Você está na página 1de 23
Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

SUMÁRIO

1.

FINALIDADE

3

2.

ÂMBITO DE APLICAÇÃO

3

3.

NORMAS COMPLEMENTARES

3

4.

CONDIÇÕES GERAIS

4

4.1.

Documentação a ser apresentada

4

4.2.

Tipo de Fornecimento

4

5.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DO PADRÃO MINI

4

5.1.

Poste:

4

5.2.

Estrutura da Armação:

5

5.3.

Concreto:

5

5.4.

Tubulação:

5

5.5.

Caixa da medição e proteção:

5

5.6.

Aterramento:

5

5.7.

Engastamento:

5

5.8.

Identificação:

5

6.

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS – DETALHES CONSTRUTIVOS

6

6.1.

Furação:

6

6.2.

Parafuso Olhal:

6

6.3.

Tubulação de entrada dos condutores:

7

6.4.

Tubulação de saída:

7

6.5.

Aterramento:

7

6.5.1.Conexão Tipo Z Estampada em Inox

8

6.5.2.Conexão com solda a Ponto por Resistencia

9

6.6. Pingadeira:

10

6.7. Suporte para fixação do medidor de energia:

10

 

6.8. Lacre:

11

6.9. Caixa do medidor:

11

6.10. Tampa da caixa do medidor:

12

6.11. Caixa da proteção:

13

6.12. Fixação do disjuntor:

13

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

1 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

6.13.

Tampa da caixa de proteção:

13

6.14.

Condutores:

13

7.

INSPEÇÃO

14

7.1.

Ensaios:

14

7.2.

Amostragem

14

8.

MEIO AMBIENTE

14

9.

REGISTROS DE REVISÃO

15

ANEXO A: DESENHO DO POSTE MODELO MINI PARA 1 CONSUMIDOR

17

ANEXO B: DESENHO DO POSTE MODELO MINI PARA 2 CONSUMIDORES

22

ANEXO C:DESENHO DO POSTE MODELO MINI PARA 3 CONSUMIDORES

23

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

2 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

1. FINALIDADE

Estabelecer os padrões dos materiais utilizados no Padrão de Entrada MINI com caixa de medição e proteção incorporada, destinado à entrada de energia de consumidores em baixa tensão com fornecimento monofásico para um, dois ou três consumidores.

2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO

Áreas de Distribuição das Distribuidoras do Grupo CPFL Energia.

3. NORMAS COMPLEMENTARES

CPFL GED 13 – Fornecimento de energia elétrica em tensão secundária de distribuição; CPFL GED 16630 – Conexão de Aterramento para Poste de Entrada BT;

CPFL GED 15783 - Padrão de Entrada Multi 100 com Caixa Incorporada para 3

Clientes;

CPFL GED 14945 - Padrão de Entrada Multi 100,200 para 1 e 2 Clientes;

CPFL GED 13244 - Padrão de Entrada em Pedestal Multi 100,200 para 1 e 2 Clientes;

CPFL GED 12064 - Padrão de Entrada com Caixa Incorporada para agrupamento de

até 4 Clientes com Descidas Independentes;

CPFL GED 15033 - Padrão de Entrada com Caixa Incorporada para agrupamento de

até 4 Clientes com Descida Única;

CPFL GED 4319 - Ramal de Ligação – Montagem; CPFL GED 3412 – Fabricantes de Materiais – Padrão de Entrada Consumidor;

CPFL GED 14908 - Conector Adaptador para Condutores Concêntricos;

CPFL GED 14777 - Cabo Concêntrico de Alumínio Bifásico;

CPFL GED 14778 - Cabo Concêntrico de Alumínio Monofásico;

CPFL GED 5917 - Para Cabos Concêntricos de Alumínio;

NBR 8451-5 – Postes de concreto armado e protendido para redes de distribuição e transmissão elétrica –

Parte 1 – Requisitos

Parte 2 - Padronização de postes para redes de distribuição de energia elétrica

Parte 3 – Ensaios mecânicos e inspeção

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

3 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Parte 4 – Determinação de absorção de água

Parte 5 – Postes de concreto para entrada de serviço até 1 kV

Parte 6 – Postes de concreto armado e protendido para linhas de transmissão e subestações de energia elétrica – Requisitos, padronização e ensaios complementares;

NBR 5739 – Concreto - Ensaio de compressão de corpos-de-prova cilíndricos.

4.

CONDIÇÕES GERAIS

4.1.

Documentação a ser apresentada

A documentação a ser apresentada consta no item 5 do GED 4621 - Medição

Agrupada na Baixa Tensão.

Considerações para o Padrão MINI:

Padrão MINI com três clientes monofásicos é dispensável apresentação de ART.

Esse tipo de padrão o fornecedor deverá obrigatoriamente ser homologado/qualificado

na CPFL Energia.

Nota: Se tiver um cliente bifásico será necessária apresentação de ART.

Não é necessário também apresentação de projeto completo, pois o detalhamento desse tipo de padrão consta neste documento.

Entretanto deverá ser apresentada relação de cargas individuais de todos os clientes, demanda total da entrada consumidora conforme modelo de cálculo do GED 119, esforço mecânico do poste a ser adotado, diagrama unifilar indicando cabo e proteção por unidade consumidora, croqui de localização/situação.

4.2. Tipo de Fornecimento

O poste padrão com caixa incorporada para entrada de energia em baixa tensão, modelo MINI, se aplica ao fornecimento de energia elétrica para 1, 2 ou 3 consumidores residenciais, com cargas individuais até 12 kW, categorias A1 e A2, conforme GED 13.

5.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DO PADRÃO MINI

5.1.

Poste:

Poste de concreto armado duplo T com caixa de medição e proteção incorporadas:

Comprimento nominal de 7,5m;

Resistência mecânica nominal de 140 daN na face B e 90 daN na face A.

Notas Importantes:

a)Para os postes com caixa de medição e proteção incorporada, padrão MINI, será exigido no ensaio de ruptura apresentado desses postes, que a FACE A de menor

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

4 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

capacidade de esforço, deverá suportar no mínimo o valor da tabela 1 C do GED 13 para a carga máxima para um, dois ou três consumidores monofásicos na categoria A2.

b)Para efeito de suportar o esforço mecânico do lado do poste onde é ancorado o ramal de ligação, não será considerado, para aprovação, o resultado do ensaio de ruptura do lado do poste mais favorável - FACE B - uma vez que será sempre maior que o resultado da face A.

5.2. Estrutura da Armação:

Sugere-se a armação do poste MINI com 4 a 6 barras longitudinais Ø 8mm de aço CA 60, armadas com estribos de aço Ø 4,2mm CA 50, espaçados, da base até o topo. As barras longitudinais devem ser contínuas – sem emendas.

5.3. Concreto:

Resistência à compressão do concreto mínima de 25 MPa, conforme norma NBR 5739.

5.4. Tubulação:

PVC rígido totalmente embutida no concreto do poste.

5.5. Caixa da medição e proteção:

Moldadas no corpo do poste – caixa incorporada.

5.6. Aterramento:

Integrado com a ferragem do poste conforme recomendações do item 5.2 do GED

16630.

É imprescindível adotar dois pontos de aterramento no poste padrão com caixa incorporada:

um no alto do poste e um no compartimento destinado a proteção utilizando o Terminal de Conexão Tipo Z Estampado.

5.7. Engastamento:

O poste deve possuir traço demarcatório, diretamente no concreto, para verificação do engastamento a 1,35m da base;

5.8. Identificação:

Gravação de forma legível e indelével, diretamente no concreto, com as seguintes informações:

Nome e/ou marca do fabricante;

Comprimento nominal em metros – 7,5m;

Carga nominal da Face A de menor esforço (90 daN) - atender tabela 1 A GED13;

Data de fabricação (mês e ano);

Demais características conforme desenhos dos anexos A, B e C.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

5 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

6. CONDIÇÕES ESPECÍFICAS – DETALHES CONSTRUTIVOS

A construção do poste padrão de entrada de energia modelo MINI deve obedecer às

seguintes condições, sob pena de reprova na homologação do fornecedor ou na ligação de energia:

6.1. Furação:

O poste deve possuir na parte superior, 5 furos de 19mm no eixo vertical, em ambas as

faces, espaçados conforme desenho abaixo.

Nota Importante: Não serão aceitas furações em outras partes do poste.

19mm 19mm 100100 150100100 100100100 100 100
19mm
19mm
100100 150100100
100100100
100
100

FACE B

Furações na parte superior do poste

6.2. Parafuso Olhal:

No primeiro furo superior da face A (frontal) deve ser instalado um parafuso olhal metálico, com proteção zincada eletrolítica, Ø 5/16”, para fixação do ramal de ligação da concessionária, conforme mostrado no desenho abaixo.

Parafuso Olhal
Parafuso Olhal

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

6 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Fixação do parafuso olhal

e Proteção Incorporada Fixação do parafuso olhal Parafuso Olhal 6.3. Tubulação de entrada dos condutores:

Parafuso Olhal

6.3. Tubulação de entrada dos condutores:

Tubulação de PVC rígido, de Ø 1” (32mm) totalmente embutida no concreto até a caixa do medidor. No caso de poste para dois ou três consumidores deverão ser utilizadas tubulações independentes de Ø 1” (32mm) totalmente embutidas no concreto, uma para cada caixa do medidor.

6.4. Tubulação de saída:

A saída dos condutores do padrão MINI deve ser subterrânea através de eletro duto de PVC rígido embutido ou duto reto sem revestimento no concreto de Ø 1” (32mm) , da caixa do medidor até a caixa de proteção para cada consumidor e daí até a caixa de passagem abaixo da linha de engastamento do poste.

No caso de poste para dois ou três consumidores a saída da caixa de proteção até a caixa de passagem subterrânea pode ser feita somente por um duto reto sem revestimento no concreto com Ø 2” (60mm). Não serão aceitos dutos sem revestimento no concreto com curvas ou ângulos devendo nestes casos serem utilizados eletro dutos de PVC.

Nota Importante: O eletro duto embutido de saída aérea não é exigido pela CPFL Energia, sendo opção do fabricante. Se existir deve ser de PVC rígido de Ø 1” (32mm) para cada consumidor e deve sair a uma distancia de no máximo 1300mm do topo do poste.

6.5. Aterramento:

O aterramento do Poste Padrão Mini deverá ser integrado com a ferragem interna do

poste e deve ser executado conforme recomendações do GED 16630 itens 5.2 e 5.3. Nos padrões Mini para um, dois ou três consumidores devem ser previstos um ponto de conexão à terra na parte superior do poste para ligação do condutor neutro e outro no interior de cada caixa de proteção para ligação de cabos concêntricos.

O ponto de conexão à terra superior deve estar situado a 600mm do topo do poste, na

face A, (frontal) e abaixo das furações e o ponto no interior da caixa de medição conforme mostrado no desenho do item 6.9.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

7 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Nota Importante:

Para viabilizar a utilização do condutor concêntrico que substitui o ramal de ligação e o ramal de entrada, conectado na rede secundária e no borne do medidor, sem emenda na ancoragem do ramal de ligação no postinho, é fundamental o ponto de conexão à terra para ligação do condutor neutro no interior da caixa de medição.

A conexão do ponto de aterramento poderá ser feita em duas opções:

6.5.1.Conexão Tipo Z Estampada em Inox

Através dessa Conexão que consta no item 5.2 do GED 16630 Conexão para Aterramento de Poste de Entrada BT.

É dispensável a utilização da haste de aterramento nesse tipo de Padrão com Caixa Incorporada. O aterramento será exercido pela própria ferragem interna do poste. Porém o sistema de aterramento deverá seguir rigorosamente as orientações do GED 16630 podendo utilizar a conexão Tipo Z Estampada conforme item 5.2 e Conexão por Solda a Ponto por Resistencia conforme itens 5.2 e 5.3 do GED 16630.

Consultar fornecedores qualificados para conexão no GED 16630.

É imprescindível adotar dois pontos de aterramento no poste padrão com caixa incorporada:

um no alto do poste e um no compartimento destinado a proteção utilizando o Terminal de Conexão Tipo Z Estampado em Inox ou a Solda a Ponto por Resistencia ilustrados abaixo.

Inox ou a Solda a Ponto por Resistencia ilustrados abaixo. Conexão tipo Z Estampada em material

Conexão tipo Z Estampada em material Inox

O neutro da concessionária é conectado ao dispositivo de conexão à terra superior

através de um terminal de pressão de latão de 16mm 2 no modelo para um consumidor

ou de 25mm 2 ou 35mm 2 no modelo para dois ou três consumidores respectivamente.

Para fixação do condutor neutro é obrigatório o uso de terminal bi metálico (latão ou latão estanhado), não sendo aceito terminal de aço, cobre ou alumínio.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

8 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

50.5 mm 5.5mm
50.5 mm
5.5mm
Ø 10.5 mm
Ø 10.5 mm
Ø 14 mm 21 mm
Ø 14 mm
21 mm

Terminal de pressão 6.5.2.Conexão com solda a Ponto por Resistencia

pressão 6.5.2.Conexão com solda a Ponto por Resistencia Conexão com Solda a Ponto por Resistencia N.Documento:
pressão 6.5.2.Conexão com solda a Ponto por Resistencia Conexão com Solda a Ponto por Resistencia N.Documento:

Conexão com Solda a Ponto por Resistencia

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

9 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

6.6. Pingadeira:

A pingadeira é utilizada para dar acabamento do eletrocuto de entrada do ramal do cliente. A pingadeira deve ser de PVC de 1” (32mm) conforme desenho abaixo e deve encaixar em bolsa na boca do tubo de entrada.

Nota Importante: No caso de utilização de condutor concêntrico a pingadeira de PVC deverá ser reta para facilitar a entrada do condutor.

PVC deverá ser reta para facilitar a entrada do condutor. Pingadeira curva e Pingadeira reta 6.7.

Pingadeira curva e Pingadeira reta

6.7. Suporte para fixação do medidor de energia:

O medidor deve ser fixado em suporte instalado no fundo da caixa do medidor, devendo ser constituído de material polimérico resistente como policarbonato, PVC ou outro tipo de plástico, adequado para fixação de medidores. O medidor deverá ser fixado na placa, através de parafuso de fixação e posteriormente o suporte deve ser preso no fundo da caixa do medidor.

Não serão aceitos fundos de madeira para fixação do medidor.

210mm

7mm 7mm 13mm 105mm 300mm
7mm
7mm
13mm
105mm
300mm

Exemplo de suporte para fixação do medidor

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

10 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

6.8. Lacre:

No poste com medição com leitura voltada para a calçada o lacre da caixa de medição deve ser dorsal (do lado do consumidor). Neste caso utiliza-se o parafuso passante com o lacre sendo efetuado na parte de trás do poste do lado do cliente.

O parafuso passante deve possuir na sua extremidade um furo transversal de 2mm de

diâmetro para colocação do lacre conforme figura abaixo.

O parafuso de fixação e lacre da tampa do medidor voltado para a calçada depois de

instalado, não deve ultrapassar o limite da face do poste, devendo para isso terminar em concavidade na face do poste.

No poste lateral (somente em locais onde existe a impossibilidade de utilização do poste com medição voltada para a calçada) o lacre da tampa deve ser frontal utilizando-se parafuso fixado no concreto do poste

frontal utilizando-se parafuso fixado no concreto do poste Parafuso de lacre, Porca e Arruela 6.9. Caixa

Parafuso de lacre, Porca e Arruela

6.9. Caixa do medidor:

A caixa do medidor deve ser moldada na face A frontal do poste de concreto (caixa

incorporada) nas medidas mostradas nos desenhos dos anexos A, B e C. No fundo da caixa do medidor deve existir uma canaleta para passagem dos condutores do ramal de entrada por detrás do medidor.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

11 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

No modelo para dois ou três consumidores as caixas do medidor devem ser individuais para cada consumidor sem qualquer comunicação entre elas. Também não é permitida

a passagem de tubulação aparente no interior da caixa de medição.

As caixas devem possuir abas laterais e pingadeira superior para evitar a penetração de água.

Nota Importante: O ponto de conexão à terra para ligação do neutro de cabos concêntricos deve estar situado na parte inferior da caixa do medidor.

deve estar situado na parte inferior da caixa do medidor. Caixa do medidor 6.10. Tampa da

Caixa do medidor

6.10. Tampa da caixa do medidor:

Cada alojamento incorporado no poste, para os medidores, deve possuir uma única tampa, com seu respectivo fecho com lacre.

A tampa da caixa de medição deve ser feita de material resistente ao choque e possuir

resistência aos raios ultravioletas e à chama. Serão aceitas tampas de alumínio, fibra de vidro ou polímeros de alta resistência como o policarbonato.

A tampa deve permitir folga entre o medidor e o visor. O visor deve ser circular ou quadrado centralizado, de 150mm de diâmetro ou lado, de policarbonato transparente, ou vidro com espessura mínima de 3mm, para visualização dos medidores. A tampa deve possuir abas e pingadeira para evitar a penetração de água no alojamento do medidor.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

12 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Tampa da caixa do medidor 6.11. Caixa da
Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Tampa da caixa do medidor 6.11. Caixa da

Tampa da caixa do medidor

6.11. Caixa da proteção:

Caixa embutida na face A (frontal ou dorsal) do poste, nas medidas mostradas nos desenhos dos anexos A, B e C. No poste com medição com leitura voltada para a calçada a caixa da proteção será sempre dorsal.

O disjuntor deve ser instalado em suportes poliméricos ou metálicos não sendo aceito o

uso de placas de madeira. No modelo para dois ou três consumidores a caixa de proteção pode ser única. A caixa de proteção também deve permitir a instalação de supressores de surto para todos os consumidores.

Notas Importantes:

Ver item 8.3. do GED 13 - Dispositivos de Proteção Contra Surto de Tensão e Descarga Atmosférica – DPS.

Na caixa de proteção obrigatoriamente deverá ter um ponto de aterramento com conexão tipo Z Estampado.

6.12. Fixação do disjuntor:

O disjuntor do consumidor deverá ser instalado em trilho apropriado instalado no fundo

da caixa de proteção. Não será aceito fundo de madeira para fixação do disjuntor.

6.13. Tampa da caixa de proteção:

A tampa da caixa de proteção deve ser feita de material resistente ao choque e possuir

resistência aos raios ultravioletas e à chama. Serão aceitas tampas de alumínio, fibra de vidro ou polímeros de alta resistência como o policarbonato.

6.14. Condutores:

Os condutores dos ramais de entrada e saída devem ser exclusivamente com cabo de cobre Ø16mm 2 com isolação 750V, flexível (7 pernas) ou extra flexível. A ponta do

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

13 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

cabo flexível não precisa de proteção, o extra flexível deve ter as pontas protegidas com terminal tipo ilhós.

A critério da CPFL poderão ser utilizados cabos concêntricos.

Notas Importantes:

- Para fixação do condutor concêntrico no borne do medidor deverá ser utilizado o conector adaptador para condutor concêntrico de alumínio conforme documento técnico GED 14908.

- Neste modelo de padrão de entrada não serão aceitos cabo extra flexível.

7.

INSPEÇÃO

7.1.

Ensaios:

Inspeção visual e Ensaios de Elasticidade e Ruptura conforme a NBR-8451 e NBR

8452.

Os ensaios de flexão e ruptura do poste de concreto devem ser feitos para a face A – mais fraca do poste e atender o especificado pela tabela 1 ou 1A do GED 13 para a carga declarada para um, dois ou três consumidores. Não será necessária a realização de ensaios na face B – mais forte – do poste.

Nota Importante:

No padrão Mini a capacidade nominal para identificação será FACE A 90 daN.

7.2. Amostragem

Deve obedecer aos critérios estabelecidos no GED 4162 Poste com Caixa de Medição

e Proteção incorporada.

8. MEIO AMBIENTE

As atividades, projetos, serviços, orientações e procedimentos estabelecidos neste documento, deverão atender aos princípios, políticas e diretrizes de Meio Ambiente da CPFL, bem como atender a todos os requisitos de normas e procedimentos do Sistema de Gestão Ambiental.

Complementarmente, os casos específicos relativos a este documento estão detalhados no corpo do texto do mesmo, incluindo-se as designações de órgãos externos responsáveis, quando aplicável.

Documentos complementares (GEDs):

- 02292 Aspectos ambientais

- 02293 Controle operacional

- 02294 Comunicação

- 02295 Requisitos legais

- 02296 Riscos ambientais

- 02299 Controle de não conformidades em meio ambiente

- 02314 Utilização e armazenamento de agrotóxicos e afins

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

14 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

- 02428 Gerenciamento controle e disposição de resíduos

- 02430 Planejamento e controle da arborização na coexistência com o sistema elétrico

- 02592 Vazamento de óleo em equipamento hidráulico de caminhões

- 03404 Inspeção e limpeza de fossa séptica

- 03462 Plano de emergência para queda de condutor

- 05656 Diretrizes ambientais para empresas contratadas

- 12669 Análise e investigação de contaminação de derramamento de óleo

- 12671 Desmantelamento de áreas operacionais e avaliação de passivos ambientais

- 12672 Ação emergencial para limpeza de derramamento de óleo

- 12689 Avaliação ambiental de novos empreendimentos

- 13020 Licenciamento ambiental

- 13102 Cadastro no IBAMA - Atividades potencialmente poluidoras e utilizadoras de recursos naturais.

9. REGISTROS DE REVISÃO

Este padrão foi desenvolvido com a colaboração dos seguintes profissionais das empresas CPFL Energia:

 

Empresa

 

Colaborador

 

CPFL Paulista

 

Marcelo de Moraes

 

CPFL Piratininga

 

Antonio Carlos de Almeida Cannabrava

 

CPFL Santa Cruz

 

José Carlos Brizola Junior

 

CPFL Mococa, CPFL Jaguarí, CPFL Leste Paulista, CPFL Sul Paulista

 

Marco Antonio Brito

 

RGE

Albino Marcelo Redmann

 

RGE Sul

Fernanda Pedron

 

Versão

Data da versão anterior

 

anterior

- Alterações em relação à versão anterior

 
   

-

Inclusão

do

condutor

concêntrico,

Redefinição

dos

critérios de ensaios, Inclusão do item amostragem,

1.0 22/12/2011

- Dimensionamento do poste com caixa incorporada pela FACE A de menor esforço onde o ramal é ancorado – de acordo com a tabela 1 A do GED 13.

   

Inclusão de corpo de texto e desenho referente ao poste para 3 consumidores.

-

1.1 26/03/2012

Inclusão de ponto de conexão à terra para ligação de cabos concêntricos e retirada de ponto de conexão á terra para haste complementar.

-

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

15 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

   

- Retirada de corpo de texto referente ao uso de haste complementar.

   

- Esclarecimentos sobre a documentação necessária

1.2

24/06/2013

apresentação para o padrão MINI – ver item 4.1 do documento.

   

- Revisão para eliminação da solda no sistema de

1.3

22/08/2013

aterramento do postinho de entrada BT. Deverá ser com conexão em Inox conforme item 5.2 do GED 16630.

1.4

21/10/2015

- Prorrogar prazo para eliminação da solda no aterramento da entrada BT até dezembro de 2016.

   

- Adequação da conexão de aterramento dando a opção

1.5

8/9/2016

de conexão com solda a ponto por resistência conforme item 6.5.2.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

16 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

ANEXO A: DESENHO DO POSTE MODELO MINI PARA 1 CONSUMIDOR

110 100 Parafuso Olhal de Ancoragem 19mm POSTE PADRÃO DE ENTRADA DE ENERGIA COM CAIXAS
110
100
Parafuso Olhal
de Ancoragem
19mm
POSTE PADRÃO DE ENTRADA DE
ENERGIA COM CAIXAS INCORPORADAS
ConectorParafuso
Ø19mm
paraAterramento
MODELO- MINI para ummedidor
monofásico
Ø19mm
Eletroduto PVC 1"
Terminal p/ Aterramento
CARACTERÍSTICASTÉCNICAS:
parafusozincadoafogo3/8"
Eletroduto de Entrada
de Ø1"
1.
Eletroduto de
Eletrodutos de PVC rígido de 1" (32mm)
embutidos no corpo do poste;
SaídaAérea
2.
Eletrodo de aterramento através da
ferrageminterna do poste;
19mm
3.
Terminal de aterramento inferior para
haste de terra
complementar;
FACEB
3.
Terminal de aterramento superior para
aterramento do neutro
na entrada do ramal;
4.
Fixação do medidor
emplacas de
policarbonato;
5.
Caixas da medição e da proteção
ParafusoOlhal
incorporadas no corpo do poste;
6.
Haste de terra aço-cobreada de Ø1/2" x
1,20m;
7.
Saída aérea e saída subterrânea;
Eletrodutoembutido
PVC 1"
Parafuso olhal para ancoragemdo ramal
de ligação;
8.
9.
Poste de concreto duplo T
10.FaceA:Capacidadenominal90daN;
11.FaceB:Capacidadenominal140daN.
parafuso de conexão
terminal de latão
Caixa da Medição
Caixa da Proteção
Caixa do
Medidor
200
Caixa
do Medidor
200
facefrontal
10
10
Furo do lacre
Parafuso do lacre
100
30
30
Caixa do Disjuntor
200
120
face dorsal
Caixa do disjuntor
90
facedorsal
110
Terminal p/ Haste de Terra
Engastamento
Tampa da caixa do medidor
Caixa de Passagem
paraComdutores
Terminal p/ Haste de Terra
Caixa de Passagem
p/condutores
Haste de terra
260
155
VistaFrontal
VistaLateral
FaceB
FaceA
0 01
0 0
1 5 01
1 0 01
0 0
0 01
0 0
0 01
1 0 01
1
0 0
7 5 0 0
1 3
5 0
1
8 0 0
4
0 0
6 2 0
2
1
0
1
0 0
1
0 0
4
0
3
4 5
5 0
2
1
0
1
0
0 1
1
6
0
3
0
1
0 0
1
1 0

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

17 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Detalhe do poste auxiliar com o parafuso olhal

Detalhe do poste auxiliar com o parafuso olhal para fixação do ramal de ligação

com o parafuso olhal para fixação do ramal de ligação Detalhe da pingadeira e do ponto

Detalhe da pingadeira e do ponto de conexão do aterramento

Nota Importante: No caso de utilização de condutor concêntrico a pingadeira de PVC deverá ser reta para facilitar a entrada do cabo. Ver itens 6.3. e 6.6.

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

18 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Compartimento da medição no poste auxiliar Compartimento
Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Compartimento da medição no poste auxiliar Compartimento

Compartimento da medição no poste auxiliar

Incorporada Compartimento da medição no poste auxiliar Compartimento da medição com a tampa N.Documento:

Compartimento da medição com a tampa

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

19 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Compartimento da proteção para instalação do disjuntor
Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Compartimento da proteção para instalação do disjuntor

Compartimento da proteção para instalação do disjuntor

Compartimento da proteção para instalação do disjuntor Sistema de aterramento – conexão da haste no poste
Compartimento da proteção para instalação do disjuntor Sistema de aterramento – conexão da haste no poste

Sistema de aterramento – conexão da haste no poste auxiliar

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

20 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada Padrão MINI com caixa de medição e proteção

Padrão MINI com caixa de medição e proteção incorporada para 1 consumidor categorias A1 ou A2

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

21 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

ANEXO B: DESENHO DO POSTE MODELO MINI PARA 2 CONSUMIDORES

120 100 ParafusoOlhal de Ancoragem ConectorParafuso Ø19mm paraAterramento Ø19mm Eletroduto de 1" Terminal
120
100
ParafusoOlhal
de Ancoragem
ConectorParafuso
Ø19mm
paraAterramento
Ø19mm
Eletroduto de 1"
Terminal p/
Aterramento
Eletroduto de
Eletrodutos de Entrada
de Ø 1"
SaídaAérea
Tampa da caixa do medidor
Caixa do medidor 1
Caixa do Medidor 1
facefrontal
Parafuso do lacre
Caixa do medidor 2
Caixa do Medidor
2
facefrontal
Caixa do disjuntor
Parauso do Lacre
facedorsal
200
Caixa do Disjuntor
Terminal p/ Haste de Terra
facedorsal
Engastamento
Caixa de Passagem
70
Terminal p/ Haste de Terra
paraComdutores
Caixa de Passagem
p/condutores
Haste de terra
250
160
750 0
1350
400
62 0
1 30
100
180
1 00 150

VistaFrontal

FaceB

VistaLateral

Face A

POSTE PADRÃO DE ENTRADA DE ENERGIA COM CAIXAS INCORPORADAS

MODELO-MINIparadoismedidores

monofásicos

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:

1. Eletrodutos de PVC rígido de 1" (32mm) embutidos no corpo do poste;

2. Eletrodo de aterramento através da ferrageminterna do poste;

3. Terminal de aterramento inferior para haste de terra complementar;

3. Terminal de aterramento superior para

aterramento do neutro na entrada do ramal;

4.

policarbonato;

5. Caixas da medição e da proteção

incorporadas no corpo do poste;

6. Haste de terra aço-cobreada de Ø1/2" x

1,20m;

7. Saída aérea e saída subterrânea;

8. Parafuso olhal para ancoragemdo ramal de ligação;

9. Poste de concreto duplo T

10.FaceA:Capacidadenominal 90daN;

11.FaceB:Capacidadenominal 140daN.

Fixação do medidor emplacas de

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

22 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA

Tipo de Documento: Padrão Técnico Área de Aplicação: Distribuição Título do Documento: Padrão de Entrada

Tipo de Documento:

Padrão Técnico

Área de Aplicação:

Distribuição

Título do Documento:

Padrão de Entrada Mini para 1, 2 e 3 Consumidores - Caixa de Medição e Proteção Incorporada

ANEXO C:DESENHO DO POSTE MODELO MINI PARA 3 CONSUMIDORES

.14 .10 Ponto de conexão ao terra Eletroduto de entrada Detalhe 1 Ponto de medição
.14
.10
Ponto de conexão
ao terra
Eletroduto de entrada
Detalhe 1
Ponto de
medição
.50
.18
VISTA FRONTAL
VISTA LATERAL
7.50
2.65
1.00
3.86
1.18
.49 .39
2.65
1.00
3.86
.20 .07 CANALETA .07 .40 .34
.20
.07
CANALETA
.07
.40
.34

DETALHE 1

.12 .03 CANALETA .04 .10 .34
.12
.03
CANALETA
.04
.10
.34
.14 Eletroduto de saída Fixação da tampa .50 VISTA POSTERIOR 2.65 1.00 3.86 1.18 .49
.14
Eletroduto de saída
Fixação da tampa
.50
VISTA POSTERIOR
2.65
1.00
3.86
1.18
.49 .33

N.Documento:

Categoria:

Versão:

Aprovado por:

Data Publicação:

Página:

14857

Manual

1.6

Caius Vinicíus S Malagoli

13/04/2017

23 de 23

IMPRESSÃO NÃO CONTROLADA