Você está na página 1de 4

DESCRIÇÃO

 Sugestão 1
- Gênero: Descrição de ambiente (pode ser oral ou escrita, utilizada numa
estória)
- Tipologia textual: Descritiva

A casa era grande e bonita. A sala muito acolhedora. Móveis claros, bem
dispostos. Um sofá branco, aconchegante, com vista para a piscina. Num dos
cantos, dois vasos cor de barro. No centro do ambiente, uma mesa
pequena completava a decoração - uma combinação perfeita de vidro e
madeira...

 Sugestão 2:
- Gênero: Relato pessoal
- Tipologia textual: Narrativo-descritiva

Ainda me lembro da casa onde passava minhas férias. Minha tia não deixava
que tocássemos em nada. Também, tantas crianças juntas em meio a móveis
delicados, bem cuidados, e limpos! "Cuidado com meu sofá branco", ela sempre
dizia..."Cuidado com minha mesinha de centro; é de vidro, vocês podem se
machucar!"; "Não segurem nas cortinas!". Entendo as preocupações de tia
Helena. Mas, eu adorava aquele ambiente. Tudo tão novinho, chique, espaçoso.
E tinha a piscina! Ah, a piscina! E que jardim lindo! Belas tardes refrescantes e
inesquecíveis lá passei...

 Sugestão 3:
- Gênero: Anúncio
- Tipologia textual: Descritiva e Expositiva

Vende-se uma casa de praia mobiliada. Quartos e cozinha com móveis


planejados. Sala de estar ampla, com sofás de primeira linha (uma poltrona de
dois lugares, mais duas poltronas individuais) e demais itens de decoração:
vasos, mesa de centro, cortinas. Portas grandes, de vidro, garantem uma linda
vista para o jardim e para a piscina. Móveis externos: jogos de mesas de madeira
e de vime, guarda-sóis e cadeiras de praia. Venha conferir!

 Sugestão 1
- Gênero: Estória
- Tipologia textual: Narrativo-descritiva

Era uma vez uma menina muito bonita. Tinha uma expressão angelical, olhos
grandes e brilhantes, nariz pequeno, boca bem desenhada, cabelos claros e
longos. Tinha doze anos. Estava quieta, num canto, muito triste e desamparada.
Não se sabe o que houve. Era uma pena aquelas lágrimas escorrendo no rosto
daquela criança...

 Sugestão 2:
- Gênero: Artigo
- Tipologia textual: Expositiva e descritiva (obs: descrição de sintomas)

"Em crianças e adolescentes, por exemplo, o humor deprimido pode se manifestar com
irritabilidade, rebeldia, baixo rendimento escolar ao invés de tristeza. O adulto
deprimido também pode experimentar sintomas adicionais na Depressão, incluindo
alterações no apetite ou peso, alterações do sono e da atividade psicomotora, diminuição
da energia, sentimentos de desvalia ou culpa, dificuldades para pensar, concentrar-se ou
tomar decisões, pensamentos recorrentes sobre morte ou ideação suicida."

(Ballone GJ - Sintomas da Depressão - in. PsiqWeb, Internet, disponível


em www.psiqweb.med.br, revisto em 2007)

Sugestão 1:

- Gênero: Diário íntimo


- Tipologia textual: Narrativo-descritiva

30 de junho de 2012,

Ontem à noite, tive um sonho muito estranho. Entrei num corredor escuro, não
podia enxergar nada! Nadinha mesmo! Comecei a ficar com medo (eu, como
sempre, tenho medo até da minha própria sombra!!!)... de repente, vi umas
luzes coloridas. Eram círculos de várias cores (amarela, rosa, laranja, vermelha,
azul, verde)...as luzes foram se aproximando de mim...e começaram a se
misturar: amarelo com verde, verde com amarelo, amarelo com laranja, laranja
com rosa...aff!!! Cansei! Minha nossa! Como eu corri!!! Não quis nem olhar pra
trás pra ver o que ia acontecer. Sabe de uma coisa? Acho que estou estudando
muito pro vestibular...bem, vou ficando por aqui. Espero dormir melhor hoje...e,
quem sabe, sonhar com o Carlinhos! rsrs

 Sugestão 2:
- Gênero: E-mail
- Tipologia textual: Narrativo-descritiva

Cara, ontem de noite foi trash! Bebi todas!!!!! E mais algumas...kkkkk


Olha o mico: quando dei por mim, tava kaído no chão, lambuzado de cerveja, o
chinelo arrebentado, camisa suada, cabeça girando...a vista foi ficando escura e
eu só conseguia ver uns círculos coloridos e embaçados na minha frente...
Acho que me queimei com as mina...
Dá próxima vez vê se vc naum dá no pé e me ajuda!

Atividade 2 (resolvida)
 A escrita nos dá várias possibilidades de construção. Algumas vezes, os
textos começam de trás para frente, misturam passado e presente...
 No caso do conto proposto (da escritora Marymarlice), ele segue uma
linha narrativo-descritiva muito lógica. Ou seja: primeiro se apresenta a
personagem 1, depois se apresenta a personagem 2 e, então, faz-se o
entrelaçamento entre elas.
 Abaixo, está a sequência original do conto. Aproveite para ler o conto
completo e saber o final dessa estória no "Recanto das
Letras" (http://www.recantodasletras.com.br/contosdesuspense/3688857)

"Todos os dias de manhã, Sabrina subia a rua da Casa Azul com uma sacola
de plástico preta nas mãos.
Todos ficavam incomodados com a vestimenta da garota. Sempre usava preto,
estilo gótico, olhos arregalados e um andar estranho, parecia estar em transe.
Jair, morador da Casa Azul no final da rua, ficara cismado com a presença da
jovem que parava em frente ao seu portão por alguns cinco segundos, olhava para
dentro da casa e seguia em frente.
Sabrina pegava um atalho entre a casa azul de Jair e o muro alto do cemitério
da pequena cidade de Castanheiras, apelidado de cemitério maldito por moradores
da região (...)"

Quanto às impressões que o texto passa sobre as personagens e fatos narrados,


algumas considerações podem ser feitas, ainda que não tenhamos o texto completo.
Percebe-se que há uma situação estranha acontecendo no texto. Isso pode ser
deduzido em razão de algumas descrições relacionadas à personagem 1: sacola plástica
preta, roupas pretas, estilo gótico, olhos arregalados, andar estranho, "parecia estar em
transe". Além disso, a personagem pega um atalho por um cemitério! É uma descrição
que não transmite uma ideia de serenidade, de paz e harmonia; pelo contrário, transmite
uma ideia de suspense, talvez de terror, de algo estranho acontecendo.
A ideia de mistério é mais aguçada quando aparece a personagem 2. O texto revela
que o rapaz está cismado, intrigado para saber algo sobre a jovem Sabrina...

Atividade 3
 Observe o vídeo abaixo. Escreva um texto narrativo-descritivo para
contar o que está acontecendo na cena mostrada.

(Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=IVTjqXoRZ0s)

Sugestão:

Outro dia, por uns instantes, observei uma cena curiosa. Um homem descansava,
deitado num terreno abandonado. Vestia roupa rasgada, chapéu, tinha um bigodinho
engraçado. Estava ele sossegado, com um cigarro nas mãos, com a cabeça recostada
num barril. Um guarda observava-o de longe, através da cerca de madeira quebrada, e
foi se aproximando sorrateiro, pelo outro lado da cerca. O guarda o abordou, com ar de
reprovação, ordenando que saísse do local; mas o homem nem pareceu se importar.
Olhou com certo desdém para a autoridade, fingiu indiferença, e provocou com um
aceno de cabeça, como se dissesse "não vou sair daqui, entre você aqui e me tire se
quiser!". O policial ficou muito bravo. Rapidamente deu a volta pela cerca até alcançar
o portão de entrada, mas o homem foi mais esperto e rolou por baixo da cerca, pelo
buraco na madeira, saindo do terreno e evitando o encontro com o guarda. A cena
seguinte foi hilária: o guarda corria por um lado, o homem saía por outro; o guarda
entrava pelo portão, o homem rolava por baixo da cerca; o guarda entrava por baixo da
cerca, o homem saía correndo pelo portão. Enfim, cansei só de olhar! Por fim, surgiu
outro guarda para frustar a brincadeira do homem. Não lhe restou outra coisa, senão
fugir de verdade, dessa vez...

Atividade 4

 Observe o texto abaixo (texto visual/imagem) e faça uma descrição dos


elementos observados.