Você está na página 1de 3

JULGAMENTO – HABILITAÇÃO

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº. 698/2018

Protocolo: 13210/2018 Edital: CP 698/2018

Objeto: REFORMA DA COBERTURA DO BLOCO 01 – SESI CIANORTE

Critério de
Menor preço GLOBAL
julgamento

Abertura: 03 10 2018

1 – PROPOSTA VÁLIDA / ITEM TECNICAMENTE AVALIADO E APROVADO / VALOR PROPOSTO

Nº EMPRESA VALOR PROPOSTO CLASSIFICAÇÃO

01 TRAJETO ENGENHARIA E COMERCIO EIRELI R$ 351.644,80 SIM – 1º


OBSERVAÇÕES: Conforme constatado na ata da sessão de abertura, publicada no site do Sistema FIEP em 03/10/2018, foi
realizada a inversão das fases como consta no item 6.6 do preâmbulo do edital, abrindo primeiramente o envelope de N° 02,
contendo a PROPOSTA COMERCIAL, classificando os proponentes pela ordem crescente dos menores preços.

Após análise das propostas apresentadas e com base no Parecer Técnico da Coordenação de Engenharia, restou
classificada:

- Em primeiro lugar, a proposta apresentada pela empresa TRAJETO ENGENHARIA E COMERCIO EIRELI pelo valor total
de R$ 351.644,80 (trezentos e cinquenta e um mil, seiscentos e quarenta e quatro reais e oitenta centavos).

2 - PARTICIPANTE

Nº EMPRESA HABILITAÇÃO

01 TRAJETO ENGENHARIA E COMERCIO EIRELI NÃO


OBSERVAÇÕES: Quanto à análise dos documentos de habilitação constantes no Preâmbulo do Edital, item 4. Documentos
de Habilitação e Anexo II, item 4. Requisitos Complementares para habilitação a Comissão de Licitação observa:

1. TRAJETO ENGENHARIA E COMERCIO EIRELI


A proponente Trajeto apresentou Certidão de Acervo Técnico número 4894/2015, protocolo número
2015/00313273 (páginas 33 a 36 dos documentos de habilitação), a qual apresenta como atividade técnica a
realização de supervisão, coordenação e orientação, diferente do solicitado no edital, que era de execução,
descumprindo com o item 4.3 “b” – 1 do Anexo II do Edital. Ainda, o atestado técnico referente à esta Certidão
(4894/2015), emitido pela M&K Incorporadora Ltda (páginas 37 a 48), não contém os selos do CREA/PR,
portanto descumpriu o item 4.3 “b” do Anexo II do Edital.
A Certidão de Acervo Técnico 3704/2005, protocolo número 2005/00154754, na descrição complementar
especifica que o escopo do contrato era gerenciamento, fiscalização e controle financeiro, não constatando
execução, que é o exigido em edital. Na Certidão de conclusão de serviços emitida pela empresa Matec
Engenharia Construções Ltda, objeto da CAT citada não consta a execução dos serviços solicitados no edital,
descumprindo com o item 4.3 “b” – 1 do Anexo I do Edital.

Pelos motivos acima expostos, a empresa Trajeto resta INABILITADA.

3- JULGAMENTO

Diante dos fatos e com base no parecer técnico da Gerência de Obras e Engenharia, a Comissão de Licitação julga
INABILITADA a empresa TRAJETO ENGENHARIA E COMERCIO EIRELI, cumpridas as condições estabelecidas no Edital.

1/2
JULGAMENTO – HABILITAÇÃO
EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº. 698/2018

4- CONCESSÃO DE PRAZO

Como neste certame somente uma proponente está participando e restou inabilitada, será aplicado o contido no item 18.12 do
Edital, o qual diz o seguinte: “Quando todos os licitantes forem inabilitados ou todas as propostas forem desclassificadas, a
Comissão de Licitações do SESI poderá fixar às proponentes o prazo de até 05 (cinco) dias úteis para a apresentação de nova
documentação ou de outras propostas, escoimadas das causas referidas neste item”.

Sendo assim, resta Comunicada a proponente TRAJETO ENGENHARIA E COMERCIO EIRELI, para que no prazo de 05
(cinco) dias úteis, apresente nova documentação, ou seja, documentos que atendam ao item 4.3 letra “b” – 1 do Anexo II.

5- JULGAMENTO

Após a concessão de prazo, conforme item acima, a empresa Trajeto apresentou recurso, o qual teve seu julgamento
improcedente. Desta forma, o processo restou FRUSTRADO.

Curitiba, 05 de novembro de 2018.

Edevaldo Vieira De Souza Fabricio Daniel Nichele


Coordenação de Engenharia e Obras Presidente da Comissão de Licitação

Caroline Borges Priscila Ranzani Oliva


Comissão de Licitação Presidente Suplente da Comissão de Licitação

a) HOMOLOGO, nos termos dos pareceres anteriores;


b) AUTORIZO A REEDIÇÃO, com os aprimoramentos necessários.

ROBERTO MILLER NEUTZLING


GERENTE CORPORATIVO DE ENGENHARIA E INVESTIMENTOS

MANUEL EMILIO RODRIGUES


GERENTE EXECUTIVO DE DESENVOLVIMENTO GESTÃO E ENGENHARIA

JOSÉ ANTONIO FARES


SUPERINTENTENDE DO SESI

2/2
Documento original eletrônico assinado digitalmente nos termos do §1º do Artigo 10 da

Medida Provisória 2.200-2 de 24/08/2001