Você está na página 1de 7

TAREFA Nº 01.

- AVALIAÇÃO INDIVIDUAL

PROBLEMA Nº 01
Considere uma onda quadrada simétrica com V = 20 Vpp, 0 Volt de valor médio e com o período
de 2 ms, aplicada a um integrador de Miller. Determine o valor da constante de tempo, τ = RC,
para que a tensão de saída tenha a forma triangular com 20 Vpp.
Dados
𝜏?
𝜏 = 𝑅𝐶
1
𝑉0 (𝑡) = − ∫ 𝑉𝑖 (𝑡)𝑑𝑡
𝑅𝐶

∫ 𝑉𝑖 (𝑡)𝑑𝑡
⇒ 𝑅𝐶 = −
𝑉0 (𝑡)

10 𝑠𝑒 0 ≤ 𝑡 ≤ 1𝑚𝑠
𝑉𝑖 (𝑡) = {
−10 𝑠𝑒 1 ≤ 𝑡 ≤ 2𝑚𝑠
2

∫ 𝑉𝑖 (𝑡)𝑑𝑡 = 0
0

𝑇
1 𝑉𝑚𝑎𝑥
𝑉𝑒𝑓 = √ ∫ 𝑉0 (𝑡)2 𝑑𝑡 =
𝑇 √2
0

𝑉0 = 𝑉01 + 𝑉02
Calculamos 𝑉01 e 𝑉02:
𝐴 (0, 10)
} → 𝑽𝟎𝟏 = 𝟏𝟎 − 𝟐𝟎𝒕
𝐵(1, −10)
𝐵(1, −10)
} → 𝑽𝟎𝟐 = 𝟐𝟎𝒕 − 𝟑𝟎
𝐶(2, 10)
𝑉0 = 𝑉01 + 𝑉02 = −20 → 𝑉0 2 = 400
2
1 1 2
𝑉𝑒𝑓 = √ ∫ 400𝑑𝑡 = 20√ | → 𝑽𝒆𝒇 = 𝟐𝟎
2 2 0
0

PROBLEMA Nº 02
Use um amplificador operacional ideal para projectar um integrador inversor com a resistência de
entrada de 10 KΩ e a constante de tempo de 1 ms.
a) Apresente o desenho do circuito
Dados
𝑅 = 10 𝑘Ω
𝜏 = 1 𝑚𝑠
b) Determine o valor do ganho (módulo da
função de transferência) e a respectiva fase à c) Determine o valor do ganho e a respectiva
frequência de 10 rad/s; fase à frequência de 1 rad/s;
Dados |𝐺(𝑗𝜔)| ?
𝐺? 𝑟𝑎𝑑
𝜔=1
𝜑? 𝑠
𝑟𝑎𝑑
𝜔 = 10 1 2
𝑠 |𝐺(𝑗𝜔)| = √( ) = 100
1 1 𝜔𝑅𝐶
𝐺(𝑠) = =
𝑠 𝑅𝐶
𝑠 = 𝑗𝜔 d) Determine a frequência à qual o ganho é
1 1 unitário.
𝐺(𝑗𝜔) = − ×
𝑗𝜔 𝑅𝐶 𝜔?
𝜏 |𝐺(𝑗𝜔)| = 1
𝜏 = 𝑅𝐶 → 𝐶 = = 1 𝜇𝐹
𝑅
1 2 1
1 2 |𝐺(𝑗𝜔)| = √( ) →𝜔=
|𝐺(𝑗𝜔)| = √( ) = 10 𝜔𝑅𝐶 |𝐺(𝑗𝜔)|𝑅𝐶
𝜔𝑅𝐶 𝑟𝑎𝑑
= 100
𝑠
1
𝜔𝑅𝐶 𝜋
𝜑 = tan−1 ( ) = tan−1(∞) = − 𝑟𝑎𝑑
0 2
= −900

PROBLEMA Nº 03
Com base num amplificador operacional considerado ideal, projecte um diferenciador para ter a
constante de tempo de 10 ms para um condensador de entrada com a capacidade de 0,01 µF.
Dados 1
𝜔𝑅𝐶 𝜋
𝜏 = 10 𝑚𝑠 −1
𝜑 = tan ( ) = tan−1(∞) = 𝑟𝑎𝑑 = 900
𝐶 = 0,01 𝜇𝐹 0 2
𝑅 = 10 𝑘Ω
a) Apresente o desenho do circuito básico c) Determine a amplitude e a fase da resposta
à frequência de 103 rad/s;

𝐺?
𝜑?
𝑟𝑎𝑑
𝜔 = 103
𝑠
1 2
|𝐺(𝑗𝜔)| = √( ) = 10
𝜔𝑅𝐶
b) Determine a amplitude da resposta e a 1
𝜋
respectiva fase à frequência de 10 rad/s; 𝜑 = tan−1 ( 𝜔𝑅𝐶 ) = tan−1(∞) = 𝑟𝑎𝑑 = 900
0 2
𝐺?
𝜑?
𝑟𝑎𝑑 d) Determine valor da resistência ligada em
𝜔 = 10 seríe com o condensador para limitar a 100 o
𝑠
ganho do diferenciador.
1 2
|𝐺(𝑗𝜔)| = √( ) = 1000 Dados
𝜔𝑅𝐶
𝑅?
𝐶 = 0,01 𝜇𝐹
𝐺 = 100
𝑅𝑓 = 10 𝑘Ω
𝑇 = 10 𝑚𝑠
2𝜋𝑟𝑎𝑑 𝑟𝑎𝑑
𝜔= = 628
𝑇 𝑠

𝑅𝑓 𝜔𝑅𝐶
|𝐺(𝑗𝜔)| = |− × |
𝑅 1 + 𝜔𝑅𝐶

𝜔𝑅𝑓 𝐶
−1
→𝑅=| 𝐺 | = 160 𝑘Ω
𝜔𝐶

PROBLEMA Nº 04
Use um amplificador operacional para projectar um circuito amplificador inversor ponderado com
duas entradas, V1 e V2. É exigida a condição Vo = - (V1 + 5 V2). Seleccione valores para R1 e R2
para que à tensão máxima de saída de 10 V, a corrente na resistência de realimentação, Rf, não
exceda 1 mA. E apresente o circuito básico
Dados
𝑉0 = 10 𝑉
𝐼0 = 1 𝑚𝐴
𝑅𝑓 ?
𝑉0
𝑅𝑓 = = 10 𝑘Ω
𝐼0

𝑉0 = 𝑉01 + 𝑉02
𝑉01 𝑅 𝑅
Para 𝑉2 = 0 → = − 𝑅𝑓 → 𝑉01 = − 𝑅𝑓 × 𝑉1
𝑉1 1 1
𝑉02 𝑅𝑓 𝑅𝑓
Para 𝑉1 = 0 → = − 𝑅 → 𝑉02 = − 𝑅 × 𝑉2
𝑉2 2 2
𝑅𝑓 𝑅𝑓 𝑉1 𝑉2 𝑅𝑓
𝑉0 = − × 𝑉1 − × 𝑉2 = −𝑅𝑓 × ( + ) = × (𝑉1 𝑅2 + 𝑉2 𝑅1 )
𝑅1 𝑅2 𝑅1 𝑅2 𝑅1 × 𝑅2

𝑉0 = −(𝑉1 + 5𝑉2 )
→{ 𝑅𝑓
𝑉0 = × (𝑉1 𝑅2 + 𝑉2 𝑅1 )
𝑅1 × 𝑅2
𝑅𝑓
=1
𝑅1 × 𝑅2
𝑅𝑓
→ 𝑅1 =
𝑅2
𝑅𝑓
𝑅2 =
{ 𝑅1

𝑅1 × 𝑅2 = 10 × 103
𝑅𝑓 10 𝑘Ω
𝑅1 = =
→ 𝑅2 𝑅2
𝑅𝑓 10 𝑘Ω
𝑅 = =
{ 2 𝑅1 𝑅1

𝑅 𝑅 = 5Ω
Fazendo: 𝑅1 = 5 → { 1
2 𝑅2 = 1Ω

PROBLEMA Nº 05
Considere o circuito da figura abaixo e determine Vo em função
de V1 e V2, e especifique a configuração deste circuito?
Dados

𝑉− − 0 𝑉0 − 𝑉− 𝑉0 𝑅1 × 𝑅𝑓
𝐼1 = 𝐼𝑓 → = → 𝑉− = ×( )
𝑅1 𝑅𝑓 𝑅𝑓 𝑅1 + 𝑅𝑓

𝑉1 −𝑉 + 𝑉 + −𝑉 − 𝑅2 ×𝑅3 𝑉 𝑉
𝐼2 = −𝐼3 → = → 𝑉+ = ( ) × (𝑅1 + 𝑅2 )
𝑅2 𝑅3 𝑅2 +𝑅3 2 3

𝑉0 𝑅1 × 𝑅𝑓 𝑅2 × 𝑅3 𝑉1 𝑉2
𝑉− = 𝑉+ → ×( )=( )×( + )
𝑅𝑓 𝑅1 + 𝑅𝑓 𝑅2 + 𝑅3 𝑅2 𝑅 3
𝑅𝑓 𝑅2 × 𝑅3 𝑉1 𝑉2
𝑉0 = (1 + )×( )×( + ) = 2(3𝑉1 + 2𝑉2 )
𝑅1 𝑅2 + 𝑅3 𝑅2 𝑅3

PROBLEMA Nº 06
Para o circuito representado na figura abaixo, determine Vo em função de V1, V2 e V3.
Dados 1 1 𝑉3 𝑉0
𝑉𝑛 ( + )= +
𝑅1 = 2 𝑘Ω 𝑅1 𝑅𝑓 𝑅1 𝑅𝑓
𝑅2 = 3 𝑘Ω
𝑅3 = 9 𝑘Ω 1 1
𝑉0 (𝑉1 , 𝑉2 , 𝑉3 ) ? + =𝐴
𝑅1 𝑅𝑓

𝐼1 = 𝐼𝑓 + 𝐼𝑛
1 𝑉3 𝑉0
{ 𝐼𝑛 ≈ 0 𝑉𝑛 = ×( + )
𝐴 𝑅1 𝑅𝑓
𝐼1 = 𝐼𝑓
𝑉1 − 𝑉𝑝 𝑉2 − 𝑉𝑝
𝐼𝑃 = 𝐼2 + 𝐼3 =
{ 𝐼𝑃 ≈ 0 𝑅2 𝑅3
𝐼2 = − 𝐼3
1 1 𝑉1 𝑉2
𝑉𝑝 ( + ) = +
𝑉3 − 𝑉𝑛 𝑅2 𝑅3 𝑅2 𝑅3
𝐼1 =
𝑅1
1 1
+ =𝐵
𝑉𝑛 − 𝑉0 𝑅2 𝑅3
𝐼𝑓 =
𝑅𝑓
1 𝑉1 𝑉2
𝑉𝑝 = ×( + )
𝑉1 − 𝑉𝑝 𝐵 𝑅2 𝑅3
𝐼2 =
𝑅2
𝑉𝑛 = 𝑉𝑝
𝑉2 − 𝑉𝑝
𝐼3 = 1 𝑉3 𝑉0 1 𝑉1 𝑉2
𝑅3 ×( + )= ×( + )
𝐴 𝑅1 𝑅𝑓 𝐵 𝑅2 𝑅3
𝑉3 − 𝑉𝑛 𝑉𝑛 − 𝑉0 𝐴 𝑉1 𝑉2 𝑉3
= 𝑉0 = 𝑅𝑓 × [ × ( + ) − ]
𝑅1 𝑅𝑓 𝐵 𝑅2 𝑅3 𝑅1

PROBLEMA Nº 07
Projecte um amplificador não-inversor com o ganho de 2. À tensão máxima de saída de 10 V e
corrente no divisor igual à 10 µA.
PROBLEMA Nº 08
Para o circuito representado na figura abaixo, considere R1 = R3 = 10 KΩ e R2 = R4 = 20 KΩ
Determine a resistência de entrada do circuito
PROBLEMA Nº 09
A figura a seguir mostra uma das aplicações práticas dos amplificadores com realimentação
negativa na medição de voltagens a partir de um sensor termopar; O circuito integrado LT1025 é
um compensador para termopar de junta fría, o qual vai incluido.
A junta fría e a junta quente de um termopar generam uma diferença de potencial Vi que é
amplificado por um circuito inversor.
Qual é a impedância de saída deste circuito a malha fechada operando como amplificador
inversor?
Com base nos conhecimentos adquiridos neste capítulo, explique porque se usa a configuração
de Op-Amp mostrada (fundamentar) e que papel joga cada um dos componentes?

PROBLEMA Nº 10
Entre várias aplicações dos amplificadores com realimentação negativa, encontramos o
préamplificador biopotencial; Um exemplo típico é o medidor electro-oculograma. A saída de um
preamplificador de biopotencial do electro-oculograma é uma voltagem DC de ±5 V, com um sinal
AC de amplitude ±1V sobreposta.
Pretende-se desenhar um circuito que cancele a voltagem DC (balanceador a 0 V) e que tenha
um ganho de 10 com uma fase de 180º sobre o sinal desejado, sem saturar o Op-Amp.