Você está na página 1de 44

Fls.

: 1
PAGINA_CAPA_PROCESSO_PJE_0000130-27.2019.5.09.0073

Poder Judiciário
Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região

AÇÃO TRABALHISTA - RITO ORDINÁRIO


RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073
PARA ACESSAR O SUMÁRIO, CLIQUE AQUI

Processo Judicial Eletrônico

Data da Autuação: 27/02/2019


Valor da causa: R$ 50.711,92

Partes:
AUTOR: ADRIANO MACHADO - CPF: 096.976.419-78
ADVOGADO: MARCELO APARECIDO URBANO - OAB: PR57530
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME - CNPJ: 75.044.248/0001-53
RÉU: NEWTON VUJANSKI - CPF: 015.105.099-68
RÉU: CLAUDEMIR VUJANSKI - CPF: 942.529.049-00
RÉU: CLAUDIO VUJANSKI - CPF: 816.176.319-49
Fls.: 2

_______________________________________________________________________________________
EXCELENTÍSSIMO DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA DO TRABALHO DE IVAIPORÃ – ESTADO DO
PARANÁ.

ADRIANO MACHADO, brasileiro, solteiro, auxiliar de produção, portador da


CI/RG n.º 13.084.213-5 SSP/PR, inscrito no CPF sob o n.º 096.976.419-78, residente e domiciliado
na Localidade Barrerinha de Baixo, zona rural, cidade de Nova Tebas-PR, por seu procurador
abaixo assinado, Dr. Marcelo Aparecido Urbano, brasileiro, advogado inscrito na OAB-PR sob o nº
57.530, com endereço profissional na Avenida Sete de Setembro, nº. 1400, centro, Manoel
Ribas/PR, onde recebe intimações e notificações, vem perante Vossa Excelência, com fundamento
no artigo 840 e seguintes da CLT, propor a presente

RECLAMAÇÃO TRABALHISTA

em face de NEWTON VUJANSKI FABRICA DE AGUA ARDENTE, pessoa jurídica de direito


privado, inscrita no CNPJ sob o n° 750442480001-53, com sede na Localidade rural de Barreirinho
de Baixo, s/n°, na cidade de Nova Tebas-PR; NEWTON VUJANSKI, brasileiro, inscrito no CPF/MF
sob o n° 015.105.099-68, residente e domiciliado no Sitio Agua Boa, Barreirinho de Baixo, na
cidade de Nova Tebas-PR; CLAUDEMIR VUJANSKI, brasileiro, inscrito no CPF/MF sob o n°
942.529.049-00, residente e domiciliado no Sítio do Alto, zona rural, cidade de Nova Tebas-PR;
CLAUDIO VUJANSKI, brasileiro, inscrito no CPF/MF sob o n° 816.176.319-49, residente e
domiciliado no Sitio Padre Cicero, zona rural, cidade de Nova Tebas-PR, o que faz pelos motivos
de fato e de direito a seguir expostos:

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
1

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 1
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 3

_______________________________________________________________________________________
– CONTRATO DE TRABALHO

O reclamante iniciou suas atividades laborativas paras os reclamados em


01/04/2017, exercendo sempre a função de auxiliar de produção, percebendo a quantia mensal
de R$ 1.200,00, tendo o mesmo trabalhado até 26/02/2019, quando foi demitido sem justa causa.

Embora contratado em 01/04/2017, trabalhando sempre com pessoalidade,


habitualidade, subordinação e onerosidade, cumprindo assim todos os requisitos exigidos pelo art.
3º da CLT, a anotação em CTPS nunca ocorreu, o que deixa clara a fraude ocorrida no contrato de
trabalho.

Desta forma, faz jus o autor ao reconhecimento do vínculo empregatício e


consequente anotação na carteira de trabalho do período acima descrito, devendo igualmente os
reclamados recolherem o FGTS e INSS pertinentes.

Requer-se, portanto, a declaração em sentença do vínculo de emprego de


01/04/2017 a 08/02/2019, e o pagamento dos consectários legais a que faz jus, férias + 1/3
constitucional, 13º salários, horas extras, RSR e FGTS (8% + 40%).

Ainda sejam os reclamados compelidos a anotarem na CTPS do reclamante as


datas de admissão, demissão, bem como os demais registros de praxe (conforme dados acima
mencionados), caso assim não procedam requer-se aplicação do contido nos artigos 39 e seus
parágrafos da CLT e 461 § 4º do CPC, subsidiariamente aplicados a essa justiça especializada.

Requer ainda, tendo em vista o contido na Lei 9.983 de 14/07/2000, seja


determinada ao Ministério Público abertura de ação criminal em face dos reclamados por não
terem procedido ao registro na CTPS do reclamante, e assim terem cometido o chamado “crime
previdenciário”.

- JORNADA DE TRABALHO

Durante todo o período contratual, o reclamante laborou nos seguintes


horários: das 07h00 às 18h00, de segunda a sábado, com 30 minutos para almoço.

Muito embora tenha laborado em horário extraordinário, não recebeu o


reclamante respectivo pagamento. Portanto, faz jus ao pagamento das horas extras, mês a mês,
considerando-se como tal as excedentes da 8ª diária, acrescidas do adicional de 50%. A média de
tais horas deverá integrar o seu salário com os devidos reflexos nas verbas contratuais (descanso
semanal remunerado, 13º salário, férias + 1/3 e FGTS), bem como nas rescisórias, já descritas no
tópico anterior.

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
2

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 2
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 4

_______________________________________________________________________________________
– HORAS EXTRAS - CÁLCULO E INCIDÊNCIA

Referida carga horária é excessiva em razão de sua jornada de trabalho


ultrapassar o limite de 8 horas diárias, e 44 semanais estabelecidas na CLT e conforme o art. 7º,
inciso XIV, da Constituição Federal.

Assim, faz jus em receber as horas excedentes da 8a diária e 44a semanal,


acrescidas do adicional de 50% e 100%. A média de tais horas deverá integrar o seu salário para
todos os efeitos legais, refletindo nas verbas rescisórias (saldo de salário, aviso prévio, 13º salário
proporcional, férias proporcionais + 1/3 e multa de 40% sobre o FGTS).

As horas extras devidas ao reclamante, no percentual a ser apurado, devem ser


calculadas partindo-se da somatória de todas as verbas remuneratórias que constituem o
rendimento mensal do mesmo.

Ao total obtido, aplica-se o divisor 220 ao valor da hora normal, devendo ser
acrescido, às horas extraordinárias, o índice de 50% (cinquenta por cento), conforme dispõe o art.
7º, inciso XVI da Constituição Federal e havendo o excesso de horas extras, além do limite de 220
horas/mês, deve ser acrescido o adicional de 100% (cem por cento).

As horas extras por sua habitualidade devem ser consideradas com reflexos e
integrações para o cálculo do aviso prévio, férias integrais e proporcionais acrescidas de 1/3
constitucional, referentes ao período de todo pacto laboral descrito acima, 13º salários integrais e
proporcionais, descansos remunerados laborados e FGTS, consoante os Enunciados 151, 45, 172 e
63, todos do TST.

- AVISO PRÉVIO

A sua demissão ocorreu em 27/02/2019, e seu desligamento ocorreu no mesmo


dia. Assim, resta evidenciado que o reclamante não recebeu os valores referentes ao aviso prévio.

Deste modo, pugna pela condenação dos reclamados ao pagamento do aviso


prévio, além dos reflexos e integrações em férias, 1/3 constitucional, 13º salários, R.S.R, FGTS e
multa de 40%, tudo atualizado na forma da lei.

– REPOUSO SEMANAL REMUNERADO

As horas extras efetuadas com habitualidade devem integrar o salário para


cálculo do Repouso Semanal Remunerado, conforme entendimento da súmula 172 do TST.

Deste modo, tem direito a receber as diferenças de repousos semanais


remunerados de todo o período contratual, inclusive sobre as horas extras, cujos valores integrarão

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
3

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 3
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 5

_______________________________________________________________________________________
o salário para todos os efeitos legais, refletindo em férias (com a complementação constitucional
de 1/3, 13º salário, aviso prévio e FGTS).

- 13º SALÁRIO

O reclamante em todo seu período de contrato de trabalho nunca recebeu a


gratificação natalina, estando sempre adstrito a seu salário mensal. O direito constitucional ampara
o reclamante nesse quesito onde em seu artigo 7º, inciso VIII, garante a remuneração da
gratificação natalina no valor da sua remuneração integral.

Conforme estabelece a legislação trabalhista os reclamados devem ser


compelidos a indenizar o reclamante no que concerne a gratificação natalina que não ocorreu em
todo o pacto laboral.

Assim o reclamante faz jus ao recebimento da gratificação natalina de todo o


período laborado.

- FÉRIAS + TERÇO CONSTITUCIONAL

O reclamante, durante o contrato de trabalho jamais gozou férias ou percebeu


qualquer valor a título de indenização por tal verba.

Assim, faz jus ao pagamento em dobro das férias dos períodos aquisitivos,
todas acrescidas do terço constitucional, nos termos do art. 137 da CLT, bem como pagamento em
primeira audiência sob as penas do artigo 467 da CLT.

Vejamos a posição de nossos Tribunais:

FÉRIAS IRREGULARMENTE CONCEDIDAS. DOBRA DO ART. 137 DA CLT SOBRE


TERÇO CONSTITUCIONAL DEFERIDO JUDICIALMENTE. O pressuposto fático
determinante da aplicação do art. 137 da CLT é a ausência de fruição "oportuno
tempore" das férias, ou seja, dentro do período concessivo. A intenção do
legislador, ao ditar a norma em questão, foi preservar a higidez física e mental
do trabalhador, bem como sua qualidade de vida, após doze meses de
ininterrupto labor. Indevida a incidência da dobra quando o pagamento do
terço constitucional correspondente é feito fora do prazo de que trata o art. 134
da CLT. Recurso do Reclamante a que se nega provimento, no particular.
(Processo nº 02909-2005-024-09-00-6 (21087-2006), 1ª Turma do TRT da 9ª
Região/PR, Rel. Ubirajara Carlos Mendes. Publ. 18.07.2006).

FÉRIAS NÃO CONCEDIDAS NO PRAZO LEGAL. DOBRA DO TERÇO


CONSTITUCIONAL. A Constituição Federal (art. 7º, XVII) erigiu a direito

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
4

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 4
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 6

_______________________________________________________________________________________
constitucional as férias anuais remuneradas com o acréscimo de um terço, sem
qualquer ressalva. Tendo em vista que não cabe ao interprete restringir direitos
dos trabalhadores nas hipóteses em que o legislador não o fez e sendo o terço
constitucional parte da remuneração das férias, incide a dobra prevista no art.
137 da CLT também sobre o terço constitucional. RO-V nº 00541-2005-043-12-
00-3 (176/2006), 2ª Turma do TRT da 12ª Região/SC, Rel. José Ernesto Manzi. j.
18.08.2006, unânime.

- VERBAS RESCISÓRIAS DE 01/04/2017 a 26/02/2019

A anotação na CTPS pelos reclamados nunca ocorreu, sendo que, até esta data
o reclamante nada recebeu a título de verbas rescisórias, sendo então aplicáveis no caso os
ensinamentos de EDUARDO GABRIEL SAAD ("Comentários à CLT", pág. 170) que afirma:

"A obrigatoriedade do pagamento em dobro só se manifesta quando não


houver qualquer dúvida sobre a legitimidade do pedido articulado pelo
empregado. Ainda que o empregador conteste o pedido, terá de efetuar o
pagamento em dobro se não apresentar razões que convençam o Juiz da
improcedência do alegado pelo empregado".

No mesmo sentido encontramos ALUÍSIO JOSÉ TEIXEIRA GAVAZZONI SILVA


("Comentários à Consolidação das Leis do Trabalho", vol. II, pág. 214), quando dizia, calcado no
antigo texto:

"Julgamos, todavia, que o sentido de salário incontroverso não deve ser o que
ocorre da interpretação literal do artigo em foco. Desse modo, não basta que o
empregador negue dever salários para livrar-se de uma eventual condenação ao
pagamento em dobro. Mister se faz que a contestação apresenta uma certa
verossimilhança, uma tintura de boa-fé; do contrário não se entenderá que os
salários são controvertidos. A condenação ao pagamento de salário em dobro
pode ser imposta de ofício; não é preciso que o interessado requeira a
condenação em dobro. É que o interesse social exige que o disposto no art. 467
se dirija ao Juiz, diretamente".

Desta forma, devem os reclamados serem compelidos ao pagamento integral


das verbas rescisórias em primeira audiência sob as cominações do artigo 467 da CLT, pleiteando-
se o abatimento dos valores já pagos a esse título.

E também compelidos ao recolhimento do FGTS, sendo (8%) de todo o período


contratual; Comprovação dos depósitos fundiários mês a mês, sob pena do art. 400 do CPC e de
execução direta pelo equivalente a 8% da última remuneração, multiplicado pelo número de meses
em que perdurou o contrato de trabalho (Resolução MTPS/CCFGTS NR. 28, de 06/02/91).
_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
5

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 5
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 7

_______________________________________________________________________________________
O reclamante não recebeu as verbas rescisórias até o presente momento,
portanto, faz jus ao pagamento do aviso prévio, 13º salário proporcional, férias proporcionais
acrescidas do terço constitucional e liberação da documentação para o recebimento do FGTS com
multa de 40%.

- MULTA DO ARTIGO 477 E 467 DA CLT

Rompido o contrato - qualquer que seja a causa - e havendo créditos do


empregado (salários, aviso prévio, indenização de férias, etc.) a liquidação da dívida empresarial
deverá ocorrer no dia seguinte (§ 6º, "a") ou se não tiver sido dado o aviso prévio, até o décimo
dia (§ 6, "b"), caso também válido quando houver aviso prévio indenizado.

Por consequência, não tendo os reclamados efetuado o pagamento das


verbas rescisórias até a presente data, estes extrapolaram o prazo de que trata parágrafo 6º do
artigo 477 da CLT.

Assim, requer-se a condenação dos reclamados no pagamento da multa


estipulada pela CLT, prevista em uma remuneração mensal, devido ao atraso no pagamento das
verbas rescisórias relativas aos meses laborados sem registro.

Ainda, tendo em vista o não pagamento das verbas rescisórias devidas, os


reclamados deverão, na data do comparecimento à Justiça do Trabalho, quitar as verbas
incontroversas, sob pena de serem acrescidas de 50% (cinquenta por cento), conforme o art.
467 da CLT.

De tal modo, requer-se a condenação dos reclamados no pagamento da


multa estipulada pela CLT, prevista em uma remuneração mensal, devido ao atraso no
pagamento das verbas rescisórias relativas aos meses laborados sem registro.

- SEGURO-DESEMPREGO

O reclamante preenche os requisitos legais para auferir os benefícios do seguro


desemprego previsto no parágrafo 2º, I, do art. 2º da Lei nº. 8.900/94. Pelo exposto, e com
amparo no Art. 159 do CCB, requer-se a condenação dos reclamados ao pagamento diretamente
ao autor do seguro desemprego, em valor equivalente a 5 (cinco) parcelas a que tem direito,
apuráveis conforme determinação legal, tendo como base de cálculo a maior remuneração do
autor em razão do cômputo da correta remuneração.

Apenas a título de argumentação, caso seja entendimento diverso de V. Exa.


quanto ao pagamento do benefício diretamente pelos reclamados, alternativamente requer-se seja
determinado que os mesmos forneçam ao reclamante as guias para que este se habilite na
percepção do benefício previdenciário.
_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
6

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 6
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 8

_______________________________________________________________________________________
– ATIVIDADES EM CONDIÇÕES INSALUBRES

O reclamante exerce a função de operador de máquina, tendo que trabalhar em


ambiente com poeira e ruído excessivo, inalando habitualmente materiais nocivos a sua saúde,
entretanto, a reclamada nunca lhe forneceu os Equipamentos de Proteção Individual (máscaras
semifaciais e protetor auricular), necessários para o exercício de sua atividade, devendo, por tanto,
o mesmo receber a insalubridade devida, neste sentido:

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. AMBIENTE DE TRABALHO COM POEIRA


SUSPENSA. INALAÇÃO HABITUAL DO MATERIAL NOCIVO À SAÚDE. AUSÊNCIA
DE COMPROVAÇÃO DE FORNECIMENTO E USO DAS MÁSCARAS NECESSÁRIAS
AO EXERCÍCIO DA ATIVIDADE DE OLEIRO. (...) 2. ADICIONAL DE
INSALUBRIDADE. EXPOSIÇÃO EXCESSIVA AO CALOR E UMIDADE. O egrégio
Colegiado Regional manteve a r. sentença que condenou a reclamada ao
pagamento do adicional de insalubridade, porquanto as atividades
desempenhadas pelo autor em exposição ao calor solar e a umidade
demonstram ambiente insalubre. Nessa esteira, constatasse que a decisão foi
proferida em consonância com os artigos 190 e 195 da CLT e da Orientação
Jurisprudencial nº 4 da SBDI-1, pois o trabalho nessas condições foi apurado
por meio de laudo pericial e encontra-se classificado tanto no anexo 3 (que
trata dos limites de tolerância para exposição ao calor) quanto no anexo 10 da
NR-15 da Portaria n.º 3.214/78. Recurso de revista não conhecido. (...). - (TST-
RR-204500- 44.2005.5.09.0562, Rel. Min. Caputo Bastos, 2ª Turma, DJ de
19/12/11).

Não obstante, o ruído excessivo ocorria haja vista as maquinas que funcionavam
permanentemente no local de trabalho.

Assim o mesmo necessitava de um esforço sobre humano para poder suportar a


poeira e todo o ruído, o que acaba comprometendo a saúde, a qualidade de vida, a segurança e
também a produtividade do Reclamante em seu trabalho.

A respeito do tema, a CF em seu artigo 7º, incisos XXII e XXIII, assegura:

Art. 7º. São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que
visem à melhoria de sua condição social:

XXII – redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde,
higiene e segurança;

XXIII – adicional de remuneração para as atividades penosas, insalubres ou


perigosas, na forma da lei;
_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
7

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 7
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 9

_______________________________________________________________________________________
Conforme preconiza o art. 192, da CLT, as atividades ou operações insalubres,
provenientes de agentes químicos, físicos ou biológicos, autorizam o pagamento do adicional de
insalubridade, conforme o grau.

O trabalho em condições insalubres, ainda que intermitente, envolve maior


perigo à saúde do trabalhador e, por isso mesmo, o trabalhador teria direito ao adicional,
conforme entendimento da Súmula n. 47, do TST. Portanto, plenamente possível à aplicação do
adicional de insalubridade ao Reclamante, conforme entendimento jurisprudencial do TST, que
segue:

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. EXPOSIÇÃO A CALOR EXCESSIVO. LAUDO


PERICIAL. ATIVIDADE RURAL. O acórdão recorrido está em sintonia com a
iterativa e notória jurisprudência desta Corte Superior. Uma vez comprovada,
mediante perícia técnica, a submissão do trabalhador a atividade insalubre
decorrente da exposição ao fator calor, nos termos da NR 15, Anexo 3, do
Ministério do Trabalho, deve ser pago o adicional de insalubridade, sendo
irrelevante o fato de a alta temperatura decorrer do contato com a luz solar.
Precedentes. Incidência da Súmula nº 333 do TST. (PROCESSO Nº TST-RR-
68400-69.2007.5.15.0134. Rel. Pedro Paulo Manus. J. 27.06.2012).

(...) 2. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. EXPOSIÇÃO EXCESSIVA AO CALOR E


UMIDADE. O egrégio Colegiado Regional manteve a r. sentença que condenou
a reclamada ao pagamento do adicional de insalubridade, porquanto as
atividades desempenhadas pelo autor em exposição ao calor solar e a umidade
demonstram ambiente insalubre. Nessa esteira, constatasse que a decisão foi
proferida em consonância com os artigos 190 e 195 da CLT e da Orientação
Jurisprudencial nº 4 da SBDI-1, pois o trabalho nessas condições foi apurado
por meio de laudo pericial e encontra-se classificado tanto no anexo 3 (que
trata dos limites de tolerância para exposição ao calor) quanto no anexo 10 da
NR-15 da Portaria n.º 3.214/78. Recurso de revista não conhecido. (...). - (TST-
RR-204500- 44.2005.5.09.0562, Rel. Min. Caputo Bastos, 2ª Turma, DJ de
19/12/11).

Com isso, o adicional de insalubridade deve integrar a remuneração do


reclamante durante todo o contrato de trabalho, para todos os efeitos legais, refletindo em todas
as verbas salariais, Férias, Décimos Terceiros Salários, Descanso Semanal Remunerado, para fins de
cálculos do FGTS, e tudo o mais que for de direito, tudo devidamente atualizado monetariamente
e com incidência de juros legais, como assim é de direito.

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
8

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 8
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 10

_______________________________________________________________________________________
Desta forma, requer seja reconhecido o direito do eeclamante em perceber o
adicional de insalubridade, pelos motivos já destacados, no grau máximo de 40% (quarenta por
cento).

- FGTS E MULTA

Durante o período em que o reclamante laborou sem registro em sua CTPS não
foi efetuado deposito nem indenizado o valor devido a título de FGTS.

Portanto, deverão os reclamados serem condenados a depositar em conta


vinculada do reclamante os valores que deixaram de depositar a título de FGTS, referente ao
período laborado, ou então comprovarem nos autos o recolhimento integral dos valores sob pena
de execução direta pelo equivalente a 11,2% da última remuneração, multiplicado pelo número de
meses em que perdurou o contrato de trabalho, conforme Resolução MTPS/CCFGTS n. 28, de
06/02/91.

Dessa forma é devido o pagamento de:

FGTS (8%) sobre a remuneração paga durante o contrato;

FGTS (8%) sobre todas as parcelas ora postuladas;

Multa rescisória sobre todo o FGTS postulado.

- CONTRIBUIÇOES PREVIDENCIÁRIAS E FISCAIS

Em razão de eventual determinação de recolhimentos de contribuições


previdenciárias e fiscais estas deverão ser integralmente suportadas pelos reclamados, por
incidência do Art. 159 do CCB, considerando que se os pagamentos tivessem sido realizados na
época oportuna, o reclamante já teria contribuído para a Previdência de acordo com seu limite, e
estaria isenta no que se refere aos recolhimentos fiscais.

- DANO MORAL

Como mencionado anteriormente o reclamante por diversas vezes, recebeu


tratamento indigno, tendo a sua honra desrespeitada por ato de abuso de poder dos reclamados.

Sem anotação em sua CTPS, e diante do atraso em seu pagamento o


reclamante ficou marginalizado na sociedade. Não pode quitar suas contas nem prover o sustento
de sua família, causando prejuízos nefastos na vida social do trabalhador, assim como transtornos
financeiros e constrangimentos, que acabam por afetar, indubitavelmente, a higidez psíquica, a
honra e a dignidade da pessoa humana. Isso porque o salário é o resultado da alienação da força
de trabalho, o único bem de que a maioria dos trabalhadores dispõe para garantir a sobrevivência.
_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
9

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 9
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 11

_______________________________________________________________________________________
Essa é a razão pela qual a Constituição Federal trata a proteção do salário como direito
fundamental e considera criminosa a sua retenção dolosa (art. 7º, X).

A jurisprudência é majoritária no sentido de que os atrasos no salário do


trabalhador acarretam-lhe os já mencionados prejuízos à sua honra e transtornos de ordem
psíquica, ensejando a indenização por danos extrapatrimoniais. Nessa linha, os seguintes arestos:

"INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. ATRASO NO PAGAMENTO DE SALÁRIOS.


CABIMENTO. É inegável que o atraso dos salários traz prejuízos ao trabalhador,
que depende de sua remuneração para garantir o pagamento daquelas
despesas essenciais de seu orçamento pessoal e familiar, bem como da própria
alimentação. Ao atrasar o pagamento dos salários em sentido amplo, a empresa
causa grande constrangimento ao empregado, que depende do salário para sua
subsistência e de sua família. Demonstrada a mora salarial, fica caracterizado o
dano moral, o que merece reparação. Recurso da reclamante a que se dá
provimento. (TRT-PR-21558-2008-010-09-00-2-ACO-47268-2013 - 2A. TURMA.
Relator: CÁSSIO COLOMBO FILHO. Publicado no DEJT em 26-11-2013).

ATRASO NO PAGAMENTO DOS SALÁRIOS E DAS VERBAS RESCISÓRIAS. DANO


MORAL. CONFIGURAÇÃO. Esta C. 4ª Turma, com a nova composição, passou a
entender que o atraso na quitação dos salários e das demais verbas, acarreta
dano presumível ao obreiro, posto que os prejuízos sofrido são previsíveis, uma
vez que ele depende do salário mensal para fazer frente às suas despesas
essenciais, relativas ao seu orçamento pessoal e familiar. Assim, comprovado o
atraso no pagamento dos salários e das verbas rescisórias, resta caracterizado o
dano moral. Incidência do inciso I da OJ nº 59 desta C. 4ª Turma. (TRT-PR-
05835-2011-513-09-00-5-ACO-26468-2013 - 4A. TURMA. Relator: LUIZ CELSO
NAPP. Publicado no DEJT em 02-07-2013).

O entendimento adotado pelos Tribunais é no sentido de que o atraso no


pagamento de salários, são circunstâncias que autorizam a condenação no pagamento de
indenização por danos morais, conforme se observa no voto proferido pelo Exmo. Desembargador
RICARDO TADEU MARQUES DA FONSECA, autos RO 01925-2011-195-09-00-5, publicado em
16/04/2013.

Assim, é certo que a conduta dos reclamados atingiu a higidez psíquica, a honra
e a dignidade do reclamante, na medida em que lhe causou transtornos financeiros que
prejudicaram o seu sustento e de sua família, restando caracterizado o dano moral, que merece a
devida reparação.

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
10

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 10
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 12

_______________________________________________________________________________________
- FORMA DE CÁLCULO

Para apuração dos possíveis créditos devidos a reclamante, requer:

Aplicação dos instrumentos normativos abrangentes a reclamante; base de


cálculo apuradas pela remuneração global do mesmo, somados aos pleiteados na presente ação e
demais parcelas de natureza salarial.

Deferimento das parcelas salariais com acréscimo de 50%, nos termos do art.
467 da CLT, e base de cálculo sobre o conjunto remuneratório e seus reflexos.

Que os valores devidos sejam atualizados pelos coeficientes de atualização


monetária do E. TRT da Nona Região, índices do mês do fato gerador, e posteriormente apurados
em regular liquidação de sentença, descontando-se os valores eventualmente e comprovadamente
pagos sob os mesmos títulos.

Ainda que seja isento o reclamante de todos e quaisquer descontos de toda e


qualquer natureza, em especial dos valores de previdência social e imposto de renda.

- PEDIDOS

Diante do exposto, visando à reparação da lesão dos seus direitos, com fulcro
no art. 5º, inciso XXXV, da Carta Magna e demais disposições Celetistas e Convencionais, vem
pugnar pelo pagamento das seguintes verbas, seus reflexões e extensões, tudo pleiteado mês a
mês, com atualização na forma legal:

a) - ANOTAÇÃO CTPS - sejam os reclamados compelidos a anotar na CTPS as


datas de admissão, demissão (01/04/2017 a 27/02/2019), e os demais registros de praxe, caso
assim não procedam requer-se aplicação do contido nos artigos 39 e seus parágrafos da CLT, bem
como, tendo em vista o contido na Lei 9983 de 14/07/2000, seja oficiado o Ministério Público para
abertura de ação criminal contra os reclamados por não ter procedido o registro na CTPS do
reclamante;
b) - HORAS EXTRAS – excedentes da 8ª diária e 44ª semanal, com acréscimo de
50% e 100%. Para base de cálculo deve ser observado o entendimento cristalizado no Enunciado
264 do C. TST, ou seja, após a integração das parcelas salariais postuladas na presente reclamação,
R$ 3.312,16;
c) - HORAS EXTRAS/ REFLEXOS – a média das horas extras deverá integrar o
salário da reclamante para todos os efeitos legais, gerando reflexos em férias + 1/3, 13º salário,
aviso prévio, FGTS + 40%, R$ 1.540,15;

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
11

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 11
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 13

_______________________________________________________________________________________
d) - REPOUSOS SEMANAIS REMUNERADOS – pagamento do RSR sobre todo
o período contratual, com incidência inclusive sobre as horas extras postuladas, e com estas em
férias + 1/3, 13º salário, FGTS e aviso prévio, R$ 19.120,00;
e) 13º SALÁRIO - pagamento do 13º salário referente a todo o período
laborado, em primeira audiência, sob as cominações do artigo 467 da CLT, R$ 2.814,55;
f) - FÉRIAS + TERÇO CONSTITUCIONAL – pagamento das férias não
usufruídas referentes aos períodos aquisitivos em dobro e acrescidas de 1/3 legal, R$ 2.516,00;
g) - MULTA DO ARTIGO 467 e 477 DA CLT - o pagamento das verbas
incontroversas em primeira audiência, sob pena de serem acrescidas de 50%, em conformidade
com art. 467 da CLT, bem como a condenação da reclamada no pagamento da multa estipulada
pela CLT, prevista em uma remuneração mensal, devido ao atraso no pagamento das verbas
rescisórias relativas aos meses laborados, R$ 2.612,00;
h) - FGTS (8% + 40%) - sobre todas as verbas supra postuladas em relação ao
período laborado, comprovação dos depósitos fundiários mês a mês, sob pena do art. 359 do
C.P.C. e de execução direta pelo equivalente a 8% da última remuneração, multiplicado pelo
número de meses em que perdurou o contrato de trabalho (Resolução MTPS/CCFGTS NR. 28, de
06/02/91), acrescido da multa de 40% (quarenta por cento) ante a falta de registro, R$ 3.360,00;
i) - AVISO PRÉVIO - a condenação da reclamada, ao pagamento do aviso
prévio ao reclamante em ambos os contratos de trabalho, além dos reflexos e integrações em
férias, 1/3 constitucional, 13º salários, RSR, FGTS e multa de 40%, tudo atualizado na forma da lei,
R$ 1.815.16;
j) - SEGURO-DESEMPREGO - condenação dos reclamada ao pagamento
diretamente ao autor do seguro desemprego, em valor equivalente a 5 (cinco) parcelas a que tem
direito, apuráveis conforme determinação legal, tendo como base de cálculo a maior remuneração
do autor, caso seja entendimento diverso de V. Exa. quanto ao pagamento do benefício
diretamente pela Reclamada, alternativamente requer-se seja determinado que a reclamada
forneça ao reclamante as guias para que esta se habilite na percepção do benefício previdenciário,
R$ 4.990,00;
k) - INSALUBRIDADE - Adicional de Insalubridade de 40% decorrente do
desenvolvimento de atividades insalubres, conforme exposto, R$ 15.118,19;
l) - DANO MORAL - seja fixada uma indenização equivalente a 05 vezes o
ultimo salario contratual do ofendido, nos termos do § 1º, II, do artigo 223-G da CLT, R$ 6.000,00;
m) - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS – pagamento de honorários advocatícios
e sucumbenciais, no importe de 15% do valor que resulta a liquidação, à luz do art. 791-A da CLT,
R$ 6.614,59;

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
12

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 12
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 14

_______________________________________________________________________________________
n) JUSTIÇA GRATUITA – declaração em sentença da concessão dos benefícios
da Justiça Gratuita especificamente para liberação das custas processuais, nos termos da Lei nº
1.060/50, com as alterações introduzidas pela Lei nº 7.510/86;
o) JUROS E CORREÇÃO MONETÁRIA - sobre todos os pedidos da presente, na
forma da Lei.
REQUER AINDA, que os valores decorrentes dos pedidos acima sejam apurados
em regular liquidação de sentença, descontando-se os valores eventualmente e comprovadamente
pagos sob os mesmos títulos.

– REQUERIMENTOS FINAIS

Requer-se ao final, digne-se Vossa Excelência em:

1 - Receber a presente reclamação trabalhista e mandar notificar os reclamados,


no endereço descrito no preâmbulo, para que compareçam à audiência designada e, querendo,
apresente sua defesa, sob pena de revelia;

2 – a expedição de ofícios ao INSS, e Ministério Público do Trabalho,


denunciando as irregularidades apontadas e apuradas, para as sanções administrativas cabíveis;

3 - determinar que os reclamados juntem na audiência inicial todas as fichas


e/ou cartões de ponto e recibos de pagamento do reclamante, nos termos do artigo 396 do CPC,
sob pena de aplicação do que determina os incisos I e II do artigo 400 do CPC, bem como a
aplicação das disposições contidas nos artigos 467, 830 e 844 da CLT;

4 - seja a presente Reclamatória julgada totalmente procedente, condenando-


se os reclamados ao pagamento de todas as verbas pleiteadas, com a devida atualização
monetária, juros, honorários advocatícios, custas processuais e demais cominações legais.

Pretende provar o alegado por produção de todas as provas em direito


admitidas, especialmente oitiva de testemunhas e depoimento pessoal da parte reclamada, sob
pena de confissão, sem prejuízo a outras eventualmente cabíveis.

Dá-se a presente o valor de R$ 50.711,92 (cinquenta mil setecentos e onze


reais e noventa e dois centavos), tanto para fins de alçada, quanto para estabelecimento do rito
processual.

Termos em que, pede deferimento.

MARCELO APARECIDO URBANO


OAB-PR 57.530

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
13

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710532783900000050974913
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. b4e0a1d - Pág. 13
Número do documento: 19022710532783900000050974913
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 15

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710541742100000050975009
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. d54de77 - Pág. 1
Número do documento: 19022710541742100000050975009
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 16

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710543190600000050975035
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 2999507 - Pág. 1
Número do documento: 19022710543190600000050975035
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 17

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710543735400000050975048
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 076971f - Pág. 1
Número do documento: 19022710543735400000050975048
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 18

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710543735400000050975048
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 076971f - Pág. 2
Número do documento: 19022710543735400000050975048
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 19

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710545308700000050975075
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 2c59cd6 - Pág. 1
Número do documento: 19022710545308700000050975075
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 20

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710545951700000050975089
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 8fdd07e - Pág. 1
Número do documento: 19022710545951700000050975089
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 21

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710550961000000050975103
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 30dd419 - Pág. 1
Número do documento: 19022710550961000000050975103
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 22

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710551831300000050975115
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 8a07218 - Pág. 1
Número do documento: 19022710551831300000050975115
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 23

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710552099200000050975122
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 6abbb29 - Pág. 1
Número do documento: 19022710552099200000050975122
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 24

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710553359100000050975148
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. f537b1b - Pág. 1
Número do documento: 19022710553359100000050975148
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 25

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022710554687400000050975169
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. f11cfee - Pág. 1
Número do documento: 19022710554687400000050975169
Data de Juntada: 27/02/2019 10:56
Fls.: 26

Documento assinado pelo Shodo

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO
VARA DO TRABALHO DE IVAIPORÃ
RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073
AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR
VUJANSKI, CLAUDIO VUJANSKI

CONCLUSÃO

Nesta data, faço os presentes autos conclusos ao MM. Juiz do Trabalho desta Vara, em razão
de sua autuação.

Ivaiporã, 27/02/2019

ANDRE YUDI HASHIMOTO HIRATA

DESPACHO

Considerando que os endereços das partes reclamadas indicados na inicial são incompletos e
dificultam suas localizações, deverá a parte autora, no prazo de 15 (quinze), trazer aos autos
dados que viabilizem as notificações, tais como pontos de referência, croquis, contato
telefônico, entre outros.

IVAIPORA, 27 de Fevereiro de 2019

CICERO CIRO SIMONINI JUNIOR


Juiz Titular de Vara do Trabalho

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: CICERO CIRO SIMONINI JUNIOR


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022711442353900000050979937
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 3616125 - Pág. 1
Número do documento: 19022711442353900000050979937
Data de Juntada: 27/02/2019 15:50
Fls.: 27

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO
VARA DO TRABALHO DE IVAIPORÃ
RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073
AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR
VUJANSKI, CLAUDIO VUJANSKI

CONCLUSÃO

Nesta data, faço os presentes autos conclusos ao MM. Juiz do Trabalho desta Vara, em razão
de sua autuação.

Ivaiporã, 27/02/2019

ANDRE YUDI HASHIMOTO HIRATA

DESPACHO

Considerando que os endereços das partes reclamadas indicados na inicial são incompletos e
dificultam suas localizações, deverá a parte autora, no prazo de 15 (quinze), trazer aos autos
dados que viabilizem as notificações, tais como pontos de referência, croquis, contato
telefônico, entre outros.

IVAIPORA, 27 de Fevereiro de 2019

CICERO CIRO SIMONINI JUNIOR


Juiz Titular de Vara do Trabalho

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: CICERO CIRO SIMONINI JUNIOR


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19022715501544400000051001041
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. c47f0a1 - Pág. 1
Número do documento: 19022715501544400000051001041
Data de Juntada: 27/02/2019 15:50
Fls.: 28

_______________________________________________________________________________________

MMº Juiz,

Em atenção ao último despacho, informa o reclamante abaixo como chegar na


sede dos reclamados, onde todos podem ser intimados, e também apresenta em anexo croqui
ilustrativo:

SEGUE DE MANOEL RIBAS SENTIDO NOVA TEBAS, PASSA A VILA NOVA


DOS ALEMÃES, PASSA O RIO CORUMBATAÍ, A DIREITA TEM UMA PLACA INDICANDO A
ESTAÇÃO ECOLOGIA JOÃO DASKO, ENTRA A DIREITA SENTIDO A ESTAÇÃO, DOIS KM
DEPOIS TEM OUTRA PLACA DA MESMA ESTAÇÃO ECOLÓGICA JOÃO DASKO, ENTRA A
DIREITA NOVAMENTE SENTIDO E ESTAÇÃO, 1 KM DEPOIS ENTRA A ESQUERDA SAINDO NA
FÁBRICA DOS REQUERIDOS.

Croqui anexo.

Requerendo assim, a designação de audiência de conciliação.

Termos em que pede deferimento.

MARCELO APARECIDO URBANO


OAB-PR 57.530

_______________________________________________________________________________________
Av. Sete de Setembro, 1400 – Centro – Manoel Ribas – Paraná – CEP: 85.260-000
E-mail: urbanoadv@terra.com.br
1

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19030114114365100000051130607
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. fd7ba59 - Pág. 1
Número do documento: 19030114114365100000051130607
Data de Juntada: 01/03/2019 14:12
Fls.: 29

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: MARCELO APARECIDO URBANO


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19030114122255500000051130651
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. fe70b1f - Pág. 1
Número do documento: 19030114122255500000051130651
Data de Juntada: 01/03/2019 14:12
Fls.: 30

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO
VARA DO TRABALHO DE IVAIPORÃ
RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073
AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR
VUJANSKI, CLAUDIO VUJANSKI

CONCLUSÃO

Nesta data, faço os presentes autos conclusos ao MM. Juiz do Trabalho desta Vara, em razão
da petição ID. fd7ba59.

Ivaiporã, 11/03/2019

MARIANA CAMPELO RODRIGUES

Analista Judiciária

DESPACHO

Designe-se audiência INICIAL, com as cominações de praxe. Intime-se a autora, por intermédio
de seu procurador, e notifiquem-se os reclamados, no endereço constante na petição de fls.
28/29, devendo o oficial de justiça observar as informações fornecidas pela parte autora.

IVAIPORA, 11 de Março de 2019

CICERO CIRO SIMONINI JUNIOR


Juiz Titular de Vara do Trabalho

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: CICERO CIRO SIMONINI JUNIOR


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19031109335246500000051484725
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 39a9745 - Pág. 1
Número do documento: 19031109335246500000051484725
Data de Juntada: 11/03/2019 18:00
Fls.: 31

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL


Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região
Vara do Trabalho de Ivaiporã
Avenida Brasil, 345, Centro, Ivaiporã-PR - CEP: 86870-000
(43) 3471-1500 - e-mail: vdt01ivp@trt9.jus.br

Processo: 0000130-27.2019.5.09.0073

Autor: ADRIANO MACHADO

Réu: NEWTON VUJANSKI - ME e outros (3)

Destinatário: ADRIANO MACHADO

Fica(m) a(s) parte(s) autora(s) intimada(s) através de seu(sua) advogado(a) acima referido(a),
para ciência da audiência designada:

T i p o : I n i c i a l
D a t a : 2 4 / 0 4 / 2 0 1 9
H o r a : 1 5 : 1 0
Local: VARA ITINERANTE DE PITANGA, situada na Avenida Interventor Manoel Ribas, 420,
Centro, Pitanga/PR, Fone (43) 3471-1500.

Deverá(ão) o(s) destinatário(s) desta intimação atentar para o disposto na Lei 11.419/06, bem
como a regulamentação das Resoluções N.ºs 94/2012 e 128/2013 do CSJT, do Ato Conjunto
TST.CSJT.GP nº 15/2008.

Ivaiporã, 21 de Março de 2019.

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455524500000052157236
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. cdd4c12 - Pág. 1
Número do documento: 19032114455524500000052157236
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 32

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL


Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região
Vara do Trabalho de Ivaiporã / Vara Itinerante de Pitanga
Avenida Brasil, 345, Centro, Ivaiporã-PR - CEP: 86870-000
(43) 3471-1500 - e-mail: vdt01ivp@trt9.jus.br

Destinatário: NEWTON VUJANSKI - ME


85250-000 - Localidade rural de Barreirinho de Baixo, sn - zona rural - NOVA TEBAS - PARANÁ

OBS: INFORMAÇÕES DA PARTE AUTORA:SEGUE DE MANOEL RIBAS


SENTIDO NOVA TEBAS, PASSA A VILA NOVA DOS ALEMÃES, PASSA O RIO
CORUMBATAÍ, A DIREITA TEM UMA PLACA INDICANDO A ESTAÇÃO
ECOLOGIA JOÃO DASKO, ENTRA A DIREITA SENTIDO A ESTAÇÃO, DOIS KM
DEPOIS TEM OUTRA PLACA DA MESMA ESTAÇÃO ECOLÓGICA JOÃO
DASKO, ENTRA A DIREITA NOVAMENTE SENTIDO E ESTAÇÃO, 1 KM
DEPOIS ENTRA A ESQUERDA SAINDO NA FÁBRICA DOS REQUERIDOS.

Processo: 0000130-27.2019.5.09.0073

AUTOR: ADRIANO MACHADO


RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

NOTIFICAÇÃO DE AUDIÊNCIA - VARA ITINERANTE DE PITANGA

Fica o DESTINATÁRIO deste aviso judicial CITADO como PARTE RÉ da propositura desta ação trabalhista e de que deverá
comparecer na audiência INAUGURAL abaixo designada, pessoalmente ou por meio de um preposto que tenha conhecimento dos
fatos e cujas declarações obrigarão o proponente (Art. 843 da CLT).

dia 24/04/2019 15:10, na VARA ITINERANTE DE PITANGA,


A audiência será INICIAL e ocorrerá no
situada na Avenida Interventor Manoel Ribas, 420, Centro, Pitanga/PR, Fone (43) 3471-1500.

A audiência tem como propósito principal a conciliação das partes (Art. 845 da CLT). Por essa razão, o RÉU poderá trazer, no dia
da audiência, os documentos relativos ao contrato de trabalho que possam contribuir para a conciliação. O não comparecimento do
RÉU na audiência importará REVELIA e CONFISSÃO quanto à matéria de fato (Art. 844 da CLT).

O processo tramitará exclusivamente pelo SISTEMA PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO DA JUSTIÇA DO


TRABALHO (PJe-JT) regulamentado pela Resolução nº 94 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

Desse modo, se não houver acordo no dia da audiência, o RÉU terá o prazo de 10 (dez) dias para apresentar contestação e todos os
documentos em meio eletrônico oficial. No caso das Pessoas Jurídicas de Direito Público, o prazo para resposta será contado em
quádruplo (Decreto Lei 779/1969, Art. 1º. Inciso II). Não se admitirá a apresentação de contestação ou documentos por meio de
dispositivos móveis (e.g. pendrives, CDs, DVDs ou cartões de memória).

A arguição de exceção de incompetência em razão do lugar deverá ser apresentada no prazo de 05 (cinco) dias a contar do
recebimento desta notificação, antes da audiência inaugural, em meio eletrônico oficial.

A petição inicial apresentada pela parte autora está disponível para visualização e impressão no sítio oficial do TRT-9 na internet
<http://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam>, por meio da respectiva chave de acesso abaixo
impressa. Caso a parte ré não disponha de equipamento com acesso à internet, deverá verificar o conteúdo da petição inicial nesta
Unidade Judiciária.

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455540800000052157237
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 02957ac - Pág. 1
Número do documento: 19032114455540800000052157237
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 33

CHAVE DE ACESSO - PETIÇÃO INICIAL:19022710532783900000050974913

Via Oficial de Justiça

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455540800000052157237
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 02957ac - Pág. 2
Número do documento: 19032114455540800000052157237
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 34

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL


Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região
Vara do Trabalho de Ivaiporã / Vara Itinerante de Pitanga
Avenida Brasil, 345, Centro, Ivaiporã-PR - CEP: 86870-000
(43) 3471-1500 - e-mail: vdt01ivp@trt9.jus.br

Destinatário: NEWTON VUJANSKI


85250-000 - LOCALIDADE RURAL DE BARREIRINHO DE BAIXO, S/N - ZONA RURAL -
NOVA TEBAS - PARANÁ

OBS: INFORMAÇÕES DA PARTE AUTORA:SEGUE DE MANOEL RIBAS


SENTIDO NOVA TEBAS, PASSA A VILA NOVA DOS ALEMÃES, PASSA O RIO
CORUMBATAÍ, A DIREITA TEM UMA PLACA INDICANDO A ESTAÇÃO
ECOLOGIA JOÃO DASKO, ENTRA A DIREITA SENTIDO A ESTAÇÃO, DOIS KM
DEPOIS TEM OUTRA PLACA DA MESMA ESTAÇÃO ECOLÓGICA JOÃO
DASKO, ENTRA A DIREITA NOVAMENTE SENTIDO E ESTAÇÃO, 1 KM
DEPOIS ENTRA A ESQUERDA SAINDO NA FÁBRICA DOS REQUERIDOS.

Processo: 0000130-27.2019.5.09.0073

AUTOR: ADRIANO MACHADO


RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

NOTIFICAÇÃO DE AUDIÊNCIA - VARA ITINERANTE DE PITANGA

Fica o DESTINATÁRIO deste aviso judicial CITADO como PARTE RÉ da propositura desta ação trabalhista e de que deverá
comparecer na audiência INAUGURAL abaixo designada, pessoalmente ou por meio de um preposto que tenha conhecimento dos
fatos e cujas declarações obrigarão o proponente (Art. 843 da CLT).

dia 24/04/2019 15:10, na VARA ITINERANTE DE PITANGA,


A audiência será INICIAL e ocorrerá no
situada na Avenida Interventor Manoel Ribas, 420, Centro, Pitanga/PR, Fone (43) 3471-1500.

A audiência tem como propósito principal a conciliação das partes (Art. 845 da CLT). Por essa razão, o RÉU poderá trazer, no dia
da audiência, os documentos relativos ao contrato de trabalho que possam contribuir para a conciliação. O não comparecimento do
RÉU na audiência importará REVELIA e CONFISSÃO quanto à matéria de fato (Art. 844 da CLT).

O processo tramitará exclusivamente pelo SISTEMA PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO DA JUSTIÇA DO


TRABALHO (PJe-JT) regulamentado pela Resolução nº 94 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

Desse modo, se não houver acordo no dia da audiência, o RÉU terá o prazo de 10 (dez) dias para apresentar contestação e todos os
documentos em meio eletrônico oficial. No caso das Pessoas Jurídicas de Direito Público, o prazo para resposta será contado em
quádruplo (Decreto Lei 779/1969, Art. 1º. Inciso II). Não se admitirá a apresentação de contestação ou documentos por meio de
dispositivos móveis (e.g. pendrives, CDs, DVDs ou cartões de memória).

A arguição de exceção de incompetência em razão do lugar deverá ser apresentada no prazo de 05 (cinco) dias a contar do
recebimento desta notificação, antes da audiência inaugural, em meio eletrônico oficial.

A petição inicial apresentada pela parte autora está disponível para visualização e impressão no sítio oficial do TRT-9 na internet
<http://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam>, por meio da respectiva chave de acesso abaixo
impressa. Caso a parte ré não disponha de equipamento com acesso à internet, deverá verificar o conteúdo da petição inicial nesta
Unidade Judiciária.

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455558200000052157238
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 24c40a7 - Pág. 1
Número do documento: 19032114455558200000052157238
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 35

CHAVE DE ACESSO - PETIÇÃO INICIAL: 190227105327839000000509749133

Via Oficial de Justiça

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455558200000052157238
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 24c40a7 - Pág. 2
Número do documento: 19032114455558200000052157238
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 36

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL


Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região
Vara do Trabalho de Ivaiporã / Vara Itinerante de Pitanga
Avenida Brasil, 345, Centro, Ivaiporã-PR - CEP: 86870-000
(43) 3471-1500 - e-mail: vdt01ivp@trt9.jus.br

Destinatário: CLAUDEMIR VUJANSKI


85250-000 - SITIO DO ALTO, S/N - ZONA RURAL - BARREIRINHO DE BAIXO - NOVA
TEBAS - PARANÁ

OBS: INFORMAÇÕES DA PARTE AUTORA:SEGUE DE MANOEL RIBAS


SENTIDO NOVA TEBAS, PASSA A VILA NOVA DOS ALEMÃES, PASSA O RIO
CORUMBATAÍ, A DIREITA TEM UMA PLACA INDICANDO A ESTAÇÃO
ECOLOGIA JOÃO DASKO, ENTRA A DIREITA SENTIDO A ESTAÇÃO, DOIS KM
DEPOIS TEM OUTRA PLACA DA MESMA ESTAÇÃO ECOLÓGICA JOÃO
DASKO, ENTRA A DIREITA NOVAMENTE SENTIDO E ESTAÇÃO, 1 KM
DEPOIS ENTRA A ESQUERDA SAINDO NA FÁBRICA DOS REQUERIDOS.

Processo: 0000130-27.2019.5.09.0073

AUTOR: ADRIANO MACHADO


RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

NOTIFICAÇÃO DE AUDIÊNCIA - VARA ITINERANTE DE PITANGA

Fica o DESTINATÁRIO deste aviso judicial CITADO como PARTE RÉ da propositura desta ação trabalhista e de que deverá
comparecer na audiência INAUGURAL abaixo designada, pessoalmente ou por meio de um preposto que tenha conhecimento dos
fatos e cujas declarações obrigarão o proponente (Art. 843 da CLT).

dia 24/04/2019 15:10, na VARA ITINERANTE DE PITANGA,


A audiência será INICIAL e ocorrerá no
situada na Avenida Interventor Manoel Ribas, 420, Centro, Pitanga/PR, Fone (43) 3471-1500.

A audiência tem como propósito principal a conciliação das partes (Art. 845 da CLT). Por essa razão, o RÉU poderá trazer, no dia
da audiência, os documentos relativos ao contrato de trabalho que possam contribuir para a conciliação. O não comparecimento do
RÉU na audiência importará REVELIA e CONFISSÃO quanto à matéria de fato (Art. 844 da CLT).

O processo tramitará exclusivamente pelo SISTEMA PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO DA JUSTIÇA DO


TRABALHO (PJe-JT) regulamentado pela Resolução nº 94 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

Desse modo, se não houver acordo no dia da audiência, o RÉU terá o prazo de 10 (dez) dias para apresentar contestação e todos os
documentos em meio eletrônico oficial. No caso das Pessoas Jurídicas de Direito Público, o prazo para resposta será contado em
quádruplo (Decreto Lei 779/1969, Art. 1º. Inciso II). Não se admitirá a apresentação de contestação ou documentos por meio de
dispositivos móveis (e.g. pendrives, CDs, DVDs ou cartões de memória).

A arguição de exceção de incompetência em razão do lugar deverá ser apresentada no prazo de 05 (cinco) dias a contar do
recebimento desta notificação, antes da audiência inaugural, em meio eletrônico oficial.

A petição inicial apresentada pela parte autora está disponível para visualização e impressão no sítio oficial do TRT-9 na internet
<http://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam>, por meio da respectiva chave de acesso abaixo
impressa. Caso a parte ré não disponha de equipamento com acesso à internet, deverá verificar o conteúdo da petição inicial nesta
Unidade Judiciária.

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455576800000052157239
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 6780f13 - Pág. 1
Número do documento: 19032114455576800000052157239
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 37

CHAVE DE ACESSO - PETIÇÃO INICIAL: 19022710532783900000050974913

Via Oficial de Justiça

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455576800000052157239
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 6780f13 - Pág. 2
Número do documento: 19032114455576800000052157239
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 38

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL


Justiça do Trabalho
Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região
Vara do Trabalho de Ivaiporã / Vara Itinerante de Pitanga
Avenida Brasil, 345, Centro, Ivaiporã-PR - CEP: 86870-000
(43) 3471-1500 - e-mail: vdt01ivp@trt9.jus.br

Destinatário: CLAUDIO VUJANSKI


85250-000 - SITIO PADRE CÍCERO, S/N - zona rural - BARREIRINHO DE BAIXO - NOVA
TEBAS - PARANÁ

OBS: INFORMAÇÕES DA PARTE AUTORA:SEGUE DE MANOEL RIBAS


SENTIDO NOVA TEBAS, PASSA A VILA NOVA DOS ALEMÃES, PASSA O RIO
CORUMBATAÍ, A DIREITA TEM UMA PLACA INDICANDO A ESTAÇÃO
ECOLOGIA JOÃO DASKO, ENTRA A DIREITA SENTIDO A ESTAÇÃO, DOIS KM
DEPOIS TEM OUTRA PLACA DA MESMA ESTAÇÃO ECOLÓGICA JOÃO
DASKO, ENTRA A DIREITA NOVAMENTE SENTIDO E ESTAÇÃO, 1 KM
DEPOIS ENTRA A ESQUERDA SAINDO NA FÁBRICA DOS REQUERIDOS.

Processo: 0000130-27.2019.5.09.0073

AUTOR: ADRIANO MACHADO


RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

NOTIFICAÇÃO DE AUDIÊNCIA - VARA ITINERANTE DE PITANGA

Fica o DESTINATÁRIO deste aviso judicial CITADO como PARTE RÉ da propositura desta ação trabalhista e de que deverá
comparecer na audiência INAUGURAL abaixo designada, pessoalmente ou por meio de um preposto que tenha conhecimento dos
fatos e cujas declarações obrigarão o proponente (Art. 843 da CLT).

dia 24/04/2019 15:10, na VARA ITINERANTE DE PITANGA,


A audiência será INICIAL e ocorrerá no
situada na Avenida Interventor Manoel Ribas, 420, Centro, Pitanga/PR, Fone (43) 3471-1500.

A audiência tem como propósito principal a conciliação das partes (Art. 845 da CLT). Por essa razão, o RÉU poderá trazer, no dia
da audiência, os documentos relativos ao contrato de trabalho que possam contribuir para a conciliação. O não comparecimento do
RÉU na audiência importará REVELIA e CONFISSÃO quanto à matéria de fato (Art. 844 da CLT).

O processo tramitará exclusivamente pelo SISTEMA PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO DA JUSTIÇA DO


TRABALHO (PJe-JT) regulamentado pela Resolução nº 94 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

Desse modo, se não houver acordo no dia da audiência, o RÉU terá o prazo de 10 (dez) dias para apresentar contestação e todos os
documentos em meio eletrônico oficial. No caso das Pessoas Jurídicas de Direito Público, o prazo para resposta será contado em
quádruplo (Decreto Lei 779/1969, Art. 1º. Inciso II). Não se admitirá a apresentação de contestação ou documentos por meio de
dispositivos móveis (e.g. pendrives, CDs, DVDs ou cartões de memória).

A arguição de exceção de incompetência em razão do lugar deverá ser apresentada no prazo de 05 (cinco) dias a contar do
recebimento desta notificação, antes da audiência inaugural, em meio eletrônico oficial.

A petição inicial apresentada pela parte autora está disponível para visualização e impressão no sítio oficial do TRT-9 na internet
<http://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam>, por meio da respectiva chave de acesso abaixo
impressa. Caso a parte ré não disponha de equipamento com acesso à internet, deverá verificar o conteúdo da petição inicial nesta
Unidade Judiciária.

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455598000000052157240
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 0a35278 - Pág. 1
Número do documento: 19032114455598000000052157240
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 39

CHAVE DE ACESSO - PETIÇÃO INICIAL: :19022710532783900000050974913

Via Oficial de Justiça

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: LUIZA IZIDORO FURLAN BOZINA


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19032114455598000000052157240
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 0a35278 - Pág. 2
Número do documento: 19032114455598000000052157240
Data de Juntada: 21/03/2019 14:46
Fls.: 40

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

PROCESSO: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073


AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

ID do mandado: 02957ac
Destinatário: NEWTON VUJANSKI - ME.

CERTIDÃO DE DEVOLUÇÃO DE MANDADO

CERTIFICO QUE, em cumprimento ao presente mandado, no dia 10.04.2019 às 16:21h,


procedi à notificação do destinatário NEWTON VUJANSKI -ME, na pessoa do sr Claudemir
Vujanski, fone (42) 42 9819-1871, que tomou ciência do inteiro teor do mandado, recebendo
uma via do mesmo.

, 10 de Abril de 2019

WELINGTON BOBATO ALVES


Oficial de Justiça Avaliador Federal

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: WELINGTON BOBATO ALVES


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19041016300871200000053603657
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 158822e - Pág. 1
Número do documento: 19041016300871200000053603657
Data de Juntada: 10/04/2019 16:32
Fls.: 41

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

PROCESSO: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073


AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

ID do mandado: 24c40a7
Destinatário: NEWTON VUJANSKI.

CERTIDÃO DE DEVOLUÇÃO DE MANDADO

CERTIFICO QUE, em cumprimento ao presente mandado, no dia 10.04.2019 às 16:21h,


procedi à notificação do destinatário NEWTON VUJANSKI, na pessoa do sr Claudemir
Vujanski, fone (42) 42 9819-1871, que tomou ciência do inteiro teor do mandado, recebendo
uma via do mesmo.

, 10 de Abril de 2019

WELINGTON BOBATO ALVES


Oficial de Justiça Avaliador Federal

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: WELINGTON BOBATO ALVES


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19041016323825600000053603719
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. d58e75b - Pág. 1
Número do documento: 19041016323825600000053603719
Data de Juntada: 10/04/2019 16:33
Fls.: 42

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

PROCESSO: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073


AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

ID do mandado: 0a35278
Destinatário: CLAUDIO VUJANSKI.

CERTIDÃO DE DEVOLUÇÃO DE MANDADO

CERTIFICO QUE, em cumprimento ao presente mandado, no dia 10.04.2019 às 16:21h,


procedi à notificação do destinatário CLAUDIO VUJANSKI, na pessoa do sr Claudemir
Vujanski, fone (42) 42 9819-1871, que tomou ciência do inteiro teor do mandado, recebendo
uma via do mesmo.

, 10 de Abril de 2019

WELINGTON BOBATO ALVES


Oficial de Justiça Avaliador Federal

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: WELINGTON BOBATO ALVES


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19041016331282800000053603827
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. ca9f8b7 - Pág. 1
Número do documento: 19041016331282800000053603827
Data de Juntada: 10/04/2019 16:34
Fls.: 43

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA DO TRABALHO
TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

PROCESSO: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073


AUTOR: ADRIANO MACHADO
RÉU: NEWTON VUJANSKI - ME, NEWTON VUJANSKI, CLAUDEMIR VUJANSKI, CLAUDIO
VUJANSKI

ID do mandado: 6780f13
Destinatário: CLAUDEMIR VUJANSKI.

CERTIDÃO DE DEVOLUÇÃO DE MANDADO

CERTIFICO QUE, em cumprimento ao presente mandado, no dia 10.04.2019 às 16:21h,


procedi à notificação do destinatário CLAUDEMIR VUJANSKI, fone (42) 42 9819-1871, que
tomou ciência do inteiro teor do mandado, recebendo uma via do mesmo.

, 10 de Abril de 2019

WELINGTON BOBATO ALVES


Oficial de Justiça Avaliador Federal

Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: WELINGTON BOBATO ALVES


https://pje.trt9.jus.br/primeirograu/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?nd=19041016343123600000053603947
Número do processo: RTOrd 0000130-27.2019.5.09.0073 ID. 45f7903 - Pág. 1
Número do documento: 19041016343123600000053603947
Data de Juntada: 10/04/2019 16:35
SUMÁRIO

Documentos
Id. Data de Documento Tipo
Juntada
b4e0a1d 27/02/2019 Petição Inicial Petição Inicial
10:56
d54de77 27/02/2019 Atestado Médico Atestado Médico
10:56
2999507 27/02/2019 comp. de endereço Documento Diverso
10:56
076971f 27/02/2019 Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) Carteira de Trabalho e Previdência
10:56 Social (CTPS)
2c59cd6 27/02/2019 endereço reclamado Documento Diverso
10:56
8fdd07e 27/02/2019 endereço reclamado Documento Diverso
10:56
30dd419 27/02/2019 endereço reclamado Documento Diverso
10:56
8a07218 27/02/2019 encvaminhamento Documento Diverso
10:56
6abbb29 27/02/2019 Procuração Procuração
10:56
f537b1b 27/02/2019 receituario Documento Diverso
10:56
f11cfee 27/02/2019 doc. pessoal Documento Diverso
10:56
3616125 27/02/2019 Despacho Despacho
15:50
c47f0a1 27/02/2019 Despacho Notificação
15:50
fd7ba59 01/03/2019 indicação de local Manifestação
14:12
fe70b1f 01/03/2019 croqui Documento Diverso
14:12
39a9745 11/03/2019 Despacho Despacho
18:00
cdd4c12 21/03/2019 Intimação Intimação
14:46
02957ac 21/03/2019 Mandado Mandado
14:46
24c40a7 21/03/2019 Mandado Mandado
14:46
6780f13 21/03/2019 Mandado Mandado
14:46
0a35278 21/03/2019 Mandado Mandado
14:46
158822e 10/04/2019 Devolução de mandado de ID 02957ac Certidão
16:32
d58e75b 10/04/2019 Devolução de mandado de ID 24c40a7 Certidão
16:33
ca9f8b7 10/04/2019 Devolução de mandado de ID 0a35278 Certidão
16:34
45f7903 10/04/2019 Devolução de mandado de ID 6780f13 Certidão
16:35

Você também pode gostar