Você está na página 1de 37

GUIA DO MONITOR DE

QUÍMICA
Química do 9º ano

Resumo
[Atraia o leitor com um resumo envolvente, em geral, uma rápida visão geral do documento.
Quando estiver pronto para adicionar conteúdo, basta clicar aqui e começar a digitar.]

Autores: João Marcos e Jennifer Duarte


Instituição de Ensino: Educandário Sagrada Família
Sumário
Unidade 1 – Matéria ...................................................................................... 4
Introdução ao estudo da matéria .............................................................. 4
Propriedades da matéria ........................................................................... 4
Propriedades gerais ............................................................................... 4
Propriedades específicas ....................................................................... 4
Substância e mistura ................................................................................. 5
Tipos de substâncias .............................................................................. 5
Tipos de mistura .................................................................................... 5
Fenômeno físico ........................................................................................ 5
Fenômeno químico .................................................................................... 6
Fenômeno químico exotérmico ............................................................ 6
Fenômeno químico endotérmico .......................................................... 6
Unidade 2 – Energia....................................................................................... 6
Introdução ao estudo da energia .............................................................. 6
Formas de energia ..................................................................................... 6
Energia mecânica ................................................................................... 6
Energia elétrica ...................................................................................... 6
Energia térmica ...................................................................................... 6
Energia luminosa e sonora .................................................................... 7
Conservação de energia ............................................................................ 7
Transformação de energia ......................................................................... 7
Usina hidrelétrica................................................................................... 7
Usina termelétrica ................................................................................. 7
Usina nuclear (termonuclear) ................................................................ 7
Energia da biomassa .................................................................................. 8
Unidade 3 – Substâncias químicas e misturas............................................... 8
Conceitos de moléculas e substâncias químicas ....................................... 8
As substâncias e suas fórmulas químicas .................................................. 8
Mistura....................................................................................................... 9
Sistema, fase de um sistema e classificação ......................................... 9
Solução................................................................................................... 9
Atividades de fixação ................................................................................... 10
Gabarito comentado.................................................................................... 13
1
Separação de misturas ............................................................................ 15
Separação de misturas homogêneas................................................... 15
Separação de misturas heterogêneas ................................................. 15
Unidade 4 – A estrutura do átomo .............................................................. 16
Estrutura do átomo ................................................................................. 16
Partículas fundamentais do átomo ......................................................... 16
Tamanho do átomo ................................................................................. 17
A eletrosfera: níveis e subníveis de energia ............................................ 17
Elemento químico, átomo e íon .............................................................. 17
Símbolo dos elementos químicos ............................................................ 17
Átomo e íon ............................................................................................. 18
Classificação dos elementos químicos .................................................... 18
As classes de elementos químicos........................................................... 18
Unidade 5 – Ligações químicas .................................................................... 18
Estabilidade dos gases nobres ................................................................. 19
Ligação iônica....................................................................................... 19
Ligação covalente e ligação metálica .................................................. 19
Atividades de fixação ................................................................................... 21
Gabarito comentado.................................................................................... 23
Unidade 6 – Funções químicas .................................................................... 24
Introdução ............................................................................................... 24
Ácidos ...................................................................................................... 24
Formulação e nomenclatura ............................................................... 24
Classificação e propriedades ............................................................... 24
Bases ou hidróxidos ................................................................................. 25
Formulação e nomenclatura ............................................................... 25
Classificação e propriedades ............................................................... 25
A importância dos ácidos e das bases para nós .................................. 26
Sais ........................................................................................................... 26
Formulação e nomenclatura ............................................................... 26
Classificação e propriedades ............................................................... 26
A importância dos sais para nós .......................................................... 27
Óxidos ...................................................................................................... 27
Nomenclatura ...................................................................................... 27
Classificação e propriedades ............................................................... 28

2
A importância dos sais para nós .......................................................... 28
Atividades de fixação ................................................................................... 29
Resoluções ................................................................................................... 29
Unidade 7 – Reações químicas .................................................................... 30
Como identificar uma reação química? Velocidade das reações químicas
.................................................................................................................................... 30
Tipos de reações químicas ....................................................................... 30
Exemplos de reações químicas ................................................................ 31
Equações químicas .................................................................................. 31
Leis das reações químicas ........................................................................ 31
Lei de Lavoisier .................................................................................... 32
Lei de Proust ........................................................................................ 32
Atividades de fixação ................................................................................... 34
Resoluções ................................................................................................... 34
Bibliografia ................................................................................................... 35
Anotações .................................................................................................... 36

3
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Unidade 1 – Matéria  Indestrutibilidade: a matéria não


pode ser destruída, somente
Introdução ao estudo da
transformada;
matéria  Elasticidade: capacidade da matéria
Praticamente tudo o que de voltar a sua forma e volume
vemos, tocamos e sentimos pelo olfato originais;
ou pelo paladar são compostos  Inércia: na ausência de forças, todo
químicos, ou uma mistura de diferentes corpo tende a ficar em seu estado
compostos. Naturais ou sintetizados natural, seja ele parado ou em
(produzidos em laboratório), todos os movimento retilíneo uniforme
materiais são genericamente chamados (MRU);
de matéria, isto é, é tudo o que tem  Compressibilidade: Capacidade da
massa e ocupa lugar no espaço – ou seja, matéria reduzir o seu tamanho.
tem volume.
Propriedades específicas
Propriedades da matéria Cada tipo de material tem
A matéria possui propriedades específicas, que ajudam
propriedades, podendo ser extensivas, em sua identificação. Algumas das
quando dependem da quantidade de principais propriedades específicas de
matéria presente em um corpo, ou um material são:
intensivas, quando independem da
massa. O nosso foco se dará nas  Ponto de fusão: temperatura em
propriedades específicas e gerais, mas, que a substância passa do estado
para seu conhecimento, temos outros sólido para o estado líquido;
tipos de propriedades, como as  Ponto de ebulição: temperatura em
funcionais e as organolépticas. que a substância passa do estado
Propriedades gerais líquido para o estado gasoso;
A química utiliza diversos  Densidade: razão entre a massa e o
conceitos da física. Um deles é a massa volume de um corpo;
– a grandeza que mede a quantidade de
matéria existente em um corpo. Aqui estão mais algumas
propriedades específicas:
Outro conceito da física
importe para a química é o volume – a  Ductibilidade: capacidade de alguns
grandeza que mede o espaço ocupado metais/ligas metálicas se
por certa massa de matéria. Veja mais transformarem em fios;
alguns exemplos de propriedades gerais
 Ponto de solidificação: temperatura
da matéria:
em que a substância passa do estado
 Extensão: dimensões físicas que a líquido para o estado sólido;
matéria ocupa;
 Magnetismo: capacidade de
 Impenetrabilidade: dois corpos não
algumas substâncias serem atraídas
podem ocupar o mesmo lugar ao
por imãs;
mesmo tempo;
 Divisibilidade: capacidade de a  Maleabilidade: capacidade de certos
matéria se dividir em partes matérias de se transformarem em
menores; lâminas ou chapas muito finas.

4
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Substância e mistura químico. Por exemplo: H2 O (água), KCl


As propriedades específicas (cloreto de potássio), H2 SO4 (ácido
só nos auxiliam a identificar um material sulfúrico*) etc.
se a amostra for composta de uma única
*OBS: Será explicado mais sobre essa
substância. Misturas de substâncias não
substância no capítulo sobre Funções
têm suas características tabeladas
Químicas.
porque elas dependem da proporção
em que seus componentes estão Tipos de mistura
misturados. Nesse caso, os químicos e As misturas podem ser
físicos só têm três atitudes a tomar: homogêneas ou heterogêneas.
experimentar, observar e comparar. Homogênea quando apresenta uma
única fase (nesse caso, também é
Uma substância é uma
chamada de solução). E heterogênea
mistura composta de partículas de
quando apresenta duas ou mais fases.
mesmo tipo. As substâncias têm
comportamento muito característico: à As misturas podem ser não
medida que a temperatura cai ou sobe, classificadas quanto a quantidade de
podem mudar de estado físico. Mas, fases, mas também quanto ao seu
durante essa mudança, a temperatura aspecto visual (uniforme ou não
do material não se altera. Já numa uniforme), à facilidade que seus
mistura – um material formado por componentes podem ser separados e ao
duas ou mais substâncias –, as estado físico ao qual se apresentam
mudanças de estado acontecem numa (sólido, líquido ou gasoso).
temperatura que se altera.
Fenômeno físico
Algumas misturas se Se o fenômeno não modifica
comportam como substâncias em uma a composição da matéria, dizemos que
das mudanças, mas nunca nas duas. As ocorre um fenômeno físico. No
que apresentam variação de fenômeno físico a composição da
temperatura no PE (Ponto de Ebulição) matéria é preservada, ou seja,
são chamadas de misturas eutéticas. permanece a mesma antes e depois da
Aquelas para as quais a temperatura ocorrência do fenômeno.
varia no PF (Ponto de Fusão) são
chamadas misturas azeotrópicas. OBS: Em geral, os fenômenos físicos são
reversíveis, ou seja, a matéria retorna a
Tipos de substâncias sua forma original após a ocorrência do
Basicamente, existem dois fenômeno. Mas nem sempre é assim.
tipos de substâncias: simples e Quando rasgamos um papel, por
compostas. exemplo, os pedaços picados continuam
sendo de papel, portando temos um
As substâncias simples são
fenômeno físico, porém, não podemos
aquelas formadas por um único
obter novamente o papel original e
elemento químico. Por exemplo: O2 (gás
intacto apenas juntando os pedaços
oxigênio), O3 (gás ozônio), H2 (gás
picados, o que nos leva a concluir que,
hidrogênio) etc.
em certos aspectos, os fenômenos
Já as substâncias físicos podem acabar sendo
compostas, por sua vez, são aquelas irreversíveis.
formadas por mais de um elemento

5
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Fenômeno químico Unidade 2 – Energia


Se o fenômeno modifica a
Introdução ao estudo da
composição da matéria, ou seja, a
energia
matéria se transforma de modo a alterar
Na Química e na Física
completamente sua composição
trabalhamos com a seguinte definição:
deixando de ser o que era para ser algo
energia é capacidade de uma força de
diferente, dizemos que ocorreu um
realizar trabalho. Mas e esse trabalho?
fenômeno químico.
O que é? O trabalho de uma força está
No fenômeno químico, a relacionado com as transformações de
composição da matéria é alterada, sua energia que podem ocorrer no corpo.
composição antes de ocorrer o
fenômeno é totalmente diferente da Formas de energia
que resulta no final. Energia mecânica
Diversos fenômenos
Fenômeno químico naturais e processos do dia a dia
exotérmico envolvem transformações energéticas.
Fenômenos químicos que Na queda de um asteroide ou um
ocorrem com liberação de energia são cometa, por exemplo, toda energia
denominados exotérmicos. A matéria potencial gravitacional se converte em
que resulta de uma transformação energia cinética.
exotérmica em geral é mais estável que
aquela que lhe deu origem. A energia mecânica de um
corpo é a soma da energia cinética e da
Note que essa definição se energia potencial de um corpo.
refere ao saldo de energia da matéria
transformada em relação ao meio
ambiente após o fenômeno químico ter
sido concluído, já que todos os
fenômenos químicos necessitam de um
fornecimento externo de energia – que
pode variar de muito grande a muito
pequeno – para serem desencadeados.
Fenômeno químico Energia elétrica
endotérmico É, basicamente, a energia
Há casos em que os gerada pelo movimento dos elétrons de
fenômenos químicos ocorrem com um corpo.
absorção de energia. Fenômenos
químicos que ocorrem com absorção de Energia térmica
energia são denominados A energia térmica é formada
endotérmicos. A matéria que resulta de como consequência da energia
uma transformação endotérmica é em cinética(movimentação) das moléculas
geral mais instável que aquela que lhe e partículas de um determinado corpo.
deu origem. Quanto maior o movimento destas
partículas, maior será a temperatura e,
consequentemente, mais intensa será
a energia térmica liberada.

6
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Energia luminosa e sonora até causar a extinção de algumas


A energia luminosa é espécies animais.
transmitida por radiação, por vários
Usina termelétrica
comprimentos de ondas diferentes. O
Já nestas, o movimento dos
que determina o tipo ou a quantidade
geradores se dá através da queima de
de energia que um raio luminoso possui
um combustível. Nessa usina, a água é
é a frequência da cor, que pode ir do
vaporizada em uma caldeira e o vapor é
vermelho ao violeta. Quanto mais
conduzido à alta pressão por uma
próximas ao violeta, maior a energia, e
tubulação até às pás de uma turbina,
quanto mais próximas do vermelho,
cujo eixo estará apoiado ao gerador.
menor ela é.
Com o choque entre as
A energia sonora é
moléculas do vapor d’água à alta
a energia presente em uma onda
pressão e as pás da turbina, obtém-se o
sonora. O som é o movimento
movimento do eixo do gerador.
da energia através de substâncias em
Posteriormente, o vapor d’água é
ondas longitudinais. O som é produzido
resfriado no radiador, onde a água volta
quando uma força faz com que um
ao estado líquido, sendo depois injetada
objeto ou substância vibre – a energia é
na caldeira, para ser novamente
transferida através da substância em
vaporizada.
uma onda.
Nesse tipo de usina, o
Conservação de energia
combustível que é queimado para
A conservação de energia
mover o gerador lança na atmosfera
diz respeito a transformação de uma
muitos gases poluentes. Além desse
forma de energia em outra. A lei diz que,
fato, essas usinas são construídas bem
após a transformação de uma forma de
próximas a rios, dos quais se desvia
energia em outra, a quantidade de
parte da água, para a liquefação do
energia transformada e a energia final
vapor d’água. A água é devolvida ao rio
são iguais.
a uma temperatura mais elevada,
Transformação de energia acarretando prejuízos ao ecossistema
Usina hidrelétrica local, pois várias formas de vida aquática
Este tipo de usina utiliza a não resistem a tal variação de
água como geradora de energia. Nelas o temperatura.
movimento do eixo do gerador é obtido Usina nuclear
com a queda de água. Graças a uma (termonuclear)
vasão controlada, a água que cai pela Nas usinas nucleares, o
tubulação choca-se com as pás da movimento do eixo do gerador também
turbina e faz com que gire o circuito é obtido pelo choque das moléculas do
fixado ao eixo do gerador. vapor de água à alta pressão com as pás
Como já vimos, as usinas de da turbina. O processo de vaporização
grande porte precisam de uma imensa da água, entretanto, é outro. Aqui, o
quantidade de água represada. Sendo combustível utilizado é o urânio.
assim, construir essas hidrelétricas exige O composto urânio fica
que se alaguem muitas regiões e esse armazenado no reator nuclear. Por meio
alagamento pode trazer prejuízos ao do lançamento controlado de nêutrons,
ecossistema local – podendo também
7
Guia de Química do Monitor – 9º ano

o núcleo de urânio desintegra-se com material orgânico que se encontra


liberação de grande quantidade de presente num ecossistema.
energia, que é utilizada para vaporizar a
água armazenada ao redor do reator. O Unidade 3 –
vapor é conduzido à alta pressão, por Substâncias químicas e
uma tubulação, até às pás da turbina.
Depois do choque com as pás, o vapor é misturas
liquefeito e reconduzido para as Já vimos na Unidade 1 o que
proximidades do reator, onde é são substâncias químicas e misturas,
novamente aquecido e vaporizado. correto? Isso vai adiantar um pouco as
coisas.
Além dos arriscados
acidentes envolvendo essas usinas, elas Conceitos de moléculas e
também apresentam a desvantagem de substâncias químicas
produzir lixo atômico, constituído de Molécula é uma estrutura
substâncias radioativas, cujas emissões formada por átomos que compartilham
perduram por um longo período. elétrons (unidos por ligações covalentes
normais ou dativas1). E uma substância
Por mais seguro que seja o
é um conjunto de moléculas iguais
descarte do lixo radioativo, nem sempre
ligadas entre si.
é possível isolar a alta radioatividade
completamente. Quando ocorre As substâncias e suas
vazamento, há contaminação do local fórmulas químicas
para onde esse lixo foi transportado. As substâncias podem ser
Além disso, o tempo de vida útil dessas representadas por fórmulas.
usinas é de apenas 20 a 25 anos, em
função da grande deterioração dos Fórmula química é a
materiais do reator nuclear, submetidos representação simplificada da molécula
a altas emissões radioativas. Com o fim constituinte da substância.
da vida útil, as usinas são desativadas e
Substância Fórmula Significado
o local não pode mais ser utilizado,
devendo permanecer em isolamento. Em uma molécula de
água, há dois átomos
Energia da biomassa Água H2 O
de hidrogênio (H) e
A biomassa pode ser uma de oxigênio (O)
considerada um recurso natural Em uma molécula de
renovável, contrariamente aos glicose, há seis
combustíveis fosseis. átomos de carbono
Glicose C6 H12 O6
(C), doze de
A biomassa é utilizada
hidrogênio (H) e seis
diretamente como combustível ou
de oxigênio (O)
através da produção de energia a partir
de processos de pirólise, gasificação, Em uma molécula de
combustão ou co-combustão de Ozônio O3 ozônio, há três
átomos de oxigênio

1 Essa ligação também ocorre com o elétrons são provenientes dos átomos dos dois
compartilhamento de pares de elétrons, porém, a elementos, já na ligação covalente dativa, os elétrons
diferença é que, na ligação covalente normal, os são provenientes somente de um dos átomos.

8
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Mistura Corresponde a substância que será


Já vimos que, quando duas dissolvida. E, logicamente, fica em
ou mais substâncias são colocadas em menor quantidade na solução.
contato e não há transformação
Assim, a diferença entre eles
química, isto é, quando não reagem
é que o soluto é a substância que será
entre si, elas originam uma mistura.
dissolvida e o solvente é a substância
Sistema, fase de um sistema que irá realizar a dissolução.
e classificação
Sistema é uma parte do
conjunto em que se deseja observar ou
considerar. Esse sistema possui o que
chamamos de fase, o aspecto visual
dele. Informalmente, fase é a
quantidade de camadas de outras
substâncias visíveis.
Em um sistema constituído
de apenas uma fase, as propriedades
físicas e químicas se mantêm.
Um sistema pode ser
monofásico, quando tem apenas 1 fase
e 1 substância, bifásico, quando tem 2
fases e 2 substâncias imiscíveis2,
trifásico, quando possui 3 fases e 3
substâncias imiscíveis, e/ou polifásico3,
quando tem mias de 3 fases e 3
elementos imiscíveis.
Falando mais a respeito
deste assunto, o sistema monofásico
pode ser também classificado como (e
somente) homogêneo. Já os polifásicos
somente como heterogêneos.
Solução
Toda solução é composta
por dois elementos: o solvente e o
soluto.
O solvente é a substância na
qual o soluto será dissolvido para
formação de um novo produto. Ele fica
em maior quantidade na solução.
E o soluto é a substância
que encontra-se dispersa no solvente.

2 Imiscíveis: que não se misturam. 3


Também pode ser concebido como qualquer
sistema com mais de uma fase.

9
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Atividades de fixação
1. (COPERVE - UFSC) Sobre as misturas e eletricidade, esses processos têm em
métodos de separação, analise as comum o fato de:
afirmativas abaixo e assinale a
a) não provocarem impacto ambiental.
alternativa correta.
b) independerem de condições
I. Água e óleo de cozinha formam uma
climáticas.
mistura homogênea, pois o óleo não se
c) a energia gerada poder ser
mistura com a água.
armazenada.
II. A água forma uma mistura d) utilizarem fontes de energia
heterogênea com o óleo de cozinha, renováveis.
pois ocorre a formação de duas fases e) dependerem das reservas de
distintas. combustíveis fósseis.
III. A catação pode ser utilizada para 3. (Enem 2007) Qual das seguintes
separar a água do álcool etílico. fontes de produção de energia é a mais
recomendável para a diminuição dos
IV. A gasolina comum, vendida nos
gases causadores do aquecimento
postos de combustíveis, é uma mistura
global?
homogênea que contém álcool etílico e
outras substâncias provenientes do a) Óleo diesel.
petróleo. b) Gasolina.
c) Carvão mineral.
V. A decantação é um método de
d) Gás natural.
separação de misturas heterogêneas, a
e) Vento.
partir da diferença de densidade dessas
substâncias. 4. (Uniube - 2001) Os sólidos: bronze
(Cu(s) + Sn(s)), cal virgem (CaO(s) ) e
a) Somente as afirmativas I e IV estão
diamante (C(s) ) são, respectivamente,
corretas.
exemplos de
b) Somente as afirmativas II, IV e V estão
a) mistura, substância composta e
corretas.
substância simples.
c) Somente as afirmativas III, IV e V estão
b) mistura, substância simples e
corretas.
substância composta.
d) Somente as afirmativas II e III estão
c) substância composta, substância
corretas.
simples e substância composta.
e) Somente as afirmativas I, III e V estão
d) mistura, substância simples e
corretas.
substância simples.
2. (Enem 2002) Em usinas hidrelétricas,
5. (UFRGS RS) - Entre as transformações
a queda d’água move turbinas que
citadas a seguir, aquela que não
acionam geradores. Em usinas eólicas,
representa um fenômeno químico é:
os geradores são acionados por hélices
movidas pelo vento. Na conversão a) o cozimento de um ovo;
direta solar-elétrica são células
fotovoltaicas que produzem tensão b) a queima do carvão;
elétrica. Além de todos produzirem
10
Guia de Química do Monitor – 9º ano

c) o amadurecimento de uma fruta; presente. Esse depósito, que contém


principalmente ouro, é posto em
d) o azedamento do leite;
contato com mercúrio metálico; o
e) a formação de orvalho. amálgama formado é separado e
aquecido com um maçarico, separando-
6. (UNESP – SP) - A elevação da se o ouro líquido do mercúrio gasoso.
temperatura de um sistema produz, Numa região próxima dali o mercúrio
geralmente, alterações que podem ser gasoso se transforma em líquido e acaba
interpretadas como sendo devidas a indo para o leito dos rios. Os três
processos físicos ou químicos. segmentos acima grifados se referem,
Medicamentos, em especial na forma de respectivamente, às seguintes
soluções, devem ser mantidos em propriedades:
recipientes fechados e protegidos do
calor para que se evite: a) peso, temperatura de gaseificação e
temperatura de liquefação4.
I. a evaporação de um ou mais de seus
componentes; b) densidade, temperatura de
sublimação e temperatura de fusão.
II. a decomposição e consequente
diminuição da quantidade de composto c) peso, temperatura de ebulição e
que constitui o princípio ativo; temperatura de fusão.

III. a formação de compostos d) densidade, temperatura de ebulição


indesejáveis ou potencialmente e temperatura de liquefação.
prejudiciais à saúde.
8. (Ifsc 2014) As águas dos rios e
Cada um desses processos – I, II, III – oceanos sofrem constante evaporação e
corresponde a um tipo de precipitam na forma de chuva. É
transformação classificada, CORRETO afirmar que esse processo
respectivamente, como: natural pode ser comparado a qual
operação de laboratório.
a) física, física e química
a) Solvatação
b) física, química e química
b) Filtração
c) química, física e física
c) Decantação
d) química, física e química
d) Catação
e) química, química e física
e) Destilação
7. (UNICAMP/2012) Em algumas
extrações de ouro, sedimentos de fundo 9. (Unicamp - 1992) Têm as seguintes
de rio e água são colocados em uma misturas:
bateia, recipiente cônico que se
I. areia e água;
assemelha a um funil sem o buraco.
Movimentos circulares da bateia II. álcool (etanol) e água;
permitem que o ouro metálico se
deposite sob o material sólido ali

4
Temperatura de liquefação: temperatura na qual
uma substância gasosa passa para o estado líquido.

11
Guia de Química do Monitor – 9º ano

III. sal de cozinha (NaCl) e água, neste


caso uma mistura homogênea.
Cada uma dessas misturas foi submetida
a uma filtração em funil com papel e, em
seguida, o líquido resultante (filtrado)
foi aquecido até sua total evaporação.
Pergunta-se:
a) Qual mistura deixou um resíduo
sólido no papel após a filtração? O que
era esse resíduo?
Mistura I. Areia e água: a areia (resíduo
sólido) fica retida no filtro.
b) Em qual caso apareceu um resíduo
sólido após a evaporação do líquido? O
que era esse resíduo?
Mistura III. Após uma evaporação ou
destilação simples o cloreto de sódio
(NaCl) é obtido (resíduo sólido).
10. (G1 - cftmg 2010) - Um processo
químico ocorre no momento em que há
a) separação dos constituintes do
petróleo.
b) liberação de gás quando o gelo seco
sublima.
c) solidificação da gordura quando a
frigideira esfria.
d) efervescência do comprimido de
vitamina C na água.

12
Guia de Química do Monitor – 9º ano

5. O orvalho é um fenômeno físico no


Gabarito comentado qual a umidade do ar precipita por
1. I. Falsa. Como a própria afirmativa diz, condensação na forma de gotas.
água e óleo não se misturam. Como 6. I. a evaporação de um ou mais de seus
sabemos, quando duas substâncias que componentes; TRANSFORMAÇÃO FÍSICA
não se misturam são colocadas em II. a decomposição e consequente
contato entre si, formam uma mistura diminuição da quantidade de composto
heterogênea, não homogênea. que constitui o princípio ativo;
II. Verdadeira. Descreve exatamente o TRANSFORMAÇÃO QUÍMICA
que foi dito na justificativa anterior. III. a formação de compostos
indesejáveis ou potencialmente
III. Falsa. O correto seria utilizar o prejudiciais à saúde. TRANSFORMAÇÃO
ptocesso de destilação. A catação seria QUÍMICA
utilizada em casos de separação de
componentes “podres” dos demais, 7. As propriedades relacionadas aos
como na catação de feijão. trechos abaixo são:

IV. Verdadeira. “ouro metálico se deposite sob o


material sólido…” —– densidade.
V. Verdadeira.
“… aquecido com um maçarico,
2. Ao contrário de energias poluentes (de separando-se o ouro líquido do mercúrio
origem fóssil) como o carvão (de origem gasoso.” — temperatura de ebulição.
vegetal) e o petróleo (de origem mista),
que são energias não-renováveis e “… mercúrio gasoso se transforma em
liberam para a atmosfera poluentes líquido…” —– temperatura de
como monóxido de carbono, podendo liquefação.
intensificar o efeito estufa pelo aumento 8. [A] Incorreta. A solvatação é um
do percentual de gás carbônico, as processo de separação de partículas de
energias citadas no enunciado não soluto pelas moléculas do solvente
causam agravamento das questões (geralmente a água).
ambientais e apresentam a vantagem de,
sendo energias renováveis, não ter fixado [B] Incorreta. Na filtração a separação
o seu período de esgotamento. ocorre entre um sólido e um líquido.
3. A energia promovida pela ação dos [C] Incorreta. A decantação separa
ventos, conhecida como eólica, não misturas do tipo sólido-líquido e líquido-
emite gases diretamente da sua líquido, pela diferença de densidade e de
produção, sendo, dentre as citadas, a solubilidade de seus componentes.
menos poluidora. Entretanto, não se
[D] Incorreta. A catação consiste em
deve esquecer que a instalação das
separar dois sólidos de diferentes
usinas eólicas causa impactos
tamanhos, pode ser realizado
ambientais, especialmente na fauna e
manualmente ou com o auxílio de uma
flora local, o que requer a realização do
pinça.
licenciamento ambiental.
[E] Correta. Na destilação dois líquidos
4. A
são separados por diferença no ponto de
ebulição. O líquido com ponto de
ebulição menor, evapora primeiro e ao
13
Guia de Química do Monitor – 9º ano

ser resfriado, volta ser líquido


novamente, separando dos demais
líquidos da mistura.
10. a) separação dos constituintes do
petróleo. Ocorre destilação fracionada,
processo físico.
b) liberação de gás quando o gelo seco
sublima. Ocorre sublimação, processo
físico.
c) solidificação da gordura quando a
frigideira esfria. Ocorre solidificação,
processo físico.
d) efervescência do comprimido de
vitamina C na água. Ocorre liberação de
gás carbônico (CO2) na água, processo
químico.

14
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Separação de misturas • Evaporação: neste processo a


Para separar os componentes mistura, contida em recipiente aberto,
de uma mistura devemos usar processos é aquecida (naturalmente ou não) até
específicos que são definidos de acordo o líquido evaporar, separando-se do
com alguns fatores, como: soluto na forma sólida. Este é o
método utilizado nas salinas para
- O tipo de mistura: homogênea ou
obtenção de sal marinho.
heterogênea.
- Seu estado físico: sólido, líquido ou
2. Líquido + Líquido
gasoso.
• Destilação fracionada: consiste no
- As propriedades físicas dos
aquecimento dos líquidos misturados,
materiais que constituem a mistura:
em aparelhagem específica e com
pontos de fusão e ebulição,
controle de temperatura. Dessa
densidade e solubilidade.
forma, à medida que a temperatura
for aumentando, o ponto de ebulição
Separação de misturas específico de cada líquido é atingido,
homogêneas fazendo com que cada um deles deixe
a mistura isoladamente. O
1. Líquido + Sólido
componente com menor ponto de
ebulição é destilado primeiro. Este
• Destilação simples: ocorre de
processo é utilizado na obtenção de
acordo com a diferença nos pontos
bebidas alcoólicas, e também no
de ebulição do solvente e soluto. Por
fracionamento do petróleo para a
aquecimento, em aparelhagem
obtenção de seus subprodutos.
apropriada com um condensador
adaptado, só o líquido entra em
3. Gás + Gás
ebulição, passando para o estado
• Liquefação fracionária: através de
gasoso, e, em seguida, é condensado
resfriamento em aparelhagem
e recolhido, separando-se do sólido.
adequada e com controle de
Para separar a mistura de água e sal e
temperatura, os gases se liquefazem
recuperar também a água, emprega-
separadamente. Uma aplicação
se a destilação simples. O líquido
desse processo consiste na
purificado, que é recolhido no
separação dos componentes do ar
processo de destilação, recebe o
atmosférico.
nome de destilado.

Separação de misturas recipiente para escoar o líquido.


heterogêneas
• Centrifugação: processo
1. Líquido + Sólido caracterizado pelo uso de aparelhos
denominados centrífugas, que
• Decantação: este processo é aceleram a decantação, separando
utilizado quando o componente materiais de densidades diferentes.
sólido for mais denso que o líquido A separação de glóbulos vermelhos
da mistura. Essa diferença de do plasma sanguíneo é feito com o
densidade faz com que o sólido se auxílio de uma centrífuga.
deposite no fundo do recipiente, e,
após a deposição, inclina-se o • Filtração: a mistura é separada

15
Guia de Química do Monitor – 9º ano

através de uma superfície porosa de areia.


que, dependendo do tamanho da
partícula sólida a ser isolada, pode • Separação magnética: separa os
ser de cascalho, areia, tecido ou componentes de uma mistura, onde
carvão ativado. O sólido fica retido um deles é atraído por um ímã, e o
no filtro e o líquido é recolhido em outro não. Pode ser utilizado, por
outro recipiente. A preparação do exemplo, para separar areia e limalha
café é um exemplo de filtração. de ferro.

2. Líquido + Líquido • Flotação: consiste em separar


sólidos de densidades diferentes
• Decantação: separa líquidos através de um líquido com densidade
imiscíveis com a utilização de um intermediária. Quando temos uma
funil de decantação. Após a mistura de terra e serragem,
decantação, abre-se a torneira, adicionamos água. A areia fica no
deixando passar o líquido mais fundo e a serragem flutua na água.
denso.
4. Sólido + Água
• Catação: separação manual dos
sólidos com diferentes tamanhos de • Filtração: separa partículas sólidas de
partículas. Essa prática um gás com a utilização de um filtro.
é muito comum na seleção de grãos bons Este é o processo utilizado pelo
de feijão para o cozimento. aspirador de pó.

3. Sólido + Sólido Unidade 4 – A


• Levigação: quando os sólidos da
estrutura do átomo
mistura têm densidades diferentes, Estrutura do átomo
usa-se uma corrente de água, que O átomo foi definido como
arrasta o componente menos denso. uma unidade indivisível até o final do
Este processo é utilizado na extração século XIX, quando foi proposto o
do ouro. primeiro modelo atômico que provava a
existência de partículas subatômicas.
• Ventilação: separação dos Com o passar dos anos, novos estudos
componentes sólidos de densidades experimentais foram realizados e novos
diferentes, na qual o componente modelos atômicos surgiram. Baseado no
menos denso é arrastado por uma modelo atômico Rutherford-Bohr, o
corrente de ar. Na separação de átomo é formado por uma região central
cereais e suas cascas, já soltas, utiliza- positiva denominada núcleo, cercado por
se a ventilação. elétrons em órbitas circulares.

• Peneiração: processo utilizado na Os átomos são formados


separação de sólidos de tamanhos basicamente por três partículas, são elas:
diferentes, através do auxílio de uma prótons, nêutrons e elétrons.
peneira onde somente as partículas Partículas fundamentais do
com menor dimensão atravessam a átomo
malha. Pode ser utilizado na Características:
separação de diferentes granulações

16
Guia de Química do Monitor – 9º ano

➪ Prótons: têm carga elétrica positiva e Elemento químico, átomo e


uma massa unitária. íon
➪ Elemento químico: são todos os
➪ Nêutrons: não têm carga elétrica,
átomos que possuem o mesmo número
porém possuem massa unitária.
de prótons em seu núcleo, ou seja, o
➪ Elétrons: têm carga elétrica e quase mesmo número atômico (Z).
não possuem massa.
Ex: Oxigênio é o elemento químico
Tamanho do átomo constituído por todos os átomos que
Sabemos o tamanho possuem número atômico 8 (com 8
aproximado dos átomos desde 1811, prótons).
Amedeo Avogadro (1776-1856) estimou
➪ Átomo: é a unidade fundamental da
seu tamanho para 1 angstrom, ou seja,
matéria, a menor fração capaz de
10-10 e um século mais tarde, em 1911,
identificar um elemento químico.
Ernest Rutherford (1871-1937) precisa a
Formado por um núcleo, que contém
estrutura do átomo e dá um tamanho ao
nêutrons e prótons, e por elétrons que
núcleo atómico da ordem de 10-14
circundam o núcleo.
metros. Pode-se dizer que os átomos
estão separados uns aos outros de alguns ➪ Íon: cada camada da eletrosfera
angstroms. possui um número máximo de elétrons.
Os átomos possuem um estado de
A eletrosfera: níveis e
equilíbrio e estabilidade quando se têm 8
subníveis de energia elétrons na sua última camada (ou 2 no
Bohr aperfeiçoou o modelo caso do hélio). Ele tem duas
atômico de Rutherford com base em classificações: cátion e ânion.
formulações teóricas. Uma delas dita que
os elétrons estão distribuídos de acordo Símbolo dos elementos
com suas distâncias em relação ao químicos
núcleo, descrevendo órbitas circulares ao É um terror decorar os
redor deste sem ganhar ou perder elementos químicos e seus símbolos,
energia. Assim, há várias órbitas porém, em geral, o símbolo do elemento
circulares em um átomo, e cada uma deve ser a letra inicial do seu nome, em
delas tem um determinado valor letra de imprensa maiúscula.
energético. Dependendo do número de
H – hidrogênio F – flúor
elétrons que possui, o átomo pode
apresentar vários níveis eletrônicos ou Alguns são seguidos pela
camadas de energia. segunda letra do elemento.
Esses níveis eletrônicos, Co – cobalto Cr – crômio
conforme o número de elementos
Outros têm o seu símbolo
químicos conhecidos, são numerados de
derivado do seu nome em latim.
1 a 7 ou representados pelas letras K, L,
M, N, O, P e Q, a partir do nível mais Na (natrium) – sódio K (kalium) –
interno, que é o mais próximo do núcleo. potássio
O símbolo representa o
átomo do elemento químico. A
representação (notação) é feita
colocando o símbolo do elemento, o
número atômico 17
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Z à esquerda e abaixo do símbolo e o Seus pontos de fusão e ebulição são


número de massa (A) à esquerda ou altos.
direita acima do símbolo.
Semimetais: são apenas sete
Átomo e íon (boro (B), silício (Si), germânio (Ge),
Íons são átomos que perdem arsênio (As), antimônio (Sb), telúrio (Te)
ou ganham elétrons durante reações, e polônio (Po)). Apresentam brilho
eles se classificam em ânions e cátions: metálico como os metais e sua
condutibilidade elétrica e térmica é
➪ Ânion (íon negativo): átomo que pequena. Não são maleáveis, porém
recebe elétrons e fica carregado fragmentam-se como os ametais.
negativamente. Ex: F −1, O−2.
Obs.: a classificação dos elementos em
➪ Cátion (íon positivo): átomo que perde semimetais está em desuso, assim,
elétrons e adquire carga positiva. Ex: muitas Tabelas Periódicas trazem apenas
Mg +2 , Pb+4. metais e ametais. Segundo esse tipo de
classificação, o boro, o silício, o arsênio e
Classificação dos
o telúrio são ametais; enquanto o
elementos químicos
germânio, o antimônio e o polônio são
Uma das formas em que os
classificados como metais.
elementos químicos são classificados na
Tabela Periódica é dividindo-os em cinco Ametais: não possuem um
grupos de acordo com as suas brilho metálico, com exceção do iodo e
propriedades físicas e químicas. A seguir, do carbono na forma de grafite. Eles são
temos como é feita essa classificação em: isolantes térmicos, não sendo
hidrogênio, semimetais, ametais, gases condutores de calor e nem de
nobres e metais. eletricidade e maioria está no estado
à temperatura
gasoso à ambiente. Seus pontos de
As classes de elementos fusão e ebulição baixos, com isso,
químicos fragmentam-se.
Hidrogênio: é o mais
abundante no Universo, diferente de Gases nobres: são os 7
todos os outros elementos da Tabela elementos pertencentes à família 18 da
Periódica e se encontra na família 1 Tabela Periódica (hélio (He), neônio (Ne),
(metais alcalinos) porque possui apenas argônio (Ar), criptônio (Kr), xenônio (Xe)
uma camada eletrônica com um elétron e radônio (Rn)). Esses elementos são
nela, mas não compartilha de colocados num grupo à parte porque
propriedades semelhantes com os outros eles são bastante estáveis, sendo os
elementos desse grupo. Tem a únicos elementos químicos que ocorrem
capacidade de se combinar com metais, na natureza na forma isolada. Eles
semimetais e ametais. possuem pouquíssima afinidade com
outros elementos químicos, não tendo a
Metais: todos os elementos tendência de doar nem receber elétrons.
desse grupo, com exceção do mercúrio Mas, ainda assim, existem alguns
(Hg), são sólidos a temperatura ambiente compostos de gases nobres feitos em
e, em geral, são duros. Possuem um laboratório.
brilho metálico característico dos metais.
São bons condutores de eletricidade e de Unidade 5 – Ligações
calor, são densos, maleáveis e dúcteis.
químicas
18
Guia de Química do Monitor – 9º ano

de que os átomos se estabilizam


eletronicamente quando atingem esse
Os átomos tendem a se unir
valor. Essa regra não abrange todos os
uns aos outros, formando assim tudo o
casos de ligações atômicas, mas auxilia
que existe hoje. Alguns átomos são
preliminarmente no estudo do assunto.
estáveis, ou seja, pouco reativos. Já
mantêm os átomos unidos são chamadas
de ligações químicas. Toda ligação
envolve o movimento de elétrons nas
camadas mais externas dos átomos, mas
nunca atinge o núcleo.
Ligação iônica
Estabilidade dos gases Ligação entre íons, de
nobres natureza eletromagnética
Os gases nobres são
encontrados na natureza na forma de Ex: NaCl → cloreto de sódio (sal de
átomos isolados porque eles têm a cozinha)
última camada da eletrosfera completa, Na ligação iônica o resultado
ou seja, com 8 elétrons. Mesmo o hélio, final é eletricamente neutro. Na fórmula
com 2 elétrons, está completo porque o
nível K só permite, no máximo, 2
elétrons.
A estabilidade dos gases
nobres deve-se ao fato de que possuem
a última camada completa, ou seja, com
dos compostos iônicos a quantidade de
o número máximo de elétrons que essa
elétrons cedidos é igual à quantidade de
camada pode conter, enquanto última.
elétrons recebidos.
Os átomos dos demais elementos
químicos, para ficarem estáveis, devem
adquirir, através das ligações químicas, Ligação covalente e ligação
eletrosferas iguais às dos gases nobres. metálica
➪ Covalente: ligação em que pares de
Há três tipos de ligações elétrons são compartilhados pelos
químicas: núcleos. Sendo que um elétron de cada
➪ Ligação iônica: perda ou ganho de par é cedido por cada um dos núcleos.
elétrons. Uma maneira de apresentar
uma molécula de substância covalente é
➪ Ligação covalente: compartilhamento
a fórmula estrutural plana, ou de
de elétrons.
Couper: H – O – H
➪ Ligação metálica: átomos neutros e
Cuja fórmula molecular é:
cátions mergulhados numa "nuvem" de
elétrons. Cada traço representa um
par de elétrons compartilhados.
Regra do octeto: A partir da
observação dos gases nobres que
possuem 8 elétrons em sua última
camada (com exceção do Hélio que
possui 2 elétrons), formulou-se a regra
19
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Obs.: como não há nem perda nem


ganho de elétrons a molécula formada é
eletricamente neutra.

➪ Metálica: como os metais possuem a


tendência de formar cátions pela cessão
de elétrons, esses cátions formam um
retículo cristalino envolto em uma
nuvem eletrônica.
Ex: Ferro (Fe), Alumínio (Al), Cobre (Cu).

20
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Atividades de fixação Símb


olo
102
44Ru58
3+ 80
34Se46
2- 192
76Os116
2+ 127
53I74
- 140
58Ce82
3+

1. (Quadrix - 2018 - SEDUCE-GO - Prót


44 34 76 53 58
Professor de Nível III - Química) A ons
Nêut
separação de misturas é um tema rons
58 46 116 74 82

importante no ensino de química, pois Elétr


41 36 74 54 55
ons
muitos processos industriais ou
4. (Mack-2003) Uma distribuição
cotidianos exigem a utilização de
eletrônica possível para um elemento X,
substâncias puras ou com o maior grau
que pertence à mesma família do
de pureza possível. Sendo assim,
elemento bromo, cujo número atômico
assinale a alternativa que apresenta
é igual a 35, é:
processos de separação de misturas.
a) 1s2 , 2s2 , 2p5
a) Uso de gás de cozinha, preparação de
café coado e dessalinização da água do b) 1s 2 , 2s2 , 2p6 , 3s2 , 3p1
mar.
c) 1s2 , 2s2 , 2p2
b) Tratamento de água para
abastecimento, uso do aspirador de pó d) 1s 2 , 2s2 , 2p6 , 3s1
e separação seletiva de lixo. e) 1s2 , 2s2 , 2p6 , 3s2 , 3p6 , 4s2 , 3d5
c) Seleção de frutas no supermercado, 5. Faça a distribuição eletrônica dos
cozimento de bolo e aquecimento em seguintes elementos:
forno micro-ondas.
a) 12Mg
d) Queima de palito de fósforo,
separação de pedras de grãos de feijão b) 35Br
e obtenção de essências de plantas.
c) 20Ca
e) Tratamento de esgoto doméstico,
medição de temperatura com d) 56Ba
termômetro e obtenção de sal da água 6. Na Tabela Periódica, existe um
do mar. elemento que possui características
2. (Fuvest-SP) Para a separação das únicas. Dos elementos apresentados a
misturas: gasolina-água e nitrogênio- seguir, quem é esse elemento singular?
oxigênio, os processos mais adequados a) oxigênio
são respectivamente:
b) hidrogênio
a) decantação e liquefação.
c) hélio
b) sedimentação e destilação.
d) estanho
c) filtração e sublimação.
e) neônio
d) destilação e condensação.
7. Associe corretamente as colunas
e) flotação e decantação. abaixo:
3. Preencha as lacunas da seguinte I. Metais alcalinos
tabela:
II. Metais alcalinoterrosos
III. Calcogênios

21
Guia de Química do Monitor – 9º ano

IV. Halogênios b) íons positivos.


V. Família do carbono c) elétrons.
VI. Família do nitrogênio d) prótons.
VII. Gases nobres e) átomos neutros.
( ) Família 18
( ) Família 17
( ) Família 16
( ) Família 15
( ) Família 14
( ) Família 1
( ) Família 2
8. Dos compostos abaixo, qual não
realiza ligação iônica?
a) 𝑁𝑎𝐶𝑙
b) 𝑀𝑔(𝐶𝑙)2
c) 𝐶𝑎𝑂
d) 𝐻𝐶𝑙
e) 𝑁𝑎2 𝑂
9. (FEEQ-CE) O selênio e o enxofre
pertencem à família VI A da tabela
periódica. Sendo assim, o seleneto e o
sulfeto de hidrogênio são
representados, respectivamente pelas
fórmulas:
a) HSe e HS
b) H2 Se e HS
c) HSe e H2 S
d) H2 Se e H2 S
e) H3 Se e H3 S
10. (UFRGS-RS) No modelo do gás
eletrônico para a ligação metálica,
considera-se que os nós do retículo
cristalino do metal são ocupados por:
a) íons negativos.

22
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Gabarito comentado e) Dois átomos de sódio doam um


2. A gasolina e a água são líquidos elétron cada um para um átomo de
praticamente insolúveis e podem ser oxigênio: Na+ + O2− → Na2 O.
separados por decantação, por
exemplo, em um funil de bromo. O 9. A relação entre a posição na Tabela
oxigênio e o nitrogênio são separados periódica e o número de ligações
por liquefação e posterior destilação estabelece que os componentes da
fracionada. família VI A possuam 6 elétrons na
4. O bromo pertence à família 7A, logo camada de valência, sendo que apenas
possui sete elétrons na última camada. 2 elétrons podem ser usados para
A distribuição eletrônica com esta formar ligações covalentes. Assim
característica é: sendo, o Selênio e o Enxofre precisam
compartilhar dois átomos em suas
1s 2 , 2s 2 , 2p5 ligações. Como o Hidrogênio
compartilha apenas 1 elétron, é preciso
dois átomos de H para formar o
7 elétrons
seleneto (H2 Se) e o sulfeto de
hidrogênio (H2 S).
5. a)
b) 10. Na ligação metálica, os cátions do
metal agrupam-se segundo um arranjo
c) geométrico definido, denominado de
d) estrutura cristalina ou célula unitária.
Os cátions metálicos que formam as
células unitárias têm suas cargas
6. Além de singular, é o elemento mais positivas estabilizadas pelos elétrons
abundante no universo. semilivres, que ficam envolvendo a
estrutura como uma nuvem eletrônica.
7. VII/IV/III/VI/V/I/II. Os elétrons semilivres são dotados de
certo movimento, o que justifica a
8. a) O sódio doa um elétron para o propriedade dos metais de conduzirem
cloro: Na+ + Cl− → NaCl; corrente elétrica na fase sólida. Uma
amostra de metal é constituída por um
b) O magnésio doa dois elétrons para número imenso de células unitárias.
dois átomos de cloro: Mg 2+ + Cl− →
Mg(Cl)2 ;
c) Cada cálcio doa um elétron para cada
oxigênio: Ca2+ + O2− → CaO;
d) Nesse caso, tanto o hidrogênio
quanto o cloro precisam receber um
elétron cada um para ficarem estáveis.
Assim, realiza-se uma ligação covalente,
em que eles compartilham um par de
elétrons → HCl;

23
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Unidade 6 – Funções Formulação e nomenclatura


Os ácidos podem ter ou não
químicas5 oxigênio. Dessa forma, eles podem ser
Introdução classificados em hidrácidos, quando não
Como uma maneira de apresentam oxigênio em sua estrutura
facilitar o estudo dos compostos (também conhecidos como ácidos não
conhecidos, os mesmos foram divididos oxigenados), ou oxiácidos, quando
em dois grupos com seus participantes apresentam oxigênio em sua estrutura.
tendo propriedades semelhantes. São
eles: as funções orgânicas (estudo dos Hidrácidos
compostos de carbono, suas reações e Sua nomenclatura é dada
propriedades) e as funções inorgânicas, por:
nosso foco. Nome do elemento + (-ídrico)
Ácido + __________________
As funções inorgânicas são A sua formulação pode ser
os grupos de compostos inorgânicos feita da seguinte maneira H + X y− 6, em
que apresentam características que (y − ) representa a valência do ânion
semelhantes. X formador do hidrácido. A fórmula
Os compostos inorgânicos genérica obtida é Hy X.
são aqueles que não formados de Oxiácidos ou ácidos
átomos de carbono, tal como os oxigenados7
compostos orgânicos. Sua nomenclatura é dada
As principais funções por:
inorgânicas são 4: ácidos, bases, sais e (-ico) para o
óxidos. As outras funções, consideradas maior NOX
secundárias, são hidretos e carbetos, Nome do elemento +
Ácido + __________________
por exemplo. Mas vamos focar nas 4 (-oso) para o
principais. menor NOX
Os oxiácidos apresentam
Ácidos genericamente a formulação Hx Ey Oz ,
Os ácidos são compostos
em que E é o elemento formador do
moleculares que ao reagirem com a
oxiácido.
água sofrem ionização. Assim, no de
liberação de H + , há rompimento de Classificação e propriedades
ligações covalentes, formando íons: Os ácidos, assim como as
cátions H + e ânions. bases possuem critérios de classificação,
como o número de hidrogênios
No processo de ionização do
ionizáveis, força, volatilidade e
ácido, formam-se novas espécies
estabilidade.
químicas; assim, ocorre reação química.
Com relação ao critério de
número de hidrogênios ionizáveis, os

5 7
Diga aos alunos que eles não verão todo o NOX é a abreviação da expressão “Número de
conteúdo, apenas as partes principais. Oxidação” e representa a carga que um
6
Agora, aproveite para comentar sobre o elemento ou íon apresenta numa substância.
“método escorrega” utilizado em fórmulas
mínimas.

24
Guia de Química do Monitor – 9º ano

ácidos podem ser classificados em metal e uma hidroxila. Sendo assim, sua
monoácido, diácido, triácido ou fórmula [mínima] genérica pode ser
tetrácido. dada por: (M x+ )(OH − ) ⇒ M(OHx )
A força de um ácido pode Onde:
ser relacionada ao seu grau de ionização
x+ representa a valência do cátion;
(α). Assim, quanto maior o grau de
ionização, maior deve ser a força do x é o número de ânions liberados por
ácido. Sendo mais direto, os ácidos, sob fórmula durante a dissociação.
este critério, podem ser fortes,
moderados ou fracos. A nomenclatura dos
hidróxidos9 pode ser dada por:
A classificação quanto à
volatilidade depende do valor do ponto
de ebulição do ácido. Um ácido pode ser Nome do elemento
Hidróxido de + __________________
volátil quando apresentar baixo ponto para cátions com uma valência. E
de ebulição, que, em geral, é abaixo de
100°C, ou não volátil (fixo) quando (-ico) para a
apresentar um alto ponto de ebulição, maior
em geral, acima de 100°C. valência
Nome do cátion +
Hidróxido + ______________
A classificação quanto à (-oso) para a
estabilidade está ligada à sua menor
capacidade de sofrer decomposição valência
(parcial ou total) em condições iguais ou Classificação e propriedades
próximas das CATP8. A maioria dos As bases geralmente são
ácidos é estável. classificadas segundo o número de
Bases ou hidróxidos hidroxilas, a solubilidade em água e a
As bases são, geralmente, força.
compostos iônicos que ao dissolverem Quanto ao número de
na água liberam ânions hidroxila (OH − ) hidroxilas, as bases podem ser
por dissociação iônica. Assim, nesse classificadas em: monobase, dibase,
processo, quando a base entra em tribase e tetrabase.
contato com a água, não há reação
química, mas sim a separação de íons Os hidróxidos apresentam
preexistentes. diferentes solubilidades em água,
podendo ser classificados em muito
Cada substância classificada solúvel, parcialmente solúvel (ou pouco
como bases, ao sofrer a dissociação, solúvel) ou praticamente insolúvel. De
pode liberar um ou mais ânions hidroxila modo geral, a solubilidade depende da
(OH − ). temperatura a que são submetidos.
Formulação e nomenclatura É possível estimar que a
As bases apresentam em força das bases normalmente está
sua constituição, em geral, cátion de relacionada com a sua solubilidade.

8 9
Caso os alunos fiquem em dúvida, CATP é a Monitor (a), ressalte para os alunos que, neste
sigla para Condições Ambientais de caso, “cátion” será o mesmo que o nome do
Temperatura e Pressão. elemento em si.

25
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Assim, quanto mais solúvel em água for capacidade de se dissociar em água,


uma base, maior será o seu grau de liberando íons, dos quais pelo menos
dissociação (α) e, consequentemente, um cátion é diferente de H + e pelo
maior também será a sua força iônica. menos um ânion é diferente de OH − ou
óxido.
O grau de dissociação das
bases também varia com a Em geral, quando uma
temperatura, a pressão e a solução aquosa de uma base reage com
concentração da mistura. Assim, uma solução aquosa de um ácido,
segundo sua força iônica, as bases obtém-se uma solução aquosa de um
podem ser classificadas em fortes ou sal. A reação entre uma base e um ácido,
fracas. Em geral, nas CATP: as bases que produz sal e água, é denominada
fortes apresentam α > 50% e são reação de neutralização.
aquelas formadas por metais alcalinos e
Formulação e nomenclatura
por alguns metais alcalinos terrosos; as
Como vimos, os sais podem
bases dos demais metais tendem a
ser obtidos por reações de
apresentar α < 5%, consideradas bases
neutralização, as quais mostram que o
fracas.
ânion do sal é obtido a partir do ácido. O
A importância dos ácidos e nome do ânion é proveniente do
das bases para nós respectivo ácido, bastando, para isso,
Os ácidos e as bases são trocar suas terminações (sufixos).
importantes na área industrial, elas são
composições de muitos produtos que Hidrácido Oxiácido
nós utilizamos, como por exemplo, o
Sufixo do
sabão e detergentes que usamos para ídrico ico oso
ácido
limpar têm bases em sua composição; e
ácidos estão presentes em cosméticos, ↓ ↓ ↓
guloseimas, frutas etc.
Sufixo do
eto ato ito
Também são utilizados em sal
outras indústrias, como a de estética (já Como os sais são formados
citada), na agricultura, na de por cátions (bases) e ânions (ácidos),
construções, de vidro etc. geralmente, os nomes de seus íons
formadores aparecem em sua
Será comum ver o nome base nomenclatura.
(ou ácido) de Arrhenius. Caso
nome do cátion + de + nome do ânion
julgue interessante, fale sobre
ele. Svante August Arrhenius foi A formulação dos sais pode
um importante químico sueco ser obtida pelo uso de tabelas de cátions
idealizador das teorias ácido- e de ânions. Assim, considerando-se as
base (e, também da teoria dos fórmulas com as cargas desses íons,
sais e óxidos), na década de pode-se montar a fórmula geral dos sais.
1880.
Bx+ Ay− ⟹ By Ax
Sais Classificação e propriedades
Segundo Arrhenius, sais são As soluções aquosas de sias
compostos que, em geral, apresentam podem apresentar caráter ácido, neutro

26
Guia de Química do Monitor – 9º ano

ou básico, de acordo com a força do O cloreto de sódio (NaCℓ)


ácido e da base que a formam. Assim, os (sal de cozinha), por exemplo, é utilizado
sais podem ser classificados em sais para salgar a comida e conservar
ácidos, básicos ou neutros. alimentos; usado também na remoção
de neve em países frios, durante
Os sais que possuem cátions
invernos intensos; usado na indústria
de bases fortes e ânions de ácidos fortes
para a produção de cloro etc. Outro
ou, ainda, cátions de bases fracas e
exemplo é o hipoclorito de sódio
ânions de ácidos fracos são sais neutros.
(NaCℓO), usado como agente alvejante
Os sais que possuem cátions na indústria de celulose e têxtil; como
de bases fracas e ânions de ácidos fortes antisséptico no tratamento de água; na
são sais ácidos. produção de água sanitária etc.

Os sais que possuem cátions Óxidos


de bases fortes e ânions de ácidos fracos Os óxidos10 são compostos
podem formar soluções básicas; assim, binários (constituído de dois elementos
são sais básicos. químicos) iônicos ou moleculares,
donde as moléculas de oxigênios11 são
Entre as propriedades
ligados a outros elementos.
características dos sais, se destacam os
seus altos pontos de fusão e ebulição, Nos óxidos o oxigênio
pois são compostos iônicos. Nas CATP, geralmente apresenta carga igual a 2-.
geralmente encontramos se no estado Assim, a fórmula geral de um óxido pode
sólido. ser dada por:
No estado sólido, E +x Oy− ⟹ Ey Ox
geralmente, os sais não conduzem
corrente elétrica. A condução de Em que:
corrente elétrica ocorre no estado x+ é a carga associada ao elemento mais
fundido, pois há presença de íons eletropositivo;
“livres”.
y- é a carga associada ao oxigênio.
Quanto à solubilidade em
água, há sais solúveis e insolúveis. Os Nomenclatura
insolúveis apresentam solubilidade Os óxidos possuem uma
muito baixa em água, e tendem a sofrer nomenclatura oficial que se baseia no
pequena dissociação iônica, originando uso de prefixos gregos.
soluções com pouca quantidade de íons, Prefixo Quantidade de
portanto, são eletrólitos fracos. átomos do
A importância dos sais para elemento
nós Mono12 1
Vamos dar uma olhada para Di 2
que os sais são utilizados. Tri 3
Tetra 4

10 11
Como o flúor é o elemento mais É válido ressaltar que, aqui, o oxigênio é o
eletronegativo da tabela periódica, um elemento mais eletronegativo.
12
composto formado por oxigênio e flúor não é Diga aos alunos que o prefixo mono é
considerado um óxido. opcional.

27
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Penta 5 como óxidos básicos, e por outro lado,


Hexa 6 na presença de uma base, reagem como
Hepta 7 óxidos ácidos.
Octa 8 Nesse caso, os óxidos
Nona 9 mistos, duplos ou salinos, são derivados
Deca 10 da combinação de dois óxidos.
Agora podemos estabelecer Formados, em maior parte,
a relação: pelo hidrogênio, os metais alcalinos e os
prefixo + óxido + de + prefixo + nome do metais alcalino-terrosos, os peróxidos
elemento são compostos formados por dois
oxigênios que se ligam entre si e, por
Classificação e propriedades isso, possuem em sua fórmula o grupo
Podemos separar a (O2 )2− .
classificação em duas: quanto às
ligações e quanto às propriedades. A importância dos sais para
nós
Classificação quanto às Os óxidos estão presentes
ligações em produtos que utilizamos
Iônicos são óxidos de diariamente. No extintor de incêndio e
metais, cuja combinação apresenta na decomposição do calcário, por
ligações iônicas. exemplo.
Moleculares são óxidos de
não metais, cuja combinação apresenta
ligações covalentes.
Classificação quanto às
propriedades
Formados por ametais, os
óxidos ácidos possuem caráter
covalente, sendo que na presença de
água esses compostos produzem ácidos
e por outro lado, na presença de bases
formam sal e água.
Formados por metais, os
óxidos básicos possuem caráter iônico e
ao reagirem com os ácidos formam sal e
água.
Formados por ametais, os
óxidos neutros, chamados também de
“óxidos inertes”, possuem caráter
covalente e recebem esse nome na
medida em que não reagem na presença
de água, ácidos ou bases.
Os óxidos anfóteros na
presença de um ácido se comportam

28
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Atividades de fixação Resoluções


1. (UFF RJ/2011) A Química está 1. O Pb3 O4 é um óxido misto ou duplo (o
intrinsecamente ligada ao Nox do chumbo varia).
desenvolvimento do homem, já que 2. Atualmente, o NaCℓ é obtido da água do
abarca todas as transformações de mar, processo conhecido por salinas, ou de
matérias e teorias correspondentes. No minas subterrâneas, conhecidas como sais-
gemas.
Império Romano, usava-se chumbo em
3. Estado sólido, pois são compostos
utensílios de cozinha, encanamentos de
iônicos, apresentando altos pontos de
água e recipientes para guardar bebidas fusão e de ebulição.
como o vinho. Esse elemento químico 4. Sim, a água (H2 O).
na sua forma metálica não é venenoso,
energia luminosa
tanto que muitas pessoas conseguem 5. 6CO2 + 6H2 O
viver anos com bala de chumbo alojada clorofila
no corpo. Já outras, que aspiram ou C6 H12 O6 + 6O2
ingerem compostos de chumbo, podem
até morrer de plumbismo. Crianças, em
especial as que moram em casas cujas
paredes foram pintadas com tinta à
base de chumbo, correm o risco de, ao
colocar farelos de tinta na boca, contrair
plumbismo. Um dos compostos do
chumbo é o Pb3 O4 . Em relação a esse
composto, pode-se afirmar que
a) o Pb3 O4 é um óxido misto ou duplo.
b) o Pb3 O4 é um óxido neutro.
c) o Pb3 O4 reage com o HBr produzindo
brometo de etila, Br2 e água.
d) no Pb3 O4 o nox do chumbo é +4.
e) o Pb3 O4 é um oxido anfótero e, em
razão disso, só reage com as bases
fortes.
2. De onde se extrai o sal de cozinha?
3. Em sua opinião, qual é o estado físico
mais comum dos sais nas condições
ambientais? Justifique sua resposta.
4. Existe algum óxido líquido em
condições ambientais? Se existir, cite
sua fórmula mínima.
5. Pesquise e represente a equação
química resumida da fotossíntese. Em
seguida, identifique os óxidos que
participam dessa equação.

29
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Unidade 7 – Reações substâncias são colocadas para reagir


entre si.
químicas
As reações químicas são o Dependendo da condição de
resultado de ações entre substâncias temperatura, concentração de
que geralmente formam outras substâncias e do contato entre
substâncias. elementos químicos envolvidos, as
reações químicas podem ocorrer de
Assim, as moléculas maneira rápida ou lenta
presentes nessas substâncias sofrem
alterações gerando novas moléculas. As reações gasosas, por
Por sua vez, os átomos dos elementos exemplo, são rápidas. No entanto, as
permanecem inalterados. reações entre elementos líquidos e
sólidos são lentas.
Isso ocorre de acordo com
um equilíbrio entre reagentes (inicial) e Sendo assim, uma reação
produtos (final) que, ao final do química ocorre quando duas ou mais
processo, devem ter a mesma substâncias entram em contato, as
quantidade, isto é, a quantidade de quais reagem resultando uma nova
reagentes é igual ao de produtos. Dessa substância. Para que ela ocorre, os
forma, se for necessário dobrar algum reagentes presentes nas reações
participante, será necessário dobrar os químicas devem ter afinidade
demais. química para reagirem.

Nas equações químicas, os Note que as reações


reagentes são escritos do lado químicas endotérmicas absorvem
esquerdo, separados por uma seta, e os energia, posto que a energia química
produtos, do lado direito13. O número à dos reagentes é menor que a dos
frente de cada substância participante produtos.
da reação química indica o seu
As reações químicas
coeficiente estequiométrico14. Há uma
exotérmicas, por sua vez, liberam
relação entre os componentes da
energia, pois a energia química dos
reação, mas a proporção
reagentes é maior que a dos produtos.
estequiométrica é dada em função de
todas as sustâncias participantes e Tipos de reações químicas
apresenta a menor proporção inteira. Reação de Síntese ou
Adição: É aquela em que duas
Como identificar uma substâncias reagem originando um
reação química? Velocidade das único produto.
reações químicas
Uma reação química ocorre A+B⟶C
quando há uma mudança na natureza
da substância; quando duas ou mais

13
Em equilíbrio térmico, a seta é substituída por relacionada à estequiometria. A estequiometria
dupla seta, indicando que a reação é reversível consiste no cálculo que relaciona quantidades
(⇌). de reagentes e produtos participantes de uma
14
Coeficiente estequiométrico: número reação química.
apresentado nas equações químicas,

30
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Reação de decomposição: É 1.3 Óxido básico + Óxido ácido ⟶


o inverso da de Síntese, uma única Sal: Neste caso, o cátion do óxido básico
substância origina duas ou mais. reage com o óxido ácido formando um
sal.
A⟶B+C
Reações de dupla troca: Exemplos de reações
duas substâncias compostas reagem químicas
originando outras duas.  Processo de digestão
 Preparação de alimentos
AX + BY ⟶ AB + XY  Combustão dos veículos
Reações de simples troca:  Aparecimento da ferrugem
Uma substância composta reage com  Fabricação de remédios
uma simples e geram outras duas  Registro fotográfico
substâncias compostas e simples.  Extintor de incêndio
 Queima da parafina da vela
A + XY ⟶ AY + X
 Explosão
Reações de Oxirredução:
São as que envolvem perda (oxidação) Equações químicas
ou ganho (redução) de elétrons. As equações
químicas demostram graficamente as
Exemplo: Na fotossíntese, reação reações químicas que ocorrem entre as
realizada pelas plantas clorofiladas, as substâncias, por exemplo:
moléculas de clorofila utilizam energia
solar para produzir gás oxigênio. 2H2 + O2 = 2H2 O

6H2 O + 6CO2 ⟶ 6O2 + C6 H12 O6 Outro exemplo de reação


química são as equações iônicas, ou
Nesta reação o oxigênio seja, quando envolve substâncias
sofreu uma oxidação, pois seu Nox iônicas (íons), além de átomos e
(número de oxidação – carga elétrica moléculas:
das espécies químicas) aumentou, ou
seja, ele perdeu elétrons. Já o H + + OH − = H2 O
hidrogênio reduziu, ou seja, ele ganhou Leis das reações químicas
elétrons. A palavra ponderal (do latim
Reações com Óxidos pondus, “peso”) é utilizada na Química
para se referir a leis relacionadas ao
1.1 Óxido básico + Ácido ⟶ Sal + “peso” das substâncias nas reações
H2 O: O óxido básico apresenta caráter químicas. Duas delas – a lei da
iônico, em que o metal terá geralmente conservação da massa, proposta por
carga +1 e +2. Ao reagir com a água, Lavoisier, e a lei das proporções
origina bases. E ao reagir com ácidos, constantes, proposta por Proust – foram
origina sal e água. fundamentais para o estabelecimento
da Química como ciência no final do
1.2 Óxido ácido + Base ⟶ Sal + H2 O:
século XVIII e no início do século XIX e
O óxido ácido apresenta caráter
serão abordadas adiante.
covalente, e geralmente é formado por
ametais. Ao reagir com a água, origina
ácidos. E ao reagir com bases, origina sal
e água.

31
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Lei de Lavoisier quantidades de reagentes na formação


“Na natureza, nada se cria, nada se dos produtos de uma reação química,
perde, tudo se transforma.” (Antoine podemos observar que as substâncias
Lavoisier) sempre mantêm a mesma proporção ao
se combinarem. Essa ideia foi sugerida
Embora se atribua a
no final do século XVIII por um cientista
Lavoisier a formulação da lei da
francês, Joseph Louis Proust, e é
conservação da massa, o mais adequado
conhecida como Lei das Proporções
é afirmar que ele propôs que, se uma
Definidas ou Lei de Proust.
reação química ocorresse em um
sistema fechado, haveria a conservação Proust foi capaz de mostrar
da massa. Ou seja, a massa dos que as sustâncias não se combinavam
reagentes é igual à massa dos numa variedade infinita de proporções,
produtos. como pensava, por exemplo, Lavoisier,
mas apenas em proporções definidas
Em sua obra Traité
por números inteiros. Usando essa
élémentaire de Chimie (Tratado
ideia, Proust foi capaz de propor uma
Elementar da Química), de 1789,
definição para compostos químicos
Lavoisier defendeu que qualquer ideia,
“verdadeiros”, para diferenciá-los de
por mais simples que fosse, deveria ser
soluções e ligas metálicas. Segundo
continuamente posta à prova por meio
Proust, esses compostos verdadeiros
da experiência. Apesar disso, nessa
teriam composições definidas,
publicação, a conservação da massa
independentemente da forma como
aparece como algo já sabido, que não é
teriam sido preparados.
discutido em detalhe. Assim, segundo
historiadores da Ciência, os textos Sabe-se, hoje, que nem
originais de Lavoisier usam a palavra todas as substâncias compostas seguem
axioma15 para se referir ao que a Lei de Proust, pois existem algumas
comumente se associa a essa “lei”. para as quais as proporções entre os
átomos podem variar. Para a maioria
Vale destacar também que,
das substâncias com as quais lidamos
embora seja frequentemente associada
em nossos cotidianos a Lei de Proust
a Lavoisier, o enunciado mostrado no
continua essencialmente válida e
início dessa explicação não é citado em
aplicável.
nenhum trabalho escrito por ele.
OBS (opcional): Lembre-se
m(reagentes) = m(produtos)
de que nas equações químicas podem
Lei de Proust aparecer letras ao lado direito das
“Toda substância possui uma proporção substâncias as letras que indicam o
constante, em massa, na sua estado físico delas. Assim:
composição, e a proporção na qual (s) indica estado sólido;
reagem e se formam é constante.”
(Joseph Louis Proust) (ℓ) indica estado líquido;
Ao analisar substâncias que (g) indica estado gasoso;
possuem uma relação entre as

15
Axioma: premissa considerada
necessariamente evidente e verdadeira.

32
Guia de Química do Monitor – 9º ano

(aq) indica estado aquoso.


Lembre-se de que nas
equações químicas podem aparecer,
acima ou abaixo da seta, os seguintes
símbolos:
A letra grega lambda (𝜆),
que indica a presença de luz;
A letra (i), que indica
passagem de corrente elétrica;
A letra grega delta (Δ), que
indica aquecimento;

〈 〉 indica instabilidade.

33
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Atividades de fixação Resoluções


1. O que são reações químicas? 1. As reações químicas são o resultado
de ações entre substâncias que
2. Assinale a alternativa que apresenta
geralmente formam outras substâncias.
uma reação química.
2. a) Não há presença de nenhuma
a) Travessia da luz pelo vácuo.
reação química aqui.
b) Criação de ferrugem.
b) Na criação de ferrugem, há a oxidação
c) Digestão. do metal e, portanto, ocorre uma reação
química.
d) Derretimento de gelo.
c) Na digestão há a mistura de enzimas
3. Escreva no caderno a reação de com os alimentos ingeridos para
combustão do carvão, classificando as decompô-los e poder extrair o
sustâncias participantes da reação necessário para o organismo.
descrita a seguir: C(carvão)(s) + O2 (g) ⟶
CO2 (g) . d) O derretimento do gelo é um
fenômeno físico, portanto, não temos
4. Dê a classificação das reações uma reação química aqui.
químicas que se seguem.
3. C(carvão)(s) + O2 (g) são os reagentes
a) 2 NaHCO3 → Na2 CO3 + H2 O + CO2 , e CO2 (g) é o produto.
reação do fermento na preparação de
um bolo. 4. a) Decomposição.

b) 2 Mg + O2 → 2 MgO, reação nos b) Síntese ou adição.


antigos flashes fotográficos
c) Reações de dupla troca.
descartáveis.
d) Reações de dupla troca.
c) Aℓ2 (SO4 )3 + 6 NaOH →
2Aℓ(OH3 ) + 3Na2 SO4 , reação de 5. Espera-se que os alunos respondam
produção de hidróxido de alumínio, que as enzimas aceleram o processo de
utilizado no tratamento de água. digestão.
d) Fe + 2 HCℓ → FeCℓ2 + H2 , reação
em que há ataque ácido ao ferro.
5. O que poderia aumentar a velocidade
de uma reação química digestiva?

34
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Bibliografia
ANDRIETTA, M. Google. InfoENEM, 2015. Disponivel em:
<https://www.infoenem.com.br>. Acesso em: 22 Dezembro 2018.

EGUIA DO ESTUDANTE. eGuia do Estudante - Química. São Paulo: Abril, 2016.

FLEURY, E. M.; HORTA, A. M. (Eds.). Química. São Paulo: Scipione, 2013.

FOGAÇA, J. R. V. Google. Mundo Educação, 2018. Disponivel em:


<https://exercicios.mundoeducacao.bol.uol.com.br>. Acesso em: 28 Dezembro 2018.

FRANCO, D. S. (Ed.). Química cotidiano e transformações. 1ª. ed. São Paulo: FTD,
2016.

GOOGLE. MundoVestibular, 2008. Disponivel em:


<https://www.mundovestibular.com.br>. Acesso em: 22 Dezembro 2018.

MAGALHÃES, L. Google. TodaMatéria, 2017. Disponivel em:


<https://www.todamateria.com.br>. Acesso em: 24 Dezembro 2018.

MARQUES, J. A. (Ed.). #Contato química. 1ª. ed. São Paulo: Quinteto, 2016.

NOVAIS; TISSONI (Eds.). VIVÁ - Química. Curitiba: Positivo, v. 1, 2016.

SANTOS, W.; MÓL, G. (Eds.). Química Cidadã. São Paulo: AJS, v. 1, 2013.

35
Guia de Química do Monitor – 9º ano

Anotações ________________________________

________________________________
Este caderno pode
________________________________
conter conteúdos adicionais aos
________________________________
mostrados no livro trabalhado em
________________________________
________________________________
sala.
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________
________________________________

________________________________ ________________________________

________________________________ ________________________________

36