Você está na página 1de 3

Métodos de moldagem

Fundição Aberta é o método


mais simples de preparação
de peças. A mistura de pré-
polímero/ agente de cura é
derramada em um molde
aberto e mantida lá, sem
aplicar pressão, até que a
mistura se ajuste. A principal
preocupação em fundição
aberta é distribuir a mistura
de materiais com cuidado
para evitar o aprisionamento de ar. Um princípio básico é manter a distância do
derramamento no molde, no mínimo, para evitar respingos.

Grandes peças podem ser feitas fundindo o material curado, mesmo que
algumas seções do molde possam ser gelificadas antes que o molde tenha
sido completamente preenchido. Por exemplo, peças pesando 450 kg
(aproximadamente 1000 lb) foram fundidas usando uma máquina misturadora
com uma vazão de 7 a 9 kg/min (aproximadamente 15 a 20 lb/min). Deve-se ter
cuidado para evitar a formação de trincas na linha de união entre o material
fluido e o material gelificado. O material derramado por último adere bem ao
material previamente gelificado, se os derramamentos subsequentes forem
feitos dentro de 30 minutos um do outro.

A superfície superior de uma peça fundida aberta é necessariamente plana,


mas a presença de um menisco impede que ela seja dimensionalmente
preciso. A Figura 10 mostra uma gaxeta plana feita por vazamento aberto -
uma aplicação típica desta técnica de moldagem.
Moldes com interiores irregulares são, às vezes, melhores fundidos usando o
método de preenchimento por baixo. A mistura é alimentada no fundo do molde
por meio de um tubo de enchimento; Enquanto o material sobe para encher o
molde, o ar é purgado através de aberturas na parte superior e o
aprisionamento do ar é minimizado.

Moldagem por compressão-moldagem (moldagem por gel) é geralmente


usada com peças que devem ser moldadas com tolerâncias fechadas. A
mistura de pré-polímero/agente de cura é envasada num molde de compressão
e deixada gelificar parcialmente. A pressão é aplicada para formar o material
gelificado e mantida até que os reagentes tenham sido ajustados. O melhor
momento no qual aplicar a pressão deve ser determinado pela experiência para
cada aplicação de moldagem individual, o tempo é de cerca de 8 a 9 minutos
após o início da mistura. O calor é aplicado através das placas da
prensa. Ventilação no molde não é geralmente necessária.
Moldagem por Transferência pode
ser usada para um alto volume de
produção de peças pequenas. A
mistura de pré-polímero/agente de cura
é depositada como um líquido na
cavidade de transferência cilíndrica e
deixada engrossar. A pressão é então
aplicada à cavidade por meio de um
pistão, e o material parcialmente
gelificado é forçado através de respiros
e canais para dentro do molde. Os
tamanhos dos canais e dos respiros no molde dependem da viscosidade do
gel, da pressão na cavidade de transferência e da passagem desejada. Um tipo
de molde de transferência é mostrado na figura 11.

Moldagem por injeção de líquido (LIM) é semelhante à transferência de


moldagem, exceto que a mistura de fluidos é forçada, sob pressão, diretamente
do misturador no molde. São necessárias pressões de 275 a 700 kPa (40 a 100
psig). A distância a que a mistura pode ser feita fluir é determinada pelas
características de gelificação do composto.

Respiros, canais ou ranhuras de rebarba são usados para purgar o ar à frente


da mistura e, assim, eliminar o aprisionamento de ar. Moldes cilíndricos podem
ser preenchidos forçando a mistura no fundo do molde, preenchendo
completamente o molde e permitindo que uma pequena quantidade de material
flua para fora de uma abertura superior.

Estas misturas são estáveis à temperatura ambiente até 24 horas. Quando


injetado em um molde aquecido a 140 a 160 ° C (284 a 320 ° F), tempos de
desmoldagem de 2 a 3 minutos foram demonstrados.

A Fundição Rotacional é usada para


moldar objetos ocos, como a bola
mostrada na Figura 12. A técnica é
semelhante à usada com plastisóis
devinil. A mistura de pré-polímero/
agente de cura é depositada no molde e
o molde é girado em dois planos
simultaneamente até que a mistura
assente. A velocidade de rotação é de 2
a 15 rev/min. Objetos ocos com paredes
de até 1,3 cm de espessura podem ser
feitos por essa técnica, dependendo das características do composto.

Misturas podem ser rotacionadas com dificuldade devido à sua curta vida útil.
Alguma melhoria pode ser feita reduzindo a temperatura da mistura, mas esta
técnica será aplicável apenas numa escala limitada.
Moldagem por centrifugação é
usada para produzir itens
moldados com detalhes nítidos.
A mistura fluida entra no centro
do molde e é empurrado para
dentro da cavidade por força
centrífuga. Desgaseificação
pode ser realizada
simultaneamente. Até as curas
altamente catalisadas
de borracha de uretano podem
ser distribuídas dessa maneira.
As velocidades de rotação
necessárias dependem da
configuração do molde e da viscosidade da mistura, mas geralmente estão na
faixa de 7,55 para 30,5 m/s (25 a 100 pés / s) no molde cavidade. Figura 13
mostra um molde para moldagem por centrifugação.

A fundição a vácuo é usada para peças finamente detalhadas e complexas,


onde o aprisionamento de ar seria um problema sério. O molde é colocado em
uma câmara maior e em toda a câmara é feito o vácuo. O molde pode ser
preenchido por fluxo de gravidade ou utilizando a pressão do misturador. O
polímero é desgaseificado durante o ciclo de moldagem. A fundição a vácuo é
mais prática para compostos com uma vida útil de cinco minutos ou mais.