Você está na página 1de 2

27/04/2019 DIFERENÇAS ENTRE SOCIOLINGUÍSTICA INTERACIONAL E VARIACIONISTA :: Língua Portuguesa e Linguística

DIFERENÇAS ENTRE SOCIOLINGUÍSTICA INTERACIONAL E VARIACIONISTA


26/08/2011 13:34

Pode-se dizer que a Linguística constitui-se de diversas ramificações. Uma delas é a

Sociolinguística, cujas primeiras pesquisas ocorreram entre as décadas de cinquenta e sessenta.

Seu objeto de estudo é a fala correlacionada à sociedade. Ou seja, a influência dos aspectos
sociais nos diferentes modos de o indivíduo expressar sua fala.

A Sociolinguística, por sua vez, divide-se em Sociolinguística Interacional e Sociolinguística

Variacionista. O estudo daquela concentra-se nas investigações sobre a linguagem na

comunicação entre as pessoas e o contexto ao qual essa comunicação se desenvolve. Com isso,

observa-se como o indivíduo reage às situações de interação face a face dentro de certo
ambiente social.

Nesse campo de atuação, destaca-se o estudo do escritor e sociólogo canadense Erving

Goffman, que introduziu o conceito de footing para explicar as interações entre falante, ouvinte
e contexto. Footing “representa o alinhamento, a postura, a posição, a projeção do “eu” de um
participante na sua relação com o outro, consigo próprio e com o discurso em

construção.” (GOFFMAN, 1998 In: RIBEIRO, Branca Telles & GARCEZ, PEDRO M.)

Ou seja, tal conceito tenta explicar os motivos que levam um falante a representar

determinados papéis - a escolha de posturas coporais, gestos, palavras, frases, estruturas -

para se expressar de acordo com o contexto no momento da fala. Contudo, lenvando em

consideração as condições e predisposições do ouvinte para assimilar aquilo que está sendo

falado. Por exemplo, um advogado fala e se comporta de certa forma em uma audiência

judicial, perante o juiz, e de outra no happy hour com os amigos depois do trabalho. Da

mesma forma, seus ouvintes poderão assumir outros papéis ou até trocá-los com o falante.

Já para a Sociolinguística Variacionista a principal preocupação é com a variação

linguística, que ocorre segundo o meio social o qual o indíduo está inserido. Um dos primeiros

estudiosos a desenvolver um trabalho dentro dessa linha de pesquisa foi o americano William

Labov. Ele “apresentouuma metodologia, tendo como objeto de estudo a fala, observando seu

contexto e indicando ser possível sistematizar o aparente caos lingüístico” (SALGADO, Solyany

Soares, 2009, p. 96). Então, surge a Teoria da Variação Linguística cuja principal constatação é

que a língua não é homogênia. Assim, existem diversas variedades em um mesmo idioma.

https://poslingualinguistica2011portela.webnode.com.br/news/sociolinguistica-interacional-e-variacionista/ 1/2
27/04/2019 DIFERENÇAS ENTRE SOCIOLINGUÍSTICA INTERACIONAL E VARIACIONISTA :: Língua Portuguesa e Linguística

Compreende-se como variedade o uso da língua delimitado pelos grupos sociais. Portanto,

dentro de uma mesma língua existem diferentes formas de realização da mesma, de acordo

com os falantes e seus grupos sociais. Por exemplo, temos a variante padrão, prestigiada e

utilizada pelas classes sociais mais abastadas. Em contrapartida, há a variedade dos estratos

menos favorecidos financeiramente, de fala menos preocupada com as regras gramaticais

normativas.

Aline Perenciolo do Nascimento

https://poslingualinguistica2011portela.webnode.com.br/news/sociolinguistica-interacional-e-variacionista/ 2/2