Você está na página 1de 2

Lista de conjunções - Projeto Entre Jovens

Língua Portuguesa I – Tutor Pedro Diego Rocha

1 - Conjunções aditivas exprimem ideia de SOMA, ACRÉSCIMO, ADIÇÃO:

ATENÇÃO: Os parênteses abaixo indicam que tais palavras podem ou não aparecer. No
lugar de “não só”, pode aparecer “não somente” ou “não apenas”, por exemplo.

e mas (ainda)
não só - mas também Senão
como (também) tanto... como
nem... (= e não) bem como
não só mas (ainda)
como (ainda) tanto... quanto
nem...nem (bem) como
tampouco (é sinônimo de muito menos) e nem

2 - Conjunções adversativas expressam essencialmente uma ideia de ADVERSIDADE,


OPOSIÇÃO, CONTRASTE. Também indicam RESSALVA (correção), QUEBRA DE
EXPECTATIVA, COMPENSAÇÃO, RESTRIÇÃO; elas realçam o conteúdo da oração
que introduzem.As frases em que elas estão são introduzidas por vírgulas.

mas e
ATENÇÃO: "e", "antes", "agora" e "quando" são
contudo antes adversativas quando equivalem a "mas".
porém agora
entretanto quando
ATENÇÃO: senão é adversativo quando equivale a
todavia senão "mas sim"
no entanto
ainda assim
não
obstante

3 – Conjunções alternativas expressam ideia de EXCLUSÃO, ALTERNATIVA


(opção/escolha), ALTERNÂNCIA (revezar, substituir), INCLUSÃO, RETIFICAÇÃO etc.

Ou
ou... ou..
seja...seja
já... já;
ora... ora
umas vezes...outras vezes
quer...quer..
talvez... talvez...

4 – Conjunções Conclusivas expressam ideia de CONCLUSÃO (fim, desfecho) ou


CONSEQUÊNCIA (resultado). As frases em que elas estão são introduzidas por
vírgulas.

portanto
por isso
então
assim
em vista disso
Logo
portanto
pois (depois ao verbo)
por conseguinte (por
consequência)
de modo que
em vista disso

5 – Conjunções Explicativas expressam ideia de EXPLICAÇÃO, JUSTIFICATIVA.


Muitas vezes vêm após verbos no imperativo e as frases em que elas estão são introduzidas
por vírgulas.

porque
que
porquanto
pois (antes do verbo)

Você também pode gostar