Você está na página 1de 12

Estrutura e Dinâmica Social

Profa. Dra. Vanessa Elias de Oliveira


¡ Para Weber a sociedade não é algo exterior e
superior aos indivíduos, como afirmava
Durkheim (coercitividade do fato social)
¡ Ao contrário, não existe superioridade: as
normas sociais se manifestam em cada
indivíduo sob a forma de motivação à
motivam a ação individual.
¡ Weber define como objeto da sociologia a
ação social.
¡ 1864-1920, Alemanha
¡ Contrário ao positivismo, Weber afirmava que as
ciências humanas lidam com o fenômeno do valor.
¡ Só analisamos aqueles elementos da realidade que
têm algum sentido para nós, a partir de nossas
referências de valor.
¡ Ciências sociais são uma construção subjetiva do
pesquisador: selecionam na realidade, sempre
complexa e caótica, certos elementos que serão
aglutinados como um tipo idealmente perfeito (tipo
ideal).
¡ Como alcançar a objetividade nas ciências
sociais, apesar da existência desses valores?
¡ A ação do cientista é seletiva: os valores são um
guia para a escolha do objeto de pesquisa.
¡ A partir daí, ele definirá a direção de sua
explicação, estabelecendo relações de
causalidade (hipóteses), constituindo uma
explicação cuja objetividade é garantida pelo
rigor científico e metodológico.
¡ Ação social = ação de qualquer indivíduo
orientada pela ação do(s) outro(s). Conduta
humana dotada de sentido.
¡ 4 tipos de ação social:
§ Ação racional com relação a fins;
§ Ação racional com relação a valores;
§ Ação tradicional;
§ Ação afetiva.
Grau de racionalidade da ação social
¡ De acordo com a sociologia compreensiva, o
comportamento social é determinado por:
o Influência dos outros membros do grupo ao qual
pertencemos;
o Dos diferentes tipos de dominação;
o Da história, componente essencial do método
compreensivo.
¡ O “social” é construído a partir das ações
individuais à nesse sentido, utiliza como
método o individualismo metodológico.
¡ É a DOMINAÇÃO que mantém a coesão social,
que garante a permanência das relações sociais e
a existência da própria sociedade.
¡ Não é um fenômeno exclusivo da vida política,
mas percorre todas as esferas e instâncias da vida
coletiva.
¡ Dominação à fundamento da organização social.
¡ Relação entre dominantes e dominados à Não
se baseia apenas na capacidade econômica dos
indivíduos, como pensava Marx.
¡ Para Marx, a relação entre dominantes e
dominados é determinada pelo poderio
econômico, pela posse de bens de
produção. Aqueles que os possuem
exploram os trabalhadores que não os
possuem.
¡ Para Weber, esta relação pode ser de três
tipos distintos à NÃO se baseia apenas
na capacidade econômica individual.
Tipo de Base da Fundament Tipo mais Correspondent Coerção Base do
dominação obediência o puro e no mundo quadro
político administrativ
o
Do minaç ã Regra Rac ional Dominaçã Estado Exercida Competência
o leg al estatu ída o moderno pelos , disciplina
b urocrática (Empresa quadros do serv idor
capitalista policiais e
privada) judiciais do
Estado

Do minaç ã Tradição, Habitual Dominaçã Regimes Arb ítrio do Fidelidade


o fidelidade à o patriarcal despótic os à senhor à pessoal do
tradicio nal figura do (pai/filho) domínio é um Ausência servidor /
senho r direito do de direito privilégio
senhor formal
Do minaç ã Devoç ão Irracion al Dominaçã Regimes Confian ça, Carisma e
o afetiva ao o exercida perso nalistas / aceitação da voc ação
carismática senho r e às pelo populistas comun idad pessoal à
su as profeta, e na ausên cia dos
qualidades pelo heró i sentenç a con ceitos de
excepcio nais gu erreiro e proferida competênc ia
(dotes pelo pelo senhor e privilégio
so brenaturais grande
, heroísmo, demago go.
poder
in telec tual)
¡ NÃO corresponde à realidade, mas é um
instrumento analítico que pode ajudar na sua
compreensão.
¡ É uma construção lógica, baseada na escolha de
alguns elementos que são considerados centrais
do objeto a ser analisado e explicado.
¡ Esse processo de seleção acentua,
necessariamente, certos traços, deixando outros
de lado.
¡ Corresponde às características que o cientista
considera essenciais no objeto estudado, que não
necessariamente corresponde àquelas enfatizadas
por outros.
¡ O tipo ideal é utilizado, portanto, como instrumento
analítico para conduzir o pesquisador numa realidade
complexa.
¡ Eles coexistem nas sociedades modernas.
¡ Weber utilizou com frequência este recurso para
estudar os fenômenos sociais.
¡ Durkheim à É a SOLIDARIEDADE que
mantém a coesão das relações sociais.
¡ Weber à É a DOMINAÇÃO (OU AS
DISTINTAS FORMAS DE DOMINAÇÃO) que é
o fundamento da organização social.

¡ Estado: principal ator da dominação racional-


legal
¡ Importância do estudo sobre a
profissionalização da política