Você está na página 1de 57

Tema: “Musicalização: confecção de instrumentos musicais”.

Eixo predominante: Música


Interface: Linguagem oral, arte, e movimento.
Duração: 2 meses

JUSTIFICATIVA

A musica é uma linguagem universal, na qual pode ser encontrada


principalmente dentro da escola, pois é uma necessidade da criança. É
através da musica, que a criança tem a oportunidade de expressar seus
sentimentos, pensamentos, angustias e mostrar sua criatividade. Desta
forma, devemos desenvolver também a sensibilidade para diversos ritmos
que fazem parte do nosso dia-a dia.

OBJETIVO:

Estimular a sensibilidade musical das crianças e desenvolver a


expressão corporal;
Fazer com que as crianças explorem diversos materiais e percebem a
importância de materiais descartáveis (garrafas pet, potes de danone,
latas, papelão, etc.) e mostrar que com esses materiais podem reciclar e
ainda obter diversos sons.

Etapas prováveis:

1. Arrecadação de potes para confecção de chocalho com feijão e


arroz
2. Roda de conversa para explicar a turma como confeccionar o
instrumento chocalho
3. Exploração do instrumento livre
4. Exploração do instrumento com diversas musica, nos ritmos lento,
normal e rápido.
5. Arrecadação de pote de sorvete e pote de lenço umedecido para
confecção dos tambores
6. Roda de conversa para explicar o processo da confecção do
tambor;
7. Enfeitar os potes com Eva e pintura a dedo.
8. Exploração do instrumento pela criança de forma livre
9. Exploração do instrumento com diversas musica nos ritmos lento,
normal, e rápido.
10. Roda de conversa para explanar a importância de todos os
materiais recicláveis e o que podemos fazer com eles; exploração de todos
os instrumentos (chocalho e tambor) de forma livre;
11. Exploração de todos os instrumentos (chocalhos e tambor) com os
diferentes gêneros musicais
12. “Assistir o vídeo ‘palavra cantada.”
13. Montagem da bandinha musical

RECURSOS:

Sucatas (potes de iorgute, potes de lenço umedecidos, caixa de sabão


em pó)
Cds de musicas (variados)
Dvd “palavra cantada”
Revista
E.V.A
Tinta a Dedo
Feijão e arroz

BIBLIOGRAFIA

MUNISTERIO DA EDUCAÇÃO E DESPORTO. Secretaria da


educação fundamental. Referencial curricular nacional para educação
infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998 vol. 3.
Eu e o outro: valor e respeito às semelhanças e às diferenças - UCA/
Metodologia Científica

 Compartilhar por E-mail




 Compartailhar no Orkut

09/01/2013

Autor e Coautor(es)

Autor Mariane Éllen da Silva

UBERLANDIA - MG ESC DE EDUCACAO BASICA

Coautor(es)

Ana Maria Ferola da Silva Nunes, Eliana Aparecida Carleto, Luciana Soares Muniz,
Priscila Gervásio Teixeira

Estrutura Curricular

Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema


Ensino Fundamental Inicial Ética Diálogo
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Processos de leitura
Ensino Fundamental Inicial Ética Respeito mútuo
Ensino Fundamental Inicial Alfabetização Papel da interação entre alunos

Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

· Compreender a importância de se valorizar e respeitar o outro;

· Identificar semelhanças e diferenças entre os pares;

· Confrontar informações com base em dados obtidos individualmente ou


pelos grupos;

· Localizar, registrar e analisar informações;

· Desenvolver a capacidade de ler, escrever e compreender conteúdos por


meio de Pesquisa Científica;

· Organizar dados de forma que possam ser apresentados a outros grupos,


pertencentes ou não à comunidade escolar;

· Desenvolver competências e habilidades para propor, executar, avaliar e


socializar Projeto de Iniciação Científica;

· Interagir com os pares;

· Utilizar os recursos existentes no laptop do Projeto UCA e no tablet,


visando construir conhecimentos novos relativos ao tema da aula.

Duração das atividades

A previsão é de um semestre, ou seja, de 4 a 6 meses de duração, pode variar de acordo


com a necessidade apresentada por cada turma e professor ao longo do Projeto e das
atividades que forem inseridas.

Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Para a realização desta atividade é necessário que já tenham sido desenvolvidas


habilidades relativas à leitura, escrita e utilização de recursos do tablet, celular, gravador
de áudio, do laptop Classmate através do uso dos programas: Tux Paint, Mozilla
Firefox, KWord, bem como algumas estratégias: Blogs, Podcast, E-mails. É importante
que os alunos sejam capazes de exporem oralmente suas ideias e se relacionarem com
os colegas.

Estratégias e recursos da aula


Professor, acreditamos que o trabalho com Projetos de Pesquisa na Educação Básica
valoriza a construção do conhecimento de forma significativa, uma vez que os alunos se
envolvem no processo de aprendizagem.

Sugerimos que as atividades sejam realizadas a partir da Metodologia de Pesquisa


Científica, incentivando os alunos a construírem seus próprios
questionamentos, levantarem suas hipóteses, definirem os objetivos, utilizarem
metodologias e fontes adequadas ao tema proposto, sistematizarem e socializarem suas
descobertas. Para isso é necessário vivenciar coletivamente com os alunos algumas
etapas, descritas a seguir.

1. Escolha do tema
2. Justificativa
3. Objetivos
4. Problematização
5. Levantamento de hipóteses
6. Seleção das fontes de pesquisa
7. Execução e realização
8. Depuração de hipóteses
9. Socialização (apresentação e exposição dos resultados)
10. Avaliação
Fonte: http://www.propesq.ufrn.br/projetos/index. Acesso 08/09/2012.

Professor, como se trata de um Projeto de Iniciação Científica é importante que você


tenha conhecimentos sobre como desenvolvê-lo. Você poderá utilizar os sítios a seguir
para adquirir algumas dicas pedagógicas de como ensinar por meio da Pesquisa.

http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/met05.htm (Artigo - Projeto de Pesquisa.).

http://revistaescola.abril.com.br/producao-de-texto/modalidades-organizativas.shtml
(Texto - Quando usar Projetos, atividades permanentes e sequências didáticas.).

http://www.slideshare.net/projetocaramujoafricano/como-elaborar-um-projeto-de-
pesquisa-3514176?src=related_normal&rel=3513383 (Slides - Como elaborar um
Projeto de Pesquisa?).

Acessados em 09/09/2012.

Ressalte para turma a importância da organização das informações no decorrer de


todo o processo de investigação, para a socialização dos Resultados da Pesquisa. É
importante criar momentos para dialogar, trocar informações e ideias no decorrer de
cada etapa do desenvolvimento do Projeto. Decida juntamente com a turma o “local”
onde serão registradas as atividades desenvolvidas. Durante a exposição dessa aula,
apresentaremos diferentes estratégias para cada etapa da Pesquisa, veja alguns exemplos
abaixo:
 Manualmente no caderno de Projeto ou em folhas de papel para serem anexadas;
 Digitalizadas utilizando o laptop do Projeto UCA por meio do programa KWord
(Área de Trabalho > Processador de Texto) ou o tablet;
 Utilizando outros recursos tecnológicos como, por exemplo, o Blog da turma.

1ª Atividade:

DESENCADEANDO O TEMA

Professor, o tema poderá ter relação com o conteúdo estudado ou surgir de alguma
curiosidade dos alunos ou de um fato ocorrido, como, por exemplo, os alunos
ficaram curiosos com a seguinte questão: Por que algumas pessoas se parecem e outras
não?

Se surgirem vários temas, realize uma votação para proceder a escolha, visto que o
trabalho realizado com a eleição contribui para que os alunos percebam a importância
de exercerem o direito de escolha, garantindo responsabilidade e autonomia, além de
dialogar com diferentes áreas do conhecimento, tais como:

Ética: debates, diálogos, valores, respeito;

Língua Portuguesa: gêneros textuais (propagandas dos temas, reportagens, relatórios.);

Matemática: tratamento de informação (tabela e gráfico com o resultado da eleição),


resolução de problemas a partir dos dados obtidos;

Portanto, para que o Projeto seja significativo, é importante que os alunos tenham
interesse e curiosidade pelo tema proposto. Você poderá utilizar diversas formas para
“detonar” o tema, ou seja, despertar o interesse dos alunos.

Com o tema “Eu e o outro: valor e respeito às semelhanças e às diferenças”, você


poderá utilizar diferentes recursos:

 Contar uma história sobre o tema;


 Ler uma reportagem;
 Apresentar imagens;
 Discutir uma notícia;
 Assistir a um filme ou vídeo, dentre outros.

Neste caso, utilizaremos uma contação de história para convidar os alunos à Pesquisa.

Sugerimos os seguintes livros:

1
2 3
Fonte das imagens:

Livro 1 -
http://www.americanas.com.br/produto/7351299/livros/juvenil/literaturajuvenil/liv
ro-mexerica-e-folhinha.

Livro 2 - http://bibliotecasps.blogspot.com.br/2011/03/sugestao-de-leitura-infantil-
viver-em.html.

Livro 3 - http://arteeculturaunivali.wordpress.com/2012/07/31/univali-convida-para-o-
lancamento-de-livro-infantil/.

Sinopse MEXERICA E FOLHINHA: Trata de maneira primorosa o universo da


semelhança e da diferença. Possibilita ao pequeno cidadão a compreensão de que cada
um possui a sua singularidade, as suas características. Possibilita ao professor
ferramentas lúdicas, a fim de ampliar o universo individual de cada leitor. Trata-se de
uma ótima ferramenta de ensino e reflexão, de um belo tema a ser explorado.

Sinopse VIVER EM SOCIEDADE - AS DIFERENÇAS: Respeitar as diferenças


físicas, valorizar outras culturas e escolhas religiosas alternativas, assim como
sensibilizar o pequeno cidadão para a importância da solidariedade são os principais
aspectos que integram a estrutura deste livro.

Sinopse AMIGOS: O livro “Amigos” não tem brechas para diferenças, sejam elas
culturais, raciais, étnicas, de peso, ou de altura. A mensagem inspira crianças a respeitar
as diferenças e o outro. A história narra o encontro de diferentes culturas num ambiente
alegre e descontraído e cheio de mensagens de amizade.

A partir da contação de história converse com a turma:

· O que vocês acharam da história?

· Quais são suas características principais?

· Você conhece alguém que se parece com você em algum aspecto?

· Olhe para o colega do lado e converse sobre as suas semelhanças e


diferenças e apresente à turma.

Em seguida, solicite aos alunos que façam um desenho representando o que mais
gostaram da história. Os desenhos poderão ser feitos à mão em uma folha de papel ou
se a sua escola faz parte do Projeto UCA, solicite que utilizem seus laptops por meio da
ferramenta Tux Paint ((Metasys > Edusyst > Arte > Música > Pintura Digital) ou o
tablet, os quais consistem em recursos tecnológicos móveis.

2ª Atividade:

Professor, converse com os alunos sobre o que querem estudar e também porque estudar
o tema escolhido. Organize-os e oriente-os a registrarem em uma folha de papel, a
justificativa do Projeto.

 Agora desenhe e escreva os motivos de sua escolha ou a importância desta


Pesquisa, no quadro abaixo:
Fonte da imagem: http://nossospequenosleitores.blogspot.com.br/2012/01/dia-do-
leitor.html#!/2012/01/dia-do-leitor.html. Acesso 08/08/2012.

3ª Atividade:

Professor, o Projeto de Iniciação Científica deve ser conduzido, por objetivos definidos
coletivamente pelos participantes da investigação. Organize a turma para uma roda de
conversa e proponha um diálogo sobre o que querem aprender, desenvolver e
compreender com o estudo sobre as semelhanças e diferenças de cada um.

Prepare um mural na sala de aula e registre nele os objetivos traçados pelos


investigadores.
Professor, os alunos poderão eleger os objetivos pela Wiki. (A Wiki é uma ferramenta
para aplicações colaborativas da Web que possibilita, dentre outras, a edição coletiva de
conteúdos na rede.).

Veja mais detalhes pelos links abaixo.

Sugestões de vídeo e sites sobre informações o que é Wiki:

http://www.youtube.com/watch?v=jaZESDWmm-c. (Vídeo - O que é um Wiki?).

http://pt.wiktionary.org/wiki/Wikcion%C3%A1rio:O_que_%C3%A9_um_Wiki.
(Wikcionário: O que é um Wiki?).

http://www.futuroprofessor.com.br/wiki-e-ensino.(Sítio que fala sobre Wiki e a


aplicação no ensino.).

Acessados 15/09/2012

Com a atividade proposta acima, os alunos terão oportunidade de realizar passo a passo
uma sequência de atividades que culminarão com a construção de um Wiki. É essencial
a participação e o acompanhamento do professor, durante a realização do Projeto. Com
essa tecnologia os alunos poderão atualizar a postagem de cada etapa do Projeto.

Veja alguns exemplos abaixo de objetivos:

Objetivos do Projeto: o que nós queremos com esta Pesquisa

. Compreender a importância de se valorizar e respeitar o outro;

· Identificar semelhanças e diferenças entre os pares;

. Aprender a realizar uma Pesquisa;

. Desenvolver o hábito do diálogo e da troca de ideias.


4ª Atividade:

Nesse momento da Pesquisa os alunos já sabem o tema a ser investigado, porém é o


momento de descobrir o que eles querem saber desse tema e quais dúvidas têm.

Essa é a etapa da Problematização. É preciso elencar os problemas a serem resolvidos


e/ou descobertos.

Solicite que registrem no papel a/s dúvida/s e posteriormente a/s leia/m para a turma. É
importante que cada aluno elabore pelo menos uma questão. Você poderá agrupar as
questões que são próximas, que tenham o mesmo teor de conteúdo. Depois, registre na
lousa cada pergunta e o nome do aluno que a elaborou. Os alunos deverão copiar no
caderno do Projeto esta etapa construída individualmente.

Para isso, organize-os em uma roda de conversa e questione-os sobre o que querem
saber sobre o tema: “Eu e o outro: valor e respeito às semelhanças e às diferenças”.

Sugestão de atividade:

· Represente sua curiosidade por meio de desenho/recortes e


escrita:

O que eu quero saber sobre o tema: “Eu e o outro: valor e respeito às


semelhanças e às diferenças”é...

_________________________________________________________________

__________________________________________________________________

__________________________________________________________________
(DESENHO/RECORTES)

Se preferir os alunos poderão fazer os desenhos utilizando a ferramentas do Tux Paint


(Metasys > Edusyst > Arte > Música > Pintura digital) no laptop. Eles também
poderão utilizar as ferramentas do tablet para fazer o desenho.

Professor, no próprio quadro ou em uma tabela do programa KWord, faça um


agrupamento dos questionamentos levantados.

ALUNO
QUESTIONAMENTO

Ana Luiza
 Por que as pessoas são
diferentes?
 Alguma criança se
Laura parece com outra?

Se optar por registrar a Pesquisa em um Blog, sugira que cada aluno insira seu
questionamento.
Sítios para auxiliar a construção de um Blog:

Utilize a atividade “Vamos criar um Blog da turma?”, acessada no sítio do Portal do


Professor:

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=18391. (Aula do Portal


- Vamos criar um Blog da turma?.).

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=37278. (Aula do Portal


- Criando um Blog.).

Acesso 08/09/2012.

Você também poderá utilizar os sítios abaixo para criar um Blog. Selecione aquele/s que
corresponde/m ao nível dos seus alunos.

http://www.youtube.com/watch?v=YDRQQxbOSD8&feature=related (Vídeo - Cursos


de Blogs - Aula 1.).

http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=K3KjRtFoaaY (Vídeo -
Cursos de Blogs - Aula 2.).

http://www.youtube.com/watch?
v=2V5a2m30n3A&feature=results_video&playnext=1&list=PLB0C8F1A57C00D2F9
(Vídeo - Como criar um Blog.).

http://fazendo-blogs.blogspot.com.br/2006/11/blog-da-turma.html (Blog que traz texto


sobre o blog da turma.).

Acesso 08/09/2012.

Professor, é importante que os alunos percebam a função do Blog e a sua relevância


para o registro e divulgação do conhecimento. É importante também ressaltar, que a
turma deverá acompanhar as postagens no Blog de possíveis usuários, bem como
responder e interagir com outras pessoas, com todo o acompanhamento e observação
que você necessita desempenhar.
Fonte: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000015325.pdf. Acesso
09/09/2012.

5ª Atividade:

Professor, ao iniciar a etapa de Levantamento de Hipóteses você deverá ter em mente


a seguinte pergunta:

“O que os alunos já sabem sobre as semelhanças e diferenças de cada um?”

É o momento ideal para os alunos dizerem os seus conhecimentos prévios sobre o tema,
tentando responder as perguntas que foram feitas na etapa anterior.

Ao final do Projeto os alunos terão, por meio das hipóteses levantadas, a possibilidade
de verificarem seu desenvolvimento a respeito do tema.

- Como pensávamos quando iniciamos o Projeto e como pensamos agora?

- O que aprendemos com a Pesquisa?


Para tanto, solicite que cada aluno busque responder à questão elaborada por ele
anteriormente, levantando uma Hipótese, a qual será validada ou não no decorrer da
Pesquisa. Não se esqueça de criar um momento para a socialização das ideias. Veja o
exemplo a seguir:

QUESTIONAMENTO HIPÓTESES
ALUNO

· Porque
· Por que as pessoas
Ana Luiza cada um gosta de
são diferentes?
coisas diferentes.

· Alguma criança se · Sim. Os


Laura
parece com outra? gêmeos

6ª Atividade:

Professor, discuta com a turma sobre o processo investigativo: “Onde podemos achar as
respostas para as nossas perguntas?”

O envolvimento dos pais é muito importante, pois além da parceria enriquecer o


trabalho é também um fator motivador. Por isso, no dia anterior a esta atividade, solicite
que os alunos discutam com seus familiares se eles sabem como poderão descobrir as
respostas para suas questões, ou seja, as Fontes de Pesquisa.

ATIVIDADE DE CASA PARA A FAMÍLIA

 Prezada família!!! Estamos desenvolvendo um Projeto sobre o tema “Eu e o


outro: valor e respeito às semelhanças e às diferenças”. Converse com seu
filho sobre quais fontes de pesquisas serão importantes para descobrir as
respostas para as dúvidas e questionamentos.
 Anote abaixo as suas indicações:

_____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________

No dia da aula organize uma rodinha com os alunos e solicite que cada um socialize as
respostas que trouxeram de casa. Veja quais respostas se repetiram. A partir das
respostas você pode trabalhar algumas atividades, oralmente ou mesmo registrando, tais
como:

Matemática- tratamento da informação: gráficos, tabelas, situações-problema


envolvendo as operações que está trabalhando.

Para isso, à medida que forem relatando, registre na lousa o resultado. Veja um
exemplo:

NÚMERO DE PAIS
FONTES DE PESQUISA
QUE CITARAM

01-Jornais 12

02-Livros 16

03-Revistas 08

04-Internet 15
05-Entrevista 07

06-Trabalho de Campo 03

07-Fotos 03

08-Vídeos 06

Para elaborar o gráfico, verifique se eles já conhecem. Se necessário leve para sala de
aula jornais ou revistas usadas que tenham gráficos e solicite que analisem, depois
explore com eles o objetivo do gráfico. Outra possibilidade é pedir que acessem na
internet um sítio sobre gráficos.

Se a sua escola faz parte do Projeto UCA, solicite que utilizem seus laptops por meio da
ferramenta Mozilla Firefox (Metasys> Favoritos > Navegador de Internet) ou o tablet,
os quais consistem em recursos tecnológicos móveis, mas se não participam deste
projeto, leve-os até ao Laboratório de Informática e solicite que acessem (um artigo
sobre a construção de diferentes tipos de gráficos.):

http://office.microsoft.com/pt-br/excel-help/tipos-de-graficos-disponiveis-
HA001233737.aspx. Acesso em 15/09/2012.

Veja a seguir um exemplo de gráfico criado a partir das respostas dos pais, para isso
utilizamos uma tabela, na qual os alunos foram colorindo de acordo com a tabulação
dos dados, na tabela. Você pode utilizar também uma folha de papel quadriculada.

Fonte: Acervo da autora.

Situações-problema elaboradas a partir do gráfico:


 Se juntarmos os pais que citaram jornais e os que citaram livros, quantos pais
teremos?

Estimativa Resolução

 Se em nossa turma temos 25 alunos e 08 pais citaram as revistas, quantos pais não
citaram as revistas como Fonte de Pesquisa?

Estimativa Resolução

 Se 6 pais citaram os vídeos como Fonte de Pesquisa, quantos pais seriam se fossem
o dobro desta quantidade?

Estimativa Resolução

7ª Atividade:
CONHECENDO QUEM SOU EU

Professor, providencie o texto abaixo para a turma:

Ser criança é bom

Ser criança é bom

Ser criança faz bem

Seja uma também

O sonho não acabou

Basta olhar ema e ver

Que a vida recomeçou

(...)

Nada é mais bonito do que ver uma criança feliz,

Fazendo arte ou cantando ou limpando o nariz

A inocência da criança é o que eu sempre quis!

Ser criança é bom, faz bem

Seja uma criança também

O sonho não acabou

Basta olhar uma e ver

Que a vida recomeçou


Ser criança é bom!

(...)

SOUZA, Márcio R. A. Ser criança é bom. In: CD Turma da Mônica. Warner Music do
Brasil Ltda, 1994.

Indague a turma:

 Em sua opinião, é bom ser criança? Por quê?

Escreva e ilustre sua resposta

Motive o diálogo com os alunos:


Vocês são crianças. Crianças que estudam, brincam, fazem amizades, ficam felizes, às
vezes, mal-humoradas....Criança como todas as outras do mundo.

Mas será que as crianças são todas iguais? Será que existe outra igual a você no mundo?

Nesse momento, providencie o livro abaixo e leia para a turma. Ele trata sobre o jeito de
cada um, por meio de metáforas.

Fonte: http://teresacriscunha.blogspot.com.br/2011/05/livro-infantil-que-aborda-as-
diferencas.html. Acesso 10/09/2012.

Sinopse:

O livro escrito por Marta Fontoura, com origamis de Izete de Melo Silva, trata sobre as
diferenças, e como a personagem central, uma margarida, descobre como lidar com esse
dilema. A margarida quer saber porque nasceu margarida e não rosa. Nessa busca ela
descobre uma maneira de entender a diversidade das flores e das pessoas. Segundo a
autora, o livro pretende ajudar as crianças a entenderem e aceitarem o jeito de ser de
cada uma.
Adiante, prepare imagens de diversas crianças e peça para a turma observar:

Fonte: http://mimosesuspiros.blogspot.com.br/2010/04/agressividade-nos-tempos-de-
hoje.html. Acesso 09/09/2012.

Vejam as crianças, elas são diferentes umas das outras na aparência, no jeito e nos
gostos!

COMO VOCÊ É?

Professor, as atividades seguintes têm como objetivo propiciar que cada aluno faça a
comparação entre as próprias características físicas com as dos outros colegas da turma,
reconhecendo semelhanças e diferenças. Reconhecer e aceitar a diversidade presente
nos seres humanos e respeitar a riqueza de possibilidades e de colaboração proveniente
das diferenças.

Nesse sentido, solicite a cada aluno que faça um desenho representando como ele é.

REPRESENTE COMO É VOCÊ


Organize a turma em duplas e peça para os alunos refletirem sobre as seguintes
questões:

 Será que o seu desenho mostra como você é?


 E o desenho de seu colega, mostra como ele é?
 O que você mais gostou em seu desenho?
 E no desenho do seu colega?

A seguir, peça que cada aluno observe, se olhando no espelho, juntamente com um
colega e destaque as diferenças e semelhanças entre eles.

SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS
Professor, o aluno continuará a estabelecer semelhanças e diferenças entre ele mesmo e
os colegas. Além de analisar as diferenças entre as características físicas e genéticas,
eles irão fazer um trabalho com lateralidade, utilizando o desenho das mãos.

Exponha:

Vocês observaram que existem semelhanças e diferenças entre cada um de vocês e seus
colegas de classe. Vamos conhecer algumas delas:

1. Desenhe em uma folha de papel avulsa o contorno da mão que você usa para
escrever.
2. Responda: qual mão você desenhou? A direita ou a esquerda?
3. Faça agora, em outra folha de papel, o contorno de sua outra mão. Responda:
qual mão você desenhou agora? A direita ou a esquerda?
4. Observe o desenho das suas mãos com os desenhos dos colegas. São iguais ou
diferentes? Por quê?

Pergunte:

 Todos os colegas da classe escrevem com a mesma mão?

Vamos contar quantos colegas da classe escrevem com a mão direita e quantos
escrevem com a mão esquerda?

Anote os resultados.

 Alunos que escrevem com a mão direita.


 Alunos que escrevem com a mão esquerda.
Para representar os resultados descobertos providencie para cada aluno um papel
quadriculado.

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/matematica/pratica-pedagogica/geometria-
elementar-geoplano-papel-429069.shtml. Acesso 09/09/2012.

Solicite que os alunos pintem com cores diferentes o número de quadrinhos dos:

Alunos que escrevem com a mão direita.

Alunos que escrevem com a mão esquerda.

Veja um exemplo:
Fonte: Acervo da autora.

A seguir, questione:

Na sua turma, a maior parte dos alunos escrevem com a mão direita ou com a mão
esquerda?

Professor, esta atividade, além de ressaltar as semelhanças e as diferenças que existem


entre seus alunos, também desenvolve outras habilidades como o levantamento, o
registro e a análise simples de dados e o trabalho com quantidades, importante para a
cartografia.

Qual é o seu tamanho?

Professor, nesse momento, oriente atividade que envolve aspectos físicos que poderão
ser comparados e quantificados, articulando-os com atividades de Matemática.
(Exemplos: número de crianças e variedade de cor dos olhos, altura, número de dentes
que já caíram, dentre outros).

Demonstraremos aqui uma atividade que envolve a altura das crianças. Para isso, os
alunos deverão utilizar a palma da mão, um barbante e uma tesoura sem ponta.

1. Organize a turma em duplas e solicite que os alunos fiquem de pé.


2. Primeiro um dos alunos deverá cortar um pedaço de barbante da altura do
colega, estica-lo no chão e contar quantos palmos ele tem. Em seguida, o colega
fará o mesmo.
3. Providencie um papel quadriculado para cada aluno e solicite que os alunos
representem a sua altura, pintando um quadrinho para cada palmo que ele
contou.
Assim que todos os alunos terminarem a atividade, providencie um quadro com todos
os dados da turma.

Exemplo:

Fonte: Acervo da autora.

A partir do quadro, proponha atividades de análises dos dados.

Peça para os alunos criarem uma legenda para representarem por cores as alturas
apuradas.

Fonte: Acervo da autora.


 Os alunos deverão representar a altura dos colegas pintando os
quadradinhos.

Exemplo:

Fonte: Acervo da autora

 A seguir, os alunos deverão representar a altura de seus colegas,


completando o gráfico. Para cada 5 alunos pinte, um quadradinho.

Fonte: Acervo da autora.


REPRESENTANDO SEU CORPO

Professor, uma das formas de representar o corpo, com a participação dos alunos é
realizar uma atividade de contorno dos seus corpos. Novamente, organize a turma em
duplas, mas tenha o cuidado de misturar os alunos para que eles interajam com toda
turma.

 Separe duas folhas de papel pardo e canetas coloridas para cada dupla.
 Solicite que um aluno faça o contorno do corpo do colega, e em
seguida, peça para o outro colega fazer o mesmo.

Observação: Se possível, disponibilize para o contorno do corpo materiais variados,


tais como: giz de cera, canetinha, giz de lousa colorido, fios de lã, barbante, retalhos,
botões, grãos de feijão, dentre outros, pois poderão proporcionar um trabalho mais
elaborado.

Professor, acesse os sítios abaixo e veja exemplos de aulas no portal do professor que
abordaram essa temática com diferentes estratégias:

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=37497. (Aula - Vamos


desenhar o corpo? Você sabe quem foi a artista Ana Mendieta?).

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=23656. (Aula - As
sombras: desvendando seus contornos.).

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=19816 (Aula -
Autorretrato de corpo inteiro.).

Exponha os trabalhos em um mural na sala de aula. Peça para os alunos compararem os


desenhos, semelhanças e diferenças e logo após instrua cada aluno a ficar em frente ao
seu contorno, imaginar que está olhando em um espelho e indicar, com letra E, o lado
esquerdo e, com a letra D, o lado direito. Posteriormente, devem levantar o braço direito
e depois o braço esquerdo e verificar se olhando de frente para o desenho, o seu braço
direito coincide com a letra D do contorno. Depois, eles deverão ficar de costas para o
desenho e observar se o lado esquerdo coincide com o lado esquerdo do contorno.

BRINCANDO E APRENDENDO 1

Organize a turma em grupos de cinco alunos.

Um dos jogadores pensa em uma pessoa da classe, mas não diz quem é.

Os outros jogadores têm, então, de adivinhar quem é essa pessoa fazendo perguntas ao
jogador que a escolheu. Veja alguns exemplos:

 Essa pessoa é alta ou baixa?


 Qual é a cor de seus cabelos?
 Qual é a cor de seus olhos?

Quem descobrir marca ponto e pensa em outra pessoa para os outros adivinharem.

BRINCANDO E APRENDENDO 2

Professor, segue outro exemplo de brincadeira para identificar semelhanças e


diferenças. Indague à turma:

__Vamos ver se vocês conhecem todos os colegas da turma?

Para realizar a brincadeira, providencie uma ficha para cada aluno colocar seus dados/
informações, como, por exemplo: cor dos olhos, dos cabelos, altura, preferências:
músicas, time de futebol, brincadeiras, dentre outros.
Em seguida, recolha a ficha e peça para os alunos ficarem em pé.

Próximo passo: Professor sorteie uma das fichas e fale para a turma um dos dados que
ela contém, por exemplo, a cor dos olhos do aluno sorteado. Quem não tiver os olhos
dessa cor, deverá sentar-se.

A seguir, os alunos tentarão adivinhar de quem você está falando.

Se ninguém adivinhar, o jogo continua e você fala uma segunda característica do


sorteado. Aqueles que não tiverem essa característica também deverão sentar-se. Os
alunos deverão adivinhar de quem você está falando.

Quando alguém adivinhar quem é o aluno sorteado, pegue uma nova ficha e recomece o
jogo.

O mesmo procedimento deve ser repetido até que todas as fichas tenham sido sorteadas.

Observação: A realização dessa brincadeira não precisa ser limitada em um dia, ela
pode, por exemplo, se estender durante a semana.

Professor, a partir dessas brincadeiras você poderá trabalhar com textos descritivos.
Após esse momento, os alunos poderão descrever, reunidos em duplas ou grupos, a
aparência de um dos colegas da sala. Aproveite esse momento e apresente modelos de
textos descritivos. Isso poderá ser feito pela leitura de textos literários que contemplem
a descrição dos personagens. Quando terminarem de produzir seus textos, peça para
lerem à turma.

Professor, nesse momento, propomos atividades que abordam


identificações/informações sobre as pessoas.

Explique aos alunos que existem documentos que trazem informações sobre eles, como
por exemplo, certidão de nascimento e a carteira de identidade.

Toda criança que nasce no Brasil deve ser registrada. Quando uma criança nasce, um
adulto da família vai ao Cartório e faz o registro. Os cartórios devem fazer esse registro
e fornecer a Certidão de Nascimento gratuitamente.

Peça antecipadamente que os alunos tragam para sala de aula uma reprografia de sua
Certidão de Nascimento para realizarem a seguinte atividade:
DOCUMENTANO SUA VIDA

Diga à turma: Quando uma criança nasce em um hospital, ela é levada para um berçário
cheio de outros bebês. Como você imagina que as enfermeiras que cuidam deles
conseguem diferenciar um bebê do outro?

Resposta pessoal:

Todas as pessoas têm documento que as identificam.

A Certidão de Nascimento ou Registro de Nascimento é um documento que todos os


brasileiros devem ter. O registro de nascimento deve ser feito nos primeiros dias de vida
da criança.

Peça que cada aluno observe na sua Certidão de Nascimento: o dia, mês e ano do
nascimento, o município e o estado, os nomes dos pais e avós.

Cole a reprografia da Certidão de Nascimento em uma folha e a seguir solicite que os


alunos registrem a atividade:

 Agora que você já leu, identificou dados importantes, sublinhe na Certidão de


Nascimento, de acordo com a legenda:
Fonte: Acervo da autora.
Fonte: Acervo da autora.

ATIVIDADE DE CASA

Observe sua Certidão de Nascimento e complete a ficha de identificação abaixo:

Fonte: Acervo da autora.

Professor, indague à turma:

 Os documentos são importantes para nos identificar, mas será que eles dizem
tudo sobre você?

Estimule o diálogo com a turma, pois é importante que os alunos reflitam e


compreendam que os documentos não dizem tudo. Diga, por exemplo, que para
conhecer mais sobre você, é preciso saber quais são seus gostos, suas preferências.
DESCOBRINDO O QUE OS ALUNOS GOSTAM

Apresente um trecho da história do “ Menino Maluquinho” à turma.

...e ficava sozinho

Brincando no quarto

Semanas seguidas

Fazendo batalhas

Fazendo corridas

Desenhando mapas

De terras perdidas

Inventando estrelas

E foguetes espaciais.

ZIRALDO. O Menino Maluquinho. 85. ed. São Paulo: Melhoramentos, 2007.

A partir do trecho, oriente os alunos a responderam as questões:

1. O Menino Maluquinho gosta de fazer muitas brincadeiras no quarto dele. Você


gosta de fazer alguma dessas brincadeiras? Qual delas?
2. Que outras brincadeiras você gosta de fazer?
3. Que brincadeiras você não gosta de fazer?
4. Você prefere brincar sozinho ou com os amigos?
5. Você prefere brincar dentro de casa ou na rua ao ar livre?

Adiante, os alunos deverão comparar suas respostas com as de seus colegas e


conversarem a respeito.

 Eles gostam das mesmas brincadeiras que você?


 Que brincadeiras eles não gostam de fazer?

Professor, para estimular os alunos a listarem suas preferências, prepare um roteiro com
perguntas, exemplificado abaixo, organize as duplas e solicite que os alunos realizem
como atividade de casa um bate papo online, utilizando mensagens instantâneas
(Windows live Messenger – MSN – Google Talk, Yahoo Messenger, Skype) ou e-mails
(Gmail, Hotmail, Yahoo!Mail) e colham informações sobre os gostos dos colegas e, a
partir desses dados, elaborem um trabalho individual sobre as preferências do colega.

BATE PAPO ONLINE

1. Você gosta de cantar?


2. Você prefere comida salgada ou doce?
3. Qual é a sua comida preferida?
4. Que tipo de música você mais gosta de ouvir?
5. Você prefere dias quentes ou frios?
6. Qual é a cor de que você mais gosta?
7. Você gosta de acordar cedo ou de dormir até tarde?
8. Qual é o seu brinquedo preferido?

Video-aula - Criar E-mail Gmail


http://www.youtube.com/watch?v=8HR4w5y0xlQ
Como criar um email no Hotmail
http://www.youtube.com/watch?v=bmCrugSg8Uw

Acessados em 09/09/2012.

Professor, os alunos deverão compreender que quando nos relacionamos com os outros,
percebemos diferenças entre as pessoas e são justamente essas diferenças que formam a
identidade individual.

Porém as pessoas também têm semelhanças entre si, não sendo apenas físicas, mas
envolvendo preferências. Por exemplo: se uma pessoa coleciona selos ela tem algo de
semelhante com outros colecionadores de selos. Ela se identifica com um conjunto de
pessoas que têm uma característica em comum, o qual é chamado de grupo social.

Podemos pensar em diversos grupos sociais: mulheres, crianças, professores,


brasileiros, dentre outros.

Uma mesma pessoa pode pertencer a vários grupos sociais ao mesmo tempo.

Exemplo: Samuel é menino, gosta de visitar o zoológico e é estudante. O fato de


pertencer a um determinado grupo social também define nossa identidade.

São as semelhanças e diferenças que percebemos entre as pessoas, ao nos relacionarmos


com elas, que definem quem somos.

Proponha a seguinte atividade para elucidar essas questões:

Explique à turma que as ilustrações a seguir, representam quatro personagens de


histórias em quadrinhos muito conhecidos no Brasil.
Fonte: Acervo da autora.

Converse com a turma e diga que cada um dos personagens tem características próprias.
Cada um tem nome, uma aparência física e hábitos que os diferenciam dos demais. Mas
eles também têm características em comum: são crianças, vivem no mesmo bairro (o
bairro do Limoeiro) e fazem parte do mesmo círculo de amigos. São as semelhanças e
diferenças entre os personagens que fazem cada um ter sua própria IDENTIDADE.

Apresente o poema à turma:

Identidade

Às vezes nem eu mesmo

sei quem sou.

Às vezes sou

“o meu queridinho”.

Às vezes sou

moleque malcriado.

Para mim

tem vezes que eu sou rei,

herói voador,

caubói lutador,

jogador campeão.

Às vezes sou pulga,

sou mosca também, que voa e se esconde

de medo e vergonha.
Às vezes

eu sou Hércules,

Sansão vencedor,

peito de aço,

goleador!

Mas que importa

O que pensam de mim?

Eu sou eu,

sou assim,

sou menino.

BANDEIRA, Pedro. Transcrito de cavalgando o arco-íris. São Paulo: Moderna, 1985.

Proponha, nesse momento, a seguinte atividade para os alunos:

 Vamos inventar nossos próprios personagens e fazer uma história em


quadrinhos?

Para isso, oriente os alunos a seguirem os seguintes passos:

 Organize a turma em trios.


 Peça para cada aluno imaginar um personagem que ele gostaria de criar.
 Cada trio deverá definir quais são as características dos personagens imaginados.
É criança ou adulto? É super-herói ou pessoa comum? Onde vive? O que faz?
Qual seu sexo, sua aparência física, seu modo de vestir? O que ele costuma fazer
e qual o seu nome?
 Os integrantes do grupo deverão definir coletivamente qual será o assunto da
história em quadrinhos para reunir os personagens que o trio imaginou, bem
como a ilustração e falas dos personagens.
 Oriente-os que toda história deverá ter começo, meio e fim.

Abaixo, sugerimos algumas formas de se realizar essa atividade:

1) Providencie uma folha de papel para a história.

Fonte: Acervo da autora.


2) A história poderá ser realizada no editor de histórias em quadrinhos
chamado HAGÁQUÊ.

Os sítios abaixo trazem informações de como utilizar esse programa:

http://pan.nied.unicamp.br/~hagaque/. (Esse sítio traz o significado do programa


HAGÁQUÊ, bem como links para downloads.).

http://aprendocriando.blogspot.com.br/2010/02/sobre-o-hagaque.html. (Blog que mostra


como publicar histórias na internet.).

http://materialdidatico.pbworks.com/w/page/20509747/Tutorial%20Hag%C3%A1Qu
%C3%AA. (Material didático - Tutorial HAGÁQUÊ.).

Acessados em 10/09/2012.

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=oYJ4FV6sA80. Acesso 10/09/2012.

Acesse o sítio abaixo e faça a instalação do HAGÁQUÊ no seu computador.

http://pan.nied.unicamp.br/~hagaque/downloads.php?lang=pt-BR. Acesso 10/08/2012.


3) Professor, se preferir os alunos poderão criar história em
quadrinhos online. Os sítios abaixo explicam e exemplificam como
realizar essa atividade.

Fonte:http://www.maquinadequadrinhos.com.br/Intro.aspx. Acesso 14/09/2012.

http://www.inexistentman.net/2008/03/18/crie-personagens-e-historias-em-quadrinhos-
online/. (Sítio que possibilita criar personagens e histórias em quadrinhos online.).

http://www.pixton.com/br/. (Sítio que possibilita criar histórias em quadrinhos.).

http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u648996.shtml. (Texto da folha


de São Paulo - Saiba como criar sua própria história em quadrinhos online.).

Acessados 14/09/2012.

Professor, é importante que cada aluno compreenda que cada ser humano é dotado de
características que o distingue dos demais, sejam elas físicas ou relativas a hábitos,
costumes ou pertencimento a determinados grupos sociais.

Nesse sentido, propicie um momento para que todos da turma se conheçam melhor.

Para isso oriente-os a criarem um Podcast disponibilizando informações sobre as suas


características.
Professor, por meio dos sítios abaixo, você compreenderá sobre a definição da
ferramenta Podcast.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Podcast. (Definição de podcast.).

http://www.podpods.com.br/blog/voce-sabe-o-que-e-podcast/. (Sítio que responde


várias dúvidas sobre podcast.).

http://informatica.hsw.uol.com.br/web-206.htm. (Glossário da Web 2.0 que explica


sobre vários recursos tecnólogicos.).

Acessados em 10/09/2012.

CONCEITO:

Podcast: é o termo usado para definir uma das formas de publicação de arquivos
digitais sonoros pela internet. A origem do termo mescla a palavra pod (que vem de
iPod, o aparelho reprodutor de músicas da Apple) com cast (que vem de broadcast, que
é a transmissão de áudio ou tevê para vários equipamentos ou pessoas ao mesmo
tempo). Os programas ou arquivos gravados em qualquer formato digital ficam
armazenados em um servidor na internet e podem ser ouvidos pela internet ou
transferidos para o computador.

Fonte: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000015325.pdf. Acesso


10/09/2012.

No sítio abaixo estão disponibilizados exemplos de Podcasts.

http://www.garotasemfio.com.br/podcast/. Acesso 10/09/2012.

Adiante, oriente os alunos a escreverem os textos sobre as suas características,


exemplificadas abaixo, antes da gravação.

 Nome completo
 Endereço
 Cor da pele
 Cor dos olhos
 Cor dos cabelos
 Altura
 Peso
 Brincadeira preferida
 Melhor amigo
 Onde gosta de passear
 O que gosta de fazer nas horas livres
 Qual a comida predileta
 Dentre outros

Por fim, depois de criados os textos, os alunos gravarão um programa de áudio Podcast:
Quem sou eu: Minha identidade.

Importante: professor, caso não tenha muito domínio com esta ferramenta, é
aconselhado um trabalho em parceria com o professor de informática, ou alguém que
tenha mais conhecimentos na área.

Segue adiante, sítios que exibem como fazer/criar um Podcast.

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=WrsukcGFI8g. Acesso 10/09/2012.


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=BNPA10bIKuk&feature=related. Acesso
10/09/2012.

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=XvRFtr8koSY&feature=channel. Acesso


10/09/2012.
Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=du10fhHM1g8. Acesso 10/09/2012.

Assim, depois de terminado o Podcast, os alunos o publicarão no Blog da turma ou da


escola. O melhor é que depois os próprios alunos poderão gravar em MP3 para
estudarem e escutarem o Podcast em qualquer lugar.

8ª Atividade:

CONFRONTANDO AS HIPÓTESES COM OS DADOS PESQUISADOS

Professor, depois de realizar as investigações, retome com seus alunos as hipóteses que
eles levantaram no início da Pesquisa e solicite que as confrontem com os dados
obtidos, assim vão perceber quais hipóteses são verdadeiras e quais são falsas. Para
facilitar entregue um quadro com as hipóteses e solicite que escrevam na frente o que
descobriram.

Escola de Educação Básica da UFU –

Projeto de Iniciação Científica Discente: “Eu e o outro: valor e respeito às semelhanças e às


diferenças”

Hipóteses Descobertas
Retome com os alunos se todas as questões foram respondidas, se houver alguma
dúvida solicite aos alunos, que busquem outras fontes e concluam o trabalho.

9ª Atividade:

SOCIALIZAÇÃO DOS RESULTADOS/CULMINÂNCIA DO PROJETO

Esta etapa é tão importante quanto a realização das Pesquisas, pois ela proporcionará ao
aluno perceber que a Pesquisa é importante e que todo conhecimento só tem validade
se for conhecido por outras pessoas. Por isso, organize-os em uma rodinha e discuta
com eles sobre como vão socializar o que aprenderam. Lembre-se, de organizar todos os
trabalhos realizados no dia da apresentação, inclusive o Podcast.

Defina o que cada um fará no dia da apresentação, quem se responsabilizará por dizer
aos convidados quais as diferentes etapas vivenciadas no desenrolar da Pesquisa,
inclusive os avanços e as dificuldades enfrentadas e também o agradecimento pelo
envolvimento da família e demais colaboradores. É importante que todos participem
desse processo. Em uma roda de conversa, permita que cada um se manifeste sobre o
que gostaria de fazer e/ou dizer. Retome os textos lidos e as informações obtidas,
permita que cada aluno decida o que fazer.

Para a apresentação os alunos poderão editar um filme utilizando o Movie Maker. O


Windows Movie Maker é um software de edição de vídeos da Microsoft. Atualmente
faz parte do conjunto de aplicativos Windows Live, chamado de Windows Live Movie
Maker.

Disponível para download: http://www.baixaki.com.br/download/windows-live-movie-


maker.htm. Acesso 13/05/2012.

Veja como criar um Movie Maker nos sítios:


http://www.youtube.com/watch?v=f54IwDgBpzc&feature=related. ( Vídeo: Como criar
um vídeo no Movie Maker do Windows 7.).

http://cartografiadoprojeto.blogspot.com.br/2007/08/passoa-passo-windows-movie-
maker.html. (Blog que explica passo a passo sobre a criação de um vídeo no programa
Movie Maker.).

Acessados 13/09/2012.

É importante lembrar que esta culminância deve envolver a família e a escola, para isso,
algumas atividades antecedem esta realização:

Planejamento

Defina com os alunos, o que cada um fará no dia da apresentação, quem se


responsabilizará por dizer aos convidados quais as diferentes etapas vivenciadas no
desenrolar da Pesquisa, inclusive os avanços e as dificuldades enfrentadas e também o
agradecimento pelo envolvimento da família e demais colaboradores. É importante que
todos participem desse processo.

 Como vamos socializar o que descobrimos?


 Onde será?
 Quando?
 Quais serão as equipes de trabalho?
 Vamos elaborar convites? Quem vai se responsabilizar pela elaboração e
distribuição?
 Quem vai divulgar o Projeto no jornal da escola?
 Quem vai confeccionar cartazes? Quantos cartazes deverão ser
confeccionados? Onde serão afixados? Dentre outras questões.

Se possível filme as apresentações e depois assista com os alunos para que analisem
suas posturas e atuações em apresentações ao público.

Para filmar acesse no laptop Classmate: (Metasys > Aba Aplicativos > Multimídia >
WxCam ) ou( Área de Trabalho > Câmera). O “botão vermelho” inicia a gravação de
um arquivo no formato de vídeo, através da Webcam. Quando quiser parar de gravar é
só apertar novamente o “botão vermelho”. Para visualizar o vídeo, clique no ícone
Visualizador de Imagens (Área de Trabalho > Visualizador de Imagens).
10ª Atividade:

Agora, proponha à turma um momento de avaliação individual do trabalho realizado,


visando perceber, dentre outros, os seguintes aspectos:

Conhecimento do tema estudado;

Empenho e dedicação nos variados momentos da Pesquisa;

Participação nas atividades propostas;

Compreensão do processo de Pesquisa.

Cada aluno poderá realizar sua autoavaliação por escrito, utilizando para isso o próprio
caderno do Projeto. Após todos terminarem a atividade, proponha que exponham para a
turma o que significou para cada um a vivência e as variadas experiências com a
Iniciação Científica na escola.

Ao longo do trabalho, analise se houve envolvimento, se compreenderam as estratégias


de Pesquisa e os conhecimentos que construíram. Prepare um pequeno questionário
avaliativo sobre o processo da Pesquisa.

Exemplo:

 Como foi ser pesquisador?


 Pesquisar contribuiu para conhecer mais sobre o tema? Por quê?
 Você participou ativamente do projeto?

Veja um exemplo:

· QUE BOM (O que foi interessante)


· QUE PENA (O que não deu certo ou poderia ser
revisto)

· QUE TAL (Sugestões)

Recursos Complementares

Sugestão de links para os alunos:


Livros de literatura:

 Aprendendo com as diferenças da autora Luiza Pasim


 As diferenças de cada um do autor Jorge Lode
 A zebrinha preocupada da autora Lúcia Reis

Sugestão de links para os professores:


http://transdisciplinaridade.wordpress.com/category/textos-rapidos/. (Texto que fala
sobre os desafios da escola moderna, seu currículo, sua didática, seus mecanismos de
avaliação e controle.).
http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000015325.pdf. (Artigo -
Tecnologias na escola: Como explorar o potencial das tecnologias de informação e
comunicação na aprendizagem.).

http://opatifundio.com/glossolalia/?p=111. (Texto - Novas tecnologias na sala de aula:


possibilidades didáticas para um ensino construtivista.).

Acessados 16/09/2012

Aulas do portal que contribuirão com a temática:


http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=32179. (Aula - Quem
sou eu? Quem é o outro? - UCA.).

http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=8057. (Aula -
Descobrindo semelhanças e diferenças no grupo.)

Acessados 14/09/2012

Vídeos:
http://www.youtube.com/watch?v=PPH2S1eynZ8. (O valor das diferenças.).

http://www.youtube.com/watch?v=aLSSXrkm3Sk&feature=related.(Dumbo -
Trabalhando as diferenças com as criança.) .

http://www.youtube.com/watch?v=DgrFIgvF7KU&feature=related. (Tudo bem ser


diferente.).

Acesso 13/09/2012.

Avaliação

A avaliação deverá permear todo o processo de Iniciação Científica. É preciso


compreender que o que move um trabalho de Pesquisa, não é o acúmulo de
informações, mas as descobertas e as novas dúvidas que surgem no caminho. Por isso, a
observação do professor, é fundamental para perceber o envolvimento, a participação e
o interesse de cada aluno pela temática. A partir desse instrumento, poderá avaliar a
continuidade do trabalho, bem como os redirecionamentos. Com o Projeto/Aula “Eu e o
outro: valor e respeito às semelhanças e às diferenças”, tendo em vista as diversas
atividades e vivências dos alunos, o professor poderá perceber o desenvolvimento do
aluno em relação à temática, bem como atitudes e valores voltados para um trabalho em
grupo que favoreça o respeito e a cooperação para com seus pares.