Você está na página 1de 3

A LOCOMOTIVA

COMO FUNCIONA
LOCOMOTIVA NÃO AMPERA

COMO OS MOTORES DE TRAÇÃO SÃO ALIMENTADOS


Os motores de tração são alimentados com corrente elétrica gerada a partir do gerador principal ou alternador
AR10. Saindo do polo positivo do gerador principal a corrente passa primeiro pelas chaves
BKP (G12/G16) ou chaves M (DD/GT), em seguida passa pelas chaves de reversão
RVF/RVR que determinam qual sentido os motores irão girar, e por ultimo após passar pelos
motores de tração a corrente passa pelos contactores P que completam o circuito ligando os
motores de tração no terminal negativo do gerador principal.
Nas locomotivas G16 e com velocidade abaixo de 18km/h, a corrente após passar por determinado motor de
tração, ao invés de ir para o polo negativo do gerador principal passa primeiro por um dos
contactores S que liga esse motor em serie com outro motor de tração, após 18 km/h a
contrapressão (corrente elétrica que os motores de tração produzem enquanto giram) liga um
relé chamado TR (Relé de Transição) que ao ser ligado desliga os contatores S e liga os
contatores P que liga cada motor de tração direto no terminal negativo do gerador principal,
ou seja, nas locomotivas G16 os motores de tração arrancam.associados em serie-paralelo
(ligados de 2 em 2) para obter mais torque devido o gerador principal ser o mesmo das
locomotivas G12 que foi projetado para alimentar 4 motores de tração, após 18 Km/h já não
precisa mais de torque e sim de velocidade, neste caso os motores de tração são separados e
ficam ligados separadamente ou em paralelo. (Ler a matéria “Transição”).

SEQUENCIA DO CIRCUITO QUE LIGA AS CHAVES E CONTACTORES


Existe uma seqüência lógica para que as chaves e contactores das locomotivas operem, o disjuntor de controle
ou comando local liga o circuito auxiliar de todas as chaves e contactores do circuito de alta tensão, e também
liga o circuito do contactor GF (DDM/GT) e BF (G12/G), as chaves do circuito de alta tensão e o contactor
GF/BF só ligam se o disjuntor de controle local estiver ligado.
Em tração as chaves M (DDM/GT) ou BKP (G12/G16) são ligadas, porém o circuito auxiliar que liga as chaves
de potencia passa pelas chaves B de freio dinâmico desligado, e as chaves de potencia só ligam se todas as
chaves de freio dinâmico estiverem desligadas.
Quando a chaves de potencia M/BKP operam completam o circuito auxiliar dos contactores P (DDM/GT/G12)
ou contatores S (G16), e os contactores P/S só ligam se todas as chaves M /BKP estiverem ligadas, daí. a
corrente do circuito auxiliar dos contatores P terá que passar ainda pela chave de reversão que estiver ligada.
Quando as chaves de reversão em um sentido liga as outras em sentido desligam e a corrente do circuito auxiliar
dos contatores P terá que passar pelas chaves de reversão que estiverem ligadas, caso a alavanca de reversão seja
mudada para o sentido oposto e uma das chave selecionadas não ligue, o circuito auxiliar dos contatores P/S
ficará interrompido pois nestas alturasas as chaves de reversão antes selecionas já estarão desligadas também
interrompendo o circuito auxiliar dos contatores P/S, os contactores P/S só ligam todas as chaves de , reversão
RVF ou RVR estiver ligada.
Quando os contactores P/S ligam, completam o circuito que liga o contactor do campo do gerador GF
(DDM/GT) ou BF (G12/G16) e o contactor GF/BF só liga se todos os contactores P/S estiverem ligados.
Depois de ligado o contactor GF/BF deixa passar energia elétrica para o campo do gerador através dos fusíveis
de 100 A ou 80 A, e só passa corrente elétrica pelos fusíveis do campo do gerador se o os contactores BF/GF
estiverem ligados.
Após passar pelos fusíveis a corrente passa pelo regulador de carga e de acordo com os pontos de acelerador e
pressão do óleo lubrificante o regulador de carga deixa passar mais ou menos corrente para o campo do gerador,
a corrente só passa para o campo do gerador se o regulador de carga estiver em perfeitas condições.
Ao receber corrente elétrica no campo do gerador a locomotiva traciona (ampera), a locomotiva só ampera se
receber corrente elétrica no campo do gerador principal.

Zé Airton – Como Funciona- Elétrica 49


A LOCOMOTIVA

Do ponto 1 ao ponto 8 o acelerador fecha os contatos da chave THS 1 Idle do acelerador que energiza o relé
GFR com corrente elétrica vinda do disjuntor de comando. O GFR ao ser energizado liga o
contactor GF/BF que energiza o campo do gerador para que a locomotiva ampere, porém a
corrente que liga o GFR além de passar pela chave THS 1Idle do acelerador, passa também
pelo interruptor de campo do gerador, pelo relé GR (relé de Terra), pelo relé PCR (Chave
PCS) e chave Isoladora em Trabalho, e o relé GFR só liga se o disjuntor de comando
estiver ligado, o acelerador posicionado do ponto 1 em diante, interruptor de campo do
gerador ligado, relé GR ligado (sem relé de Terra), relé PCR ligado (Chave PCS
fechada) e chave Isoladora em Trabalho.
(Na matéria como funciona “O Acelerador” encontra-se explicação de o que é Chaves THS)

QUE PODE SER FEITO QUANDO A LOCOMOTIVA NÃO AMPERA

1- TESTAR O CONTACTOR BF/GF


Desde que os disjuntores de comando e controle local estejam ligados, interruptor do campo do gerador
ligado, chave PCS fechada, relé de terra GR armado e a chave isoladora em Trabalho, fazer o seguinte:
Colocar o ponto 1 no acelerador para ver se contactor GF/BF Liga.
O contactor BF só liga após todas as chaves de potencia, chaves de reversão e contactores P estiverem ligados.
A- Contactor BF/GF liga com as chaves de Reversão selecionadas nos sentidos Frente e Ré
- se o contactor BF/GF ligar com a reversão nos dois sentidos é porque o problema está pra frente, neste caso ou
o Fusível de 80/100 Amperies está queimado ou defeito no regulador de carga ou ainda algum terminal pode
estar solto.
O que fazer-trocar o fusível queimado, se não resolver entrar em contato com a oficina tentar descobrir o
defeito.
B- Contactor BF/GF Liga somente com a chave de reversão em um sentido:
-se o contactor BF/GF ligar somente quando a chave de reversão estiver num sentido é porque uma das chaves
de reversão no sentido em que ele não liga está agarrada, ou resistência queimada.
Observação: pode ser também que os relés FOR/RER ou chaves RHS F/RHS R do punho reversor estejam com
defeito no sentido que a chave não liga ou terminal solto.
O que fazer – após movimentar a alavanca de reversão para frente e para ré e não resolver o problema, entrar
em contato com a oficina para tentar identificar qual chave RVR ou RVF está defeituosa para forçá-la a ligar ou
jampear sua resistência.
(Na matéria como funciona “A Alavanca de Reversão” encontra-se explicação de o que são as Chaves RHS F e
chave RHS R)
C- Contactor BF/GF não liga com as chaves de reversão operando nos dois sentidos.
- Se o problema aparecer após ter usado freio dinâmico é possível que uma das chaves de Potencia M
(DDM/GT) ou BKP (G12/G16) ou contactor P (DDM/GT/G12) ou contactor S (G16) esteja agarrada, se não
tiver usado freio dinâmico pode ser que um algum terminal do relé GFR ou do contactor GF/BF tenha soltado
ou afrouxado.
O que fazer – se tiver usado freio dinâmico movimentar a chave seletora para freio dinâmico e tração varias
vezes na tentativa de desgarrar a possível chave M/BKP ou Contactor P/S com defeito, não resolvendo o
problema entrar em contato com a oficina para tentar descobrir qual chave M/BKP ou contactor P/S não estar
ligando, ou onde pode ter terminal solto ou frouxo.

2-TESTAR AS CHAVES DE REVERSÃO


A – Chaves de reversão ligam nos dois sentidos
Letras .A e C do item anterior.
B – Chaves de reversão ligam somente em um sentido
Letra B do item anterior.
C – Chaves de reversão não ligam em nenhum sentido
-Pode ser mau Contato na chave Isoladora ou no relé ISA da chave isoladora que liga os relés FOR/RER.
O que fazer-
- virar a chave isoladora varias vezes para Partir/ Trabalho para desligar e ligar o relé ISA.
- pode ser que haja mau contato no disjuntor de Contorle Local. Nas locomotivas G12/G16 este disjuntor poderá
ser desligado e ligado novamente, mas nas locomotivas DDM/GT se essa operação for feita a locomotiva irá
apagar, pois o disjuntor de Comando Local liga também o relé FPCR que ao ser desligado apaga a locomotiva.

Zé Airton – Como Funciona- Elétrica 50


A LOCOMOTIVA

3- ANALISE GERAL

A - observar se a pressão no encanamento geral e reservatório equilibrante não caiu, pois se tiver caído pode ser
que a chave PCS esteja aberta e a lâmpada de indicação queimada.
B – apertar o botão rearme relé de terra, pode acontecer da campainha e a lâmpada de indicação não esteja
funcionando.
C - desligar e ligar o interruptor do campo do gerador, possível mau contato.
D --desligar e ligar o disjuntor de comando, possível mau contato.
E – Virar a chave isoladora para partir e trabalho, possível mau contato.
F – abrir e fechar o acelerador, possível mau contato na chave THS 1 Idle.
G – Nas locomotivas DDM/GT, se os fusíveis de 60 A ou 150 A queimar ou se o Disjuntor de Campo do
Gerador Auxiliar for desligado a excitação do alternadorD14 é interrompida e a locomotiva não ampera nem
acelera, porem, a campainha soa e a lâmpada “Sem Energia” acende, já nas locomotivas G12/G16 se os fusíveis
de 150 A ou 30 A queimar, a locomotiva acelera e ampera normalmente.
H –Se o problema for na chave PCS (chave PCS aberta sem ser pelo ATC) ela pode estar agarrada, dar nela umas
pancadinhas ou acionar seu botão lateral ou superior, não resolvendo e desde que mão esteja em rampa,manter
contato com estação ou CTC para apagar a locomotiva, e em seguida desligar todos os disjuntores, drenar todo ar
dos reservatórios principais para ver se a chave PCS desgarre.

Zé Airton – Como Funciona- Elétrica 51