula que
atua nos cilindros da esteira do material rodante para manter a tensão das
mesmas. A válvula dos cilindros das esteiras do material rodante,recebe 12 galões
da válvula check e se soma com a vazão (330 psi) que vem da bomba de carga
traseira.

-BOMBAS DO SISTEMA HIDRÁULICO:

- BOMBA INFERIOR: Posição dos estágios de fora para dentro:


-1* Estágio:
- Saída superior: Alimenta o bloco do sistema do corte de base (*).
- Saída inferior: Alimenta o bloco do sistema de arrefecimento com (45gpm).
- 2* Estágio:
- Saída superior: Alimenta o bloco do sistema do extrator primário (29gpm).
- Saída inferior: Alimenta o bloco do corte de base (*).
- (*) A saída do superior do 1* estágio da bomba se soma com a saída inferior dos
2* estágio da mesma para alimentar o bloco do corte de base, pois o mesmo
necessita de (82GPM), porque somente o 1* estágio não gera vazão suficiente. Não
se deve aferir a vazão individual de cada corpo, pois pode haver variação de fluxo.
-BOMBA SUPERIOR: Posição dos corpos, de fora para dentro:
-1* Estágio:
- Alimenta o bloco do elevador (29gpm).
-2* Estágio:
- Alimenta o bloco do picador (102gpm).

- DIVISOR DE FLUXO:

- Localizado em baixo do assoalho, do lado esquerdo da colhedora.


- Posição dos corpos de trás para frente:
- 1* Estágio: Alimenta o bloco do comando vickers (12gpm).
- 2* Estágio: Alimenta o bloco de acionamento dos discos do corte lateral (12gpm).
- 3* Estágio: Alimenta o bloco do corte de pontas (21gpm).
-Obs: Se a colhedora estiver equipada com o triturador,a alimentação é de
(33gpm),pois o sistema do mesmo é auxiliado pelo retorno do corte lateral.

- CORTE DE PONTAS/TRITURADOR:

- O corte de pontas trabalha com a vazão de (21gpm) e o triturador com (33gpm).


- A pressão do sistema é de 2.650 psi.
- Para aferir a pressão do sistema, deve-se instalar um manômetro de 4.000 psi no
pórtico que está no bloco do sistema, travar o disco (corrente), acionar o sistema e
levar o motor a 1.200 rpm.
- CORTE DE BASE:
- O corte de base trabalha com a vazão de (82gpm).
-A pressão é de 2.500 psi.
- O motor que aciona o corte de base é o M 51.
- Este recebe na sua base inferior, a alimentação que aciona a caixa do corte de
base.
- Na parte superior o mesmo recebe a alimentação, que vai ser distribuída nas 03
saídas da seguinte forma:
- 1* Estágio: Alimenta os pirulitos dos divisores de linha.
- 2* Estágio: Saída para a válvula (BA66) que é retorno para o tanque.
- 3* Estágio: Alimenta o rolo tombador e o rolo fixo.
- Obs1: A ordem de saída é de baixo para cima.
- Obs2: Para aferir a pressão do sistema, proceda desta forma:
- Instalar um manômetro no lugar do sensor de pressão, que está no bloco de
acionamento do mesmo, travar os discos de corte (madeira) e acionar o sistema no
sentido de colheita e levar a rotação do motor a 1.200 rpm.

- PICADOR:

- O picador trabalha com a vazão de (102GPM).


- A pressão do sistema é de 2.750 psi.
- O sistema é alimentado pelo 2* estágio da bomba superior (bomba 365).
- O bloco do sistema alimenta os motores (10.000) dos rolos, com 51 gpm cada.
O retorno dos motores do picador alimenta o divisor de fluxo que está fixado logo
acima dos motores (10.000).
O divisor de fluxo alimenta os seguintes sistemas:
- 1* Estágio: Alimenta o bloco do válvistor que controla a rotação dos 04 últimos
rolos inferiores e também dos 03 últimos rolos superiores (*).
- (*) Estes rolos determinam o tamanho dos toletes, através da rotação dos
mesmos. Se diminuírem a rotação, o tamanho do tolete aumenta, mas se aumentam
a rotação o tamanho do tolete também aumenta.

- A vazão que chega até o bloco do válvistor é de (31,4 gpm).


- A pressão de alívio é de 2.200 psi.
- Para aferir a pressão do sistema, deve-se instalar um manômetro no pórtico que
está no bloco do válvistor,travar os rolos picadores (madeira),acionar o sistema no
sentido de colheita e levar a rotação do motor a 2.100 rpm.
Obs: Para aferir a pressão do sistema, é necessário antes aumentar em ¼ de volta o
parafuso de ajuste da pressão que está no bloco do picador. Depois de aferida a
pressão, voltar em ¼ de volta o parafuso de ajuste da pressão que está no bloco do
picador.
- 2* Estágio: Alimenta os 1* e 2* rolos flutuantes e também o rolo tombador com
(31.4 gpm).
- 3* Estágio: Retorno para o tanque.
Obs: Para aferir a pressão do sistema do picador, é preciso retirar o sensor de
pressão que está no bloco do mesmo e instalar um manômetro de (5.000 psi),
travar os rolos picadores, acionar o sistema no sentido de colheita e levar a rotação
do motor a 1.200 rpm.

- SISTEMA DE ARREFECIMENTO:

- O bloco do sistema de arrefecimento recebe (45 gpm).


- Como funciona este sistema?
- No momento em que o motor entra em funcionamento, o solenóide (menor)
recebe corrente positiva de 12 volts e o mesmo acontece com a pwm (maior), logo
em seguida a hélice do sistema de arrefecimento para, neste momento a pwm
(maior) deixa de receber esta corrente positiva de forma gradativa, de 12 volts até
0 volt,quando isto acontece à hélice gira em sentido contrario para a limpeza da
tela.Quando o processo de limpeza termina, a pwm passa a receber a corrente
positiva novamente, de forma gradativa de 0 volt até 12 volts, para frenar a
rotação da hélice,quando o processo de frenagem termina o solenóide (menor)
deixa de receber a corrente positiva de imediato e a pwm de forma gradativa
novamente,de 12 volts até 0 volt, quando cessa este processo a hélice giro no
sentido de arrefecimento.

- EXTRATOR PRIMÁRIO:

- O extrator primário recebe (29 gpm), da saída de cima do 2* estágio da bomba


inferior.
- A pressão do sistema é de 3.500 psi.
- Para aferir a pressão do sistema, deve-se instalar um manômetro de 5.000 psi no
pórtico que está no bloco de acionamento do sistema, travar as pás (corrente) do
extrator, acionar o sistema e levar a rotação do motor a 1.200 rpm.
- COMANDO VICKERS:

- O comando vickers recebe alimentação de (12 gpm),do 1* estágio do divisor de


fluxo que está embaixo do assoalho do lado esquerdo da colhedora.
- A pressão do sistema é de 2.200 psi.
- Para aferir a pressão do sistema, deve-se instalar um manômetro de 4.000 psi, no
pórtico que está no bloco do mesmo,acionar o comando desejado até o fim o curso
do mesmo e manter acionado,com o motor a 1.200 rpm.
- Ex: Acionar o giro do elevador.

- DISCOS DO CORTE LATERAL:

- O bloco de acionamento do corte lateral, recebe alimentação de (12 gpm), do 2*


estágio do divisor de fluxo que está embaixo do assoalho,do lado esquerdo da
colhedora.
- A pressão do sistema é de 2.850 +/- psi.
- Para aferir a pressão do sistema, deve-se instalar um manômetro de 4.000 psi no
pórtico que está no bloco do mesmo, travar o disco de corte (corrente), acionar o
sistema e levar o motor a 1.200 rpm.
- Obs: Existem dois pórticos no bloco de acionamento, um para cada lado de
aconamento.

- ELEVADOR:

- O elevador recebe alimentação de (29 gpm), do 1* estágio da bomba superior.


- O bloco do elevador aciona as seguintes funções:
- Os motores da esteira.
- O cilindro do flap.
- O giro do capuz.
- Os cilindros de subida e descida.
- O motor do extrator secundário.
- A pressão da esteira é de: 2.200 psi.
- A pressão do flap é de: 1.750 psi.
- A pressão no sistema de subida é de:
- A pressão do giro do capuz é de:
- A pressão do motor de acionamento do extrator secundário é de: 2.500 psi.
- A rotação do motor para aferir os sistemas do elevador é de 1.200 rpm.
- Obs: No bloco do elevador existem 03 válvulas de ajuste e 02 pórticos para
aferição.
- A válvula do lado direito serve para ajustar a pressão da esteira.
- A válvula central serve para ajustar a pressão do giro do capuz secundário, flap e
subida do elevador.
- A válvula do lado esquerdo serve para ajustar a pressão do motor de
acionamento do extrator secundário.