Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

Faculdade de Tecnologia – Depto. de Engenharia Civil e Ambiental


Programa de Pós-Graduação em Estruturas e Construção Civil

PLANO DE DISCIPLINA

Disciplina CONCRETO PROTENDIDO


Curso Graduação em Engenharia Civil
Professor Responsável PAULO CHAVES de Rezende Martins
profpaulochaves@gmail.com cel.: (61).98175-6668
Semestre 2019.1
Pré-requisitos ENC 166171 – Estruturas de Concreto I
Horário das aulas 4ª e 6ª - feiras das 10h00 às 11h50
Local Cf. plano ENC
Atendimento aos alunos 4ª e 6ª feiras – de 11h50 às 13h00
Objetivos da disciplina Estudo e projeto de elementos em concreto protendido –
vigas isostáticas e hiperestáticas; lajes sobre apoios
contínuos e discretos.
Metodologia de ensino Aulas expositivas, resolução de exercícios pelos alunos,
visita técnica a obra (quando possível) e ao laboratório de
estruturas da FT (havendo ensaios sobre a matéria)
Programa 1. Introdução – apresentação do plano da disciplina;
resolução de problemas de engenharia estrutural; o
concreto protendido como alternativa.
2. Princípios gerais da protensão.
3. Tecnologias e patentes de protensão.
4. Perdas de protensão.
5. Flexão em vigas isostáticas – ELS.
6. Flexão em vigas hiperestáticas – ELS.
7. Detalhamento da cablagem em vigas.
8. Flechas em vigas – métodos bi-linear e do coef. global
9. Modelos de ruptura por flexão e por cortante - ELU.
10. Detalhes gerais das armaduras passivas em vigas.
11. Flexão em lajes sobre apoios contínuos e sobre apoios
pontuais.
12. Detalhamento da cablagem em lajes.
13. Flechas em lajes – métodos bi-linear e do coef. global
14. Detalhes gerais das armaduras passivas em lajes.

Critério de avaliação a) Será aprovado o aluno com média igual ou superior a


5,0 (cinco) nas duas provas do semestre e nos exercícios
ao longo do semestre.
b) A menção final será fixada a partir da média das notas
das provas, com peso 6 (seis), e a nota de exercícios,
com peso 4 (quatro), observado o critério do item a).
c) Será cobrada a presença dos alunos em sala de aula,
implicando reprovação, com menção SR, do aluno com
presença inferior a 75% das aulas.
Calendário de Março
atividades 01 13 Introdução – apresentação do plano
da disciplina; resolução de problemas
de engenharia estrutural - concreto
protendido
02 15 Princípios Gerais da Protensão –
critérios cálculo
03 20 Alternativas tecnológicas de
execução da protensão
04 22 Exemplos iniciais – tirante.
05 27 Exemplos iniciais – viga isostática.
06 29 Perdas de protensão
Abril
07 03 Perdas de protensão
08 05 Flexão em vigas isostáticas
09 10 Flexão em vigas isostáticas
10 12 Núcleo e Fuso de Passagem
11 17 Núcleo e Fuso de Passagem
12 19 FERIADO – sexta feira santa
13 24 Diagrama de Naaman - Exemplos
14 26 Diagrama de Naaman - Exemplos
Maio
15 01 FERIADO – dia do trabalho
16 03 1ª PROVA
17 08 Cálculo de flechas em vigas
18 10 Cálculo de flechas em vigas
19 15 ELU – caso da flexão
20 17 ELU – caso da flexão/cortante
21 22 Flexão em Vigas hiperestáticas
22 24 Flexão em Vigas hiperestáticas
23 29 Flexão em Vigas hiperestáticas
24 31 Flexão em Vigas hiperestáticas
Junho
25 05 Lajes – principios gerais de escolha
26 07 Lajes sobre apoios contínuos
27 12 Lajes – exemplos - detalhamento
28 14 Lajes cogumelo – cálculo MPE
29 19 Lajes cogumelo –exemplo
30 21 Lajes cogumelo – exemplo
31 26 Cálculo de flechas em lajes
32 28 Cálculo de flechas em lajes
Julho
33 03 Zonas especiais de detalhamento
34 05 Modelos de ruptura – bielas e tirantes
35 10 2ª PROVA / Apresentação de
trabalhos
36 12 Revisão de notas e conclusão do
semestre
37
38
Bibliografia 1. Naaman, Antoine – Prestressed Concrete Analysis and
Recomendada Design - Fudamentals, Ed. McGraw-Hill Inc., 2004.
2. Chust Carvalho, R. – Estruturas em Concreto Protendido, Ed.
PINI, 2012.
3. Leonhardt, F. – Prestressed Concrete, Ed. Guanabara Dois,
1981.
4. Leonhardt, F. – Concreto Protendido, volume 5, Ed.
Interciência, 1980.
5. Cunha, A.J.P.; Souza, V.C.M. – Lajes em concreto armado e
protendido, EDUFF, 1994.
6. Clímaco, J.C.T.S. – Estruturas de concreto armado 1 – Notas
de aula, ENC – FT – UnB, 1994.
7. Pfeil, W. – Concreto Protendido, Ed. Interciência.
8. Mason, J. – Concreto Protendido,
9. Collins, Mitchell – Prestressed Concrete,
10. Lacroix, R. et all. – Béton Précontraint,
11. Montoya, P.J.; Messeguer e Moran – Hormigón Armado, Ed.
Gustavo Gilli, (ed. mais recente).
12. ABNT – NBR 6118/2014. (TEXTO OBRIGATÓRIO)
13. ABNT – NBR 7480 – Fios, barras e cordoalhas para concreto
protendido.
14. Catálogos técnicos de Freyssinet, MAC, Protende, VSL,
Rudloff, etc.
15. Catálogo para aços de protensão – Belgo-Mineira e etc.
16. FIB – Código Modelo CEB-FIP/2010.
17. Prof. Paulo Chaves - Notas de aula do Curso

Exercícios de 1. Viga isostática


Prática de 2. Viga hiperestática
Projeto 3. Painel de lajes retangulares sobre vigas
4. Painel de laje cogumelo
5. Introdução as modelos de ruptura
Projeto de Lançamento estrutural, cálculo e detalhamento de uma estrutura
curso simples em concreto com protensão.
O projeto será desenvolvido ao longo do semestre e as etapas de
entregas parciais serão fixadas quando da entrega do enunciado
do projeto.

Revisto em
Brasília, 11 de março de 2019.

Prof. Paulo Chaves de Rezende Martins