Você está na página 1de 4

PLANO DE ESTUDO/LEITURA 1.

2019 SEMESTRE

TÍTULO do Projeto de Pesquisa:

A EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA EM PERNAMBUCO: OS


GINÁSIOS NO SERTÃO (1950-1960)

TÍTULO do Plano de Estudo do Discente

METAS PARA O PRIMEIRO SEMESTRE

Marília – SP
Mês / Ano
PLANO DE ESTUDO
(Máximo de 8 páginas)

1. Principais Objetivos

2. Principais Atividades

3. Metodologia

4. Cronograma agosto de 2017 a julho de 2018

5. Resultados Esperados

6. Referências
1. Principais Objetivos

1.1 REVISÃO BIBLIOGRAFICA

Obras a serem lidas (Geral ao regional)

REFERÊNCIAS (GERAL)

ABREU, J. A educação secundária no


Brasil (ensaios de identificação de suas
NUNES, Maria Thétis. Ensino características principais). Rio de
Secundário e sociedade Janeiro: MEC/CILEME, 1955b.
brasileira. 2.ed. ver. e amp. São (Publicação n. 9)
Cristóvão, SE: Editora da
UFS,1999.

CUNHA, M. V. O Velho Estadão.


SOUZA,Rosa Fátima. História da Educação e poder nos anos de ouro
organização do trabalho escolar e do Ginásio
Otoniel Mota. Ribeirão Preto: Palavra
do currículo no Século XX: Mágica, 2000.
(ensino primário e secundário no
Brasil)/Rosa Fátima de Souza. – NUNES, Clarice. A modernização do
São Paulo: Cortez,2008. – ginásio e a manutenção da ordem.
(Biblioteca básica da história da 1979. 221f.
educação brasileira,v.2). Dissertação (Mestrado em Educação)
– Instituto de Estudos Avançados em
Educação, Fundação Getúlio Vargas,
PEREIRA, J. B.B. A escola secundária Rio de Janeiro, 1979
numa sociedade em mudança. São
Paulo:
Livraria Pioneira Editora, 1969.
SILVA, G. B. A Educação Secundária
(perspectiva histórica e teoria). São
VECHIA, A.; L.; K. M. (orgs.). Paulo:
Programa de Ensino da Escola Companhia Editora Nacional, 1969.
Secundária Brasileira (Atualidades Pedagógicas, v. 94)
(1850-1951). Curitiba: Ed. do Autor,
1998 SCHWARTZMAN, S. ; BOMENY, H. M.
B ; COSTA, V. M. R. Tempos de
SILVA, Carolina Mostaro Neves. Para Capanema.
Rio de Janeiro: Paz e Terra; São
os grandes males, os grandes remédios:
Paulo: Edusp, 1994.
propostas educacionais do Congresso
Agrícola, Industrial e Comercial de
MG (1903).
DALLABRIDA, N. A fabricação escolar
SILVA, Geraldo Bastos. Educação das elites. O Ginásio Catarinense na
Secundária. São Paulo: Primeira
República. Florianópolis: Cidade
Companhia Editora Nacional, Futura, 2001.
1969.
REFERÊNCIAS (REGIONAL)

BARROSO FILHO, G. Formando individualidades condutoras: o Ginásio


Pernambucano dos anos 50. 1998. 250f. Tese (Doutorado em Educação) –
Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998