Você está na página 1de 7

História A 11.

º ano

Portugal, uma sociedade capitalista dependente

1. Completa a(s) frase(s) com as opções corretas:

Depois de uma primeira metade de século bastante conturbada, em _________________ um


golpe de estado liderado pelo marechal-duque de Saldanha, depôs _________________,
iniciando-se uma nova etapa na vida política portuguesa, a _________________.
Procurando a concórdia social e política, procedeu-se à revisão da _________________ e
assegurou-se uma regime de alternância partidária, o _________________. Promoveu-se
também o desenvolvimento económico do país.
Este período de acalmia terminou em 1868, com a revolta popular da _________________.

Opções: 1850, 1851, 1852, Sá da Bandeira, Passos Manuel, Costa Cabral, Regeneração,
Ditadura, Revolução, Constituição, Carta Constitucional, Setembrismo, Rotativismo,
Republicanismo, Patuleia, Janeirinha, Abrilada

2. Responde à seguinte questão.

Refere o nome do político português responsável pela política de incremento das obras públicas
e desenvolvimento económico levada a cabo entre 1851 e 1886.

3. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

O Fontismo pôs em prática uma série de iniciativas que visavam o progresso económico e a
modernização do país, tais como...

a) a expansão da rede de estradas macadamizadas.


b) a implementação da rede ferroviária, cujo primeiro troço, inaugurado em outubro de 1856,
ligou Lisboa à Beira Alta.
c) a inauguração de pontes ferroviárias e rodoviárias.
d) a desinstalação do telégrafo e do telefone.
e) o investimento na rede de carros elétricos no Porto e em Lisboa.

4. Seleciona a opção correta.

A política de dinamização dos transportes e comunicações empreendida pelo Fontismo...

a) garantiu um abastecimento uniforme às populações do litoral, estimulando o consumo, mas


falhando na criação de um mercado nacional único.
b) garantiu um abastecimento uniforme às populações, estimulando a criação de um mercado
nacional único, propício ao consumo e contribuindo, também, para o alargamento das
relações internacionais.
c) não conseguiu estimular o consumo, nem estreitar as relações com outros países.

1/7
História A 11.º ano

5. Seleciona a opção correta.

A Pauta Alfandegária de 1852, visava uma maior liberalização do comércio. Seguia, portanto, a
doutrina...

a) do Fisiocratismo, ao considerar a agricultura a base de apoio ao comércio.


b) Livre-Cambista, por defender a redução das taxas aduaneiras sobre as importações.
c) Protecionista, por defender o aumento das taxas aduaneiras sobre as importações.

6. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

Entre 1852 e 1868,...

a) a dinamização dos transportes e a abertura do país ao comércio externo beneficiou a


atividade agrícola, que passou a orientar-se para a exportação.
b) apesar da libertação da terra dos vínculos feudais, não foi possível concretizar o objetivo de
extensão da superfície cultivada.
c) aplicou-se o capitalismo ao setor agrícola, através da introdução de diversas inovações como
a mecanização e a utilização de adubos.
d) a agricultura portuguesa especializou-se em produções que iam de encontro às necessidades
do consumo interno e ao fornecimento de matérias-primas para a indústria nacional.
e) houve um esforço modernizador da indústria que resultou numa franca competitividade dos
produtos portugueses a nível internacional.
f) os capitalistas portugueses sentiam-se mais atraídos pelo investimento nos setores
imobiliário e financeiro do que nos setores produtivos.

7. Seleciona a opção correta.

Oliveira Martins, um dos elementos da Geração de 70, afirmou: "Os caminhos de ferro, que não
são do Estado, pertencem a estrangeiros; a estrangeiros o melhor das nossas minas;
estrangeiros levam e trazem o que mandamos receber por mar". Referia-se desta forma...

a) aos investimentos de capital estrangeiro em Portugal.


b) às vantagens do alargamento do mercado nacional e do crescimento das ligações aos
mercados externos.
c) ao aumento das nossas exportações.

8. Seleciona a opção correta.

O gráfico indica-nos que Portugal, entre 1868 e


1904,...

a) apresentava uma balança comercial positiva,


resultante do equilíbrio entre as importações e
as exportações.
b) alternou momentos de défice com momentos de
equilíbrio na balança comercial.
c) viveu numa situação deficitária, agravada a
partir de 1880 com o alargamento do saldo
negativo entre as importações e as
exportações.

2/7
História A 11.º ano

9. Completa a(s) frase(s) com as opções corretas:

O desenvolvimento que Portugal conheceu a partir de meados do século XIX, assentou sobre
bases que se viriam a revelar bastante _________________. Com uma economia
extremamente _________________ do capital e dos mercados _________________, a
situação viria a agravar-se, na penúltima década do século, quando viu reduzirem-se as
_________________ provenientes dos mercados de exportação tradicionais. Paralelamente, a
dívida pública _________________ cada vez mais, devido aos sucessivos _________________
contraídos. Quando os banqueiros londrinos Baring & Brothers, que haviam acordado mais um
avultado crédito ao Estado português, abriram falência, Portugal não tinha como cobrir o
_________________ das finanças públicas, situação agravada pela diminuição das
_________________ de dinheiro dos nossos emigrantes no Brasil, utilizadas sucessivamente
para colmatar as dificuldades financeiras do país. O culminar da _________________ ocorreu
em 1892, quando o Estado português declarou a ruína financeira (_________________).

Opções: instáveis, duradouras, estáveis, autónoma, independente, dependente, nacionais,


estrangeiros, coloniais, receitas, despesas, estagnava, crescia, diminuía, lucros, buracos,
empréstimos, défice, crescimento, bloqueio, cargas, remessas, insegurança, crise, expansão,
insustentabilidade, descrédito, bancarrota

10. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

a) Na última década do século XIX, Portugal, perante a crise financeira que atravessava, foi
obrigado a repensar o modelo económico em que assentara o projeto regenerador.
b) Em 1892, publicou-se uma nova Pauta Alfandegária de caráter assumidamente livre-
cambista.
c) Entre 1892 e 1914, o comércio colonial tornou-se um fator fundamental para o
desenvolvimento económico e consolidaram-se os esforços industrializadores do país.
d) No final do século, o país mantinha-se predominantemente rural, mas as cidades cresceram
e com elas as classes médias e o operariado.
e) Na primeira década do século XX, Portugal tinha ultrapassado o desgaste político e financeiro
que vivera nos anos 90 do século anterior.

11. Responde à(s) seguinte(s) questão(ões).

a) Refere o nome por que ficou conhecido o projeto elaborado pela Sociedade Portuguesa de
Geografia, em 1881, de ocupação dos territórios entre as colónias portuguesas de Angola e
Moçambique.

b) Indica o país com cujas ambições este projeto colidia.

c) Regista o ano em que Portugal recebeu um "Ultimato" para retirada das forças
expedicionárias portuguesas da região africana em disputa.

d) Refere a data da primeira tentativa de derrube da Monarquia, ocorrida no Porto, e que deu
nome à revolta.

3/7
História A 11.º ano

12. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Estabelece a correspondência correta entre as afirmações e o monarca a que se referem.

Coluna I Coluna II
1 – Último rei de uma monarquia que durou quase oito A – D. Luís I.
séculos.
2 – Monarca amado pelo seu povo, o que lhe valeu o B – D. Carlos I.
cognome de "O Popular".
3 – O seu reinado ficou marcado pela agitação social e pelo C – D. Manuel II.
alastramento do Republicanismo.
4 – Pouco depois de subir ao trono, foi confrontado com a
contestação britânica ao Mapa Cor-de-Rosa.
5 – Os seus esforços para pacificar o país não foram
suficientes para impedir a implantação da República.
6 – O seu reinado foi marcado pelo progresso económico e
pela alternância de partidos no poder.
7 – Morreu tragicamente no dia 1 de fevereiro de 1908.

13. Completa a(s) frase(s) com as opções corretas:

Nos finais do século XIX, o sistema político português assentava num _________________
partidário, isto é, na alternância no poder dos dois principais partidos: o _________________ e
o _________________, procurando-se, desta forma, garantir a estabilidade política e a
renovação governamental. Contudo, a consciência da crise que o país enfrentava e a ineficácia
dos governos para a ultrapassar, fizeram com que se tornassem alvo de duras críticas e, sobre
o _________________ que os nomeava, pesavam as culpas dos males que afligiam o país.
O Partido _________________, fundado em 1876, capitalizou a seu favor o descontentamento
geral, aumentando ao longo da década de 80 a sua expressão eleitoral e pondo em causa a
estabilidade da _________________.

Opções: multipartidarismo, sequencialismo, rotativismo, Monárquico, Republicano,


Progressista, Regenerador, Ministro, Rei, Presidente, Parlamento, Socialista, Republicano,
Monárquico, Regenerador, República, Monarquia Constitucional, Monarquia feudal

14. Seleciona a opção correta.

Em abril de 1907, D. Carlos acedeu ao pedido do Chefe de Governo, João Franco, e atribuiu-lhe
plenos poderes, depois de dissolver o Parlamento. Esta decisão justifica-se pela necessidade de
uma governação forte que...

a) se colocasse acima das querelas e escândalos partidários, conseguindo, deste modo,


apaziguar a oposição republicana e a agitação social.
b) em conjunto com os membros do Partido Republicano, tomasse medidas que recuperassem
a acalmia social.
c) conseguisse dar resposta às ambições republicanas, apaziguando a agitação social.

4/7
História A 11.º ano

15. Presta atenção ao excerto do documento escrito a 21 de maio de 1908.

"Há já uns poucos de dias que tinha a ideia de escrever para mim estas notas íntimas, desde o
dia 1 de fevereiro de 1908, dia do horroroso atentado no qual perdi barbaramente assassinados
o meu querido Pai e o meu Irmão. Isto que aqui escrevo é ao correr da pena mas vou dizer
franca e claramente e também sem estilo o que se passou. [...]"

Responde à(s) seguinte(s) questão(ões).

a) Refere o nome do monarca português que terá escrito o testemunho apresentado.

b) Indica o acontecimento que se propõe relatar.

16. Completa a(s) frase(s) com as opções corretas:

A República foi proclamada, em Portugal, no dia 5 de outubro de _________________,


anunciada por _________________, na varanda da Câmara Municipal de Lisboa.
De imediato, o Partido _________________ formou um Governo Provisório, presidido por
_________________. No ano seguinte, realizaram-se as primeiras eleições para a
_________________ encarregada de redigir a Constituição Política da República Portuguesa,
aprovada em _________________. No mesmo ano, foi eleito pela Assembleia para primeiro
_________________, _________________.

Opções: Teófilo Braga, José Relvas, Manuel de Arriaga, Socialista, Republicano, Regenerador,
Monárquico, Assembleia Nacional Popular, Assembleia Nacional Legislativa, Assembleia Nacional
Constituinte, 1909, 1910, 1911, 1912, Chefe do Governo, Presidente da República, Ministro

17. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Estabelece a correspondência correta, tendo presente a primeira Constituição da República


Portuguesa.

Coluna I Coluna II
1 – Presidente da República. A – Órgão de Soberania.
2 – Igualdade social. B – Direitos e garantias.
3 – Laicismo.
4 – Governo.
5 – Tribunais.
6 – Registo civil obrigatório.
7 – Ensino primário gratuito.

5/7
História A 11.º ano

18. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

Chegados ao poder, os dirigentes republicanos procuraram aplicar o seu ideário, tomando as


seguintes medidas:

a) substituição do Escudo pelo Real.


b) oficialização do Catolicismo como religião do Estado português.
c) ratificação dos privilégios de nascimento.
d) regulamentação do descanso semanal ao domingo.
e) instituição do direito à greve.

19. Seleciona a opção correta.

A primeira Constituição Republicana instituiu o sufrágio...

a) direto e universal para os maiores de 21 anos que soubessem ler e escrever e fossem chefes
de família.
b) direto e universal para os maiores de 21 anos que soubessem ler e escrever.
c) censitário para os maiores de 21 anos que soubessem ler e escrever e fossem chefes de
família.

20. Ordena cronologicamente os seguintes acontecimentos.

A. Implantação da República.
B. Janeirinha.
C. Ditadura de João Franco.
D. Ultimato.
E. Fim do 2º Governo de Costa Cabral.
F. Fundação do Partido Republicano.

6/7
História A 11.º ano

Portugal, uma sociedade capitalista dependente Soluções

1. 1851; Costa Cabral; Regeneração; Carta Constitucional; Rotativismo; Janeirinha

2. Fontes Pereira de Melo.

3. a) V; b) F; c) V; d) F; e) V

4. b)

5. b)

6. a) V; b) F; c) V; d) F; e) F; f) V

7. a)

8. c)

9. instáveis; dependente; estrangeiros; receitas; crescia; empréstimos; défice; remessas;

crise; bancarrota

10. a) V; b) F; c) V; d) V; e) F

11. a) Mapa Cor-de-Rosa.

b) Inglaterra.

c) 1890.

d) 31 de janeiro de 1891.

12. 1 – C; 2 – A; 3 – B; 4 – B; 5 – C; 6 – A; 7 – B

13. rotativismo; Regenerador; Progressista; Rei; Republicano; Monarquia Constitucional

14. a)

15. a) D. Manuel II.

b) Regicídio.

16. 1910; José Relvas; Republicano; Teófilo Braga; Assembleia Nacional Constituinte; 1911;

Presidente da República; Manuel de Arriaga

17. 1 – A; 2 – B; 3 – B; 4 – A; 5 – A; 6 – B; 7 – B

18. a) F; b) F; c) F; d) V; e) V

19. a)

20. E; B; F; D; C; A

7/7