Você está na página 1de 73

Portugueses no Campo de

Concentração Nazis - PIL

Marta Castro nº15 11lh5


Prof. Literatura- Fernanda Freitas

1
Índice
 Ficha da Obra;
 Biobliografia do Autor;
 Resumo da Obra;
 Análise da Obra:
Narrador;
Personagens;
Tempo;
Espaço;
Ação;
 Reflexão;
 Textos Criativos;
 Webgrafia;
 Textos Relativos ao Tema.
2
Ficha da Obra
 Autor: Patrícia Carvalho
 Título: Portugueses nos Campos de Concentração Nazis
 Género: Reportagem
 Edição: 1ª
 Editora: Vogais

3
Biobibliografia do Autor
Patrícia Carvalho nasceu no Porto em 1975. Licenciou-se em
Ciências da Comunicação na Universidade Nova de Lisboa e
foi como estagiária do Jornal de Letras que entrou no
jornalismo. No final do estágio quis regressar a casa e desde
então trabalhou em vários jornais e revistas. É jornalista desde
1997 e trabalha no jornal Público desde 2008.
 “Os portugueses nos campos de concentração” (09-2015)
 “Fátima- Milagre ou construção?” (03-2017)
 “Ainda aqui estou”(10-2018)

4
Resumo da Obra
“A pergunta surgiu depois de uma visita a Auschwitz: seria
possível que, de todos os prisioneiros que por ali passaram, de
tantos países, nenhum fosse português? Em 2013, fomos à
procura da resposta. Durante nove meses, vasculhámos
arquivos, analisámos listas de transporte e registos de
baptismo, percorremos Portugal e visitámos campos de
concentração, bases de dados e familiares de vítimas em
França, Alemanha e Polónia. A resposta está dada: houve
muitos portugueses enviados para os campos de concentração
nazis.”

https://acervo.publico.pt/revista2/portugueses-nos-campos-de-concentracao

5
Análise da Obra - Bernardino e o
“comboio da Morte”
 Narrador: Focalização interna;
Heterodiegético;

 Personagens:
Bernardino da Silva (principal)
Francis Rohmer
Prisioneiro de Riom

6
Análise da Obra
 Tempo: 2 de julho de 1944

 Espaço: Compiégne, França - comboio nº7909

 Acão: Caracterização da viagem pelo “comboio da morte” até


Dachau

7
Reflexão da Obra
Com a leitura deste livro pude perceber um pouco mais sobre
como se sentiam as pessoas sujeitas a estes maus tratos.
Apesar da pouca informação em alguns dos casos
encontrados no livro, podemos perceber da mesma forma que
não seria fácil ter presenciado e sentido “na pele” o que estas
testemunhas sofreram. Os portugueses referidos foram todos
homenageados.
Patrícia Carvalho pôde fazer a pesquisa e contar as suas
histórias neste livro.

8
Textos Criativos
Cerca de 500 portugueses sujeitos a trabalhos forçados nos
campos de concentração Nazi estão agora identificados e vão ser
homenageados, no próximo domingo, em Mauthausen.
A investigação levada a cabo pelo Instituto de História
Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da
Universidade Nova de Lisboa, conta com o apoio do Ministério dos
Negócios Estrangeiros e é financiada pela fundação alemã EVZ
(Erinnerung, Verantwortung, Zukunft – Memória, Responsabilidade
e Futuro). A fundação tem como objetivo a indemnização de
estrangeiros submetidos a trabalhos forçados, que ocuparam o
lugar dos homens mobilizados para as frentes da guerra.

https://observador.pt/2017/05/05/portugueses-escravos-nos-campos-de-concentracao-
homenageados-em-mauthausen/

9
Webgrafia
 https://www.terra.com.br/noticias/mundo/auschwitz-70-anos-depois-so-deus-sabe-
como-sobrevivi,66845b047392b410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html
 https://acervo.publico.pt/revista2/portugueses-nos-campos-de-concentracao
 https://www.wook.pt/livro/portugueses-nos-campos-de-concentracao-nazis-
patricia-carvalho/16782307
 https://www.portoeditora.pt/autor/patricia-carvalho
 https://acervo.publico.pt/revista2/portugueses-nos-campos-de-concentracao
 https://observador.pt/2017/05/05/portugueses-escravos-nos-campos-de-
concentracao-homenageados-em-mauthausen/
 https://acervo.publico.pt/revista2/portugueses-nos-campos-de-
concentracao/comboio-da-morte
 https://www.hardmusica.pt/cultura/museus/37361-comemora-se-neste-27-de-
janeiro-o-dia-internacional-do-holocausto.html

10
Textos Relativos ao Tema
Narewka, 14 de Julho de 1938
Tudo bem?
Comigo está tudo ótimo. Roubei este tempo de meu dia para me dedicar a ti e só a ti. O
Hershel acha que é parvoíce considerar um caderno de linhas um amigo, mas eu não ligo.
Hoje todos nós acordamos muito cedo. Como é Verão, não há escola, então eu e os
meus irmãos ajudámos o nosso pai no campo, enquanto a minha irmã, Hazel, e a minha
mãe ficavam em casa a arrumar. Ao almoço estávamos todos juntos, e o silêncio era algo
que não existia na nossa família. O Tsalig não parava de falar do formigueiro enquanto a
mãe falava sobre pessoas estranhas co o pai.
De tarde, eu e os meninos ficámos livres para brincar para a rua com os nossos
vizinhos. Infelizmente, a Hazel não veio. A mãe acha que uma “moça como ela” não brinca
e sim ajuda em casa. Ás vezes, tenho pena dela.
No final, jantámos todos e fomos dormir,mas eu consegui escapar para te escrever.
Adeus. Teu,
Lieb Leyson

11
Textos Relativos ao Tema

Holocausto

12
Antes de 1933
Primeira Guerra Mundial
Consequências:
•danos catastróficos a nível da propriedade e da indústria;
•morte/ferimento de dezenas de milhões de soldados e civis;
• depressão económica mundial.
28 de junho de 1914
O assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, em Sarajevo, precipita o
início da Primeira Guerra Mundial.

13
Antes de 1933
24 de abril de 1915
Autoridades otomanas prendem líderes arménios em Constantinopla e
deportam-nos para a Ásia Menor, provocando, assim, o começo do
genocídio deste povo.
•Justificação: os revolucionários arménios tinham estabelecido contacto
com o inimigo e preparavam-se para facilitar um desembarque franco-
britânico, de onde as forças da Entente marchariam sobre
Constantinopla.

14
Antes de 1933
Primeira Guerra Mundial
Consequências:
•danos catastróficos a nível da propriedade e da indústria;
•morte/ferimento de dezenas de milhões de soldados e civis;
• depressão económica mundial.
28 de junho de 1914
O assassinato do arquiduque Franz Ferdinand, em Sarajevo, precipita
o início da Primeira Guerra Mundial.

15
Antes de 1933
24 de abril de 1915
Autoridades otomanas prendem líderes arménios em Constantinopla e
deportam-nos para a Ásia Menor, provocando, assim, o começo do
genocídio deste povo.
•Justificação: os revolucionários arménios tinham estabelecido contacto
com o inimigo e preparavam-se para facilitar um desembarque franco-
britânico, de onde as forças da Entente marchariam sobre
Constantinopla.

16
Antes de 1933
1 de julho de 1916
Início da Batalha de Somme, em França.
•Ocorrência das maiores perdas de vida num único dia,
respeitante ao exército britânico.
7 de maio de 1919
O Tratado de Versalhes é apresentado à delegação alemã.
•A Alemanha é forçada a conceder vastos territórios e
colónias e a assumir total responsabilidade da Guerra ficando
limitada em tamanho e armamentos.
Este tratado representou uma das plataformas dos partidos
radicais, como o Nazi de Hitler, com promessas de rearmar e
recuperar o território alemão.

17
Antes de 1933
16 de setembro de 1919
Comentário de Hitler sobre a “Questão Judaica”.
•Judeus: raça e não uma comunidade religiosa: "tuberculose
racial do povo”;
•Meta Inicial: governo alemão com uma legislação
discriminatória contra os judeus;
•Objetivo final: remoção definitiva dos judeus –
desenvolvimento de uma ideologia racista abrangente.

18
Antes de 1933
24 de fevereiro de 1920
Plataforma do Partido Nazi
-Programa dos 25 pontos (declaração oficial dos objetivos do Partido)
- Intenções: segregar os judeus da sociedade “ariana” e revogar os
direitos dos mesmos (nenhum judeu pode ser cidadão).
8/9 de novembro de 1923
Adolf Hitler e o Partido Nazi lideram uma tentativa de derrubar a
República de Weimar (“Putsch da Cervejaria”).
Objetivos:
•tomar o controlo do governo, marchar sobre Berlim e derrubar o
governo federal alemão;
•estabelecer um novo governo onde a cidadania seja baseada na raça.

19
Antes de 1933
27 de fevereiro de 1925
Hitler torna-se líder do Partido Nazi reestabelecido.
•Declara a reformulação do Partido Nazi (NSDAP) consigo mesmo
como líder (Führer), faz esta declaração na cervejaria onde liderou o
golpe contra o governo democraticamente eleito em 1923.

20
Antes de 1933
22 de julho de 1932
•Partido Nazi ganha 230 assentos nas eleições parlamentares alemãs,
tornando-se o maior partido representado.
•As modernas técnicas de propaganda ajudam a impulsionar Hitler a um dos
principais candidatos às eleições.
8 de novembro de 1932
Franklin Roosevelt (1882-1945) é eleito o 32.º Presidente dos Estados
Unidos.
Prioridades:
•colocar os americanos de volta ao trabalho;
•revitalizar a economia.

21
1933 a 1938
30 de janeiro de 1933
- Hitler é nomeado chanceler alemão, tornando-se um
regime em que os cidadãos não tinham os direitos básicos
garantidos;
- Com o nazismo acabou a democracia parlamentar alemã
estabelecida após a Primeira Guerra Mundial;
- No mesmo ano estabeleceu os primeiros campos de
concentração, prendendo oponentes políticos, gays,
negros, Testemunhas de Jeová, pessoas “perigosas”;
- Hitler é nomeado chanceler pelo presidente Paul Von
Hindenburg.

22
1933 a 1938
27 de fevereiro de 1933
- Após o Incêndio no prédio do parlamento alemão
(Reichstag);
- É emitido um decreto a fim de proteger o povo e o Reich;
- Apesar de não haver provas, são acusados os
comunistas;
- É aprovado o decreto do “Fogo de Reichstag” que
suspende os direitos individuais e o devido processo legal;
- Passa a ser possível a detenção e encarceramento de
opositores políticos sem acusações específicas, dissolveu
organizações políticas; suprimir publicações.
- O decreto constituiu um avanço fundamental para o
estabelecimento de ditadura nazi.

23
1933 a 1938
22 de março de1933
-Primeiro campo de concentração em Dachau, para prisioneiros
políticos;
- Número de prisioneiros excedeu os 188.000;
- Neste campo e subcampos morreram 28.000 pessoas.
1 de abril de 1933
- 3 meses depois de chegar ao poder, o regime nazi boicota os
empresários judeus;
- O boicote marcou o início de uma campanha nacional levada a
cabo pelo partido nazi contra os judeus na Alemanha, que
culminaria no holocausto.

24
1933 a 1938
7 de abril de 1933
- O governo alemão emite a lei para a Restauração do Serviço Civil
Profissional, que excluí os judeus e outros oponentes políticos de
todos os cargos de serviço civil;
- A lei inicialmente isenta aqueles que trabalharam no serviço civil
desde 1914.

25
1933 a 1938
25 de abril de 1933
- O governo alemão emite a lei contra a superlotação nas
escolas e universidades, limitando drasticamente o
número de estudantes judeus;
- As escolas desempenhavam um papel importante na
disseminação das ideias nazi para jovens alemães;
- Os educadores ensinavam o amor por Hitler, a
obediência à autoridade do Estado, o militarismo, racismo
e o antissemitismo;
- Os judeus começam a optar por frequentar escolares
particulares.
10 de maio de 1933
- Os estudantes queimam mais de 25.000 livros “não
alemães” na Praça da Ópera de Berlim;
- Cerca de 40.000 pessoas reúnem-se para assistir ao
discurso inflamado de Joseph Goebbels;
26
1933 a 1938
- A destruição dos livros visa: purificar a literatura alemã
de estrangeiros, principalmente dos judeus; entre os
autores cujas obras foram queimadas, estava Helen
Keller, uma americana cuja crença na justiça social
encorajava o direito de voto para as mulheres.
14 de julho de 1933
- O governo aprova a “Lei para a Prevenção de
Progenitores com Doenças Hereditárias”;
- É realizada a esterilização forçada de pessoas com
deficiências.

27
1933 a 1938
17 de setembro de 1933
- As organizações judaicas alemãs estabelecem a Organização
Central dos Judeus Alemães;
- Representação dos interesses judeus;
- Resposta unificada à escala da perseguição nazi.
4 de outubro de 1933
- A lei dos editores proíbe não-arianos a trabalhar no jornalismo;
- São mantidos registos de editores e jornalistas racialmente puros;
- Excluía judeus e pessoas casadas com judeus.
24 de novembro de 1933
- O governo aprova uma lei que permite a prisão indefinida de
“criminosos habituais” quando considerados perigosos para a
sociedade;
- A lei prevê, ainda, a castração de criminosos sexuais.

28
1933 a 1938
30 de junho de 1934
- Hitler ordena a evacuação das principais lideranças da formação
paramilitar do partido nazi, a SA;
- A SS assassina o chefe de gabinete da SA, Ernest Rohm e os
seus principais comandantes;
- Os assassinatos de 30 de junho a 2 de julho ficou conhecido
como “ O caso de Rohm” ou “ A noite das facas longas”;
2 de agosto de 1934
- Morre o presidente alemão Paul Von Hindenburg;
- Hitler torna-se presidente da Alemanha;
- Mais tarde, Hitler abole o cargo de presidente e declara-se Fuhrer
do Reich e do povo alemão.

29
1933 a 1938
19 de agosto de 1934
- Hitler torna-se ditador absoluto.
1 de maio de 1935
- O governo alemão proíbe as organizações de Testemunhas de
Jeová, que passaram a ser alvo de perseguição nazi.
28 de junho de 1935
- O ministério de justiça alemã revê os parágrafos 175 e 175A do
código penal, que facilita a perseguição sistemática de homens
homossexuais.

30
1933 a 1938
15 de setembro de 1935
O parlamento Alemão aprova as leis da raça de Nuremberga
Pessoas com avós judeus e que se tinham convertido ao judaísmo
eram sujeitos a perseguições, devido à instituição destas leis.
1 de agosto de 1936
Berlim dá início aos Jogos Olímpicos do Verão.
Estes constituem um sucesso de propaganda nazi (removeram os
sinais antijudaicos).

31
1933 a 1938
3 de agosto de 1936
A vitória de Jesse Owens constitui um golpe no mito nazi da
supremacia ‘’ariana’’.
Os atletas afro-americanos conquistam 14 medalhas.
15 de julho de 1937
Abertura do campo de concentração de Buchenwald para
prisioneiros do sexo masculino, no centro leste na Alemanha.
Em 1938, são enviados judeus, testemunhas de Jeová, criminosos,
etc.

32
1933 a 1938
8 de novembro de 1937
Exposição antissemita em Munique.
11 de março de 1938
Invasão da Áustria por parte das tropas alemãs, gerando uma
onda de violência nas ruas e consequente anexação.
29 de maio de 1938
Leis antijudaicas na Hungria.
6 de julho de 1938
Conferência de Evian.
17 de agosto de 1938
Obrigatoriedade de mudança do nome judeu e inserção de ‘’Israel’’
para os homens e inserção de ‘’Sara’’ para as mulheres.
29 de setembro de 1938
Acordo de Munique.

33
1933 a 1938
5 de outubro de 1938
Ministério interior do Reich invalida todos os passaportes alemães
obtidos pelos judeus.
9 de novembro de 1938
Autoridades do partido nazi realizam uma onda de massacres
violentos contra os judeus em toda a Alemanha.
12 de novembro de 1938- governo alemão emite um decreto sobre
a eliminação dos judeus da vida económica.
2 de dezembro de 1938
Desesperadamente, milhares de pais judeus mandam os seus
filhos desacompanhados para o exterior, na esperança deles
encontrarem refugio da perseguição nazi.

34
1939 a 1941
1 de setembro de 1939
• Alemanha invade a Polónia;
•Autoridades alemãs confiscam as propriedades judaicas;
•Os judeus são obrigados a usar braçadeiras de identificação;
•Existência de guetos e campos de trabalho forçado;
30 De Janeiro de 1939
•O Führer e chanceler do Reich, Adolf Hitler, confirma que o início
de uma guerra seria o fim dos judeus;
•Os nazis ordenam boicotes antijudaicos, encenaram queimadas, e
divulgam leis contra judeus;
1 de setembro de 1939
•As forças alemãs rompem as defesas polacas ao longo da
fronteira;
•Inicio da II Guerra Mundial na Europa- Invasão da Polónia

35
1939 a 1941
•Centenas de milhares de refugiados, judeus e não judeus,
protegem esperando uma ação do exército polaco, porém,
rendem devido aos bombardeios;
3 de setembro de 1939
•Grã-Bretanha e França declaram guerra à Polónia age
conforme as leis alemãs relativamente aos judeus;
20 de maio de 1940
•As autoridades da SS estabelecem o campo de Auschwitz;
•O complexo incluía três campos principais, todos com
prisioneiros para trabalhos forçados;
15 de novembro de 1940
•Autoridades alemãs ordenam que o gueto de Varsóvia seja
selado;
3 de março de 1941
•Gueto de Cracóvia

36
1939 a 1941
22 de junho de 1941
•Alemanha invade a União Soviética para a “Operação
Barbarrosa”
10 de Julho de 1941
•Judeus reúnem-se e formam grupos de resistência;
15 de agosto de 1941
•Os judeus criam arquivos clandestinos onde escrevem as suas
esperanças e medos;
20 de agosto de 1941
•Grupo de Drancy, as autoridades alemãs dão inicio a um
campo de concentração de prisioneiros e passagem para os
judeus.

37
1939 a 1941
24 de agosto 1941
Hitler ordena o fim dos assassinatos de “eutanásia”, como respeito
ao protesto público do arcebispo católico “Clemens Galen”.
Até essa data haviam sido mortos 70000 pessoas.
As mortes continuam a realizar-se, mas de forma discreta.
1 de setembro 1941
Todos os judeus com idade superior de 6 anos no Reich, na
Alsácia, na Boémia-Morávia e no território anexado à Alemanha na
Polónia Ocidental terão de usar estrelas amarelas de David nas
suas roupas com a palavra “Judeu” escrita.
Esse distintivo não tinha só como objetivo condenar e humilhar os
judeus, mas também vigiar e controlar os seus movimentos, e para
se preparar para a deportação.

38
1939 a 1941
19 de setembro 1941
As forças alemãs entram em Kiev após 3 meses do
ataque inicial alemão.
As unidades SS e da polícia alemã e os seus auxiliares
assassinam a população judaica de Kiev em Babi Xar.
Estima-se que cerca de 100000 pessoas foram
assassinadas em Babi Xar, um dos maiores assassinatos
em massa num local individual durante a segunda guerra
mundial.
15 de outubro 1941
Até outubro de 1942 as autoridades alemãs deportam
cerca de 183000 judeus alemães, austríacos e checos
para guetos, centros de extermínio e locais de morte nas
Estado Bálticos, na Bielorrússia, no
Generalgouvernement, e Gueto de Lodz.
39
1939 a 1941
A rede ferroviária europeia desempenhou um papel
crucial na implementação da Solução Final, visto que os
judeus eram deportados por via férrea para campos de
extermínio da Polónia.
Heinrich Himmler encarregou o líder da SS e da polícia
no distrito de Lublin, General Odilo Globocnik, da
implementação da “Operação Reinhard”
Morreram 1,7 milhões de judeus, dos campos de
extermínio da Belzea, Sobiban e Treblinka.

40
1939 a 1941
16 de outubro 1941
•O brigadeiro-general da SS Walther Stahlecker documentou no seu
relatório a morte de mais de 220.000 judeus.
•Esse relatório foi apresentado como prova de atrocidades nazis no
julgamento de crimes de guerra de Nuremberga, após a guerra.
29 de outubro 1941
•As unidades da SS e da polícia alemã assassinaram 9.200
residentes do gueto judeu em Kovno, na Lituânia.
24 de novembro 1941
•Autoridades alemãs estabelecem o gueto do campo
Theresienstadt.
•Instalação única, funcionou como tendo uma importante função de
propaganda para os alemães.

41
1939 a 1941
7 de dezembro 1941
•O Japão lança um ataque surpresa à frota do Pacífico dos Estados
Unidos em Pearl Harbor, no Havai.
•ataque impede a interferência americana nas operações militares
japonesas.
•Após o ataque, os Estados Unidos declaram guerra ao Japão, e
mais tarde à Alemanha .

42
1939 a 1941
8 de dezembro 1941
•O presidente Franklin D. Roosevelt pede ao Congresso dos EUA
que declare guerra ao Japão, após o ataque surpresa do dia
anterior a Pearl Harbor.
•As operações de morte começaram no centro de extermínio de
Chelmno, localizado a 48km a noroeste de Lodz.
•Este centro serviu para aniquilar a população judaica da
Wartheland, incluindo os habitantes do gueto de Lodz
•Foi a primeira instalação onde o gás venenoso foi usado para
assassinar judeus.
•O centro encerrou em julho de 1944.

43
1942 a 1943
Em 16 de janeiro as Autoridades Alemãs iniciam a deportação de
Judeus e Ciganos para Chelmno;
Entre janeiro de 1492 e março de 1943 são mortos 145.00
Judeus e alguns milhares de ciganos;
A 20 de Janeiro de 1942 é convocada uma conferência
denominada de conferência de Wannsee, onde são apresentados
os planos para coordenar uma solução final da questão judaica,
nome dado como a aniquilação sistemática deliberada e física dos
Judeus Europeus;

44
1942 a 1943
A 1 de março de 1942 é aberto o campo de Concentração de
Auschwitz-Birkenau Auschwitz II ;
A 27 de março é assassinado Reinharh Heydrich de Serviço de
Segurança e governador Nazi;
A 9 de junho as forças Alemãs atacam uma aldeia checa para
vingar a morte de Reinharard;
A 28 Junho as forças Alemãs atacam a União Soviética, mas não
são derrotados;

45
1942 a 1943
A 15 de julho de 1942 começaram a ser deportados Judeus
Holandeses para centros de extermínio na Alemanha e Polonia . Os
comboios transportaram mais de 100.000 pessoas;
A 23 de julho de 1942 é iniciado o uso de gás no extermínio,
sendo que, entre julho de 1942 e novembro de 1943 foram mortos
925.000 judeus em Tublinka;
A 25 de agosto de 1942 George Mandle emite milhares de
documentos de cidadania salvadorenha para refugiados judeus na
Europa ocupada pelos Nazis;

46
1942 a 1943
A 2 de fevereiro de 1943 Alemanha é derrotada em Estalinegrado;
A 13 de março é destruído o gueto de Cracóvia indo os judeus
maioritariamente para Auschwitz-Birkenau;
Entre abril e maio de 1943 assiste-se á revolta no Campo De
Varsóvia;
A 5 de setembro de 1942 judeus escondidos e os seus protetores
arriscavam severa punição se fossem capturados, na qual, a pena
de morte;

47
1942 a 1943
A 20 de setembro de 1943 cerca de 7.200 judeus dinamarqueses
fugiram com a ajuda do movimento de resistência dinamarquês;
A 14 de outubro de 1943 prisioneiros judeus começam uma
revolta armada em Sabibor com cerca de 300 fugas;
A 26 de outubro de 1942 os alemães começam a reunir judeus na
Noruega acabando assim por deportar aproximadamente 770
judeus noruegueses para centros de extermínio e campos de
concentração.

48
1943 a1944
•28 de dezembro de 1943 :
Josef e Amilia Kohout escrevem uma carta ao
comandante de Flossenbürg, com o intuito de visitar o seu
filho preso por ser homossexual.
•16 de janeiro de 1944 :
Encontro entre o Presidente Franklin D. Roosevelt e o
Secretário do Tesouro Henry Morgenthau Jr. sobre o
resgate de judeus da Europa;
O último tornou-se assim num dos principais defensores
do estabelecimento da Junta dos Refugiados de Guerra,
uma vez que ajudou a salvar a vida de cerca de 200 mil
judeus que, na altura, ainda permaneciam na Europa
controlada pelos alemães.

49
1943 a1944
•22 de janeiro de 1944 :
O presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt,
expediu uma Ordem Executiva, criando assim o WRF
(War Refugee Board - Junta de Refugiados de Guerra)
que permitiu:
-executar medidas para resgatar as vítimas da opressão
inimiga em perigo de morte;
-salvar dezenas de milhares de judeus,
aproximadamente 200.000, da deportação e de morte.

50
1944
•19 de março de 1944 :
Após a ocupação alemã da Hungria, o almirante húngaro
Miklos Horthy foi autorizado a permanecer como regente,
porém o primeiro-ministro Miklos Kallay foi demitido e
substituído pelo General Dome Sztojay, que anteriormente
serviu como ministro húngaro em Berlim;
Sztojay comprometeu a Hungria a continuar o esforço de
guerra e cooperou com os alemães na deportação dos
judeus húngaros;
•15 de maio de 1944 :
Os oficiais da polícia húngara deportaram aproximadamente
440.000 judeus da Hungria, matando a maioria deles em
câmaras de gás.

51
1944
Em 15 e 18 de maio de 1944, as autoridades alemãs
deportaram 7.003 judeus alemães de Theresienstadt para
Auschwitz-Birkenau, com o intuito de "afinar" a população
judaica de Theresienstadt, para a visita de representantes
da Cruz Vermelha Internacional e da Cruz Vermelha
dinamarquesa.
Na chegada a Auschwitz-Birkenau, os prisioneiros desses
transportes foram encarcerados num “campo da família
Theresienstadt” em Birkenau.

52
1944
•6 de junho de 1944 :
As tropas dos EUA, britânicas e canadenses, cerca de 850 mil
soldados, atracaram nas praias da Normandia, na França, na
costa do Canal da Mancha, a leste de Cherbourg e a oeste de Le
Havre;
A invasão ficou conhecida como “Dia D” e foi uma das operações
militares mais importantes para o sucesso dos aliados ocidentais
durante a Segunda Guerra Mundial.
•18 de junho de 1944 :
Relatório realizado por dois prisioneiros judeus eslovacos que
escaparam de Auschwitz em 7 de abril de 1944
Este torna-se depois público em todo o mundo através dos canais
de média na Suíça.

53
1944
•9 de julho de 1944 :
Raoul Wallenberg chega a Budapeste como primeiro secretário da
legação sueca na Hungria e com financiamento do Conselho de
Refugiados de Guerra dos EUA;
Juntaram-se a ele outras legações, incluindo a suíça, a turca, a
italiana e várias legações latino-americanas;
Wallenberg protegeu dezenas de milhares de judeus ameaçados
pelos planos alemães e húngaros de deportá-los de Budapeste
para Auschwitz-Birkenau.

54
1944
•9 de julho de 1944 :
Raoul Wallenberg chega a Budapeste como primeiro secretário da
legação sueca na Hungria e com financiamento do Conselho de
Refugiados de Guerra dos EUA;
Juntaram-se a ele outras legações, incluindo a suíça, a turca, a
italiana e várias legações latino-americanas;
Wallenberg protegeu dezenas de milhares de judeus ameaçados
pelos planos alemães e húngaros de deportá-los de Budapeste
para Auschwitz-Birkenau.

55
1944
•11 de julho de 1944 :
Michael Kraus, sobrevivente do Holocausto, relata no seu diário,
as atrocidades a que assistiu, descrevendo Birkenau como o
túmulo de 5 milhões de vítimas.
•20 de julho de 1944 :
Oficiais militares alemães tentam assassinar Adolf Hitler na sua
sede na Prússia Oriental em Rastenburg.

56
1944
•23 de julho 1944 :
As tropas soviéticas libertam o campo de concentração de
Lublin(Majdanek);
Apesar de terem evacuado a maioria dos prisioneiros para o oeste
para fugir do avanço do exército soviético, as autoridades do
campo das SS não conseguiram destruir o campo e as evidências
de assassinato em massa.
•1 de agosto de 1944 :
O Exército Nacional do Exército polaco colocou-se contra os
alemães para a libertação de Varsóvia, porém estes foram
derrotados e os combatentes do Exército da Casa apesar de
serem capturados como prisioneiros de guerra foram enviados
para os campos de concentração.

57
1944
•2 de agosto de 1944 :
A SS liquida o acampamento da família cigana BIIe em Auschwitz-
Birkenau, transportando-os depois para as câmaras de gás onde
foram mortos.

58
1944
•9 de agosto de 1944 :
As SS e unidades policiais deportam mais de 60.000
judeus e um número indeterminado de ciganos para o
centro de extermínio de Auschwitz-Birkenau.
•7 de outubro de 1944 :
Os prisioneiros designados para o crematório IV no
centro de extermínio de Auschwitz--Birkenau revoltam-
se depois de saberem que seriam mortos;
Após terem conhecimento desse facto, os líderes do
Sonderkommando (prisioneiros judeus destacados
para remover cadáveres das câmaras de gás e
queimá-los) planearam destruir as câmaras de gás e
os crematórios e mostrar a revolta a esta decisão.

59
1944
•23 de novembro de 1944 :
As tropas dos EUA libertam o campo de concentração
de Natzweiler-Struthof.
•25 de novembro de 1944 :
Devido à aproximação das forças o chefe da SS,
Heinrich Himmler, ordenou a destruição das câmaras de
gás e dos crematórios de Auschwitz-Birkenau.

60
1944 a 1945
11 de dezembro de 1944
Último gaseamento de presos em Hartheim;
Morte de cerca de 30000 indivíduos entre 1940 e 1944.
17 de janeiro de 1945
Evacuação de Auschwitz;
Aproximação das forças soviéticas;
Milhares de prisioneiros marcham até Gliwice;
Marchas da morte (quem não conseguisse acompanhar o grupo era
abatido.
27 de janeiro de 1945
Entrada das tropas soviéticas em Auschwitz- Birkenau e Monowitz;
Libertação de 7000 prisioneiros, muitos dos quais doentes e a morrer.

61
1945
4 de fevereiro de 1945
Discussão da ordem de pós-guerra na Europa por Winston S.
Churchill, Franklin D. Roosevelt e Joshep Stalin, em Yalta;
Desnazificação completa da Alemanha e a divisão do país;
União Soviética junta-se à guerra contra o Japão.
13 de fevereiro de 1945
Libertação do campo de concentração de Gross-Rosen;
Cerca de 120000 prisioneiros passaram pelo sistema de Gross-
Rosen;
40000 morreram durante a evacuação;
Rendição das unidades alemãs e húngaras.

62
1945
Abril de 1945
Perto de Leipzig, os exércitos soviéticos encontram as tropas
americanas.
Março e Abril de 1945
A 9ª divisão Blindada dirige-se para o coração da Alemanha
liderando o ataque do 1º exército.

63
1945
18 de abril de 1945
Massacre de Leipzig. A 9ª divisão Blindada cerca a cidade, mas os
guardas da SS atiraram nos prisioneiros que tentaram fugir,
assassinando cerca de 90.
7 de março de 1945
A ponte ferroviária Ludendorff em Ramagen entre Koblenz e Bonn,
Alemanha, é capturada pelas tropas da 9ª divisão Blindada dos
EUA.
2 de abril de 1945
Acevedo, prisioneiro de guerra, enquanto médico, cuidou dos seus
companheiros de prisão e registou num diário aqueles que
morriam.

64
1945
4 de abril de 1945
O 1º campo nazi libertado pelas tropas dos EUA foi Ohrdruf,
subcampo do campo de concentração de Buchenwald.
11 de abril de 1945
As tropas americanas descobrem e libertam os prisioneiros do:
-campo de concentração de Dora-Mittelbau;
-campo de concentração de Buchenwald.
12 de abril de 1945
Libertação de 876 prisioneiros de campo de Westerbork, na
Holanda, pelos canadianos.

65
1945
13 de abril de 1945
Otto Wolf, um adolescente judeu checo, narra a experiência da sua
família, que viveu escondida na Morávia rural, durante a 2ª Guerra
Mundial;
Otto morreu a 20 de abril;
Felicitas, sua irmã, continuou o seu diário, doado em 1995 ao
Museu do Holocausto dos EUA.
15 de abril de 1945
O campo de concentração de Bergen-Belsen é libertado pelo 63º
Regimento Antitanque e a 11ª divisão Blindada do exército
britânico;
Os soldados encontram um cenário subhumano, para o qual não
estavam preparados.
20 de abril de 1945
Libertação dos prisioneiros do campo de concentração de
Sachsenhausen, pelas tropas soviéticas.
66
1945
Forças dos EUA libertam Flossenbürg
23 de abril de 1945
•Libertação do campo de Flossenbürg, pelos americanos
•Aí, encontravam-se apenas os prisioneiros que não podiam andar
•Nas marchas de monte de Flossenbürg para Dachau, morreram
cerca de 7000 pessoas
Tropas soviéticas e americanas encontram-se em Torgau, na
Alemanha
25 de abril de 1945
•As forças soviéticas cercam a capital alemã
•As forças soviéticas e americanas unem-se e derrotam as forças
armadas alemãs – é proclamada vitória
Libertação de Dachau
29 de abril de 1945
•O exército dos EUA libertam 32000 prisioneiros de Dachau
67
1945
Forças dos EUA libertam Flossenbürg
23 de abril de 1945
•Libertação do campo de Flossenbürg, pelos americanos
•Aí, encontravam-se apenas os prisioneiros que não podiam andar
•Nas marchas de monte de Flossenbürg para Dachau, morreram
cerca de 7000 pessoas
Tropas soviéticas e americanas encontram-se em Torgau, na
Alemanha
25 de abril de 1945
•As forças soviéticas cercam a capital alemã
•As forças soviéticas e americanas unem-se e derrotam as forças
armadas alemãs – é proclamada vitória
Libertação de Dachau
29 de abril de 1945
•O exército dos EUA libertam 32000 prisioneiros de Dachau

68
1945
Libertação de Mauthasen
5 de maio de 1945
•Forças aliadas e soviéticas avançam para a Alemanha
•As SS evacuam os campos de Mauthasen
Rendição alemã
7 de maio de 1945
•As forças armadas alemãs rendem-se
4 de junho de 1945
•O Conde G. Harrison, ex-Comissário de Imigração e Naturalização,
visita os campos de pessoas deslocadas

69
1945
•O Departamento de Estado providencia para que Harrison realize
um inquérito sobre as necessidades atuais e futuras de pessoas
deslocadas
Crianças sobreviventes chegam à Inglaterra
15 de agosto de 1945
•Apoio às crianças sobreviventes do holocausto, por parte do
governo britânico
•Alice Goldberg, uma agente humanitária na Inglaterra recebe
algumas das crianças sobreviventes
•Alice administrou uma casa para as crianças e cuidou delas até ao
final dos anos 50

70
1945
15 de agosto de 1945
•Apoio às crianças sobreviventes do holocausto, por parte do
governo britânico
•Alice Goldberg, uma agente humanitária na Inglaterra recebe
algumas das crianças sobreviventes
•Alice administrou uma casa para as crianças e cuidou delas até ao
final dos anos 50
Rendição do Japão
2 de setembro de 1945
•Rendição do Japão
•Fim oficial da II Guerra Mundial
•Representantes de todas as nações aliadas participam na
assinatura de paz
20 de novembro de 1945
•Representantes das nações aliadas vitoriosas reúnem-se para a
formação de um Tribunal Militar Internacional
71
1945
21 de novembro de 1945
•Formação de um Tribunal Militar Internacional
•Início do julgamento contra os 21 principais líderes alemães Nazis
acusados de crimes contra a paz, crimes de guerra e contra a
humanidade
•Primeira vez na história em que um tribunal internacional
processou propagandistas pelo seu papel na prática de tais crimes
29 de novembro de 1945
•O Ministério Público do Tribunal Militar Internacional apresenta um
filme intitulado de “Os campos de concentração Nazis”
•O holocausto é trazido para tribunal

72
1945
1 de dezembro de 1945
•Criação da UNRRA (Administração de Assistência e Reabilitação das
Nações Unidas) cuja missão é fornecer assistência económica às
nações europeias após a Segunda Guerra Mundial
11 de dezembro de 1945
•O filme "O Plano Nazi" é apresentado como prova no Tribunal Militar
Internacional que foi compilado para o julgamento.
22 de dezembro de 1945
•O presidente dos EUA emite uma diretiva que dá preferência a pessoas
deslocadas

73