Você está na página 1de 27

MANUAL DE INSTRUÇÕES

FBS 2000 - FRESADORA E BROQUEADORA DE SEDE


2
APRESENTAÇÃO

A Rhema
A empresa Rhema Ferramentas de Precisão está no mercado desde 1999, e está
localizada na cidade de Maringá, no Estado do Paraná, Brasil. É uma indústria de 4000 m²,
moderna, estruturada e sustentável, sempre priorizando a qualidade, inovação tecnológica e
qualificação profissional. A Rhema tem como Missão produzir Máquinas e Ferramentas de
Precisão para Retífica de Motores, com altíssima qualidade e tecnologia, assegurando
completa satisfação dos clientes. Sua visão é ser referência em qualidade de seus produtos,
serviços, inovação tecnológica, atendimento ao cliente e qualidade de vida de seus
colaboradores.
O investimento em novas tecnologias e o atendimento personalizado de cada cliente é
prioridade na Rhema. Tais aspectos tornaram-se um diferencial, que projeta a Rhema como
referência nacional em máquinas para retifica de motores.
Através de sua rede de representantes, a Rhema atende em todo o território nacional.
É uma satisfação poder atendê-lo bem!

3
Índice
Introdução................................................................................................................ 5
1 Características gerais.............................................................................................. 6
1.1 Características técnicas....................................................................................... 6
1.2 Instruções............................................................................................................ 6
1.3 Definição técnica da fresadora e broqueadora de sede................................. 6
1.4 Transporte............................................................................................................ 7
1.5 Principais Itens..................................................................................................... 8
1.6 Comandos da máquina........................................................................................ 9
1.7 Plano de lubrificação............................................................................................ 10
1.8 Utilidades............................................................................................................. 11
2 Instalação
2.1 Sugestão de instalação....................................................................................... 12
2.2 Instalação elétrica................................................................................................ 13
2.3 Instalação pneumática......................................................................................... 14
2.4 Nivelamento......................................................................................................... 14
2.5 Aterramento......................................................................................................... 15
3 Funcionamento
3.1 Operação............................................................................................................. 16
3.2 Sugestões Importantes........................................................................................ 18
4 Resolução de Problemas
Resolução de problemas........................................................................................... 19
5 Garantia
Garantia.....................................................................................................................
20
5.1 A garantia fica automaticamente invalidada se:........................................... 21
5.2 A garantia não cobre:.............................................................................. 21
6 Acessórios
Acessórios ................................................................................................ 22
7 Brocas e alargadores para adaptação de guias
7.1 Brocas para adaptação de guias ...............................................................
23
7.2 Alargadores para adaptação de guias........................................................ 23
8 Tabela de aplicação de pastilhas

4
Tabela de aplicação de pastilhas................................................................... 24
9 Anotações
Anotações .................................................................................................. 25
10 Assistência Técnica
Assistência Técnica..................................................................................... 26
11 Contatos
Contatos.................................................................................................... 27

Introdução
Este manual de instruções descreve a forma de manusear o equipamento, de modo a garantir
um funcionamento seguro, uma ótima eficiência e uma longa vida útil.

Ler atentamente este manual antes de colocar a máquina em funcionamento, para assegurar
um manuseamento, funcionamento e manutenção adequados, desde o início.

Os reparos devem ser realizados por pessoal qualificado da Rhema Máquinas, que poderá
também ser contatada para qualquer informação adicional.

Em relação a todos os dados não mencionados no texto, consultar a seção resolução de


problemas (página 19).

A Rhema reserva-se ao direito de proceder a alterações sem aviso prévio.

Máquina:

Modelo:

Data de fabricação:

Número de série:

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

5
1- Características gerais

1.1 - Características técnica

Elétricas:
Tensão:..................................... 220 V
Corrente:................................... 6 A
Potência:................................... 1,32 KW
Frequência:............................... 60 Hz

Mecânica:
Comprimento:............................ 2.140 mm
Largura:..................................... 585 mm
Altura:........................................ 1.860 mm
Peso:......................................... 830 Kg

1.2 - Instruções

Para completar o lubrifil, sempre utilize fluido pneumático tipo SAE 10.
Pressão de entrada do primeiro regulador: 6bar (lubrifil). Pressão de entrada do segundo
regulador: 3 a 4bar.
Lubrificar com a oleadeira semanalmente, utilizar óleo de motor.
Manter a mesa sempre limpa e longe de equipamentos que possam prejudicar sua vida útil,
como exemplo: Retífica de válvula, Plaina e outros que liberam cavacos ou pó.
Substituir filtro de ar a cada seis (6) meses.

1.3 - Definição técnica da fresadora e broqueadora de sede

É uma máquina utilizada para realizar a retifica de sede, sem precisar esmerilhar as válvulas,
assim irá facilitar e agilizar o serviço. Também é utilizada para reabrir alojamento de guias e
sedes.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

6
1.4 - Instruções com medidas de segurança para movimentação e transporte da
FBS2000

A movimentação e transporte da FBS 2000 pode ser realizada de duas formas:

A) Utilizando uma cinta especial com capacidade para suportar o peso da máquina conforme
plaqueta fixada na parte traseira da máquina.

B) Utilizando uma empilhadeira com capacidade acima do peso da máquina com uma
distância mínima do solo.

Por se tratar de um produto industrializado poderá haver alterações no peso final. A máquina
sofre constante atualizações de design e dimensões.

O peso da máquina pode ser verificado na plaqueta fixada na parte traseira do gabinete.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

7
1.5 - Principais itens

1- Painel de controle;
2- Volante de avanço;
3- Relógio comparador para monitorar o avanço;
4- Regulagem do curso do mangote;
5- Afiador;
6- Cabeçote flutuante;
7- Cavaletes;
8- Manípulos para fixação dos cavaletes;
9- Manipulo de ajuste fino;
10-Luminária

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

8
1.6 - Comandos da máquina

B2 – Manômetro de pressão: Utilizado para verificar pressão da entrada de ar da fresadora


de sede ( FBS 2000).
B1 – Manômetro de vácuo: Utilizado para verificar a vedação das válvulas.
POT – Potenciômetro: Utilizado para variar a rotação da máquina.
H1 – Led verde: Indica que a máquina esta energizada.
RPM – Rotação: Indica a rotação do eixo do mangote.
S0 – Botão de emergência: Desliga o comando operacional da máquina.
S1 – Cabeçote: Liga e desliga a rotação do eixo.
S2 – Vácuo: Aciona o gerador de vácuo.
S3 – Pinça: Aciona a pinça para prender o cônico, suporte de ferramenta.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

9
1.7- Plano de lubrificação

1- Eixo Transmissão;
2- Conjunto Coluna;
3- Mangote;
4- Volante de avanço;
5- Cavaletes;
6- Conjunto lubrifil;

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

10
1.8 - Utilidades

Esfera de compensação acoplada ao eixo árvore (não utiliza molas);


Sistema Drawbar (troca de ISO pneumático) idêntico aos centros de usinagem;
Sistema de fixação do cabeçote a ser retificado com giro de 180º, ganhando agilidade;
Sistema de ajuste fino do cabeçote do motor;
Mandril de aperto rápido, fixo no eixo árvore;
Elimina a operação de assentar a válvula com pasta de esmerilhar;
Cabeçote flutuante sobre colchão de ar;
Velocidade do eixo árvore variável eletronicamente com display digital;
Usinagem com medição de profundidade;
Sistema de teste de vedação da válvula a vácuo, aferida através do Vácuometro;
Ampla variedade de ferramentas de corte;
Afiador de pastilhas de corte;
Bico de ar para limpeza;
Suporta todos os tamanhos de cabeçotes inclusive Top Break;
Acionamento e motores Weg;
Regulagem independente dos mancais.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá - Paraná

11
2 - Instalação

2.1 - Sugestão de instalação

• Instalar a Fresadora em um pavimento sólido e horizontal.


• Instalar a Fresadora em local bem iluminado e com temperatura ambiente.
• Recomenda-se instalar a máquina em lugares sem a presença de agentes corrosivos e
nocivos.
• Realizar as ligações elétricas e pneumáticas (toda ligação elétrica e pneumática deverá
ser realizada por profissional competente).
• Para a instalação é necessário uma área livre estável, sendo largura 3150mm x 2200mm
de profundidade deixando livre a parte da frente da máquina para colocar e retirar as peças.
• A traseira da máquina deve ficar afastada no mínimo 700 mm de qualquer obstáculo
para futuras manutenções.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

12
2.2- Instalação elétrica

Verificar a tensão de entrada da máquina 220 V MONOFÁSICO. Para a instalação da


máquina da FBS2000 é necessário um tomada 2P(FASE NEUTRO) +T TERRA com quadro
externo c/circuito e disjuntor termomagnéticos exclusivos a fim de assegurar a integridade
elétrica entre as instalações e o equipamento; bem como facilitar a realização da manutenção
preventiva e limpeza da máquina. O condutor e disjuntor de proteção devem ser
dimensionados de acordo com a tabela abaixo.

Obs.: As instalações devem ser realizadas por técnico qualificado.

FRESADORA E BROQUEADORA DE SEDE

Potência Tensão Corrente Disjuntor Cabo

KW V A DIN MM2

1.0 220 MONO 5.5 10 2.5

 OBSERVAR A TENSÃO DE ENTRADA DA MÁQUINA. 220 MONOFÁSICO

Distância máxima dos condutores ≤ a 30 metros.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá - Paraná

13
2.3- Instalação pneumática

A conexão da máquina com a rede pneumática deverá ser feita através de uma mangueira de
(1/4”) fixada através de uma abraçadeira ou um engate rápido na entrada do conjunto lubrifil
(regulador de ar) localizado na parte traseira da máquina. A Pressão de tratamento e
regulagem da máquina é de 7bar/ 100psi, sendo regulada na entrada por um manômetro de
16bar/ 220psi, caso a rede forneça uma pressão maior do que a indicada pelo equipamento,
será necessária a instalação de um segundo regulador, pois uma vez que o limite de pressão
do manômetro seja excedida o mesmo poderá sofrer danos irreparáveis. Recomendamos
para que se obtenha uma qualidade de ar aceitável, que sejam seguidos os procedimentos
abaixo:

A) Colocar filtro de ar na rede pneumática

B) Purgar a água do compressor diariamente dependendo da umidade da região

C) Verificar o nível do óleo pneumático 10 no tratamento de ar da máquina

2.4- Nivelamento

A precisão e perfeito funcionamento do equipamento depende de um nivelamento adequado.


Para o nivelamento, utilizar os pés niveladores juntamente com um nível de precisão
verificando na posição longitudinal e transversal da máquina.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

14
2.5 - Aterramento

É fundamental a instalação do aterramento, pois é através deste que qualquer corrente de


fuga será escoada protegendo os operadores contra acidentes e dispositivos eletrônicos
constituintes da máquina. Para a instalação do terminal de terra basta ligá-lo a rede de fio
terra local. (R < 5Ω conforme NBR 5410). Caso não tenha disponível no local pode-se instalar
uma haste de cobre 5/8 x 3 m de aterramento a ser adquirida em qualquer loja de
componentes elétricos; o mais próximo do equipamento; ligando-se a este através de um fio
2,5mm². Nunca faça aterramento em série.

Obs.: Não há garantia da máquina caso o aterramento não seja feito corretamente e/ou
se a máquina estiver sem o aterramento.

É obrigatório o aterramento do equipamento. Não seguir as instruções pode trazer risco de


vida, choque elétrico e perda de garantia.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá - Paraná

15
3- Funcionamento
3.1 - Operação

1º Passo: Tire a medida do cabeçote a ser retificado e ajuste a máquina para o mesmo.

2º Passo: Coloque o cabeçote com face para baixo, prenda-o devidamente e logo após solte
os manípulos, para que o mesmo possa ser virado na posição em que as sedes fiquem para
cima, depois de virado utilize a régua graduada que FBS 2000 possui para centrar o cabeçote
e aperte os manípulos que foram soltos. Terá que ser apertado também os manípulos que
fixam os cavaletes, para que na hora da usinagem o cabeçote não se movimente. No caso de
cabeçotes que suas sedes são inclinadas, utilize o nível bolha para centrar.

3º Passo: Após centrar o cabeçote, regule a ferramenta com o grau e o tamanho desejado.
Para fazer a regulagem da ferramenta utilize o transferidor de grau, colocando o mesmo na
válvula e ajustando a ponta deste no centro do assento da válvula.

4º Passo: Feito isso, tire o transferidor de grau da válvula sem mexer na ponta do mesmo,
pegue o cônico com a cápsula e a ferramenta de corte já instaladas, coloque o piloto a ser
utilizado e utilize o transferidor de grau novamente para passar o grau da válvula para a
ferramenta, colocando a ponta do transferidor no centro da ferramenta de corte. No caso de
ferramentas com três graus coloque a ponta do transferidor no grau que se encontra no meio
da ferramenta.

5º Passo: Apertando a pedaleira você libera o colchão de ar do cabeçote da máquina.


Fazendo isso movimente o cabeçote da FBS 2000 para uma das pontas da mesma, para que
possa ser colocado o cônico com mais facilidade. Pressione o botão “Pinça” e encaixe cônico
no mangote da máquina.

6º Passo: Com volante que a máquina possui suba o mangote para que o piloto não colida
com o cabeçote a ser usinado. Pressione a pedaleira para liberar o colchão de ar, movimente
o cabeçote da FBS 2000 até a sede que será feita a usinagem, descer o mangote devagar
colocando o piloto no guia, tire ambas as mãos da máquina para que a centragem possa ser
feita e só depois liberar a pedaleira.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

16
7º Passo: Após ter centrado, aproxime a ferramenta da sede, pressione o botão “Cabeçote”
para que a FBS 2000 comece a funcionar. Movimente o volante suavemente para que a
usinagem possa ser feita. Encostada a ferramenta na sede regule o relógio comparador que
se encontra a direita do cabeçote da máquina, para que você possa saber quantos
centésimos estará sendo retificado. Regulado o relógio, continue a usinagem da sede, até que
seja retificado o necessário, então regule o limitador que se encontra do lado esquerdo da
máquina para que as sedes possam ficar todas na mesma altura.

8º Passo: Enquanto estiver retificando diminua ou aumente a velocidade que achar melhor.
Feito a usinagem, suba o mangote ainda com o cabeçote ligado e só depois de subir desligue
o mesmo.

9º Passo: Coloque a válvula na sede que foi retificada, confira se a altura ficou devidamente
correta, e faça o teste do vácuo posicionando a ventosa que se encontra no canto esquerdo,
na saída de escape ou admissão e pressione o botão “Vácuo” para que o teste seja feito. No
vácuostato observe se o ponteiro alcançou a marcação verde que o mesmo possui. Se
alcançado esta parte verde é sinal que a válvula esta fazendo a vedação correta.

10º Passo: Faça o mesmo procedimento com as outras sedes.

11º Passo: Quando percebido que a ferramenta não esta com o corte bom é necessário afiar
a pastilha, utilize o afiador que se encontra na lateral esquerda da máquina. Essa pastilha é
afiada somente a sua face sem mexer em seu grau.

Obs.: No caso de cabeçotes alumínio, pode ocorrer de o alumínio grudar na ferramenta


ocasionando a não vedação das sedes. Acontecido isto, procure afiar a ferramenta.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá - Paraná

17
3.2 - Sugestões importantes

Para sede muito dura, procure afiar bem a ferramenta e diminua um pouco rotação.

Para aumentar a vida útil das ferramentas de corte, procure usinar sedes em uma velocidade
baixa. (De 50 á 200).

Reabrir o alojamento da sede utilize o micrômetro fornecido junto à máquina para regular a
ferramenta. Este micrômetro acompanha um suporte onde o mesmo é fixado, também há
padrão no qual a medida é de 20 mm. Será utilizada a ferramenta de corte com o ângulo de
(90º graus). Para regular a ferramenta utilize o cônico já com a cápsula e a ferramenta,
encaixe o cônico no suporte do micrômetro e regule na medida desejada.

Para reabrir alojamento de guias é preciso ter brocas adequadas para esta função, pois essas
brocas possuem guias, para que a furação saia perfeitamente alinhada. As brocas não
acompanham a FBS 2000. Caso tenha interesse e necessidade de usar estas brocas, basta
entrar em contato com a Rhema Máquinas para adquirir as mesmas.

Não realize manutenção, limpeza ou mexa na parte elétrica com a FBS 2000 ligada a energia
elétrica.

Requer uma pessoa autorizada para supervisão no uso, manutenção.

Nunca efetue limpeza da parte externa da FBS2000 com solventes, álcool, thinner, utilize
detergente neutro.

Nunca utilize condutor (extensão / rabicho) fora do especificado e ao fazê-lo não deverá ter
emendas. O não cumprimento desse item poderá ocasionar danos na parte elétrica da
máquina e para o próprio usuário.

Antes de mudar de local, desligue a máquina. Efetue uma boa fixação ao transportar em
veículos.

Na presença de qualquer anomalia no equipamento, contate a Rhema.

Comprimento máximo de 1170 mm.

Para que a fresadora de sede obtenha uma precisão total a mesma deve estar totalmente
nivelada.
Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá - Paraná

18
4 - Resolução de problemas
Eventuais Problemas Causa Provável Solução
Falta de tensão. Verifique a instalação e/ou
aguarde a estabilização da
Máquina não liga. rede.

Falta de fase. Solicite um Técnico.

Motores não ligam. Disjuntor motor Verificar e rearmar o


desarmado. disjuntor
Elementos de fixação Localize e reaperte-os.
Nível de ruído ou batidas frouxos.
anormais.
Máquina desnivelada. Ajuste os pés niveladores.

Mangueira Obstruída. Verificar eventual sujeira


no engate rápido.

Vácuometro não funciona. Gerador com problema Consulte o técnico da


Rhema.

Filtro com muita sujeira. Substituir filtro.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

19
5- Garantia
O produto conforme identificação constante nesse termo de garantia é garantida pelo prazo
de um (1) ano, a partir da data de aquisição pelo consumidor, contra defeitos de fabricação e
montagem. A garantia do sistema elétrico é de (3) meses.

O direito ao uso reparos em garantia se fará mediante a exibição deste termo e da nota fiscal
de compra (podendo ser cópia xerográfica não autenticada), que deverá ser enviada anexada
ao produto no endereço constante neste termo.

Em caso de não apresentação (envio de cópia) da nota fiscal, implica que a garantia deste
produto será contada a partir da data de fabricação.

O presente termo exclui despesas de transporte, frete ou seguro, sendo do cliente até as
dependências desta empresa ou das dependências desta empresa ao cliente.

Todos os produtos estão sujeitos à análise técnica.

O fabricante e seus revendedores não se responsabilizam por danos causados a qualquer


parte elétrica (instrumentos, redes, etc.), do prédio, por instalações e usos indevidos do
equipamento.

Antes de ligar a máquina reapertar todas as conexões bem como a ligação do fio terra. O não
procedimento desta observação exclui a Rhema ferramentas de qualquer
responsabilidade de garantia.

Esta garantia está restrita a reparos a serem efetuados nas dependências da Rhema
Ferramentas de Precisão Ltda.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

20
5.1 - A garantia fica automaticamente invalidada se:

Não forem observadas as orientações e recomendações do manual.

Na instalação do produto não forem observadas as especificações e recomendações do


manual quanto às condições para instalação do produto, tais como, nivelamento do produto,
adequação do local para instalação, tensão elétrica.

Condições elétricas, pneumáticas e hidráulicas não forem compatíveis com a ideal


recomendada no manual.

Tenha ocorrido uso inadequado ou se o produto tiver sofrido alterações ou modificações


estéticas e/ou funcionais, bem como, tiver sido realizado conserto por pessoas que não sejam
da Rhema Ferramentas.

5.2 - A garantia não cobre:

Despesas com mão-de-obra, materiais, peças e adaptações necessárias à preparação do


local para instalação do produto, ou seja, rede elétrica, pneumática, hidráulica, aterramento,
entre outros.

Falhas no funcionamento do produto decorrentes da falta de fornecimento ou problemas e/ou


insuficiência no fornecimento de energia elétrica.

Serviços e/ou despesas de manutenção e/ou limpeza do produto.

Falhas no funcionamento normal do produto decorrentes da falta de limpeza e excesso de


resíduos, ou ainda, decorrentes da existência de objetos estranhos em seu interior.

Produtos ou peças que tenham sido danificados em conseqüência de remoção, manuseio,


quedas ou atos e efeitos decorrentes da natureza, tais como raios, chuva, inundação, entre
outros.

Peças sujeitas ao desgaste natural, descartáveis ou consumíveis, peças moveis ou


removíveis em uso normal, tais como, lâmpadas, filtros, botões de comando, puxadores, bem
como a mão-de-obra utilizada na aplicação das peças e as conseqüências advindas dessas
ocorrências.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

21
6- Acessórios

01 Trena 3 mts 01 Nível bolha


01 Pincel 2 in 01 Bico de ar
04 Pés niveladores 01 Engate rápido vácuo
04 Chapas de aperto extra 100 Óleo pneumático
04 Prolongadores 01 Mangueira espiral 8mm
01 Pedaleira 01 Mangueira espiral 6mm
01 Relógio comparador grande 01 Pastilha 90º
01 Relógio comparador peq. 01 Pastilha 20º
01 Suporte calibrador de altura 01 Pastilha 30º
01 Transferidor de grau 01 Pastilha 30º x 2,0mm
01 Micrômetro 0 – 25mm 01 Pastilha 45º
01 Suporte micrômetro 01 Pastilha 45º x 1,5mm
06 Ventosa 01 Pastilha 45º x 2,0mm
01 Chave L 8mm 01 Pastilha 45º x 2,3mm
01 Chave Allen 2,0mm 01 Pastilha 45º x 1,5mm – (gol 16v)
01 Chave Allen 2,5mm 01 Pastilha 45º x 1,5mm – (gol 16v)
01 Chave Allen 6,0mm 01 Cápsula 3000
01 Chave Allen 8,0mm 01 Cápsula 3001
01 Chave de fenda 5/16 x 6 in 01 Cápsula 4000
01 Chave torx T9mm 02 Cápsula 4001
02 Suporte de ferramenta esférico 02 Cápsula 4002
01 Mandril 5/8 B18 02 Tabelas de pastilhas
01 Cônico B 18 04 Parafuso Allen M10 x 20mm
01 Bomba manual inj. óleo

Pilotos
Ø 5,50 Ø 6,98 Ø 7,94 Ø 8,01 Ø 8,98 Ø 9,47 Ø 10,35
Ø 5,97 Ø 6,99 Ø 7,96 Ø 8,50 Ø 8,99 Ø 9,52 Ø 10,97
Ø 5,99 Ø 7,00 Ø 7,97 Ø 8,51 Ø 9,00 Ø 9,97 Ø 10,99
Ø 6,00 Ø 7,01 Ø 7,98 Ø 8,69 Ø 9,40 Ø 9,98 Ø 11,00
Ø 6,01 Ø 7,02 Ø 7,99 Ø 8,94 Ø 9,43 Ø 9,99 Ø 11,01
Ø 6,97 Ø 7,04 Ø 8,00 Ø 8,97 Ø 9,45 Ø 10,00 Ø 11,99

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

22
7- Brocas e alargadores para adaptação de guias

As brocas e os alargadores não fazem parte do kit que acompanha a Fresadora e


broqueadora de sede FBS2000. Os mesmos são acessórios vendidos à parte. Para adquirir
esses acessórios basta entrar em contato com a Rhema.

7.1 - Brocas para adaptação de guias

Ford Fiesta / Corsa Ø 10,70mm, guia Ø 7,05


Micro Tratores / Cummins B Parede Fina Ø 10,70mm, guia Ø 8,05
Chevrolet Chevette Ø 11,70mm, guia Ø 8,05
Chevrolet Opala Ø 11,70mm, guia Ø 8,75
Cummins B Parede Grossa / New Roland ( sujeito a alterações ) Ø 13,70mm, guia
Ø 8,05
Perkins 4236 ( sujeito a alterações ) Ø15,70mm, guia Ø 9,45
Ford Cargo / Ford Trator ( sujeito a alterações ) Ø15,70mm, guia Ø 9,55

7.2 - Alargadores para adaptação de guias

Ford Fiesta / Corsa Ø 11,00mm, guia Ø 11,04mm


Micro Tratores / Cummins B Parede Fina Ø 11,10mm ( 7/16 ), guia Ø 11,16mm
Chevrolet Chevette, Opala Ø 12,00mm, guia Ø 12,05mm
Cummins B Parede Grossa / New Roland Ø 14,00mm, guia Ø 14,07mm
Perkins 4236 Ø 15,85mm ( 5/8 ), guia Ø 15,91mm
Ford Cargo / Ford Trator Ø 16,00mm, guia Ø 16,05mm

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

23
8- Sugestão de aplicações de pastilhas
CONVERSÃO CONVERSÃO GRAU DE ASSENTO APLICAÇÃO
NACIONAL IMPORTADO DA VÁLVULA
2020 X 20º MBB 1620 OM366 ADM.
4705 X 20º SCANIA ADM.
4743 X 20º
MBB 1518 OM366 – OM352A –
3030 X 30º PK4248 – SPRINTER MWM – HSD –
VOLVO N10 N12 – MWM X10 –
OM447 – OM449 – OM904 – OM906
4706 X 30º – CATERPILLAR – FORD CARGO
(Adm)– MBB OM355 (Adm e Esc)
3500 X 35º
4545 4500 X 45º SCANIA – CUMMINS – MWM D229
D225 D 226 (Adm e Esc) - MBB 1518
OM366 – OM352A – PK4248 –
4707 X 45º SPRINTER MWM – HSD – VOLVO
N10 N12 – MWM X10 – OM447 –
OM449 – OM904 – OM906 –
4742 X 45º CATERPILLAR – FORD CARGO
(Escape)
4713 – 16v X 90º Reabrir sede de motores 16v e motos
4708 X 90º
9016 X 90º Reabrir sede
4744 X 90º
4717 1,50 X 30º MBB 1518 OM366 – OM352A –
2202 2,00 X 30º PK4248 – SPRINTER MWM – HSD –
4701 2,00 X 30º VOLVO N10 N12 – MWM X10 –
4739 2,50 X 30º OM447 – OM449 – OM904 – OM906
2302 3,00 X 30º – CATERPILLAR – FORD CARGO
4722 3,00 X 30º (Adm)– MBB OM355 (Adm e Esc)
4738 (moto) 1,00 X 45º MOTO
1141 1,40 X 45º
4733 1,50 X 45º
4003 1,50 X 45º CABEÇOTES LINHA LEVE
4704 1,50 X 45º
4709 – 16v 1,50 X 45º GOL 16v – CORSA 16v (esc)
4710 – 16v 1,50 X 45º GOL 16v – CORSA 16v (adm)
1202 4006 4507 2,00 X 45º MBB 1518 OM366 – OM352A –
4711 2,00 X 45º PK4248 – SPRINTER MWM – HSD –
4719 2,30 X 45º VOLVO N10 N12 – MWM X10 –
1252 2,50 X 45º OM447 – OM449 – OM904 – OM906
– CATERPILLAR – FORD CARGO
1302 3,00 X 45º (Escape)
4716 5,00 X 45º Obs.: TODOS CABEÇOTES DA
LINHA LEVE

Obs.: O assento da sede vai de acordo com cada operador, pois uns preferem o assento mais
largo e outros assento mais fino. Qualquer dúvida consultar o fabricante do motor.

Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

24
9- Anotações
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

25
10 - Assistência técnica
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

26
11- Contatos

 Paraná e Rio Grande do Sul


Luiz Carlos Reis
Fone: (44) 3033-2500 / (44) 9969-9174 / (44) 9122-2603
E-mail: comercial@rhema.com.br

 Curitiba(+ região metropolitana) e Santa Catarina


Rubens Setlik
Fone: (44) 3033-2500 / (47) 9952-8348
E-mail: vendas@rhema.com.br

 Triângulo Mineiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pará,


Tocantins, Maranhão, Amazonas e São Paulo(sudoeste)
Wilson Vilela
Fone: (44) 3033-2500 / (44) 9948-1423
E-mail: vendas@rhema.com.br

 São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo (RO e AC)
Ulisses Ruza
Fone: (44) 3033-2500 / (44) 9948-1424
E-mail: ulisses.vendas@rhema.com.br

 Norte e Nordeste (PI, CE, RN, PB, PE, Al e SE)


Teófilo Jr (Norte Sul Parts)
Fone: (81) 3093-9300 / (81) 98853-0121 Teófilo / (81) 99836-0332 Rosangela
E-mail: comercial@rhema.com.br / financeironortesulparts@hotmail.com

 Todo Brasil (BA, RR, AP)


William Vilela (Tuca)
Fone: (44) 3033-2500 / (44) 9912-1333
E-mail: comercial@rhema.com.br / vendas@rhema.com.br

 SAC
E-mail: sac@rhema.com.br

www.rhema.com.br
Fone: 3033-2500 Rua Zoaldo Reginato, 555 – Cidade Industrial – Cep 87070-770 – Maringá – Paraná

27