Você está na página 1de 14

V O S L IB

E
A

R
- V E R IT

ABI -
CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE MANAUS – CEULM/ULBRA

T
A.

I
II
CURSO DE GESTÃO DE REDES DE COMPUTADORES
. M
C M L X X X
D

FABIO SENA DA LUZ


JORGE FAGNER CHAGAS RODRIGUES
MARCELO ALVES DA CRUZ
ODELOMAR SILVA SOUZA
RONALDO BONATES DA MATTA

HOTSPOT

Manaus

2006
FABIO SENA DA LUZ
JORGE FAGNER CHAGAS RODRIGUES
MARCELO ALVES DA CRUZ
ODELOMAR SILVA SOUZA
RONALDO BONATES DA MATTA

HOTSPOT

Artigo Científico
Para obtenção de nota no Trabalho Interdisciplinar
Universidade Luterana do Brasil
Centro Universitário Luterano de Manaus
Curso de Gestão de Redes de Computadores

Orientador: Rubens Almeida Pinto, Bacharel em Informática

Manaus

2006
5

RESUMO

Atualmente diversas empresas estão disponibilizando ambiente para acesso a Internet

através de redes sem fio, o qual proporciona uma área mais limpa de estrutura de cabeamento

e facilitando ao seus cliente a praticidade de acesso através de seus dispositivos portáteis.

Com isso visamos implementar em um ambiente de hotel (lobby) acesso a Internet por

seus hospedes diretamente de seus Laptops. Através de uma estrutura planejada , seria

controlado e disponibilizado o acesso a Internet aos hospedes através de liberação e

configuração do serviço, ou concessão do dispositivo Wireless que proporcionasse tal serviço.

Palavras-chave:Wireless-Internet
6

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO........................................................................................................................................................7

1 INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES......................................................................................7


1.2 TOPOLOGIAS DE REDE....................................................................................................................................8
1.2.1 Necessidades Especiais..........................................................................................................................8
2 UM POUCO DE HISTORIA DO WIRELESS................................................................................................12
2.1 A IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA EM REDES WIRELESS..............................................................15
CONCLUSÃO.......................................................................................................................................................16

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS....................................................................................................................13
7

INTRODUÇÃO

A atual necessidade de comunicação está proporcionando um crescimento

tecnológico acelerado na área de comunicação de redes, ou seja, cada vez mais temos

equipamentos que proporcionam a inter-conectividade entre computadores e dispositivos

eletrônicos.

Abordaremos neste artigo uma destas tecnologias, a Wi-Fi .O Wi-Fi (Wireless

Fidelity) é uma tecnologia de transmissão de dados por rádio-frequencia, que pode ser

utilizada para acesso à Internet sem fios. O acesso é efetuado de forma segura, fácil e está

disponível em vários locais públicos, como por exemplo um Centro Comercial.

Tal solução nos proporcionará a criação de um ambiente propício para a interconexão de

micro em redes para acesso a Internet


7

1 INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

Uma rede de computadores basicamente é formada por 2 ou mais

computadores interligadas através de um meio físico qualquer possibilitando uma

interconectividade total entre eles. Tal situação foi possível devido à necessidade de se

compartilhar arquivos e impressoras entre usuários [06]

Podemos descrever as redes de acordo com os seus Tipos e classificações. Em tipos

possuimos as redes Ponto-a-Ponto e Cliente/Servidor. Nas redes ponto-a-ponto os

computadores estão interligados e compartilhando recursos (pastas, impressoras ,cd-rom,etc)

entre si podendo servir e serem servidos. Já mo modelo Cliente/Servidor exitem um

computador central (Servidor) que assume as tarefas de oferecder a rede os recursos

garantindo o acesso às informações com segurança e evitando duplicidade de informações .

Tal situação não ocorre em uma rede ponto-a-ponto.

Classificamos as redes de quanto a sua dispersão geográfica como descrito abaixo:

LAN (Local Area Network) Rede Local, para interligar computadores que estejam

fisicamente próximos uns dos outros, num espaço geográfico bem restrito, normalmente no

mesmo edifício.

MAN (Metropolitan Area Network) Redes Metropolitanas seriam aquelas que estão

dentro de uma metrópole ocupando espaços maiores que o determinado em uma LAN..

Atualmente em desuso é facilmente confundido com a WAN.


8

WAN ( Wide Area Network) Redes de longa distância cuja dimensão corresponde a

países para interligação dos micros são usadas linhas de comunicação das empresas

concessionárias de telecomunicações. Links dedicados, rádio, satélite,etc. Atinge grandes

distâncias e seus custos pela comunicação são elevados.

1.2 Topologias de Rede

Topologia é usada para designar a forma como os cabos estão disicamente dispostos

para conexão dos computadores, A topologia física representa como os computadores se

conectam entre si e como eles seriam vistos a partir de uma visão aérea. Simplificando, é a

forma física (layout) de como os computadores, cabos, conectores, placas de redem

hubs,switches e demais ativos de rede estão conectados.

As topologias físicas mais comuns são:

Barramento: Também conhecida como topologia linear onde um único cabo chamado

de tronco, backnone ou segmento recebe os computadores em linha. Este meio faz uso do

cabo coaxial.

Estrela: Esta é a mais utilizada atualmente. Todos os computadores e demais

periféricos de rede estão conectados a um elemento central que pode ser um hub ou switch.

Anel: Como o próprio nome diz esta topologia tem os computadores conectados

formando um circulo fechado.


9

1.2.1 Necessidades Especiais

Há situações onde mesmo com toda essa tecnologia à disposição, não é possível fazer

uso delas. Imaginemos um museu, um prédio histórico ou até mesmo prédio tombado pelo

Governo, onde até mesmo uma reforma por mais simples que seja, deve preservar a

arquitetura, estilo, etc. da época em que foi construído.

Para atender a essa e tantas outras situações a Tecnologia trouxe às rede de

computadores um conceito que já fazia parte das nossas vidas: A comunicação via Wireless.

Diversas empresas a usavam no dia-a-dia criando soluções outdoor como antenas de celulares,

tvs por assinatura, interligação entre empresas,etc. Mas indoor, ou seja, dentro das empresas

ou residências esse tal solução era novidade. Com isso abriu-se um novo leque de opções de

serviços a serem oferecidos ao mercado.


12

2 UM POUCO DE HISTORIA DO WIRELESS

Em 1864 James Maxwell defendeu que a teoria de que as ondas eletromagnéticas


povoavam o infinito em todas as direções e que eram atraídas pelo éter, logo em seguida, em
1887 o alemão Heinrich Hertz criou um aparelho que consistia em duas varas metálicas, que
eram ligadas aos pólos de um gerador de alta tensão. Este dispositivo produzia correntes, que
foram denominadas de "ondas hertzianas", viajando na mesma velocidade que a luz. [04]

Com estas descobertas foi possível criar codificações que podiam transmitir
informação na área de alcance destas ondas eletromagnéticas, assim logo surgia o telégrafo e
algum tempo depois o radar, com o avança desta tecnologia foi possível também enviar
vocalizações, ou seja, transmitir sons e com isso voz e sons em gral puderam ser enviados
pelas ondas eletromagnéticas.

A crescente transformação que viria a seguir na tecnologia do rádio, proporcionou a


possibilidade de imputar no sinal códigos que representassem linguagem digital, ou seja, um
código que consegue transmitir informações binárias, com isso pode-se alcançar grandes
distâncias na transmissão de dados.

A propagação que o sinal de um emissor de rádio pode ter é relativamente simples, ou


seja, depende exclusivamente de sua antena, pois a mesma é responsável por propagar e
aumentar o ganho do sinal do emissor. Uma antena faz transmissão da energia do RF ao meio
aéreo e um transmissor dentro da placa de rede ou de um Access Point emite um sinal de RF à
antena, que age como um radiador e propaga o sinal através do ar. A antena opera também no
sentido inverso capturando sinais de RF do ar e fazendo os disponíveis ao receptor.

Algumas placas de rede e Access Points trazem antenas integradas que você não pode
mudar. Por exemplo, os Laptops tais como o iBook de Apple integram a antena dentro da
tampa ou do corpo do dispositivo, de forma a não ser vista ou substituída pelo usuário.
Algumas placas de rede e Access Points usam também antenas permanentes. Outros
dispositivos wireless possuem antenas destacáveis. De fato, é uma boa idéia comprar Access
13

Points com antenas removíveis. Isso garante mais flexibilidade permitindo a seleção de uma
antena com características mais apropriadas à sua aplicação.

Os tipos mais comuns da antena para LANs wireless têm padrões de radiação omni-
direcional e direcionais. As antenas omni-direcional propagam sinais do RF em todos os
sentidos igualmente em um plano horizontal.

As antenas omni-direcional, tendo ganho de 6 dB, aplicam-se à maioria das aplicações


em ambientes internos. Omnis fornecem a cobertura mais ampla, tornando possível formar
círculos de cobertura que se sobrepõem a partir de múltiplos Access Points distribuídos pelo
edifício. A maioria dos Access Points trazem omnis padrão que têm o ganho relativamente
baixo. Desta forma, considere usar modelos com um ganho mais elevado para aumentar a
escala, permitindo um maior espaçamento entre os Access Points. Isto permite reduzir o
número de Access Points e também os custos.

Figura 01 – Antena Omni-direcional

Uma antena direcional transmite e recebe o sinal de RF mais em um sentido do que em


outro. Este padrão de radiação é similar à luz que uma lanterna ou holofote produzem. A
maioria dos fabricantes de antena fornecem as ilustrações que indicam o padrão de radiação.
As antenas de ganho mais elevado terão uma menor largura do feixe, que limita a cobertura
nos lados das antenas. As antenas direcionais têm um ganho muito maior do que Omni-
Direcional , tais como dBi 12 e acima.
14

Figura 02- Antena Direcional

Imagine que a freqüência é uma onda que sobe e desce em seu eixo principal, o ciclo é

o tempo em que à onda se propaga em seu eixo e a freqüência é exatamente a quantidade de

vezes que esse ciclo ocorre.

Figura 03 – Explicação de Comprimento de Onda


15

Quanto ao uso corporativo da tecnologia sem fio, aposta-se na implementação de redes


Wi-Fi com grande nível de cobertura, o que deve ocorrer no futuro imediato. Quando a
internet começou a ser usada comercialmente ninguém acreditava que em pouco tempo viria a
se transformar numa ferramenta importante de trabalho para empresas de todos os portes. O
mesmo irá ocorrer com o Wi-Fi, Para o futuro vê-seum grande potencial no Wi-Fi sobre IP
para competir com a telefonia celular.

2.1 A IMPORTÂNCIA DA SEGURANÇA EM REDES WIRELESS

Atualmente observa-se no mercado diversas empresas que implementam soluções

wireless em seu negócio de forma a oferecer serviços aos clientes. De um lado temos a

tencnologia a nosso favor nos permitindo uma maior mobilidade , de outro lado a adoção em

massa de serviços desse tipo nos leva a seguinte pergunta: Como fica a segurança em uma

rede Wireless ??

Imaginemos um hotel que ofereça aos seus hóspedes acesso à Internet através de

notebooks, pda’s, etc. Instala-se simplesmente um ponto de acesso no saguão e qualquer

usuário, sendo hóspede ou não, com seu equipamento teria acesso indiscriminado à Interent

com possibilidades de até invadir a rede do hotel causando transtornos e prejuíz

Foram relatados casos diversos de serviços de acesso a Internet via Wireless

totalmente sem segurança, para se ter uma ídeia com um notebook à mão com wireless

habilitado é possível percorrer um bairro da cidade de Manaus e detectar que pelo menos 90%

das redes Wireless ali instaladas não possuem quaisquer tipo de segurança implementada.
16

CONCLUSÃO

Sem dúvida nenhuma o acesso à Internet via Wireles oferece mobilidade,

conectividade, facilidade na instalação pois na maioria das vezes não são necessárias grandes

alterações de infra-estrutura como acontece em redes cabeadas.

Ao implementar serviços de acesso à Internet para seus clientes tenha em mente que a

um projeto desse só é viável se forem consideradas todas as questões de segurança para que a

empresa venha sofrer prejuízos financeiros e tampouco ter o seu nome envolvido em histórias

de redes wireless não seguras. Nenhum cliente se conectaria à uma rede dessas sabendo que

ela não é segura.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

[01] http://www.accept.com.br/noticias.php?a=noticias&noti_id=7&noti_tipo= - Acessado

13/10/05

[02] www.aminharadio.com/radio_q.html - Acessado em 01/09/2005

[03] http://informatica.terra.com.br/wifi/interna/0,,OI415525-EI4254,00.html – Acessado em

01:02 19/10/2005

[04] http://www.sunrise.com.br/amoradio/index.php?id=20 - Acessado em 01/09/2005

[05] http://www.accept.com.br/noticias.php?a=noticias&noti_id=7&noti_tipo=

Acessado em 15/09/2005

[06] http://www.juliobattisti.com.br, acessado em 10/05/2006