Você está na página 1de 4
SERES VIVOS NECESSITAM DE ALIMENTO Uma pedra ou um ursinho de pelticia nao pre- cisam de alimento, ao contrario do que ocorre com os seres vivos. E dos alimentos que os seres vivos obtém energia e matéria-prima para 0 desempenho de suas atividades, que incluem manutengao e crescimento do corpo e reproducao. Existem seres vivos capazes de produzir seu préprio alimento. £0 caso das plantas, das algas e de certas bactérias ~ organismos denomina- dos autétrofos ou produtores. ‘A producao de alimento na natureza ocorre principalmente por meio da fotossintese. Esse processo é realizado apenas por seres vivos que apresentam clorofila - um pigmento esverdea- do capaz de absorver a luz solar - e, assim, fa- bricam seu préprio alimento. Na fotossintese so utilizados gas carbénico, agua e energia lu- minosa, e libera-se gas oxigénio no ambiente. Observe a seguir a equacao simplificada da fotossintese gs carbénico + 4gua ———> glicose + gs oxigénio © © © cHriru101- neconnecenoo UM SER VIVO TPS Ud Fithote de anta se alimentando. O animal adulto mede cerca de 2m de comprimento. ‘a) Identifique, na cena mostrada na foto acima, um ser vivo que produz seu préprio alimento e um que nao produz 'b) “Aluzsolaré a fonte de energia para todos os se~ tes vivos que aparecem na foto Voce concorda com essa afirmacao? Por qué? © Pigmento Substancia que da cor. Ahemogiobina, por exemplo, da cor vermelha ao sangue; a clorofila da corverde as folhas. Ambas 30 pigmentos, aratmosfé folhas e com a energia solar captada pela lorofila, uma planta é e gas oxigénio, (Elementos representados sem proporcao real de tamanho entre si Cores fantasia.) oabsorvido do capaz de produzir glicose 15 © Amido Tipo de carboidrato formado por varias moléculas de glicose juntas. Esta presente em muitos vegetais, ‘como milho, arroz,trigo, batata. Lobo-guaré > Ariranha. 16 Conforme voc® pode notar nessa equacao, 0s seres cir, fllados produzem glicose, um acucar. Utilizandoa glicose ses seres produzem outras substancias, como a sacarose amido. A sacarose é 0 acicar encontrado na cana-de-acica, ena beterraba; 0 amido € encontrado, por exemplo, na bats taena mandioca. Assim, osseres fotossintetizantes se mant8m vivos om , alimentos que eles proprios fabricam. }é 05 animais e outros seres vivos, como os fungos e a maioria das bactérias, nj, produzem seu alimento. Todos eles sao seres heterétrofos Os seres heterdtrofos nutrem-sede outros seres vivos, que podem ser autétrofos ou heterétrofos Conforme seu tipo de alimentacdo, os seres heterétrofos recebem varias denominacées, tais como: @ herbivoros ~ nutrem-se apenas de plantas. Sao exempios a vaca, 0 cavalo, 0 caneiro, 0 veado-campeiro e certas lagartas; carnivoros — nutrem-se apenas da carne de out: Sao exemplosa onca, 0 gavido-pega-mac oleao; onivoros ~ nutrem-se de plantas, de anir _ seres vivos. S80 exemplos 0 lobo-gua = galinha eo ser humano; hematéfagos - nutrem-se de sar ae morcegos e certos pernilongos; detritivoros—alimentam-se de detrito ds organicos provenientes de seres vivos em exe minhoca e certos acaros. s animais, ACO, a ariranhae > Veado-campeiro macho no Parque Nacional das Emas, municipic de Mineiros (GO). LUNIOADE 1 ~ BIVERSIDADE DAVIDA NA TERRA A FOLHA: FOTOSSINTESE E TRANSPIRACAO \Vocé vai entender como a folha atua na fotossintese e na transpiracdo, dois processos muito im- portantes para a vida da planta. Antes, contudo, é preciso conhecer melhor a estrutura da folha ARTES DA FOLHA —_——rerwuras observe 0 esquema ao lado. aoe uma folha “completa” possui trés partes principais, con- forme vocé observou na figura: limbo, peciolo e bainha, Vamos estuda-las. Limbo. € a regio em forma de lamina. Apresenta nervu- ras, estruturas que contém vasos condutores de seiva bruta ede seiva elaborada. Em geral, tanto em sua superficie supe- quanto na inferior existem milhares de pequenas estru- turas denominadas estdmatos. Observe o esquema abaixo: —_& Partes da folha 7 A a i : stil ostiolo ! e ostioto a ostiolofechado Esquema de estdmatos com ostiolo aberto e ostiolo fechado. (Elementos representados sem proporca tamanho entre si. Cores fantasia.) Cada estémato é formado por duas células epidérmicas modificadas. Entre elas ha um pequeno oro 0 ostiolo - que permite a comunicacao entre o interior da folha eo ambiente externo. Assim, através dos estématos, as folhas realizam trocas gasosas entre a planta eo meio externo. O grau de abertura do ostiolo pode variar, conforme as condicdes em que a planta se encontra Por exemplo, quando a disponibilidade de Agua é alta, as células que formam o estémato enchem- -se de gua e 0 ostiolo fica bem aberto. Em situacao contraria, essas células perdem agua, ficam murchas eo ostiolo se fecha Peciolo. Ea haste que sustenta a folha, prendendo-a ao caule ou ao ramo. Bainha. uma dilatacao do peciolo e permite a insercao da folha no caule ou no ramo. © © © ceriru10 11 - AnciosPenMAs: ASPECTOS GERAIS ~ RAIZ, CAULE EFOLMA, 137