Você está na página 1de 30

Abril – Junho 2001

Índice:
O que é o Web Shoppers …………………………………………………………………………………………………….………. 2
Sumário Executivo …………………………………………………………………………………………………………….…………. 3
Estrutura do Relatório ……………………………………………………………………………………………………….……….. 4

Parte I - Fotografia da Internet no Brasil ……………………………………………………….………….. 5


Dados da Pesquisa
A Internet Sofre os Efeitos da Crise de Energia
Homens e Mulheres Não Começaram Juntos na Internet
Aumentar a Presença Feminina é um Desafio
A Internet que Transmite Mais Segurança
Em Suma : Tendências de Uso da Internet

Parte II - E-Commerce: O que Motiva as Visitas às Lojas Online ………………………….…….……. 12

O Internauta que Navega e Compra


Respeito aos Mais Velhos
Motivação nas Compras Online : A Diferença Está nos Extremos
As Marcas das Lojas e dos Produtos São os Grandes Responsáveis pela Decisão de Compra
A Experiência que Ensina: Quem Compra com Freqüência É Quem Mais Valoriza Conhecer a Loja
Em Suma: No Varejo Virtual, Marca É Fundamental

Parte III - Foco: Movimento em Datas Especiais no Varejo……………………………..…………………. 19


Compra de Presentes para o Dia das Mães
Experiência em Comprar pela Internet Versus Intenção de Compra Online do Presente para o Dia das Mães
Valor Médio Gasto com Presentes para o Dia das Mães
Principais Produtos Comprados no Mundo Online e Offline no Dia das Mães
Dia dos Namorados: A História se Repete
Valor Médio Gasto com Presentes para o Dia dos Namorados
Principais Produtos Comprados no Mundo 0nline e Offline no Dia dos Namorados
Os Principais Motivos que Levaram Internautas a Realizar suas Compras Online para o Dia dos Namorados
Em Suma: Oportunidade para Criar o Hábito

1
O que é o Web Shoppers

Uma iniciativa trimestral da e-bit, do Ibope eRatings.com e do Ibope eSurvey, o Web Shoppers
tem como objetivo difundir informações essenciais para o entendimento do comportamento dos
internautas e sua relação com o e-commerce.

e-bit
Empresa de pesquisa, marketing e tecnologia online, a e-bit foi criada para auxiliar empresas a
atrair, manter e rentabilizar clientes, aumentando a utilização da Internet como canal de
relacionamento. Através de um sofisticado sistema de coleta de dados, a e-bit gera diariamente
informações detalhadas sobre o comércio eletrônico, a partir de dados do próprio consumidor
online após a efetivação de compras em mais de 400 lojas virtuais.

IBOPE eRatings.com
Joint-venture entre IBOPE e ACNielsen eRatings.com, a empresa trouxe para a América Latina o
serviço Nielsen//NetRatings. São os maiores grupos de pesquisa aliados à mais alta tecnologia
disponível na Internet, preparados para medir a audiência da Internet com a qualidade e
credibilidade que o mercado exige. Sua exclusiva metodologia tem o mais alto padrão de
excelência do mundo.

IBOPE eSurvey: A Pesquisa na Web


Empresa do IBOPE.com que oferece ao mercado informações que agregam valor na tomada de
decisão, mediante pesquisas sobre e através da Internet, contando com sólida base metodológica,
tecnologias adequadas e painel de acesso de 100 mil internautas, garantidos pela experiência e
capacidade de inovação do IBOPE.

2
Sumário Executivo

Esta terceira edição do Relatório WebShoppers apresenta dados que são rotineiramente coletados
sobre o comportamento dos usuário de Internet (pelo Ibope eRatings) e dos consumidores online (pela
e-bit), acrescidos de um foco especial num estudo realizado pela e-bit em conjunto com o Ibope
eSurvey sobre a decisão do e-consumidor em datas especiais (Dia das Mães e Dia dos Namorados).
As principais conclusões desse trimestre:

l A crise de energia teve influência na queda do número de usuários ativos de Internet no mês de
junho, e foi principalmente a mulher quem se distanciou. Porém, apesar da crise uma onda de
possibilidades de financiamentos na compra de computadores é um dos responsáveis pelo resultado
de novos entrantes na Internet.

l O internauta passa a sentir mais segurança na Internet e utiliza com maior freqüência serviços
como Bancos e Lojas Virtuais. A utilização de serviços financeiros ocorre principalmente devido à
força da marca dos bancos, o que ajuda a passar confiança ao usuário. No caso dos sites de
comércio online, a experiência já ensinou ao internauta que lojas conhecidas são mais confiáveis e
por isso exercem um papel motivacional importante no momento da decisão sobre o site em que
onde comprar.

l A Internet vem ganhando força como canal de compras, porém ainda há uma boa oportunidade
para criar um hábito mais forte na mente dos consumidores, que os levaria a considerar a Internet
como primeira opção para compras em datas fortes do varejo. Essa oportunidade, aproveitada,
poderá transformar o Natal de 2001 num evento fantástico para o varejo virtual.

A e-bit, o IBOPE eRatings.com e o IBOPE eSurvey, esperam, com esta terceira edição do Web
Shoppers, contribuir para as iniciativas das empresas que já tenham ou que virão a ter
presença na Internet, e para o desenvolvimento do comércio eletrônico no Brasil. Boa leitura!

3
Estrutura do Relatório

PARTE I Fotografia da Internet no Brasil

PARTE II E-Commerce: O que Motiva as


Visitas às Lojas Online

PARTE III Foco: Movimento em Datas


Especiais no Varejo

4
PARTE I
Fotografia da
Internet no Brasil

5
Dados da Pesquisa

O Web Shoppers em sua terceira edição utiliza informações provenientes das pesquisas
realizadas pela e-bit, Ibope eRatings.com e Ibope eSurvey entre abril e junho de 2001.

As informações obtidas junto ao Ibope eRatings.com baseiam-se em dados coletados junto a


uma amostra de 5.300 colaboradores, representativos da população de internautas brasileiros
em domicílios. O estudo relacionado ao Dia das Mães e Dia dos Namorados, realizado pela
e-bit e pelo Ibope eSurvey contam com uma amostra de 1.314 casos e 1.261 casos
respectivamente.

Os dados da e-bit foram obtidos em pesquisas realizadas junto aos compradores online,
imediatamente após sua experiência de compra. Essas informações, compiladas, geram
mensalmente um relatório de Inteligência de Mercado. Para a confecção do Webshoppers 3
foram utilizados dados do Relatório Inteligência de Mercado e Meios de pagamento referente
ao mês de maio, com uma amostra de 17.866 casos.

6
A Internet Sofre os Efeitos da Crise de Energia

6 12
11
5 10

Internautas Totais (Milhões)


Internautas Ativos (Milhões)
9
4 8
7
3 6
5
2 4
3
1 2
1
0 0
set/00 o ut / 0 0 no v / 0 0 dez/00 jan/ 0 1 fev/0 1 mar/ 0 1 a b r/ 0 1 mai/ 0 1 jun/ 0 1

Ativos Totais

Apesar da crescente evolução do números de internautas brasileiros, o mês de junho foi representado
por uma pequena queda nos internautas ativos (pessoas que usaram a Internet no último mês) que
pode estar ligada ao problema de energia enfrentado no País. O Brasil passa pela pior crise de energia
das últimas décadas e os efeitos desta sobre a Internet não são conhecidos em sua plenitude.
No primeiro mês de racionamento de energia, percebemos que os internautas ativos optaram por
esperar para verificar se conseguiram cumprir suas metas impostas pelo governo. Com isso, em junho
de 2001, 1,5% dos usuários ativos deixaram de usar a Internet em suas residências.

7
Homens e Mulheres Não Começaram Juntos na Internet

Homens e Mulheres na Internet Brasileira (%)

70,0%
59,7%
57,0% 57,4% 57,5% 57,1% 57,6%
60,0%
50,0% 43,0% 42,6% 42,9%
42,5% 42,4%
40,3%
40,0%
30,0%
20,0%
10,0%
0,0%
jan/01 fev/01 mar/01 abr/01 mai/01 jun/01

Homens Mulheres

As mulheres não são dominantes na Internet e isso pode ser explicado pela própria história da Rede
que teve seu início em experiências acadêmicas e militares na década de 60. Até bem pouco tempo,
era usada para e por tecnólogos, com clara predominância masculina. Nos anos 90 iniciou-se uma fase
comercial da Internet para o público em geral, e por isso a mulher começou a ganhar terreno, mas
ainda usa a Web bem menos que os homens.

8
Aumentar a Presença Feminina é um Desafio

Participação de Homens e Mulheres

Usuários de Internet Sites de e-Commerce Sites Financeiros

Mulheres Mulheres Mulheres


Homens 40% Homens 34% Homens 33%
60% 66% 67%

No caso dos sites financeiros e de e-commerce, vemos que a predominância masculina é ainda
maior. Mas aos poucos a participação feminina também vem crescendo tanto nas transações
financeiras online como nas compras virtuais. Por ter iniciado seu aprendizado bem mais
recentemente que os homens, as mulheres ainda estão em fase de experimentação das transações
online e no futuro próximo, estarão dividindo com os homens a participação no comércio virtual. É o
momento de ensinar e cativar o público feminino!

9
A Internet que Transmite Mais Segurança

35%
30%
25%
20%
15%
10% Finanças
5% e-commerce
0%
Set/00 Out/00 Nov/00 Dez/00 Jan/01 Fev/01 Mar/01 Abr/01 Mai/01 Jun/01

Os usuários de sites financeiros crescem constantemente, atingindo seu ápice em junho, quando
mais de 33% dos internautas ativos passaram por um destes sites. Já nos sites de e-commerce,
também percebe-se um crescimento, não tão constante como no caso anterior, cujo maior patamar
foi atingido em maio e junho, quando cerca de 31% dos usuários ativos navegaram por um canal
B2C.

Maio e junho são meses importantes para o comércio em geral, justamente por possuírem duas
datas importantes, Dia das Mães e dos Namorados. Neste gráfico as categorias finanças e e-
commerce aparecem juntas porque possuem em comum o fato de serem estigmatizadas pelo fator
segurança. Uma das principais barreiras para realizar transações online, financeiros ou comerciais,
é a percepção de falta de segurança que a Internet oferece. À medida que passa o tempo, essa
percepção vai cedendo e mais internautas aderem a esse canal transacional.

10
Em Suma: Tendências de Uso da Internet

A crise de energia afetou o comportamento dos internautas no País: enquanto cresce o número de
internautas, os usuários ativos diminuíram, uma contradição que pode estender-se até que seja
resolvida a crise de energia.

Esta diminuição ocorreu principalmente entre as mulheres, que por estarem geralmente mais ligadas
à economia doméstica, optaram em parte por abandonar o uso freqüente da Internet em suas
residências. É possível que caso consigam atingir as metas impostas pelo governo, algumas
atividades residenciais sejam retomadas, sendo a navegação na Internet uma delas.

O outro lado da moeda é representado pelo aumento dos internautas totais em junho. Foram cerca
de 2,2% mais usuários com acesso à Rede em suas residências. Os motivos são dois, basicamente:
uma oferta sem precedentes na história do País, com equipamentos sendo financiados a US$ 10
mensais, já com programas que permitem entrar na Internet imediatamente; além disso, a Rede
hoje é o maior exemplo de marketing viral do mundo: comprando um simples sabão para roupas
vemos o endereço eletrônico do fabricante na embalagem, vendo televisão somos solicitados a votar
eletronicamente no melhor jogador, na mulher mais bonita, no cachorro mais bravo etc. Na escola os
alunos usam a Internet desde cedo, influenciando os pais a comprarem uma máquina para uso
doméstico.

Um outro fator em destaque em nosso relatório é a percepção de segurança em utilizar a Internet,


principalmente na utilização dos serviços financeiros e de e-commerce. Esta informação é
extremamente positiva uma vez que confirma o amadurecimento dos serviços prestados e do próprio
usuário de Internet.

11
PARTE II
E-Commerce: O que
Motiva as Visitas às
Lojas Online

12
O Internauta que Navega e Compra

População Audiência de Compradores


Geral Internet Online

18 - 24 13% 21% 16%


Faixas Etárias

25 - 34 15% 20% 35%

35 - 49 19% 28% 36%

Outros 53% 31% 13%

A Internet é mais um canal de vendas que chegou para ficar. As faixas etárias de maior relevância
do ponto de vista de compras online coincidem com aquelas onde se verifica uma maior audiência.
Portanto, saber atrair e manter esse e-consumidor é uma tarefa a ser cumprida dentro da Internet.

13
Respeito aos Mais Velhos
Gasto Médio Em Compras Online Versus Faixa Etária
100% 1% 1% 2%
4% 6% 7%
6%
11%
90% 9% 17%
21%
14% 24% 24%
80%
19%
70% 19%
20%
24%
60% 21%
23%

50% 31% 25%


24%
40%
22%
30% 24%
30%
23%
20% 21%
34% 19%
15%
10% 20%
14%
10% 8% 7%
0%
Até 17 anos Entre 18 e 24 Entre 25 e 34 Entre 35 e 49 Entre 50 e 64 Mais de 64

até 25,00 entre 25,00 e 50,00 entre 51,00 e 100,00


entre 101,00 e 250,00 entre 251,00 e 1.000,00 acima de 1.000,00

Além de estarem na Internet e comprarem, o e-consumidor mais velho também é o que gasta mais
em suas experiências de compra online.

14
Motivação nas Compras Online: A Diferença Está nos Extremos

Homens Mulheres
100% 100%

90% 90%

80% 80%

70% 70%
12%
7% 7%
60% 60%
11% 9% 20% 12%
50% 50%

12%
40% 40%

30% 30%

51% 53%
45%
20% 20% 37%

10% 10%

0% 0%

Homens até 18 a 24 25 a 34 35 a 49 50 a 64 Mais de 65 Mulheres até 18 a 24 25 a 34 35 a 49 50 a 64 Mais de 65


17 anos 17 anos

Já conhecia a loja Recomendação Banner Site de busca Já conhecia a loja Recomendação Banner Site de busca
Shopping virtual TV Demais Shopping virtual TV Demais

Como atrair os clientes para a sua loja virtual? Não restam dúvidas de que conhecer a loja é um fator
notoriamente importante para todos os internautas. Porém, existe uma diferença significativa de
comportamento, pois enquanto para os homens, principalmente os adolescentes (até 17 anos) e mais
velhos (mais de 65), já conhecer a loja é extremamente importante, para as mulheres (nesta mesma
faixa de idade) os fatores recomendação e banners são influências também significativas.

15
As Marcas das Lojas e dos Produtos São os Grandes
Responsáveis pela Decisão de Compra

Importância da Marca Motivação de Visita a Loja

TV Demais
Revistas
Jornais 4% 3%
4%
Marca é muito importante 32,7% 2%

Marca é importante 42,7% Promoção via


e-mail

Marca é indiferente 19,1% 4%


Já conhecia a
Outros
Marca é pouco importante 2,7% 5%
loja
47%

Marca é irrelevante 2,1% Shopping


virtual
5%
Fonte: Pesquisa e-bit/USP, outubro 2000
Site de busca
7%

Recomendação Banner
9% 10%

O Brand Equity ou valor da marca exerce dentro da Internet o mesmo papel que possui no mundo
real. Isso vem confirmar que, ao contrário do que muitos pensavam, a Internet chegou para ser
mais um canal de relacionamento onde aquilo que realmente vende necessita de conceitos,
atributos e principalmente uma marca forte para que o consumidor se sinta atraído.

16
A Experiência que Ensina: Quem Compra com Freqüência
É Quem Mais Valoriza Conhecer a Loja
Motivação de Visita as Lojas Versus Freqüência de Compras Online
70%

60%

50% Já conhecia a loja


Banner
40% Recomendação
Site de busca
30% Shopping virtual
TV
Demais
20%

10%

0%
1ª vez 2 a 3 vezes 4 a 5 vezes 6 a 10 vezes Mais de 10
vezes
Um outro fator que demonstra variação importante na motivação de visita às lojas virtuais é a experiência,
que quanto maior, mais valoriza o poder da marca da loja virtual onde compra. Isso mostra que além do
internauta ser criterioso por natureza, aqueles que realmente têm poder de compra tentam evitar
experiências amargas na Internet. É possível que essa postura esteja diretamente ligada a experiências
desagradáveis em compras anteriores. Como resultado, observa-se uma concentração de volume de compras
em relativamente poucos varejistas, à semelhança do mundo físico tradicional.

17
Em Suma: No Varejo Virtual, Marca É Fundamental

A presença daquele internauta que de fato possui condições de comprar pela Internet brasileira
está mais do que comprovada. Agora, o próximo desafio é saber tratar e motivar esse cliente que
navega e está cada vez mais seguro e à vontade para realizar operações online. Portanto, por não
permitir a experimentação e uma aproximação do consumidor com o produto, a Internet tem um
trabalho a mais em relação aos meios de vendas tradicionais, o fator credibilidade passa a ser
ainda mais importante.

Dentro dessa busca pelo aperfeiçoamento de iniciativas de marketing para cativar e manter o
cliente certo, é fundamental respeitar as particularidades desse e-consumidor, principalmente
porque as tecnologias hoje disponíveis permitem um acompanhamento ainda mais preciso das
ações dessas pessoas. Por isso, entender os motivos pelos quais um determinado grupo não
realiza compras pela Rede, ou como um perfil consumidores organiza suas decisões no momento
de comprar, pode ajudar na abordagem correta a essa pessoa.

Um outro fator importante mostrado nas pesquisas é a força da marca, que uma vez bem
estruturada colabora para que no momento de selecionar onde e o que comprar, mesmo sem tocar
ou estar frente a fente com o vendedor, o internauta tenha a certeza de que está levando o
produto certo e comprando no lugar certo. O mais experiente nessa “aventura” de comprar pela
Internet passa o seu recado através das pesquisas e diz que conhecer a loja é fundamental.

18
PARTE III
Foco: Movimento em
Datas Especiais no
Varejo

No varejo, existe uma importância maior atribuída a datas especiais, em que o volume de
transações aumenta muito. O foco deste trimestre foi, portanto, entender como as duas principais
datas comerciais do 1º semestre (Dia das Mães e Dia dos Namorados) influenciaram na atividade
de compras e no comportamento dos consumidores online.

19
Compra de Presentes para o Dia das Mães

1a fase da pesquisa: Você pretende comprar 2a fase da pesquisa: De que forma você
presente para o Dia das Mães? comprou o seu presente para o Dia das
Mães?

19% 17%

36%
44%

36% 47%

Sim Talvez Não Comprou online Comprou offline Não comprou

(amostra 1314 casos) (amostra 710 casos)

Não houve um alto grau de conversão daqueles que realmente pretendiam comprar pela Internet + os
que estavam em dúvida. Os principais motivos apontados pelos entrevistados que não compraram
presente para o Dia das Mães pela Internet são: A necessidade de visualizar e tocar aquilo que compra
(59%); Limitação no prazo de entrega (22%); e Custo de frete (20%). Já os internautas que realizaram
suas compras para o Dia das Mães pela Internet justificaram que: É o meio mais conveniente (58%);
Possui mais oportunidades para pesquisar produtos (49%); e O preço é melhor do que o encontrado
offline (43%).

20
Experiência em Comprar pela Internet Versus Intenção
de Compra Online do Presente para o Dia das Mães

4%
1 vez 3%
Não t inha inteção d e compra

7% Tinha intenção d e co mp ra
Entre 2 a 3 vezes 7%

11%
Entre 4 a 7 vezes 15%

11%
Entre 8 a 15 vezes 12%

12%
Mais de 15 vezes 19%

44%
Total 56%

0% 10% 20% 30% 40% 50% 60%

Por mais uma vez a experiência em realizar compras pela Internet mostra uma disponibilidade maior
em utilizar o serviço para adquirir o presente do Dia da Mães. Isso tem influência com a formação de
hábito, ou seja, as lojas têm que não apenas atrair as pessoas para experimentar uma compra pela
primeira vez, como também mantê-las comprando. Trata-se de um duplo desafio - e igualmente uma
dupla oportunidade.

21
Valor Médio Gasto com Presentes para o Dia das Mães

R$145
R$150
R$131

R$100

R$50

R$0
Gasto médio das compras online Gasto médio das compras offline

A pesquisa mostrou que os respondentes que compraram o presente do Dia das Mães pela Internet
gastaram mais do que os respondentes que compraram offline e os principais meios de pagamento
utilizados no mundo online foram cartão de crédito e boleto bancário, enquanto que no mundo
offiline privilegiou-se dinheiro e cheque.

22
Principais Produtos Comprados no Mundo Online e Offline
no Dia das Mães

Principais produtos comprados Principais produtos comprados


online no Dia das Mães: offline no Dia das Mães:

Flores 16% Perfumaria e


16%
cosméticos
Eletrodomésticos 17%
Eletroeletrônicos 17% Flores 20%
Livros e revistas 27%
Vestuário e
CDs 28% 42%
acessórios
0% 5% 10% 15% 20% 25% 30%
0% 10% 20% 30% 40% 50%

As mamães que receberam presentes comprados em lojas virtuais além de terem recebido
presentes relativamente mais caros também foram contempladas com produdos de uso doméstico,
como é o caso dos Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos. No mundo real os produtos de Vestuário e
Acessórios tiveram maior destaque. Vale ressaltar que apenas 16% das cerca de 1.050 lojas
virtuais brasileiras possuem entrega especial de presentes, portanto é possível que algumas
mamães tenham recebido presentes sem embalagens especiais.

23
Dia dos Namorados: A História se Repete

1a fase da pesquisa: Se pretendia comprar 2a fase da pesquisa: Se comprou


presente para o Dia dos Namorados, e presente para o Dia dos Namorados,
de que forma? e de que forma?

19%
31%
32%
13%
54%

39% 14%

Sim, online Sim, offline Talvez Não Não Comprou Sim, online Sim, offline

(amostra 1261 casos) (amostra 872 casos)

Realizada em um formato um pouco diferente do que foi feito no Dia das Mães, a pesquisa do Dia
dos Namorados já questionava no primeiro momento se o internauta pretendia comprar o presente
seu namorado(a) através da Internet ou não. Assim como aconteceu no Dia das Mães não houve
um alto grau de conversão por parte daqueles que estavam indecisos quanto ao fato de comprar
ou não pela Internet o presente do Dia dos Namorados.

24
Valor Médio Gasto com Presentes para o Dia dos Namorados

R$150
R$124

R$97
R$100

R$50

R$0
Gasto médio das compras online Gasto médio das compras offline

Assim como ocorreu com os presentes do Dia das Mães, os presentes comprados através da Internet
tiveram um ticket médio mais alto. As formas de pagamento utilizadas tanto no mundo real como
virtual tiveram a mesma característica do Dia das Mães, ou seja, cartão de crédito e boleto no mundo
online, e dinheiro e cheque mundo offline .

25
Principais Produtos Comprados no Mundo Online e Offline no Dia
dos Namorados

Principais produtos comprados Principais produtos comprados


online no Dia dos Namorados offline no Dia dos Namorados

Flores 13% Flores 12%

Vestuário e Acessórios 14% CD 13%

Livros 26% Perfumaria e Cosmético 15%

CD 46% Vestuário e Acessórios 48%

0% 10% 20% 30% 40% 50% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60%

Dentre os presentes comprados através da Internet no Dia dos Namorados, Vestuário e Acessórios
aparecem como principal diferença com os presentes comprados no Dia das Mães. É provável que
pelo fato do brasileiro não ter o costume de comprar roupas por catálogo, como fazem os
americanos, a disponibilidade em comprar este tipo de produto pela Internet não seja muito alta,
mas ainda assim vale ressaltar o resultado para o Dia dos Namorados como uma iniciativa
positiva.

26
Os Principais Motivos que Levaram Internautas a Realizar
Suas Compras Online para o Dia dos Namorados

70%
60%
50% 60% 54%
40% 49%
30%
20%
10%
0%
Por conveniência Por possibilidade de Por preço
pesquisar produtos

Entre 88% das pessoas que não compraram presentes no Dia das Mães através da Internet, 46%
manifestaram a intenção de fazer a compra do Dia dos Namorados por este meio. Assim como
ocorreu com o estudo do Dia das Mães, o fator Conveniência foi o prinpal argumento para se
comprar pela Internet.

27
Em Suma: Oportunidade para Criar o Hábito

Datas especiais como o Dia da Mães e o Dia dos Namorados mostraram alguns resultados em comum
em relação ao comportamento de compra dos internautas. Dentre esses pontos em comum podemos
destacar:

– A dificuldade de conversão daqueles internautas em dúvida quanto à compra ou não do


presente via Internet;

– O benefício conveniência é o principal argumento para se comprar presentes em lojas


virtuais; e

– O gasto médio com presentes comprados pela Internet foi mais alto do que o gasto no
mundo real.

Uma outra surpresa que merece destaque é a compra de produtos de vestuário no Dia dos Namorados.
No Brasil não se possui o hábito de comprar por catálogo, e a comercialização desse tipo de produto
através da Internet ainda provoca muitas discussões, embora algumas lojas como C&A e Marisa venham
tendo resultados positivos.

A oportunidade reside, portanto, em criar o hábito nos consumidores de utilizar a Internet como canal de
compras, tanto através da qualidade do serviço prestado como através de ações de comunicação. A
exemplo do Natal de 2000, quando o volume de compras online dobrou em relação ao mês anterior, com
ações competentes dos varejistas o Natal de 2001 promete consolidar a Internet como canal de compras
preferencial de uma parcela significativa da população.

28
Contatos:

www.ebit.com.br www.ibope.com.br
negocios@ebit.com.br janettes@ibope.com.br
55.11.3849.4227 55.11.3066.1619

www.ibopeesurvey.com.br
ibope.esurvey@ibope.com.br
55.11.3066.7934

29