Você está na página 1de 2

Esta corrupção que se propaga e afeta todas as partes

da natureza humana resulta na Depravação Total e na incapacida-


de espiritual. Essa é uma realidade na vida de toda humanidade. É o
estado pecaminoso, do qual surgem atos pecaminosos. Enquanto a
culpa tem a ver com a nossa posição perante a lei (culpado), a
corrupção tem a ver com a nossa condição perante a lei
4. CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER - DA QUEDA (contaminado). Todos os seres humanos nascem em um estado
de culpa e corrupção.
PECADO ORIGINAL (peccatum oríginale) - O termo
“pecado original ou poluição original” refere-se aquele pecado e sua culpa
que todos nós possuímos aos olhos de Deus como resultado direto do pecado
de Adão no Jardim do Éden. O pecado original pode ser dividido basicamente em
Aula
Aula6a
9
dois elementos: Culpa Original e Corrupção Original.
CULPA E CORRUPÇÃO

______________________________
 CFWVI§VI. Todo o pecado, tanto o original como o atual , sendo
transgressão da justa lei de Deus e a ela contrária, torna, pela sua própria
natureza, culpado o pecador e por essa culpa está ele sujeito à ira de Na justificação sou livre da condenação do pecado, na
Deus e à maldição da lei e, portanto, exposto à morte, com todas as santificação estou sendo livre do poder do pecado e na glorifica-
misérias espirituais, temporais e eternas. I Jo 3:4; Rm 2: 15; Rm 3:9, ção serei livre da presença do pecado.
19; Ef 2:3; Gl 3:10; Rm 6:23; Ef. 6:18; Lm 3:39; Mt 25:41; II Ts 1:9.
1-) CULPA ORIGINAL: A culpa é o estado no qual se merece a CONCLUSÃO
condenação ou de ser passível de punição pela violação de uma lei
ou de uma exigência moral. A mensagem do Evangelho é para pessoas aniquiladas, derrotadas
e exauridas. Pessoas que se acham indignas de receber o amor de
CFWVI§IV. Desta corrupção original pela qual ficamos total- Deus. Quem sabe, ignoradas por alguns por não se encaixarem no
mente indispostos, adversos a todo o bem e inteiramente incli- perfil de super-homem ou de supermulher que lhes é constante-
nados a todo o mal, é que procedem todas as transgressões mente exigido. Pessoas que travam inúmeras batalhas interiores
atuais. Rm 5:6, 7:18 e 5:7; Cl 1:21; Gn 6:5 e 8:21; Rm 3:10-12; Tg 1:14- por não se sentirem parte de uma comunidade afetiva e acolhedo-
15; Ef. 2:2-3; Mt 15-19. CFWVI§V. Esta corrupção da natureza
ra. Essa mensagem é para você que senti cansado e desencoraja-
persiste, durante esta vida, naqueles que são regenerados; e,
do. O Evangelho te convida a depositar sua esperança na amplitude
embora seja ela perdoada e mortificada por Cristo, todavia
tanto ela, como os seus impulsos, são real e propriamente peca- da graça de Cristo, só Ele é capaz de alcançar pecadores e pobres
do. Rm 7:14, 17, 18, 21-23; Tg 3-2; I Jo 1:8-10; Pv. 20:9; Ec 7-20; Gl em espírito, e de redimir pecadores que reconhecem seu estado
5:17. putrefato.
2-) CORRUPÇÃO ORIGINAL: A corrupção original é a poluição ou
a contaminação do pecado que foi imputado a nós e se torna a https://www.youtube.com/watch?v=3GCjrXDsklU
http://www.monergismo.com/textos/pecado_original/pecado_gildasio.htm
base dos nossos atos pecaminosos atuais. A Bíblia descreve essa http://www.ebenezer.org.br/cfw2017/
corrupção com as seguintes palavras “... tendo os olhos cheios de https://pt.scribd.com/document/255593021/Heber-Carlos-de-Campos-Antropologia-
adultério e insaciáveis no pecar; engodando as almas inconstan- Biblica
tes, tendo um coração exercitado na ganância, filhos de maldi- Seminarista Ricardo Cardoso
ção.” (II Pe 2.14).
ORIGEM DO PECADO DEPRAVAÇÃO TOTAL PECADO ORIGINAL

1. CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER - DA QUEDA 2. CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER - DA QUEDA 3. CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER - DA QUEDA


Versículo tema: “Portanto, assim como por um só homem entrou  CFWVI§II. Por este pecado eles decaíram da sua retidão origi- CFWVI§III. Sendo eles (Adão e Eva) o tronco de toda a humani-
o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a mor- nal e da comunhão com Deus, e assim se tornaram mortos em dade, o delito dos seus pecados foi imputado a seus filhos; e a
te passou a todos os homens, porque todos pecaram”. Rm 5.12 pecado e inteiramente corrompidos em todas as suas faculda- mesma morte em pecado, bem como a sua natureza cor-
des e partes do corpo e da alma. Gn 3:6-8; Rm 3:23; Gn 2:17; Ef. rompida, foram transmitidas a toda a sua posteridade, que
 CFWVI§I. Nossos primeiros pais, seduzidos pela astúcia e tenta- 2:1-3; Rm 5:12; Gn 6:5; Jr 17:9; Tito 1:15; Rm 3:10-18. deles procede por geração ordinária. At 17:26; Gn 2:17; Rm 5:17, 15-
ção de Satanás, pecaram, comendo do fruto proibido. Segundo DEPRAVAÇÃO TOTAL - “O Senhor viu que a perversidade do homem 19; I Co 15:21-22,45, 49; Sl 51:5; Gn 5:3; Jo 3:6.
o seu sábio e santo conselho, foi Deus servido permitir este tinha aumentado na terra e que toda a inclinação dos pensamentos Três teorias disputaram a opinião da igreja, com respeito
pecado deles, havendo determinado ordená-lo para a sua pró- do seu coração era sempre e somente para o mal”. (Gn 6:5) à origem da alma (transmissão do pecado):
pria glória. Gn 3:13; II Co 11:3; Rm 11:32 e 5:20-21. A totalidade da depravação é explicitada pelos termos
“toda” e "sempre” e “somente”. “Todo” inclui todos os desígnios de 1) PRE-EXISTENCIALISMO - Esta teoria ensina que as almas dos
ORIGEM DO PECADO - Esta é uma das mais difíceis homens tiveram uma existência anterior à criação dos próprios
seu coração como sendo maus. “Sempre” refere-se ao tempo, o
questões em teologia. Quando se fala na origem do pecado, natu- homens. Objeções: É uma teoria sem base escriturística. Ela se
homem pensa o mal o dia todo. E “somente” exclui qualquer capaci-
ralmente se está discutindo a própria origem do mau filosófico, baseia na filosofia pagã (grega) que aceita um dualismo onde a
dade inerente dele não querer outra coisa senão pecar. Depois de
isto é, o mau moral. Deste modo, a primeira coisa que precisa- matéria é má.
passar em revista todos os homens, Deus conclui que “todos se des-
mos considerar quando falamos sobre a origem do pecado é que
viaram, igualmente se corromperam; não há ninguém que faça o 2) TRADUCIANISMO (ou PROPAGAÇÃO) - Para o traducianismo,
Deus não é o seu autor. Jó diz: “Longe de Deus esteja o praticar a
bem, não há nem um sequer” (Sl 14:3). Não há homem [...] que não as almas dos homens se propagam juntamente com os corpos,
maldade e do Todo-Poderoso o cometer a perversidade!” (Jó
peque. (Ec 7.20). A depravação se manifesta precocemente: “o seu mediante uma geração ordinária, transmitida dos pais aos filhos.
34:10).
coração é inteiramente inclinado para o mal desde a infância” (Gn Objeções: O traducianismo têm dificuldades na Cristologia.
É verdade que no Antigo Testamento encontramos pas-
8:21). Os homens: “erram o caminho desde o ventre; desviam-se os
sagens que parecem atribuir o mau a Deus, como por exemplo, 3) CRIACIONISMO - Esta teoria considera que cada alma é uma
quando o próprio Deus diz através da profecia do profeta Isaí- mentirosos desde que nascem” (Sl 58:3).
Sendo afetado toda humanidade, de todos os tempos e criação imediata de Deus, a alma é criada pura, pois Deus não po-
as: “Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; deria tê-la criado impura, e ela é unida a um corpo depravado, no
de todas as idades, a depravação torna o Evangelho necessário.
eu, o Senhor, faço todas estas coisas” (Isaías 45:7). qual o tempo não pode ser precisamente determinado. Objeções:
Uma reforma exterior ou uma mudança de atitude é ineficaz, além de
A palavra “mal” no hebraico é ‘ra )‫ ) ָ֑רע‬e aparece no Se a alma foi criada pura, torna Deus o autor indireto do mal, pois
impossível. “Será que o etíope pode mudar a sua pele? Ou o leopardo
verso 7 em contraste com o termo “paz” (shalom) [paralelismo
as suas pintas? Assim também vocês são incapazes de fazer o bem, Deus a coloca num corpo que fatalmente a corromperá.
sinonímico], e refere-se, aqui, não ao mau moral, e sim
a calamidades exteriores. É importante entendermos a diferença vocês que estão acostumados a praticar o mal” (Jr 13:23). É preci- PONDERAÇÕES- Como não há nenhuma prova bíblica
so mais que autodeterminação. É necessária uma transformação que absoluta para nenhum dos lados é melhor concordar com Agosti-
entre Mal com “L” e Mau com “U”. Esse mal é contrário de bem.
comece no interior, no coração. Essa renovação do coração também
Mau é contrário de bom. O mesmo ocorre com Pv 16:4 ARC“O SE- nho que esse assunto, embora intrigante, não deve ser enfatizado
NHOR fez [..] até ao ímpio, para o dia do mal.” Que Deus criou o é chamada de novo nascimento e “ninguém pode ver o Reino de de forma exagerada. Antes, devemos todos concordar que a
ímpio com o objetivo de utilizá-lo para trazer calamidade é fato; Deus, se não nascer de novo” (Jo 3:3). Mas o novo nascimento é “morada apropriada” e o “lar” da alma é com Deus.
operado exclusivamente por Deus, “não nasceram por descendência
mas, a partir do texto, concluir que o dia da calamidade seja o
mesmo que condenação ao inferno é forçado. natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum ho- https://reformados21.com.br/2018/10/27/teorias-sobre-a-origem-da-alma-humana/
mem, mas nasceram de Deus” (Jo 1:13).