Você está na página 1de 11

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CURSO DE

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE

Eudenice Glauce Viana

ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO COM PORTADORES DE TRANSTORNOS


MENTAIS EM UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE NO DISTRITO DE PERPÉTUO
SOCORRO – BELO ORIENTE/MG.

Timóteo

2019
Eudenice Glauce Viana

ATUAÇÃO DO PSICÓLOGO COM PORTADORES DE TRANSTORNOS


MENTAIS EM UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE NO DISTRITO DE PERPÉTUO
SOCORRO – BELO ORIENTE/MG.

Projeto de pesquisa apresentado na Disciplina de


Metodologia Científica do Curso de
Especialização em Gestão em Saúde da
UFSJ/NEAD, como requisito parcial para obtenção
de título de Especialista em Gestão em Saúde.

Orientadora:

Timóte
o 2019
SUMÁRIO

1. TÍTULO............................................................................................................................. 3
2. PROBLEMA E JUSTIFICATIVA........................................................................................4
2.1. Problema....................................................................................................................... 4
2.2. Justificativa.................................................................................................................... 4
3.1. Objetivo Geral...............................................................................................................6
3.2 Objetivos Específicos.....................................................................................................6
4. CAMINHO METODOLÓGICO..........................................................................................6
4.1 Local das intervenções...................................................................................................6
4.2. Participantes..................................................................................................................6
4.3. Coleta dos dados...........................................................................................................7
4.4 Avaliação e análise dos dados.......................................................................................7
5. CRONOGRAMA...............................................................................................................8
6. ORÇAMENTO FINANCEIRO............................................................................................9
REFERENCIAS.................................................................................................................. 10
3

1. TÍTULO

Atuação do psicólogo com portadores de transtornos mentais em Unidade


Básica de Saúde no Distrito De Perpétuo Socorro – Belo Oriente/MG.
4

2. PROBLEMA E JUSTIFICATIVA

2.1. Problema

Desde o início da Reforma Psiquiátrica no Brasil, nos anos 70, vêm


progressivamente sendo implantado um novo modelo de atenção e gestão nas
práticas de saúde, defesa da saúde coletiva, equidade na oferta dos serviços, e
protagonismo dos trabalhadores e usuários dos serviços de saúde nos
processos de gestão e produção de tecnologias de cuidado.
Na Atenção Básica, os portadores de transtornos mentais podem receber
atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, por profissionais que incorporem
ou aprimorem competências de cuidado em saúde mental na sua prática diária,
de tal modo que as intervenções sejam capazes de considerar a subjetividade,
a singularidade e a visão de mundo do usuário no processo de cuidado integral
à saúde.
Na Unidade Básica de Saúde no Distrito De Perpétuo Socorro – Belo
Oriente/MG o atendimento em saúde mental tem enfrentado dificuldades na
execução do trabalho. Hoje há apenas a consulta do psiquiatra como
atendimento específico, atividade prioritária e essencial, fato esse que gera
uma agenda exagerada, atendimentos de curta duração visando à
produtividade, medida pelo número de consultas médicas realizadas, o que
negligencia as demandas subjetivas específicas dos sujeitos. O atendimento
do psicólogo aos diversos casos encaminhados pelo psiquiatra necessita de
um projeto de intervenção na saúde mental. Desta forma a seguinte
problemática surge para nortear esta pesquisa: Quais as estratégias de
intervenção a serem realizadas com os portadores de transtornos mentais na
Unidade Básica de Saúde no Distrito De Perpétuo Socorro – Belo Oriente/MG,
para melhorar o atendimento em saúde mental, complementando o tratamento
farmacológico?

2.2. Justificativa

A Atenção Básica tem como um de seus princípios possibilitar o acesso


5

das pessoas ao sistema de Saúde, inclusive daquelas que demandam um


cuidado em saúde mental. O cuidado em saúde mental na Atenção Básica é
estratégico pela facilidade de acesso dos usuários aos serviços. Por estas
características, é comum que os profissionais de Saúde se encontrem a todo o
momento com pacientes em situação de sofrimento psíquico.
O tema escolhido justifica-se visto que, os portadores de transtornos mentais
no distrito de Perpétuo Socorro recebem atualmente apenas tratamento
medicamentoso, uns por meio de injetáveis (Haldol decanoato ou Clopixol
depot), outros fazem uso continuo de medicações controladas, uma vez que são
atendidos pelo psiquiatra quando estão em crise e, na maioria das vezes fazem
apenas troca de receitas, acarretando prejuízos psicossociais a esses pacientes.
A importância do projeto se dá pela necessidade de novas e diversificadas
estratégias de atendimento aos portadores de transtornos mentais, de forma a
complementar o atendimento farmacológico recebido e contribuir efetivamente na
melhoria da qualidade de vida deste público-alvo, seguindo a perspectiva do
homem nos aspectos biopsicossociais, no sentido da promoção e prevenção
integral da saúde.
Esse projeto trará grande contribuição ao trabalho do psicólogo, que não
trará grandes modificações no cotidiano, porém serão iniciadas novas formas de
intervenção com os portadores de saúde mental mais constantes e permanentes,
e com envolvimento de pessoas da própria comunidade, proporcionando
interação do sujeito, liberdade de expressão, troca de experiência,
desenvolvimento de criatividade e habilidades psicomotoras e cognitivas. Por isto
as orientações e atividades deste projeto serão de suma utilidade para a gestão
do SUS devido a seu baixo custo e facilidade de implantação.
Assim, por meio de estratégias de cuidado, interação e socialização,
viabilizar a promoção da saúde, fortalecer os espaços comunitários de
convivência, de promoção de saúde mental e de produção de redes de
solidariedade, realizando encontros na unidade básica de saúde ou em espaços
comunitários, com atividades criativas em grupo, com práticas relacionadas, ao
autocuidado, rodas de conversa, música, artesanato, artes plásticas, entre outras,
de forma a contribuir para a produção de novas maneiras de compreender e de
intervir no sofrimento mental.
6

3.1. Objetivo Geral

Implementar projeto com estratégias de cuidados aos pacientes portadores de


transtornos mentais em Unidade Básica de Saúde no distrito de Perpétuo
Socorro – Belo Oriente – MG

3.2 Objetivos Específicos

Implantar mudanças resolutivas e significativas para o resgate da cidadania


das pessoas portadoras de transtorno mental;
Viabilizar estratégias de cuidado aos pacientes portadores de transtornos
mentais;
Estimular a participação ativa nas atividades propostas em grupo;
Possibilitar encontros abertos e permanentes, proporcionando interação do
sujeito, liberdade de expressão e troca de experiência entre os portadores de
transtornos mentais, na perspectiva da humanização;
Minimizar os sintomas dos transtornos mentais por meio das seguintes
estratégias de intervenção: trabalhos manuais, roda de conversa, musicoterapia,
autocuidado, técnicas de relaxamento físico e mental.

4. CAMINHO METODOLÓGICO

4.1 Local das intervenções

O local das intervenções será na Unidade Básica de Saúde, ESF VIII do


distrito de Perpétuo Socorro, Belo Oriente – MG.

4.2. Participantes

Os participantes são os portadores de transtornos mentais em quadro


estabilizado e todos que trabalham na Unidade Básica de Saúde ESF VIII do
distrito de Perpétuo Socorro, Belo Oriente – MG.
7

4.3. Coleta dos dados

Será realizada uma busca nos prontuários dos pacientes atendidos pelo
médico psiquiatra, na Unidade Básica de saúde ESF VIII do distrito de Perpétuo
Socorro, Belo Oriente – MG, com o objetivo de conhecer o histórico da doença
do paciente, realizar um levantamento dos diagnósticos e as medicações e o
tempo que fazem uso, visando “conhecer para cuidar” e assim propor
estratégias eficazes e direcionadas a demanda. Serão utilizados para a pesquisa,
livros, acesso aos prontuários dos usuários e ainda acesso à internet e
computadores.

4.4 Avaliação e análise dos dados

A avaliação será feita diariamente observando a participação de cada


paciente e do grupo, após a realização das estratégias de intervenções
diversificadas destinadas aos cuidados aos pacientes portadores de
transtornos mentais em Unidade Básica de Saúde no distrito de Perpétuo
Socorro – Belo Oriente – MG . E avaliar qualitativamente se o uso dos
fármacos juntamente com as estratégias, trouxeram melhorias da saúde e
qualidade de vida a esses usuários.
8

5. CRONOGRAMA

Atividades/Meses Abr. Mai. Jun. Jul. Ag. Set.


2015/2016
Estruturação do projeto x
de pesquisa, pesquisa
bibliográfica
Análise dos documentos, x
investigação.
Diagnóstico do problema x
e realização da coleta de
dados
Elaboração das x
intervenções
Implementação, x x
avaliação das
intervenções e escrita da
monografia.
Elaboração do Banner e x
apresentação para
banca examinadora
9

6. ORÇAMENTO FINANCEIRO

ORÇAMENTO DETALHADO DO PROJETO


Equipamento e Material Permanente
Descrição do Material Quantidade Valor Total
Alimentação 100 5,00 500,00
SUBTOTAL 500,00

Livros e Material de Consumo


Descrição do Material Quantidade Valor Total
Caneta Esferográfica 1.0mm 10 0,50 5,00
Cristal Azul Bic

Papel Sulfite Report 1 4,50 4,50


Senninha Colorido Amarelo
A4 75g/m2 (100 Folhas) - 01
Unidade

Caneta hidrográfica 06 cores 1 4,00 4,00


lavável Happy-time BT

Placas de EPS (ísopor®) 3 5,00 15,00


10mm Isorecort PT 1 UN

Folha em EVA 600x400x2mm 5 3,00 15,00

Cola para isopor /EVA 90g 5 4,50 22,00


17390 Acrilex PT 1 UN

Barbante 6 fios 85% algodão 5 2,50 12,50


c/101 mts Euroroma

Verniz geral 16010 Acrilex 1 13,50 13,50


PO

SUBTOTAL 91,50

CUSTO TOTAL 591,50


10

REFERENCIAS
LANCETTI, A. Clínica peripatética. 3. ed. São Paulo: Hucitec, 2008.

GALENO ALVARENGA. Doenças mentais e transtornos. Psiquiatria,


Psicologia, Neurociência. 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de


Atenção Básica. Saúde mental / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à
Saúde, Departamento de Atenção Básica, Departamento de Ações
Programáticas Estratégicas. – Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 176 p.: il.
(Cadernos de Atenção Básica, n. 34)

Zanella, Liane Carly Hermes. Metodologia de estudo e de pesquisa em administração. 2. ed.


reimp. – Florianópolis: Departamento de Ciências da Administração/ UFSC, 2012. 160p.